47
OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE Produções Didático-Pedagógicas Versão Online ISBN 978-85-8015-079-7 Cadernos PDE II

OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

  • Upload
    ngonga

  • View
    217

  • Download
    0

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSENA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE

Produções Didático-Pedagógicas

Versão Online ISBN 978-85-8015-079-7Cadernos PDE

II

Page 2: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ – SEED

SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO – SUED

DIRETORIA DE POLÍTICAS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS – DPPE

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL – PDE

PRODUÇÃO DIDÁTICO – PEDAGÓGICA

ESTUDOS DAS PARASITOSES HELMÍNTICAS A PARTIR

DA REALIDADE DOS ALUNOS

IRATI – PR

2014

Page 3: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

FICHA PARA IDENTIFICAÇÃO DA PRODUÇÃO DIDÁTICO – PEDAGÓGICA

Título: Estudo das parasitoses helmínticas a partir da realidade dos alunos

Autor Marcos José Nunes

Disciplina/Área Ciências

Escola de Implementação

Colégio Estadual do Campo Nossa Senhora de Fátima – Ensino Fundamental e Médio.

Município da escola

Irati

NRE Irati Instituição de Ensino Superior

Universidade Estadual do Centro-Oeste – UNICENTRO.

Orientador Professor Dr. Hilário Lewandowski

Formato do Material Didático

Caderno Pedagógico

Público alvo Alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. Relação Interdisciplinar

Língua Portuguesa; Arte; Biologia.

Localização da escola

Distrito de Guamirim – Irati – PR.

Resumo

As parasitoses helmínticas, conhecidas popularmente como verminoses, configuram-se entre as doenças mais comuns no Brasil e nos países em desenvolvimento. Constituem-se num problema de saúde pública, pois acometem principalmente as crianças interferindo no desenvolvimento físico e intelectual, afetando a capacidade para o estudo e outras atividades importantes para a qualidade de vida dos educandos. Considerando-se que a maioria dos helmintos parasitas são transmitidos ao homem através da ingestão de alimentos ou água contaminados com os ovos dos parasitas, mantendo uma relação direta com práticas inadequadas de higiene pessoal e alimentar e sendo a escola uma entidade centralizadora em estudos de saúde e educação, torna-se necessário o desenvolvimento de ações preventivas no ambiente escolar. Nesse contexto, o presente projeto pretende desenvolver atividades formativas com os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, do Colégio Estadual do Campo Nossa Senhora de Fátima para promover uma maior conscientização frente à prevenção das helmintíases mais frequentes e tornar mais dinâmico e atrativo o estudo do tema, considerando a realidade local onde os educandos estão inseridos.

Palavras-chaves Parasitoses intestinais; helmintos; educação preventiva.

Page 4: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO ....................................................................................... ... 04

QUESTIONÁRIO: Pré-teste ............................................................................ 05

UNIDADE 01: Enfoque teórico sobre os helmintos parasitas do homem . 07

1.1 Atividade 02 ................................................................................................ 09

UNIDADE 02: Helmintíases mais frequentes da espécie humana ............. 11

2.1 Ascaridíase ............................................................................................... 11

2.1.1 Atividade 03 ............................................................................................. 16

2.1.2 Atividade 04 ............................................................................................. 18

2.1.3 Atividade 05 ............................................................................................. 19

2.2 Ancilostomose .......................................................................................... 20

2.2.1 Atividade 06 ............................................................................................. 23

2.2.2 Atividade 07 ............................................................................................. 24

2.3 Enterobiose ............................................................................................... 25

2.3.1 Atividade 08 ............................................................................................. 27

2.4 Teníase e Cisticercose ............................................................................. 28

2.4.1 Atividade 09 ............................................................................................. 31

2.4.2 Atividade 10 ............................................................................................. 32

UNIDADE 03: Higiene Pessoal e Alimentar .................................................. 33

3.1 A importância da higienização dos alimentos ............................................. 33

3.1.1 Atividade 11 ............................................................................................. 34

3.2 A higiene pessoal na prevenção das parasitoses ...................................... 37

3.2.1 Atividade 12 ............................................................................................. 40

3.2.2 Atividade 13 ............................................................................................. 41

QUESTIONÁRIO: Pós-teste ........................................................................... 42

REFERÊNCIAS ................................................................................................ 44

APÊNDICE ....................................................................................................... 45

Page 5: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

4

APRESENTAÇÃO

Esta produção didático-pedagógica, apresentada no formato de um Caderno

Pedagógico, representa um dos materiais elaborado para ser utilizado na

implementação do projeto na escola durante a segunda etapa do programa PDE

2014.

O presente material foi organizado para facilitar o estudo, a pesquisa e a

resolução das atividades propostas e servirá como um subsídio, proporcionando o

embasamento teórico-prático, necessário para a compreensão e a abordagem do

tema parasitoses que será objeto de estudo pelos educandos.

Nas diretrizes curriculares da disciplina de Ciências, ressalta-se que os

professores da rede pública de ensino, devem utilizar as diferentes estratégias de

ensino, articuladas aos recursos didáticos e tecnológicos presentes na escola. Além

de enriquecer a prática pedagógica docente, os recursos tecnológicos facilitam a

abordagem dos conteúdos curriculares e contribuem para a apropriação dos

conceitos científicos de forma mais significativa (DCE, 2008, p.73).

Nesse contexto, o uso dos recursos tecnológicos como o computador

conectado à internet durante as pesquisas, o datashow, a TV multimídia e o

microscópio binocular são recursos que auxiliam os estudantes na construção e

apropriação de conhecimentos científicos e contribuem para inovar e enriquecer a

prática pedagógica do professor.

O uso de vídeos educativos possibilita o acesso ao som e imagens,

proporcionando informações relevantes que são importantes para a compreensão

dos esquemas e das figuras sobre o ciclo biológico dos helmintos parasitas,

complementando as informações advindas de outras estratégias de ensino utilizadas

nesta produção.

Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram

elaborados para facilitar a leitura e a reflexão de informações relevantes sobre os

conteúdos que serão abordados. Podem servir como um subsídio, para que o

professor promova uma discussão entre os estudantes, desenvolvendo um

aprofundamento teórico necessário para a compreensão de conceitos científicos

relacionados ao estudo do tema.

Para envolver os estudantes durante o processo de ensino e aprendizagem

do tema foram desenvolvidas atividades do tipo “passatempo” como caça-palavras e

palavras-cruzadas. Antes de serem consideradas apenas como um entretenimento,

essas atividades geram desafios, estimulam o raciocínio lógico e cognitivo do

estudante e permitem uma interação entre os conteúdos que estão sendo abordados

de maneira criativa, saudável e divertida.

Page 6: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

5

Assim, além de contribuir para a melhoria nas aulas de Ciências, este material

pedagógico será um importante recurso didático que subsidiará as ações do projeto

na escola, contribuindo para a abordagem do tema “parasitoses helmínticas” de

forma mais dinâmica e atrativa para os estudantes, propiciando conhecimentos mais

significativos e necessários para uma educação preventiva no âmbito escolar.

ATIVIDADE 01: Investigando os conhecimentos prévios dos

alunos sobre parasitoses intestinais.

Descrição: Esta atividade tem como objetivo investigar os conhecimentos prévios

dos alunos sobre o tema que será objeto estudo. Trata-se de um questionário com

questões subjetivas e será aplicado aos estudantes para levantar informações

relevantes sobre os conhecimentos do senso comum ou adquiridos em séries

anteriores, contribuindo assim, para a obtenção de dados e a problematização do

tema, envolvendo os educandos nas atividades do projeto.

Metodologia: inicialmente será distribuído para cada aluno um questionário

impresso. Em seguida serão repassadas as orientações necessárias para que os

educandos possam refletir sobre seus conhecimentos e responder as questões

propostas. Posteriormente a essa ação, serão analisados e socializados os dados

obtidos da pesquisa onde os alunos serão instigados a apresentar seus

conhecimentos relacionando-os às situações reais e vivenciadas no seu cotidiano.

Duração: 02 horas-aulas.

QUESTIONÁRIO: Pré-teste.

