Ptio das Laranjeiras - Edi§£o 68

  • View
    223

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 68 do Pátio das Laranjeiras, correspondente aos meses de Janeiro e Fevereiro de 2010

Text of Ptio das Laranjeiras - Edi§£o 68

  • Ano VIII - N. 68 | Jan/Fev 2010 | DIRECTORA: Dina Trigo de Mira | Maputo - Moambique

    ESCOLA PORTUGUESA DE MOAMBIQUE - CENTRO DE ENSINO E LNGUA PORTUGUESA

    entrevista finalistasORLANDO PATEGUANA

    P. 10 e 11 P. 7

    CCoobbeerrttuurraa ddoo ppoolliiddeessppoorrttiivvoo,,nnoovvooss eeqquuiippaammeennttooss ee rreevviissooddoo PPrroojjeeccttoo CCuurrrriiccuullaarr aabbrreemmnnoovvooss hhoorriizzoonntteess EEdduuccaaooFFssiiccaa ee aaoo DDeessppoorrttoo EEssccoollaarr

    GGaallaa JJoovveemm 22001100 aattrraaiiuucceenntteennaass ddee ppeessssooaass ee ddeeuuaa vvoollttaa aaoo mmuunnddoo ddaa mmooddaa

    Do pensamento

    aco...

    Pequenitos do Pr-Escolartm novo bloco de actividades

    Foi o primeiro-ministro de Portugal, Jos Scrates,que inaugurou o novo edifcio do Pr-Escolar

  • EDITORIAL PPaarraa lleerr nneessttaa eeddiioo

    QQuuaannddoo oo cchhooffaazz ttrreemmeerr ooss ppss

    As mais recentes tragdias naturais ocorridasum pouco por todo o Mundo, desde o inciode 2010, marcam a actualidade. Milhes de pes-soas sofrem, neste preciso momento, os efeitosdevastadores, directos e indirectos, dos desas-tres monstruosos do Haiti, do Chile e da Madeira,bem como das inundaes, cheias, intempriese desabamentos que tm vindo a desintegrarlocalidades, bens produtivos e populaes emvrios pontos do planeta. A morte imprevistaaproximou-se assustadoramente do quotidiano,como no h memria recente. Centenas de mi-lhares de pessoas, de todas as idades, gnero econdies, morreram ou desapareceram semdeixar rasto.

    Estas calamidades transmitem aos sobre-viventes, escala mundial, uma perturbadora einquietante sensao de insegurana, fragili-dade e impotncia, perante as foras naturaisda Terra, que os seus habitantes esto aindamuito longe de prever e evitar. A terra e o marpodem engolir qualquer um de ns, sem anun-ciar hora e local. A nossa prpria comunidadeeducativa j recebeu, h poucos anos atrs,sinais directos desses perigos omnipresentes,felizmente sem consequncias humanas trgi-cas, com a invaso de guas e areias no recintoescolar da EPM-CELP.

    A consciencializao destas fragilidades deveser alvo de aprendizagem na construo doslaos de solidariedade que demonstram ser,cada vez mais, o recurso disponvel mais efi-ciente e efectivo para salvar vidas. o que prediz,desde h muito, o Projecto Educativo da EPM-CELP, na convico de que cabe escola con-tempornea preparar os seus alunos, entremuitas outras coisas, para enfrentar os desas-tres naturais em comunho de esforos entre sie com as vrias comunidades onde se inserem.A evidncia tem mostrado que ningum os ultra-passa, agindo isoladamente.

    Estas oportunidades sugerem o reforo dasaprendizagens do saber-fazer os procedimentosaconselhados em situaes de perigo eemergncia, mas inspiram profundamente asaprendizagens do saber-ser solidrio, no mbitomais alargado das competncias atitudinais.So as experincias negativas actuais que asfazem emergir como naturalmente necessrias,inevitveis e at urgentes.

