Parashá 20- Tetsavé (Ordenarás) (Êxodo 27:20 30:10)emunah-fe-dos- .Êxodo 25:30 a mesma expressão

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Parashá 20- Tetsavé (Ordenarás) (Êxodo 27:20 30:10)emunah-fe-dos- .Êxodo 25:30 a mesma...

  • http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com

    PORO SEMANAL DA TOR 20 - TETSAV

    HTTP://EMUNAH-A-FE-DOS-SANTOS.WEEBLY.COM 1

    Oliveira nos montes de Jud, perto de Jerusalm

    Cpia somente autorizada para fins no lucrativos.

    Parash 20- Tetsav (Ordenars) (xodo 27:20 30:10)

    Referncia nos Profetas: Ezequiel 43:10-27. Referncia nos Escritos Apostlicos: Hebreus 13:10-17. Salmo complementar: 65. NOTA: Caso seja a primeira vez que tem contacto com o termo parash, aconselhamos vivamente a leitura da introduo sobre o tema no seguinte link: http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com/porccedilatildeo-semanal-da-toraacute.html

    Poro Semanal da Tor: 20- Tetsav (de xodo 27:20 a 30:10).

    Significa Ordenars

    Primeira Leitura: 27:20 28:12

    27:20 Tu, pois, ordenars aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lmpadas continuamente.

    A oliveira um smbolo do povo de Israel, como lemos em Jeremias 11:16a:

    Denominou-te o Eterno oliveira verde, formosa por seus deliciosos frutos

    Uma Oliveira no morre. uma rvore que no deixa de dar fruto. Quando alguns ramos se tornam velhos e deixam de dar fruto, so cortados e brotam novos que continuam a dar fruto. A oliveira necessita de dez anos para comear a dar fruto, mas o seu maior rendimento no chega antes dos 40 anos. A sua folha mantm-se sempre verde, e uma rvore que no precisa de muita gua.

    Pode aguentar um clima muito quente e seco.

    O azeite do fruto da oliveira, as azeitonas, uma das coisas mais saudveis para o corpo humano, e tem vrias utilidades, como por exemplo fritar, misturar em farinha e fazer bolos, para temperar, misturar saladas e at para servir como combustvel para as lmpadas de azeite, como no caso do candelabro do tabernculo.

    http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com/porccedilatildeo-semanal-da-toraacute.htmlhttp://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com/porccedilatildeo-semanal-da-toraacute.html

  • http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com

    PORO SEMANAL DA TOR 20 - TETSAV

    HTTP://EMUNAH-A-FE-DOS-SANTOS.WEEBLY.COM 2

    Prensa de azeitonas em Yad HaShmon

    O azeite produzido atravs de fortes presses. De igual modo os filhos de Israel purificam os seus coraes e retornam ao Eterno quando esto sob a presso (opresso) das naes. Todos os demais lquidos podem misturar-se, mas o azeite no se mistura com os demais, assim, o povo de Israel a nica nao na histria que no foi totalmente assimilada pelas naes sem perder a sua identidade. A identidade hebraica permanecer para sempre.

    As dez tribos perdidas, perderam a sua identidade, mas tm vindo a recuper-la ao longo dos ltimos dois mil anos, mas ainda assim, houve um remanescente de Israel que nunca perdeu a sua identidade, o povo judeu (Jud, e parte de Levi e Benjamim).

    Se o azeite colocado juntamente com outros lquidos, flutua ao de cima. Assim so as pessoas que cumprem a vontade do Eterno so elevadas acima das demais pessoas do mundo.

    Como o azeite serve para iluminar o mundo, assim a sabedoria que radiava atravs do Templo Sagrado, iluminava o mundo inteiro. Yeshua comparado ao Templo, e Ele a verdadeira Luz do mundo, reflectindo no mundo fsico a luz que o Pai lhe transmite.

    No Talmude, est explicado que o azeite para a iluminao no podia ter sedimentos. A azeitona colhida durante o inverno. Na poca do segundo Templo a colheita era feita trs vezes por ano:

    - A primeira colheita era a das azeitonas que estavam nas pontas dos ramos que tinham amadurecido primeiro, pelos raios do sol.

    - A segunda colheita era a das azeitonas que estavam entre as ramas;

    - A terceira colheita era das azeitonas que amadureciam mais tarde.

    Primeiro esmagavam as azeitonas num moedor. O azeite que saa da era o nico apto para a Menor o candelabro porque no tinha resduos.

    Logo prensavam as azeitonas com um madeiro e finalmente moam com pedras de moinho. O azeite que saa destes dois ltimos servia para as oblaes de farinha, mas no para a menor.

    A menor no ardia as 24 horas do dia, s se acendia uma vez por dia, tarde, mesma hora em que o segundo cordeiro dirio era sacrificado no trio, hora em que

  • http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com

    PORO SEMANAL DA TOR 20 - TETSAV

    HTTP://EMUNAH-A-FE-DOS-SANTOS.WEEBLY.COM 3

    morreu o Mashiach bem Yosef. O facto de se usar a expresso continuamente no significa que estivesse a arder a todo o momento. A mesma palavra encontra-se em xodo 29:42 e Nmeros 28:6 onde se fala de um sacrifcio dirio, continuamente. Em xodo 25:30 a mesma expresso aplicada na colocao dos pes diante do Eterno, uma vez por semana.

