Normas Gerais-Todas as NR

  • Published on
    11-Oct-2015

  • View
    375

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

  • Boletin ABNT novembro 1

    NORMALIZAO

    Novas Publicaes

    As Normas Brasileiras listadas a seguir so normas novas ou revisadas, publicadas pela ABNT, aprovadas por consenso das partes envolvidas. Estas Normas Brasileiras podem ser adquiridas nos Escritrios da ABNT ou no site www.abnt.org.br.

    ABNT/CB-03 COMIT BRASILEIRO DE ELETRICIDADEVlida a partir de

    ABNT NBR IEC 60255-8 Rels eltricos - Parte 8: Rels eltricos para proteo trmica Aplicvel a rels eltricos de medio dependentes de um tempo especificado, que protegem equipamentos do termoeltrico pela medio da corrente circu-lante no equipamento protegido.Origem: 03:041.01-001Palavra-chave: Rels de proteo. Proteo trmica - 14 pginas

    24.10.2007

    ABNT/CB-04 COMIT BRASILEIRO DE MQUINAS E EQUIPAMENTOS

    ABNT NBR 15827 Vlvulas industriais para instalaes de explorao, produo, refino e transporte de produtos de petrleo Requisitos de projeto e ensaio de prottipoEstabelece os requisitos para projetos e ensaios de prottipos de vlvulas industriais tipos gaveta, esfera, globo, reteno e borboleta, nas classes de presso utilizadas nas instalaes de explorao, produo, refino e trans-porte de produtos de petrleo.Origem: 04:009.17-010Palavra-chave: Vlvula. Projeto 38 pginas

    24.10.2007

    ABNT/CB-17 COMIT BRASILEIRO DE TXTEIS E DO VESTURIOVlida a partir de

    ABNT NBR ISO 105-X12 Txteis Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez fricoEspecifica um mtodo para determinao da resistncia da cor de txteis de todos os tipos, inclusive revestimentos txteis de piso e outros tecidos felpudos frico e transferncia da cor a outros materiais. Este mtodo aplicado aos txteis feitos de todos os tipos de fibras na forma de fio ou tecido, inclusive revestimentos txteis de piso, tintos ou estampados. Podem ser efetuados dois ensaios, um com o tecido-testemunha de frico seco e outro com o tecido-testemunha de frico mido.Origem: 17:100.03-006 Palavras-chave: Txtil. Ensaios. Solidez da cor. Determinao. Frico 3 pginas

    24.10.2007

    Normas Brasileiras

  • Boletin ABNT novembro 2

    ABNT/CB-18 COMIT BRASILEIRO DE CIMENTO, CONCRETO E AGREGADOSVlida a partir de

    ABNT NBR 8890 Tubo de concreto de seo circular para guas pluviais e esgotos sanitrios Re-quisitos e mtodos de ensaiosFixa os requisitos exigveis para fabricao e aceitao de tubos de concreto e res-pectivos acessrios, segundo as suas classes e dimenses, destinados a conduo de guas pluviais, esgoto sanitrio e efluentes industriais. Podem ser produzidos tubos de classes de resistncias superiores s especificadas nesta Norma, devendo atender aos requisitos estabelecidos nas Sees 4 e 5.Palavras-chave: Cimento Portland. Concreto. Esgoto sanitrio. gua pluvial. Tubo de concreto 30 pginas

    22.11.2007

    ABNT/CB-23 COMIT BRASILEIRO DE EMBALAGEM E ACONDICIONAMENTOVlida a partir de

    ABNT NBR 9475 Embalagem e acondicionamento Determinao da resistncia compresso por carga constanteEspecifica um mtodo para avaliao da resistncia da embalagem compresso por carga constante em condies de empilhamento esttico, em termos de sua resistn-cia e/ou proteo que oferece ao contedo. Este mtodo aplicvel tambm para simular condies especiais de empilhamento, tais como cargas excntricas, cargas concentradas por palete super-posto embalagem ou carga unitizada.Palavras-chave: Embalagem. Desempenho. Compresso carga constante 3 pginas

    24.10.2007

    ABNT NBR 10531 Embalagens metlicas TerminologiaDefine os termos tcnicos referentes a embalagens metlicas.Palavras-chave: Embalagem. Metlica. Terminologia 15 pginas

    24.10.2007

    ABNT/CB-24 COMIT BRASILEIRO DE SEGURANA CONTRA INCNDIOVlida a partir de

    ABNT NBR 10897 Sistemas de proteo contra incndio por chuveiros automticos RequisitosEstabelece os requisitos mnimos para o projeto e a instalao de sistemas de proteo contra incndio por chuveiros automticos, incluindo as caractersticas de suprimento de gua, seleo de chuveiros automticos, conexes, tubos, vlvulas e todos os materiais e acessrios envolvidos em instalaes prediais.Palavras-chave: Chuveiro automtico. Extino de incndio. Proteo contra incndio 108 pginas

