of 16/16
ELEIÇÃO OAB-ES 2009 NESTA EDIÇÃO Saiba como será a votação (Pág. 4) Conheça os candidatos ao Conselho Seccional (Págs. 5, 7 e 9) Veja os concorrentes para as Subseções (Págs. 6 e 8) JORNAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO DO ESPÍRITO SANTO ANO XX • Nº 158 • OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

Ordem Juridica 158 - Out-Nov 2009

  • View
    229

  • Download
    6

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Veja os concorrentes para as Subseções Saiba como será a votação JORNAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO DO ESPÍRITO SANTO ANO XX • Nº 158 • OUTU BRO/NOVEMBRO/2009 NESTA EDIÇÃO (Págs. 6 e 8) (Págs. 5, 7 e 9) (Pág. 4)

Text of Ordem Juridica 158 - Out-Nov 2009

  • ELEIO

    OAB-ES

    2 0 09

    NESTA EDIO

    Saiba como ser a votao

    (Pg. 4)

    Conhea os candidatos ao Conselho Seccional

    (Pgs. 5, 7 e 9)

    Veja os concorrentes para as Subsees

    (Pgs. 6 e 8)

    J O R N A L DA O R D E M D O S A DV O G A D O S D O B R A S I L - S E O D O E S P R I TO S A N TO A N O X X N 1 5 8 O U T U B R O / N OV E M B R O / 2 0 0 9

  • e d i t o r i a l

    diretoria

    PresidenteAntonio Augusto Genelhu Junior

    viCe-PresidenteMartiniano Lintz Junior

    seCretrio geralAndr Luiz Moreira

    tesoUreiraMrcia Maria de Arajo Abreu

    ConselHeiros seCCionais titUlaresAlexandre Puppim, Alosio Lira, Anabela

    Galvo, Ben-Hur Brenner Dan Farina, Carlos Augusto da Motta Leal, Christiano Dias Lopes

    Neto, Evandro de Castro Bastos, Francisco de Assis Arajo Herkenhoff, Gilmar Zumak

    Passos, Homero Junger Mafra, mero Devens Junior, Jayme Henrique Rodrigues dos Santos, Luiz Carlos Barros de Castro, Marcelo Abelha

    Rodrigues, Orlando Bergamini, Paulo Luiz Pacheco, Rafael de Anchieta Piza Pimentel,

    Sandoval Zigoni Junior, Sebastio Gualtemar Soares, Tarek Moyss Moussalem.

    ConselHeiros seCCionais sUPlentesDomingos de S Filho, Elivan Junqueira

    Modenesi, Gustavo Csar de Mello Calmon Holliday, Ivon Alcure do Nascimento, Joo

    Nogueira da Silva Neto, Ivone Vilanova de Souza, Luiz Gonzaga Freire Carneiro, Rodrigo Marques de Abreu Jdice, Udno

    Zandonade, Valeska Paranhos Fragoso.

    ConselHeiros Federais titUlaresAgesandro da Costa Pereira, Djalma Frasson

    e Luiz Antnio de Souza Baslio

    ConselHeiro Federal sUPlentePaulo Roberto da Costa Mattos

    Presidentes das sUBsees

    1. sUBseo - ColatinaGleide Maria de Melo Cristo

    2. sUBseo CaCHoeiro de itaPemirimMaria Salom de Freitas Costa

    3. sUBseo - linHaresAntonio da Silva Pereira

    4. sUBseo - gUaraPariGilberto Simes Passos

    5. sUBseo Barra de so FranCisCoJaltair Rodrigues de Oliveira

    6. sUBseo - gUaUDaniel Freitas Junior

    7. sUBseo - alegreCelso Piantavinha Barreto

    8. sUBseo vila velHaMarcus Felipe Botelho Pereira

    9. sUBseo - CasteloDayvson Faccin Azevedo

    10. sUBseo - itaPemirimMauricio dos Santos Galante

    11. sUBseo - CariaCiCaEudson dos Santos Beiriz

    12. sUBseo so mateUsAndr Luiz Pacheco Carreira

    13. sUBseo - araCrUZNilson Frigini

    14. sUBseo - iBiraUFrancisco Guilherme Maria Apolnio Cometti

    15. sUBseo nova venCiaCelso Cimadon

    Caaes

    PresidenteCarlos Magno Gonzaga Cardoso

    viCe-PresidenteCarlos Augusto Alledi de Carvalho

    seCretrioSrgio Vieira Cerqueira

    seCretrio adJUntoAnsio Otto Fiedler

    tesoUreiroIzael de Mello Rezende

    sUPlentes Maria Helena Reinoso Rezende e

    Srgio Zuliani Santos

    ordem JUrdiCaFundado por Manoel Moreira Camargo

    ProdUo e edioAssessoria de Comunicao da OAB-ES

    R. Alberto de Oliveira Santos, n 59Ed. Ricamar 3 e 4 andares Centro

    Vitria ES 29.010-908 - Tel.: (27) 3232-5608

    Jornalista resPonsvel Raquel Salaroli DRT/ES 556/92

    [email protected]

    redao Ana Glaucia Chuna DRT/ES 2042

    [email protected]

    FotograFiasSamuel Vieira / Katyscia Campana

    PUBliCidade Inverte Comunicao Visual(27) 3323-1356 / 9999-2902

    ProJeto grFiCo e editorao eletrniCa Bios Editorao (27) 3222-0645

    No prximo dia 25, cerca de sete mil advogados capixabas vo s urnas para escolher o novo pre-sidente da OAB-ES. Nas Subse-es, alm de escolher os repre-sentantes da Seccional, os profi s-sionais vo eleger os diretores das 15 Subsees

    Na disputa pela diretoria da Seccional trs chapas esto con-correndo aos cargos que totalizam 63 vagas. Os cargos esto distribu-dos entre diretores da Seccional, conselheiros federais e conselhei-ros seccionais, titulares e suplen-

    tes. Tambm compem a chapa, diretores da Caixa de Assistncia dos Advogados do Esprito San-to (CAAES).

    A escolha dos representantes da Ordem um processo demo-crtico facultado a todos os advo-gados e tem por fi nalidade confe-rir legitimidade representao da classe advocatcia. A eleio um evento cvico no qual o advogado expressa a liberdade de suas pre-ferncias e em quem confi ar os destinos da Ordem para uma pr-xima gesto.

    A eleio o mais democr-tico processo de escolha do re-presentante de qualquer entida-de. Por isso, colega advogado, fundamental a sua participao nesse pleito que espelha o grau de aperfeioamento e avano de da nossa categoria.

    Nesta edio especial sobre as eleies da OAB-ES, voc po-der se informar melhor sobre as propostas das trs chapas que concorrem ao Conselho Seccio-nal, assim como os candidatos s 15 Subsees no Estado.

    Eleies: exerccio da democracia

    A Comisso de Prerrogativas da OAB-ES atuou em prol do cum-primento dos direitos dos advoga-dos Rogrio Pereira da Silva Boone e Ana Carolina Simes Pimentel, que acionaram a Comisso no dia 26 de outubro. No caso de Boo-ne, o profi ssional no estava con-seguindo ter acesso aos autos de um processo que corria sob segre-do de justia na 7 Vara Criminal de Vila Velha, mesmo tendo jun-tado procurao.

    A advogada representante da Comisso entrou em contato com

    o funcionrio do gabinete da juza responsvel pela Vara, questionou o no cumprimento da Lei 8.906, Estatuto da Advocacia e da OAB, que garante o acesso aos autos aos advogados. Aps a argumentao, a representante da Comisso foi informada por um assessor que o acesso seria liberado.

    A reclamao da advogada Ana Carolina Simes Pimentel, foi referente 1 Vara Federal C-vel de Vitria, que negou acesso a um processo para cpia. A ar-gumentao foi de que a profi s-

    sional no tinha procurao nos autos e, como no h copiadora no prdio, no poderia retir-los para cpia.

    Aps entrar em contato com a diretoria da Vara, a Comisso cons-tatou que no havia qualquer de-ciso a respeito do processo estar em sigilo. Na ocasio, foi argumen-tado, com base nas prerrogativas do advogado, sobre o direito do advogado ter acesso a cpias sem procurao nos casos de no ha-ver sigilo. Os autos foram libera-dos para a advogada.

    O Colgio de Presidente de Exame de Ordem da OAB, realizado pela primeira vez em Vitria, no dia 9 de outubro, fi cou marcado pela adeso da OAB de Minas Gerais ao Exame de Ordem Unifi cado. Das 27 Seccionais, a Seccional mineira era a nica que ainda no tinha aderido unifi cao.

    A adeso foi analisada pelo vice-presidente da Co-misso de Estgio e Exame de Ordem do Conselho Fe-deral e coordenador do Exame Unifi cado, Dlson Jos Lima de Oliveira como o fechamento de um ciclo, j que a OAB-ES foi a primeira a terceirizar a aplicao das provas do Exame com a contratao do CESPE-Unb. O encontro, que reuniu representantes de to-das as Comisses das Seccionais da OAB do pas, foi norteado por debates com o objetivo de aprimorar o Exame de Ordem e reforar a importncia da sua ma-nuteno.

    Entre os assuntos da reunio, destaque para a anulao de duas questes da prova objetiva do Exame de Ordem 2009.2, decidida na reunio, e a iseno da taxa de inscrio do Exame para pessoas de baixa renda. Sobre a iseno, Oliveira disse que o item ser inserido no prximo edital de acordo com o que a Legislao Federal prev para as pes-soas inscritas no cadastro nico do Governo Federal. Nesse caso considerada a renda familiar. Ns es-tamos consignando no edital essa questo da isen-

    o de taxa para as pessoas comprovadamente ca-rentes explicou.

    O presidente da Comisso de Estgio e Exame de Ordem da Seccional, Gilmar Zumak Passos, avaliou que, alm de possibilitar a manifestao em relao aos recursos e aperfeioamento do Exame, o encontro visa aprimorar, ainda, as discusses sobre a importn-cia da sua manuteno. O Exame de Ordem existe como um servio prestado pela OAB. No , de for-ma nenhuma, um mecanismo para reserva de merca-do, mas uma forma de aferir a qualidade do advoga-do que vai representar a sociedade, ressaltou.

    O integrante da Comisso da Seccional, Alosio Lira, tambm participou do evento e reforou a im-portncia da unifi cao das Seccionais na aplicao do Exame. A OAB tem se aprimorado cada vez mais em aperfeioar a qualidade do Exame e, consequen-temente, dos advogados que podem militar no exer-ccio da profi sso, disse.