01. Você sabe o que são verminoses?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

02. Já teve alguma verminose na infância?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

03. Você conhece as formas de transmissão das verminoses? Justifique:

Page 7: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

6

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

04. Em sua opinião, quais as medidas que devem ser praticadas para prevenir as

verminoses?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

05. Quanto aos aspectos preventivos, que hábitos de higiene pessoal fazem parte

de uma vida saudável?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

06. Quais são praticados por você diariamente?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

07. O que você entende por saneamento básico?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

08. Em sua opinião, o saneamento básico é importante? Por quê?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

09. Na sua comunidade, há o fornecimento de água tratada e rede de esgoto para

os moradores?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

10. Qual é a origem e os cuidados que você tem com a água que usa para beber?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

Page 8: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

7

11. Quais os procedimentos que você toma durante a preparação de alimentos que

são consumidos crus como frutas, verduras e legumes?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

12. Qual é o destino do esgoto sanitário de sua residência?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

UNIDADE 01 ENFOQUE TEÓRICO SOBRE OS HELMINTOS PARASITAS DO HOMEM

Introdução:

As parasitoses intestinais causadas por helmintos, conhecidas popularmente

como verminoses, são doenças que apresentam alta incidência entre a população

brasileira. Apesar dos avanços da medicina para o diagnóstico e tratamento, essas

doenças continuam a representar um fator agravante à saúde pública, pois afetam

uma parcela considerável da população brasileira que desconhece as formas

básicas de prevenção.

Segundo Rey (1991, p.473):

do ponto de vista médico e social, esses parasitos representam importantes problemas de saúde pública que, além de ameaçar constantemente a vida e o bem estar de grande parte da população, causam consideráveis perdas econômicas com assistência médica, redução da produtividade ou incapacitação para o trabalho (REY,1991, p. 473).

Dentre as espécies de helmintos parasitas, as mais frequentes que podem

parasitar o homem são: o Ascaris lumbricoides, o Enterobius vermicularis, o Trichuris

trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus e Ancylostoma duodenale.

Também merecem destaque, as parasitoses humanas causadas pela Taenia solium

e Taenia saginata, espécies que são conhecidas popularmente como solitárias.

Page 9: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

8

Nos ciclos de vida, estes helmintos podem apresentar períodos de parasitose

humana e formas larvais que se desenvolvem no meio ambiente ou em outros

hospedeiros sendo que a infestação humana é mais comum em crianças, por meio

da via ora-fecal. A água e os alimentos consumidos crus ou mal cozidos são as

principais fontes de contaminação e veículos de transmissão.

De acordo com Neves (2005, p. 259), a ausência ou condições precárias de

saneamento básico e inadequadas práticas de higiene pessoal e alimentar, aliadas

as condições socioeconômicas da população estão entre os principais fatores que

favorecem a transmissão e a permanência de doenças parasitárias em uma

população.

Para Barros (1995):

Diversas doenças infecciosas e parasitárias têm no meio ambiente uma fase de seu ciclo de transmissão, como por exemplo, uma doença de veiculação hídrica, com transmissão feco-oral. A implantação de um sistema de saneamento, nesse caso, significaria interferir no meio ambiente, de maneira a interromper o ciclo de transmissão da doença (BARROS, 1995, p.52).

Ainda, conforme Neves (2005, p. 211), “o saneamento básico é sem dúvida a

medida imprescindível que previne a população de todas as doenças de veiculação

hídrica decorrentes da poluição fecal”.

Estudos epidemiológicos desenvolvidos sobre essa temática apontam que a

desinformação aliada à deficiência dos hábitos higiênicos, como a manipulação dos

alimentos com as mãos sujas ou o consumo de alimentos crus, mal lavados ou mal

cozidos é responsável pela transmissão de inúmeros parasitas intestinais, entre os

quais estão os helmintos.

Diante do que foi exposto, torna-se necessário o desenvolvimento de ações

educativas e preventivas que sensibilize os educandos para mudanças de hábitos e

condutas frente à prevenção das helmintíases que ocorrem com maior frequência na

espécie humana. Intervenções relacionadas à profilaxia de qualquer natureza são

mais eficientes se forem efetuadas juntamente com uma abordagem educativa,

principalmente no âmbito escolar.

Page 10: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

9

ATIVIDADE: 02 – LEIA O TEXTO ANTES DE RESOLVER O DESAFIO.

Objetivos: Conhecer o modo de vida e algumas das características morfológicas

dos helmintos; compreender que algumas espécies desenvolveram adaptações

especiais e tornaram-se parasitas de animais, plantas e do próprio homem.

Metodologia: inicialmente será realizada a leitura e a discussão do texto. Os

educandos serão estimulados a refletirem sobre as características morfológicas que

identificam e diferenciam os nematoides dos demais grupos de invertebrados; o

modo de vida e as formas de reprodução das espécies. Posteriormente a essa ação

metodológica, será feita a resolução do caça-palavras e uma pesquisa através dos

livros didáticos, para descobrir o nome científico das espécies parasitas.

Duração: 02 horas-aulas.

Leia o texto

Os nematoides são vermes que apresentam o corpo cilíndrico, alongado e afilado nas extremidades. São encontrados livres em ambientes aquáticos como em rios, lagos, mares ou no solo. Algumas espécies desenvolveram adaptações especiais para sobreviver como parasitas no interior do corpo de animais, plantas e do homem, dos quais retiram os nutrientes, podendo causar-lhes doenças. Conhecidas popularmente como verminoses, estas doenças representam um problema de saúde pública, onde são bastante disseminadas, principalmente em regiões onde as condições de saneamento básico e de higiene pessoal e alimentar são precárias.

Page 11: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

10

DESAFIO: encontre no caça-palavras o nome popular de cinco helmintos parasitas

da espécie humana: solitária, lombriga, oxiúro, ancilóstoma e filária e duas características morfológicas presentes no corpo dos nematoides: a forma cilíndrica e afilada nas extremidades.

a t h t m w s q v c u n j b c a b h j

y o p d r x z t u p h j c a b x n m d

l m v m k c h z a o r s v x c q a n e

x s o l i t a r i a c t r s u ç f q r

n r s t u v x y r o v l w q a p i s t

z m w a p r c n a z p d i u n e l t z

w i o p q w i o l x z t m d c n a o y

d e h a z v x k i q l t v x i z d b p

r s i g u t a r f p o i w e l y a r d

b a n i v c o w t l p o t j o x g b s

a t g r j x u e q ç r z a o s m x v a

g r m b x b z o l ú ç q p a t ç w c r

s e f m n b e t i h q l f ç o m c h i

h j r o n e p x v p k ç q k m z r x j

e p u l k ç o w o r s p v w a t m p o

f ç c i l i n d r i c a t v z w b s w

h q r s m j b v k t l x o w e ç x w d

d e h a z v x n i q l t v x i z d b g

SUGESTÃO PARA PESQUISA: professor, ao finalizar essa atividade, solicite aos

alunos que façam uma pesquisa para descobrir os nomes científicos

correspondentes as espécies de helmintos que foram descritos na atividade.

Posteriormente, socialize estes conhecimentos com a classe ressaltando a

importância da nomenclatura científica para a classificação biológica das espécies.

Page 12: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

11

UNIDADE 02 Helmintíases mais frequentes da espécie humana

Esta unidade apresenta de forma contextualizada, a fundamentação teórica

das principais helmintíases que ocorrem com maior frequência na espécie humana.

A abordagem desta unidade, através da leitura e a interpretação dos textos,

figuras e esquemas, têm como objetivo levar o aluno a compreender o ciclo biológico

dos helmintos parasitas, as doenças decorrentes do processo parasitário e a relação

das parasitoses com as ações preventivas a serem desenvolvidas no âmbito

escolar.

Metodologia: no primeiro momento a temática será abordada através de aulas

expositivas com a apresentação de slides. A leitura e a interpretação dos textos e

figuras visam proporcionar um aprofundamento teórico sobre as Helmintíases

humanas. Na sequência será feita um debate com os alunos sobre os principais

mecanismos de transmissão e prevenção relacionando os fatores que contribuem

para a propagação e permanência das parasitoses numa população. Durante a

explanação do tema, os alunos serão estimulados a relacionar os conteúdos

trabalhados aos seus conhecimentos prévios resultando numa reorganização de

conceitos necessários para uma aprendizagem mais significativa.

Duração: 05 horas-aulas.