    15.11.2007

    ABNT/ONS-27 - ORGANISMO DE NORMALIZAO SETORIAL DE TECNOLOGIA GRFICA Vlida a partir de

    ABNT NBR 15059 Tecnologia grfica Cadernos 1/4 espiralados ou costurados ou colados ou argolados, com capa dura ou capa flexvel RequisitosFixa os requisitos exigveis para os cadernos 1/4 espiralados ou costurados ou colados ou argolados, quanto ao formato, caractersticas dos materiais usados nas capas, contracapas e miolo, caractersticas do papel utilizado nos ndices e divisrias, se existirem, nmero de folhas, impresso e acabamento.Palavras-chave: Tecnologia grfica. Caderno 3 pginas

    22.11.2007

    ABNT/CB-28 COMIT BRASILEIRO DE SIDERURGIAVlida a partir de

    ABNT NBR 15530 Fibras de ao para concreto EspecificaoEstabelece parmetros de classificao para as fibras de ao de baixo teor de carbono e dispe sobre os requisitos mnimos de forma geomtrica, tolerncias dimensionais, defeitos de fabricao, resistncia trao e dobramento.Origem: 28:000.04-009Palavras-chave: Ao. Fibra. Fibra de ao. Concreto - 7 pginas

    08.11.2007

  • Boletin ABNT novembro 3

    ABNT/ CB-29 - COMIT BRASILEIRO DE CELULOSE E PAPEL Vlida a partir de

    ABNT NBR ISO 3783 Papel e carto Determinao da resistncia ao arrancamento Mtodo da velocidade acelerada usando o aparelho tipo IGT (modelo eltrico)Especifica um mtodo de velocidade acelerada para determinar a resistn-cia da superfcie, em termos de velocidade de arrancamento e resistncia ao arrancamento de papel e carto revestido e no-revestido, e em termos da resistncia delaminao da capa de carto, por simulao do compor-tamento no processo de impresso. Devido rea limitada de ensaio e ao carter geral do ensaio, este ensaio no ir normalmente detectar imperfei-es, tais como fragmentos existentes na superfcie.Origem: 29:002.01-056Palavras-chave: Papel. Carto. Resistncia. Arrancamento. IGT 12 pginas

    22.11.2007

    ABNT/ONS-34 ORGANISMO DE NORMALIZAO SETORIAL DE PETRLEO

    Vlida a partir deABNT NBR 6567 Emulses asflticas Determinao da carga de partcula

    Destina-se a identificar emulses asflticas. Aquelas cujas partculas so carre-gadas positivamente so classificadas como catinicas e aquelas cujas partcu-las so carregadas negativamente, como aninicas. Caso no exista carga de partcula, a emulso considerada no-inica.Palavras-chave: Emulses asflticas. Carga de partcula 3 pginas

    01.11.2007

    ABNT NBR 7975 Combustvel de aviao Determinao do ponto de congelamentoPrescreve o mtodo para determinao da temperatura abaixo da qual pode haver formao de cristais de hidrocarbonetos, em querosene de aviao e gasolina de aviao.Palavras-chave: Combustvel de aviao. Ponto de congelamento 6 pginas

    01.11.2007

    ABNT NBR 15528 Aditivos orgnicos melhoradores de adesividade para cimento asfltico de pe-trleo Avaliao para recebimentoFixa os procedimentos para recebimento para os aditivos orgnicos melhorado-res de adesividade em ligante asfltico de petrleo.Origem: 34:000.01-035Palavras-chave: Cimento asfltico. Aditivos. Avaliao para recebimento 2 pginas

    01.11.2007

    ABNT NBR 15529 Asfalto borracha Propriedades reolgicas de materiais no newtonianos por viscosmetro rotacionalPrescreve o mtodo para determinao da viscosidade aparente de materiais no Newtonianos com propriedades tixotrpicas e pseudoplsticas numa faixa de taxa de cisalhamento de 0,1 s-1 at 50 s-1.Origem: 34:000.01-037Palavras-chave: Asfalto borracha. Viscosmetro rotacional 5 pginas

