O aparelho quadrihélice (Quad-helix) e suas variações

  • View
    225

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of O aparelho quadrihélice (Quad-helix) e suas variações

TPICO ESPECIAL

O aparelho quadrihlice (Quad-helix) e suas variaesMario Sergio Duarte*

Resumo

O presente artigo objetivou mostrar a ecincia dos vrios desenhos do aparelho quadrihlice, de Ricketts, na correo das desarmonias dentoalveolares. Devido s suas vrias formas de confeco, assim como de sua ativao, o quadrihlice tornou-se um acessrio til no somente na sobrecorreo da discrepncia transversal e sagital, mas tambm no tratamento das ms ocluses da Classe II, diviso 1, de Angle, principalmente nos casos em que a rotao do molar desejada como parte do tratamento. Tambm relevante o seu efeito no tratamento das mordidas abertas anteriores, atuando como coadjuvante no tratamento dos fatores ambientais que contribuem, muitas vezes, para exacerbar o desenvolvimento das ms ocluses. Em relao ao alinhamento do arco dentrio, o quadrihlice abrevia essa fase do tratamento em 4 a 5 meses (o tratamento convencional levaria muito mais tempo e pelo menos uma grande srie de troca de arcos em mecnicas de nivelamento). Portanto, este trabalho tem a inteno de mostrar algumas das ativaes possveis do aparelho quadrihlice, bem como algumas de suas variaes, que contribuem para conseguir resultados estveis em longo prazo.Palavras-chave: Quadrihlice. Expanso. Tcnica Bioprogressiva.

INTRODUO Juntamente com o arco utilidade e as mecnicas seccionais14,18, o aparelho quadrihlice tornouse parte integrante da tcnica bioprogressiva3, pois confere rapidamente uma forma harmoniosa ao arco superior, a qual repercute no arco inferior. O aparelho quadrihlice foi introduzido por Ricketts em 19752 , e uma modicao do aparelho W, de Porter. Foi usado, inicialmente, com grande sucesso, pelo autor, no tratamento precoce dos pacientes ssurados com decincias unilaterais ou bilaterais. A expanso ocorre desde que a fora aplicada no complexo dentoalveolar seja superior aos limites do movimento transversal ortodntico, ou seja, a partir de 3 newtons para uma criana. O aparelho comprime os ligamentos periodontais,

desloca os processos alveolares, inclina os dentes de ancoragem e abre gradualmente a sutura mesopalatina13. A grande modicao criada por Ricketts no aparelho de Porter foi a confeco de quatro loops helicoidais, os quais acrescentaram um adicional de o que varia de 40 a 50mm. Tal modicao teve o propsito de suavizar a magnitude de fora e promover, desse modo, uma ao mais contnua (devido ao maior alcance de ativao pelo fato de o o ser mais longo), bem como uma srie de outras modicaes, que sero descritas neste artigo. Ele fabricado com o elgiloy azul .040, da Rocky Mountain Orthodontics (EUA) e, para maior conforto do prossional ou tcnico de laboratrio, dever ser confeccionado com o alicate 065 da marca Orthopli (EUA).

* Especialista e Mestre em Ortodontia. Professor Pesquisador do Programa de Mestrado e Coordenador do Curso de Especializao em Ortodontia do CPO So Leopoldo Mandic, Campinas, SP. Doutorando em Ortodontia pelo CPO So Leopoldo Mandic.

R Dental Press Ortodon Ortop Facial

128

Maring, v. 11, n. 2, p. 128-156, mar./abril 2006

DUARTE, M. S.

O quadrihlice deve ser soldado nas bandas dos primeiros molares superiores (embora alguns clnicos o utilizem encaixado nos tubos palatinos das bandas dos molares superiores), devendo os seus braos, que se localizam na regio do palato, atingirem os caninos decduos ou permanentes. Os dois loops helicoidais posteriores devem ser bem adaptados ao palato para no agredirem a lngua e to pouco o msculo palato-farngeo; alm disso, o seu segmento anterior deve ser contornado no confeccion-lo reto assentando sobre a primeira rugosidade do palato; assim como as ativaes devem ser feitas no segmento lateral e no no segmento anterior do aparelho, para no interferir no posicionamento da lngua. Aps o descruzamento da mordida cruzada, dependendo da severidade do caso (fatores etiolgicos e idade cronolgica do paciente), recomenda-se deixar o brao lateral do quadrihlice em contato com a superfcie palatina dos dentes ltero-posteriores durante a fase de nivelamento e alinhamento do arco dentrio. Dentro da losoa bioprogressiva de Ricketts, o quadrihlice um dispositivo usado principalmente para destravar as ms ocluses e estabelecer funo normal, assim como reconstruir uma forma de arco adequada por meio da expan-

so dentoalveolar. Devido s suas variadas formas de desenho e ativaes, o quadrihlice tornou-se um acessrio til no tratamento das ms ocluses da Classe II, diviso 1, de Angle, pois a maioria dos pacientes acometidos por essa m ocluso apresenta o arco superior em forma de V2,6. Quando os dentes anteriores (superiores e inferiores) dos modelos de estudo so colocados numa relao de borda incisal, torna-se visvel a necessidade de expanso dos segmentos lteroposteriores. Essa necessidade de expanso ainda mais relevante quando os pacientes apresentam o palato ogival, relacionado sndrome obstrutiva respiratria, nos quais aplicada uma biomecnica semelhante quela aplicada aos pacientes portadores de mordida cruzada posterior. Outro fator signicante sua competncia em promover a rotao e a distalizao dos molares superiores no tratamento das ms ocluses da Classe II de Angle. A expanso dos processos alveolares dever ser empregada somente depois de correlatadas as medidas tomadas a partir dos modelos de estudo com aquelas obtidas por meio da telerradiograa cefalomtrica pstero-anterior (PA). Torna-se impossvel aplicar um diagnstico apurado, bem