    AA DDIIRREECCOO

    4

    5

    7

    8

    10

    12

    13

    14

    15

    16

    PTIO DAS LARANJEIRAS

    2 | PL | Jan/Fev 2010

    BIODIVERSIDADE | As actividades promovidas pela EPM-CELP que assinalam o Ano Internacional da Biodiversidade

    REGISTOS | A visita de Luther King EPM-CELP; os apren-dizes de Galileu; as Tertlias Filosficas; o encanto de SoValentim; a campanha de doao de sangue

    TRADIO | Edio 2010 da Gala Jovem da EPM-CELPredistribuiu elegncia e charme a mais de um milhar depessoas

    EPM-CELP | A entrada em funcionamento do novo edifciopara as actividades do Pr-Escolar, a sua inaugurao peloprimeiro-ministro de Portugal e as reaces dos profes-sores, pais e encarregados de educao e dos prpriosalunos

    ENTREVISTA | As novas perspectivas e dinmicas da Edu-cao Fsica e do Desporto Escolar contadas por OrlandoPateguana, representante do Grupo Disciplinar de Edu-cao Fsica

    AVALIAO | O encontro da Direco da EPM-CELP com osalunos para o balano do primeiro perodo escolar; aadeso aos testes intermdios nacionais e a calendariza-o do processo de exames de 2010

    FORMAO | Professores associados ao Projecto MaisSucesso e das disciplinas de Portugus e de EducaoFsica actualizaram conhecimentos para melhor responders inovaes e desafios

    PSICOLOGANDO | Quando brincar significa crescer e areflexo sobre a desmotivao dos alunos nas escolas

    EPM-CELP | A ampliao da rede informtica descrita aodetalhe

    CARNAVAL | Saiba como os meninos do Pr-Escolar e do1. Ciclo fantasiaram os vrios saberes

    PTIO DAS LARANJEIRAS | Revista mensal da EPM-CELP | Ano VIII - N. 68 | Edio Jan/Fev 2010Directora Dina Trigo de Mira | Editor Antnio Faria Lopes | Editor-Executivo Fulgncio Samo |Redaco Antnio Faria Lopes, Teresa Noronha e Fulgncio Samo | Colaboradores redactoriaisnesta edio Alexandra Melo, Ana Besteiro, Ana Catarina Carvalho, Estela Pinheiro, CludiaPereira, Graa Pinto, Janana Melo, Judite Santos, Manuel Jacinto, Patrcia Silva, Grupo do Pr-Escolar, Piedade Pereira, Orlando Pateguana, alunos do 12. A | Grafismo e Pr-ImpressoAntnio Faria Lopes e Fulgncio Samo | Fotografia Filipe Mabjaia, Firmino Mahumane e IltonNgoca | Reviso Graa Pinto, Teresa Noronha e Ana Castanheira | Impresso e Produo Cen-tro de Formao e Difuso da Lngua Portuguesa/Centro de Recursos Educativos da EPM-CELP| Distribuio Fulgncio Samo (Coordenador)PROPRIEDADE Escola Portuguesa de Moambique - Centro de Ensino e Lngua Portuguesa,Av. do Palmar, 562 - Caixa Postal 2940 - Maputo - Moambique. Telefone + 258 21 481 300 - Fax+258 21 481 343. Stio oficial na Internet: www.epmcelp.edu.mz - Endereo electrnico: patio-daslaranjeiras@epmcelp.edu.mz

  • EEdduuccaaoo FFssiiccaa bbeenneeffiicciiaaddee nnoovvooss eeqquuiippaammeennttooss

    MMiinniissttrroo ddooss NNEEddee PPoorrttuuggaall vviissiittoouuaa EEPPMM--CCEELLPP

    EPM-CELP

    Jan/Fev 2010 | PL | 3

    EQUIPAMENTOS CORTESIA

    Os novos equipamentos permitem o enriquecimento das aprendizagens motoras e da cultura fsica

    O ministro portugus dos NE (ao centro) atentos explicaes da directora da EPM-CELP

    Novos equipamentos didcticos edesportivos j esto instalados ereforam a qualidade das prticas curricu-lares da Educao Fsica e do DesportoEscolar (DE) na EPM-CELP.