    O Colgio de Presidentes de Comisses de Exame de Ordem contou, tambm, com a presena do vice-presidente da OAB-ES, Martiniano Lintz Junior; do se-cretrio geral em exerccio, Andr Luiz Moreira; e de representantes do CESPE. Unb. Durante o evento, a OAB-ES foi elogiada em relao reviso das ques-tes de direito empresarial formuladas pelo CESPE, realizada por uma advogada capixaba.

    Encontro em Vitria fecha ciclo de adeso ao Exame de Ordem Unifi cado

    Comisso de Prerrogativas garante direito a cpias

    pg. 2 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

  • e l e i e s

    Comisso eleitoral atua com imparcialidade e garante pleito tico

    Para conduzir e acompanhar todo o pro-cesso, uma Comisso Eleitoral foi designada pela OAB-ES para assegurar a todos os advo-gados a total iseno em relao ao processo. A Comisso formada pelos advogados An-tnio Franklin Moreira da Cunha (presidente), Willis Machado dos Santos, Genilda Cordeiro Baroni, Vera Carly Lopes e Rodrigo Werners-bach Ronchi.

    Todas as etapas das eleies corporativas 2009, desde a inscrio dos candidatos distri-buio das urnas, so coordenadas pela Comis-so, que tem autonomia em todas as decises. Queremos que todo o processo eleitoral seja rea-lizado de forma totalmente imparcial e isenta. Por isso designamos uma comisso para cuidar de to-dos os procedimentos, ressaltou o presidente da OAB-ES, Antonio Augusto Genelhu Junior.

    O presidente da Comisso, Antnio Franklin Moreira da Cunha, lembra que todos os candi-datos, sem exceo, recebero o mesmo tra-tamento, sem favorecimento ou discriminao, como ocorreu nas duas ltimas eleies em que atuaram os mesmos integrantes da Comisso.

    Para qualquer orientao ou informao sobre o processo eleitoral, o advogado pode-r entrar em contato com a Comisso. Mais informaes podem ser obtidas pelo telefo-ne 3232-5611.

    Eleies OAB-ES 2009O voto nas eleies corporativas da

    OAB-ES obrigatrio para todos os advo-gados inscritos. A obrigao, bem como todas as normas e procedimentos sobre as eleies, esto dispostos no captulo VII do Regulamento Geral do Estatuto da Advo-cacia e da OAB.

    Para participar do pleito, o profissional precisa estar em dia com suas obrigaes junto Ordem. Por isso, com o objetivo de possibilitar que todos os advogados partici-pem do processo eleitoral, a Seccional reali-zou duas prorrogaes do prazo para parce-lamento dos dbitos de anuidades. O ltimo foi encerrado no dia 30 de outubro.

    Aps essa data, at o dia 25 de novem-bro, dia das eleies, as dvidas s podero ser pagas vista. A quitao do dbito de uma nica vez poder ser feita no prprio dia da eleio, para o advogado inadim-plente votar.

    As eleies ocorrero das 9 horas s 17 horas. O local de votao de cada advogado ser o identificado em seu cadastro na Or-dem para o recebimento de correspondn-cias. Por exemplo, se um advogado atua em Vitria, mas o seu endereo de correspondn-cia o de sua residncia, em Vila Velha, o seu domiclio eleitoral ser relativo Subseo de Vila Velha. No dia da votao, o advogado de-ver se identificar, apresentando a sua cartei-ra ou carto profissional.

    JustificativaO advogado que no votar e no justificar

    a sua ausncia no dia da eleio sofrer multa de 20 % sobre o valor da anuidade. Para justificar a falta, o advogado tem o prazo de 15 quinze dias, contados do dia da eleio, para explicar sua situao. As justificativas podero ser feitas pelo e-mail [email protected]; pessoalmente no setor de protocolo da Seccional ou nas Subsees; ou via Correios.

    Todas as informaes sobre o processo elei-toral esto disponveis no site www.oabes.org.br

    O advogado dever apresentar sua identificao profissional no ato da votao

    pg. 3OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • Eleies totalmente informatizadas. Esta uma novidade que a OAB-ES implementou para as elei-es corporativas desse ano, que contaro com ur-nas eletrnicas na Seccional e em todas as Subse-es. A novidade foi possvel graas resoluo firmada entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Conselho Federal da OAB. Com o documento, todas as Seccionais ficaram autorizadas a estabele-cer parceria entre os Tribunais da sua regio.

    Na Seccional capixaba, a parceria firmada com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai disponibi-lizar os equipamentos e o treinamento dos me-srios. Ao todo, 29 urnas vo ser usadas duran-te a eleio para escolha dos novos presidentes e dirigentes da OAB-ES e das 15 Subsees da Ordem no Estado, que sero realizadas no dia 25 de novembro, das 9 horas s 17 horas.

    Nas eleies passadas, a exemplo da Sub-seo de Vila Velha, ns percebemos a demora

    Votao com urnas eletrnicas

    Os presidentes das Subsees esclareceram dvidas sobre o processo eleitoral

    nas votaes com filas prolongadas e advogados em situao de desconforto por causa da demo-ra. Neste ano, de forma indita, estamos inserin-do o processo eletrnico para trazer mais rapidez tanto na hora de votar, quanto na computao dos votos, explicou o presidente da Seccional, Antonio Augusto Genelhu Junior.

    De acordo com o presidente do TRE, Manoel Alves Rabelo, a parceria relevante j que, de-vido grande quantidade de eleitores, as urnas eletrnicas possibilitaro uma apurao em tem-po recorde e com um sistema totalmente con-fivel. Esperamos que o processo eleitoral da OAB-ES seja tranqilo e sem eventuais proble-mas, mas estaremos disposio prestando todo o suporte necessrio, afirmou.

    A sede da OAB e as Subsees que possuem mais advogados registrados, como Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Vila Velha, Linhares e Cariacica vo receber um maior nmero de ur-nas. De acordo como presidente da Comisso eleitoral da Seccional, Antnio Franklin Moreira da Cunha, toda estrutura est sendo preparada pela Comisso com o apoio do TRE para que no haja nenhum tipo de contratempo. Urnas extras tambm estaro disposio para poss-vel substituio.

    TreinamentoDevido ao ineditismo desse tipo de elei-

    o na Ordem, a Seccional promover um treinamento no dia 19 de novembro, com

    os participantes que vo compor as mesas eleitorais de cada Subseo. Cada mesa formada por cinco advogados, sendo presi-dida pelo profissional mais antigo. O treina-mento e a entrega das urnas aos respons-veis pela mesa eleitoral da Seccional e das Subsees ser transmitido ao vivo, pelo site da OAB-ES.

    A Seccional tambm realizou um Col-gio de Presidentes de Subsees, no dia 30 de setembro, para esclarecer todos os de-talhes sobre como ser o processo eleito-ral. Durante o Colgio, Genelhu explicou passo a passo sobre o processo de votao via urna eletrnica e respondeu s dvidas dos presidentes.

    VotaoO processo de votao eletrnico da Or-

    dem ser semelhante ao das eleies nacio-nais. Basta clicar no nmero da chapa esco-lhida e, aps verificar a foto do candidato, apertar o boto de confirmao. No caso dos advogados com domiclio eleitoral em Vit-ria, a votao ser para escolher apenas di-rigentes do Conselho Seccional.

    J a votao dos advogados lotados nas 15 Subsees da Ordem obedecer os mesmos cri-trios, porm os eleitores vo votar duas vezes. Na primeira, ser escolhido a chapa do candida-to Seccional, e na segunda, sero escolhidos os dirigentes da respectiva Subceo.

    e l e i e s

    pg. 4 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

  • CHAPA 01Homero Mafra A Voz do Advogado

    PropostasO programa da chapa A Voz do Advogado resulta de

    debates com os advogados e sugestes para fazer a Or-dem avanar como uma entidade forte, democrtica, mo-derna e independente. Est tambm vinculado ao Termo de Compromisso firmado com a Transparncia Capixaba. Confira algumas propostas e veja todas em www.avozdo-advogado.com.br

    Democratizao e modernizao da OAB-ES Gesto colaborativa, com uso das mdias sociais para facilitar

    o dilogo entre o advogado, a diretoria e conselheiros. Eleio direta para o Quinto Constitucional. Amplo acesso de todos s informaes da Ordem. Informatizao e estrutura das Subsees e salas dos advogados Prestao de contas em audincia pblica a cada trimestre. Direitos e Prerrogativas Retorno das audincias pblicas de prerrogativas. Criao na Comisso de Prerrogativas de Subcomisses tem-

    ticas abrangendo cada rea de atuao do advogado. Planto de prerrogativas 24 horas. Criao do Delegado de Prerrogativas em cada Subseo. Luta para que o tratamento dispensado aos advogados seja igual

    ao dispensado aos membros do Poder Judicirio e do Minist-rio Pblico.

    Luta contra as restries de acesso aos rgos da Receita Fe-deral e Fazenda Nacional.

    Exigir respeito ao direito de recebimento de Alvar pelo advogado quando munido de poderes para tal.

    Apoio aos advogados Preparao do advogado para o processo eletrnico e Juizados

    Virtuais, com realizao de cursos pela ESA. Viabilizao de linhas de crdito para compra, pelos advogados,

    de equipamentos de informtica.

    Criao de escritrio coletivo para os advogados que no tm escritrio.

    Apoio aos advogados em incio de carreira, com insero em cada Comisso da OAB de dois advogados com at cinco anos de inscrio, escolhidos em assemblia.

    Ampliao do Programa da Anuidade Diferenciada para o jovem advogado .

    Estudo de viabilidade do Programa Anuidade Zero, a ser implan-tado por meio de convnio com instituio financeira.

    Realizao de campanhas de valorizao da advocacia. Ampliao da oferta de servios. Lutar pelos honorrios de sucumbncia na Justia do Traba-

    lho.

    Fiscalizao Criao da Comisso de Acompanhamento e Fiscalizao dos

    Atos Administrativos do Poder Judicirio, com a publicao dos atos em um Portal de Transparncia.

    Cobrar a presena de juzes e promotores ausentes de suas Co-marcas no perodo regular de trabalho.

    ESA Sistema de educao distncia, com transmisso online, per-

    mitindo que os advogados de fora da Grande Vitria possam acompanhar as palestras e cursos, que sero ampliados.

    Criao da Revista da ESA e do boletim mensal informativo abrangendo as vrias reas da advocacia.

    CAAES Criao de carto benefcio e/ou de crdito para facilitar as com-

    pras e oferecer descontos em estabelecimentos conveniados com a Caixa.

    Ampliao dos convnios. Firmar contrato de seguro residencial e de escritrio, mediante

    adeso. Manter e ampliar os servios criados na gesto Genelhu.

