Patologias Virais

  • View
    132

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Patologias Virais

1. Patologias Virais
Prof.Luciana de Oliveira- PUC-SP
2. Dengue
3. *O vrus da dengue transmitido pela picada da fmea do Aedes aegypti, um mosquito diurno que se multiplica em depsitos de gua parada acumulada nos quintais e dentro das casas.
4. Excelente criadouro para o mosquito
5. Existem quatro tipos de dengue, pois o vrus causador da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. A infeco por um deles d proteo permanente para o mesmo sorotipo, mas imunidade parcial e temporria contra os outros trs.
6. Dengue clssica

A dengue clssica a forma mais leve da doena, sendo muitas vezes confundida com a gripe. Tem incio sbito e os sintomas podem durar de cinco a sete dias, apresentando sintomas como febre alta (39 a 40C), dores de cabea, cansao, dor muscular e nas articulaes, indisposio, enjos, vmitos, entre outros.
7. Dengue hemorrgica

A dengue hemorrgica acontece quando a pessoa infectada com dengue sofre alteraes na coagulao sangunea. Se a doena no for tratada com rapidez, pode levar morte. No geral, a dengue hemorrgica mais comum quando a pessoa est sendo infectada pela segunda ou terceira vez. Os sintomas iniciais so parecidos com os da dengue clssica, e somente aps o terceiro ou quarto dia surgem hemorragias causadas pelo sangramento de pequenos vasos da pele e outros rgos.
8. Transmisso
9. *A fmea do mosquito deposita seus ovos em recipientes com gua. Ao sarem dos ovos, as larvas vivem na gua por cerca de uma semana. Aps este perodo, transformam-se em mosquitos adultos, prontos para picar as pessoas.
* O Aedes aegypti procria em velocidade prodigiosa e o mosquito da dengue adulto vive em mdia 45 dias. Uma vez que o indivduo picado, demora no geral de trs a 15 dias para a doena se manifestar, sendo mais comum cinco a seis dias.
10. Tratamento
11. *No existe tratamento especfico contra o vrus da dengue, possvel tratar os sintomas decorrentes da doena, ou seja, fazer um tratamento sintomtico. importante apenas tomar muito lquido para evitar a desidratao. Caso haja dores e febre, pode ser receitado algum medicamento antitrmico, como o paracetamol. Em alguns casos, necessria internao para hidratao endovenosa e, nos casos graves, tratamento em unidade de terapia intensiva.
12. Preveno
13. (No header)
1. Evite o acmulo de gua
2. Coloque areia nos vasos de plantas
3. Coloque desinfetante nos ralos
4. Coloque desinfetante nos ralos
5. Coloque tela nas janelas
14. Hepatites Virais
15. *Inflamao do fgado. Pode ser causada por vrus, uso de alguns remdios, lcool e outras drogas, alm de doenas autoimunes, metablicas e genticas. So doenas silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansao, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vmitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.
16. As hepatites virais mais comuns so as causadas pelos vrus A, B e C. Existem, ainda, os vrus D e E, esse ltimo mais frequente na frica e na sia. Milhes de pessoas no Brasil so portadoras dos vrus B ou C e no sabem. Elas correm o risco de as doenas evolurem (tornarem-se crnicas) e causarem danos mais graves ao fgado como cirrose e cncer.
17. Transmisso
18. *Transmisso sangunea: praticou sexo desprotegido, compartilhou seringas, agulhas, lminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam (vrus B,C e D);
*Transmisso sangunea: da me para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentao (vrus B,C e D)

No caso das hepatites B e C preciso um intervalo de 60 dias para que os anticorpos sejam detectados no exame de sangue.
19. Sintomas
20. Em grande parte dos casos, as hepatites virais so doenas silenciosas, o que refora a necessidade de ir ao mdico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam os vrios tipos de hepatites. Geralmente, quando os sintomas aparecem a doena j est em estgio mais avanado. E os mais comuns so:

. Febre;

. Fraqueza;

. Mal-estar;

. Dor abdominal;

. Enjoo/nuseas;

. Vmitos;

. Perda de apetite;

. Urina escura (cor de caf);

. Ictercia (olhos e pele amarelados);

. Fezes esbranquiadas (como massa de vidraceiro).
21. Tratamento
22. No existe tratamento para a forma aguda da hepatite. Se necessrio, apenas sintomtico para nuseas e vmitos. O repouso considerado importante no tratamento da hepatite pela prpria condio do paciente.
23. O Interferon uma injeo subcutnea, de agulha super fina, que deve ser aplicado 1 vz por semana.

