of 120 /120
Aprovado em reunião do Conselho Superior 2012-2016 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2012-2016 Faculdade Campo Limpo Paulista (IES 1273)

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2012-2016 · d) O conhecimento ... PDI como um documento em constante e incansável construção, ... O PDI da FACCAMP traz o mapeamento de

  • Author
    buimien

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2012-2016 · d) O conhecimento ... PDI como um documento em...

  • Aprovado em reunio do Conselho Superior

    2012-2016

    PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

    2012-2016

    Faculdade Campo Limpo Paulista

    (IES 1273)

  • Direo

    Prof. Dr. Patrcia Gentil Passos

    Vice-Direo

    Prof. Dr. Nelson Gentil

    Coordenao da Comisso Prpria de Avaliao - CPA

    Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    Coordenao da Assessoria Acadmica e de Planejamento de Cursos - AAPC

    Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    Coordenao / Direo Geral de Ps-Graduao

    Prof. Dr. Osvaldo Luiz de Oliveira

    Coordenao Geral de EAD

    Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

  • SUMRIO

    APRESENTAO ..................................................................................... 7

    1. A FACCAMP .................................................................................... 10

    1.1. Histrico de Implantao e Significativo Desenvolvimento da Instituio ....... 10

    1.1.1. Dados Cadastrais .............................................................................................. 10

    1.1.2. Entidade Mantenedora ...................................................................................... 10

    1.1.3. Entidade Mantida .............................................................................................. 10

    1.1.4. Mantenedores ................................................................................................... 10

    1.1.5. Diretoria ............................................................................................................ 10

    1.2. Insero Regional, Nacional e Internacional ................................................... 14

    1.2.1. A cidade de Campo Limpo Paulista ................................................................... 14

    1.3. Misso ............................................................................................................. 21

    1.4. Finalidades ...................................................................................................... 21

    1.5. Objetivos e Metas ............................................................................................ 22

    1.6. reas de Atuao Acadmica ......................................................................... 24

    1.7. Oferta de Cursos e Programas Presenciais e a Distncia .............................. 24

    1.7.1. Cursos de Graduao Ofertados ....................................................................... 24

    1.7.2. Ps-Graduao Lato Sensu .............................................................................. 26

    1.7.3. Ps-Graduao Stricto Sensu ........................................................................... 28

    1.8. Polticas de Ensino Pesquisa, Extenso e Educao a Distncia ................... 28

    1.8.1. Ensino ............................................................................................................... 28

    1.8.1.1. Polticas de Ensino .................................................................................................. 29

    1.8.2. Extenso ........................................................................................................... 29

    1.8.3. Pesquisa ........................................................................................................... 30

    1.8.3.1. Polticas de Pesquisa .............................................................................................. 30

    1.8.3.2. Consolidao da articulao entre os processos de avaliao interna/ externa e a utilizao efetiva de seus resultados .......................................................................................... 31

    1.8.4. Educao a Distncia ........................................................................................ 34

    1.8.4.1. Polticas de Educao a Distncia .......................................................................... 34

    1.9. Responsabilidade Social da FACCAMP .......................................................... 35

    1.9.1. Incluso social, tecnolgica, poltica e cultural, do respeito e preservao socioambiental e dos direitos humanos ........................................................................... 36

    1.9.2. A educao ambiental deve contemplar: ........................................................... 38

    1.10. Polticas de Gesto ...................................................................................... 38

    1.11. Polticas de Educao Inclusiva .................................................................. 39

  • 2. CRONOGRAMA DE IMPLANTAO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL ..................................................................................... 41

    2.1. Cronograma de Metas: Graduao ................................................................. 41

    2.2. Cronograma de Metas: Ps-Graduao e Pesquisa ....................................... 42

    2.3. Cronograma de Metas: Extenso e Assuntos Comunitrios ........................... 43

    2.4. Cronograma de Metas: Educao a Distncia ................................................ 44

    3. GESTO INSTITUCIONAL .............................................................. 45

    3.1. Organizao Administrativa ............................................................................ 45

    3.1.1. Estrutura Organizacional ................................................................................... 45

    3.1.2. Organograma Institucional e Acadmico ........................................................... 46

    3.1.3. rgos de Apoio s Atividades Acadmicas ..................................................... 49

    3.1.4. Autonomia da IES em relao Mantenedora .................................................. 49

    3.1.5. Relaes com a Comunidade e Parcerias ......................................................... 50

    3.2. Organizao e Gesto de Pessoal .................................................................. 50

    3.2.1. Corpo Docente .................................................................................................. 50

    3.2.2. Cronograma e Plano de Expanso do Corpo Docente ...................................... 51

    3.2.3. Corpo Tcnico Administrativo ............................................................................ 52

    3.3. Polticas de Atendimento aos Discentes ......................................................... 52

    3.3.1. Formas de Acesso e Programas ....................................................................... 52

    3.3.2. Programas de Apoio Pedaggico e Financeiro .................................................. 53

    3.3.3. Estmulo Permanncia (programa de nivelamento, atendimento psicopedaggico) ............................................................................................................ 54

    3.3.4. Atendimento ao Aluno ....................................................................................... 54

    3.3.5. Organizao Estudantil (espao para participao e convivncia estudantil) .... 55

    3.3.6. Acompanhamento dos Egressos ....................................................................... 55

    3.3.7. Ouvidoria ........................................................................................................... 56

    3.3.8. Estratgias de Comunicao ............................................................................. 56

    4. ORGANIZAO ACADMICA ........................................................ 58

    4.1. Organizao Didtico-Pedaggica .................................................................. 58

    4.1.1. Perfil do Egresso ............................................................................................... 58

    4.1.2. Plano para atendimento s diretrizes pedaggicas e elaborao dos Projetos Pedaggicos de Curso .................................................................................................... 59

    4.1.2.1. Seleo de Contedos ............................................................................................ 61

    4.1.3. Princpios Metodolgicos................................................................................... 62

    4.1.4. Processo de Avaliao do Desempenho Discente ............................................ 63

    4.1.4.1. Critrio de Aprovao .............................................................................................. 65

    4.1.4.2. Composio da nota ................................................................................................ 65

    4.1.5. Dependncias ................................................................................................... 66

  • 4.1.6. Critrios de Aproveitamento de Avaliao de Competncias Profissionais anteriormente desenvolvidas ........................................................................................... 67

    4.1.7. Prticas Pedaggicas Inovadoras ..................................................................... 69

    4.1.8. Estgio Curricular Supervisionado .................................................................... 70

    4.1.9. Trabalho de Concluso de Curso ...................................................................... 71

    4.1.10. Atividades Complementares .......................................................................... 72

    4.1.11. Prticas Pedaggicas (Licenciaturas) ............................................................ 73

    4.1.12. Prticas Jurdicas (curso de Direito) .............................................................. 73

    4.1.13. Projetos Integrados ....................................................................................... 73

    4.1.14. Atividades Interdisciplinares .......................................................................... 74

    4.2. Programas (Presenciais e a Distncia) ........................................................... 75

    4.2.1. Graduao ........................................................................................................ 75