    Homero Junger MafraAt que estivesse pronto

    para presidir a OAB-ES, Ho-mero Mafra percorreu uma longa trajetria, iniciada na Ufes, no movimento estudan-til. Atualmente membro da Comisso Nacional de Prer-rogativas. Preside a Comis-so de Direitos e Prerrogati-vas da OAB-ES e vem obten-do conquistas como a deciso do CNJ de garantir o acesso dos advogados at 19 horas na Justia Federal.

    Formado em 1981, nesses 28 anos de advocacia, Home-ro Mafra se colocou a servio da Ordem, impulsionado pela vontade de ver garantido o exerccio pleno da advocacia e uma sociedade justa e de-mocrtica. Foi vice-presiden-te em duas ocasies, Conse-lheiro Federal e Presidente da Comisso de Direitos Huma-nos. Em 1984, coordenou a campanha da OAB-ES pelas Diretas J.

    Aos 53 anos, ele, que atuou como defensor pbli-co, professor na Ufes, Procu-rador do municpio de Vitria e Procurador Geral do Esta-do, prossegue em sua trajet-ria fazendo o que mais o rea-liza: exercer a advocacia, com independncia, tica e com-prometido com a busca de uma sociedade mais justa.

    CONSELHEIROS SECCIONAIS TITULARES: Alessandra Lignani de Miranda Starling e Albuquerque, Alosio Lira, Antonio da Silva Pereira, Carlos Augusto da Motta Leal, Clarisse Gomes Rocha, Edison Viana dos Santos,EvandroV Maciel Barbosa, Francisco Carlos Pio de Oliveira, Gilberto Simes Passos, Gleide Maria de Melo Cristo, Gustavo Varella Cabral, Henrique da Cunha Tavares, Jorge Leal de Oliveira, Jos Irineu de Oliveira, Jos de Ribamar Lima Bezerra, Jos Hildo Sarcinelli Garcia, Luiz Carlos Barros de Castro, Marcio Brotto de Barros, Miltro Jos Dalcamin, Raphael Madeira Abad, Ricardo Barros Brum, Rogrio Jos Feitosa Rodrigues, Sergio Bernardo Cordeiro, Simone Malek Rodrigues Pilon, Stella Emery Santana, Tarek Moyses Moussallm, Valeska Paranhos Fragoso, Vitor Henrique Piovesan, Vladimir Salles Soares;

    CONSELHEIROS SECCIONAIS SUPLENTES: Eduardo Sergio Bastos Pandolpho, Fabricio de Oliveira Campos, Guilherme Loureiro Oliveira, Humberto Camargo Brando Filho, Isaac Pandolfi, Joubert Garcia Souza Pinto, Leonardo Carvalho da Silva, Leticia Brando Heringer, Luciano Ceotto,

    Nathalia Neves Burian, Patricia Santos da Silveira, Paulo Henrique Cunha da Silva, Rodrigo Carlos Horta, Sebastio Rivelino de Souza Amaral, Sergio Carlos de Souza, Valria Maria Cid Pinto, Vinicius Jos Lopes Coutinho;

    CONSELHEIROS FEDERAIS TITULARES: Djalma Frasson, Luiz Claudio Silva Allemand, Setembrino Idwaldo Netto Pelissari;

    CONSELHEIROS FEDERAIS SUPLENTES: Evandro de Castro Bastos, Jos Osvaldo Bergi;

    DIRETORIA DA CAIXA DE ASSISTNCIA DOS ADVOGADOS: Presidente: Carlos Augusto Alledi de Carvalho, Vice-Presidente: Ivan Neiva Neves Neto, Secretrio: Tarcizio Pessali, Secretrio Adjunto: Heloisa Helena Musso Dalla, Tesoureiro: Ricardo Carlos da Rocha Carvalho; Suplentes: Jayme Henrique Rodrigues dos Santos, Jos Fraga Filho.

    DIRETORIA:

    Homero Junger Mafra - PresidenteFrancisco Guilherme Maria Apolnio Cometti - Vice-PresidenteBen-Hur Brenner Dan Farina - Secretrio GeralFlvia Brando Maia Perez - Secretrio Geral AdjuntoDelio Jos Prates do Amaral - Tesoureiro

    A ordem de divulgao dos candidatos segue a data e horrio de protocolo. A composio da chapa aqui mencionada a mesma do registro que foi protocolado. No entanto, pode haver mudanas de alguns nomes em funo de alteraes solicitadas pelas prprias chapas

    ou por determinao da Comisso Eleitoral para atendimento aos pr-requisitos legais. A foto, o currculo e as propostas dos candidatos foram enviados pelas assessorias dos mesmos, de acordo com especificaes tcnicas (tamanho de texto e de foto) solicitadas pela Assessoria de

    Comunicao da OAB-ES, aps concordncia do estabelecido com os trs candidatos.

    pg. 5OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • Candidatos Subseo de ColatinaCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 Chapa azul para a 1 subseo da oaB, sediada em Colatina

    com a seguinte composio: Presidente: Martiniano Lintz Jnior; Vice-Presidente: Osmar Jos Saquetto; Secretrio Geral: Mrcia Helena Caliari; Secretrio Geral Adjunto: Cristiano Rossi Cassaro; Tesoureiro: Valdir Jos Dias; Conselho Titular: Dalnecir Morello, Darly Dettmann, Jos Carlos Prata, Nivalda Zanotti, Marcio Antonio Ribeiro Soares; Conselho Suplente: Orlando Zanoni, Maria da Penha Delfi no, Jos Eduardo Cgo.

    Candidatos Subseo de Cachoeiro de ItapemirimCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 avana oaB para a 2 subseo da OAB, sediada em

    Cachoeiro de itapemirim, com a seguinte composio: Presidente: Paulo Luiz Pacheco; Vice-Presidente: Elias Assad Neto; Secretrio Geral: Augusto Cesar da Fonseca Almeida; Secretrio Geral Adjunto: Angela Nunes Lage;Tesoureiro: Ary Rabelo Paulucio; Conselho Titular: Bruno de Moraes Pereira Ramos Volpini, Clemildo Correa, Dulce Lea da Silva Rodrigues Elimrio Possamai, Fabiano Costa Pimentel, Fernando Antonio Polonini, Martha Helena Galvani Carvalho, Rodrigo Sebastio Souza; Conselho Suplente: Cheize Bernardo Buteri Machado Duarte, Evaldo Cesar Farias Araujo, Rogrio Luiz Machado, Rubi Jos Sales Baptista, Uarlem de Assis Barbosa.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 Chapa integrao para a 2 subseo da OAB, sediada em Cachoeiro de itapemirim, com a seguinte composio: Presidente: Robson Louzada Teixeira; Vice-Presidente: Edimar Augusto Rabello; Secretrio Geral: Renata Sabra Baio Firio Nascimento; Secretrio Geral Adjunto: Marcelo Torres Fernandes;Tesoureiro: Fabricio Taddei Ciciliotti; Conselho Titular: Adalto Casagrande Coelho, Andre Francisco Ribeiro Guimares, Jefferson Barbosa Pereira, Jonathas Lucas Wandermurem, Marcela Machado Ferri Bernardes, Marilusa Carias de Paula, Olavo Renato Borlani Jnior, Salermo Sales de Oliveira; Conselho Suplente: Andr Luiz de Barros Alves, Claudio Fiorio, Marcelo Gama Nazrio da Fonseca, Marcia Pruccoli Gazoni, Tatiana Mareto Silva.

    Candidatos Subseo de LinharesCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 virtude para a 3 subseo da OAB, sediada em linhares,

    com a seguinte composio: Presidente: Edson Ferreira de Paula; Vice-Presidente: Luiz Alves Machado; Secretrio Geral: Alcidia Pereira de Paula Souza; Secretrio Geral Adjunto: Maria Jos Lucindo de Almeida Barbosa; Tesoureiro: Marcos Braz DallOrto; Conselho Titular: Aldo Roberto Antunes, Edson Neves Said,Vanessa Maria Barros Gurgel Zanoni, Maciel Ferreira Couto, Hermes de Almeida Neves; Conselho Suplente: Carlos Augusto Mendes Pereira, Luiz Cndido Duro, Joo Bonaparte.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 tica, renovao transparncia para a 3 subseo da OAB, sediada em linhares com a seguinte composio: Presidente: Petrius Abud Belmok; Vice-Presidente: Jose Massucati; Secretrio Geral: Estenil Casagrande Pereira; Secretrio Geral Adjunto: Francisco Gama Curto;Tesoureiro: Lessandro Fereguetti; Conselho Titular: George Duarte Freitas Filho, Eloizio Alberto Garcia, Pedro Epichin Netto, Jos Lucas dos Santos, Carla Adriana Comitre Gibertoni Fregona; Conselho Suplente: Marcio Oliveira Grassi, Helio Jos Cof er, Rodrigo Paneto.

    Eleies Chapas Subsees

    A ordem de divulgao dos candidatos segue o nmero correspondente cada Subseo, alm da data e horrio de protocolo das chapas concorrentes. A composio das chapas aqui mencionadas a mesma do registro que foi protocolado. No entanto, pode haver mudanas de alguns nomes em funo de alteraes solicitadas pelas prprias chapas

    ou por determinao da Comisso Eleitoral para atendimento aos pr-requisitos legais.

    Candidatos Subseo de Guarapari CHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 Chapa renovao para a 4 subseo da OAB, sediada

    em guarapari, com a seguinte composio: Presidente: Helton Francis Maretto; Vice-Presidente: Phelipe de Monclayr Polete Calazans Salim; Secretrio Geral: Jorge Moreira de Almeida; Secretrio Geral Adjunto: Henrique Hudson Porto da Costa; Tesoureiro: Claudia Martins da Silva.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 Chapa em defesa da Classe para a 4 subseo da OAB, sediada em guarapari, com a seguinte composio: Presidente: Jedson Marchesi Maioli; Vice-Presidente: Cristina Celeida Palaoro Gomes; Secretrio Geral: Celso Luiz Rosa; Secretrio Geral Adjunto: Adriana Paula Feitosa Rodrigues dos Santos; Tesoureiro: Raymundo Natalino Pires

    Candidatos Subseo de Barra de So FranciscoCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 Chapa renovao para a 5 subseo da OAB, sediada

    em Barra de so Francisco, com a seguinte composio: Presidente: Mauly Martins da Silva; Vice-Presidente: Renivaldo Vieira Melgao; Secretrio Geral: Clemente de Oliveira Filho; Secretrio Geral Adjunto: Leandra Paiva de Souza; Tesoureiro: Dalvani Sathler da Silva.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 Chapa novo ideal para a 5 subseo da OAB, sediada em Barra de so Francisco, com a seguinte composio: Presidente: Evaldo Silva de Oliveira; Vice-Presidente: Nicodemos Pacheco Gonalves; Secretrio Geral: Marcos Zarowny; Secretrio Geral Adjunto: Elcyo Batista de Oliveira; Tesoureiro: Liete Volponi Fortuna.