    27:21 Na tenda da congregao fora do vu, que est diante do Testemunho, Aro e seus filhos a conservaro em ordem, desde a tarde at pela manh, perante YHWH; estatuto perptuo ser este a favor dos filhos de Israel pelas suas geraes.

    Pela manh foram limpas as sete lmpadas e deitava-se novo azeite pela tarde. A menor no se acendia durante o dia, s ardia durante a noite, desde a tarde at manh. Os rabinos calcularam a quantidade de azeite necessria para que a menor pudesse arder durante toda a noite da noite mais longa do ano.

    A quantidade necessria por lmpada era de meio log, que corresponde a 0,15 litros (1/25 gales). Usava-se a mesma quantidade de azeite durante todo o ano, o qual implica que as lmpadas ardiam depois da sada do sol no tempo do ano quando as noites eram mais curtas

    A noite mais longa em Yerushalayim (Jerusalm) tem aproximadamente 14 horas e a noite mais curta em aproximadamente 10 horas, logo, o azeite durava sempre mais de 14 horas.

    O Midrash conta que uma das sete lmpadas ardia sempre quando o sacerdote chegava pela manh para as limpar, ainda que essa no tivesse recebido mais azeite do que as demais.

    Pela tarde, o sacerdote, acendia as demais lmpadas com o fogo dessa lmpada que ainda ardia.

  • http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com

    PORO SEMANAL DA TOR 20 - TETSAV

    HTTP://EMUNAH-A-FE-DOS-SANTOS.WEEBLY.COM 4

    O Talmude conta que este milagre continuou at morte de Shimon haTsadik, 40 anos antes da destruio do templo. Tudo indica que esse foi o ano de morte e ressurreio de Yeshua, por volta do ano 30/31 EC.

    Aro o sumo-sacerdote. O seu ministrio uma sombra do ministrio celestial, no verdadeiro tabernculo. Como Moiss viu tudo o que havia no tabernculo celestial, tambm viu o sumo-sacerdote eterno segundo a ordem de Melquisedeque, cf. Salmo 110:4:

    Tu s sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Hebreus 5:10 tendo sido por Elohim nomeado sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Hebreus 6:19b-20 alm do vu, onde Yeshua, entrou por ns como precursor, tendo-se tornado sumo-sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Hebreus 8:1-5 Ora, o essencial das coisas que temos dito que possumos tal sumo-sacerdote, que se assentou destra do trono da Majestade nos cus, como ministro do santurio e do verdadeiro tabernculo que o Eterno erigiu, no o homem. Pois todo sumo-sacerdote constitudo para oferecer tanto dons como sacrifcios; por isso, era necessrio que tambm esse sumo-sacerdote tivesse o que oferecer. Ora, se ele estivesse na terra, nem mesmo sacerdote seria, visto existirem aqueles que oferecem os dons segundo a Tor, os quais ministram em figura e sombra das coisas celestes, assim como foi Moiss divinamente instrudo, quando estava para construir o tabernculo; pois diz ele: V que faas todas as coisas de acordo com o modelo que te foi mostrado no monte.

    xodo 25:40: V, pois, que tudo faas segundo o modelo que te foi mostrado no monte.

    A palavra hebraica que foi traduzida como modelo tavnit que significa forma; imagem, plano, modelo, cpia, estrutura. Vem da raiz ban edificar, construir, reparar, levantar. A palavra verdadeiro tem que ser entendida sob o ponto de vista hebraico. Segundo o conceito grego, aquilo que se denomina como verdadeiro entende-se, em primeiro lugar, como algo que contrasta com o falso, o fictcio, o irreal. Mas segundo o pensamento hebraico, o verdadeiro est mais relacionado com o seguro, o estvel, o duradouro, fivel e o eterno.

  • http://emunah-a-fe-dos-santos.weebly.com

    PORO SEMANAL DA TOR 20 - TETSAV

    HTTP://EMUNAH-A-FE-DOS-SANTOS.WEEBLY.COM 5

    A palavra que se usou na traduo grega de Hebreus 8, para verdadeiro alethea, que significa aquilo que no est escondido, aquilo que revela o oculto, o que realmente existe, a realidade por trs de toda a realidade fictcia. Portanto, o conceito grego do verdadeiro, est relacionado com o dualismo filosfico onde se cr que o que verdadeiramente existe o invisvel ao olho humano, o mundo das ideias. Segundo a filosofia grega, o material algo irreal, falso e mau. O conceito hebraico do verdadeiro, no est baseado nesse dualismo platnico, mas sim no que firme, duradouro e fiel. A palavra hebraica para verdadeiro emet. Essa palavra vem de aman suportar; confirmar; ser fiel; crer. De amn vem a palavra hebraica para f emun. Por isso, quando se fala do tabernculo verdadeiro, no implica que o tabernculo terreno no seja real, mas deve sim ser entendido como um tabernculo estvel, duradouro e eterno. Quando as coisas celestiais so comparadas com as terrenas so chamadas verdadeiras. Isto no significa que as terrenas sejam falsas ou fictcias, insignificantes ou ms, mas sim que as coisas celestiais so firmes e duradouras. Neste contexto especfico, as coisas invisveis so eternas, mas as coisas visveis so temporais, como lemos em 2 Corntios 4:18: no atentando ns nas coisas que se vem, mas nas que se no vem; porque as que se vem so temporais, e as que se no vem so eternas. Jeremias 10:10a Mas YHWH Elohim verdadeiro [emet]; ele o Elohim vivo e o Rei eterno.