of 110/110
PDI 2018 – 2022 Plano de Desenvolvimento Institucional Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022 1 Faculdade Reeducar de Brasília PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2018 - 2022 BRASÍLIA - DF

PDI 2018 - 2022PDI 2018 – 2022 Plano de Desenvolvimento Institucional Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022 6 APRESENTAÇÃO Este Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI),

  • View
    3

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PDI 2018 - 2022PDI 2018 – 2022 Plano de Desenvolvimento Institucional Faculdade Reeducar de...

  • PDI 2018 – 2022 Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    1

    Faculdade Reeducar de Brasília

    PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

    PDI

    2018 - 2022

    BRASÍLIA - DF

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    Faculdade Reeducar de Brasília Corpo Diretivo: Dr. Enaildo Viana - Diretor administrativo da Mantenedora Enildo Viana – Diretor Administrativo Prof. Dr. Klecius Renato Silveira Celestino – Diretor acadêmico Corpo Administrativo e Acadêmico: Karla Baima – Secretária Acadêmica Maria de Lourdes – Bibliotecária Thiago Viana - PI Anne Érica Menezes – Ouvidora Prof. Dr. José Eduardo Sabo Paes – Coordenador do curso de Direito Prof. Ms. Robson Luis de Araújo – CPA e NAP

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    SUMÁRIO

    APRESENTAÇÃO.................................................................................................................6

    1.PERFILINSTITUCIONAL....................................................................................................9

    1.1. IDENTIFICAÇÃODAMANTENEDORA.....................................................................................9

    1.2. IDENTIFICAÇÃODAMANTIDA..............................................................................................9

    1.3.MISSÃO,OBJETIVOS,METASEVALORESINSTITUCIONAIS....................................................9

    2.PROJETOPEDAGÓGICOINSTITUCIONALDAFACULDADEREEDUCARDEBRASÍLIA.........15

    2.1.CONTEXTUALIZAÇÃO,HISTÓRICOINSTITUCIONALEINSERÇÃOREGIONAL..........................15

    2.2.PRINCÍPIOSFILOSÓFICOSETEÓRICO-METODOLÓGICOSGERAISDAINSTITUIÇÃO...............19

    2.3.ORGANIZAÇÃODIDÁTICO-PEDAGÓGICA.............................................................................21

    2.3.1.Políticasdeensinodegraduação......................................................................................................26

    2.3.2.Políticasdeiniciaçãocientífica,inovaçãotecnológicaededesenvolvimentoartísticoecultural....27

    2.3.3.Políticasdeextensão.........................................................................................................................30

    2.3.4.Políticasdepós-graduaçãoLatosensu..............................................................................................30

    2.3.5.Políticasdegestãonoâmbitodasatividadesacadêmicas................................................................31

    2.3.6.Responsabilidadesocial.....................................................................................................................36

    2.3.7.Educaçãoinclusivaeacessibilidade...................................................................................................39

    2.4.PlanodeAtendimentoàsDiretrizesPedagógicas................................................................44

    2.4.1.Seleçãodeconteúdos........................................................................................................................46

    2.4.2.Princípiosmetodológicosepráticaspedagógicas.............................................................................47

    2.4.3.Processosdeavaliação......................................................................................................................51

    2.4.4.Práticasprofissionaiseatividadescomplementares.........................................................................53

    2.4.5.Estágiosetrabalhosdeconclusãodecurso(TCC).............................................................................55

    2.4.6.Flexibilidadedoscomponentescurriculares.....................................................................................58

    2.4.7.Oportunidadesdiferenciadasdeintegralizaçãodoscursos..............................................................59

    2.5.COMUNICAÇÃOCOMASOCIEDADE...................................................................................61

    2.5.1.Comunicaçãointerna.........................................................................................................................61

    2.5.2.Comunicaçãoexterna........................................................................................................................62

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    3.DESENVOLVIMENTODOSCURSOSEPROGRAMASEDUCACIONAIS................................64

    3.1.OfertadeCursos.................................................................................................................64

    3.1.1.Graduação.........................................................................................................................................64

    3.1.2Pós-GraduaçãoLatoSensueMBA.....................................................................................................64

    3.1.3.Extensão............................................................................................................................................64

    4.ORGANIZAÇÃOEGESTÃODEPESSOAL..........................................................................65

    4.1.Políticasdecapacitaçãodocenteeformaçãocontinuada....................................................66

    4.2.Políticasdecapacitaçãoeformaçãocontinuadaparaocorpotécnico-administrativo.........67

    5.ORGANIZAÇÃOEGESTÃODAFACULDADEREEDUCARDEBRASÍLIA...............................69

    5.1.ESTRUTURAORGANIZACIONAL...........................................................................................69

    5.2GESTÃOINSTITUCIONAL......................................................................................................69

    6.ATENDIMENTOAOSDISCENTES....................................................................................72

    6.1.FORMASDEACESSO...........................................................................................................72

    6.2.POLÍTICASDEATENDIMENTOAODISCENTE........................................................................74

    6.3.APOIOÀREALIZAÇÃODEEVENTOSEÀPRODUÇÃODISCENTE............................................79

    6.4.ACOMPANHAMENTODEEGRESSOS...........................................................................80

    7.INFRAESTRUTURAFÍSICA..............................................................................................81

    7.1 –INSTALAÇÕESGERAIS.......................................................................................................82

    7.2.INFRAESTUTURAACADÊMICA.............................................................................................83

    7.3.BIBLIOTECA........................................................................................................................88

    7.3.1.Instalações.........................................................................................................................................88

    7.3.2.PolíticadeAtualização,ManutençãoeExpansãodoAcervo............................................................89

    7.4.TECNOLOGIASDEINFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO(TICs)...................................................92

    7.5.PLANODEEXPANSÃODAINFRAESTRUTURAFÍSICA............................................................93

    8.ATENDIMENTOAPORTADORESDENECESSIDADESESPECIAIS.......................................95

    8.1.ACESSIBILIDADEFÍSICA,PEDAGÓGICA,ATITUDINALeDASCOMUNICAÇÕES.......................95

    8.2.ADAPTABILIDADEPARAPESSOASCOMMOBILIDADEREDUZIDA........................................96

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    8.3.ADAPTABILIDADEPARAPORTADORESDEDEFICIÊNCIAVISUAL..........................................97

    8.4.ADAPTABILIDADEPARAPORTADORESDEDEFICIÊNCIAAUDITIVA......................................99

    8.5.DIREITOSDAPESSOACOMTRANSTORNODOESPECTROAUTISTA....................................100

    9.AVALIAÇÃOEACOMPANHAMENTODODESENVOLVIMENTOINSTITUCIONAL.............102

    10.PLANEJAMENTOECONÔMICO-FINANCEIROPARAOQUINQUENIO(2018/2022).......106

    10.1.SUSTENTABILIDADEFINANCEIRA:RELAÇÃOCOMODESENVOLVIMENTOINSTITUCIONAL

    ...............................................................................................................................................106

    10.2.SUSTENTABILIDADEFINANCEIRA:PARTICIPAÇÃODACOMUNIDADEINTERNA...............108

    10.3.QUADROCONTÁBILDEPREVISÃOFINANCEIRA..............................................................109

  • PDI 2018 – 2022 Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    6

    APRESENTAÇÃO

    Este Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), que abrange o período de 2018 a

    2022 foi elaborado pela equipe pedagógica da Faculdade Reeducar de Brasília, com a

    participação de dirigentes da entidade mantenedora, com a finalidade de estabelecer

    norteamentos para os próximos cinco anos de trabalho.

    Este documento atende plenamente as normas para a oferta de cursos de graduação

    em instituições que visam integrar o Sistema Federal de Ensino, e consolida a definição da

    missão, das diretrizes acadêmicas, das proposições políticas e do plano de gestão da

    Faculdade Reeducar de Brasília, evidenciando os objetivos, metas globais e ações a serem

    alcançados no período 2018-2022, definidos com base na análise situacional a ser monitorada

    pela CPA - Comissão Própria de Avaliação, e na visão dos diversos cenários possíveis

    registrados nos documentos institucionais.

    A atual gestão propõe-se a executar o presente Plano de Desenvolvimento

    Institucional por meio de planejamento estratégico e participativo, atendendo à qualificação

    técnica, formal e social, reafirmando sua missão de Instituição de Ensino Superior.

    A consolidação da oferta de educação superior pela Faculdade Reeducar de Brasília

    atenderá a uma importante demanda regional, e apresentará uma valorosa resposta às

    expectativas que a sociedade local depositou no desenvolvimento e no papel da mantenedora.

    Este PDI será monitorado e avaliado periodicamente, com o objetivo de corrigir e

    adequar metas e ações à legislação e normas vigentes, aplicadas ao contexto de inserção

    regional da Faculdade Reeducar de Brasília.

