PADRÃO DE COORDENAÇÃO NEUROMUSCULAR DOS ?· Graduação da Escola de Educação Física, ... RESUMO…

  • Published on
    27-Dec-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

Cecilia Nasciutti Prudente

PADRO DE COORDENAO NEUROMUSCULAR DOS

MEMBROS INFERIORES DE HEMIPARTICOS CRNICOS

DURANTE O MOVIMENTO DE SENTADO PARA DE P

Belo Horizonte

Universidade Federal de Minas Gerais

2007

Ceclia Nasciutti Prudente

PADRO DE COORDENAO NEUROMUSCULAR DOS MEMBROS

INFERIORES DE HEMIPARTICOS CRNICOS DURANTE O

MOVIMENTO DE SENTADO PARA DE P

Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao da Escola de Educao Fsica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais, como requisito parcial obteno do ttulo de Mestre em Cincias da Reabilitao.

rea de concentrao: Desempenho Motor e

Funcional Humano

Orientadora: Profa Ftima Rodrigues de Paula

Goulart, Ph.D.

Belo Horizonte

Universidade Federal de Minas Gerais

2007

i

N244p

2007

Nasciutti-Prudente, Ceclia

Padro de coordenao neuromuscular dos membros inferiores de hemiparticos

crnicos durante o movimento de sentado para de p. [manuscrito] / Ceclia Nasciutti

Prudente. 2007.

92 f., enc.:il.

Orientador: Prof. Dr. Ftima Rodrigues de Paula Goulart

Dissertao (mestrado) Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de

Educao Fsica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Bibliografia: f. 29-36

1. Acidente cerebrovascular Teses. 2. Paralisia Teses. 3. Doenas

neuromusculares Teses. 4. Capacidade motora - Teses. 5. Eletromiografia Teses.

I. Goulart, Ftima Rodrigues de Paula. II.Universidade Federal de Minas Gerais.

Escola de Educao Fsica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. III.Ttulo.

CDU: 616.8-009

Ficha catalogrfica elaborada por Mrcia Cristina de Andrade. Bibliotecria CRB6 1846

ii

iii

iv

AGRADECIMENTOS

Agradeo a todos aqueles que me incentivaram e ajudaram neste

processo.

minha orientadora Ftima, agradeo pela acolhida, pelos

ensinamentos, palavras e caronas constantes. Muito obrigada por esta

oportunidade!

Aos professores e demais funcionrios do Programa de Ps-Graduao

em Cincias da Reabilitao, agradeo por toda colaborao e disponibilidade. Em

especial, Prof.a Luci e Marilane, pelo apoio e simpatia.

Aos meus colegas do mestrado, obrigada pela colaborao de cada um

de vocs. Em especial, Patrcia e Daniele, amigas e grandes companheiras nesta

caminhada.

Nadja, agradeo por toda sua ajuda, disponibilidade e pacincia durante

todo o processo.

Sandra e Ana Cristina, minha eterna gratido pela enorme colaborao

e incentivo, sem vocs a minha pesquisa no seria possvel!

Bibi, companheira de longas e cansativas coletas, obrigada pelo

carinho, pela amizade e, mesmo distncia, por todo o seu apoio.

Tet, amiga que tanto vibrou pelo meu ingresso no mestrado. Serei

eternamente grata pelo seu carinho!

minha querida famlia, papai, mame, Arthur e Lucas, muito obrigada

pelo apoio incondicional e por participarem e vibrarem comigo em cada etapa.

Obrigada por toda compreenso e carinho, amo muito vocs!

v

Marina, agradeo muito pela sua amizade e apoio, alm da pacincia

em me ouvir falar constantemente deste trabalho. Voc muito especial para mim!

s minhas queridas amigas Roseane, Mariana, Manoela e Lusa, muito

obrigada pelo apoio, amizade, carinho e, principalmente, por comemorarem comigo

cada conquista. minha querida amiga Enara, obrigada pela companhia diria, pela

vibrao constante e pelo interesse em cada detalhe do meu mestrado. Amo todas

vocs!

E a todos os pacientes participantes desta pesquisa, agradeo

profundamente pela boa vontade e disponibilidade em fazer parte deste trabalho.

vi

No se preocupe em entender.

Viver ultrapassa todo entendimento.

Mergulhe no que voc no conhece.

(Clarice Lispector)

vii

RESUMO

O movimento de sentado para de p (ST-DP) uma atividade funcional realizada

freqentemente no dia-a-dia que requer coordenao, equilbrio, mobilidade e fora.