    CHAPA 03CHAPA 03CHAPA 03 novos tempos, nova ordem para a 5 subseo da OAB, sediada em Barra de so Francisco, com a seguinte composio: Presidente: Daniel Parreira da Silva; Vice-Presidente: Jones Madson Telles; Secretrio Geral: Jondersom de Almeida Garcia; Secretrio Geral Adjunto: Joaquim Faustino da Silva; Tesoureiro: Paulo Roberto Araujo.

    Candidatos Subseo de GuauCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 nasce Uma nova ordem para a 6 subseo da OAB,

    sediada em guaui, com a seguinte composio: Presidente: Aurelio Fabio Nogueira da Silva; Vice-Presidente: Marcelo Gomes Pimentel; Secretrio Geral: Leonardo Freitas da Silva; Secretrio Geral Adjunto: Vera Maria SantAnna de Faria; Tesoureiro: Adriana de Aguiar Ribeiro Vargas.

    Candidatos Subseo de AlegreCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 Unio e Progresso para a 7 subseo da OAB, sediada

    em alegre, com a seguinte composio: Presidente: Celso Piantavinha Barreto; Vice-Presidente: Sergio Santos Espinoso; Secretrio Geral: Florinette Pinto Ridolphy; Secretrio Geral Adjunto: Maria Helena Mazzon; Tesoureiro: Helton Guerra Jaccoud.

    pg. 6 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

  • CHAPA 02Nasce Uma Nova Ordem

    PropostasA chapa Nasce Uma Nova Ordem formada por

    profissionais que tm experincia na gesto da OAB/ES, em especial no processo de informatizao da entidade, e que j demonstraram postura tica e in-dependncia, e compromisso com os interesses da advocacia. Advogados que enxergam a defesa das prerrogativas profissionais como uma prtica coletiva e uma poltica de gesto permanente, no apenas em atos isolados. Advogados da capital e do interior do estado que exigem igualdade de tratamento durante os atos judiciais e uniram foras para fazer valer os legtimos interesses da classe dentro da Ordem.

    Os membros da Chapa Nasce uma Nova Ordem se comprometem, tambm, a no participar de qual-quer lista sxtupla durante o exerccio do mandato, mesmo em caso de revogao do Provimento 102, que regula o tema.

    So propostas da chapa Nasce Uma Nova Ordem: Transformar a prtica personalista e pontual da defesa dos

    advogados da OAB numa poltica coletiva e permanente de gesto.

    Fazer a defesa intransigente das Prerrogativas Profissio-nais, dos Direitos Humanos e do Estado Democrtico de Direito.

    Promover campanha permanente de valorizao da advo-cacia e da OAB.

    Defender a identificao dos advogados nos fruns ape-nas pela apresentao da carteira de advogado.

    Criar o gabinete especial de valorizao do advogado.

    Lutar pela criao do Protocolo Integrado na Justia Co-mum.

    Promover Eleio Direta para o Tribunal de tica e Discipli-na da OAB/ES.

    Abrir a discusso sobre o oramento da OAB/ES para a ca-tegoria, e implantar o projeto Portal de Transparncia de Gastos.

    Avanar nos projetos de Informatizao e modernizao da OAB e promover cursos de capacitao tecnolgica para os advogados.

    Integrar os servios da OAB e da Escola Superior de Ad-vocacia atravs da realizao de palestras on line e cur-sos, alm da transmisso ao vivo, das reunies abertas de Conselho Seccional, por meio de teleconferncia.

    Implantar o Portal da Advocacia Web 2.0.

    Criar a Comisso da Memria da OAB ES.

    Criar mecanismos de insero do Advogado em Incio de Carreira no mercado de trabalho, com Programas de ca-pacitao (ESA e Escola Nacional de Advocacia).

    Oferecer Cursos de ps-graduao, stricto e lato sensu, pela Escola Superior de Advocacia para todas as reas do direito.

    Implementar uma nova poltica de insero do advogado em incio de carreira nas atividades da OAB atravs de des-contos proporcionais e progressivos do valor da anuidade, a saber: 50% no 1 ano, 40% no 2, 30% no 3, 20% no 4 e 10% no 5 ano de exerccio da advocacia, vinculado participao nas atividades desenvolvidas pela OAB e pela Caixa de Assistncia dos Advogados do Esprito Santo.

    Implementar uma poltica de converso de consumo em bnus para pagamento de anuidades (carto de crdito com milhagem convertida em pagamento de anuidades) a fim de reduzir a inadimplncia.

    Andr Luiz MoreiraAndr Luiz Moreira tem 36 anos,

    casado e pai de dois fi lhos. Advogado com forte atuao na rea trabalhista, formou-se em Direito pela Universi-dade Federal do Esprito Santo, em 1995. Um ano depois, ajudou a criar e tornou-se o primeiro presidente da Comisso Estadual dos Advogados em Incio de Carreira (CEAIC), a pri-meira criada em todo o Brasil, lide-rando o movimento nacional de va-lorizao do jovem profi ssional. Des-de 1998, quando exerceu o cargo de Conselheiro da Comisso de Apoio ao Advogado em Incio de Carreira no Conselho Federal da OAB, luta pelo fi m da clusula de barreira que impede quem tem menos de 5 anos de exerccio profi ssional de concor-rer eleio da OAB.

    Entre os anos de 1998 e 2003, re-presentou os interesses da OAB no Conselho Estadual de Defesa do Con-sumidor. Em 1999, foi Diretor da Es-cola Superior de Advocacia, experi-ncia que o motivou a planejar para a entidade a funo de qualifi cao e aperfeioamento dos advogados para o mercado de trabalho. Atualmente, ocupa o cargo de Secretrio Geral e a presidncia da Comisso de Direi-tos Humanos da OAB.

    Foi por duas ocasies ( 2004 a 2009) representante da OAB no Con-selho Estadual dos Direitos Humanos, com atuao marcante na defesa do Estado Democrtico de Direito, numa postura independente perante os Po-deres Executivo e Judicirio.

    CONSELHEIROS SECCIONAIS TITULARES: Andreia de Oliveira Botelho, Bianca Vallory Limonge Ramos, Carlos Wagner Silva Correa; Dianny Silveira Gomes Barbosa, Elisangela Leite Melo, Fabiano Cabral Dias, Fabiano Geaquinto Herkenhoff, Jerize Terciano de Almeida, Jos Aparecido Buffon,Jos Roberto de Andrade, Kleber Stein, Lcio Silva Machado, Leonardo Mar tins Gabrieli, Luciene de Oliveira, Luiz Augusto Bellini, Luiz Claudio Sobreira, Marcos Venicius Wyatt, Marcus Vinicius Doelinger Assad, Maria Teresa Colli Rosindo, Nilo Marcio Braun, Pedro Costa, Renata Medice de Medeiros Salazar, Ricardo Moraes de Resende, Ricardo Tadeu Penitente Genelhu, Sebastio Henrique Varejo Rabello, Ubirajara Douglas Vianna, Valtazar Machado, Veronica Cunha Bezerra, Severino Ramos da Silva;

    CONSELHEIROS SECCIONAIS SUPLENTES: Afonso Cezar Coradine,Alberto Furtado de Oliveira, Analuiza Amigo Vidal, Caroline de Queiroz Costa Vitorino, Celia Rosa de Oliveira, Elvira Maria Zardo, Erica Vervloet Motta,

    Everton Luiz Milanezi, Joo Rodrigues de Matos Filho, Jos Peres de Araujo, Leonardo Sartrio Rigo, Luciano Pereira Chagas, Phelipe Magnago Carneiro, Roberto Ailton Esteves de Oliveira, Rodolpho Randow de Freitas, Rodney da Silva Berger, Romulo Bezerril;

    CONSELHEIROS FEDERAIS TITULARES: Ivone Vilanova de Souza, Rafael de Anchieta Piza Pimentel, Hildomar Hoffmann Bucher;

    CONSELHEIROS FEDERAIS SUPLENTES: Edison Alves Furtado, Shizue Souza Kitagawa;

    DIRETORIA DA CAIXA DE ASSISTNCIA DOS ADVOGADOS: Presidente: Ivan Moreira de Mello, Vice-Presidente: Terezinha Sant Ana de Castro, Secretrio: Adriana Merlo de Piante Maia, Secretrio Adjunto: Francisco de Paulo Rodrigues, Tesoureiro: Leo Felix Vianna; Suplentes: Viviane Miled Monteiro Calil Salim, Regina Lucia Meneses Wyatt.

    DIRETORIA:

    Andr Luiz Moreira - PresidenteFrancisco de Assis Araujo Herkenhoff - Vice-PresidenteRegina Celi Mariani - Secretrio GeralRenata Goes Furtado - Secretrio Geral AdjuntoEduardo Salume - Tesoureiro

    A ordem de divulgao dos candidatos segue a data e horrio de protocolo. A composio da chapa aqui mencionada a mesma do registro que foi protocolado. No entanto, pode haver mudanas de alguns nomes em funo de alteraes solicitadas pelas prprias chapas

    ou por determinao da Comisso Eleitoral para atendimento aos pr-requisitos legais. A foto, o currculo e as propostas dos candidatos foram enviados pelas assessorias dos mesmos, de acordo com especificaes tcnicas (tamanho de texto e de foto) solicitadas pela Assessoria de

    Comunicao da OAB-ES, aps concordncia do estabelecido com os trs candidatos.

    pg. 7OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • Candidatos Subseo de Vila VelhaCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 oitava subseo em ao para a 8 subseo da OAB,

    sediada em vila velha com a seguinte composio: Presidente: Marcus Felipe Botelho Pereira; Vice-Presidente: Ricardo Ferreira Pinto Holzmeister; Secretrio Geral: Ana Claudia Martins de Agostinho Gabriel Ricieri; Secretrio Geral Adjunto: Nerlito Rui Gomes Sampaio Neves Junior; Tesoureiro: Ana Paula Casagrande Pagotte Machado; Conselho Titular: Luiz Alfredo Campana, Ricardo Carlos da Rocha Carvalho, Vera Lucia Favares Borba, Leonardo Vargas Moura, Bruno Dall Orto Marques, Luiz Fabiano Penedo Prezotti, Leonardo Loiola Gama, Daniel Roberto Hertel; Conselho Suplente: Sandra Regina Mendona de Oliveira Figueiredo, Shirley Marceli Sabino, Willy de Fraipont, Flavio Figueiredo Ribeiro, Carlos Alexandre Lima David.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 rumo Certo independente para a 8 subseo da OAB, sediada em vila velha com a seguinte composio: Presidente: Jos Carlos Ferreira; Vice-Presidente: Anderson Pimentel Coutinho; Secretrio Geral: Osmar Seide; Secretrio Geral Adjunto: Leila Damasceno O. Ortega Soares; Tesoureiro: Paulo Cesar Gomes; Conselho Titular: Amrico Bernardes da Silva Jnior, Paulo Fernandes Trindade, Elzimar Luiz Lucas, Luciano Penna Lucas, Antonio Rodrigues da Costa, Newton da Silva Lima, Marcos Vinicius Abraho Ferreira, Jos Carlos Pessoti; Conselho Suplente: Sandra C. Gonalves, Jackson Ortega Soares, Ronaldo Faustini, Plinio M. Marques Jnior, Sergio Santos Morais.