    4.2.2. Ps-graduao Lato Sensu ............................................................................ 76

    4.2.3. Ps-graduao Stricto Sensu ......................................................................... 76

    4.2.4. Programas de Extenso .................................................................................... 76

    4.2.5. Programas de Pesquisas .................................................................................. 77

    4.2.6. Programas em Educao a Distncia................................................................ 78

    4.2.6.1. Capacitao e atualizao docente no uso das Tecnologias de Informao e Comunicao (TICs) ................................................................................................................... 78

    4.2.6.2. Convnios e Parcerias no mbito da Educao a Distncia .................................. 79

    5. INFRAESTRUTURA ......................................................................... 81

    5.1. Infraestrutura Fsica ........................................................................................ 81

    5.2. Infraestrutura Acadmica ............................................................................ 99

    5.2.1. Salas de Aulas .................................................................................................. 99

    5.2.2. Sala de Professores e Sala de Reunies ......................................................... 99

    5.2.3. Anfiteatro ........................................................................................................ 100

    5.3. Infraestrutura Tecnolgica ........................................................................ 101

    5.3.1. Acesso dos Alunos a Equipamentos de Informtica ........................................ 102

    5.4. Laboratrios Especficos ........................................................................... 104

    5.5. Recursos Audiovisuais e Multimdia ........................................................ 104

    5.6. Biblioteca ...................................................................................................... 106

    5.6.1. Poltica e Facilidade de Acesso ao Material Bibliogrfico .............................. 107

    6. ASPECTOS FINANCEIROS E ORAMENTRIOS .....................110

    6.1. Estratgia da gesto econmico-financeira ............................................. 110

    6.2. Previso Oramentria e Cronograma de Execuo ............................. 110

    7. AVALIAO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL ....................................................................................117

    7.1. Projeto de Avaliao e Acompanhamento .............................................. 117

  • 7.2. Misso da Avaliao Institucional ............................................................ 117

    7.3. Objetivos Gerais da Avaliao Institucional ............................................ 118

    7.4. Objetivos Especficos da Avaliao Institucional ................................... 118

    Cronograma de Metas: Avaliao Institucional ........................................................................ 119

    7.5. Consideraes ............................................................................................ 119

    REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS .......................................................120

  • 7

    APRESENTAO

    Faculdade Campo Limpo Paulista - FACCAMP, no intuito de Planejar estrategicamente

    o seu futuro, sintetiza neste Plano de Desenvolvimento institucional (PDI) sua misso, suas

    diretrizes e suas proposies polticas para o perodo de 2012-2016.

    Fundamentam a presente proposta:

    a) A misso, a histria e o papel social da FACCAMP.

    b) A anlise da trajetria da atuao institucional nos ltimos cinco anos, construda

    coletivamente, com o auxlio das comunidades interna e externa.

    Desde a sua criao, a FACCAMP sempre valorizou a construo coletiva de propostas

    de desenvolvimento institucional, baseadas na avaliao institucional contnua, considerando-a

    como um instrumento de gesto institucional. Dessa forma, o presente documento no decorre

    simplesmente de exigncia governamental e nem de avaliao pontual, mas sim de um

    processo contnuo de anlise e compreenso do percurso da Instituio - com suas

    dificuldades e conquistas - do qual resultam todas as suas aes.

    c) A transformao em Centro Universitrio, fruto do desenvolvimento e atuao da

    FACCAMP, nos ltimos cinco anos, o que ampliou consideravelmente o nmero de

    cursos ofertados na Graduao e no Lato Sensu e das reas de conhecimento em que

    atua, redundando, todo esse processo de amadurecimento e aperfeioamento na

    abertura de dois Programas de Mestrado: um em Administrao e outro em Cincia da

    Computao, ambos reconhecidos pela CAPES.

    Toda essa estrutura carece de uma nova organizao de gesto institucional acadmica

    e administrativa que comporte sua atual dimenso.

    d) O conhecimento claro e objetivo do cenrio global da educao superior e em particular

    dos desafios a serem enfrentados nos prximos anos pelas instituies de ensino

    superior, em especial as Faculdades e Centro Universitrios, entre os quais assumem

    particular relevncia, a compatibilizao entre a qualidade acadmica e a

    sustentabilidade financeira, a ampliao do acesso ao ensino superior, os mecanismos

    de financiamento ao estudante, as propostas de novas formas de ensinar e aprender

    diante do contexto contemporneo da sociedade da informao e do conhecimento, a

    expanso da educao a distncia, o financiamento das atividades de pesquisa e de

    extenso, o sistema de avaliao do ensino superior e a internacionalizao.

    e) A adeso e o engajamento das instituies brasileiras de educao superior aos

  • 8

    programas do Plano de Desenvolvimento da Educao do Governo Federal (PDE).

    http://portal.mec.gov.br/arquivos/livro/index.htm

    Assim, a FACCAMP, atualiza agora seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI),

    na esteira de um conjunto de aes que visam ao aprimoramento da excelncia acadmica

    mediante a um processo de anlise, discusso e profunda reflexo que envolve toda a

    comunidade universitria, visando a um Centro Universitrio.

    Sendo a expresso da vontade explcita e compartilhada desta instituio, visando

    consecuo de sua misso e objetivos, apresentamos, ento, a toda a comunidade acadmica,

    o PDI, instrumento poltico, terico e metodolgico, considerado uma referncia para a ao

    educativa no mbito acadmico de ensino da graduao, da ps-graduao e pesquisa e da

    extenso.

    Desta maneira, o PDI, pautando-se por polticas nacionais para a Educao Superior,

    contm um conjunto de decises, procedimentos e aes articuladas com vistas a marcar a

    identidade institucional e garantir a qualidade das atividades acadmicas, visando a uma

    formao de qualidade do alunado, ao preparo para a cidadania e qualificao para o mundo

    do trabalho.

    Como projeto, representa concretamente a aspirao da FACCAMP em intervir na

    realidade existente na busca incessante do aperfeioamento; por isso, deve ser entendido o

    PDI como um documento em constante e incansvel construo, sujeito, pois, a alteraes,

    que devem ser resultantes de momentos de reflexo envolvendo os diversos agentes

    educacionais.

