Click here to load reader

PAISAGEM E MORFOLOGIA NA ILHA DE SANTA CATARINA · PDF fileda configuração espacial na atualidade com fins de valorização da paisagem e do patrimônio formado pelos conjuntos localizados

  • View
    217

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PAISAGEM E MORFOLOGIA NA ILHA DE SANTA CATARINA · PDF fileda configuração...

  • PAISAGEM E MORFOLOGIA NA ILHA DE SANTA CATARINA Estudo dos ncleos iniciais do Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa e Lagoa da

    Conceio Carolina PINTO Programa de Ps-graduao em Arquitetura e Urbanismo PsARQ - Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC - Florianpolis, SC - Brasil Orientador: Ayrton Portilho Bueno Email: [email protected] RESUMO A Ilha de Santa Catarina apresenta configuraes urbanas tpicas da colonizao portuguesa. Durante o sculo XVIII houve um incentivo ocupao das terras para povoao e defesa do territrio. Imigrantes portugueses, em sua maioria aorianos, foram instalados em diversos locais da Ilha alm da Vila de Nossa Senhora do Desterro, hoje Centro da cidade. A fundao dos ncleos iniciais do Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa e Lagoa da Conceio influenciou a paisagem destes locais e ainda hoje so percebidas as marcas desta ocupao. Atravs de anlises da morfologia urbana so identificados os traados coloniais e a configurao urbanstica implantada. O processo formador do espao colonial e um panorama da atualidade so apresentados atravs de mapas e imagens com a finalidade de valorizao da paisagem e do patrimnio formado pelos conjuntos localizados nos stios estudados. Palavras-chave: Paisagem; morfologia urbana; ncleos iniciais. ABSTRACT

    Santa Catarina s Island offers urban settings of typical Portuguese colonization. During sec XVIII, azorean

    people came to increase population and defeated territory. These people was located over different places within the Island besides the Village of Nossa Senhora do Desterro, known today as downtown of Florianpolis. The foundation of initial cores of Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa and Lagoa da Conceio has influenced the landscape of these locations and today they still represent the marks of this kind of occupation. Through urban morphology analysis, colonial traces and the urban configurations are identified. Colonial space configuration and current panorama are presented through maps and images for the purpose of enhancement of the landscape and heritage formed by the sets located in the studied sites. Keywords: Landscape; urban morphology; inicial core.

  • 1 INTRODUO A colonizao portuguesa na Ilha de Santa Catarina deixou marcas em sua configurao urbana. A vinda de imigrantes aorianos acelerou o desenvolvimento de ncleos para assentamento da populao e algumas localidades ainda conservam as caractersticas de sua implantao do sc. XVIII. A interveno humana nas terras da Ilha de Santa Catarina se deu, de forma mais intensa, a partir da criao da Vila de Nossa Senhora do Desterro em 1726 e da chegada dos imigrantes vindos das Ilhas dos Aores entre 1748 e 1756.

    Figura 01- Ilha de Santa Catarina e os locais de estudo. Fonte: Autoria prpria, 2015.

    Aps estabelecimento da Vila de Nossa Senhora do Desterro (hoje centro da cidade) o restante da ilha tambm foi ocupado visando a proteo e expanso da populao (Figura 01). As localidades, aqui denominadas como ncleos iniciais, do Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa e Lagoa da Conceio, foram os primeiros assentamentos organizados no interior da Ilha. Estes locais so exemplos que ainda hoje guardam vestgios da arquitetura colonial e onde podemos encontrar a configurao urbanstica implantada por Proviso Rgia estabelecida em 9 de agosto de 1747. Esta lei determinava a forma do assentamento das novas localidades, tendo a Igreja e ruas dispostas de forma a enaltecer a religiosidade, que um trao marcante da colonizao portuguesa. As paisagens formadas representam conjuntos com valor histrico e esttico muito significativo para a cidade de Florianpolis (Santa Catarina - Brasil) e que atualmente tem no turismo um dos alicerces da economia local. A modificao dos usos dos espaos, a especulao imobiliria e a dificuldade de manuteno das edificaes por parte de antigos proprietrios faz com que a permanncia do passado fique ameaada. Apesar da legislao em vigor (Lei Complementar 482, de 17 de janeiro de 2014, o Plano Diretor de Urbanismo do