    CHAPA 03CHAPA 03CHAPA 03 Chapa a vez do advogado para a 8 subseo da OAB, sediada em vila velha com a seguinte composio: Presidente: Gustavo Bassini Schwartz; Vice-Presidente: Gotardo Gomes Frio; Secretrio Geral: Gilberto Sebastio Correa Rosa; Secretrio Geral Adjunto: Nelcinea de Faria Goronci; Tesoureiro: Antonio Carlos Galveas Miranda; Conselho Titular: Elizete Penha da Luz, Valmir Ferreira Barbosa, Mirian Alves de Oliveira, Marcia Rangel, Altivo Maciel Barros Silva, Vasco Alves de Oliveira Jnior, Celina Maria Martins Ribeiro, Jeanne Queiroz Nogueira; Conselho Suplente: Welington Costa Braga, Edmilson Jos Tomaz, Julio Cesar Bassini Chamun, Wellington Dias de Oliveira, Luiz Fernando Silveira de Macedo.

    Candidatos Subseo de CasteloCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 integrao, Um novo momento para a 9 subseo da

    OAB, sediada em Castelo, com a seguinte composio: Presidente: Ursula Zanquetto Olmo; Vice-Presidente: Joo Antelmo Del Puppo; Secretrio Geral: Frederico Antonio Xavier; Secretrio Geral Adjunto: Evandro Sant Anna Soncim; Tesoureiro: Maura Libardi Dvel.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 Chapa a voz do advogado para a 9 subseo da OAB, sediada em Castelo, com a seguinte composio: Presidente: Artur Mendona Vargas Jnior; Vice-Presidente: Rozeli de Almeida Tatagiba; Secretrio Geral: Cristiano Vieira Petronetto; Secretrio Geral Adjunto: Fabricio Calegario Sena; Tesoureiro: Joo Carlos Nali.

    Candidatos Subseo de ItapemirimCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 ao 133 para a 10 subseo da OAB, sediada em

    itapemirim, com a seguinte composio: Presidente: Mauricio dos Santos Galante; Vice-Presidente: Hiuton Azevedo Mendes de Oliveira; Secretrio Geral: Rosiann Martins dos Santos Mameri; Secretrio Geral Adjunto: Deveite Alves Porto Neto; Tesoureiro: Angela Amelia Apolinrio Fernandes.

    Eleies Chapas SubseesCandidatos Subseo de CariacicaCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 soluo para a 11 subseo da OAB, sediada em Cariacica,

    com a seguinte composio: Presidente: Mucio Coutinho de Jesus; Vice-Presidente: Elijorge Estelita de Souza; Secretrio Geral: Edilamara Rangel Gomes; Secretrio Geral Adjunto: Marlen Vieira Tinoco; Tesoureiro: Admar Jos Correa.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 rumo Certo para a 11 subseo da OAB, sediada em Cariacica, com a seguinte composio: Presidente: Neiliane Scalser; Vice-Presidente: Darcy Jos Fasolo Davila; Secretrio Geral: Maria de Ftima Hang Itabaiana; Secretrio Geral Adjunto: Leomar Marcarini Oliveira; Tesoureiro: Everaldo Cucco.

    CHAPA 03CHAPA 03CHAPA 03 Um novo tempo para a 11 subseo da OAB, sediada em Cariacica, com a seguinte composio: Presidente: Orides Francisco Zanetti; Vice-Presidente: Jos Antonio Graceli; Secretrio Geral: Ciloni Nunes Fernandes; Secretrio Geral Adjunto: Valmir Silva Coutinho Gomes; Tesoureiro: Teresinha Domingas Perovano.

    Candidatos Subseo de So MateusCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 a voz do advogado para a 12 subseo da OAB, sediada

    em so mateus, com a seguinte composio: Presidente: Jos Geraldo de Andrade; Vice-Presidente: Sebastio Luiz da Silva; Secretrio Geral: Marcelo Pichara Mageste Sily; Secretrio Geral Adjunto: Norma Ana Passamani; Tesoureiro: Joselita Assis de Lima.

    CHAPA 02CHAPA 02CHAPA 02 avanar Com Justia para a 12 subseo da OAB, sediada em so mateus, com a seguinte composio: Presidente: Fernando Brasil Oliveira; Vice-Presidente: Jefferson Correa de Souza; Secretrio Geral: Carlos Alberto de Jesus Santos; Secretrio Geral Adjunto: Antonio Domingos Coutinho; Tesoureiro: Deuciane Laquini de Ataide.

    Candidatos Subseo de AracruzCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 oaB aracruz Unida para a 13 subseo da OAB, sediada

    em aracruz, com a seguinte composio: Presidente: Wellington Ribeiro Vieira; Vice-Presidente: Helber Antonio Vescovi; Secretrio Geral: Juliana Coutinho Piol; Secretrio Geral Adjunto: Marcos Antonio Giacomin; Tesoureiro: Jos Loureiro de Oliveira.

    Candidatos Subseo de IbirauCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 a voz do advogado para a 14 subseo da OAB,

    sediada em ibirau, com a seguinte composio: Presidente: Alecio Jocimar Fvaro; Vice-Presidente: Marcelo Santos Leite; Secretrio Geral: Rodrigo Leonardo Pignaton Cometti; Secretrio Geral Adjunto: Waldyr Loureiro; Tesoureiro: Gracelia Maria Conte.

    Candidatos Subseo de Nova VenciaCHAPA 01CHAPA 01CHAPA 01 a Fora dos advogados para a 15 subseo da OAB,

    sediada em nova vencia, com a seguinte composio: Presidente: Maria Ermelinda Antunes Abreu Dias; Vice-Presidente: Allan dos Santos Pinheiro; Secretrio Geral: Risonete Maria Oliveira Macedo ; Secretrio Geral Adjunto: Genes Tadeu Wandermurem; Tesoureiro: Viviane Scardini Tuler.

    A ordem de divulgao dos candidatos segue o nmero correspondente cada Subseo, alm da data e horrio de protocolo das chapas concorrentes. A composio das chapas aqui mencionadas a mesma do registro que foi protocolado. No entanto, pode haver mudanas de alguns nomes em funo de alteraes solicitadas pelas prprias chapas

    ou por determinao da Comisso Eleitoral para atendimento aos pr-requisitos legais.

    pg. 8 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

  • CHAPA 03Rumo Certo

    PropostasDia a dia da advocacia e prerrogativas Instalar a Casa do Advogado prximo ao TJ-ES, criando a

    Comisso de Apoio ao Dia a Dia da Advocacia, em VITRIA, VILA VELHA, CACHOEIRO, CARIACICA, LINHARES e COLATINA, e o escritrio virtual para advogados em todo o Estado.

    Estruturar as sedes prprias em todas as Subsees, co-meando por CARIACICA, COLATINA, SO MATEUS e GUA-RAPARI.

    Garantir acesso facilitado ao TJES, por meio da utilizao da carteira da OAB com chip.

    Buscar solues conjuntas para a melhoria do protocolo integrado e da carga processual na Justia Estadual.

    CARTO OAB 24 HORAS Disque Prerrogativas e criao do grupo de apoio profissional permanente, sem personi-ficao, com providncias imediatas. Dilogo permanente com dirigentes dos rgos judiciais e outros setores (po-liciais, prisionais, fazendrios etc.)

    Advogado Jovem Desconto de 50% na primeira anuidade, com reduo gra-

    dativa at o quinto ano. Aes para abertura do mercado de trabalho: Tabela de

    Honorrios; estmulo contratao de jovens e atuao extrajudicial; linhas de crdito para equipamento.

    Ampliao e interiorizao da CEAIC, apoio a entidades dos jovens e participao no Conselho e Comisses

    Atuao institucional da OAB/ES Defesa intransigente e propositiva do Estado Democrti-

    co de Direito e da dignidade humana e da tica, acompa-nhando denncias de infraes legalidade, impessoali-dade, moralidade e aos direitos humanos

    Apoio aos segmentos da advocacia pblica e Defensoria Pblica em suas reivindicaes (carreira, remunerao e concursos)

    Apoio ao Conselho Federal em matria de honorrios, frias do advogado, combate violao de prerrogativas, valori-zao do exame de ordem - Divulgao da importncia do advogado nos meios de comunicao

    Modernizao e transparncia da OAB Modernizar a OAB/ES, de forma transparente , prestar con-

    tas das atividades, publicando as sesses no site da OAB e criando a Ouvidoria Geral

    Redimensionar o quadro e condicionar a contratao de empregados a processo seletivo

    Caixa de Assistncia dos Advogados Caaes Manter e ampliar o Transporte Interfruns, da atual gesto

    da CAAES, utilizando as vans em campanhas preventivas de sade nas Subsees - Fortalecer o Fundo de Solida-riedade do Advogado, criado para emergncias de sade

    Novos convnios e parcerias, a exemplo do PROMAD, na atual gesto, mediante o CARTO DE BENEFCIOS DA OAB/ES e CAAES - Atuao nos esportes, com novas modali-dades e intercmbio nas Subsees, participao femini-na e do no atleta

    ESA e aprimoramento profissional Democratizar a ESA, ouvindo os advogados, levando ao

    Interior os mesmos cursos da Capital e instituindo prmio anual para trabalhos jurdicos

    Cursos gratuitos de informtica para advogados de todo o Estado, evitando sua excluso do procedimento digital

    PRAZO MXIMO DE 90 DIAS PARA INCIO DAS METAS PARA DEFESA DA TICA, PRERROGATIVAS E INSTITUIES - A PARTIR DO DIA DA POSSE

    O programa est no site www.rumocerto.adv.br

    Carlos Magno Gonzaga CardosoCurrculo: CARLOS MAGNO

    GONZAGA CARDOSO capixaba de Vitria, nascido em 12/02/48. Fi-lho de Jovacy Cardoso e Antonieta Gonzaga Cardoso e pai de Isabella, Ludmila, Ana Letcia, Larissa e Maria Eduarda. Formado em Direito pela UFES em 1970, foi professor da UVV e da UFES (substituto). Advoga nas reas trabalhista e cvel.