    O PDI da FACCAMP traz o mapeamento de processos de anlise, bem como o modelo

    de atuao institucional, construdo coletivamente, com o auxlio das comunidades interna e

    externa. Destaque-se que o planejamento estratgico aqui delineado tem como objetivo maior

    o alcance da excelncia acadmica, buscando atingir as metas traadas por meio da execuo

    de planos de ao, que sero permanentemente acompanhados e avaliados pela comunidade

    universitria para que as metas estabelecidas sejam alcanadas ou reavaliadas sempre que

    necessrio.

    O presente PDI contempla essas vertentes fundamentais num contexto em que a

    misso institucional e os princpios e objetivos da FACCAMP balizam o planejamento

    estratgico orientado na busca da qualidade acadmica, observada a questo da

    sustentabilidade, para uma Faculdade contempornea que visa a um Centro Universitrio,

    pronta para enfrentar os desafios impostos pelos novos tempos.

    Nesse sentido, o documento materializa as metas definidas para o desenvolvimento

    institucional da FACCAMP na forma de planos de ao, cuja execuo, sob a responsabilidade

    dos Dirigentes e dos Colegiados da FACCAMP, ser acompanhada e avaliada pela

  • 9

    comunidade universitria.

    Campo Limpo Paulista, 27 de janeiro de 2011.

    Prof. Dr. Nelson Gentil

    Mantenedor

    Prof. Dr. Osvaldo Luiz de Oliveira

    Mantenedor

    Prof. Dr. Patrcia Gentil Passos

    Diretora

    Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    Coordenadora da CPA e AAPC

  • 10

    1. A FACCAMP

    1.1. Histrico de Implantao e Significativo Desenvolvimento da Instituio

    1.1.1. Dados Cadastrais

    Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) - Cdigo da IES: 1273

    Instituio de Ensino Superior privada, com fins lucrativos.

    1.1.2. Entidade Mantenedora

    Instituto de Ensino Campo Limpo Paulista Ltda.

    Rua Guatemala, 167 Jardim Amrica

    CEP 13231-230 Campo Limpo Paulista So Paulo

    PABX: 011-48129400

    1.1.3. Entidade Mantida

    Faculdade Campo Limpo Paulista FACCAMP

    1.1.4. Mantenedores

    So scios mantenedores do Instituto de Ensino Campo Limpo Paulista:

    Prof. Dr. Nelson Gentil

    Prof. Dr. Osvaldo Luiz de Oliveira

    1.1.5. Diretoria

    A Instituio administrada por uma Diretoria. presidida por uma Diretora, Prof. Dr.

    Patrcia Gentil Passos.

    A Faculdade Campo Limpo Paulista, mantida pelo Instituto de Ensino Campo Limpo

    Paulista, CNPJ 02.252.746/0001-18, e credenciada pela Portaria MEC 1494-98, publicada no

    Dirio Oficial da Unio no dia 30 de dezembro de 1998, iniciou suas atividades no primeiro

    semestre de 1999.

    Instalada, no incio de 1999, em uma rea de 1500 m2, a Instituio iniciou suas

    atividades ofertando um Bacharelado em Administrao de Empresas com Habilitao em

  • 11

    Comrcio Exterior e um Bacharelado em Cincia da Computao. At ento a FACCAMP

    contava com 12 professores, 10 funcionrios tcnico-administrativos e um total de 94 alunos

    matriculados.

    No perodo de 1999 a 2007, a FACCAMP foi crescendo paulatinamente, acompanhando

    as modificaes e procurando atender demanda da regio, oferecendo cursos de graduao

    e de extenso que atendessem s necessidades de seu entorno.

    As necessidades da regio por formao superior de qualidade motivaram a rpida

    abertura de novos cursos. Entre 1999 e 2007 a Instituio aumentou o oferecimento de cursos

    em 1050%, a quantidade de docentes em 917%, a quantidade de funcionrios em 750%, a

    quantidade de alunos em 2800%, a quantidade de computadores em 501%, o acervo

    bibliogrfico em 460% e a rea construda em 620%.

    A FACCAMP, seguindo seu modelo e sua Misso, iniciou mais uma etapa de trabalho

    reiterando seu compromisso com o Ensino, a Pesquisa e a Extenso, expandindo sua rea de

    atuao mediante a oferta de dois Programas de Mestrado, sendo um deles Mestrado

    Profissional em Administrao, desde 2009, que tem como rea de concentrao de suas

    pesquisas a Dinmica das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedorismo e

    Desenvolvimento, e o outro Mestrado em Cincias da Computao, com as linhas de pesquisa

    em Sistema da Informao e Tcnicas e Modelos da Computao, ambas reconhecidos pela

    CAPES, e acena a possibilidade, neste momento, de implantao de um terceiro Mestrado em

    Educao e um Doutorado em Administrao, consolidando, assim, sua Misso Institucional.

    No mbito da Graduao, ao longo de sua histria, a FACCAMP vem consolidando sua

    excelncia acadmica por meio da oferta, em todas as reas do conhecimento, de cursos de

    qualidade, como atesta os resultados obtidos nas diversas avaliaes do MEC/INEP a que

    submetida, destacando-se entre elas o ENADE e as avaliaes in loco do MEC.

    A FACCAMP conta, hoje, com treze prdios; rea aproximada de 15.000 m2; 192, sendo

    67 especialistas, 70 mestres e 57 doutores, desses, 14 ps-doutores. No corpo tcnico

    administrativo, a FACCAMP conta hoje com 193 funcionrios.

    Trata-se de uma Faculdade com, aproximadamente, 6.300 alunos (dados de maro de

    2015), distribudos em 35 cursos de graduao (bacharelado, licenciatura e superiores de

    tecnologia), Entre eles: Administrao, Anlise de Sistemas (Sistemas de Informao), Cincia

    da Computao, Cincias Contbeis, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de

    Produo, Engenharia Eletrnica, Engenharia Eltrica: Modalidade Telecomunicaes,

    Engenharia de Materiais, Engenharia Mecnica, Farmcia, Letras Ingls/Portugus -

    Licenciatura, Letras Espanhol/Portugus - Licenciatura, Msica - Licenciatura, Publicidade e

    Propaganda - Bacharelado, Qumica - Bacharelado, Qumica Bacharelado, Rdio e TV -

    Bacharelado, Tecnologia em Comrcio Exterior, Tecnologia em Gesto Ambiental, Tecnologia

  • 12

    em Gesto Financeira, Tecnologia em Logstica, Tecnologia em Marketing, Tecnologia em

    Produo Cnica - Formao de Atores, Tecnologia em Recursos Humanos, Tecnologia em

    Redes de Computadores, Tecnologia em Segurana no Trabalho, Tecnologia em Sistemas

    para Internet, Tecnologia em Gesto da Qualidade e Tecnologia em Gesto Comercial,

    Cincias Econmicas Bacharelado e Tecnologia em Manuteno de Aeronaves.

