Noticias Municipais - Janeiro 2011

  • View
    225

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Boletim informativo do Município de Vendas Novas

Text of Noticias Municipais - Janeiro 2011

  • boletim informativo do municpio de vendas novas | janeiro 2011

    OTICIASUNICIPAIS

    Corta-mato Paulo Guerra

    150 atletas disputarama prova em Vendas Novas

  • Cmara Municipal de Vendas NovasAv. da Repblica, 7080-099 Vendas NovasTel.: 265 807 700Fax: 265 892 152geral@cm-vendasnovas.ptwww.cm-vendasnovas.pt

    Servios MunicipaisPav. Gimodesportivo Municipal - 265 809 600Piscinas Municipais - 265 809 601Espao Internet - 265 893 734 Auditrio Municipal - 265 805 500Biblioteca Municipal - 265 805 101COPAE - 265 890 407Mercado Municipal - 265 892 467Posto de Turismo\Moinho de Vento - 265 890 554Gab. Mun. Educao e Int. Social - 265 809 390Gab. Mun. Apoio Juventude - 265 809 395CEAmb - 265 892 097

    Proteco CivilCmara Municipal - 265 807 700

    Junta de Freguesia de LandeiraR. Vinha Grande, 152956-421 Landeiratel. / Fax : 265 913 116e-mail: jflandeira@sapo.pt

    Junta de Freguesia de Vendas NovasAv. da Repblica7080-099 Vendas Novastel.: 265 809 580 fax: 265 809 585e-mail: geral@jfvendasnovas.com

    Bombeiros VoluntriosVendas Novas - 265 807 170Landeira - 265 913 336

    Centro de SadeGeral - 265 809 000Serv. Atend. Permanente - 265 809 003Linha Azul - Consultas - 265 809 001/2Landeira - 265 913 145

    FarmciasFarmcia Ribeiro - 265 809 176Farmcia Santos Monteiro - 265 809 160Farmcia Nova - 265 807 250Farmcia Nova (Landeira) - 265 913 230

    EstaesFerroviria - 265 160 163Bilheteira CP - 265 160 259Rodoviria - 265 892 488

    TaxisVendas Novas - 265 892 176 / 265 805 440

    Guarda Nacional Republicana265 809 780

    CTT265 809 010

    Segurana Social265 891 679

    Nmero Nacional de Socorro112

    informaes utis

    ficha tcnicanotcias municipaisBoletim Informativo do Municpio de Vendas Novas

    Janeiro de 2011 n: 72

    Propriedade: Municpio de Vendas Novas

    Director:Presidente da Cmara Municipal Jos Maria Rodrigues Figueira

    Edio, Concepo e Fotografia:

    Gabinete de Imagem e Comunicao

    Impresso:Armazm de Papis do Sado, Lda

    Tiragem:6500 Exemplares

    Publicao:Mensal

  • editorialCaros Muncipes,

    O Municpio de Vendas Novas reconhecido pela experincia positiva que tem vindo a desenvolver nos ltimos anos no do-mnio do planeamento estratgico, com uma matriz comum de envolvimento dos agentes pblicos e privados locais, regionais e at nacionais, num processo participativo que se estende populao em geral. Dando sequncia a essa experincia ini-

    cimos, fez agora precisamente um ano, a implementao da Agenda 21 Local de Vendas Novas, que procura ser um instrumento de apoio ao desenvolvimento sustentvel e que em articulao com outros planos e com as Grandes Opes do Plano e Oramentos apoiam o municpio a identificar, no quadro das disponibi-lidades financeiras existentes, os projectos que podem contribuir para melhorar a qualidade de vida das populaes. Como os recursos so escassos e no se con-seguem executar todos os projectos ao mesmo tempo estabelecem-se prioridades e compromissos com todos os parceiros directamente envolvidos. Conscientes das dificuldades financeiras e que as verbas disponibilizadas so simblicas, as po-pulaes tm sabido corresponder ao desafio da participao efectiva e dinmica neste processo, em particular os moradores dos bairros e aglomerados que se candidataram aos Apelos 21, no caso os bairros Zeca Afonso e 20 de Maio e o aglomerado urbano das Piarras. Fica claro que estas experincias de participa-o na vida colectiva aproximam ainda mais o poder local do espao de vida das pessoas e dos prprios cidados, tendo por finalidade alcanarmos comunidades locais mais sustentveis e de levar prtica o lema pensar global e agir local. A pretexto da situao de crise e em nome de uma viso economicista da demo-cracia e do territrio alguns tentam inverter este princpio, seja atravs da proposta de reduo do nmero de deputados, que diminui a representatividade e a plurali-dade democrtica, ou tambm pela proposta da reduo do nmero de autarquias locais (municpios e freguesias) sem levar em conta a solidariedade territorial e o justo equilbrio com os factores sociais, culturais e ambientais. Quem trabalha dia-riamente numa relao de proximidade com as populaes sabe a importncia e o papel desempenhado pelo Poder Local Democrtico na resoluo dos problemas; quem est mais prximo resolve melhor gastando menos recursos.Certamente que a organizao da administrao do territrio e a resoluo dos problemas do pas no pode ser feita custa de uma diminuio da interveno e representatividade do Poder Local Democrtico e do empobrecimento dos servios pblicos de proximidade. por isso urgente um olhar atento a este caminho no sustentvel que nos querem impor; necessrio aprofundar a participao de cada um de ns na defesa de um Portugal mais justo, democrtico e equilibrado.