    No movimento estudantil, foi pre-sidente do DCE da UFES (1967/68). J como advogado, foi fundador da AESAT, sucedeu Pechincha, com novo mandato em 2001/02. Fundador, com Joaquim Silva e 1 Vice Presidente do Sindiadvogados. Diretor do Ins-tituto dos Advogados, com Cleone Heringer e Jos Carlos Rizk, na cons-truo da nova sede. Ex-Procurador do Estado, chefi ou a Defensoria P-blica, e, com os colegas, dinamizou esse rgo.

    Na OAB: membro da Banca do Exame de Ordem, Conselheiro (1993/94, 2001/03 e 2004/06). Atual Presidente da Caixa de Assistncia dos Advogados, trouxe para o Esta-do o TRANSPORTE INTERFRUNS e o PROMAD. Melhorou o seguro de vida, pagou cerca de R$ 600 mil Seccional e, com a Secretaria Ge-ral, viabilizou 60 computadores nas Subsees. Quer uma OAB forte, com independncia, equilbrio e vi-so de futuro, a servio dos advoga-dos e da sociedade.

    CONSELHEIROS SECCIONAIS TITULARES: Anselmo Farias de Oliveira, Arlette Uliana, Anabela Galvo, Cleria Maria Carvalho, Carlos Eduardo Amaral de Souza, Glecinei de Oliveira Brito, Ricardo Correa Dalla, Sergio Nogueira Furtado Lemos, Stephan Eduard Schneebeli, Estevo Moreira de Medeiros, Gustavo Cesar de Mello Calmon Holliday, Maria Madalena Selvatici Baltazar, Suely de Paula Frana, Elisa Helena Lesqueves Galante, Wilson Marcio Depes, Francisco de Assis Rodrigues de Oliveira, Gilberto de Aguiar Carvalho, Edwar Barbosa Felix, Ney Eduardo Simes, Frederico Martins de Figueiredo de Paiva Britto, Douglas Gianordoli Santos Jnior, Christiano Augusto Menegatti, Estanislau Kostka Stein, Roger Faial Ronconi, Andr Luiz Lanna, Carla da Matta Machado Pedreira, Sandro Peruchi Campagnaro, Francisco Antonio Cardoso Ferreira, Anderson Djar de Souza Silva;

    CONSELHEIROS SECCIONAIS SUPLENTES: Ambar Maria Barcelos No, Ricardo Bermudes Medina Guimares, Marcelo Caetano Medici Carlesso, Teresa Cristina Pasolini, Roberto Marinho Guimares, Eudson dos Santos

    Beiriz, Udno Zandonade, Ricardo Tadeu Rizzo Bicalho, Ana Luiza Pereira Aliprandi Favoretti, Maria Izabel Fontini, Jos Guilherme Machado de Victa, Leonardo Zehuri Tovar, Danilo Theml Caram, Angelo Ricardo Latorraca, Adolfo de Oliveira Rosa, Luciano Avellar, Carla Poloni Telles Santos;

    CONSELHEIROS FEDERAIS TITULARES: Gladys Jouffroy Bitran, Danilo de Araujo Carneiro, Luiz Antonio de Souza Basilio;

    CONSELHEIROS FEDERAIS SUPLENTES: Rodrigo Reiz Mazzei, Nelson Cavalcante e Silva Filho;

    DIRETORIA DA CAIXA DE ASSISTNCIA DOS ADVOGADOS: Presidente: Vinicius Pinheiro de SantAnnaVice-Presidente: Sergio Vieira CerqueiraSecretrio: Carlos Alberto HackbartSecretrio: Adjunto: Luiz Gonzaga Freire CarneiroTesoureiro: Carla Gusman Zouain; Suplentes: Sergio Zuliani Santos, Alexandre Braga Nepio.

    DIRETORIA:

    Carlos Magno Gonzaga Cardoso - PresidenteLuciano Rodrigues Machado - Vice-PresidenteGilmar Zumak Passos - Secretrio GeralDiogo de Souza Martins - Secretrio Geral AdjuntoMaria Helena Reinoso Rezende - Tesoureiro

    A ordem de divulgao dos candidatos segue a data e horrio de protocolo. A composio da chapa aqui mencionada a mesma do registro que foi protocolado. No entanto, pode haver mudanas de alguns nomes em funo de alteraes solicitadas pelas prprias chapas

    ou por determinao da Comisso Eleitoral para atendimento aos pr-requisitos legais. A foto, o currculo e as propostas dos candidatos foram enviados pelas assessorias dos mesmos, de acordo com especificaes tcnicas (tamanho de texto e de foto) solicitadas pela Assessoria de

    Comunicao da OAB-ES, aps concordncia do estabelecido com os trs candidatos.

    pg. 9OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • s e m a n a d o a d v o g a d o

  • Violaes aos direitos humanos so constatadas em visita ao sistema carcerrio do Estado

    Estrutura fsica inadequada, crianas dor-mindo no cho com risco de contrair doen-as diversas e denncia generalizada de m conduta por parte de funcionrios. Esses so alguns dos problemas detectados durante a visita ao sistema prisional capixaba, realizado nos dias 15 e 16 de outubro. A inspeo foi realizada pelo Conselho de Defesa dos Direi-tos da Pessoa Humana (CDDPH).

    A visita contou com a presena da OAB-ES, por meio do presidente da Comisso de Direitos Humanos, Andr Luiz Moreira. De acordo com Moreira, no presdio Feminino de Tucum, primeira unidade a ser visitada, ape-sar do esforo da diretora do estabelecimen-to para resolver os problemas do local, a situ-ao muito grave e foram detectadas in-meras violaes aos Direitos Humanos. Entre elas esto a falta de camas, de gua potvel, crianas de colo dormindo no cho e a revis-ta ntima em crianas e parentes.

    Nas celas de Novo Horizonte, no munic-pio de Serra, e na casa de Custdia, em Via-na, alm da falta de cumprimento aos Direi-tos Humanos, o presidente da CDH informou que foram detectadas violaes aos direitos do advogado. Os profissionais no tinham lu-gar adequado e nem privacidade para conver-

    sar com seus clientes. O atendimento era feito na frente dos funcionrios, explicou Moreira. De acordo com o presidente da CDH, aps o pedido da Comisso, a situao foi resolvida e os advogados passaram a contar com uma sala com ar condicionado, mesa e cadeiras para o atendimento.

    Tambm na Casa de Custdia de Viana (Cascuvi), a Comisso vai apurar se, aps a in-terveno do local, realizada pela Secretria de Estado de Justia (Sejus) com base em exi-gncia do Conselho Nacional de Justia, os presos continuam sendo transferidos para o estabelecimento. A CDH pede aos advoga-dos que possuem clientes detidos na Cascu-vi depois de julho deste ano, data na qual a interveno j estava em vigor, que informem Comisso.

    Em Tucum, foi constatado que os advoga-dos continuam recebendo os clientes em um continer totalmente sem ventilao e que o atendimento precisa ser feito com as portas abertas. Um requerimento pedindo providn-cias sobre a situao ser encaminhado para a Secretria de Estado de Justia (Sejus).

    Alm da OAB-ES, as vistorias contaram com representantes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil; do Conse-

    lho de Defesa dos Direitos da Pessoa Huma-na; da secretaria Especial dos Direitos Huma-nos; do Ministrio Pblico Federal; do Con-selho Nacional de Procuradores Gerais ; do Ministrio Pblico dos Estados e da Unio; da Comisso de Direitos Humanos da Cma-ra dos Deputados; da Assessoria de Impres-sa da Deputada Federal Iriny Lopes; da Asso-ciao Nacional de Defensores Pblicos; do Departamento Penitencirio Nacional do Mi-nistrio da Justia e do Comit Estadual pela Erradicao da Tortura.

    Presos continuam em celas metlicas junto com lixo acumulado, em Novo Horizonte, na Serra

    pg. 11OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • A descentralizao de polticas pblicas de gesto ambiental feitas pelo governo federal, possibilitando mais participao dos municpios dos municpios sobre o assunto. Essa a opinio defendida pelo advogado especialista em Direi-to Ambiental e diretor do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estudos Ambientais e Cooperativos, Luiz Carlos Aceti Junior, que palestrou no dia 19 de outubro, na OAB-ES.

    O evento contou com a presena do presi-dente da OAB-ES, Antonio Augusto Genelhu Junior; do secretrio geral em exerccio, Andr Luiz Moreira; do presidente da Comisso de Meio Ambiente da Seccional, Sandoval Zigoni Junior; do presidente da Caixa de Assistncia dos Advo-gados do Esprito Santo, Carlos Magno Gonzaga Cardoso; do advogado integrante da Comisso de Meio Ambiente, Edson Braga; e demais con-selheiros seccionais e advogados.

    A abertura do evento foi feita pelo presidente Genelhu, que parabenizou a Comisso de Meio Ambiente pela organizao do encontro e refor-ou a relevncia do tema em debate.

    Durante a palestra, Aceti, que atua como consultor em meio ambiente no interior de So Paulo, defendeu pontos importantes na partici-pao de toda a sociedade para a efetividade das polticas pblicas em prol da preservao ambiental e do desenvolvimento sustentvel. Em sua explanao, o advogado buscou exem-plificar como o municpio pode agir em benef-cio da sua regio com a criao de polticas so-cioambientais, investimento em qualificao tc-

    nica com a estruturao de departamento am-biental, entre outros.

    O especialista em Direito Ambiental tambm destacou a importncia da qualificao entre os advogados que atuam na rea e o foco de atua-o em um trabalho preventivo. de extrema necessidade que o advogado tenha uma forma-o mais aprofundada. preciso ter uma viso ampla para atuar nas diversas reas advindas do Direito Ambiental. Advocacia ambiental no contenciosa, mas preventiva.

    A explanao do advogado foi elogiada pelo presidente da Comisso de Meio Ambiente, San-doval Zigoni, que ressaltou a forma como o tema foi exposto direcionando e orientando o profis-sional sobre as diversas formas de atuao no Direito Ambiental.

    LivroDurante o encontro, tambm foi lanado o

    livro Advocacia Ambiental: segurana jurdica para empreender, que tem entre os seus coor-denadores, o advogado integrante da Comisso de Meio Ambiente da OAB-ES, Edson Braga.

    A obra mostra, de forma objetiva, a questo do Direito Ambiental no Brasil, com nfase em temticas que englobam desde os mecanismos de desenvolvimento limpo (MDL) at o licencia-mento ambiental, abordando as questes com-petentes entre os entes federados.