    Visando ao aprimoramento e continuidade na formao acadmica e tecnolgica da

    populao de seu entorno, oferece comunidade cursos de Lato Sensu, so eles:

    Comunicao e Redes Sociais, Gesto Pblica, MBA em Engenharia Logstica, MBA em

    Gesto de Negcios Empresariais, MBA em Gesto de Pessoas, MBA em Gesto e Liderana

    Comercial, MBA em Gesto Financeira e Controladoria, MBA em Gesto de Projetos

    Organizacionais, MBA Gesto de Engenharia da Qualidade, MBA em Coaching e Liderana,

    MBA em LEAN SIX SIGMA, Arte e Educao, Educao Matemtica, Educao Musical,

    Educao Qumica, Formao de Docentes - Ensino Superior (Capacitao EAD), Gesto

    Escolar - Histria do Brasil Contemporneo, Informtica Aplicada na Educao, Lngua

    Brasileira de Sinais, Msica Popular, Neurocincia e Aprendizagem, Psicopedagogia, Clnica

    Escola em Psicopedagogia, Educao Especial e Inclusiva, Gerncia e Desenvolvimento geis

    de Software, Matemtica para Negcios, Enfermagem na Sade da Mulher, Engenharia de

    Segurana no Trabalho, Engenharia Ambiental e Farmcia Clnica (Prescrio Farmacutica).

    A FACCAMP, desde 2009, destaca-se como Instituio Socialmente Responsvel por

    seus Projetos de Extenso e ao social desenvolvidos no mbito da graduao e ps-

    graduao, recebeu o Selo de Entidade de Ensino Responsvel, que vem reiterar seu

    compromisso com a qualidade da Educao Superior que oferece comunidade.

    Neste momento, tem protocolado no sistema e-MEC o pedido de Credenciamento para

    Ensino a Distncia (EAD) Campus Virtual FACCAMP, aguardando visita de autorizao.

    Com vistas ao credenciamento em Ensino Distncia, (EAD) a FACCAMP, desde 2009,

    insere-se na semipresencialidade, ofertando 20% distncia em seus cursos j reconhecidos,

    de acordo com a Portaria 4059. Conta com cursos de capacitao para professores

    conteudistas e tutores oferecidos capacitao aos docentes, de forma gratuita e

    comunidade externa, por meio dos cursos de lato sensu e de extenso ofertados.

    H ainda a pesquisa como ponto forte de aprimoramento e melhorias instituio e

    seus atores, por intermdio do Mestrado em Cincias da Computao, que incrementam

    pesquisas e d suporte ao Ensino a Distncia EAD.

    Com o intuito de aprimorar cada vez mais seu corpo docente e a qualidade dos servios

    ofertados, tem incentivado e dado apoio a seus docentes a participarem de Programas de

    Mestrado, Doutorado e de Lato Sensu, buscando excelncia acadmica que viabilize formao

    de ponta aos discentes que a buscam.

  • 13

    Concorre para isso a seriedade com que a Mantenedora e Direo entendem o

    processo educativo e a sua importncia para a regio e para o Brasil, no medindo esforos

    para que os cursos ofertados tenham todo suporte de que necessitam para sua plena

    realizao.

    Alm disso, a equipe gestora, composta por Coordenadores de Cursos, Coordenador

    da Comisso Prpria de Avaliao CPA; Assessoria Acadmica e de Planejamento de

    Cursos AAPC; Coordenao de Apoio Didtico-Pedaggico ADP; Ncleo de Educao a

    Distncia NEAD do Campus Virtual FACCAMP e corpo tcnico-administrativo trabalham de

    modo integrado e de forma competente, contribuindo para uma gesto compartilhada da

    FACCAMP. Ainda, os documentos internos e de cursos so elaborados com seriedade e

    acuidade, sempre em consonncia com os documentos Institucionais, com a Legislao em

    vigncia e alinhados aos ditames do MEC/INEP, desse modo, so elaborados e

    acompanhados os Projetos Pedaggicos dos Cursos (PPCs), alinhados aos documentos

    institucionais que norteiam a gesto acadmico-administrativa: o Plano de Desenvolvimento

    Institucional PDI integrado ao Projeto Pedaggico Institucional PPI e o Relatrio de

    Avaliao Institucional SINAES.

    O perfil da FACCAMP revela uma faculdade jovem, consolidada entre as instituies de

    ensino superior brasileiras como instituio de porte pequeno, que tem compromisso com a

    qualidade da formao que oferece, por isso, orienta sua ao educativa na participao ativa

    e crtica do aluno em sua aquisio de conhecimentos prticos e tericos. Conforme se

    demonstra nos textos apresentados nesse captulo, essa opo tem trazido expressivos

    resultados no ensino de graduao, na ps-graduao, na pesquisa e nos programas e aes

    na rea de extenso.

    Durante o perodo de 2012 a 2016 a FACCAMP, com vistas ao credenciamento para

    Centro Universitrio, promove o desenvolvimento institucional pautado pelas diretrizes que

    nortearam as aes propostas no PDI 2007-2011, dentre elas destacando-se:

    Envolver o corpo docente e o corpo discente nas atividades relativas ao trinmio

    ensino/pesquisa/extenso;

    Buscar a excelncia acadmica de todos os cursos oferecidos;

    Oferecer novos cursos em atendimento s necessidades da comunidade e seu entorno

    Consolidar os cursos de graduao;

    Consolidar grupos e linha de pesquisa institucionalizadas;

    Desenvolver a pesquisa institucional;

    Incentivar a busca de fomento para a pesquisa;

  • 14

    Desenvolver a rea do ensino de ps-graduao;

    Gerar conhecimentos e servios que garantam a atuao da faccamp na sociedade;

    Garantir o servio de acompanhamento ao alunado;

    Analisar, revisar e complementar o processo de avaliao institucional em funo da lei

    n 10.861, de 14 de abril de 2004, que implanta o SINAES.

    A FACCAMP passa, ento, neste novo perodo de PDI 2012 a 2016, a dar continuidade

    ao desenvolvimento de aes coerentes com o perfil alcanado pelo crescimento e evoluo

    institucional. Alm das aes extensionistas que caracterizaram seu incio, agora prope a

    ampliao da sua atuao em nvel nacional e internacional, avanando na construo de sua

    identidade e na sua transformao em Centro Universitrio capaz de ampliar os limites e

    facilitar o acesso de alunos, pesquisadores e sociedade a um projeto educacional bem

    sucedido.