    O Ministério da Educação recomenda que a elaboração do Plano de Desenvolvimento

    Institucional (PDI) deverá explicitar o modo pelo qual o documento foi construído e a

    interferência que exercerá sobre a dinâmica da Instituição, tendo como pressuposto o

    atendimento ao conjunto de normas vigentes. Sendo assim, o PDI consiste em

    Instrumento de planejamento e gestão, que considera a identidade da

    IES no âmbito da sua filosofia de trabalho, da missão a que se

    propõe, das estratégias para atingir suas metas e objetivos, da sua

    estrutura organizacional, do Projeto Pedagógico Institucional,

    observando as diretrizes pedagógicas que orientam suas ações e as

    atividades acadêmicas e científicas que desenvolve ou visa a

    desenvolver. O PDI deve ser mantido atualizado e coerente com a

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    7

    organização acadêmica da IES e contemplar também: o cronograma

    e a metodologia de implementação dos objetivos; metas e ações da

    IES, observando a articulação entre as diversas ações; a manutenção

    de padrões de qualidade; perfil do corpo docente e de tutores; oferta

    de cursos de graduação e pós-graduação, presenciais e/ ou a

    distância; descrição da infraestrutura física e instalações

    acadêmicas; demonstrativo de capacidade e sustentabilidade

    financeiras, observadas as exigências do Decreto nº 5.773/06. (MEC, 2017).

    O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) é um pré-requisito presente nos

    processos regulatórios dos Cursos Superiores. Destacamos os dispositivos legais de

    orientação à elaboração do nosso PDI:

    a) Lei Nº 9.394/1996 (LDB), Lei No 10.861/2004, Decreto Nº 2.494/1998; Decreto

    No 3.860/2001, Decreto Nº 4.914/2003; Decreto Nº 5.154/2004, Decreto Nº

    5.224/2004 e Decreto Nº 5.225/2004, Portaria MEC Nº 301/1998, Portaria MEC

    Nº 1.466/2001, Portaria MEC Nº 2.253/2001, Portaria MEC Nº 3.284/2003,

    Portaria MEC Nº 7/2004, Portaria MEC Nº 2.051/2004, Portaria MEC Nº

    3.643/2004, Portaria MEC nº 4.361/2004, Resolução CES/CNE No 2/1998,

    Resolução CNE/CP No 1/1999, Resolução CES/CNE Nº 1/2001, Resolução

    CP/CNE Nº 1/2002 (art.7º), Resolução CES/CNE No 10/2002, Parecer CES/CNE

    Nº 1.070/1999.

    b) Lei Nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996 (LDB): Estabelece as diretrizes e bases

    da educação nacional, e seu art. 46 faz referência ao processo de regulação entre

    outros subsídios. Salienta-se que os itens de exercício da autonomia universitária

    constantes no art. 54, § 1º são também peças do Plano de Desenvolvimento

    Institucional.

    c) Lei Nº 10.861 de 14 de abril de 2004: Institui o Sistema Nacional de Avaliação

    da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Em seu art.º 3º A

    alínea I, traz o Plano de desenvolvimento Institucional como um dos instrumentos

    para identificar o perfil e o significado de atuação da IES.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    8

    d) Decreto n. 5.773, de 9 de maio de 2006: Dispõe sobre o exercício das funções de

    regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos

    superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. Em seu art.

    15 contempla como pré-requisito do processo regulatório a apresentação do PDI e

    no art. 16 quais são os elementos mínimos constantes no documento.

    e) Plano Nacional de Educação – PNE: O novo PNE apresenta dez diretrizes

    objetivas e 20 metas, seguidas das estratégias específicas de concretização. O

    texto prevê formas de a sociedade monitorar e cobrar cada uma das conquistas

    previstas. As metas seguem o modelo de visão sistêmica da educação

    estabelecido em 2007 com a criação do Plano de Desenvolvimento da Educação

    (PDE).

    Partindo dessa perspectiva organizacional e sustentada em reflexões e na construção

    coletiva, apresentamos o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI da Faculdade

    Reeducar de Brasília, no Distrito Federal. A construção do PDI foi consolidada pela equipe

    de pedagógica e administrativa que substancialmente contribuíram para a efetivação das

    ações, metas e propostas contidas nesse documento.

    A Faculdade Reeducar de Brasília cuja mantenedora é a Fundação Boa Vontade e se

    vê comprometida com a valorização do desenvolvimento humano, social, profissional e

    tecnológico.

    A Fundação Boa Vontade é inspirada nos ideais de valorização e promoção humana e

    social, buscando precipuamente o respeito aos valores éticos, morais e sociais da pessoa e da

    família.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    9

    1. PERFIL INSTITUCIONAL

    1.1. IDENTIFICAÇÃO DA MANTENEDORA

    A entidade mantenedora da Faculdade Reeducar de Brasília é a Fundação Boa

    Vontade, fundação privada, inscrita no CNPJ n° 10.226.070/001-16 constituída nos termos da

    legislação vigente e aplicável à espécie, com sede e foro na cidade de São Paulo, na Rua

    Engenheiro Luiz Carlo Berrini, n° 1748, 23° andar, Conjunto 2312, Bairro Cidade Monções-

    São Paulo - SP.

    1.2. IDENTIFICAÇÃO DA MANTIDA

    A Faculdade Reeducar de Brasília, está sediada na Avenida Santa Maria, Comércio Local

    417, Lote E, Santa Maria, Distrito Federal, CEP 72547-250, em imóvel cedido, é um

    estabelecimento isolado de ensino superior particular em sentido estrito, mantida pela

    Fundação Boa Vontade, fundação privada, inscrita no CNPJ n° 10.226.070/001-16.

    1.3. MISSÃO, OBJETIVOS, METAS E VALORES INSTITUCIONAIS

    A Faculdade Reeducar de Brasília tem por missão:

    “Colaborar para a expansão do acesso à educação de qualidade, com a

    evolução do conhecimento humano. Promover a busca, o desenvolvimento, a

    disseminação e a cooperação intelectual como indutores de transformações

    sociais alinhados a valores universais de justiça, liberdade, dignidade

    humana e respeito ao meio ambiente.”

    E a Visão Institucional de “Sermos percebidos como agentes promotores de

    desenvolvimento, disseminadores de virtudes, bem como referência nos cursos

    superiores ofertados, com especializações sequenciais inovadoras e grupos de

    estudo permanentes”

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    10

    São finalidades essenciais da Faculdade, o ensino, a pesquisa e a extensão, integrados

    na formação de cidadãos empenhados na busca de soluções democráticas para os problemas

    mundiais.

    Para a projeção de tais características, a Faculdade Reeducar de Brasília considera

    imprescindível, na elaboração do PDI, considerar como princípios, a clareza e a objetividade

    do texto, bem como a coerência, de forma a expressar a adequação entre todos os seus

    elementos, e a factibilidade, de forma a demonstrar a viabilidade do seu cumprimento

    integral. O PDI constitui um conjunto de instrumentos apropriados ao acompanhamento,

    execução e avaliação das atividades institucionais. As estratégias e ações, que encerram todas

    as propostas operacionais, estão formuladas de forma clara e objetiva, delineando um

    processo orientador de tomada de decisão e designando os responsáveis pela execução dos

    fins pretendidos, com vistas à avaliação contínua dos resultados a serem alcançados.

    Como já colocado e reafirmando a sua Missão, a Faculdade Reeducar de Brasília

    deseja ser uma instituição educacional formadora de cidadãos competentes, qualificados e

    preparados para o mercado de trabalho, imbuídos de responsabilidade social e

    compromissados com a preservação da cultura nacional e com o desenvolvimento

    sociocultural do país. Visando atender essa Missão, far-se-á necessário assumir

    compromissos que norteiem o gerenciamento das atividades institucionais, a saber:

    - promover a interatividade harmônica entre os órgãos administrativos e

    colegiados, oferecendo qualidade e excelência no desenvolvimento de ensino,

    iniciação científica, cultural e inovação tecnológica e extensão, para atender às

    necessidades da sociedade local e brasileira;

    - cumprir os princípios constitucionais que têm por finalidade o pleno

    desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua

    qualificação para o trabalho, a igualdade de condições para o acesso e

    permanência com liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o

    pensamento, a arte e o saber;

    - o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas; a garantia de padrão de

    qualidade; a valorização da experiência extraescolar com vinculação entre a

    educação acadêmica, o trabalho e as práticas sociais;

    - corroborar as finalidades da educação superior de estimular a produção científica,

    o desenvolvimento científico e o pensamento reflexivo, incentivar o trabalho de

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    11

    iniciação científica, promover a divulgação dos conhecimentos, suscitar o desejo

    permanente de aperfeiçoamento;

    - promover a extensão a todo o universo de pessoas interessadas em estimular o

    conhecimento dos problemas do mundo presente, além de formar profissionais

    para as diversas áreas do mercado de trabalho;

    - promover um ambiente salutar e agradável de trabalho para os profissionais que

    compõem o corpo social da IES, oferecendo condições laborativas dignas e

    estimulantes para que todos vislumbrem atingir metas pessoais através da

    obtenção de objetivos organizacionais;

    - implementar padrões de excelência na organização através do estímulo à

    qualificação permanente dos seus recursos humanos, da eficiência dos processos

    internos e do acompanhamento tecnológico dos recursos de trabalho;

    - contribuir com o avanço socioeconômico do Estado, não apenas com a

    qualificação de profissionais aptos ao ingresso no mercado de trabalho, mas

    também com ações solidárias que objetivam direta ou indiretamente uma maior

    qualidade de vida à população local;

    - dotar a IES de mecanismos periódicos de avaliação da qualidade do serviço

    educacional, bem como garantir a sua implementação, o processamento dos

    dados e a tomada de ações preventivas e corretivas.