    O Presidente da Cmara Municipal

    Jos Maria Rodrigues Figueira

  • 4 | noticias municipais

    Cortes oramentais

    Vendas Novas recebe menos 550 mil euros do Estado

    O Oramento de Estado (OE), aprovado com os votos favorveis do PS, absten-o do PSD e os votos contra do CDS-PP, BE, PCP e PEV prev um corte global de 227 milhes de euros para as autarquias. No que ao Municpio de Vendas Novas diz respeito, este ano as transferncias foram reduzidas em mais de 550 mil euros. Estes cortes oramentais limitam as capacidades de resposta das autarquias para responder a todas as exigncias decorrentes do agra-vamento da situao social.Alm disso, para Vendas Novas, o OE/2011 no previu nenhuma das propostas que o Municpio enviou ao Governo e Assembleia da Repblica. Acresce ainda o facto de que, pelo quarto ano consecutivo, o conce-

    lho de Vendas Novas no vai receber um nico cntimo do Estado para investimen-tos pblicos no mbito do Plano de Investi-mento e Despesas de Desenvolvimento da Administrao Central (PIDDAC).O Oramento de Estado para este ano tra-duz assim uma poltica de injustia de re-partio dos recursos pblicos pelas autar-quias locais, que no consideram o esforo feito por estas no desenvolvimento do Pas e do bem-estar dos portugueses. J em 2010, a reduo de 100 milhes de euros no OE apenas serviu para que fosse a Ad-ministrao Central a gast-los. Isto ape-sar dos cidados apontarem os municpios como agentes responsveis pela melhoria da respectiva qualidade de vida.

    OE corta 277 milhes de euros s autarquias

  • noticias municipais | 5

    Aprovada a abertura do concur-so para construo da obra

    A Cmara Municipal de Vendas Novas aprovou, no dia 26 de Janeiro, a abertura do concurso pblico para a construo de duas estaes de tratamento de gua resi-duais (ETAR) em Marconi. Com um inves-timento de 411.874 euros, comparticipado a 70% pelo Programa Operacional de Va-lorizao do Territrio, atravs do QREN, pretende-se dar resposta s necessidades de uma populao de cerca de 200 habi-tantes. A povoao est dividida em duas bacias de drenagem, j servida de sistema de colectores, tendo-se optado pela cons-truo de duas ETARs, uma para cada ba-cia, para tratar os efluentes. Torna-se mais econmico do que criar um nico ponto de

    tratamento com bombagem das guas resi-duais de uma zona para a outra.O tratamento dos esgotos ser feito por via biolgica atravs de uma fossa sptica seguida de dois leitos de macrfitas (plan-tas aquticas), em cada uma das ETARs, a construir a Nascente e a Poente da lo-calidade.A construo desta infra-estrutura, ao abrigo do Plano Estratgico de Abasteci-mento de gua e Saneamento de guas Residuais 2007-2013, vem dar resposta proteco dos valores ambientais, dando continuidade ao servio dotando-o de qua-lidade e sustentabilidade.

    ETAR de Marconi

    Duas ETARs vo servir a populao de Marconi

  • 6 | noticias municipais

    Agenda 21 Local de Vendas Novas

    Populao elencou projectos mais sustentveis

    A participao viva e dinmica que se ve-rificou durante os fruns de discusso no mbito da Agenda 21 Local que decorre-ram, durante o ms de Janeiro, em Vendas Novas, confirmam que a populao ven-dasnovense est empenhada em contribuir para o desenvolvimento sustentvel do lo-cal onde residem. Este o balano que, para j, se pode fazer da Agenda 21 Local, implementada pelo Municpio de Vendas Novas em colaborao com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) e do CIVITAS 21-Comunidades Sustent-veis, da Faculdade de Cincias e Tecnolo-gia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL).Durante o segundo semestre de 2010, a

    equipa que est a liderar o projecto, lan-ou o desafio populao para cooperar e promover o desenvolvimento sustentvel e a melhoria de qualidade de vida do seu bairro ou aglomerado urbano, atravs de uma parceria local, que inclui a Junta de Freguesia de Vendas Novas, e do qual re-sultaram trs candidaturas. Aos Apelos 21 de Bairro concorreram o Bairro Zeca Afon-so e o Bairro 20 de Maio e aos Apelos 21 de Aglomerado concorreu o aglomerado urbano de Piarras.No seguimento da aprovao destes trs pedidos de interveno, a equipa que est a dinamizar a Agenda 21 Local identificou um conjunto de medidas que poderiam me-

    Candidatura do Bairro Zeca Afonso foi aprovada

  • noticias municipais | 7

    lhorar a qualidade de vida naqueles locais, de uma forma sustentvel. No final de Ja-neiro, foram promovidos fruns de parti-cipao nos bairros e aglomerado urbano a intervir, onde foi pedido a cada partici-pante que identificasse o que mais e o que menos gosta no seu bairro. A FCT/UNL apresentou ainda um conjunto de projectos que poderiam melhorar a qualidade de vida naqueles locais, os quais foram hierarqui-zados pelos participantes.Dos projectos mais votados, ser escolhi-do o denominado Autonomia 21, por ser o que se enquadra nas verbas reservadas em 2011 para os Apelos 21. Os restantes projectos, mais votados, vo ser includos pela Cmara Municipal, de forma faseada e atendendo s disponibilidades financei-ras, no seu Plano de Actividades. Em sntese, a Agenda 21 Local, pro