PIS/PASEP - IMPORTAÇÃO COFINS – IMPORTAÇÃO PIS/PASEP - IMPORTAÇÃO COFINS – IMPORTAÇÃO PIS/PASEP - IMPORTAÇÃO COFINS – IMPORTAÇÃO PIS/PASEP-IMPORTAÇÃO E

  • View
    128

  • Download
    15

Embed Size (px)

Text of PIS/PASEP - IMPORTAÇÃO COFINS – IMPORTAÇÃO PIS/PASEP - IMPORTAÇÃO COFINS – IMPORTAÇÃO...

  • Slide 1
  • PIS/PASEP - IMPORTAO COFINS IMPORTAO PIS/PASEP - IMPORTAO COFINS IMPORTAO PIS/PASEP - IMPORTAO COFINS IMPORTAO PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO Uma longa caminhada comea sempre pelo primeiro passo. (Lao-Ts) PROFESSOR NARCLIO BARBOSA
  • Slide 2
  • QUAIS AS NORMAS QUE REGEM ESSAS CONTRIBUIES? L ei n 10.865/2004 Dispe sobre a Contribuio PIS/PASEP e a COFINS incidentes sobre a importao de bens e servios e d outras providncias. CF/1988, arts. 149 e 150. Nunca deixe de sonhar. Sonhos nascem a cada dia, a cada hora, a cada minuto. RA Decreto n 6.759/2009, arts. 249 a 297. PROFESSOR NARCLIO BARBOSA
  • Slide 3
  • 3 QUAL A FINALIDADE DA CONTRIBUIO PIS/PASEP- IMPORTAO E DA COFINS- IMPORTAO? Imagine uma nova histria para sua vida e acredite nela. (Paulo Coelho) PROFESSOR NARCLIO BARBOSA Estabelecer tratamento isonmico entre bens e servios nacionais e importados.
  • Slide 4
  • PIS/PASEP IMPORTAO COFINS - IMPORTAO INCIDNCIA CONTRIBUINTE BASE DE CLCULO ALQUOTA PAGAMENTO FATO GERADOR Saiba que a confiana contagiante. Voc est um passo para alcanar o seu grande objetivo na vida! PROFESSOR NARCLIO BARBOSA
  • Slide 5
  • 5 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) A importao de produtos estrangeiros est sujeita ao pagamento da contribuio para o PIS/PASEP-Importao e da COFINS-Importao. Em relao aos servios s incidem sobre os servios provenientes do exterior prestados por PF ou PJ residente/domiciliada no exterior, executados no Pas ou executados no exterior, cujo resultado se verifique no Pas. (Lei n o 10.865/2004, art. 1, 1). RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 249) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 6
  • 6 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) Consideram-se estrangeiros, para efeito de incidncia das contribuies: - bens nacionais ou nacionalizados exportados. -os equipamentos, as mquinas, os veculos, os aparelhos e os instrumentos, inclusive partes e peas, nacionais, adquiridos no mercado interno pelas empresas nacionais de engenharia e exportados para a execuo de obras no exterior, na hiptese de retornarem ao Pas. RA- Decreto n 6.759/2009(art. 249, nico) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 7
  • 7 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) No se consideram estrangeiros, para efeito de incidncia das contribuies, os bens nacionais ou nacionalizados exportados, que: a)enviados em consignao e no vendidos; b) devolvidos por motivo de defeito tcnico para reparo ou para substituio; c) por motivo de modificaes na sistemtica de importao por parte do pas importador; d) por motivo de guerra ou de calamidade; e) por outros fatores alheios vontade do exportador. RA- Decreto n 6.759/2009(art. 249, nico) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 8
  • 8 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) A contribuio para o PIS/PASEP-Importao e a COFINS-Importao no incidem sobre: - mercadoria estrangeira que, corretamente descrita nos documentos de transporte, chegar ao Pas por erro de expedio; - mercadoria estrangeira idntica, em igual quantidade e valor, e que se destine a reposio de outra anteriormente importada que se tenha revelado, aps o desembarao, defeituosa ou imprestvel para o fim a que se destinava, observada a regulamentao do MF; - mercadoria estrangeira que tenha sido objeto de perdimento, exceto na hiptese em que no seja localizada, tenha sido consumida ou revendida; RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 250) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 9
  • 9 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) A contribuio para o PIS/PASEP-Importao e a COFINS-Importao no incidem sobre: - mercadoria estrangeira devolvida para o exterior antes do registro da DI, observada a regulamentao do MF; - mercadoria estrangeira avariada ou que se revele imprestvel para os fins a que se destinava, desde que seja destruda sob controle aduaneiro, antes do desembarao, sem nus para a Fazenda; - mercadoria estrangeira em trnsito aduaneiro de passagem, acidentalmente destruda; RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 250) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 10