    As metas estão dispostas no PDI e, no cumprimento de sua missão, sendo que a IES

    tem como valores:

    - Atendimento – Nosso atendimento deve ser cordial, prestativo e eficiente, pautado

    na busca por inovações que nos façam ser melhores a cada dia;

    - Relacionamento – Nosso relacionamento com discentes e colaboradores deve ser

    transparente e honesto, baseando-se na responsabilidade e confiança entre as

    partes;

    - Gerenciamento – Nosso gerenciamento deve ser em equipe, democrático e

    humanizado. Devemos elevar o engajamento, a discussão, liberar a genialidade

    dos nossos talentos de forma sinérgica e estimular sua ascensão profissional por

    meio da meritocracia;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    12

    - Ações de Responsabilidade Social – Nossas ações de responsabilidade social e

    ambiental devem ultrapassar o campo da filantropia, integrando e fazendo de

    nossa cultura institucional uma conduta de respeito aos valores humanos;

    - Cursos – Nossos cursos devem preparar para a vida, fundamentados na

    valorização do ser humano como fonte de riqueza e transformação;

    - Eficácia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável – O comprometimento com a

    eficácia, a inovação e o desenvolvimento sustentável deve ser constante e

    fundamentado em uma conduta ética, marcada por respeito, honestidade e amor.

    - Pesquisa e Extensão – O conhecimento e os valores devem ser expandidos,

    disseminados e compartilhados por meio de grupos de estudo permanente,

    incentivo à pesquisa e divulgação, e projetos de extensão que permitam a

    aproximação entre a comunidade local e o espaço acadêmico envolvendo todos.

    A IES, após seu credenciamento, vem dar sua contribuição ao desenvolvimento

    econômico e à melhora das condições de vida da população brasileira, em especial da

    comunidade locorregional. Para tal fim, trabalhará para que os alunos formados pelos seus

    cursos e atividades em geral estejam capacitados para o desempenho pleno e eficiente das

    suas funções profissionais. Além disso, a IES tem como objetivo formar profissionais

    cidadãos e éticos, comprometidos com o desenvolvimento social da região que os cercam.

    Por fim, gerar mão-de-obra com senso crítico e analítico, preparada para desenvolver

    pesquisas e novas tecnologias também é um anseio da comunidade acadêmica da Instituição.

    Assim, espera-se colaborar efetivamente para a construção de um país mais justo e forte,

    onde todas as pessoas tenham condições de viver com as mínimas condições de qualidade e

    bem-estar.

    A Faculdade Reeducar de Brasília pretende contribuir com a história locorregional e

    oferecer aos seus alunos, professores e funcionários a oportunidade de crescimento integral,

    com materializados nos seguintes objetivos:

    - estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do

    pensamento reflexivo;

    - formar recursos humanos nas áreas de conhecimento em que atuar, aptos para a

    inserção em setores profissionais e para a participação no desenvolvimento da

    sociedade, promovendo ações para sua formação continuada;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    13

    - suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e

    possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão

    sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de

    cada geração;

    - incentivar o diálogo interdisciplinar, a integração entre os diversos ramos do

    saber, a reflexão crítica sobre problemas humanos, a investigação da verdade;

    - estimular o conhecimento dos problemas do mundo globalizado, e

    simultaneamente prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com

    esta uma relação de reciprocidade; criar e manter serviços educativos e

    assistenciais que beneficiem os estudantes;

    - promover a extensão, aberta à participação da comunidade, visando à difusão das

    conquistas e benefícios da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica

    geradas na Instituição e

    - cooperar no desenvolvimento social, econômico, cultural da região e/ou país.

    Por seus objetivos, concebe a graduação não só como atividade fim da Instituição,

    mas, também, como meio de se implementar o desenvolvimento econômico, social e cultural

    do país e da região onde está inserida.

    Cada segmento social possui seus valores, direções, opções, preferências, prioridades

    que se traduzem e se impõem através de normas, leis, decretos, propaganda, burocracias,

    ministérios e secretarias. Nesse sentido a qualidade necessária e exigida sofre influência do

    conjunto de determinantes que configuram os instrumentos da educação formal e informal e o

    perfil do alunado.

    É com esse entendimento que se busca a política pedagógica de Ensino com a

    estruturação de projeto pedagógico com currículos mais flexíveis e atualizados, conforme as

    demandas da sociedade em que está inserida.

    Ao colocar a qualidade como objetivo central da proposta para o Ensino de

    Graduação, a IES tem por finalidade a construção de processo coletivo de articulação de

    ações voltadas para a formação competente do profissional que se pretende formar.

    As metas de desenvolvimento institucional da Faculdade Reeducar de Brasília

    segundo estão previstas em seu plano de ação para atender ao PDI 2018-2022 são:

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    14

    A Faculdade apresenta as principais metas definidas para o quinquênio de vigência do

    PDI que visam o desenvolvimento da IES em seus eixos principais:

    1 Metas para a gestão da instituição:

    - Implantação de Gestão Participativa – 2018 a 2022;

    - Plano de Cargos e Salários – 2018;

    - Implantação de Sistemas de Gestão – 2018;

    - Programa de Capacitação Permanente de Recursos Humanos – 2018 a 2022;

    - Credenciamento Institucional – 2018;

    - Gestão da Infraestrutura – 2018 a 2022;

    - Implantação de Sistema de Gestão da Acessibilidade – 2018 a 2022;

    - Implantação da Avaliação Institucional (CPA) – 2018 a 2022.

    2 Metas para o Ensino de Graduação e Pós-Graduação Lato Sensu:

    - Implantação de Cursos de Graduação – 4 cursos até 2022

    § Direito

    § Gestão Recursos Humanos

    § Administração

    § Gestão Pública

    - Implantação de Cursos de Pós-Graduação – 5 cursos até 2022;

    § Direito Internacional;

    § Direito e Relações Governamentais;

    § Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas;

    § Direitos Sociais e do Terceiro Setor; e

    § Gestão Estratégica e Sustentabilidade do Terceiro Setor.

    - Aplicação de tecnologias e metodologias educacionais inovadoras – 2018-

    2019

    § Através de estratégias de ensino que tenham o aluno no centro do

    processo de aprendizado e o professor como mediador da construção

    do conhecimento.

    • Espaços virtuais que serão criados pela IES, exclusivos para a

    produção de trabalhos colaborativos, de tal forma que os alunos

    e professores possam ter acesso, contribuam e façam críticas e

    elogios.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    15

    • Aquisição de softwares de jogos educacionais, de tal forma a

    estimular o raciocínio lógicos e ao estímulo ao curso

    • Criação da BIIS - (Banco de inovação, ideias e soluções):

    banco virtual repositório de exposição de projetos de inovação,

    registro de ideias e soluções no que tange assuntos da área de

    cada curso

    - Implantação de programa de busca da melhoria contínua da qualidade do

    ensino – 2018 a 2022;

    - Projeto de garantia de formação integral de forma que os cursos abordem

    temáticas de solidariedade, direitos humanos, atendimento a portadores de

    necessidades especiais, respeito a preservação da cultura e diversidade, ética e

    responsabilidade socioambiental – 2018 a 2022.

    3 Metas para Extensão:

    - Implantação de programa e cursos de extensão – 2018 a 2022;

    - Implantação do centro de línguas – 2019-2022

    § Implantação do Programa Piloto Pioneiro Legal English

    - Desenvolvimento de projetos permanentes de extensão – 2018;

    - Implantação de Projetos de Responsabilidade Social – 2018 a 2022.

    4 Metas para Iniciação Científica, Cultural e Inovação Tecnológica:

    - Implantação de programa de iniciação científica – 2018 a 2022;

    - Estímulo a participação de congressos e eventos culturais e de inovação

    tecnológica – 2018 – 2022.

    - Implantação de Projetos de Responsabilidade Social – 2018 a 2022.

    - Implantação de programa de intercâmbio cultural e tecnológico internacional –

    2019 a 2022

    2. PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL DA FACULDADE REEDUCAR DE BRASÍLIA

    2.1. CONTEXTUALIZAÇÃO, HISTÓRICO INSTITUCIONAL E INSERÇÃO REGIONAL

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    16

    A Faculdade Reeducar de Brasília pleiteia a este momento seu credenciamento

    institucional para oferta de cursos presenciais. Concomitantemente ao credenciamento,

    solicita-se a autorização dos seguintes cursos: bacharelado em administração e bacharelado

    em enfermagem. A mantenedora da Faculdade Reeducar de Brasília, a Fundação Boa

    Vontade, está sediada na cidade de São Paulo, a Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 1.748, 23º.

    Andar, Cidade das Monções, foi fundada em 16 de junho de 2008, e reconhecida como de

    Utilidade Pública Federal. A mantenedora foi instituída com o objetivo primordial de

    contribuir com a divulgação e realização de atividades sociais, educacionais, culturais e

    filosóficas e de espiritualidade ecumênica, visando ao desenvolvimento integral e ao bem-

    estar da pessoa humana. E a este momento busca sua participação no Ensino Superior

    Nacional. Neste contexto, submete-se ao Ministério da Educação (MEC) o Plano de

    Desenvolvimento Institucional - PDI para o credenciamento da Faculdade Reeducar de

    Brasília que se propõe a ministrar cursos de graduação e de pós-graduação, desenvolver

    ações de extensão, estabelecer uma filosofia educacional sob a égide da necessária

    identificação com os problemas que afligem sua região de inserção, atendendo assim as

    expectativas e necessidades da comunidade local, regional e nacional.