2.1 ASCARIDÍASE

A Ascaridíase é uma parasitose causada por um verme denominado de

Ascaris lumbricoides. Conhecido popularmente por lombriga ou bicha, este verme

apresenta o corpo cilíndrico, de coloração rosa ou esbranquiçada e afilado nas

extremidades.

Os vermes adultos medem entre 15 a 30 cm de comprimento e quando estão

parasitando o homem se alojam no intestino delgado onde sobrevivem absorvendo

os nutrientes presentes nos alimentos digeridos pelo hospedeiro.

Page 13: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

12

Figura 01. Aspecto morfológico do nematódeo Ascaris lumbricoides.

Fonte: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.

gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=700&evento=2> acesso em: 12 set. 2014.

Segundo Neves (2005, p. 253), “o Ascaris lumbricoides é encontrado em

quase todos os países do mundo e ocorre com frequência variada em virtude das

condições climáticas, ambientais e, principalmente, do grau de desenvolvimento

socioeconômico da população”. Estes fatores são determinantes nas condições

favoráveis de propagação e permanência da Ascaridíase numa população.

Com base nas considerações de Neves (2005, p. 258), pode-se ressaltar que

a ascaridíase é uma parasitose que apresenta alta incidência entre a população

mundial e brasileira, “sendo sua estimativa de prevalência de aproximadamente

30%, ou seja, 1,5 bilhão de pessoas em todo o mundo”.

Ainda conforme o autor, os fatores que mais estão relacionados a essa

prevalência são: a prática inadequada de higiene pessoal e alimentar, crescimento

desordenado da população que vivem em áreas desprovidas de saneamento básico,

com baixo poder econômico e educacional.

Neves (2005, p.253) ainda ressalta que “atualmente apesar das campanhas

realizadas nas escolas, sabe-se que os níveis de parasitismo continuam elevados,

especialmente em crianças com idade inferior a 12 anos em várias regiões

brasileiras quer seja na cidade ou em zonas rurais”.

Page 14: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

13

Para Rey (1991, p.494), “a maior incidência das enteroparasitoses em

crianças é atribuída ao fato de exporem-se elas mais frequentemente ao contato

com ovos dos parasitas, por brincarem no chão e por terem hábitos higiênicos mais

pobres que os adultos”.

O autor ainda ressalta, sobre a importância da prática de hábitos higiênicos,

seja individual ou coletivo, como medidas básicas de prevenção dessas doenças.

Pois de acordo com Silva Jr. (2005, p. 228), “um grande número de doenças

pode ser evitado com o simples hábito de lavar bem as mãos após o contato com

objetos possivelmente contaminados: sapatos, roupas sujas, vasos sanitários e pias

sujas, solos e materiais em putrefação”.

ENTÃO, COMO OCORRE A TRANSMISSÃO DA ASCARIDÍASE?

A transmissão da ascaridíase ocorre através da ingestão de água ou

alimentos como frutas, verduras e legumes, mal higienizados, isto é, contaminados

por ovos embrionados do parasita.

Os ovos de Ascaris quando são eliminados junto com as fezes do hospedeiro,

em locais impróprios, podem permanecer viáveis e infectantes durante um longo

período, onde o clima é quente e úmido, sendo as condições essenciais para o

embrionamento dos ovos e propagação dessa doença.

No período reprodutivo, uma fêmea de Ascaris quando fecundada, pode

colocar mais de 200 mil ovos por dia. Esta condição faz do Ascaris, um dos

helmintos mais comum que infesta e parasita a espécie humana. A maior incidência

da parasitose em crianças, segundo Rey (1991, p.494) “é atribuída ao fato de se

exporem mais frequentemente ao contato com ovos, por brincarem no chão e terem

hábitos higiênicos mais pobres que os adultos”.

A ação patogênica do parasita é bastante variada e depende do número de

vermes presentes no organismo do hospedeiro.

Entretanto, segundo Rey (1991, p. 492), devido a sua capacidade de

migração, um único verme é capaz de causar a obstrução de órgãos importantes do

Page 15: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

14

organismo humano, desenvolvendo um quadro clínico obstrutivo grave que pode

levar à morte o indivíduo parasitado.

ATENÇÃO AOS MALES QUE ESTA PARASITOSE PODE CAUSAR!!

Segundo Silva Jr. (2005, p. 225), a ascaridíase se caracteriza por provocar

distúrbios digestivos como cólicas abdominais, vômitos, enjoo, desnutrição causada

pela ação espoliativa dos nutrientes, e em crianças parasitadas com dezenas de

vermes, há ainda o risco de morte por obstrução intestinal ou asfixia, quando os

vermes adultos obstruem as vias respiratórias.

A imagem a seguir revela a gravidade da obstrução intestinal causada pela

infecção de Ascaris lumbricoides. Na extremidade esquerda da peça observa-se o

enovelado de vermes adultos ocupando quase que totalmente a luz intestinal. Este

aspecto se repete, aproximadamente, por 50 cm da alça intestinal.

Figura 02. Aspecto do segmento de alça intestinal obstruído por Ascaris lumbricoides.

Fonte:www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.

gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=2098&evento=3> acesso em: 12 set. 2014.

Page 16: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

15

Você sabia que o controle da ascaridíase está relacionado,

sobretudo com medidas de prevenção e o tratamento dos doentes?

Assim, o tratamento dos indivíduos infestados assume uma importância

fundamental, pois a eliminação dos vermes adultos, através de medicamentos

específicos, interfere diretamente no ciclo biológico do parasita, uma vez que esta

ação contribui para evitar que muitos ovos continuem sendo eliminados no

ambiente e contaminem outros indivíduos.

ENTÃO, COMO PODEMOS EVITAR ESSA DOENÇA?

Segundo Neves (2005, p. 259), algumas medidas têm de ser tomadas para o

controle desta e de outras helmintíases intestinais como: a construção de redes de

esgoto ou fossas sépticas com tratamento das fezes humana; a oferta de água

tratada para a população; tratamento dos doentes infestados, adoção de hábitos de

higiene pessoal e alimentar e conhecimentos específicos sobre o ciclo de vida e a

transmissão do parasita.

Outras medidas devem ser praticadas diariamente como:

Lavar bem as mãos com frequência, antes e depois de manipular os

alimentos e ao usar o sanitário;

Manter as unhas aparadas e limpas evitando colocar as mãos sujas na boca;

Beber somente água filtrada ou fervida previamente, caso não tenha

disponível água tratada;

Evacuar somente em sanitários ligados à rede de esgoto ou em fossas

sépticas;

Higienizar corretamente as frutas, verduras e legumes antes de prepará-los

para o consumo;

Proteger os alimentos de moscas e baratas, pois esses insetos podem

contaminar os alimentos com os ovos do parasita;

Não permitir que as crianças brinquem em terrenos baldios que contenha

lixos, matéria orgânica em decomposição ou água poluída.

Page 17: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

16

ATIVIDADE 03: O ciclo biológico do Ascaris lumbricoides

O objetivo dessa atividade é compreender as etapas que compõem o ciclo de vida do Ascaris lumbricoides e os mecanismos de transmissão e propagação desse parasita para espécie humana.

Metodologia: no primeiro momento, através da explanação oral, será feita a análise e interpretação dos elementos gráficos presentes na figura 03. Na sequência será realizada uma discussão para sistematizar as ideias dos alunos aos conhecimentos científicos e refletir sobre as questões que foram propostas como atividades.

Duração: 03 horas-aulas.

Sugestão: para facilitar a realização dessa atividade, o professor poderá utilizar

os recursos didáticos e tecnológicos como o projetor e a TV multimídia para a apresentação de slides e os mapas do ciclo biológico dos helmintos disponíveis na escola. O uso de imagens e esquemas são estratégias que possibilitam uma maior compreensão de conceitos científicos pelos estudantes.

Figura: 03 Esquema do ciclo biológico do nematoide Ascaris lumbricoides.

Fonte: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.

gov.br/modules/galeria/uploads/3/137ascaridiase1.jpg> acesso em: 12 set. 2014.