    1.2. Insero Regional, Nacional e Internacional

    1.2.1. A cidade de Campo Limpo Paulista

    Histrico

    A cidade surgiu com a construo do leito da Estrada de Ferro So Paulo Raiway (atual

    Santos-Jundia) para o transporte de caf dos fazendeiros da zona bragantina. Em 1880 o stio

    integrava o bairro de Ivoturucaia, que, de acordo com o livro histrico de Manoel Tavares da

    Silva, possua posto de telgrafo, de propriedade de Joo Antnio da Silva e de sua mulher,

    ambos pioneiros de Campo Limpo.

    O povoamento teve incio na Rua Joaquim Pereira Pinto, onde foram construdas casas

    de sap para os funcionrios da Estrada.

    Atravs de plebiscito foi garantido a emancipao, efetivada em 1964.

    Formao Administrativa

    Distrito criado com a denominao de Campo Limpo, pela lei estadual n 2456, de 30-

    12-1953, subordinado ao municpio de Jundia.

    Em diviso territorial datada de 1955, o distrito de Campo Limpo figura no municpio de

    Jundia. Assim permanecendo em diviso territorial datada de 1960.

  • 15

    Elevado categoria de municpio com a denominao de Campo Limpo, pela lei

    estadual n 8092, de 28-02-1964, desmembrado do municpio de Jundia. Sede no antigo

    distrito de Campo Limpo. Constitudo do distrito sede. Instalado em 21-03-1965.

    Pelo decreto n 22, de 23-08-1969, o municpio de Campo Limpo passou a denominar-

    se Campo Limpo Paulista. Pela lei estadual n 4954, de 27-12-1985, criado o distrito de

    Botujuru e anexado ao municpio de Campo Limpo Paulista.

    Os primeiros moradores vislumbraram na regio um campo sem edificao.

    Foto panormica antiga de Campo Limpo Paulista

    Foto panormica atual de Campo Limpo Paulista

  • 16

    Bandeira

    Braso

    Cidade com caractersticas Industriais, servio e comrcio.

    Estao Rodoviria e Estao Ferroviria prxima da FACCAMP

    http://www.google.com.br/imgres?q=bandeira+campo+limpo+paulista&hl=pt-BR&biw=936&bih=579&tbm=isch&tbnid=XlOpVuGXIqw1PM:&imgrefurl=http://www2.campolimpopaulista.sp.gov.br/bandeira.php&docid=ZtwltRNqsMvhyM&imgurl=http://www2.campolimpopaulista.sp.gov.br/images/bandeira.gif&w=300&h=213&ei=aDh2UNn3Gem10AG2l4GICQ&zoom=1&iact=hc&vpx=89&vpy=145&dur=2013&hovh=170&hovw=240&tx=149&ty=115&sig=100352417292146203787&page=1&tbnh=100&tbnw=141&start=0&ndsp=16&ved=1t:429,r:0,s:0,i:68http://www.google.com.br/imgres?q=krupp+campo+limpo+pta&num=10&hl=pt-BR&biw=983&bih=608&tbm=isch&tbnid=DT2VsQpLJZO2VM:&imgrefurl=http://www.ferias.tur.br/fotogr/82921/avalfriedkrupp-fotolucianorizzieri/campolimpopaulista/&docid=6oot5BbKOk7q6M&itg=1&imgurl=http://www.ferias.tur.br/imgs/9026/campolimpopaulista/g_Av.Alfried KruppFotoLuciano Rizzieri5.jpg&w=400&h=300&ei=FZ94UI-GAfGL0QHAh4CwBg&zoom=1&iact=hc&vpx=117&vpy=252&dur=645&hovh=194&hovw=259&tx=163&ty=114&sig=100352417292146203787&page=1&tbnh=148&tbnw=217&start=0&ndsp=12&ved=1t:429,r:4,s:0,i:81

  • 17

    Portal de Cidade Pao Municipal

    Centro Cultural Teatro Ayrton Senna

    Teatro de Arena

    A Faculdade Campo Limpo Paulista uma Instituio isolada, privada, com sede em

    Campo Limpo Paulista, jovem cidade paulista emancipada em 1965. Ocupando uma rea de

    84 Km2, a uma altitude mdia de 740 m, a cidade possui divisa com os municpios de Jundia,

    Vrzea Paulista, Jarinu, Atibaia, Francisco Morato, e Franco da Rocha, e est a menos de 60

    http://www.google.com.br/imgres?um=1&hl=pt-BR&biw=936&bih=522&tbm=isch&tbnid=oT1WlD5Fjx5H8M:&imgrefurl=http://www.encontracampolimpopaulista.com.br/campo-limpo-paulista/camara-municipal-de-campo-limpo-paulista.shtml&docid=iEG1Qmgg356LvM&imgurl=http://www.encontracampolimpopaulista.com.br/imgs/imagens-campo-limpo-paulista/camara-municipal-de-campo-limpo-apulista.jpg&w=300&h=214&ei=PbZ2UMu6GYK89gS0roDoDA&zoom=1&iact=hc&vpx=109&vpy=153&dur=718&hovh=171&hovw=240&tx=156&ty=119&sig=109131325641167371803&page=2&tbnh=140&tbnw=181&start=9&ndsp=12&ved=1t:429,r:0,s:9,i:103http://www.google.com.br/imgres?um=1&hl=pt-BR&biw=936&bih=522&tbm=isch&tbnid=nAAHtuUvJk1Z1M:&imgrefurl=http://www.gkaliliarquitetura.com.br/projetos-institucionais/complexo-cultural-campo-limpo-paulista/&docid=20v6K1-aOalGUM&imgurl=http://www.gkaliliarquitetura.com.br/wp-content/uploads/2012/06/DSC_0019.jpg&w=1195&h=800&ei=PbZ2UMu6GYK89gS0roDoDA&zoom=1&iact=hc&vpx=285&vpy=79&dur=3484&hovh=184&hovw=274&tx=131&ty=109&sig=109131325641167371803&page=2&tbnh=140&tbnw=181&start=9&ndsp=12&ved=1t:429,r:1,s:9,i:106http://www.google.com.br/imgres?hl=pt-BR&biw=936&bih=522&tbm=isch&tbnid=GF1qxAZt3aCoVM:&imgrefurl=http://www2.campolimpopaulista.sp.gov.br/acidade.php&docid=by5hw1SMXZwG_M&imgurl=http://www2.campolimpopaulista.sp.gov.br/images/pontos_da_cidade/espelhodagua4.jpg&w=1023&h=768&ei=cbN2UIHsJYPo9ASu-oHYBg&zoom=1&iact=rc&dur=78&sig=109131325641167371803&page=5&tbnh=148&tbnw=191&start=45&ndsp=12&ved=1t:429,r:6,s:45,i:240&tx=87&ty=103

  • 18

    km das cidades de So Paulo e tambm de Campinas. Hoje, a cidade servida por duas

    importantes rodovias paulistas, a Anhanguera e a Dom Pedro, e por uma ferrovia administrada

    pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), com interligao ao metr

    paulistano.