    As perspectivas de crescimento do Distrito Federal e toda a área de abrangência da

    IES, promoveram a sensibilização dos mantenedores que, ao conceber a Faculdade Reeducar

    de Brasília, no seu projeto pedagógico, desejam abrir o caminho da reflexão da realidade

    mundial de acordo com os princípios do desenvolvimento sustentável.

    Vivemos em um país que, apesar das suas potencialidades econômicas e riquezas

    naturais, vêm, ao longo dos tempos, apresentando problemas estruturais expressivos.

    Significativas taxas de analfabetismo e mortalidade infantil, índices de criminalidade e

    homicídios, deficiências na infraestrutura de transportes, concentração de renda em

    detrimento da miséria de muitos, baixa competitividade na maioria das empresas brasileiras

    em âmbito internacional, dificuldade de acesso da maioria da população a serviços médicos e

    educacionais de qualidade, baixos níveis de avanço tecnológico, entre outros, são alguns dos

    problemas habitualmente noticiados pela imprensa nacional.

    Apesar de algumas melhoras pontuais, acreditamos que apenas com um ciclo contínuo

    de desenvolvimento econômico em todas as regiões do país será possível a solução

    significativa de boa parte dos problemas estruturais da atualidade. Para tanto, acredita-se que

    a melhor receita necessária para a obtenção de tal feito, inclusive já adotada por outros países,

    passa pela adoção de práticas educacionais consistentes e permanentes. Dessa forma, as IES

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    17

    têm funções estratégicas para o avanço social e econômico do Brasil. São muitas as

    possibilidades socioeconômicas criadas no atual momento por que passa a sociedade. Como

    sempre, tais possibilidades precisam orientar-se a partir de referências científicas e culturais

    que abram novos horizontes de desenvolvimento autossustentado. Para tanto, as instituições

    de ensino desempenham papel único e insubstituível, como, aliás, tem sido amplamente

    reconhecido pela sociedade brasileira.

    A Faculdade Reeducar de Brasília se instalará no Distrito Federal que possui como

    capital Brasília e está localizado ao longo da região geográfica conhecida como Planalto

    Central. Segundo dados do Censo, a população de sua área metropolitana é superior a 4

    milhões de habitantes. A capital é a maior cidade do mundo construída no século XX.

    Apesar das visíveis e evidentes diferenças sociais devido a grande população de

    migrantes advindos de outras partes do país que possuem pouco acesso a educação e

    consequentemente pouco acesso a educação de qualidade a cidade possui o segundo maior

    produto interno bruto per capita do Brasil (R$ 45.977,59), o quinto maior entre as principais

    cidades da América Latina e cerca de três vezes maior que a renda média brasileira. Como

    capital nacional, Brasília é a sede dos três principais ramos do governo brasileiro e hospeda

    124 embaixadas estrangeiras. Além de ser centro político, Brasília é um importante centro

    econômico. É a terceira cidade mais rica do Brasil, exibindo um Produto Interno Bruto (PIB)

    de 99,5 bilhões de reais, ou 3,76 % de todo o PIB brasileiro. Brasília está entre as áreas

    urbanas de maior índice de renda per capita do Brasil. Segundo pesquisa da consultoria

    Mercer sobre o custo de vida para funcionários estrangeiros, Brasília está colocada na

    posição 33 entre as cidades mais caras do mundo em 2011, subindo da posição 70 em 2010.

    A principal atividade econômica da capital federal resulta de sua função administrativa. Por

    isso seu planejamento industrial é estudado com muito cuidado pelo Governo do Distrito

    Federal. Por ser uma cidade tombada pelo IPHAN e que recebeu o Título de Patrimônio

    Cultural da Humanidade pela Unesco a ocupação do território do DF tem características

    diferenciadas para preservação da cidade. Assim, o governo de Brasília tem optado em

    incentivar o desenvolvimento de indústrias não poluentes. Assim, a Faculdade, após seu

    credenciamento, vem dar sua contribuição ao desenvolvimento econômico e à melhora das

    condições de vida da população brasileira, em especial da comunidade regional carente de

    oportunidades devido a sua formação. Para tal fim, a Faculdade trabalhará para que os alunos

    formados pelos seus cursos e atividades em geral estejam capacitados para o desempenho

    pleno e eficiente das suas funções profissionais. Além disso, a Faculdade tem como objetivo

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    18

    formar profissionais cidadãos e éticos, comprometidos com o desenvolvimento social da

    região que os cercam. Por fim, gerar mão-de-obra com senso crítico e analítico, preparada

    para desenvolver pesquisas e novas tecnologias também é um anseio da comunidade

    acadêmica da Instituição. Assim, espera-se colaborar efetivamente para a construção de um

    país mais justo e forte, onde todas as pessoas tenham condições de viver com as mínimas

    condições de qualidade e bem estar.

    A Faculdade Reeducar de Brasília apresenta como prioridades meios de se

    implementar o desenvolvimento econômico, social e cultural do país e da região onde está

    inserida, e este é um dos fatores para se instalar na cidade de Santa Maria. A cidade de Santa

    Maria – DF é uma região administrativa do Distrito Federal que surgiu oficialmente em 1993

    através do decreto n° 14604 e a sua criação foi vinculada ao programa de assentamento de

    famílias de baixa renda, em lotes semiurbanizados. O governo do DF loteou uma área do

    Núcleo Rural Santa Maria e transferiu aos moradores das invasões do Gama e das demais

    localidades do Distrito Federal. A região administrativa de Santa Maria compreende uma

    área de 211 km2 e uma população local de 125mil habitantes, sendo cercada em um raio de

    20 km pelas cidades: Gama, Novo Gama, Recanto das Emas e Valparaíso do Goiás, que

    somam uma população de aproximadamente de 725 mil habitantes.

    A cidade de Santa Maria está em expansão econômica, de maneira que empresas,

    indústrias e o comércio varejista estão se instalando ou se fortalecendo. Um dos motores

    dessa transformação é a construção civil, que influencia a produção e a distribuição de novos

    produtos industrializados. Atualmente, exerce um importante papel como polo de

    desenvolvimento econômico do DF por abrigar o Polo de Desenvolvimento Juscelino

    Kubitschek, onde funcionam cerca de 150 indústrias, dentre elas grandes indústrias como a

    União Química, a Bimbo e a Audifar, bem como o Porto Seco. O terminal terrestre do DF tem

    dois galpões: um para produtos em geral e outro – refrigerado – para medicamentos.

    A cidade de Santa Maria com a sua população de 125.123 habitantes com renda

    familiar média mensal de R$ 3.176,00 (PDAD-2015), e baixo índice de moradores com nível

    superior completo (5,11% conforme PDAD 2015), nesse sentido, a Faculdade ao se instalar

    em Santa Maria, pretende contribuir para transformar a sua realidade.

    Diante da filosofia de ação da Faculdade Reeducar de Brasília, que é o ensino

    mediante a transmissão e a produção do conhecimento, o resgate da cidadania, a geração e a

    transferência de tecnologia através da pesquisa e da extensão e da prestação de serviços

    especiais, se justifica a instalação da Instituição na cidade de Santa Maria.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    19

    2.2. PRINCÍPIOS FILOSÓFICOS E TEÓRICO-METODOLÓGICOS GERAIS DA

    INSTITUIÇÃO

    A proposta pedagógica está apoiada em princípios éticos e normativos, bem como na

    concepção didática, pedagógica e sócio-histórica, construída pela prática educacional e

    descrita nos documentos que norteiam os projetos e as ações da Faculdade Reeducar de

    Brasília. Para desempenhar seu papel social de promotora de desenvolvimento sustentado no

    conhecimento, constrói-se, continuamente, a partir, entre outros, dos referenciais éticos,

    políticos, epistemológicos, educacionais e técnicos presentes nos seus princípios e diretrizes

    de ação que visam à produção de conhecimento em todas as suas formas e torná-lo acessível

    à sociedade.

    A formação teórica e prática exigida pela velocidade da ciência e da tecnologia leva

    o aluno à reflexão e desenvolvimento do raciocínio lógico, que na prática contribui para o

    domínio dos saberes da leitura, da compreensão e da interpretação do mundo ao seu redor.

    Por isso, os princípios filosóficos e objetivos da Faculdade Reeducar de Brasília

    passam também pela formação dos valores humanos, éticos, morais, liberdade, igualdade,

    tanto de discentes como de toda a comunidade acadêmica. Não se faz educação sem esses

    valores que deverão nortear a vida de cada um ao longo do seu trajeto.

    Essa formação vem enriquecer e fomentar o caráter investigativo e a autonomia do

    pensar, caminhar e a produção de conhecimento em um mundo cada vez mais globalizado e

    complexo que exige o aprendizado da leitura multidisciplinar dessa realidade. É fundamental

    que o educando possa ter segurança e clareza do seu papel na sociedade, ter a certeza que o

    saber acadêmico passa pelo desenvolvimento de habilidades e a aquisição de competências

    para enfrentar esse mercado competitivo e exigente, combinando cada vez mais o espírito

    inovador, ético, criativo e transformador.