Page 18: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

17

1. Ao analisar a figura, que representa o ciclo de vida do Ascaris lumbricoides, em

sua opinião, quais as medidas que devem ser tomadas para evitar a contaminação e

a propagação dessa verminose?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

2. Reflita e descreva situações encontradas em sua comunidade e no seu cotidiano

que oferecem risco de contaminação por essa verminose:

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

SUGESTÃO PARA PESQUISA: professor incentive os alunos a criarem um

glossário ao final de cada unidade didática para ampliar os conhecimentos dos

termos científicos que são utilizados neste material pedagógico. Para executar

essa atividade, sugere-se que durante a leitura dos textos, os alunos selecionem os

termos ou palavras cujos significados são desconhecidos. Posteriormente

pesquisem em dicionários, livros didáticos ou na internet.

AGORA PENSE E RESPONDA!

Page 19: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

18

ATIVIDADE 04: Preencha o esquema que apresenta de forma sintetizada as

fases do ciclo de vida do parasita Ascaris lumbricoide. O objetivo é compreender

que, ao interromper o processo reprodutivo do parasita, que necessita do ser

humano como hospedeiro, os alunos reflitam sobre as medidas de prevenção dessa

verminose.

Metodologia: Inicialmente será realizada análise e interpretação dos dados

apresentados. Na sequência, os alunos serão mobilizados a refletirem sobre o

aprendizado da questão anterior para o preenchimento do esquema.

Duração: 01 hora-aula.

Ovos do parasita tornam-se embrionados no solo.

Ovos embrionados contaminam a água e os alimentos

Hospedeiro aloja as formas adultas dos vermes no intestino

Ovos dos parasitas são dispersos no meio ambiente com as fezes.

Page 20: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

19

ATIVIDADE 05: O objetivo desta atividade é ampliar os conhecimentos sobre

os conceitos que são utilizados no estudo das parasitoses helmínticas. Metodologia: Através da leitura dos textos informativos os alunos realizarão uma pesquisa para resolverem a atividade. Duração: 01 hora-aula.

HORIZONTAL 05. Ser vivo que alberga um parasita intestinal na fase adulta. 08. Nome popular do Ascaris lumbricoides. VERTICAL 01. Órgão do corpo humano onde se aloja o Ascaris na fase adulta. 02. Sintoma mais comum em crianças acometidas pela ascaridíase. 03. A forma do corpo dos vermes pertencentes ao grupo dos nematódeos. 04. Parasita que se contrai andando descalço em solos contaminados. 06. Manifestação clínica grave causada no intestino pelos Ascaris. 07. Tipo da água própria para o consumo humano e isenta de ovos de vermes.

Page 21: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

20

2.2 ANCILOSTOMOSE

É uma verminose que pode ser causada por duas espécies de nematódeos

denominados de Ancylostoma duodenale e Necator americanus. Esses vermes

medem entre 1 a 1,5 cm de comprimento, e quando infestam o homem causam

uma parasitose conhecida popularmente por amarelão ou opilação.

Possuem como características comuns, uma cutícula quitinosa que reveste o

corpo e a boca é bem desenvolvida, dotada de dentículos traumatizantes utilizados

pelos vermes adultos, para rasparem a mucosa intestinal quando se alimentam de

sangue.

No ciclo biológico dos ancilostomídeos, não existe hospedeiro

intermediário, pois as formas adultas desses vermes são encontradas no intestino

delgado do indivíduo parasitado. Após a cópula, os ovos postos pelas fêmeas são

eliminados com as fezes da pessoa parasitada. Se as fezes do hospedeiro forem

depositadas no solo, os ovos eclodem e liberam larvas filamentosas que passam a

viver durante certo período no solo úmido. Em condições ambientais favoráveis, as

larvas tornam-se infectantes, capazes de penetrar ativamente pela pele do

hospedeiro, podendo infectar facilmente pessoas que andam descalças, como

trabalhadores rurais ou crianças que brincam em solos contaminados.

As larvas entram na corrente sanguínea e chegam aos pulmões, onde

perfuram os alvéolos pulmonares podendo causar hemorragia e pneumonite. A

seguir, as larvas sobem pela traqueia e passam para a faringe, sendo engolidas.

Assim, chegam ao intestino, onde se estabelecem definitivamente reiniciando

novamente o ciclo após atingirem a maturidade sexual.

Portanto, pode-se afirmar que o ciclo biológico do ancilóstomo envolve duas

fases distintas: a primeira, em que os vermes na fase adulta parasitam o hospedeiro

onde se reproduzem e outra, compreendida pela fase larval que se desenvolve no

solo.

Para a compreensão do ciclo de vida desse parasita, sugere-se que seja feita

a análise e a interpretação dos elementos gráficos da figura 04.

Page 22: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

21

Figura 04. Representação do ciclo biológico do Ancylostoma duodenale.

Fonte:www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.gov.br/

modules/galeria/detalhe.php?foto=2029&evento=3#menu-galeria> acesso em: 12 set. 2014.

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DESSA DOENÇA?

A Ancilostomose é uma parasitose intestinal que em caso de infecções

leves pode não apresentar sintomas. Porém em infecções maciças, os vermes

causam lesões na parede intestinal devido à espoliação sanguínea que exercem

provocando hemorragias, podendo evoluir para um quadro de anemia progressiva

tornando o indivíduo fraco, pálido e desanimado, incapacitado para desenvolver

atividades que são importantes para a sua qualidade de vida.

Em crianças infestadas por muitos parasitas, pode ocorrer anemia e retardo

no desenvolvimento físico e mental dificultando a aprendizagem, caracterizando

assim, o baixo rendimento escolar.

Estes sintomas, característicos da Ancilostomose, eram típicos do trabalhador

rural que vivia em regiões pobres do Brasil e foi muito bem retratado pelo escritor

Monteiro Lobato em seu famoso personagem Jeca Tatu. A doença predomina nas

áreas rurais, estando associadas às regiões sem saneamento básico onde as

pessoas costumam defecar no solo e andar descalças.

Page 23: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

22

SUGESTÃO PARA PESQUISA: Incentive os alunos que desenvolvam uma

pesquisa para saber mais sobre a obra escrita por Monteiro Lobato e a história de

Jeca Tatu. Procure saber qual foi à relação entre a situação vivenciada pelo

personagem e os problemas sociais da época apontados pelo escritor. Promova

uma discussão com os alunos e apresente os resultados da pesquisa para a classe.

COMO PODEMOS PREVINIR A ANCILOSTOMOSE?

Assim como em outras parasitoses, a prevenção da ancilostomose consiste

na construção e uso de instalações sanitárias adequadas, para evitar que os ovos

do parasita se espalhem e contaminem o solo. Outra providência importante é o uso

de calçados para impedir a penetração de larvas infectantes através da pele dos

pés, sendo essa, a forma mais comum de infestação pelas larvas dos

ancilostomídeos.

O diagnóstico e tratamento dos doentes através de medicamentos específicos

é outra medida importante para a prevenção e controle dessa parasitose.

No seu cotidiano, quais as ações que podem ser praticadas para interromper o ciclo

biológico deste parasita e evitar uma possível contaminação?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

AGORA PENSE E RESPONDA

Page 24: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

23

ATIVIDADE 06: Esta atividade tem por objetivo avaliar e ampliar

os conhecimentos dos alunos sobre a Ancilostomose.

Metodologia: será baseada na leitura e pesquisa nos textos

informativos para a resolução da atividade proposta.

Duração: 01 hora-aula.

Horizontal

04. Alimento extraído dos hospedeiros pelos ancilostomídeos.

05. Como é conhecida popularmente a Ancilostomose.

06. Formas infectantes dos ancilostomídeos presentes em solos contaminados.

07. Helminto parasita causador da ancilostomíase humana.

Vertical

01. Sintoma mais comum verificado em pessoas parasitadas pelos ancilóstomas.

02. Uma das principais medidas profiláticas para se evitar a ancilostomose.

03. Personagem criado por Monteiro Lobato que sofria os males da ancilostomose.

Page 25: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

24

ATIVIDADE: 07 O esquema representa em síntese as etapas que compõem o

ciclo de vida do parasita Ancylostoma duodenale. O objetivo da atividade é avaliar

os conhecimentos dos alunos através da análise e interpretação dos dados

fornecidos, ordenando-os de modo que o esquema seja preenchido corretamente.

