O Maior Segredo de Todos Os Tempos Para Criar Dinheiro - Joe Vitale

  • View
    186

  • Download
    31

Embed Size (px)

Text of O Maior Segredo de Todos Os Tempos Para Criar Dinheiro - Joe Vitale

  • O Maior Segredo de todos os tempos para Criar Dinheiro, Joe Vitale ~ Traduo: LLima, So Paulo/SP/Brasil, para o Grupo Jardim Secreto 1

    O Maior Segredo detodos os tempos para

    Criar Dinheiro

    por Joe Vitaleautor de Marketing Espiritual

    Traduo: Luciene Lima, So Paulo, SP, Brasil

    Dedicatria

    Este livro dedicado a JohnHarricharan, autor Best-

    seller, conselheiro espirituale querido amigo um

    homem que tem se doadogratuitamente durante toda

    sua vida.

    "Se existe alguma falta, de qualquer tipo, seja anecessidade de um emprego, ou de dinheiro, ou deorientao, ou at mesmo de cura, algo estbloqueando o fluxo. E o remdio mais eficaz: Doe-se!

    [Eric Butterworth, Spiritual Economics, TheProsperity Process]

  • 2O Maior Segredo de todos os tempos para Criar Dinheiro, Joe Vitale ~ Traduo: LLima, So Paulo/SP/Brasil, para o Grupo Jardim Secreto // www.espacocriando.com

    O poder do darUma introduo, por John Harricharan

    Foi num dia de vero realmente muito quente, h muitos anos atrs.Eu estava em meu caminho para pegar dois itens no supermercado.Naqueles dias, eu era um visitante freqente do supermercadoporque nunca parecia haver dinheiro suficiente para uma semanainteira de compras de comida de uma s vez.

    Voc veja, minha esposa, aps uma trgica batalha contra o cncer,havia morrido h alguns meses antes. No tnhamos um seguro smuitas despesas e um monte de contas a pagar. Eu tinha um empregode meio perodo, que mal gerava dinheiro o suficiente para alimentarmeus dois filhos. As coisas estavam ruins, realmente ruins.

    Ento, naquele dia, com o corao partido e quatro dlares em meubolso, eu estava em meu caminho para o supermercado para comprarum litro de leite e um po. As crianas estavam famintas e eu tinhaque levar algo para que elas se alimentassem. Quando eu meaproximei do semforo vermelho, percebi um homem com umamulher e uma criana na grama, em meu lado direito da estrada. Aformao de bolhas do sol do meio-dia os atingia sem piedade.

    O homem erguia um cartaz que dizia Ofereo trabalhar-me porcomida. A mulher ficava em p ao lado dele. Ela simplesmenteolhava os carros pararem no semforo vermelho. A criana,provavelmente com algo em torno de dois anos de idade, ficavasentada na grama, segurando uma boneca de um brao s. Eupercebi tudo isso nos trinta segundos que levou para que a luz dosemforo ficasse verde.

    Eu queria desesperadamente dar alguns dlares para eles, mas se eufizesse isso no haveria o suficiente para comprar o leite e o po. Os

    quatro dlares no iro to longe. Quando a luz do semforo mudou,eu dei um ultimo olhar para os trs e acelerei, sentindo-me culpado(por no poder ajud-los) e triste (porque eu no tinha dinheirosuficiente para dividir com eles.)

    Enquanto eu continuava dirigindo, no conseguia tir-los da cabea.O triste, os olhos de assombro do rapaz e sua famlia ficaram comigopor quase um quilometro. Eu no consegui agentar mais aquilo. Eusenti a dor deles e tinha que fazer algo a respeito daquilo. Eu dei avolta e dirigi at onde eu os tinha visto.

    Parei perto deles e entreguei ao rapaz dois de meus quatro dlares.

    Havia lgrimas em seus olhos quando ele me agradeceu. Eu sorri edirigi de volta ao supermercado. Talvez houvesse po e leite paravender, eu pensei. E se eu comprasse apenas o leite, ou apenas opo? Bom, algo eu terei que fazer.

    Parei no estacionamento, ainda pensando sobre todo o ocorrido,ainda me sentindo bem sobre o que eu tinha feito. Quando eu sai demeu carro, meu p escorregou em algo na calada. Ali, ao lado demeu p, estava uma nota de vinte dlares. Eu simplesmente noconseguia acreditar naquilo. Eu olhei ao redor, peguei a nota, meiointimidado, e entrei no mercado para comprar no apenas po e leite,mas vrias outras coisas que eu estava precisando desesperadamente.

    Eu nunca esqueci aquele incidente. Ele me lembrava de que ouniverso era estranho e misterioso. Ele confirmava minha crena deque voc nunca deve ignorar a doao do universo. Eu dei doisdlares e recebi vinte de volta. Em meu caminho de volta dosupermercado, eu dirigi-me famlia faminta e dividi cinco dlares amais com eles.

    Esse incidente apenas um de muitos que ocorrem em minha vida.Parece que quanto mais damos, mais recebemos. Esta , talvez, uma

  • 3O Maior Segredo de todos os tempos para Criar Dinheiro, Joe Vitale ~ Traduo: LLima, So Paulo/SP/Brasil, para o Grupo Jardim Secreto // www.espacocriando.com

    daquelas leis universais que dizem se voc quer receber, voc temque dar primeiro.

    H um pequeno verso que mais ou menos assim:

    Um homem existe, chamam-no loucoQuanto mais ele d, ele tem mais um pouco.