  • 10 O futuro pertence queles que acreditam na beleza de seus sonhos. (Elleanor Roosevelt) A contribuio para o PIS/PASEP-Importao e a COFINS-Importao no incidem sobre: - do pescado capturado fora das guas territoriais do Pas, por empresa localizada no seu territrio, desde que satisfeitas as exigncias que regulam a atividade pesqueira; - de mercadoria qual tenha sido aplicado o regime de exportao temporria, ainda que descumprido o regime; e - bens importados pelas entidades beneficentes de assistncia social. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 250) INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA INCIDNCIA PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO
  • Slide 11
  • 11 A motivao dos facilitadores do ESPAOS DOS CONCURSOS colaborar para que voc realize seu sonho: passar no concurso! O fato gerador da contribuio para o PIS/PASEP-Importao e da COFINS-Importao a entrada de bens estrangeiros no territrio aduaneiro. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 251) FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR
  • Slide 12
  • 12 A motivao dos facilitadores do ESPAOS DOS CONCURSOS colaborar para que voc realize seu sonho: passar no concurso! Consideram-se entrados no territrio aduaneiro os bens que constem como tendo sido importados e cujo extravio venha a ser apurado pela autoridade aduaneira. No se aplica: - s malas e s remessas postais internacionais; e - mercadoria importada a granel que, por sua natureza ou condies de manuseio na descarga, esteja sujeita a quebra/decrscimo, desde que no seja superior a 1%. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 251) FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR
  • Slide 13
  • 13 A motivao dos facilitadores do ESPAOS DOS CONCURSOS colaborar para que voc realize seu sonho: passar no concurso! Para efeito de clculo das Contribuies, considera-se ocorrido o fato gerador: - na data do registro da DI; - no dia do lanamento do crdito tributrio, quando se tratar de bens manifestados, cujo extravio ou avaria tenha sido apurado; e - na data do vencimento do prazo de permanncia em recinto alfandegado, se iniciado o respectivo despacho antes de aplicada a pena de perdimento. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 252) FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR FATO GERADOR
  • Slide 14
  • 14 Voc acaba de pegar uma fila, para passar no concurso,que sempre anda e essa a sua vez... PIS/PASEP-IMPORTAO E COFINS-IMPORTAO BASE DE CLCULO BASE DE CLCULO BASE DE CLCULO BASE DE CLCULO BASE DE CLCULO A base de clculo da contribuio para o PIS/PASEP-Importao e da COFINS-Importao o valor aduaneiro acrescido do valor do ICMS incidente no desembarao aduaneiro e do valor das prprias contribuies. O ICMS incidente compor a base de clculo das contribuies, mesmo que tenha seu recolhimento diferido. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 253)
  • Slide 15
  • 15 PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO PIS/PASEP IMPORTAO COFINS IMPORTO A Base de Clculo das Contribuies PIS e COFINS na importao : Valor Aduaneiro + ICMS + PIS + COFINS Beleza, dessa forma fcil aprender. Imagine uma nova histria para sua vida e acredite nela. (Paulo Coelho)
  • Slide 16
  • ALQUOTA ALQUOTA ALQUOTA ALQUOTA ALQUOTA ALQUOTA ALQUOTA As alquotas, em regra, so: - PIS/PASEP-Importao: 1,65 %; - COFINS-Importao: 7,6 %. H diversas hipteses sujeitas a alquotas diferenciadas, como as referentes importao de produtos farmacuticos, de veculos, de pneus novos, de autopeas e de papel imune. H tambm produtos sujeitos a aplicao de alquotas especficas (ex. embalagens). Lei n 10.865/2004, art. 8, e Alteraes Acredita com alma e corao que voc capaz. Voc uma pessoa vencedora!.
  • Slide 17
  • CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE contribuinte da contribuio para o PIS/PASEP-Importao e da COFINS-Importao: - o importador; - o destinatrio de remessa postal internacional indicado pelo respectivo remetente; e - o adquirente de mercadoria entrepostada. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 254) Voc o que voc faz, ento se esforce o mximo que sua vitria est chegando!.
  • Slide 18
  • CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE CONTRIBUINTE So responsveis solidrios: - o depositrio; - o transportador; - o representante, no Pas, do transportador estrangeiro; - o expedidor, o operador de transporte multimodal ou qualquer subcontratado para a realizao do transporte multimodal; e - o adquirente. RA - Decreto n 6.759/2009 (art. 255) Voc o que voc faz, ento se esforce o mximo que sua vitria est chegando!.
  • Slide 19
  • ISENES ISENES ISENES ISENES ISENES ISENES So isentas das contribuies as importaes realizadas pela(s): - Unio, Estados, Distrito Federal e Municpios, suas autarquias e fundaes; - Misses diplomticas e reparties consulares de carter