Metodologia: inicialmente será feita a análise e interpretação dos dados

apresentados na atividade. Na sequência, os alunos serão mobilizados a refletirem

sobre seus conhecimentos para a realização da atividade.

Duração: 01 hora-aula.

Ovos do parasita tornam-se embrionados no solo.

As larvas eclodem dos ovos e tornam-se infectantes.

Hospedeiro aloja as formas adultas dos vermes no intestino.

Ovos dos parasitas são dispersos com as fezes e contaminam o solo.

Page 26: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

25

2.3 ENTEROBIOSE

A Enterobiose é uma verminose causada pelo nematoide Enterobius

vermicularis, conhecido popularmente como oxiúro. O macho dessa espécie mede

5mm de comprimento e a fêmea cerca de 1cm. Estes vermes apresentam cor

branca, e vivem no ceco e apêndice do intestino grosso de indivíduos parasitados.

Segundo Neves (2005, p. 285), “essa verminose apresenta ampla distribuição

geográfica e mundial, sendo mais incidente nas regiões de clima temperado, e muito

comum em crianças de 5 a 15 anos em idade escolar”.

No ciclo biológico desse parasita, as fêmeas quando são fecundadas migram,

frequentemente à noite, para a região perianal do indivíduo parasitado, onde

depositam grandes quantidades de ovos. A irritação e o prurido anal causado por

essas migrações leva a pessoa a se coçar intensamente, contaminando as unhas e

as mãos com os ovos do oxiúro.

Dessa forma, as mãos passam a ser o principal veículo de transmissão dos

ovos do parasita causando a reinfecção principalmente em crianças pela falta de

higiene que possuem.

As pessoas que convivem com indivíduos parasitados, como por exemplo, em

creches, escolas, orfanatos ou na mesma residência podem se contaminar inalando

poeira ou ingerindo água e alimentos contaminados com os ovos do parasita. Os

ovos de oxiúros se espalham facilmente nestes ambientes e permanecem

infectantes entre uma a duas semanas podendo contaminar outros indivíduos.

COMO É A PROFILAXIA DESTA HELMINTÍASE?

Assim como em outras verminoses transmitidas através de matéria fecal, a profilaxia dessa parasitose consiste em:

Tratar com medicamentos específicos os indivíduos infectados pelo parasita;

Adotar medidas de higiene pessoal para manter as mãos e unhas limpas;

Lavar bem as mãos antes das refeições e após o uso do sanitário;

Trocar e lavar diariamente as roupas íntimas e os lençóis de cama dos

indivíduos infestados para evitar uma possível reinfecção;

Manter as instalações residenciais e sanitárias sempre limpas.

O esquema da figura 05 apresenta as fases do ciclo de vida do nematódeo oxiúro.

Page 27: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

26

Figura 05. Esquema do ciclo biológico do Enterobius vermicularis.

Fonte:www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.

gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=2029&evento=3> acesso em: 12 set. 2014.

Quais as ações que devem ser praticadas para interromper o ciclo biológico do

oxiúro e evitar a propagação dessa parasitose?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

AGORA PENSE E RESPONDA

Page 28: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

27

DESAFIO: encontre no caça-palavras, os termos relacionadas aos cuidados

básicos que devemos ter para evitar as parasitoses intestinais e outras doenças:

lavar bem as mãos antes das refeições e após ter usado o banheiro; manter as

unhas sempre limpas e aparadas; lavar bem as frutas, verduras e legumes

antes de prepará-los para o consumo; beber somente água filtrada ou fervida e

andar sempre calçado evitando pisar em solos contaminados com matéria fecal.

Duração: 01 hora-aula.

r t h t m w s q v c u n j b c a b j y

y o p d r x z t u p h j c a b x n r s

l m v m k c h z a o r s v p c q t s d

x s f i l t r a d a t r s a ç z g n h

n r s t u v x y r s v l w r a p c h e

z m w a p r e n w a p d i a m e o y m

w i o p q w i o l p z t m d z n d o n

d e h w z v x i e m l t v a l z a l b

r s i j u t a r s i o i w s x y ç x g

b a n m v c o s t l p s t j v x l n s

a t r ã j x a e q ç x z a o t m a z o

g r m o x h z o i w ç q p a c ç c e t

s e m s n b e s a t u r f ç i m q z r

h j o u d h z g v p k ç q m v z r t s

e p u l k ç n w o r s p v w b t m z v

f ç c a o r s p q x z n t v z w b q k

h q r s m j b v k t l x o w e ç x a u

ATIVIDADE: 08 Vamos praticar Higiene?

Page 29: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

28

2.4 TENÍASE E CISTICERCOSE

A Teníase é uma verminose humana que pode ser causada por duas

espécies de vermes pertencentes ao grupo dos Platelmintos: a Taenia solium e a

Taenia saginata.

As tênias são parasitas intestinais conhecidas popularmente como solitárias,

pois geralmente é encontrado um único verme parasitando o homem que é o

hospedeiro definitivo dessas espécies.

Durante o ciclo de vida, estes parasitas passam por um estágio larval

denominado de cisticercos, que se desenvolvem na musculatura de animais

domésticos como o porco e o boi que são considerados os hospedeiros

intermediários dos parasitas.

A fase larval ou cisticerco da Taenia solium se desenvolve e ocorre na

musculatura do porco enquanto que o cisticerco da Taenia saginata se desenvolve

na musculatura dos bovinos.

Segundo Neves (2005, p. 235) essa parasitose “tem larga distribuição em

nosso país, devido às precárias condições de higiene de grande parte da população,

métodos de criação extensiva dos animais e hábitos de ingestão de carne pouco

cozida ou assada”.

As tênias pertencem ao grupo dos Platelmintos e apresentam como

características morfológicas o corpo achatado, em forma de uma fita, constituído por

inúmeros segmentos denominados de proglotes. A extremidade anterior é formada

por uma pequena dilatação denominada de escólex, onde se encontram os acúleos

ou ventosas, estruturas que fixam o verme na parede do intestino delgado do

hospedeiro. A extremidade posterior é constituída pelas proglotes maduras e

grávidas que contém em seu interior milhares de ovos do parasita prontos para

serem liberados no meio ambiente. Tanto na fase larval como na fase adulta, as

tênias podem infestar o homem, causando-lhe doença.

Page 30: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

29

Figura 06. Aspecto morfológico da Taenia solium.

Fonte:www.diaadiaeducacao.pr.gov.br.Disponívelem:<http://www.biologia.seed.pr.gov.br/ modules/galeria/detalhe.php?foto=711&evento=4#menu-galeria> acesso em: 12 set. 2014.

COMO O HOMEM ADQUIRE TENÍASE OU CISTICERCOSE?

O homem adquire teníase quando ingere carne bovina ou suína crua ou mal

cozida que contenha os cisticercos, larvas das tênias, que normalmente infestam a

musculatura do porco ou do boi. Nesse caso, o homem passa a ser o hospedeiro

definitivo, pois desenvolve e alberga em seu intestino, a forma adulta do parasita

que é a tênia. A infestação por este parasita só é percebida às vezes pela pessoa

quando elimina espontaneamente as proglotes do verme pelas fezes.

A cisticercose humana é adquirida pela ingestão acidental de ovos viáveis

da Taenia solium através da água ou alimentos contaminados e mal higienizados.

No organismo humano, os ovos eclodem e originam as oncosferas, e

posteriormente se desenvolvem em cisticercos, encistando-se em qualquer tecido

mole ou órgão do corpo humano como a pele, músculos, olhos e o cérebro. Assim, o

estágio larval que se processa geralmente no porco, pode ocorrer também no

homem que acaba desenvolvendo a doença.

Page 31: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

30

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DA TENÍASE E DA CISTICERCOSE?

Segundo Neves (2005, p. 233), devido ao longo período em que uma tênia

pode parasitar o hospedeiro, e em decorrência da competição por nutrientes,

surgem sintomas como tonturas, apetite excessivo, emagrecimento e perda de peso,

distúrbios digestivos como enjoo, vômitos, diarreia e dores abdominais.

No entanto, segundo Silva Jr. (2005, p. 223), mais grave do que a teníase é a

cisticercose humana, causada pelos cisticercos que podem se alojar em órgãos ou

tecidos do corpo humano. Quando os cisticercos se alojam no Sistema Nervoso

Central, podem permanecer viáveis por vários anos causando uma manifestação

clínica grave denominada de neurocisticercose que provoca graves problemas

neurológicos com fortes dores de cabeça, convulsões, podendo ser até fatal.