    O livro, de acordo com Braga, um marco na advocacia ambiental brasileira por abordar,

    ainda, questes do dia a dia do advogado em sua relao pblico - privado. Entre os autores da obra, est um dos grandes nomes da advo-cacia ambiental no pas, o advogado mestre em Direito Ambiental e Ordenamento de Territrio, e criador da Lei Ambiental Brasileira (6.938/81), Paulo Affonso Leme Machado.

    Durante o lanamento do livro, os participan-tes tambm puderam conhecer os trabalhos do escultor capixaba Irineu Ribeiro, que exps pe-as feitas com a mesma tcnica da fabricao das tradicionais panelas de barro.

    DoaoAs latas de leite em p arrecadadas com as

    inscries do evento sero doadas Unidade de Atendimento ao Deficiente (Unaed), que ad-ministrada pelo Instituto de Atendimento Scio-Educativo do Esprito Santo (Iases).

    Polticas Pblicas e o Direito Ambiental so abordados em evento na OAB

    O livro Advocacia Ambiental: Segurana Jurdica para empreender foi lanado no evento

    pg. 12 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009

  • Em uma ao de usucapio, o autor, na peti-o inicial expondo os fundamentos do pedido e juntando a planta do imvel, relacionou os confi-nantes do imvel usucapiendo e, dentre eles, o Oceano Atlntico, caracterizado por uma exten-so de praia de aproximadamente 200 metros que se localizava na parte dos fundos do im-vel. E na forma do art. 942 do CPC, requereu a citao dos confinantes relacionados.

    O juiz, ao despachar a petio inicial, de-terminou:

    Cite-se por mandado, todos os confinantes relacionados na inicial e por via postal sejam in-timados os representantes das Fazendas Pblica da Unio, do Estado e do Municpio, para que manifestem se tem interesse na causa.

    Pois bem. No se sabe como, mas foram ex-pedidos os Mandados de Citao dos confinan-

    tes relacionados, inclusive mandado de citao para o oceano atlntico.

    O Oficial de Justia para quem foram dis-tribudos os mandados de citao dirigiu-se ao cartrio e l questionou, dizendo que o manda-do de citao do Oceano Atlntico foi expedido por equvoco. No que foi retrucado pela escriv daquela serventia ao dizer que o cartrio cum-priu o que estava determinado no despacho do juiz, ou seja: cite-se por mandado todos os con-finantes relacionados na inicial, logo se o ocea-no atlntico est relacionado com confinante, o mandado est correto.

    Diante disso, o Oficial de Justia, para repelir a to impertinente teimosia da escriv, no verso do mandado, certificou:

    Certifico e dou f que, em cumprimento do presente mandado, me dirigi ao local nele

    indicado (praia) e, l chegando, no encontrei ningum no local e, diante disso, gritei em voz alta, por vrias vezes o nome Oceano Atlntico, fiquei rouco e agitei na mo o Mandado e no obtive qualquer resposta, razo pela qual dei-xei de citar o oceano atlntico. O referido verdade e dou f.

    seu Clidinho, ao saber do caso, comentou: teimosia sempre foi m conselheira. Para evi-tar perda de tempo, gastos com papel e im-presso, bastaria um pouco de humildade da escriv para ler com mais cuidado e por inteiro o despacho do Juiz, ou mesmo deixar a vaida-de de lado e perguntar a quem sabe, se praia do oceano atlntico est includo na alada da Fazenda Pblica da Unio.

    nacyr ammOAB-ES 720

    P i t o r e s C o J U d i C i r i o

    Citao do Oceano Atlntico

    Em clima de descontrao e muita emo-o, a Comisso de Esportes da OAB-ES re-alizou, no dia 21 de outubro, uma srie de homenagens aos atletas e colaboradores do X Campeonato Brasileiro de Futebol do Con-selho Federal da OAB. O maior evento espor-tivo da Ordem foi realizado entre os dias 7 e 11 de outubro, e reuniu cerca de 350 advo-gados atletas de 10 equipes de Seccionais de todo o pas, no Clube da Associao Espor-tiva Siderrgica de Tubaro (Aest), em Man-guinhos, Serra.

    Na noite de agradecimentos foram home-nageados o presidente da OAB-ES, Antonio Augusto Genelhu Junior; o prefeito de Ser-ra, Srgio Vidigal, que foi representado pelo chefe de gabinete Marcos Telles; o secretrio de turismo, cultura, esporte e lazer de Serra, Osmar Nascimento; e um dos torcedores mais fiis da equipe de futebol da Seccional, Jos Carlos Ferreira.

    Na ocasio, o presidente da Comisso de Esportes, Jos Geraldo Alves de Souza tam-bm anunciou a realizao de um centro es-portivo para os advogados capixabas na cida-de de Serra. O projeto de viabilizao com os detalhes do centro foi entregue ao chefe de gabinete do municpio para ser levado an-lise do prefeito Srgio Vidigal. Esse um so-nho e uma necessidade dos advogados, que esperamos que seja concretizado o mais bre-ve possvel, ressaltou o presidente da Comis-so de Esporte.

    TorcedorO momento especial na noite de home-

    nagens ficou por conta da entrega da placa de agradecimento ao torcedor de cartei-rinha do time de futebol da OAB-ES, Jos Carlos Ferreira, carinhosamente conheci-

    do por Ferreirinha. Pai do advogado Felipe Caetano Ferreira, que atua no time da Sec-cional, Ferreirinha um freqentador ass-duo dos jogos e acompanha todas as via-gens do time.

    ResultadosAps quatro dias de disputa, as selees

    do Gois e de Rondnia foram as campe-s do X Campeonato Brasileiro de Futebol de Advogados. As equipes levaram a me-lhor nas categorias livre e mster, respec-tivamente.

    No resultado geral, a equipe da OAB-ES ficou com o segundo lugar na categoria ms-ter, e Maranho com a terceira colocao. Na livre, Minas Gerais garantiu o segundo lugar, e o Esprito Santo, o terceiro. A equi-pe capixaba levou a melhor nas classifica-es de melhor jogador mster, com Sandro Parrini; e artilheiro da categoria, com Mar-celo Galvas, que marcou trs gols; e equi-pe mais disciplinada.

    OAB e Sindiadvogados realizam orientao jurdica gratuita

    A OAB-ES, por meio da Comisso de Prerroga-tivas, e o Sindiadvogados realizaram cerca de 190 atendimentos de orientao jurdica populao, durante o 1 Encontro Estadual de Desenvolvimen-to Comunitrio. O evento foi realizado de 25 a 27 de setembro, na praa do papa, em Vitria.

    Quem procurou pelo servio jurdico gratuito pode tirar dvidas nas reas de Direito Cvel, de Famlia, Trabalhista e Criminal. O evento que teve como tema O que bom para uma comunida-de, pode ser bom para outra, foi realizado pelo Ministrio Pblico Estadual (MPE), e contou com uma programao gratuita e diversificada que in-cluiu palestras sobre cidadania e sade, emisso de documentos e apresentaes culturais.

    De acordo com presidente da Comisso de Prerrogativas da Seccional, Homero Junger Ma-fra, que esteve no local atendendo populao, o evento abriu as portas para o exerccio da cidada-nia, oportunizando o acesso a vrios tipos de servi-os. O resgate da cidadania tambm foi ressaltado pelo presidente do Sindiadvogados, Ben-Hur Bren-ner Dan Farina, ao que chamou de salutar forma de incluso social.

    Os atendimentos no estande da Seccional fo-ram realizados por advogados voluntrios, que se revezaram durante os trs dias do Encontro. O secretrio-geral em exerccio da Seccional, Andr Luiz Moreira, tambm atuou como vo-luntrio no evento.

    Comisso de Esportes anuncia projeto para construo de centro esportivo

    O projeto foi anunciado na solenidade de homenagens aos apoiadores do X Campeonato Brasileiro de Futebol de Advogados, cujo vencedor foi o time de Gois (comemorando a vitria na foto)

    pg. 13OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • FALTA ESTE

    ANNCIO

    (CALAZANS

    )

  • caaesC a a e s

    A CAAES, atenta aos novos ru-mos tecnolgicos e sua relevncia para o exerccio da advocacia, tem investido em novos projetos para inserir o advogado nesse contexto com ferramentas para o auxlio no desenvolvimento das suas ativida-des. Um exemplo o Programa Na-cional de Modernizao da Advoca-cia (Promad) que inclui um moderno sistema de gesto voltado rea ju-rdica, que auxiliar no desenvolvi-mento de todos os procedimentos e rotinas dos escritrios.

    O programa que j foi adota-do por outras Caixas de Assistn-cia do pas, j registra no Esprito Santo um total de 417 profissionais que realizaram o cadastro para ex-perimentar gratuitamente, durante seis meses, as vantagens do servi-o. O Promad engloba um softwa-re de gerenciamento de escritrio, chamado Integra, que organiza to-das as rotinas operacionais como se fosse uma agenda eletrnica onde esto organizados os prazos, os lo-cais, os horrios das audincias, en-tre outros itens. O programa geren-cia diariamente todas as atividades profissionais, organizando o tempo

    para cada situao e mostrando os compromissos, as pendncias e os prazos a serem cumpridos.

    Todas as vantagens do Promad podem ser testadas gratuitamente pelo advogado durante seis meses. Nesse tempo o profissional ter acesso ao Integra com as rotinas operacionais do seu escritrio e acesso s publicaes jurdicas dos Dirios da Justia que esto inclu-das no programa. O Promad tam-bm possui um projeto especial para os advogados em incio de carrei-ra. O jovem advogado poder uti-lizar o Integra, gratuitamente, por at dois anos.

    O programa inclui, tambm, um completo processo de criao do conceito de identidade visual do escritrio para o mercado ju-rdico, incluindo a criao da lo-gomarca e o desenvolvimento do site profissional do advogado. O objetivo fornecer as ferramen-tas necessrias para tornar-se mais competitivo e com um padro de qualidade ainda melhor diante do mercado.

    Mais informaes podem ser ob-tidas no site www.promad.adv.br.

    CAAES amplia Transporte Interfruns para advogados de Cariacica e Serra Os advogados de Cariacica e Serra pas-

    saram a contar, desde o dia 27 de outubro com o servio do Transporte Interfruns. Lan-ado em setembro, os veculos que comea-ram com o percurso entre Vitria e Vila Velha, agora vo abranger Cariacica e Serra devido

    grande demanda de profissionais que pre-cisam do servio.

    O Transporte Interfruns uma realizao da Caixa de Assistncia dos Advogados (CAA-ES) e trata-se de um servio de transporte co-letivo exclusivo para advogados e estagirios.

    O servio, que conta com o apoio da OAB-ES, tambm ser utilizado em campanhas de sade e cidadania no interior do Estado, conforme a demanda das Subsees da Ordem.