    Daí a importância do espaço acadêmico ser um ambiente de aprendizagem do qual

    as atenções estejam voltadas para o resgate de ser humano e para a busca constante de pensar,

    de conviver e compreender o mundo e valorizar as questões éticas e pedagógicas. É nas

    várias modalidades de ensino que o aluno vai desenvolver tudo isso. Na inclusão social, nas

    práticas supervisionadas e no ensino presencial.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    20

    Por fim, o Projeto Pedagógico Institucional da Faculdade Reeducar de Brasília se

    constituirá num conjunto de intenções, que nortearão a vida da instituição pautado em valores

    e princípios coletivamente assumidos, com o fim de oferece educação de qualidade, que

    atenda às necessidades e anseios da comunidade a que serve, segundo os princípios e valores

    que constituem a sua identidade, a saber:

    - Cultuar e difundir valores fundamentais ao interesse social, aos direitos e deveres

    dos cidadãos e ao respeito ao bem comum e à ordem democrática;

    - Considerar as condições de escolaridade dos seus alunos, como dado fundamental

    à formulação e desenvolvimento das suas ações pedagógicas;

    - Formar cidadãos comprometidos com o progresso econômico e social da

    comunidade, tecnicamente capacitados a atuar no mercado de trabalho;

    - Adotar métodos e técnicas de ensino que estimulem a iniciativa do estudante, de

    modo a integrá-lo ativamente no processo de sua própria construção acadêmica e

    profissional;

    - Oferecer cursos direcionados ao atendimento das demandas identificadas;

    - Organizar os conteúdos de tal modo que o aluno alcance o domínio dos

    conhecimentos e das técnicas indispensáveis à sua atuação no mercado de

    trabalho.

    O Projeto Pedagógico Institucional da Faculdade Reeducar de Brasília, consciente das

    transformações da realidade, propõe um encaminhamento para suas orientações acadêmicas,

    de modo a realizar intervenções no processo histórico. Essas intervenções devem acontecer de

    maneira que a realidade conduza suas mudanças no sentido de um aumento das condições de

    atendimento das demandas coletivas e de uma diminuição da desigualdade social. Para isso, é

    fundamental que se estabeleçam expectativas quanto ao perfil dos egressos de seus cursos.

    Pretende-se que aluno ao optar por integrar a Faculdade Reeducar de Brasília, ao final de sua

    trajetória, seja capaz de:

    - participar ativamente como cidadão-profissional das mudanças sociais e no

    mundo do trabalho;

    - identificar problemas relevantes à sua volta; avaliar diferentes posições quanto a

    esses problemas e

    - conduzir sua postura de modo consciente e atuar junto à sociedade.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    21

    2.3. ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA

    A ciência, na concepção contemporânea, tem uma nova conotação: a de ser um processo de investigação, consciente de todas as suas limitações e do esforço crítico de

    submeter à renovação constante seus métodos e suas teorias. A atitude científica atual é a

    atitude crítica. Cada ramo da ciência procura definir que métodos são mais confiáveis, que

    possibilitam eliminar mais facilmente o erro e, principalmente proporcionam melhores

    condições de crítica objetiva desenvolvida pela comunidade científica. A ciência é concebida,

    hoje, como um processo altamente criativo e crítico. Estamos muito longe do dogmatismo e

    do cientificismo. O conhecimento é visto como algo que está sendo continuamente revisto,

    reconstruído. Não há verdades inquestionáveis. Não há procedimentos de investigação

    indiscutíveis. Não há provas evidentes fornecidas por experimentos cruciais conclusivos. A produção do conhecimento é um projeto humano, que exige superação de limites do

    já imaginado e que se enriquece no processo crítico e polêmico que se instaura na intromissão

    da rede do pluralismo teórico. Na concepção contemporânea da ciência, portanto, é preciso

    evitar, em nome de uma única teoria da realidade, deixar de analisar e confrontar outros

    enfoques teóricos e de observar a própria realidade. O referencial teórico-técnico tem de estar

    em constante revisão e recriação, procurando definir criticamente, para cada ramo da ciência,

    que métodos são mais confiáveis e pertinentes ao seu objeto de estudo, proporcionam

    melhores condições de crítica sistemática e objetiva desenvolvida pela comunidade científica.

    Se, epistemologicamente, a opção da Faculdade Reeducar de Brasília recai sobre esse

    novo paradigma científico, as atividades de ensino – inseridas nos projetos pedagógicos de

    seus cursos – têm de estar em consonância com ele. Isto equivale a dizer que traçar objetivos

    de ensino não pode mais equivaler a objetivar conteúdos, característica própria da pedagogia

    tradicional e da ciência dogmática; consiste antes em identificar situações-problema com as

    quais o aluno deverá lidar, para o que deverá acessar, sistematizar (selecionando,

    descrevendo, analisando, sintetizando) e utilizar os conhecimentos disponíveis e necessários.

    Dentro dessa ótica, o foco de ensinar desloca-se para as relações do aprendiz com a

    situação problema, ou seja, para as competências de descrevê-la, analisá-la e interpretá-la à

    luz dos conhecimentos necessários e disponíveis, sistematizando-os, ou ainda, quando for o

    caso, questionando-os, tornando, eles próprios, uma situação-problema. Fundem-se assim, no

    ensino, o processo científico e o pedagógico: uma pedagogia que, fundamentada no processo

    científico, traduz-se essencialmente pelo ato de facilitar, de criar condições para que o aluno

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    22

    aprenda a produzir conhecimento cientificamente. E, assim, parece inevitável que o objetivo

    de habilitar o aprendiz a estar apto para lidar com essa nova realidade implicará – como já

    começa a fazê-lo – um redimensionamento não só da didática do ensinar como também do

    aprender.

    O foco do processo desloca-se do produto para a competência do lazer, do reter para o

    pensar, do repetir para o transformar, do manter para intervir. Em outras palavras: parece

    inevitável que o ensino deva orientar-se para que o aprendiz possa construir-se e reconstruir-

    se como sujeito crítico. Remetendo à visão epistemológica do ensino antes referida, parece

    inevitável que o ato pedagógico venha então a orientar-se pelos postulados da ciência

    contemporânea, fazendo do ensino a aprendizagem do fazer científico.

    Diante dessa marca dos tempos que se chama de modernidade, o aprendiz deverá ser

    capaz de desenhar e efetivar projeto próprio e moderno de desenvolvimento, construindo um

    posicionamento positivo, autossuficiente, criativo, crítico e sempre renovado. Reflete-se a

    projeção de um novo paradigma de ciência e de educação de cujas relações deverão resultar

    modificações estruturais no ato de ensinar, nos processos que o compõem, menos por força

    de construções teóricas do que por exigência da própria realidade contemporânea, seja ela

    econômica, social, cultural, científica ou tecnológica, necessidades básicas de aprendizagem

    a serem consideradas doravante na construção de um modelo institucional de ensino, na

    formação profissional, bem como no planejamento curricular: Um deles é a capacidade de

    resolver problemas, que abarca outras dimensões, como flexibilidade e adaptabilidade a

    novas situações.

    O outro é a capacidade de decisões fundamentadas, que remetem à habilidade de

    selecionar informações relevantes, seja no trabalho, na área cultural ou no exercício da

    cidadania política. Finalmente, uma terceira e mais importante delas, é a capacidade de

    continuar aprendendo, única forma pela qual o resultado da ação educativa pode responder à

    contínua diversificação e mudança nas demandas de aprendizagem da sociedade.

    A Faculdade Reeducar de Brasília defende um ensino superior tendo como

    parâmetros os compromissos com a qualidade da formação intelectual de seus alunos, com a

    qualidade da sua produção científica, tecnológica, artística e filosófica e, principalmente, com

    o atendimento às necessidades, aos anseios e às expectativas da sociedade. Por isso, formar

    profissionais competentes pressupõe-se refletir a realidade e encarar os desafios instalados a

    partir dos problemas locais, regionais e nacionais, em observância aos valores civilizatórios

    como a paz, a justiça, a democracia e a solidariedade humana.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    23

    Nesse contexto, o docente da Faculdade Reeducar de Brasília deverá elaborar,

    semestralmente, um Plano de Trabalho de Atividades, do qual apontará o planejamento das

    aulas e das atividades que serão ministradas, bem como acontecerão as avaliações e

    elaboração de demais atividades.

    O núcleo pedagógico, será o responsável por este acompanhamento junto com as

    coordenações de curso, realizando reuniões permanentes de discussão para avaliação dos

    planos de trabalho em parceria com os docentes e os respectivos Núcleos Docentes

    Estruturantes, a fim de promover atualizações dos Projetos Pedagógicos dos Cursos e

    formação adequada dos egressos.

    Ao longo do ano serão constituídos relatórios de gerenciamento de atividade docente e

    medidas da aprendizagem dos alunos, garantindo assim a melhoria crescente da aprendizagem

    dos alunos.