A

B

C

D

E

FIGURA 1 - A, B, C) quadro de mordida cruzada bilateral; D, E) pode-se visualizar o desalinhamento dentrio, bem como a rotao mesial dos molares superiores.

R Dental Press Ortodon Ortop Facial

129

Maring, v. 11, n. 2, p. 128-156, mar./abril 2006

O aparelho quadrihlice (Quad-helix) e suas variaes

A

B

C

FIGURA 2 - A, B) pode-se observar as ativaes tradicionais do quadrihlice, as quais no devem mais ser realizadas desse modo. C) pode-se ver a manuteno do brao lateral do quadrihlice proporcionando estabilidade correo da m ocluso.

A

B

C

D

E

FIGURA 3 - As guras mostram a estabilidade da correo da mordida cruzada bilateral, um ano e seis meses ps-tratamento.

como de carter cientco, sem levar em considerao todas as informaes pertinentes ao cefalograma de norma frontal. um dever de toda a comunidade ortodntica fazer uso rotineiro da cefalometria pstero-anterior para retir-la do ostracismo em que se encontra. Por exemplo, se o problema esqueltico, de suma importncia saber se ele est sendo originado pela atresia da maxila ou se a mandbula larga demais. Como resposta, o cefalograma da PA permite avaliar a atresia da maxila por meio da distncia do ponto julgal (J) ao plano frontofacial. Assim, podemos analisar o hiperdesenvolvimento ou hipodesenvolvimento de um dos maxilares pela simetria postural da mandbula e por meio da inclinao do plano oclusal (a qual est quase sempre rela-

cionada com o desenvolvimento assimtrico das cavidades nasais). Quando observamos perda da funo nasal, podemos encontrar inibio de crescimento16. muito comum, para quem faz uso da PA, encontrar pacientes com obstruo nasal unilateral e observar que toda a maxila, de um lado, est aqum do seu crescimento enquanto, do outro lado, o desenvolvimento realiza-se dentro de uma taxa de normalidade. Portanto, a largura nasal possui uma estreita relao com o desenvolvimento dos maxilares, atuando como uma fantstica matriz funcional de crescimento, ou seja, a cavidade nasal uma parte vegetativa vital da face. Muitas vezes, abordamos a cavidade bucal como se ela fosse independente do desenvolvimento do primeiro arco branquial, e no dependesse da

R Dental Press Ortodon Ortop Facial

130

Maring, v. 11, n. 2, p. 128-156, mar./abril 2006

DUARTE, M. S.

respirao. Biologicamente, as funes da mastigao e da respirao estiveram conectadas com a mesma congurao de msculos e de nervos. Por conseguinte, no podemos estabelecer diagnstico e plano de tratamento que as separem. Uma das fases do tratamento ortodntico corretivo consiste no alinhamento e nivelamento do arco dentrio. Em relao a essa fase inicial de tratamento, o quadrihlice a abrevia em 4 a 5 meses, devido ao aumento do permetro dos arcos dentrios. E isso contribui para a diminuio do nmero de consultas, pois o quadrihlice deve ser ativado a cada 40 ou 50 dias. O tempo de trabalho (cadeira) sofre uma reduo signicante. REVISO DA LITERATURA Bench, Gugino e Hilgers3 relataram que existem trs mtodos para eliminar a discrepncia negativa do comprimento de arco: 1) expanso dos segmentos laterais inferiores; 2) avano dos incisivos inferiores; 3) verticalizao ou movimento distal dos molares inferiores. Essas condutas tm que, obrigatoriamente, levar em considerao os Objetivos Visuais de Tratamento (VTO)12 a curto e a longo prazo, pois elas so a base sobre a qual a esttica, a estabilidade e a funo so efetivadas. Sellke20 comentou que o aparelho quadrihlice e suas variaes tm indicao em quase 80% dos tratamentos ortodnticos. Haas11 e Wertz22 mostraram que alguns aparelhos de expanso rgida produzem uma fora de

separao ortopdica que atinge uma escala de presso altamente signicante. Essa fora ortopdica, relativamente pesada, capaz de produzir uma separao da sutura mesopalatina de 10 a 15mm. O aparelho quadrihlice expande menos a maxila que o expansor de Haas, pois tem sido observado que ele produz foras no alcance de 2 a 6 newtons. Esses nveis de fora esto bem abaixo daqueles mostrados pelo expansor de parafuso. Frank e Engel10 estudaram cefalometricamente o uso do aparelho quadrihlice em 20 pacientes entre 7 e 13 anos de idade para as meninas; e 7 e 17 anos de idade para os meninos, e encontraram em suas amostras os seguintes resultados: 1) suave separao da sutura mesopalatina de 0,92mm em md