Em decorrência da gravidade da cisticercose, devem-se adotar medidas eficientes

de prevenção que consistem em:

Tratamento das pessoas infestadas por tênias com medicamentos que

exterminem as formas imaturas e os vermes adultos;

Higienizar corretamente as frutas, verduras e legumes para evitar a

contaminação pelos ovos do parasita; tomar água fervida ou filtrada;

Fazer o uso de instalações sanitárias adequadas ligadas à fossa séptica ou

rede de esgoto, para evitar a contaminação do meio ambiente pelas fezes

humana que podem servir de alimento para os porcos;

Evitar a adubação de solos agrícolas ou em hortas com compostos orgânicos

que contenham fezes humana ou de suínos;

Lavar bem as mãos antes do preparo dos alimentos, ao fazer as refeições e

principalmente quando utilizar o sanitário.

Atenção: considerando que a teníase está diretamente condicionada ao hábito de

consumo de carne bovina ou suína, crua ou mal cozida, portanto, deve-se evitar o

consumo de carnes mal passadas provenientes de abatedouros clandestinos ou de

comércio ilegal onde não há fiscalização da vigilância sanitária.

Page 32: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

31

ATIVIDADE 09: ELABORAÇÃO DE UM FOLHETO INFORMATIVO.

Os folhetos têm por objetivos divulgar informações, sobre um tema relevante,

esclarecendo o público-alvo a que se destina de forma clara e objetiva.

Objetivos: ampliar os conhecimentos sobre a temática através da elaboração e

divulgação de material informativo na escola; incentivar a criatividade, o trabalho

coletivo e a socialização dos conhecimentos adquiridos.

Metodologia: Baseando-se nas informações apresentadas no caderno pedagógico

e através de pesquisas em livros ou na Internet, os alunos serão mobilizados a se

organizarem em equipes para produzirem folhetos informativos sobre as principais

verminoses que foram abordadas neste material pedagógico. Deve conter as formas

de transmissão, sinais e sintomas e a profilaxia a ser adotada para evitar uma

possível contaminação por helmintos parasitas. Os alunos serão orientados no

sentido de organizarem suas ideias, contextualizando-as com a sua realidade,

incentivando a criatividade individual e coletiva. O aspecto gráfico da produção deve

conter desenhos ou imagens que retratem a parasitose e a produção textual deve

ser objetiva e adequada ao espaço disponibilizado no folheto.

Duração: 05 horas-aulas

Materiais necessários:

o Lápis preto

o Lápis de cor

o Borracha

o Régua

o Folhas de papel sulfite

o Cartolinas ou papel cartaz

o Caneta esferográfica preta

o Canetas para colorir

o Cola em bastão

o Tesoura

FOLHETO INFORMATIVO

____CRIATIVIDADE______

____OBJETIVIDADE______

______________________

______________________

______________________

______________________

______________________

______________________

______________________

______________________

______________________

_____

Page 33: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

32

ATIVIDADE 10: Objetivo: ampliar os conhecimentos sobre Teníase e cisticercose

Metodologia: leitura, pesquisa e resolução da palavra-cruzada. Duração: 01 hora-aula

Horizontal

02 – Doença grave causada pela infestação de cisticercos no homem.

06 - Espécie de tênia que é transmitida pela ingestão de carne bovina.

07 – Parasitose humana causada pela forma adulta da tênia.

08 – Hospedeiro definitivo no ciclo biológico da Taenia solium e Taenia saginata.

09 – Animal que serve como hospedeiro intermediário da Taenia solium.

Vertical

01 – Anéis que formam o corpo das tênias.

03 – Nome popular das tênias.

04 – Grupo a qual pertencem as tênias.

05 - Forma larval das tênias que infestam a musculatura de animais como o porco.

Page 34: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

33

UNIDADE 03 Higiene Pessoal e Alimentar

Essa unidade aborda questões relevantes sobre a importância da higiene

pessoal e alimentar fazendo uma relação com os princípios básicos de prevenção

das parasitoses intestinais e outras doenças.

O objetivo dessa unidade é desenvolver no educando a conscientização para

mudanças de “atitudes do seu cotidiano” e que resulte na incorporação de “hábitos

mais saudáveis” necessários para a profilaxia das helmintíases e outras doenças.

Metodologia: no primeiro momento será realizada a leitura e discussão dos textos,

visando esclarecer os educandos sobre os cuidados necessários com a higienização

dos alimentos antes de prepará-los para o consumo. Posteriormente será realizada

uma atividade prática no laboratório de ciências, para demonstrar os procedimentos

corretos de lavagem e desinfecção das variedades de hortaliças, frutas e legumes.

Para finalizar esta atividade, será aberta uma discussão sobre a importância da

higiene pessoal para a prevenção de doenças. Na ocasião será exibido um vídeo

educativo sobre o tema destacando a relação existente entre as parasitoses

intestinais e a falta de higiene pessoal e alimentar.

Para a conclusão das atividades do projeto será ministrada uma palestra com um

profissional da área de saúde para socializar novos conhecimentos, esclarecer

dúvidas e promover ações educativas e preventivas. Na ocasião serão socializados

os trabalhos desenvolvidos pelos alunos em âmbito escolar.

3.1 A importância da higienização dos alimentos

Sabe-se que muitos agentes infecciosos de doenças, como os vírus, bactérias

e protozoários, ou ainda, as formas infectantes de parasitas intestinais, como larvas,

ovos ou cistos, podem ser facilmente veiculados através dos alimentos que são

consumidos crus. As verduras e legumes que se desenvolvem em contato com o

solo e muitas vezes são irrigados com água de córregos, nascentes ou rios

contaminados com resíduos fecais oferecem risco à nossa saúde. Os ovos dos

vermes são microscópicos e se aderem com facilidade nas folhas e talos das

hortaliças e nas cascas das frutas sendo propagados com facilidade.

Mesmo as verduras, frutas ou legumes, adquiridos em feiras ou mercados,

que possuem uma aparência limpa e saudável, devem ser lavados e higienizados

Page 35: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

34

corretamente. Esses procedimentos são necessários para tornar o consumo destes

alimentos mais seguro e devem ser incorporados em nossa prática diária.

Figura 07. Aspecto do fruto do Tomateiro.

Fonte: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em:<http://www.ciencias.seed.pr.gov.br/

modules/galeria/detalhe.php?foto=700&evento=2#menu-galeria> acesso em: 20 out. 2014.

ATIVIDADE 11: APRENDENDO A HIGIENIZAR OS ALIMENTOS.

Esta atividade prática pode ser realizada no laboratório de ciências e têm por objetivo demonstrar aos alunos os procedimentos corretos para a higienização dos alimentos antes de prepará-los para o consumo, ressaltando a importância dessa prática, na prevenção das parasitoses intestinais e outras doenças bacterianas,

contribuindo assim, para a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis.

Metodologia: no primeiro momento será exposto o objetivo da atividade e a seguir

será feita a leitura do texto informativo e dos procedimentos necessários para realizar a atividade. No segundo momento, sob a orientação do professor e a colaboração de um aluno voluntário, serão realizados os procedimentos da prática esclarecendo as dúvidas e informações necessárias para a execução da atividade. Para concluir a atividade será exibido um vídeo sobre o assunto.

Duração: 04 horas-aulas.

Page 36: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

35

Figura 08. Variedades de frutos e hortaliças que devem ser higienizados antes do consumo.

Fonte: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br Disponível em: <http://www.ciencias.seed.pr.gov.br/

modules/galeria/detalhes.php?foto=1842&evento=7#menu-galeria> Acesso em: 20 out. 2014.

1. Materiais necessários para esta prática:

a) solução de hipoclorito de sódio a 2,5%, adquirido em feira ou supermercado;

b) recipiente com capacidade de 1 litro para fazer a solução de hipoclorito de sódio;

c) bacias plásticas ou recipientes similares;

d) escova própria para a higienização de frutas e legumes;

e) variedades de hortaliças, frutas e legumes para fazer a demonstração da prática.