    Segundo dados do IBGE (2010) Campo Limpo Paulista conta com uma populao

    estimada em 74.074 mil habitantes, taxa geomtrica de crescimento anual entre 2000 e 2010

    de 1,54% ao ano, contra 1,09% registrado por todo o estado (SEADE, 2010). Foram

    registrados 16 estabelecimentos de sade (2010), 28 escolas de educao pr-escolar, 31

    escolas de educao fundamental, 13 escolas de educao mdia e 1 instituio de Educao

    Superior (2012). A quantidade de alunos matriculados na educao pr-escolar, fundamental e

    mdia de, respectivamente, 2.248, 11.439 e 3.939 alunos. O rendimento mdio entre o total

    de empregos da cidade de R$ 2.422,71, sendo superior a mdia da Regio de Jundia, que

    de R$ 2.158,88 e a mdia Estadual de R$ 2.329,86 (SEADE, 2012). O PIB da cidade advm

    predominantemente do setor de servios e das atividades industriais. Campo Limpo Paulista se

    encontra no grupo 2 do ndice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), isto , est entre os

    municpios que, embora com nveis de riqueza elevados, no exibem bons indicadores sociais

    (SEADE, 2011).

    A regio em que se encontra a Faculdade Campo Limpo Paulista possui um elevado

    potencial de crescimento populacional e econmico. Os ndices apresentados de crescimento

    populacional (IBGE, 2010) e econmico (SEADE, 2012) da regio, expressos nas tabelas I, II e

    III, sugerem que na regio, se faz necessrio fornecer comunidade um nvel cada vez maior

    de recursos educacionais, haja vista o nmero de empresas, bancos, estabelecimentos

    comerciais instalados, alm das necessidades da crescente populao por melhor qualidade

    de vida e tambm o grande potencial para instalao de indstrias e empresas de diversos

    setores.

    Os benefcios dos cursos existentes e a serem propostos incidem e incidiro em

    diversas reas de interesse da comunidade local. Afora a vocao bsica de formao

    profissional, no podem ser desprezadas outras repercusses para a comunidade local e

    vizinha, dos cursos atuais e futuros oferecidos pela Faculdade Campo Limpo Paulista. Como j

    referido, haver reflexos, com certeza, positivos, em toda a vida local, incluindo o meio social,

    econmico e cultural.

    Segundo INEP (2007), a regio de Campo Limpo Paulista conta, em 2007, com 10

    Instituies de Educao Superior, 9 delas em Jundia e 1 em Campo Limpo Paulista.

  • 19

    Cidades 2011

    (habitantes)

    2012

    (habitantes)

    2013

    (habitantes)

    2014

    (habitantes)

    Cajamar 65.336 66.711 68.115 69.549

    Campo Limpo Paulista 74.886 75.803 76.729 77.669

    Francisco Morato 156.194 158.123 160.078 162.055

    Franco da Rocha 133.486 135.617 137.782 139.981

    Jarinu 24.385 25.004 25.640 26.292

    Jundia 373.881 378.098 382.363 386.677

    Vrzea Paulista 108.400 109.858 111.336 112.833

    TOTAL DA REGIO 936.568 949.214 962.043 975.056

    Tabela I - Populao das cidades da regio de Campo Limpo Paulista (SEADE, 2014).

    Cidade

    2008

    (milhes de reais)

    2009

    (milhes de reais)

    2010

    (milhes de reais)

    2011

    (milhes de reais)

    Cajamar 3.071,49 3.434,07 4.522,48 4.754,12

    Campo Limpo Paulista 690,81 749,62 865,44 968,26

    Francisco Morato 705,80 814,85 910,94 1.048,54

    Franco da Rocha 1.517,66 1.423,23 1.766,77 1.748,03

    Jarin 293,25 350,61 373,34 478,44

    Jundia 12.821,23 14.258,39 17.186,85 18.167,97

    Vrzea Paulista 1.156,47 1.261,79 1.419,09 1.533,41

    TOTAL DA REGIO 20.256,71 22.292,56 27.044,91 28.698,77

    Tabela II Crescimento do valor adicionado das cidades da regio de Campo Limpo Paulista em milhes de reais

    (SEADE, 2011).

  • 20

    Cidade 2008

    (reais)

    2009

    (reais)

    2010

    (reais)

    2011

    (reais)

    Cajamar 61.395,12 65.976,26 86.018,15 89.628,40

    Campo Limpo Paulista 10.852,75 11.479,73 13.196,67 14.611,50

    Francisco Morato 4.993,85 5.672,55 6.289,82 7.125,61

    Franco da Rocha 13.288,60 12.131,06 14.929,07 14.504,13

    Jarin 15.015,58 17.277,58 17.948,53 22.536,07

    Jundia 42.111,00 45.461,05 54.437,65 58.325,48

    Vrzea Paulista 12.731,08 13.480,72 15.088,56 16.100,94

    MDIA DA REGIO 22.912,57 24.496,99 29.701,21 31.833,16

    Tabela III Crescimento do PIB per capta, em reais, das cidades da regio de Campo Limpo Paulista (SEADE,

    2011).

    Esse entorno regional foi substancialmente incrementado com a criao de novos

    cursos e com a oferta de diferentes nveis e modalidades de ensino, ou seja, a ps-graduao

    e a educao a distncia que neste momento implementa.

    A insero nacional se d, principalmente, por meio da oferta de cursos de graduao e

    ps-graduao lato e stricto sensu presenciais, com projetos de oferta de cursos de graduao

    distncia, para, inicialmente, regies de seu entorno e cidades prximas. Em seguida,

    pretende ampliar sua atuao para outras regies do territrio nacional.

    Pretende, agora, ofertar cursos em mbito nacional em Educao a Distncia EAD,

    consolidando-se, primeiramente como polo e sede e estabelecendo mais outros 3 Polos, a

    saber: Francisco Morato, Paulnia e Porto Feliz. Para isso, aguarda neste momento visita de

    autorizao de credenciamento de EAD junto ao MEC. Pretende oferecer cursos de graduao,

    lato sensu, extenso, especializao e curta durao.

    Na Ps-Graduao stricto sensu, a FACCAMP conta com dois Programas de Mestrado,

    sendo um deles Mestrado Profissional em Administrao, desde 2009, que tem como rea de

    concentrao de suas pesquisas a Dinmica das Micro e Pequenas Empresas e

    Empreendedorismo e Desenvolvimento, e o outro Mestrado em Cincias da Computao, com

    as linhas de pesquisa em Sistema da Informao e Tcnicas e Modelos da Computao,

    ambos reconhecidos pela CAPES, e tem inteno de investir em um terceiro Mestrado em

    Educao e um Doutorado em Administrao, consolidando, assim, sua Misso Institucional.