    Tabelas de basquetebol, balizas defutebol de salo, postes e redes de bad-mington, vrios aparelhos de ginstica(argolas e barra fixa, por exemplo),colches de queda, espaldares, umafasquia de fibra para salto em altura e umpainel de marcao electrnica, nomeada-mente, constituem o conjunto de equipa-mentos adquirido pelo IPAD (Instituto Por-tugus de Apoio ao Desenvolvimento) emfavor da EPM-CELP. Desta forma, o pavi-lho gimnodesportivo fica quase comple-tamente apetrechado com os equipamen-tos necessrios para o enriquecimento dosactuais planos curriculares da disciplina

    de Educao Fsica, o que constitui umbenefcio directo para os alunos. Porexemplo, passa a ser possvel a ginsticade aparelhos e a integrao do badming-ton, modalidade do agrado de muitosalunos e professores, nos planos curricu-lar e de complemento curricular, como ocaso do DE.

    Por outro lado, o apetrechamento comnovos equipamentos provoca sempre umarenovao na motivao dos alunos e pro-fessores pela novidade e oportunidadesde descoberta e explorao de novasexpresses fsico-motoras. Espera-se, porisso, na opinio de Orlando Pateguana,representante do Grupo Disciplinar deEducao Fsica contactado pelo Ptiodas Laranjeiras, um maior dinamismopedaggico nas prticas lectivas da disci-plina e do DE.

    Oministro dos Negcios Estrangeiros(NE) de Portugal, Lus Amado, visitoua EPM-CELP no dia 18 de Janeiro,aproveitando a sua estada em Moam-bique para participar, em re-presentaodo Estado portugus, nas cerimnias deinvestidura de Armando Guebuza comopresidente da Repblica moambicana,realizadas em 14 de Janeiro.

    Lus Amado, que se fez acompanharpelo embaixador de Portugal em Moam-bique, Mrio Matos, foi recebido por todosos membros da Direco da EPM-CELPque guiaram a visita do governante por-tugus s instalaes, bem como s obrasde beneficiao ento em curso, respei-tantes cobertura do campo polidesporti-vo e aos arranjos dos espaos exterioresdo edifcio do Pr-Escolar.

    De registar, igualmente, a entrevistaconcedida pelo ministro dos NegciosEstrangeiros a um grupo de alunos doClube de Jornalismo da EPM-CELP, a qualabordou vrios aspectos referentes cooperao entre Portugal e Moambiquee experincia pessoal de Lus Amadocomo governante.

    SSaannddrraa AAnnjjoo ffooii nnoommeeaaddaa ccoooorrddeennaaddoorraa ddooss SSAAEE

    Sandra Anjo ascendeu ao cargo de coordenadora dos Servios de AdministraoEscolar (SAE) da EPM-CELP, que assumiu no incio de 2010. Admitida em Ou-tubro de 2005, a nova responsvel daquele sector licenciada em Lingustica pelaUniversidade Eduardo Mondlane, de Maputo.

    Sandra Anjo iniciou o seu percurso profissional na EPM-CELP como assistente-administrativa, transitando para a categoria de assistente-tcnica em Maro de 2009.Sucede no cargo de coordenadora dos SAE a Manuela Barbosa, que cessou funesna EPM-CELP no ltimo dia do ano passado.

    O Ptio das Laranjeiras deseja a Sandra Anjo os maiores sucessos para a novaetapa da sua vida profissional.

    RECURSOS HUMANOS

  • REGISTOS

    4 | PL | Jan/Fev 2010

    ANO INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE

    VVaalloorriizzaarr aa vviiddaa ee pprrootteeggeerr aa tteerrrraa

    No mbito do Ano Internacional da Bio-diversidade, a Biblioteca Escolar JosCraveirinha lanou um concurso defotografia designado Biofoto, dirigido comunidade educativa.

    Cada concorrente submeteu duasfotografias da sua autoria e alusivas sdiversas temticas da Biodiversidade. Asobras daro corpo a uma exposio pre-vista para Maro prximo, iniciativa quepermitir, posteriormente, apurar os tra-balhos vencedores.