    Os percursos podem ser conferidos no site www.caaes.com.br

    Programa de Modernizao da Advocacia tem mais de 400 adeses no Estado

    Comisso de Esporte agradece CAAES

    A Comisso de Esportes da OAB-ES re-alizou no dia 21 de outubro, uma srie de homenagens aos atletas e colaboradores do X Campeonato Brasileiro de Futebol do Con-selho Federal da OAB. A CAAES foi um dos apoiadores do evento, que a maior com-petio esportiva da Ordem.

    O Campeonato foi realizado entre os dias 7 e 11 deste ms, e reuniu cerca de 350 advo-gados atletas de 10 equipes de Seccionais de todo o pas, no Clube da Associao Esportiva Siderrgica de Tubaro (Aest), Serra.

    O presidente da CAAES, Carlos Magno Gonzaga Cardoso, prestigiou os jogos e tam-bm esteve na noite de agradecimentos. Tam-bm foram homenageados o presidente da OAB-ES, Antonio Augusto Genelhu Junior; o prefeito de Serra, Srgio Vidigal; o secretrio de turismo, cultura, esporte e lazer de Serra, Osmar Nascimento; e um dos torcedores mais fiis da equipe, Jos Carlos Ferreira.

    pg. 15OUTUBRO/NOVEMBRO/2009 ORDEM JURDICA

  • P r e s t a n d o C o n t a s

    A OAB-ES solicita aos profissionais que possuem registro na entidade, que atualizem os dados cadastrais. Lembra ainda que, no caso de no exerccio da profisso, preciso cancelar o registro, s assim o profissional ficar desencumbido de pagamen-

    to da anuidade. Caso no haja pedido de cancelamento continuaro sendo cobradas, regularmente, as anuidades, e os acrscimos relativos inadim-plncia, j que o nome do advogado constar nos registros da Seccional como ativo. PrOCurE A SECCiOnAL E AtuALizE SEuS dAdOS. LiguE 3232-5600.

    AdVOgAdO:

    Seccional divulga balanceteO Ordem Jurdica divulga nesta edio, o balancete da OAB-ES, referente ao ms de agosto de 2009. Acompanhe os nmeros:

    BALANO PATRIMONIAL COMPARADO LEVANTADO EM 31/08/2009

    Vitria - ES, 31 de Agosto de 2009

    DR. ANTONIO AUGUSTO GENELHU JUNIORPRESIDENTE

    DR. MARCIA MARIA DE ARAUJO ABREUTESOUREIRA

    JM SERVIOS CONTBEIS S/S LTDA CRC 2416/O ESVERA LUCIA DE OLIVEIRA CRC 011559/O ES

    DEMONSTRAO DE RESULTADO APURADO EM 31/08/2009 REPASSE

    DISCRIMINAO EM 31/12/2008 EM 31/08/2009

    ATIVOATIVO CIRCULANTE 9.736.721,91 11.200.630,41 DISPONBILIDADES 1.834.183,95 1.991.449,31 Caixa 707,94 6.154,99 Valores com Subsees 295,71 295,71 Bancos Conta Movimento 693.938,44 512.032,61 Bancos Conta Aplicao 1.139.241,86 1.472.966,00

    CREDITOS A RECEBER 7.902.537,96 9.209.181,10 Anuidades a Receber 2009 - 2.096.246,55 Anuidades a Receber 2001 a 2008 7.032.693,25 6.112.317,32 Renegociaes a Receber 807.104,99 929.188,15 Adiantamentos para Subsees 53.310,42 58.044,97 Cheque Devolvidos - 3.894,95 Creditos a Recuperar 1.358,41 1.418,27 Debitos a Identificar 8.070,89 8.070,89

    ATIVO NO CIRCULANTE REALIZVEL A LONGO PRAZO 3.114.540,68 2.825.324,61 Anuidades a Receber - Dvida Ativa 2.003.630,06 1.897.998,81 Adiantamentos de Repasses Estatutrios 1.030.570,03 850.880,16 Cheques em Cobrana 80.340,59 76.445,64

    IMOBILIZADO 2.532.383,83 2.584.522,58 Imveis 2.301.154,53 2.301.154,54 Terrenos 740,00 740,00 Outras Imobilizaes 1.890.192,71 1.934.645,13 Obras em Andamento 30.836,54 38.522,86 (-) Depreciaes Acumuladas (1.690.539,95) (1.690.539,95)

    TOTAL DO ATIVO 15.383.646,42 16.610.477,60

    DISCRIMINAO EM 31/12/2008 EM 31/08/2009

    PASSIVO + PATRIMNIO SOCIALPASSIVO CIRCULANTE 493.529,74 263.243,04OBRIGAES A PAGAR 360.489,67 157.549,73Fornecedores 139.332,00 - Salarios a Pagar 98.863,63 - IRRF/CSLL/PIS/COFINS/ISS a recolher 43,80 43,80 Honorrios de Sucumbncia 615,67 2.085,02 Crditos a Identificar - Tesouraria 1.007,46 36,14 Crditos a Identificar 120.627,11 155.384,77

    OBRIGAES ESTATUTRIAS 133.040,07 105.693,31 Conselho Federal 12.371,32 4.108,91 Caixa de Assistncia dos Advogados 29.872,76 8.205,75 Fundo Cultural 88.321,25 92.556,48 FIDA - Fundo Integr. Desenv. Assist. Advog. 2.474,74 822,17

    RECEITAS A REALIZAR 7.839.798,24 9.137.752,02 Receitas de Anuidades - 2009 - 2.096.246,55 Receitas de Anuidades - 2001 a 2008 7.032.693,25 6.112.317,32 Receitas de Renegociaes 807.104,99 929.188,15

    PASSIVO NO CIRCULANTE 2.003.630,06 1.897.998,81 Receitas de Dvida Ativa 2.003.630,06 1.897.998,81

    PATRIMNIO SOCIAL 5.046.688,38 5.311.483,73 Conta Patrimonial 4.419.092,07 4.419.092,07 Supervit de Exerccios Anteriores 502.122,12 638.110,78 Resultado do Exerccio 125.474,19 254.280,88

    TOTAL DO PASSIVO + PL 15.383.646,42 16.610.477,60

    DISCRIMINAO EM 31/12/2008 EM 31/08/20091-RECEITAS1.1-RECEITAS ORDINRIAS1.1.1-Contribuies Ordinrias 4.960.881,81 4.190.447,75 1.1.2-Taxas - - 1.1.3- Juros e Multas 128.361,81 116.672,22

    5.089.243,62 4.307.119,97 1.2-RECEITA PATRIMONIAL1.2.1-Aplicaes Financeiras 216.719,09 107.014,14

    1.3-ESCOLA SUPERIOR DE ADVOCACIA1.3.1-Inscries 556.616,00 573.214,81 1.3.2-Locao Auditrio 23.639,32 580.255,32 7.200,00 580.414,81

    1.4 - RECEITAS S/SERVIOS DIVERSOS1.4.1-Servios Prestados 480.431,20 410.613,46 1.4.2-Recuperao Despesas CAAES - - TOTAL DAS RECEITAS 6.366.649,23 5.405.162,38

    2-DESPESAS2.2-DESPESAS ORDINRIAS2.2.1-Servios, encargos e materiais Seccional 1.578.396,49 1.322.815,47 2.2.2-Servios, encargos e materiais Subsees 430.729,08 514.428,24 2.2.3-Gastos com pessoal Seccional 1.681.891,59 1.227.368,22 2.2.4-Gastos com pessoal Subsees 474.379,68 477.309,87 2.2.5-Financeiras 115.437,82 96.685,31 2.2.6-Tributrias 10.682,00 9.582,40 2.2.7-Associaes de Classe 18.400,00 15.900,00 2.2.8-Depreciaes 261.163,00 - 2.2.9-Custos de Imobilizaes Baixadas (18,00) - TOTAL DAS DESPESAS 4.571.061,66 3.664.089,51 RESULTADO OPERACIONAL 1.795.587,57 1.741.072,87

    1.5 - RECEITAS NO OPERACIONAIS1.5.1 - Doaes e Auxlios Financeiros 111.121,84 20.700,00

    111.121,84 20.700,00

    RECEITA EXTRA ORAMENTRIA 111.121,84 20.700,00

    SUPERVIT DO EXERCCIO 1.906.709,41 1.761.772,87

    REPASSE ESTATUTRIO 1.781.235,22 1.507.491,99 RESULTADO LQUIDO DO EXERCCIODFICIT DO EXERCCIO APS REPASSESUPERVIT DO EXERCCIO APS REPASSE 125.474,19 254.280,88

    Vitria - ES, 31 de Agosto de 2009DR. ANTONIO AUGUSTO GENELHU JUNIOR

    PRESIDENTEDR. MARCIA MARIA DE ARAUJO ABREU

    TESOUREIRAJM SERVIOS CONTBEIS S/S LTDA CRC 2416/O ES

    VERA LUCIA OLIVEIRA CRC 011559/O ES

    DISCRIMINAO EM 2008 EM 2009

    RECEITAS ORDINARIAS 5.089.243,62 4.307.119,97

    1-REPASSES ESTATUTRIOS

    Conselho Federal da OAB

    10% Receitas Ordinrias 508.924,33 430.712,00

    2-PRMIOS ESTUDOS JURDICOS

    03% Receitas Ordinrias 152.677,31 129.213,60

    3-FIDA (FUNDO INTEG. DESEN. ASSIST. ADVOGADOS)

    02% Receitas Ordinarias 101.784,85 86.142,40

    3-CAIXA DE ASSISTNCIA DOS ADVOGADOS

    20% Receitas Ordinarias 1.017.848,73 861.423,99

    Contribuies Ordinrias 5.089.243,62 4.307.119,97

    (-)Cota do Conselho Federal 508.924,33 430.712,00

    (-)Cota CAAES 1.017.848,73 861.423,99

    (-)Cota de Estudos Jurdicos 152.677,31 129.213,60

    (-)Cota do Fida (Fundo.......) 1.017.848,73 86.142,40

    (-)Cota da Seccional 3.308.008,40 2.799.627,98

    4-TOTAL DA DISTRIBUIO 1.781.235,22 1.507.491,99

    5-RESULTADO APS A DISTRIBUIO LEGAL 125.474,19 2.799.627,98

    Vitria - ES, 31 de Agosto de 2009

    DR. ANTONIO AUGUSTO GENELHU JUNIORPRESIDENTE

    DR. MARCIA MARIA DE ARAUJO ABREUTESOUREIRA

    JM SERVIOS CONTBEIS S/S LTDA CRC 2416 0 ESVERA LUCIA DE OLIVEIRA CRC 011559/O ES

    pg. 16 ORDEM JURDICA OUTUBRO/NOVEMBRO/2009