  • 21

    Ainda nessa linha, estabeleceu parcerias internacionais em Ps-Graduao com a

    Florida Christinan University (FCU) nas reas Administrao e com a Universidade de Cuba, na

    rea da Educao. Nesse contexto, a FACCAMP tem, nos ltimos anos, ampliado sua insero

    regional, atuando nacional e internacionalmente.

    1.3. Misso

    Para esse novo perodo e fruto desse processo de desenvolvimento houve a

    necessidade de se repensar a Misso Institucional.

    A nova Misso Institucional resultado da evoluo da FACCAMP e foi definida em um

    processo que contou com o envolvimento de dirigentes, professores, funcionrios e

    representantes da comunidade externa, cujas reflexes culminaram na formulao da Misso

    da Faculdade Campo Limpo Paulista:

    Promoo e busca constante da excelncia, no ensino, na pesquisa e na extenso

    para a formao de profissionais competentes, habilitados ao pleno desempenho de suas

    funes, contribuindo para o desenvolvimento do ser humano, da sociedade, facultando o

    dilogo regional, nacional e internacional, a promoo dos direitos humanos, a preservao

    ambiental, a incluso social, a igualdade tnica e o respeito diversidade de gnero.

    1.4. Finalidades

    As finalidades expressam o conjunto de valores presentes na FACCAMP espelham sua

    filosofia e devem reger as diretrizes e metas institucionais. Reiterando-se a construo coletiva

    desses princpios, quanto viso de futuro, as finalidades fundamentam-se em:

    Cumprimento dos valores ticos que presidem a FACCAMP (responsabilidade, respeito,

    compromisso, participao);

    Formao e qualificao do ser humano, com nfase em suas potencialidades, nas

    diferentes reas do conhecimento;

    Desenvolvimento intelectual, social, filosfico e tecnolgico, solidificando as linhas de

    pesquisa, ampliando a investigao cientfica e as publicaes acadmicas da

    FACCAMP;

    Desenvolvimento socioeconmico por meio da realizao de atividades de ensino,

    cientficas, tecnolgicas, artsticas e culturais;

    Desenvolvimento sustentvel, contribuindo para a elevao da qualidade de vida do

    homem;

  • 22

    Busca permanente da qualidade acadmica e da sustentabilidade financeira e

    administrativa, com objetivos voltados para a sociedade e para a melhora da vida do

    homem.

    1.5. Objetivos e Metas

    A partir da implantao do novo modelo de gesto, em 2009, foi proposto para a

    comunidade acadmica, com a aprovao da Instituio Mantenedora, um conjunto de

    objetivos que visavam ao desenvolvimento institucional e nortearam as atividades no perodo

    2007-2011 e agora norteiam as aes 2012 - 2016. So eles:

    Buscar credenciamento da faculdade em Centro Universitrio;

    Envolver o corpo docente e o corpo discente nas atividades relativas ao trinmio

    ensino/pesquisa/extenso;

    Buscar a excelncia acadmica de todos os cursos oferecidos pela FACCAMP;

    Consolidar os cursos de graduao;

    Consolidar grupos e linha de pesquisa institucionalizados;

    Desenvolver a pesquisa institucional;

    Implantar cursos de ps-graduao stricto sensu;

    Incentivar a busca de fomento para a pesquisa;

    Desenvolver a rea do ensino de ps-graduao;

    Gerar conhecimentos e servios que garantam a atuao da FACCAMP na sociedade;

    Garantir o servio de acompanhamento ao alunado;

    Implantar ensino a distncia;

    Analisar, revisar e complementar o processo de Avaliao Institucional em funo da

    Lei n 10.861 (14/04/04) que implanta o SINAES.

    As metas construdas com base em tais objetivos so:

    Transformao da Faculdade Campo Limpo Paulista em Centro Universitrio;

    Obteno de Bons ndices nos Cursos que se submetem ao Exame Nacional de

    Desempenho do Estudante (ENADE);

    Obteno de bons ndices nas condies de oferta de todos os cursos de graduao;

    Composio do quadro docente com 100% de professores titulados, e 25% em regime

  • 23

    de trabalho definido por jornada de tempo integral;

    Implantao de novos cursos de graduao, de acordo com as demandas da

    sociedade;

    Garantia do servio de acompanhamento ao alunado;

    Reviso dos Planos Acadmicos, Comunitrios e de Extenso, de modo a atender s

    prioridades acadmicas e oramento da FACCAMP;

    Implementao da Metodologia Institucional Interdisciplinaridade: aprendizado da teoria

    prtica;

    Diminuio do ndice de evaso a no mximo 12%;

    Implantao de 01 projeto de curso de Mestrado e 01 projeto de curso de Doutorado, de

    acordo com as normas da CAPES;

    Consolidao das linhas e grupos de pesquisa;

    Oferta de cursos tecnolgicos, bacharelados e licenciaturas de acordo com a demanda

    e em cumprimento misso;

    Aprimoramento do modelo de gesto (IES/ FACCAMP);

    Anlise e reviso dos Projetos Pedaggicos dos Cursos de Graduao;

    Credenciamento da FACCAMP para oferta de cursos a distncia;

    Reviso do Projeto Pedaggico Institucional (PPI) e sua institucionalizao.

    Em decorrncia das diretrizes e metas traadas, surgiram os seguintes desafios:

    Alcance da excelncia acadmica no ensino de graduao e ps-graduao, na

    pesquisa e na extenso;

    Busca da transformao em centro universitrio;

    Acompanhamento dos planos de ao, constantes no PDI;

    Acompanhamento da implementao da metodologia institucional interdisciplinaridade:

    da teoria prtica.

    Consolidao de mestrados (avaliao trienal da capes);

    Ampliao dos projetos fomentados;

    Implementao e acompanhamento das tecnologias de informao e comunicao

    (TICs) como ferramentas metodolgicas no ensino, na pesquisa e na extenso

    presencial e em EAD;

  • 24

    Reduo do ndice de evaso;

    Insero do ensino semipresencial e a distncia na graduao e na ps-graduao;

    Ampliao das relaes interinstitucionais (nacionais e internacionais);

    Envolvimento da comunidade acadmica em todos os processos de avaliao;

    Capacitao de gestores e de docentes;

    Aprimoramento do modelo de gesto;

    Acompanhamento de todas as metas estabelecidas: avaliao contnua e

    replanejamento;

    Consolidao da cultura da autoavaliao ampliando as aes avaliativas na rea

    administrativa;

    Consolidao da articulao entre os processos de avaliao interna/ externa e a

    utilizao efetiva de seus resultados.

