of 15 /15
12/09/2013 IPEA Compras locais de alimentos para escolas em países africanos, qual a pertinência? PAA África Purchase from Africans for Africa www.paa-africa.org

Paa africa ipea

Embed Size (px)

Text of Paa africa ipea

  • 12/09/2013 IPEA

    Compras locais de alimentos para escolas em pases africanos, qual a pertinncia?

    PAA frica Purchase from Africans for Africawww.paa-africa.org

  • Assistncia alimentar emergencial brasileira

    Contribuies do Brasil ao PMA 2012 8 pas doadorContribuies do Brasil ao PMA 2012 8 pas doadorContribuies do Brasil ao PMA 2012 8 pas doadorContribuies do Brasil ao PMA 2012 8 pas doadorContribuies do Brasil ao PMA 2012 8 pas doador

    Continente Alimentos (Toneladas)Beneficirios (pessoas)*

    Valor produto(USD)**

    Valor Distribuio USD***

    frica 109.859 732.394 55.367,208 64,772,744

    Amrica do Sul 800 5.333 237,380 108,603

    sia 15.527 103.515 9,302,859 5,646,120

    Amrica Central 48.951 326.341 23,429,527 10,785,504

    Total 175.137 1.167.583 88,336,973 81,312,972

    *Estimativa com base em 12,5 kg de cereais/adulto/ms durante um ano.**Valor do produto embarcado para transporte martimo (on board), pago pelo Governo brasileiro dados incompletos.***Valor do transporte dos portos brasileiros aos beneficirios, pago por outros Governos parceiros- dados incompletos.Fonte: Ministrio das Relaes Exteriores do Brasil - CGFOME

    *Estimativa com base em 12,5 kg de cereais/adulto/ms durante um ano.**Valor do produto embarcado para transporte martimo (on board), pago pelo Governo brasileiro dados incompletos.***Valor do transporte dos portos brasileiros aos beneficirios, pago por outros Governos parceiros- dados incompletos.Fonte: Ministrio das Relaes Exteriores do Brasil - CGFOME

    *Estimativa com base em 12,5 kg de cereais/adulto/ms durante um ano.**Valor do produto embarcado para transporte martimo (on board), pago pelo Governo brasileiro dados incompletos.***Valor do transporte dos portos brasileiros aos beneficirios, pago por outros Governos parceiros- dados incompletos.Fonte: Ministrio das Relaes Exteriores do Brasil - CGFOME

    *Estimativa com base em 12,5 kg de cereais/adulto/ms durante um ano.**Valor do produto embarcado para transporte martimo (on board), pago pelo Governo brasileiro dados incompletos.***Valor do transporte dos portos brasileiros aos beneficirios, pago por outros Governos parceiros- dados incompletos.Fonte: Ministrio das Relaes Exteriores do Brasil - CGFOME

    *Estimativa com base em 12,5 kg de cereais/adulto/ms durante um ano.**Valor do produto embarcado para transporte martimo (on board), pago pelo Governo brasileiro dados incompletos.***Valor do transporte dos portos brasileiros aos beneficirios, pago por outros Governos parceiros- dados incompletos.Fonte: Ministrio das Relaes Exteriores do Brasil - CGFOME

  • Programa Mundial de Alimentos - oportunidades para sustentabilidade(PMA 60% da ajuda alimentar mundial em 2012) fonte: WFP

    Programas humanitrios em alimentao escolar podem estabelecer a transio

    para programas governamentais, contribuindo para a institucionalizao de programas de alimentao escolar como

    proteo social.

    A alimentao escolar importante para garantir o acesso a alimentao em emergncias

    socioambientais: desde 2008, 38 pases ampliaram seus programas em resposta crises.

    (crise alimentar 34%, conflitos armados 32%, desastres naturais 21%, financeira 13%)

    Regies Pases Estudantes(milhes) %

    frica 32 10,86 41,9

    sia 13 8,80 34,0

    Amrica Latina e Caribe 7 4,83 18,6

    Oriente M; sia Cent; Europa do Leste 9 1,44 5,5

    Total 61 25,94 100

    PMA total beneficirios 2012 - Mundo

    PMA beneficirios em escolas 2012 mundoPMA beneficirios em escolas 2012 mundo PMA total beneficirios 2012 - fricaPMA total beneficirios 2012 - fricaPMA total beneficirios 2012 - frica

    Milhes (pessoas)

    Milhes(pessoas) %

    Milhes (pessoas) % (total) % (escolas)

    97.2 25.9 26,6 54.2 55,7 20

    Fontes: WFP The Year in Review, 2012; WFP in Africa: 2012 Facts, Figures and Partners; State of School Feeding Worldwide

    Fontes: WFP State of School Feeding Worldwide

  • Assistncia humanitria, governos e compras locais

    - Pequenos agricultores produzem at 80 % do alimento consumido na frica sub

    sahariana.- Governos podem ter um papel direto de incluso dos pequenos agricultores nos

    mercados por meio das compras pblicas.- Adoo de tecnologias para aumento de

    produtividade so adotadas com mais eficincia quando vinculadas ao acesso aos

    mercados.

    Mudanas progressivas no Sistema Humanitrio Internacional:

    PMA : da ajuda alimentar para a assistncia alimentar.

    Perfil de compras do PMA (2012):2.1 milhes de ton USD 1.1 bilho77% das compras em pases em desenvolvimentoFonte: WFP Food Procurement Annual Report

    P4P:Projeto piloto 2008 at 2014: objetivo testar modalidades de compras, a fim de adotar as mais adaptadas para tornarem-se parte do programa regular do PMA.

