NORMA REGULAMENTADORA 11 - NR 11 .A NR 11 possui os seguintes itens: 11.1 Normas de Segurança para

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of NORMA REGULAMENTADORA 11 - NR 11 .A NR 11 possui os seguintes itens: 11.1 Normas de Segurança para

  • NORMA REGULAMENTADORA 11 - NR 11 TRANSPORTE,

    MOVIMENTAO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS

  • INFORMAO INICIAL

    As informaes contidas nestes slides foram extradas do texto da NR 11, alm de de fotografias extradas da internet e de algumas explicaes tambm extradas de sites da internet que explicam a NR 11. Assim no final de cada slide que possui informao extrada da internet est devidamente citado o site consultado.

  • A NR 11 possui os seguintes itens:

    11.1 Normas de Segurana para Operao de Elevadores, Guindastes, Transportadores Industriais e Mquinas Transportadoras

    11.2 Normas de Segurana do Trabalho em Atividades de Transporte de Sacas

    11.3 Armazenamento de Materiais

    11.4 Movimentao, Armazenagem e Manuseio de Chapas de Mrmore, Granito e Outras Rochas

    Anexo I

    http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr11.htm

  • O disposto na NR-11 se complementa

    com demais normas regulamentadoras NR-08 Edificaes;

    NR-12 - Mquinas e Equipamentos; NR-17 - Ergonomia; NR-18 - Condies e Meio Ambiente de Trabalho na Indstria da Construo; NR 19 - Explosivos NR-20 - Lquidos Combustveis e Inflamveis; NR-22 - Segurana e Sade Ocupacional na Minerao; NR-26 - Sinalizao de Segurana; NR-29 - NR de Segurana e Sade no Trabalho Porturio; NR-30 - Norma Regulamentadora de Segurana e Sade no Trabalho Aquavirio; NR-31 Norma Regulamentadora de Segurana e Sade no Trabalho na Agricultura,

    Pecuria Silvicultura, Explorao Florestal e Aquicultura.

    http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr20.htmhttp://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr20.htmhttp://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr20.htm

  • Outras disposies

    Conveno OIT 127 - Peso mximo das cargas que podem ser transportadas por um s trabalhador

    Resoluo ANTT 420, de 12/02/04 - Instrues complementares ao Regulamento do Transporte Terrestre de Produtos Perigosos

    http://www.ilo.org/ilolex/cgi-lex/convds.pl?C127http://www.ilo.org/ilolex/cgi-lex/convds.pl?C127http://www.ilo.org/ilolex/cgi-lex/convds.pl?C127http://www.ilo.org/ilolex/cgi-lex/convds.pl?C127http://www.ilo.org/ilolex/cgi-lex/convds.pl?C127http://www.antt.gov.br/resolucoes/00500/Resolucao420_2004.htmhttp://www.antt.gov.br/resolucoes/00500/Resolucao420_2004.htmhttp://www.antt.gov.br/resolucoes/00500/Resolucao420_2004.htmhttp://www.antt.gov.br/resolucoes/00500/Resolucao420_2004.htmhttp://www.antt.gov.br/resolucoes/00500/Resolucao420_2004.htm

  • RISCOS QUE ENVOLEM Transporte, Movimentao e Armazenamento de materiais

    Risco Ergonmico: est presente no manuseio de cargas e pode causar problemas de sade principalmente por utilizao de mtodos errados ou por sobrecarga. Risco Mecnico : ocasionado principalmente quedas de materiais e queda de trabalhadores que resultam consequncias indesejveis para a integridade fsica e psquica dos atingidos e envolvidos, em cortes e esmagamento, alm falar nas perdas para a empresa.

  • Risco Qumico: O transporte de cargas perigosas e a utilizao de equipamentos mecnicos de combusto em locais fechados geram riscos qumicos que podem causar asfixia , contaminao e intoxicao. Risco fsico rudo proveniente das mquinas, calor proveniente dos ambientes de trabalho - vibrao ocasionada pelas mquinas e pisos, dentre outros.

  • NR11

    11.1 Normas de segurana para operao de elevadores, guindastes, transportadores industriais e mquinas transportadoras

  • 11.1.1 Os poos de elevadores e monta-cargas devero ser cercados, solidamente, em toda sua altura, exceto as portas ou cancelas necessrias nos pavimentos.

  • 11.1.2 Quando a cabina do elevador no estiver ao nvel do pavimento, a abertura dever estar protegida por corrimo ou outros dispositivos convenientes.

  • Os equipamentos utilizados na movimentao de materiais, sero calculados e construdos de maneira que ofeream as necessrias garantias de resistncia e segurana e conservados em perfeitas condies de trabalho.

  • Grande interao com a NR 18

  • Cabos de ao, cordas, correntes, roldanas e ganchos que devero ser inspecionados, permanentemente, substituindo-se as suas partes defeituosas.

  • As inspees frequentes consistem na avaliao visual por pessoa qualificada e familiarizada antes do incio de cada trabalho de modo a detectar possveis danos no cabo de ao que possam causar riscos durante o uso, como seguem abaixo:

  • -Distores no cabo, tais como: dobras, amassamentos, alongamento do passo, gaiola de passarinho, perna fora de posio ou alma saltada; -Corroso em geral; -Pernas rompidas ou cortadas; -Nmero, distribuio e tipo de ruptura dos arames visveis.