A Ribavirina uma cartela de cpsulas e a indicao de aproximadamente 4 comprimidos por dia. A dose varia de pessoa a pessoa, de acordo com o peso e resistncia aos efeitos colaterais que cada um apresenta.
24. Preveno
25. *Como a hepatite A transmitida por alimentos e pelo contato pessoal, a higiene o principal meio de preveno: lavar bem as mos aps ir ao banheiro e antes de comer, lavar bem alimentos que sero consumidos crus e cozinhar bem os demais, principalmente frutos do mar e carne de porco. J as demais hepatites virais so transmitidas pelo sangue, por isso, importante no compartilhar objetos de uso pessoal, como giletes, escovas de dentes, utenslios de manicure, alm de utilizar preservativos durante as relaes sexuais, e ter certeza de que materiais utilizados para fazer tatuagens e para a colocao de piercings so descartveis.
26. Difteria
27. A difteria transmitida por meio de gotculas respiratrias (produzidas pela tosse ou espirro) de um indivduo infectado ou algum portador da bactria, mas que no apresenta sintomas.
A difteria tambm pode ser transmitida por objetos ou alimentos contaminados (como leite contaminado).
28. Sintomas
29. O sintoma tpico da difteria o aparecimento de placas pseudomembranosas, acinzentadas e firmes nas amdalas e rgos adjacentes.



Mal-estar, dor de garganta, febre, corrimento nasal, gnglios linfticos inflamados e manchas avermelhadas na pele so outros sintomas possveis da doena. Edema de pescoo, toxemia, prostrao e asfixia mecnica so sinais que sugerem o agravamento da infeco.



A inflamao da epiglote, vlvula situada na parte superior da laringe, que fecha a glote no momento da deglutio, pode provocar a sbita obstruo das vias areas, com consequncias bastante graves para o paciente.
30. Tratamento
31. Havendo suspeita de difteria, o tratamento deve comear imediatamente, mesmo antes de os exames laboratoriais confirmarem o diagnstico. Para tanto, o paciente deve ser afastado do convvio com outras pessoas e receber o soro antitoxina diftrica para neutralizar a toxina produzida pela Corynebacterium diphtheriae. Antibiticos, como penicilina e eritromicina, tambm podem ser teis para o controle da doena.

Todas as pessoas que estiveram em contato com o portador de difteria devem ser avaliadas a fim de receber cuidados preventivos ou teraputicos, conforme necessrio.
32. Preveno
33. *A vacina trplice bacteriana (DTP) contra a difteria, ttano e pertussis (coqueluche) fundamental para a preveno das trs enfermidades. Essa faz parte do calendrio oficial de vacinao e deve ser administrada aos dois, quatro e seis meses de vida e depois uma dose de reforo entre os 14 e os 18 meses e outra entre os quatro e os seis anos da criana. A DTP no confere imunizao definitiva. Por isso, a vacinao deve ser repetida a cada dez anos.
34. Atividades
1. Quais os tipos de Dengue
2. Como ocorre a transmisso da Dengue
3. Como a transmisso da Hepatite e quais o sintomas
4. Quais os sintomas da Difteria
5. Como feita a preveno da Difteria
35. Obrigada e at a prxima semana!!
36. Referncias
Adhttp://hepatite.org.br/hepatite/tratamento-e-curad first list item here
http://www.aids.gov.br/pagina/vacina-hepatites
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/difteria
http://drauziovarella.com.br/crianca-2/difteria/