ENTÃO, COMO DEVE SER FEITA A

HIGIENIZAÇÃO CORRETA DOS

ALIMENTOS?

Page 37: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

36

2. Procedimentos para a lavagem e desinfecção

Os frutos que geralmente são consumidos com a casca devem ser lavados

em água corrente utilizando uma escova de cerdas macia. Em seguida, devem ficar

mergulhados em solução de hipoclorito de sódio a 2,5% no mínimo 30 minutos antes

do consumo. Os tubérculos e raízes, antes do preparo, devem ser lavados com uma

escova em água corrente, para retirar detritos ou resíduos de solo que possam

oferecer riscos de contaminação.

SUGESTÃO DE VÍDEO Para se aprofundar mais sobre o assunto,

sugere-se a exibição de um vídeo que demonstra os procedimentos necessários

para a higienização correta de alimentos que são consumidos crus. O vídeo pode

ser acessado no seguinte site:

Título: Aprenda a higienizar frutas e verduras.

Fonte: Youtube – Ano de publicação: 2011; duração: 4 minutos.

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=n7h9CNhxfQc>

Acesso em: 20 set. 2014.

1ª ETAPA: A LAVAGEM das hortaliças e legumes deve ser feita em água

corrente e tratada, em toda a extensão das folhas e talos, observando

minunciosamente se foram retirados todos os vestígios de terra ou outros

resíduos que possam ser veículos de contaminação. As folhas amareladas ou

danificadas devem ser descartadas.

2ª ETAPA: A DESINFECÇÃO: após a lavagem, deve ser preparada uma

solução com 10 ml de hipoclorito de sódio a 2,5% (15 gotas), em um litro de

água e deixar as frutas, verduras e legumes nesta solução pelo menos 30

minutos para que sejam eliminados microrganismos patogênicos e formas

infectantes de parasitas intestinais. Posteriormente ao processo de

desinfecção deve ser feita uma nova lavagem em água corrente para que os

alimentos possam ser preparados para o consumo.

Page 38: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

37

3.2 A HIGIENE PESSOAL NA PREVENÇÃO DAS PARASITOSES.

Sabe-se que as parasitoses intestinais e outras doenças tem relação direta

com práticas inadequadas de higiene pessoal, tanto a nível individual quanto

coletivo. Assim, certas ações do cotidiano como a falta de higiene com as mãos e as

unhas podem contribuir para a contaminação dos alimentos e objetos, transportando

para dentro do organismo, agentes infecciosos como vírus, bactérias, protozoários

ou ovos de vermes, que aumentam as chances do indivíduo contrair várias doenças

como as parasitoses intestinais.

Portanto, uma das questões relacionada à prevenção das verminoses e

outras doenças, diz respeito a nossa prática diária de higiene pessoal.

O conceito de Higiene está relacionado ao conjunto de hábitos diários

adotados por uma pessoa que contribuem para a manutenção de sua saúde, asseio

corporal e o bem estar, evitando a contaminação e transmissão de doenças.

Segundo Silva Jr. (2005, p. 227), “um grande número de doenças parasitárias

pode ser evitado com a adoção de medidas de profilaxia, às vezes relativamente

simples, em nossa prática cotidiana”, como lavar bem as mão com frequência.

Neste sentido, pense e reflita sobre suas atitudes no cotidiano:

VOCÊ SE PREOCUPA

COM A SUA HIGIENE

PESSOAL?

QUE HÁBITOS DE HIGIENE

FAZEM PARTE DE UMA VIDA

SAUDÁVEL?

QUE HÁBITOS DE HIGIENE

PESSOAL DEVEM SER

PRATICADOS

DIARIAMENTE?

QUAIS HÁBITOS DEVEM

SE REPETIR VÁRIAS

VEZES AO DIA?

Page 39: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

38

Figura 09. Dicas para promover uma vida saudável.

Fonte: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br. Disponível em: <http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/

modules/galeria/detalhes.php?foto=244&evento=5#menu-galeriafamilia> Acesso em: 20 out. 2014.

A higiene pessoal consiste numa série de medidas que devem ser praticadas

diariamente por uma pessoa, visando criar hábitos saudáveis para a prevenção de

doenças e a manutenção da saúde pessoal e coletiva. Entre os quais se destacam:

o Lavar bem as mãos com água corrente e sabão sempre que usar o sanitário,

antes de preparar os alimentos e principalmente antes das refeições;

o Manter as unhas sempre limpas e aparadas evitando acúmulos de sujeira;

o Evitar o hábito de roer as unhas ou colocar as mãos na boca, pois essa

prática favorece a contaminação por agentes infecciosos;

ATENÇÃO!! SE LIGUEM NESTAS DICAS

Page 40: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

39

o Tomar banho diariamente, trocar as roupas usadas, secar bem os cabelos, a

pele e os pés;

o Andar sempre calçado, evitando pisar em solos que ofereçam algum risco de

contaminação por larvas de parasitas;

o Manter os sapatos sempre limpos, pois eles podem transportar as formas

infectantes de diversos parasitas para o interior de sua residência;

o Usar sempre o sanitário, evitando evacuar diretamente no solo, pois essa

ação evita que as fezes humana contamine o ambiente e favoreça a

propagação e transmissão de doenças parasitárias;

PARA SABER MAIS: O tratamento das pessoas infestadas por helmintos é

feito com a indicação médica de exames laboratoriais e o uso de medicamentos

específicos que exterminam as formas imaturas e os vermes adultos.

Portanto, é fundamental que a profilaxia das helmintíases, não inclua somente o

tratamento dos indivíduos parasitados. É necessário eliminar o risco de uma nova

reinfestação e para isso é necessário realizar serviços públicos de saneamento

ambiental e educação preventiva da população.

Sabe-se que, entre os vários fatores que contribuem para a disseminação das

verminoses citam-se, as condições climáticas favoráveis e a grande quantidade de

ovos eliminados pelos vermes, com as fezes das pessoas infestadas, que acabam

poluindo e contaminando o solo e as fontes de água, açudes, rios e nascentes.

Desse modo, o fornecimento de serviços de saneamento básico para toda

população e a educação sanitária e ambiental são medidas essenciais que

contribuem para a interrupção dos ciclos biológicos dos parasitas controlando a

propagação dessas doenças, contribuindo de forma significativa, para a saúde de

toda população.

Page 41: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

40

ATIVIDADE: 12 PALESTRA: SOCIALIZANDO OS CONHECIMENTOS.

Duração: 04 horas-aulas.

A palestra será ministrada por um profissional da área de saúde e serão abordados

assuntos relacionados à promoção da saúde humana, dando ênfase aos aspectos

preventivos das parasitoses intestinais de maior ocorrência no município.

Os objetivos dessa atividade é socializar os conhecimentos sobre o tema, que é

objeto de estudo e pesquisa pelos educandos, e promover momentos de interação

entre o palestrante e os alunos visando à troca de informações, a capacidade de

emitir opiniões e argumentações sobre os assuntos abordados.

Metodologia: no primeiro momento, o palestrante fará uma explanação oral

abordando assuntos relacionados às questões de saúde como os aspectos

preventivos das verminoses; os índices e os casos de parasitoses que são

frequentemente diagnosticados no Brasil e no município; os fatores relacionados à

incidência e prevalência das doenças, entre outros.

No segundo momento será oportunizada a participação dos educandos numa

discussão coletiva sobre os assuntos abordados durante a palestra, visando

questionamentos, trocas de informações e esclarecimentos sobre dúvidas que

possam surgir.

Para a realização dessa atividade serão utilizados recursos didáticos e tecnológicos

como o datashow e o computador para a apresentação de slides proporcionando

assim a divulgação das informações de forma mais dinâmica.

Para a conclusão das atividades do projeto, serão socializados no ambiente escolar

os trabalhos e as pesquisas desenvolvidas pelos alunos através de uma exposição

organizada num mural. Serão expostos as produções textuais, os cartazes e os

folders elaborados pelos alunos com objetivos de disseminar informações relevantes

sobre a profilaxia das helmintíases.

Page 42: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

41

ATIVIDADE: 13 APRENDENDO COM VÍDEOS

A utilização de vídeos durante as aulas de Ciências é uma estratégia que permite

abordar um tema mais detalhadamente, pois envolvem simultaneamente dois

aspectos importantes no processo de ensino e aprendizagem: o som e a imagem.