  • Municpio de Florianpolis) classificar estes locais como rea de Proteo Cultural (APC), poucas so as aes que efetivamente protegem a paisagem. A preservao dos atributos que a diferenciam e a relao entre os elementos naturais e construdos so fatores fundamentais para a manuteno da qualidade desta paisagem, especificamente nos ncleos iniciais do Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa e Lagoa da Conceio. A compreenso da paisagem se faz atravs da percepo dos seus elementos morfolgicos organizados entre si. atravs da percepo do espao e da compreenso da estruturao de formas de distintas naturezas e escalas, assim como suas relaes espaciais, funcionais e de vivncia que compreendemos uma paisagem. Percebemos, assim, que existe uma grande interdependncia entre as diversas dimenses da paisagem e, por conseguinte, entre seus elementos. Este artigo trata dos elementos da paisagem que caracterizam a historicidade dos ncleos iniciais atravs de anlises morfolgicas. Para isto necessrio compreender o carter diferenciado destes espaos e sua importncia para a identidade dos bairros e da cidade. Desta forma, busca evidenciar o processo formador do espao colonial e seu desenvolvimento at a atualidade alm de descrever os elementos fsicos e perceptivos que colaboram com este carter histrico da paisagem. A metodologia utilizada foi a de anlise de mapas e imagens, alm de pesquisa in loco. Atravs das anlises dos mapas ficam evidenciadas as quadras coloniais e a ocupao posterior nos ncleos, as edificaes que ainda preservam algum valor histrico, seja por sua idade ou manuteno de caractersticas arquitetnicas do perodo em que foram construdas. Tambm buscou-se analisar a legislao em vigor e a ocupao atual dos lotes com mapas de cheios e vazios. A anlise visual do local permite perceber diretamente os atributos estticos e histricos que os locais apresentam. A preservao dos elementos que caracterizam a paisagem e a relao entre os elementos naturais e construdos so fatores fundamentais para a valorizao da qualidade da paisagem formada nos ncleos iniciais do Ribeiro da Ilha, Santo Antnio de Lisboa e Lagoa da Conceio. O objetivo deste trabalho contribuir para uma interpretao da morfologia urbana e apresentar um panorama da configurao espacial na atualidade com fins de valorizao da paisagem e do patrimnio formado pelos conjuntos localizados nos stios estudados. 2 O ESPAO, O TERRITRIO, A PAISAGEM E A MORFOLOGIA URBANA Para o gegrafo Milton Santos o espao o resultado das aes do homem sobre o prprio espao, intermediados pelos objetos, naturais e artificiais pois o espao contm o movimento, o espao igual paisagem mais a vida nela existente, a sociedade encaixada na paisagem, a vida que palpita conjuntamente com a materialidade (Santos, 2014). O espao, enquanto unio do territrio com a paisagem e a sociedade, um sistema de objetos e aes, que dependem do homem para ocorrer. Dependendo dos aspectos culturais e econmicos, estas aes podem intensificar as transformaes do espao, pois a relao entre a sociedade e o espao geogrfico dinmica. O espao s existe a partir da condio humana de transformar o ambiente. O territrio se forma a partir do espao, este enquanto apropriao de algum que o modifica. Schlee afirma que o territrio se apia no espao, mas no o espao. uma produo a partir do espao.[] A noo de territrio introduz, assim, a dimenso simblica, que se situa na base dessa construo (Schlee et al., 2009: 229). O territrio ento determinado a partir de relaes entre o espao vivido, as pessoas e a construo de um mundo em comum atravs do tempo. O territrio guarda tambm, alm de sua poro de terra, as marcas que o homem deixa nele e pode ser analisado atravs do tempo. A unio de territrio e espao forma a paisagem. Milton Santos considera que a paisagem um conjunto heterogneo de formas naturais e artificiais; formada por fraes de ambas, seja quanto ao tamanho, volume, cor utilidade, ou por qualquer outro critrio (Santos, 2014: 71). Logo podemos observar que a paisagem inclui a interveno humana como um de seus elementos formadores alm da prpria natureza. Bertrand coloca que:

    a paisagem no a simples adio de elementos geogrficos disparatados. , em uma determinada poro do espao, o resultado da combinao dinmica, portanto instvel, de elementos fsicos, biolgicos e antrpicos que, reagindo dialeticamente uns sobre os outros, fazem da paisagem um conjunto nico e indissocivel, em perptua evoluo. (Bertrand, 2004: 141).

  • Mas paisagem possui outros aspectos e sentidos alm do visual, a interveno humana deixa marcas na paisagem, para Giuliana Andreotti a paisagem marca o homem do qual marcada, reflete-o, dele sua histria. Para ela o valor de uma paisagem deve ser dado pelo esprito do lugar, uma aura que se cria no curso dos sculos, pois o grande problema da paisagem e da cultura conciliar o passado, sua tradio, com o presente e o futuro (Andreotti, 2012). Para Maria Angela Faggin P. Leite (2011: 73) "a paisagem no apenas abriga muitas histrias, como , ela mesma, um processo e uma representao, mutvel e acidentada, que engendra muitas histrias. A autora ainda conclui que a transformao da paisagem a prpria histria de seu uso, a conferir-lhe identidade e significado. Para Lamas (1993), a morfologia urbana estuda os aspectos exteriores do meio urbano e as suas relaes recprocas, definindo e explicando a paisagem urbana e a sua estrutura. Para o autor, a morfologia estuda as formas, interligando-as com os fenmenos que lhes deram origem, ou seja, a morfologia urbana estuda a forma das cidades ao longo do tempo. Temos a configurados os elementos principais que compem a morfologia urbana: a natureza e o tempo, o territrio e o ser humano. As formas produzidas pelo ser humano no processo de ocupao do territrio so as bases para os estudos da construo das cidades, que junto com conceitos de geografia, histria, sociologia, arquitetura e

Search related