    20 pases. Diferentes modalidades de compras locais. 189,000 toneladas compradas 814 organizaes, aproximadamente 1 milho de agricultores PAA Africa parceiro em testar modalidades de compras adaptadas alimentao escolar.

  • Porque compras locais para escolas?

    Pases Populao milhesPopulao

    rural %Crescimento %(1990 2010)

    Terras agricultveis (ha/pessoa)

    PIB % valor agricultura

    Etipia 84,70 83 - 0,2 47

    Malaui 15,40 84 1,7 0,2 30,5

    Senegal 12,80 57 2,3 0,3 17,4

    Moambique 23,90 69 2,5 0,2 31,9

    Nger 16,10 82 3.2 1,0 -

    Fontes: The State of Food Insecurity in the World 2012;World Bank - http://databank.worldbank.org;

    Meio rural

  • Porque compras locais para escolas?

    Acesso aos alimentos

    Pases% pop abaixo da linha pobreza (2 USD PPP)

    IDH Desnutrio %

    M nut r i o crnica % pop. < 5 anos

    Benefic ir ios AE (1000)

    Cobertura % Gestores

    Etipia 30,0 0,36 (baixo) 40,2 50,7 681 5 PMA

    Malaui 90,5 0,40 (baixo) 23,1 47,8 790 23PMA,

    Outros

    Senegal 60,4 0,45 (baixo) 20,5 20,1 764 44Governo,

    PMA, Outros

    Moambique 81,8 0,32 (baixo) 39,2 43,7 427 8PMA,

    Outros

    Nger 75,2 0,29 (baixo) 12,6 54,8 168 9Governo,

    PMA

    Fontes: World Bank - http://databank.worldbank.org; WFP State of School Feeding WorldwideThe State of Food Insecurity in the World 2012 http://www.fao.org/publications/sofi/food-security-indicators/en

  • Como desenvolver compras locais?

    Compromisso poltico: Dilogo Brasil-frica (2010): Compromisso assumido pelo governo brasileiro.

    Parcerias: GoB, WFP, FAO e Governos Africanos.

    2 componentes: operacional e conhecimentoOperacional - pilotos adaptados realidade Africana: em parceria com os governos a FAO administra o apoio direto aos agricultores para a produo, e o PMA apoia as atividades de compras e ps-colheita.Conhecimento - Suporte tcnico (consultores internacionais) para avaliar as capacidades nacionais para compras locais; visitas tcnicas e workshops internacionais, avaliao dos pilotos, dilogo poltico com base em evidencias locais, fortalecimento de estratgias nacionais de compras locais.

    Compras locais para alimentao escolar em 5 pases: Etipia, Malaui, Moambique, Nger e Senegal Incio das atividades em Fevereiro/2012

    Fundos (1 fase): US$4,5 milhes (CGFome e DFID), transferidos para FAO e PMA.

  • Modelo de compras locais do PAA frica

  • Fase I conhecimento: resultados

    Pontos em comum:

    Populao rural, entre 60 a 84 %.

    Pequenas e mdias unidades de produo so predominantes e respondem pela

    produo dos alimentos base da alimentao nacional.

    Polticas pblicas favorveis, agricultura e educao so prioridades.

    Potencial produtivo e organizacional a ser aproveitado, alimentao escolar um tema importante no contexto nacional.

    Contexto favorvel de trabalho nas parcerias com a FAO e o PMA.

  • AprendizadosO componente conhecimento indica que a ao do Estado brasileiro para promover programas pblicos de compras locais no continente africano necessita considerar:

    - Processo continuado de cooperao;- Escala de ao compatvel com as necessidades humanitrias no continente africano;- Complementariedade entre doaes de alimentos e compras locais.

    A ao do Estado brasileiro por meio do PAA frica contribui para promover inovaes:

    - Entre Naes Unidas e Governos;- Entre FAO e PMA.- Ajuda alimentar compras locais e vnculo entre ajuda e desenvolvimento.

    Agncias das Naes Unidas

    - Parceiro estratgico para operaes e conhecimento dos atores e realidades de cada pas.

  • Perodo Total

    Fase I Fase IIFase II

    Piloto(2012 - 2013)

    Melhoria das operaes e ampliao das parcerias

    18 meses (2013 - 2014)

    Expanso e consolidao

    42 meses(2015-2018)

    18 meses 5 anos

  • Fase II: orientaes principais

    A principal preocupao garantir a sustentabilidade das compras institucionais locais, com foco em:

    Envolvimento progressivo dos governos: dilogo poltico, desenvolvimento de capacidades institucionais, colaborao

    inter-setorial em politicas pblicas, consolidao de instrumentos legais, participao oramentria.

    Participao social: definio de organizaes e papel da sociedade civil em cada pas, promoo de espaos de dilogo

    a nvel local e nacional.

    Sistemas produtivos sustentveis: focalizao em pequenos agricultores com potencial de excedente, acesso

    sustentvel a insumos, assistncia tcnica adaptada, apoio ps-colheita, fortalecimento de capacidades organizacionais.

    Modelos adaptados de compras locais: diversificao das compras, definies acordadas de preos, contratos e formas

    de pagamento.

    Capacidades das escolas de usar produtos locais: capacitaes, infra- estrutura, diversificao de cardpios.

    Monitoramento e avaliao: monitorar e avalizar operaes para subsidiar tomadas de deciso.

  • Fase II operaes: projetos de compras locais

  • Questes em aberto

    Capacidade dos governos africanos X assistncia humanitria

    internacional.

    Impactos das compras locais no desenvolvimento rural e segurana alimentar e

    nutricional.

    Relao entre compras locais e proteo social.

  • Obrigado!

    Questes e comentrios so bem-vindos!

    www.paa-africa.orgfacebook/PAAafrica

    [email protected]@wfp.org