  • ALMA SALTADA

    GAIOLA DE PASSARINHO

    DOBRA

  • INSPEES

    As inspees frequentes e peridicas no precisam ser realizadas em intervalos iguais e devem ser mais frequentes quando se aproxima o final da vida til do cabo de ao. As inspees peridicas devem ser realizadas por pessoa qualificada. Recomenda-se que sejam feitas inspees dirias, realizadas pelo operador, antes do incio de cada turno. Os operadores sero treinados para identificar visualmente os defeitos, devendo existir uma lista de verificao para que seja possvel registr-los.

    http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAu_sAL/nr-11

  • NORMAS PERTINENTES ABNT

  • ABNT NBR 6327 - Cabo de ao para uso geral: requisitos mnimos; ABNT NBR 11900 - Extremidades de laos de cabos de ao; ABNT NBR 13541 - Movimentao de carga: lao de cabo de ao: especificao; ABNT NBR 13542 - Movimentao de carga: anel de carga; ABNT NBR 13543 - Movimentao de carga: laos de cabo de ao: utilizao e inspeo; ABNT NBR 13544 - Movimentao de carga: sapatilha para cabo de ao; ABNT NBR 13545 - Movimentao de carga: manilhas.

  • EQUIPAMENTOS DE GUINDAR

    Em todo o equipamento ser indicado, em lugar visvel, a carga mxima de trabalho permitida.

  • Vdeos: http://www.youtube.com/watch?v=p1zKtd5jG5I at 2

    minutos http://www.youtube.com/watch?v=66kwr5J2PO0 at 3

    minutos http://www.youtube.com/watch?v=QmIe1DoBP6o A partir de 2 minutos

    http://www.youtube.com/watch?v=p1zKtd5jG5Ihttp://www.youtube.com/watch?v=p1zKtd5jG5Ihttp://www.youtube.com/watch?v=66kwr5J2PO0http://www.youtube.com/watch?v=QmIe1DoBP6o

  • Equipamentos destinados movimentao do pessoal sero exigidas condies especiais de segurana.

  • Nos equipamentos de transporte, com fora motriz prpria, o operador dever receber treinamento especfico, dado pela empresa, que o habilitar nessa funo.

    (Esta exigncia, transfere para a empresa a responsabilidade no s pelo treinamento, mas tambm pelo contedo que garanta a qualificao do Operador.)

  • Os operadores de equipamentos de transporte motorizado devero ser habilitados e s podero dirigir se durante o horrio de trabalho portarem um carto de identificao, com o nome e fotografia, em lugar visvel.

  • O carto ter a validade de 1 (um) ano, salvo imprevisto, e, para a revalidao, o empregado dever passar por exame de sade completo, por conta do empregador.

  • Os equipamentos de transporte motorizados devero possuir sinal de advertncia sonora (buzina

  • http://segurancadotrabalhonwn.com/validade-do-curso-de-empilhadeira/

  • Nos locais fechados ou pouco ventilados, a emisso de gases txicos, por mquinas transportadoras, dever ser controlada para evitar concentraes, no ambiente de trabalho, acima dos limites permissveis.

  • Em locais fechados e sem ventilao, proibida a utilizao de mquinas transportadoras, movidas a motores de combusto interna, salvo se providas de dispositivos neutraliza dores adequados

  • Mesmo em locais fechados e sem ventilao onde so usadas mquinas com dispositivos neutralizadores de emisses gasosas conforme cita o item 11.1.10, o ambiente deve ser monitorado de forma a verificar a eficcia dos mesmos. Estas atividades devem ser mencionadas no PPRA.

    ....

  • .....

    De acordo com a NR 22, no item 2.11.11, fica vedado a utilizao de equipamentos de movimentao eltricos em reas classificadas onde exista a probabilidade de formao de atmosferas explosivas, devendo ser dada a preferncia por motores movidos a GLP ou gs natural.

    http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAu_sAL/nr-11?part=2

  • 11.2 Normas de segurana do trabalho em atividades de transporte de sacas

  • http://www.youtube.com/watch?v=KArrj8d4qks

    Passar AT 3 MINUTOS E 12 SEGUNDOS

    http://www.youtube.com/watch?v=KArrj8d4qks

  • "Transporte manual de sacos" toda atividade realizada de maneira contnua ou descontnua, essencial ao transporte manual de sacos, na qual o peso da carga suportado, integralmente, por um s trabalhador, compreendendo tambm o levantamento e sua deposio.

  • http://segurancaesaudedotrabalho.blogspot.com.br/2010/09/normas-de-seguranca-do-trabalho-em.html

  • http://www.ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/ergo2.htm

  • Verifica-se que os problemas lombares apresentados por trabalhadores que manuseiam cargas pesadas no Brasil, representam aproximadamente 70% dos casos (Nogueira, 1987).

    http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAu_sAL/nr-11?part=2

  • Distncia mxima de 60,00m (sessenta metros) para o transporte manual de um saco.

    vedado o transporte manual de sacos, atravs de pranchas, sobre vos superiores a 1,00m (um metro) ou mais de extenso.

  • As pranchas devero ter a largura mnima de 0,50m (cinquenta centmetros).

    Na operao manual de carga e descarga de sacos, em caminho ou vago, o trabalhador ter o auxlio de ajudante.

  • CLT art. 198

    Art. 198 - de 60 kg o pes