Objetivos: Aprofundar os conhecimentos através do som e de imagens contribuindo

para que a aprendizagem do tema torne-se mais dinâmica e atrativa para os

educandos.

Metodologia: exibição dos vídeos; discussão e contextualização com os conteúdos

abordados.

Duração: 02 horas-aulas.

SUGESTÕES DE VÍDEOS EDUCATIVOS SOBRE O TEMA

1º) Vídeo: Título: “Super sabão contra as parasitoses”.

Conteúdos relacionados: ciclo biológico dos principais helmintos parasitas do

homem; relação entre a higiene pessoal e alimentar e formas de prevenção.

Fonte: Youtube – Ano de publicação: 2012 - duração: 10min: 57s.

Gênero: educativo.

Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=H1NO1VPRsEM>

Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=BFZ2Re6FvGA>

Acesso em: 20 set. 2014.

2º) Vídeo: Reportagem exibida no programa Bem Estar da

rede globo em 15/09/13.

Conteúdos relacionados: ciclo biológico da Taenia solium e Taenia saginata;

profilaxia da teníase e cisticercose.

Fonte: Youtube – Ano de publicação: 2013 - Duração: 7 min: 52s.

Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=jy7GrNaGDuY>.

Acesso em: 20 set. 2014.

3º) Vídeo: título– Saúde Ciências.

Conteúdos relacionados: prevenção da teníase e cisticercose.

Fonte: Youtube – Ano de publicação: 2013; duração: 10 min: 52s.

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=0BMd1dr5Uu0>

Acesso em: 20 set. 2014.

Page 43: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

42

ATIVIDADE 14: Avaliando os conhecimentos adquiridos.

Descrição: O objetivo desta atividade é avaliar e socializar coletivamente os

conhecimentos adquiridos pelos educandos durante a implementação das ações do

projeto na escola.

Metodologia: no primeiro momento, será distribuído para cada aluno um

questionário impresso e serão repassadas as orientações necessárias para que os

educandos possam refletir e responder as questões propostas. Posteriormente

serão analisados os dados da pesquisa e oportunizado uma discussão coletiva onde

cada educando socializará com os colegas da classe o seu aprendizado, adquirido

durante a sua participação nas atividades do projeto. Esses dados serão utilizados

para compor os resultados do trabalho final do professor PDE.

Duração: 02 horas-aulas.

QUESTIONÁRIO: Pós-teste.

01. Você sabe o que são verminoses?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

02. Já teve alguma verminose na infância?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

03. Comente sobre as formas de transmissão das verminoses?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

04. Em sua opinião, quais as medidas que devem ser praticadas para prevenir as

verminoses?_________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

Page 44: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

43

05. Quanto aos aspectos preventivos, que hábitos de higiene pessoal fazem parte

de uma vida saudável?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

06. Que hábitos saudáveis serão incorporados por você diariamente?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

07. O que você entende por saneamento básico e qual é a sua importância para a

população?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

08. Na sua comunidade, há o fornecimento de água tratada e rede de esgoto para

os moradores?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

09. Qual é a origem e os cuidados que você tem com a água que usa para beber?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

10. Quais os cuidados necessários que você toma durante a preparação e o

consumo de alimentos crus como as frutas, verduras e legumes?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

11. Qual é o destino do esgoto sanitário de sua residência?

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

Page 45: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

44

REFERÊNCIAS

BARROS, Raphael T. de V.(Org.). Manual de saneamento e proteção ambiental

para os municípios: Saneamento. Belo Horizonte, UFMG, 1995, 221p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Doenças infecciosas e parasitárias: guia de bolso.

8 ed. rev. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 448p.

CANTO, Eduardo Leite do. Ciências Naturais: aprendendo com o cotidiano. 3 ed.

São Paulo: Moderna, 2009.

FREI, Fernando e outros. Levantamento epidemiológico das parasitoses

intestinais: viés analítico decorrente do tratamento profilático. Cadernos de

Saúde Pública. Rio de Janeiro, n.24, v.12, dez. 2008. p.2918. Disponível em:

www.scielosp.org/pdf/csp/v24n12/21.pdf Acesso em: 20 set. 2014.

LOPES, A. O. Planejamento do ensino numa perspectiva crítica da educação. In:

Repensando a didática. 5 ed. Campinas, SP: Papirus, 1991.

NEVES, Davi Pereira. Parasitologia humana. 11 ed. São Paulo: Editora Atheneu,

2005.

PARANÁ, SEED. Diretrizes Curriculares da Educação Básica: Ciências. Curitiba,

2008.

PESSÔA, Samuel Barnsley; MARTINS, Amílcar Vianna. Pessôa parasitologia

médica. 11 ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1982.

REY, Luiz. Parasitologia. 2 ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1991.

SÃO PAULO. Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria Municipal de Saúde:

Coordenação de Vigilância em Saúde. Manual das Boas Práticas de Manipulação

dos Alimentos. São Paulo: Unirepro, 2006 Disponível

em:http://ww2.prefeitura.sp.gov.br//arquivos/secretarias/saude/vigilanciasaude/alime

ntos/0001/Manual_Alimentos_Seguros.pdf Acesso em: 20 set.2014.

SILVA JR., César da; SASSON, Sezar. Biologia. 8 ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

Page 46: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

45

APÊNDICE A – RESPOSTAS DO CAÇA-PALAVRAS.

ATIVIDADE 02 – Caça-palavras: nome popular dos helmintos parasitas.

DESAFIO: encontre no caça-palavras o nome popular de cinco helmintos parasitas

da espécie humana: solitária, lombriga, oxiúro, ancilóstoma e filária e duas características morfológicas presentes no corpo dos nematoides: forma cilíndrica e afilada nas extremidades.

a t h t m w s q v c u n j b c a b h j

y o p d r x z t u p h j c a b x n m d

l m v m k c h z a o r s v x c q a n e

x s o l i t a r i a c t r s u ç f q r

n r s t u v x y r o v l w q a p i s t

z m w a p r c n a z p d i u n e l t z

w i o p q w i o l x z t m d c n a o y

d e h a z v x k i q l t v x i z d b p

r s i g u t a r f p o i w e l y a r d

b a n i v c o w t l p o t j o x g b s

a t g r j x u e q ç r z a o s m x v a

g r m b x b z o l ú ç q p a t ç w c r

s e f m n b e t i h q l f ç o m c h i

h j r o n e p x v p k ç q k m z r x j

e p u l k ç o w o r s p v w a t m p o

f ç c i l i n d r i c a t v z w b s w

h q r s m j b v k t l x o w e ç x w d

d e h a z v x n i q l t v x i z d b g

Page 47: OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE … · Os textos informativos, constantes neste material pedagógico, foram ... o Trichuris trichiura e os ancilostomídeos Necator americanus

46

ATIVIDADE 08 – Caça-palavras: termos relacionados à profilaxia das verminoses.

DESAFIO: encontre no caça-palavras, os termos relacionadas aos cuidados

básicos que devemos ter para evitar as parasitoses intestinais: lavar bem as mãos

antes das refeições e após ter usado o banheiro; manter as unhas sempre

limpas e aparadas; lavar bem as frutas, verduras e legumes antes de

prepará-los para o consumo; beber somente água filtrada ou fervida e andar

sempre calçado evitando pisar em solos contaminados.

Duração: 01 hora-aula.

r t h t m w s q v c u n j b c a b j y

y o p d r x z t u p h j c a b x n r s

l m v m k c h z a o r s v p c q t s d

x s f i l t r a d a t r s a ç z g n h

n r s t u v x y r s v l w r a p c h e

z m w a p r e n w a p d i a m e o y m

w i o p q w i o l p z t m d z n d o n

d e h w z v x i e m l t v a l z a l b

r s i j u t a r s i o i w s x y ç x g

b a n m v c o s t l p s t j v x l n s

a t r ã j x a e q ç x z a o t m a z o

g r m o x h z o i w ç q p a c ç c e t

s e m s n b e s a t u r f ç i m q z r

h j o u d h z g v p k ç q m v z r t s

e p u l k ç n w o r s p v w b t m z v

f ç c a o r s p q x z n t v z w b q k

h q r s m j b v k t l x o w e ç x a u