    01.11.2007

    ABNT/CB-39 COMIT BRASILEIRO DE IMPLEMENTOS RODOVIRIOS

    Vlida a partir deABNT NBR 13334 Contentor metlico de 0,8 m3, 1,2 m3 e 1,6 m3 para coleta de resduos sli-

    dos por coletores-compactadores de carregamento traseiro RequisitosEspecifica os requisitos para os contentores metlicos de 0,8 m, 1,2 m e 1,6 m, destinados a acondicionar os resduos slidos aplicveis aos coletores-compactadores de arregamento traseiro, dotados de dispositi-vos de basculamento.Palavras-chave: Contentor. Resduo slido. Coletor 4 pginas

    15.11.2007

  • Boletin ABNT novembro 4

    ABNT/CEET-00:001.63 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE GESTO DE RISCOS

    Vlida a partir deABNT NBR 15999-1 Gesto de continuidade de negcios - Parte 1: Cdigo de prtica

    Estabelece o processo, os princpios e a terminologia da gesto da continuidade de negcios (GCN). O propsito desta Norma fornecer uma base para que se possa entender, desenvolver e implementar a continuidade de negcios em uma organi-zao alm de obter confiana nos negcios da organizao com clientes e outras organizaes. Ela permite tambm que a organizao avalie sua capacidade de GCN de uma maneira consistente e reconhecidaOrigem: 00:001.63-002/01Palavras-chave: Gesto. Continuidade de negcios - 40 pginas

    22.11.2007

    ABNT/CEET-00:001.61 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE LCOOL COMBUSTVEL

    Vlida a partir deABNT NBR 15531 lcool etlico Determinao do teor de gua Mtodo volumtrico de Karl Fischer

    Especifica o mtodo de Karl Fischer para determinao do teor de gua em lcool etlico por volumetria.Origem: 00:001.61-003Palavras-chave: lcool etlico. Karl Fischer. gua. Volumetria - 2 pginas

    08.11.2007

    ABNT/CEET-00.001.77 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE APROVEITAMENTO DE GUA DE CHUVA

    Vlida a partir deABNT NBR 15527 gua de chuva Aproveitamento de coberturas em reas urbanas para fins

    no potveis RequisitosFornece os requisitos para o aproveitamento de gua de chuva de coberturas em reas urbanas para fins no potveis.Origem: 00:001.77-001Palavras-chave: gua de chuva. No potvel. Aproveitamento - 8 pginas

    24.10.2007

    ABNT/CEET-00:001.80 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE SISTEMAS DE PREVENO E PROTEO CONTRA EXPLOSO

    Vlida a partir deABNT NBR ISO 6184-4 Sistema de proteo contra exploses

    Parte 4: Determinao de eficcia dos sistemas de supresso de explosesEstabelece um mtodo para avaliao dos sistemas de supresso de exploses em um volume fechado, assim como define critrios para dispositivos de ensaios alternativos usados para eficcia dos ensaios de supresso da exploso e critrios para aplicao e definio da operao segura de um sistema de supresso de exploso.Origem: 00:001.80-001/4Palavras-chave: Prova de exploso. Sistemas de supresso de exploses. En-saios. Eficcia - 6 pginas

    24.10.2007

    ABNT/CEET-00:001.73 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE TUBOS E ACESSRIOS DE POLIETILENO PARA SISTEMAS ENTERRADOS PARA REDES DE DISTRIBUIO E ADUO DE GUA

    Vlida a partir deABNT NBR 8415 Tubos e conexes de polietileno Verificao da resistncia presso hidros-

    ttica internaPrescreve o mtodo para verificao da resistncia presso hidrosttica inter-na, a uma dada temperatura, de tubos e conexes de polietileno.Palavra-chave: Tubo de polietileno 5 pginas

    01.11.2007

    ABNT/CEET-00:001.69 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE SISTEMAS DE ARMAZENAGEM

    Vlida a partir deABNT NBR 15524-1 Sistemas de armazenagem - Parte 1: Terminologia

    Define os termos para sistemas de armazenagem utilizados na ABNT NBR 15524-2. Esta Norma se aplica a nomenclatura em geral para porta-paletes seletivo.Origem: 00:001.69-001/1Palavras-chave: Armazenagem. Sistema. Porta-palete seletivo. Terminologia - 12 pginas

    01.11.2007

  • Boletin ABNT novembro 5

    ABNT NBR 15524-2 Sistemas de armazenagem - Parte 2: Diretrizes para o uso de estruturas tipo porta-paletes seletivosFornece orientaes sobre o projeto, clculo, montagem e utilizao de estruturas tipo porta-paletes seletivos (PPS) em sistemas de armazenagem. Esta parte da ABNT NBR 15524 se aplica somente s estruturas de ao-carbono.Origem: 00:001.69-001/2Palavras-chave: Armazenagem. Sistema. Porta-palete seletivo - 72 pginas