    Na maioria das vezes, achamos que no temos nada a dar. Noentanto, se olharmos mais cuidadosamente, ns veremos que mesmoo pouco que temos pode ser dividido com outros. No esperemospelo tempo em que acharemos que teremos muito para, s a,darmos. Ao dar e partilhar o pouco que temos, ns abrimos a casa dotesouro do universo e permitimos que rios de preciosidades venhampara nosso caminho.No tome minha palavra como a certa. Apenas, honestamente, tentedar e voc ficar surpreso com os resultados. Geralmente o retornono vem daqueles a quem demos. Ele vem de fontes que dificilmentepoderamos imaginar que viessem. Assim, d seu caminho para ariqueza.

    D uma chance a este princpio universal. D uma chance a simesmo. Os princpios universais sempre funcionam.

    s vezes o retorno do dar acontece muito rapidamente, como nahistria acima. Outras vezes, demora mais tempo. Mas esteja certodisso: d e voc receber e voc receber bem mais do que deu.

    E quando der, no faa isso com o corao temeroso, mas com ocorao cheio de gratido. Voc ficar surpreso com como tudofunciona. Abra as portas da abundancia em sua vida dando umpouco do que voc tem para aqueles que precisam. Como disse oGrande Mestre: Da e vos ser dado.

    Tente. Voc vai gostar.

    John Harricharan

    O maior segredo de todos os tempos para criardinheiro!

    Se voc quer dinheiro, voc tem que fazer apenas uma coisa. anica coisa que algumas das pessoas mais ricas do planeta fizeram eesto fazendo. a nica coisa escrita pelas vrias culturas antigas eainda promovida atualmente. a nica coisa que trar dinheiro aqualquer um que a faa, mas ao mesmo tempo as pessoas tememfaz-la.

    Qual essa nica coisa?

    John D.Rockefeller fez isso desde que era criana. Ele se tornou umbilionrio.

    Andrew Carnegie fez isso tambm. Ele se tornou um magnata.

    Qual o maior segredo de todos os tempos para criar dinheiro?

    Dar dinheiro.

    Exatamente. D-lo.

    D dinheiro s pessoas que lhe ajudam a estar em contato com seumundo interior.

  • 4O Maior Segredo de todos os tempos para Criar Dinheiro, Joe Vitale ~ Traduo: LLima, So Paulo/SP/Brasil, para o Grupo Jardim Secreto // www.espacocriando.com

    D dinheiro s pessoas que lhe inspiram, que lhe servem, que lhecuram, que lhe amam.

    D dinheiro s pessoas sem esperar que elas lhe devolvam, mas dsabendo que ele voltar para voc multiplicado a partir de algumafonte.

    Em 1924 John D.Rockefeller escreveu para seu filho e explicou suaprtica de dar dinheiro. Ele escreveu ...quando eu era criana ecomecei a ganhar dinheiro, eu comecei a do-lo, e meus donscontinuavam a aumentar conforme a renda aumentava...

    Voc percebeu o que ele disse?

    Ele dava mais dinheiro conforme recebia mais. Ele doou US$ 550milhes de dlares durante sua vida.

    Algumas pessoas acham que Rockefeller comeou a dar moedascomo um golpe publicitrio para melhorar sua imagem. Isso no verdade. O relaes pblicas que trabalhou para Rockefeller era IvyLee. No livro Courtier to the Crowd, uma grande biografia de Lee,Ray Eldon Hiebert declara que Rockefeller esteve doando dinheiropor dcadas, por sua prpria conta. Tudo o que Lee fez foi deixar opblico sabendo.

    P.T. Barnum doou dinheiro tambm. Como escrevo em meu livro arespeito dele Theres a customer born every minute, Barnumacreditava no que ele chamava de uma filantropia rentvel. Elesabia que dar o conduziria a receber. Ele tambm se tornou um doshomens mais ricos do mundo.

    Andrew Carnegie doou muito tambm. claro, ele se tornou um doshomens mais ricos da histria da Amrica.

    Bruce Barton, co-fundador da famosa agencia de publicidade BBDOe a chave do tema de meu livro Os sete segredos perdidos dosucesso, tambm acreditava no dar. Em 1927 ele escreveu:

    Se um homem pratica o fazer coisas pelas outras pessoas at queisso se torne um hbito do qual ele se torne inconsciente, todas asboas foras do universo se alinham por trs dele e no que ele secompromete a fazer.

    Barton se tornou um autor best-seller, uma celebridade dos negcios,contribuinte de inmeras causas e muito, muito rico.Embora alguns possam argumentar que estes magnatas do inciotinham dinheiro a doar, de maneira que era fcil para eles, eu diriaque eles tiveram dinheiro em parte porque eram dispostos a d-lolivremente. O dar conduziu ao receber. O dar conduziu a maisriqueza.

    Eu repetirei: o dar conduziu ao receber. O dar conduziu a maisriqueza.

    Atualmente, est na moda para as empresas doar dinheiro paracausas nobres. Isto as faz parecer bem e, claro, ajuda aos querecebem. Anita Roddick, das lojas Body Shop, Ben Cohen e JerryGreenfield dos sorvetes de mesmo nome e Yvon Chouinard daempresa Patagonia, so exemplos vivos de como doar pode ser bompara os negcios.

    Mas o que estou falando tem a ver com a doao individual. Estoufalando sobre voc doar dinheiro de maneira que receba maisdinheiro.

    Se h uma coisa que penso que as pessoas fazem errado quandoesto praticando o dar, que elas do muito pouco. Elas se apegam aseu dinheiro e se deixam trapacear por ele quando tem a ver com o

  • 5O Maior Segredo de todos os tempos para Criar Dinheiro, Joe Vitale ~ Traduo: LLima, So Paulo/SP/Brasil, para o Grupo Jardim Secreto // www.espacocriando.