Aps um Acidente Vascular Cerebral, os indivduos freqentemente apresentam

hemiparesia, espasticidade e incoordenao durante o desempenho de tarefas

funcionais, como o movimento de ST-DP. Essa incoordenao pode resultar de

alteraes na ativao, na seqncia, na regulao do tempo e na graduao da

atividade muscular, alteraes que podem determinar, em certo grau, a qualidade e

as limitaes durante o ST-DP. Contudo, existem poucos estudos sobre o padro de

ativao muscular dos membros inferiores em hemiparticos durante essa atividade.

O objetivo deste estudo foi investigar o padro de coordenao neuromuscular do

membro inferior partico (MIP) e do membro inferior no-partico (MINP) de

hemiparticos crnicos durante o ST-DP. Os participantes deveriam ter idade entre

60 e 75 anos e ter capacidade de levantar da cadeira sem auxlio das mos. O

torque muscular dos membros inferiores, a velocidade da marcha, o tnus muscular

e o nmero de quedas nos ltimos seis meses foram medidos para caracterizar a

amostra. Durante o teste do ST-DP, foram analisadas as variveis: tempo de

movimento, momento da perda de contato com o assento (PCA), latncia muscular,

durao, latncia diferencial, momento do pico mximo e quantificao

eletromiogrfica (QEMG) dos msculos tibial anterior (TA), sleo (SOL), quadrceps

(QUA) e squiossurais (IQS). Estatstica descritiva, testes-t de Student e one-way

ANOVA foram utilizados para anlise dos dados, considerando-se

viii

mdia do tempo de movimento e da PCA foram, respectivamente, 1,99 0,35s e

0,54 0,18s. Todos os msculos do MIP e do MINP permaneceram ativos durante a

maior parte do tempo do movimento e apresentaram latncia diferencial negativa. Os

IQS ativaram antes no MINP e o TA, o SOL e o QUA apresentaram QEMG

significativamente maior nesse membro. Foram encontrados dois padres de

recrutamento muscular anormal no MIP, enquanto que no MINP houve incio

simultneo da ativao de todos os msculos. Em ambos membros inferiores, o

momento do pico mximo dos msculos estudados foram diferentes do momento da

PCA. Dessa forma, foram observadas anormalidades na coordenao

neuromuscular de ambos membros inferiores durante o ST-DP em hemiparticos.

No MIP, foram encontradas alteraes na amplitude e no tempo de recrutamento

muscular, enquanto que significativas compensaes aconteceram no MINP.

Palavras-chave: sentado para de p, acidente vascular cerebral, hemiparesia,

coordenao, eletromiografia

ix

ABSTRACT

The sit to stand (STS) movement is a functional activity frequently performed in daily

life that requires coordination, balance, mobility and strength. After a cerebrovascular

accident, subjects often demonstrate hemiparesis, spasticity and incoordination while

performing functional tasks, such as the STS movement. This incoordination may

result from changes in activation, sequence, temporal regulation and graduation of

muscular activity, which can define, to a certain degree, the quality and impairments

during STS. However, there are few studies regarding the muscular activation

patterns of the lower limbs in stroke survivors throughout this task. The purpose of

the current study was to investigate the neuromuscular coordination patterns of the

paretic and non-paretic lower limbs in chronic hemiparetic subjects during the STS

movement. Participants should be between 60 and 75 years old and they should be

able to stand up from a chair without assistance. Lower limbs muscle torque, gait

speed, muscle tone and number of falls in the last six months were measured for

characterization of the sample. The following variables were analyzed during STS:

movement time, time to seat-off, onset latency, duration, differential latency, time to

maximum peak activity and electromyographic quantification (EMGQ) of the tibialis

anterior (TA), soleus (SOL), quadriceps (QUA) and hamstrings (HAM) muscles.

Descriptive statistics, Students t-tests and one-way ANOVA were carried out for data

analyzes, with significance level at

x

and higher EMGQ of the TA, SOL and QUA happened with the non-paretic leg. Two

abnormal recruitment patterns were found for the paretic lower limb and concurrent

onset activity happened for all muscles on the non-paretic side. For all muscles of

both limbs, time to seat-off was significantly different from time to peak activity

(p

xi

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

ACEL - Acelermetro

AVC - Acidente Vascular Cerebral

BMS - Balance Master System

CVm - Coeficiente de variao mdio

DP - Desvio-padro

DUR - Durao da ativao

EAM - Escala de Ashworth Modificada

EMG - Eletromiografia

IQS - squio-surais

LAT - Latncia

LATDIF - Latncia diferencial

M - Mdia

MINP - Membro inferior no-partico

MIP - Membro inferior partico

PCA - Perda de contato com o assento

Picmx - Pico mximo

QEMG - Quantificao eletromiogrfica

QU

Recommended

View more >