    A Faculdade Reeducar de Brasília dentro do seu conjunto pedagógico adotará um

    modelo de mediação e feedback que auxilie o professor na avaliação do aluno, sempre de

    forma processual. A outra adoção será a rubrica de avaliação, definindo critérios e graus de

    avaliação quando necessário. Este processo avaliativo acontecerá durante o semestre

    acadêmico compreendidas no calendário universitário. Avanços tecnológicos são

    frequentemente acrescentados ao desenvolvimento dos cursos possibilitando que o aluno

    tenha a sua disposição uma variedade de ferramentas educacionais inovadoras que permitem

    manter a conectividade com a atualidade e a motivação para o aprender com mais qualidade,

    dentre as iniciativas da IES estará a incorporação aos cursos de estudos realizados utilizando

    ambientes virtuais de aprendizado, objetos de aprendizado, metodologias ativas no

    desenvolvimento de aulas e outras iniciativas.

    A flexibilidade dos componentes curriculares se fará presente na exploração devida

    das atividades acadêmicas articuladas à formação do egresso destacando as atividades

    complementares, as disciplinas optativas, os projetos integradores, os estágios

    supervisionados e os trabalhos de conclusão de curso. Normas institucionais para amparar a

    regulamentação das atividades complementares de cada curso de graduação, classificam essas

    atividades em cinco grupos:

    I. Atividades de Ensino e Técnico Científicas;

    II. Atividades Assistidas;

    III. Atividades de Extensão;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    24

    IV. Atividades de Iniciação Científica e Cultural, bem como de Inovação

    Tecnológica;

    V. Atividades de Vivência Profissional e Complementar.

    Ao desenvolver práticas na área específica de sua futura atividade profissional, o aluno

    tem assegurado treinamento adequado à sua iniciação científica e profissional. Esses ampliam

    as oportunidades de formação profissional. Com relação ao estágio obrigatório e não

    obrigatório, ambos são supervisionados pela IES e possuem regulamento próprio. Para seu

    desenvolvimento, convênios para encaminhamento de alunos serão mantidos sendo

    acompanhados pelo setor de estágios e pelas coordenadorias. Os trabalhos de conclusão de

    curso, bem como os trabalhos de monografia, serão componentes curriculares adequadamente

    disciplinados no âmbito dos cursos de graduação, em atendimento às Diretrizes Curriculares

    Nacionais, específicas para cada curso. A Instituição manterá parcerias com instituições

    públicas e privadas de forma a permitir aos seus alunos o desenvolvimento de práticas

    curriculares extramuros da Instituição.

    Nesse documento estão descritas as competências que Instituição pretende

    desenvolver e aprimorar para fixar os currículos de cursos e programas, em observância às

    DCNs vigentes, e estabelecer programas e projetos de extensão. Este documento abrange as

    mudanças ocorridas na legislação educacional e no mercado de trabalho, uma vez que se faz

    necessário rever a forma de entender, organizar e operacionalizar os currículos, em uma nova

    maneira de construir o conhecimento e desenvolver a aprendizagem. O PPI será o norteador

    dos PPCs, da seleção de conteúdos, e outros, que contemplam em sua estrutura a organicidade

    para obtenção dos resultados projetados. Sendo assim, define intencionalidades e perfis

    profissionais, apontando os focos decisórios do currículo (objetivos, conteúdo, metodologia,

    recursos didáticos e avaliação). Assim, permite a análise das condições e objetivos

    delineados, abrangendo os recursos, à infraestrutura física, e finalmente, possibilita

    desenvolvimento das ações propostas, sendo analisadas e implementadas sob duas

    perspectivas norteadoras:

    - Decisão Coletiva: selecionar conteúdos e elaborar currículos requer um

    comprometimento coletivo e um compartilhar de responsabilidades, de maneira

    que esta futura Instituição alcance um desenvolvimento pleno em todos os

    aspectos humanos, reconhecendo e valorizando o profissional e possibilitando o

    desenvolvimento social dos alunos, tendo como pano de fundo o desenvolvimento

    educativo;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    25

    - Abrangência: Num contexto em permanente transformação, o processo de

    modernização do país, considera como sendo o mundo do trabalho peculiar para a

    definição de currículos, bem como o conhecimento da realidade local, regional e

    nacional para realização de interlocução interdisciplinar e multidisciplinares dos

    conteúdos.

    A atuação da IES, no âmbito dos cursos de graduação e pós-graduação a serem

    ofertados, expressará o atendimento às políticas institucionais dispostas no PDI quanto à

    expansão da oferta das oportunidades educacionais, sob o norte da missão de proporcionar

    formação acadêmico-profissional nas diferentes áreas do conhecimento, oferecendo à

    sociedade cidadãos responsáveis e profissionais produtivos, e articulando-se com ela e com os

    poderes públicos no atendimento às demandas e na solução dos problemas da comunidade, do

    Distrito Federal e seu entorno, que de forma resumida podem ser relacionados à solução de

    conflitos, saúde, produção industrial, análises clínicas, logística e gestão.

    Quando da concepção, estruturação, elaboração e atualização dos projetos

    pedagógicos de cursos de graduação e de pós-graduação pretendidos pela Faculdade Reeducar

    de Brasília já se prenuncia a necessidade de contemplar, formal e objetivamente, sua

    articulação com as macro-políticas preconizadas no Plano de Desenvolvimento Institucional -

    PDI, haja vista que os projetos refletem seus princípios e diretrizes. Nesse sentido, se

    estruturou as políticas de ensino de graduação e pós-graduação fundamentadas tanto pela

    coerência relacional, quanto aos referenciais teórico-metodológicos, seus princípios,

    diretrizes, abordagens, estratégias e ações. As ações institucionais a serem desenvolvidas na

    IES irão cumprir os objetivos e metas no que se refere ao ensino de graduação e de pós-

    graduação e também as demais ações relacionadas e de apoio a essas atividades para

    atendimento da vocação global da Faculdade Reeducar de Brasília, com a incorporação de

    avanços tecnológicos e com a metodologia que incentive a interdisciplinaridade e a promoção

    de ações inovadoras.

    Os projetos pedagógicos dos cursos a serem ofertados apresentam estreito alinhamento

    com o PDI e a política de ensino, considerando os métodos e as técnicas didático-

    pedagógicas, metodologias que favoreçam o atendimento educacional especializado e as

    atividades de avaliação, mas também nas estratégias e ações acadêmico-administrativas

    necessárias para a condução dos cursos estão em conformidade com as políticas de ensino

    explícitas no PDI, garantindo condições de operacionalidade no que diz respeito a suas

    relações intrínsecas com aquelas políticas, planos e projetos.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    26

    2.3.1. Políticas de ensino de graduação

    A Faculdade Reeducar de Brasília foca em uma proposta de ensino que enfatiza a

    prática docente reflexiva com compreensão ampla e consistente da organização do trabalho

    pedagógico (planejamento, organização curricular, execução e avaliação). Com isso o

    educador articulará ensino, iniciação científica e extensão na produção do conhecimento e na

    prática educativa para atuar de forma ética, profissional e com responsabilidade social.

    Como inovação pedagógica, a instituição adotará metodologia ativa própria e

    inovadora, uma metodologia de aprendizagem cuja proposta pedagógica faz-se na construção

    coletiva do conhecimento por meio da aprendizagem significativa e do diálogo assíncrono,

    desenvolvendo a autonomia, na ação do aprender a aprender, por meio da interação de forma

    colaborativa e cooperativa realizadas pelas atividades individuais e de grupo, mediadas pelos

    professores. A proposta da metodologia tem como objetivo desenvolver o processo de

    aprender utilizando metodologia ativa como ponto de partida, esperando que os alunos

    desenvolvam também a capacidade para solucionar problemas, ou seja, desenhado para o

    desenvolvimento de competências relativas a prática profissional no trabalho em diferentes

    contextos.

    Os componentes curriculares serão oferecidos de forma modular, o que possibilitará a

    dedicação do estudante. Já a flexibilidade dos componentes curriculares se faz presente na

    exploração das atividades acadêmicas articuladas à formação do egresso destacando as

    atividades complementares e o projeto aplicativo. De forma institucional está regulamentada

    as atividades complementares dos cursos de graduação. Alguns pressupostos da política de

    ensino são:

    - Responsabilidade e compromisso social da Instituição, no processo de formação

    profissional daqueles que estarão inseridos em realidades extremamente

    dinâmicas e em constante mutação;

    - Formação humanística que privilegie a sólida visão de homem, como sujeito

    participativo de uma sociedade em construção;

    - Indissociabilidade do ensino, iniciação científica e extensão. Avançar na prática

    deste princípio, por meio de atividades que estimulem a produção do

    conhecimento e o aprender a aprender;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    27

    - Gestão democrática, participativa e sólida. A Instituição ouvirá os anseios da

    comunidade interna e externa, incluindo os movimentos representativos da

    sociedade;

    - Interdisciplinaridade no ensino;

    - O trabalho como princípio educativo; e

    - Flexibilização de currículos e pluralização da formação.

    2.3.2. Políticas de iniciação científica, inovação tecnológica e de desenvolvimento artístico e cultural

    No intuito de atingir os objetivos educacionais, a Faculdade Reeducar de Brasília, em

    articulação com o corpo docente, desenvolverá uma série de eventos abertos ao corpo

    discente e à comunidade, em que a integração entre ensino, iniciação científica, inovação

    tecnológica e desenvolvimento artístico e cultural e a extensão será amplamente discutida.