    01.11.2007

    ABNT/CEM-00:002.01 - COMISSO DE ESTUDO MISTA DE CABOS DE AO Vlida a partir de

    ABNT NBR ISO 4309 Equipamentos de movimentao de carga Cabos de ao Cuidados, manu-teno, instalao, inspeo e descarteDetalha diretrizes para os cuidados, instalao, manuteno e inspeo do cabo de ao em servio em um equipamento de movimentao de carga, bem como relaciona os critrios de descarte a serem aplicados para promover o uso seguro do equipamento de movimentao de carga.Palavras-chave: Guindaste. Cabo de ao - 40 pginas

    08.11.2007

    As Normas Brasileiras listadas a seguir foram canceladas devido substituio por outra Norma Brasileira, atualizao tecnolgica, incorporao outra Norma Brasileira, no-reviso ou no-revalidao aps 10 anos e/ou atendimento a imposies legais.

    * COM SUBSTITUIO

    ABNT/CB-03 COMIT BRASILEIRO DE ELETRICIDADE Vlida a partir de

    ABNT NBR 7096:1981 Rels eltricos trmicosSubstituda pela ABNT NBR IEC 60255-8:2007 Rels eltricos Parte 8: Rels eltricos para proteo trmica

    24.10.2007

    ABNT NBR 8127:1983 Rels eltricos trmicos para proteo de motoresSubstituda pela ABNT NBR IEC 60255-8:2007 Rels eltricos Parte 8: Rels eltricos para proteo trmica

    24.10.2007

    ABNT/CB-17 COMIT BRASILEIRO DE TXTEIS E DO VESTURIOVlida a partir de

    ABNT NBR 8432:1984 Materiais txteis Determinao da solidez de cor fricoSubstituda pela ABNT NBR ISO 105-X12 Txteis Ensaios de solidez da cor Parte X12: Solidez frico

    24.10.2007

    ABNT/ CB-29 - COMIT BRASILEIRO DE CELULOSE E PAPEL Vlida a partir de

    ABNT NBR 7539:2002 Papel e carto Determinao da resistncia ao arrancamento Mtodo da velocidade acelerada usando o aparelho tipo IGT (modelo eltrico)Substituda pela ABNT NBR ISO 3783 Papel e carto Determinao da resistncia ao arrancamento Mtodo da velocidade acelerada usando o aparelho tipo IGT (mode-lo eltrico)

    22.11.2007

    Atualizaes

    Normas Brasileiras

    Cancelamentos

  • Boletin ABNT novembro 6

    Erratas

    Emenda

    Emenda

    Para a Norma Brasileira listada a seguir, foi publicada uma Errata, que um documento que corrige erros tipogrficos e/ou gramaticais em Normas j publicadas. Esta Errata distribuda gratuitamente nos escritrios da ABNT ou no site www.abnt.org.br.

    ABNT/CB-03 - COMIT BRASILEIRO DE ELETRICIDADE

    ABNT NBR 14136:2002 Plugues e tomadas para uso domstico e anlogo at 20 A/250 V em corrente alternada Padronizao

    Para a Norma Brasileira listada a seguir, foi publicada uma Emenda, que um documento que corrige, substitui, acres-centa e/ou elimina disposies das Normas Brasileiras, em decorrncia de fato relevante ocorrido aps sua publicao. Esta Emenda pode ser adquirida nos Escritrios da ABNT ou no site www.abnt.org.br.

    ABNT/CEET-00:001.18 - COMISSO DE ESTUDO ESPECIAL TEMPORRIA DE SEGURANA DO BRINQUEDO

    ABNT NBR NM 300-1 Segurana de brinquedos - Parte 1: Propriedades gerais, mecnicas e fsicas

    Normas Mercosul

    CSM-04 COMIT SETORIAL MERCOSUL DE BRINQUEDOSVlida a partir de

    NM 300-1 Segurana de brinquedos - Parte 1: Propriedades gerais, mecnicas e fsicas

    ABNT/CB-39 COMIT BRASILEIRO DE IMPLEMENTOS RODOVIRIOS Vlida a partir de

    ABNT NBR 13333:1995 Caamba estacionria de 0,8 m3, 1,2 m3 e 1,6 m3 para coleta de resduos slidos por coletores-compactadores de carregamento traseiroSubstituda pela ABNT NBR 13334:2007 Contentor metlico de 0,8 m3, 1,2 m3 e 1,6 m3 para coleta de resduos slidos por coletores-compactadores de carregamento traseiro Requisitos

    15.11.2007

    * SEM SUBSTITUIO

    ABNT/CB-32 COMIT BRASILEIRO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEO INDIVIDUAL

    ABNT NB 122:1966 Luvas de segurana

  • Boletin ABNT novembro 7

    Consul...