    Pelo ensino, a Faculdade Reeducar de Brasília atenderá à população pela oferta regular

    de cursos e programas de educação superior voltados à formação do cidadão e do profissional

    com competência técnica e política. A iniciação científica e cultural no ensino possibilitará ao

    saber acadêmico, a articulação com os vários setores da sociedade, identificando aquilo que

    deve ser pesquisado, suas finalidades e interesses, e como os novos conhecimentos podem

    participar da dinâmica das transformações sociais.

    De acordo com os instrumentos de avaliação previstos pelo Instituto Nacional de

    Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o conceito de iniciação científica

    se define por ser “Modalidade de pesquisa acadêmica desenvolvida com alunos de graduação,

    sob orientação docente, visando à iniciação em práticas de pesquisa em diversas áreas do

    conhecimento”.

    Nesse contexto, uma das prerrogativas da Faculdade Reeducar de Brasília visando à

    produção da iniciação científica é inicialmente compreender que os cursos deverão ampliar

    os espaços e as oportunidades para o atendimento de novas demandas de ensino e de

    conhecimento, garantindo sólida formação e permitindo ganhos qualitativos para o

    desenvolvimento da graduação. Dentre as políticas adotadas pela IES, a Política para

    iniciação científica, de inovação tecnológica e de desenvolvimento artístico e cultural

    compreenderá a instituição, como local priorizado para a produção de conhecimento e,

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    28

    consequentemente, como lugar de pesquisa partindo-se da Iniciação Científica. Os objetivos

    que justificam os investimentos futuros para atender essas políticas são:

    - Permitir, por parte do corpo docente, uma permanente atualização dos conteúdos

    curriculares, aproximando as ferramentas teóricas das realidades nacionais e

    locais;

    - Desdobrar os resultados das pesquisas em práticas de extensão voltadas para a

    comunidade; e

    - Desenvolver uma integração mais eficiente entre a Instituição e a sociedade.

    A Faculdade Reeducar de Brasília entende que o a missão de oferecer educação

    superior de qualidade, está muito associado a demanda crescente por parte do alunado que a

    procuram cada vez mais por inovação e novidades, não pode prescindir de um instrumento de

    fertilização e de atualização de conteúdos dos programas de ensino representado pela

    atividade de iniciação científica, tecnológica, artística e cultural. Apesar das áreas de atuação

    mais presente ser o ensino e a extensão, não se pode descartar a possibilidade de condução

    destas atividades.

    As atividades de iniciação científica, tecnológica, artística e cultural assim apresentar-

    se-ão na Faculdade Reeducar de Brasília:

    - no ensino de graduação e pós-graduação por excelência e sua forte inserção no

    contexto social e econômico regional;

    - na natureza e características da iniciação científica expressada simultaneamente;

    - na construção de conhecimentos vinculados ao próprio ensino e a realidades

    próximas e demandadas da vida concreta (construção de conhecimento com forte

    sentido de pertinência, validade, relevância, importância);

    - na reconstrução de saberes oficiais e vulgares, muitas vezes com forte pregnância

    social (potencialidades, fertilidades, possibilidades de inventividade).

    A institucionalização destas atividades na Faculdade Reeducar de Brasília irá pautar-

    se pelo compromisso de contribuir para o desenvolvimento do espírito científico e do

    pensamento reflexivo, da ciência e da tecnologia, para a criação e difusão da cultura e,

    portanto, para o entendimento do homem e do meio em que vive. Serão estimuladas a

    produção científica/técnica/artística, como:

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    29

    - publicação de artigos, desenvolvimento de softwares, peças teatrais, composição

    musical, produção audiovisual, trabalhos publicados em anais etc;

    - premiação científica, técnica e artística ou outra condecoração por relevantes

    serviços prestados; e

    - participação em concursos, exposições e mostras não curriculares.

    De acordo com a política, a Faculdade Reeducar de Brasília prevê estimular, incentivar

    e apoiar a iniciação científica, diretamente ou indiretamente, por meio da concessão de

    auxílio tais como:

    - bolsas especiais,

    - formação de pessoal pós-graduado,

    - promoção de congressos e seminários,

    - intercâmbio com outras instituições,

    - divulgação dos resultados de pesquisas, assim como outros meios ao seu alcance,

    visando ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia, à criação e à difusão

    cultural e artística.

    Além disso, ocasionalmente, ofertará cursos de extensão que envolvam assuntos

    relacionados à transferência tecnológica, sustentabilidade, acesso à tecnologia, e outros, cujas

    ementas de disciplinas e estruturas curriculares de cursos ofertados pela IES, tratarão da

    temática inovação tecnológica, sendo esta fomentada por um núcleo de inovação.

    A Iniciação Científica será regida pelo Programa de Iniciação Científica e Tecnológica

    da IES, que manterá perfeita consonância com os ditames do PDI envolvendo discentes e

    docentes no desenvolvimento de projetos que visam a apropriação por parte destes de

    conhecimentos relacionados às áreas pesquisadas.

    É consciência e dever da IES trabalhar valores humanos com a comunidade através da

    produção da arte e da valorização da cultura local.

    Desse modo, ampliar as formas de transmissão e aplicação de seu acervo humano e

    material para elevar o bem estar da sociedade, implementando, com qualidade, projetos de

    educação continuada, científicos, culturais, artísticos, esportivos, de lazer, assistenciais e

    comunitários para a sua integração com a comunidade articulados com as políticas dispostas

    PDI, objetivará o avanço científico, tecnológico e cultural da Faculdade Reeducar de Brasília,

    assim como a modernização e o aumento da competitividade do Distrito Federal e do país.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    30

    2.3.3. Políticas de extensão

    As ações acadêmico-administrativas planejadas para a extensão serão implantadas na

    Faculdade Reeducar de Brasília, logo após seu credenciamento, bem como normatizadas por

    regulamento próprio. Serão oferecidas à comunidade, interna e externa, ações de extensão

    sobre temas específicos e de interesse institucional, sujeitos a planos e projetos próprios,

    submetidos aos respectivos Conselhos de Curso. Tais ações, serão organizadas ao menos uma

    vez a cada semestre letivo, corresponderão a um evento (simpósio, congresso, jornada,

    encontro, palestras, cursos, etc.) sobre temas atuais nas áreas dos cursos, que mereçam estudo

    e pesquisa mais aprofundados, reservando obrigatoriamente sempre espaço para as temáticas

    essenciais tais como: educação das relações étnico-raciais, história e cultura afro-brasileira,

    africana e indígena, direitos humanos e educação ambiental e sustentabilidade. O PDI prevê o

    destino de recursos para ações de extensão, incluído bolsas.

    A Política de Extensão será conduzida como um processo educativo, cultural e

    científico que articulará o ensino e a pesquisa de forma indissociável na relação

    transformadora de via dupla entre universidade e sociedade. A Política de Extensão entendida

    também, como serviços que a IES prestará à sociedade, gerando alternativas de ações que

    atendam às expectativas e problemáticas da população e, ainda, se constituirá um espaço para

    o exercício e conquista da emancipação crítica, e sustentação financeira, tanto da comunidade

    acadêmica quanto da sociedade.

    Por fim, a Faculdade Reeducar de Brasília entende a extensão como um processo

    acadêmico definido e que será efetivado em função das exigências da realidade,

    indispensável na formação do aluno, na qualificação do professor e no intercâmbio com a

    sociedade, o que implicará em relações multi, inter e transdisciplinares interligando a

    Instituição nas suas atividades de ensino e de iniciação científica com as demandas da

    maioria da população, possibilitando a formação do profissional-cidadão, através das formas

    de transmissão e aplicação de seu acervo humano e material para elevar o bem-estar da

    sociedade, implementando, com qualidade, projetos de educação continuada, científicos,

    culturais, artísticos, assistenciais e comunitários para a sua integração com a comunidade.

    2.3.4. Políticas de pós-graduação Lato sensu

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    31

    A política de pós-graduação tem como finalidade a qualificação acadêmica, técnica e

    científica dentro do cenário local, nacional e internacional, e busca a elevação de conceitos

    nos programas lato sensu e MBA na formação de especialistas, mestres e doutores. Os

    programas lato sensu serão institucionalizados na modalidade de ensino presencial. Os

    programas de pós-graduação visarão inicialmente, à qualificação dos docentes da instituição,

    razão pela qual a Faculdade Reeducar de Brasília buscará convênios interinstitucionais com

    universidades e campos de pesquisas. Os professores poderão receber ainda incentivos

    financeiros conforme a disponibilidade da Faculdade Reeducar de Brasília para realização de

    cursos de pós-graduação lato sensu ampliando assim sua formação continuada.

    Os programas de pós-graduação objetivam a formação continuada, capacitando

    profissionais e proporcionando aprimoramento nas diversas áreas do conhecimento, além de

    atenderem a anseios da sociedade, democratizando-se o saber.

    A implementação dos cursos de pós-graduação tem como requisitos necessários a

    presente competência técnico-científica na área dos cursos, adequando a definição de

    propostas, buscando docentes qualificados para assegurar a qualidade da realização do ensino

    e pesquisa.

    Todos os cursos são de acordo com as resoluções de pós-graduação bem como atenderá

    as legislações, sendo os cursos trabalhos com carga horária média de 420h, em um ciclo de

    em média 14 a 16 meses de realização, cursos de pós-graduação os quais a Faculdade

    Reeducar de Brasília tem referências baseadas na correlação com os cursos de graduação

    ofertados pela IES.

    2.3.5. Políticas de gestão no âmbito das atividades acadêmicas

    As políticas de gestão acadêmica visando à adequação da Faculdade Reeducar de

    Brasília aos novos tempos devem estar comprometidas com a formação de sujeitos que

    aspirem a melhores condições de vida. O novo paradigma da educação pressupõe, entre

    outras mudanças, uma política descentralizadora traduzida em alguns princípios

    fundamentais:

    a) Avaliação permanente dos processos da aprendizagem.

    b) Autonomia com responsabilidade.

    c) Valorização dos profissionais da educação. d) Gestão democrática

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    32

    e) Construção de proposta pedagógica pelo coletivo da comunidade escolar.

    Nessa política, todos são convidados a assumir um papel mais efetivo na vida

    acadêmica, partindo da construção coletiva do Projeto Pedagógico Institucional como

    estratégia de uma gestão democrática.

    Uma gestão democrática tem que estar atenta às mudanças aceleradas, à incerteza de

    rumos, à substituição de valores, à ausência de limites, à violência, à falta de segurança, às

    barreiras e aos conflitos interpessoais, enfim, atenta à falta de preparo da faculdade para lidar

    com tantos e novos problemas.

    Tudo isso traz para a gestão acadêmica da Faculdade, situações desafiadoras na sua

    função social de formar o cidadão criativo, competente, crítico e ético, exigindo dos gestores

    institucionais o espírito de liderança, competência e sensibilidade para dar concretude às

    políticas educacionais e administrativas.

    Estudos recentes mostram que a qualidade da educação oferecida está relacionada,

    principalmente, ao modo como as instituições educativas são dirigidas. A abertura de espaços

    para reflexões estudos e decisões coletivas fortalece a instituição e reduzem os conflitos.

    Decisões coletivas geram: maior envolvimento, maior compromisso, menos conflitos, maior

    integração, maior satisfação no exercício das funções docentes e discentes, e, especialmente,

    um clima prazeroso e acolhedor no relacionamento interpessoal.

    Assim, a Faculdade Reeducar de Brasília pretende atuar frente às novas demandas do

    conhecimento através da ampliação de suas formas de atuação na sociedade, criando

    condições para o desenvolvimento das potencialidades de todos os sujeitos para compreender

    a realidade cultural, social, política e econômica do país com possibilidades à crítica e

    produção de conhecimentos, à intervenção ética e à inserção cidadã dos futuros profissionais

    na sociedade. Para tal missão, a Faculdade Reeducar de Brasília deverá privilegiar alguns

    princípios básicos:

    a) Institucionalizar uma estrutura que possibilite uma gestão colegiada, através de

    um processo deliberativo democrático com competência para garantir sua

    autonomia acadêmica, política, administrativa e financeira, possibilitando a

    construção de uma faculdade participativa e plural;

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    33

    b) Implementar um projeto político-pedagógico que possibilite o alcance da missão

    da Faculdade Reeducar de Brasília e que atenda às especificidades de cada área do

    conhecimento. A operacionalização desse projeto ocorre através da integração de

    elementos que compõem a estrutura organizacional da instituição, quais sejam:

    direção, órgãos colegiados, coordenações de cursos e os núcleos;

    c) Nivelar as atividades-fim em uma estrutura que integre as ações de ensino,

    pesquisa e extensão em núcleos, incorporando os conhecimentos socializados no

    ensino às atividades de pesquisa e às ações comunitárias;

    d) Aprimorar o sistema de planejamento acadêmico, assumindo-o como um processo

    dinâmico, flexível, possível de ajustes quando necessário, como, por exemplo, a

    conciliar o regime tradicional de ensino (qualidade de conhecimento) como

    regime de ensino baseado em competências (qualidades profissionais);

    e) Estabelecer uma relação adequada entre atividades-fim e atividades-meio (de

    natureza burocrático-administrativa), desburocratizando os serviços, de modo que

    os professores tenham condições favoráveis (recursos tecnológicos, humanos,

    ambientais e materiais) para organização e difusão de atividades de ensino,

    pesquisa e extensão;

    f) Desenvolver uma política integrada de formação continuada para docentes,

    apoiando as diversas áreas na criação de espaços para reflexão permanente e

    contínua sobre o próprio fazer, estimulando avaliações internas de suas atividades

    pedagógicas;

    g) Integrar as áreas de ensino com as demandas sociais, viabilizando novos

    processos educacionais de ensino presencial e a distância;

    h) Desenvolver um trabalho com ênfase no coletivo e na convivência humana, com

    base, por exemplo, na representação de professores, funcionários e estudantes nos

    órgãos colegiados da Faculdade Reeducar de Brasília;

    i) Estimular e implementar atividades que intensifiquem o envolvimento e a

    corresponsabilidade dos alunos, ampliando o processo de ensino e aprendizagem.

    j) Estimular maior articulação com as sociedades científica e tecnológica;

    k) Favorecer as relações da Faculdade Reeducar de Brasília com o Estado e com a

    sociedade civil.

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    34

    Para tanto, a Faculdade Reeducar de Brasília terá que dar uma formação que garanta ao

    egresso uma capacidade de criar, em cooperação com os demais, uma ordem social na qual

    todos possam viver com dignidade, a partir de um projeto de sociedade como um todo,

    caracterizando-se pelo desenvolvimento de determinadas competências mínimas que, no caso

    específico da educação superior, pressupõem:

    a) A construção de um profissional competente (dotado de uma ampla visão

    técnico-científica), com uma visão da complexidade do mundo contemporâneo,

    apto a trabalhar em equipe multiprofissional (visão sociopolítica) com o

    desenvolvimento da tecnologia como condição de melhoria da qualidade da vida

    humana;

    b) A implementação de planejamentos integrados participativos, que incorporem a

    discussão das diretrizes curriculares estabelecidas pelos docentes, discentes,

    técnicos administrativos;

    c) A implantação de novas estratégias de ensino que levem em conta os projetos

    pedagógicos de cursos da Faculdade Reeducar de Brasília; a incorporação da

    interdisciplinaridade como uma premissa básica e como pressuposto da inclusão

    de diversos conhecimentos e da prática do ensino integrado, que exige uma

    reformulação da atuação docente e discente.

    Para desenvolver tais competências, a instituição deve mobilizar um conjunto de

    recursos cognitivos (saberes, capacidades, informações, etc.) a fim de solucionar uma série de

    situações encontradas no mundo contemporâneo, tais como o trabalho em equipe e o

    envolvimento dos alunos em suas aprendizagens e em seu trabalho; organização do currículo

    baseado nas competências essenciais do profissional a ser formado; a necessidade de manter

    atualizadas as novas metodologias de ensino e programar práticas pedagógicas eficientes.

    Tais competências pretendem nortear a participação produtiva e a inserção social do

    ser humano no mundo do trabalho, com a formação de um sujeito com capacidade de

    compreender e atuar no seu entorno social, analisando, sintetizando e interpretando dados,

    fatos e situações, além de perceber criticamente os meios de comunicações e saber localizar,

    acessar e usar melhor a informação acumulada com vistas a planejar, de forma integrada e

  • PDI 2018 – 2022

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    Faculdade Reeducar de Brasília PDI 2018-2022

    35

    com responsabilidade ética e solidária, ações que tragam soluções para as problemáticas

    identificadas.

    As ações acadêmico-administrativas voltadas aos cursos de graduação (bacharelados,

    licenciaturas e superiores de tecnologia) estarão implantadas logo após a publicação do ato de

    credenciamento da IES e serão relacionadas com as políticas de ensino para os cursos de

    graduação, conforme o Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI.

    Os projetos pedagógicos dos cursos de graduação (bacharelados, licenciaturas e

    superiores de tecnologia) são aprovados pelo Conselho Superior e todos eles homologados

    através de Resolução.

    A organização curricular dos cursos funda-se nos princípios de flexibilidade,

    interdisciplinaridade e contextualização.

    As estruturas curriculares propostas para os cursos de graduação (bacharelados,

    licenciaturas e superiores de tecnologia) são adequadas e terão, sempre que necessário,

    atualizadas suas ementas, programas de disciplinas, roteiros de aulas práticas, referências

    bibliográficas, metodologias, formas de avaliação, através de revisões periódicas do Núcleo

    Docente Estruturante - NDE.

    A Faculdade Reeducar de Brasília estimulará também a prática de iniciação científica,

    através do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica, com regulamentação própria. A

    Faculdade Reeducar de Brasília possui ainda programas de nivelamento, com setor

    responsável pelo desenvolvimento de ações transversais a todos os cursos, e o seu Programa

    e Mobilidade Acadêmica com instituições nacionais ou internacionais. Na Faculdade

    Reeducar de Brasília serão consideradas como atividades de mobilidade acadêmica aquelas

    de natureza acadêmica, científica, artística e/ou cultural, como cursos, estágios e estudos

    orientados que visem à complementação e ao aprimoramento da formação do estudante da

    graduação.

    Não basta realizar o planejado nem alcançar as metas propostas e os resultados

    almejados; à obra deve corresponder igual e competente comunicação, interna e externa, sob

    pe