    1.6. reas de Atuao Acadmica

    A FACCAMP, para concretizar suas finalidades e misso, atua nas atividades

    acadmicas de ensino de Graduao e de Ps-Graduao Lato Sensu e Stricto Sensu; de

    Extenso; Educao a Distncia e de prestao de servios, firmando-se como Instituio

    capaz de interagir na busca de solues para o desenvolvimento da sociedade em sua regio e

    no pas.

    1.7. Oferta de Cursos e Programas Presenciais e a Distncia

    1.7.1. Cursos de Graduao Ofertados

    A FACCAMP, neste momento de reformulao do PDI, conta com os seguintes cursos

    de graduao em funcionamento:

    Cursos Tipo Turno Vagas Coordenador

    01 Administrao Bacharelado M/N 350 Prof. Me. Paulo Sergio Lopes de Arajo

    [email protected]

    02 Cincia da Computao Bacharelado N 50 Prof. Dr. Luis Mariano del Val Cura

    [email protected]

    03 Cincias Contbeis Bacharelado N 100 Prof. Me. Carlos Jos Pereira [email protected]

    mailto:[email protected]:[email protected]:[email protected]

  • 25

    04 Cincias Econmicas Bacharelado N 50 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    05 Comrcio Exterior Tecnolgico N 100 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    06 Comunicao Social Habilitao

    Jornalismo Bacharelado N 50

    Prof. Me. Leni Calderaro Pontinha [email protected]

    07 Comunicao Social

    Publicidade e Propaganda Bacharelado N 50

    Prof. Me. Leni Calderaro Pontinha [email protected]

    08 Comunicao Social Rdio e

    TV Bacharelado N 50

    Prof. Me. Leni Calderaro Pontinha [email protected]

    09 Direito Bacharelado M/N 160 Prof. Mauro Cabral dos Santos

    [email protected]

    10 Enfermagem Bacharelado N 50 Prof Dr. Silvia M. Ribeiro Oyama

    [email protected]

    11 Engenharia Civil Bacharelado M/N 100 Prof. Dr. Paschoal Perdo Junior

    [email protected]

    12 Engenharia de Materiais Bacharelado N 50 Prof. Dr. Orlando Roque da Silva

    [email protected]

    13 Engenharia de Produo Bacharelado M/N 100 Prof. Dr. Orlando Roque da Silva

    [email protected]

    14 Engenharia Eletrnica Bacharelado M/N 100 Prof. Dr. Alexandre Martinewski

    [email protected]

    15 Engenharia Eltrica: Modalidade

    Telecomunicaes Bacharelado M/N 100

    Prof. Dr. Alexandre Martinewski [email protected]

    16 Engenharia Mecnica Bacharelado N 50 Prof. Esp. Alexandre Capelli

    [email protected]

    17 Farmcia Bacharelado N 50 Prof. Dr. Jucimara Rodrigues de Moraes

    [email protected]

    20 Gesto Ambiental Tecnolgico N 50 Prof. Fernanda Desordi Lobo

    [email protected]

    21 Gesto Comercial Tecnolgico N 100 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    22 Gesto da Qualidade Tecnolgico N 50 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    23 Gesto de Recursos Humanos Tecnolgico N 50 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    24 Gesto Financeira Tecnolgico N 50 Prof. Me. Joo Batista Sperl de Faria

    [email protected]

    mailto:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]

  • 26

    26 Letras Portugus/Espanhol Licenciatura N 100 Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    [email protected]

    27 Letras Portugus/Ingls Licenciatura N 100 Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    [email protected]

    28 Logstica Tecnolgico M/N 200 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    29 Manuteno de Aeronaves Tecnolgico N 100 Prof. Aldenir Henrique Ribeiro

    [email protected]

    30 Marketing Tecnolgico N 50 Prof. Me. Paulo Sergio Lopes de Arajo

    [email protected]

    32 Msica Licenciatura N 50 Prof. Dr. Celso Antonio Mojola

    [email protected]

    34 Processos Gerenciais Tecnolgico N 100 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    35 Produo Cnica Formaes de

    Atores Tecnolgico N 100

    Prof. Me. Cleber de Carvalho Lima [email protected]

    36 Qumica Bacharelado N 50 Prof. Dr. Lisete Maria Luiz Fischer

    [email protected]

    38 Redes de Computadores Tecnolgico N 50 Prof. Dr. Luis Mariano del Val Cura

    [email protected]

    39 Segurana no Trabalho Tecnolgico N 100 Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    40 Sistemas de Informao Bacharelado N 50 Prof. Dr. Luis Mariano del Val Cura

    [email protected]

    41 Sistemas para Internet Tecnolgico N 100 Prof. Dr. Luis Mariano del Val Cura

    [email protected]

    M=Matutino / N=Noturno

    1.7.2. Ps-Graduao Lato Sensu

    A FACCAMP empreende significativos esforos para o desenvolvimento da Ps-

    Graduao Lato e Stricto Sensu. Os cursos, ministrados por professores de reconhecida

    atuao profissional, so voltados para o aprofundamento da formao do graduado que

    pretende se destacar no competitivo mundo do trabalho.

    A FACCAMP tem ofertado nesses anos, mais de 29 cursos de especializao,

    totalizando mais de 500 alunos matriculados.

    mailto:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]

  • 27

    Cursos Carga

    horria Vagas Coordenador

    01 Advocacia Extrajudicial 400 horas Prof. Me. Renata Helena Paganoto Moura

    [email protected]

    02 Arte e Educao 362 horas Prof. Me. Cleber de Carvalho Lima

    [email protected]

    03 Clnica Escola em Psicopedagogia Prof. Me. Lilian V. Springer Steffens

    [email protected]

    04 Comunicao e Redes Sociais 392 horas Prof. Me. Paulo Souza Genestreti

    [email protected]

    05 Educao Matemtica 424 horas* Prof. Me. Antonio Carlos Camacho

    [email protected]

    06 Educao Musical 368 horas Monique Traverzim

    [email protected]

    07 Educao Qumica 400 horas* Prof. Dr. Lisete Maria Luiz Fischer

    [email protected]

    08 Enfermagem na Sade da Mulher 400 horas * Prof Dr. Silvia M. Ribeiro Oyama

    [email protected]

    09 Engenharia Ambiental 392 horas Prof. Fernanda Desordi Lobo

    [email protected]

    10 Farmcia Clnica (Prescrio

    Farmacutica) 520 horas*

    Prof. Dr. Luciana Bizeto [email protected]

    11 Farmacologia Clnica 384 horas Prof. Dr. Luciana Bizeto

    [email protected]

    12 Formao de Docente Ensino Superior 360 horas Prof. Dr. Sonia Sueli Berti Santos

    [email protected]

    13 Gerencia e Desenvolvimento geis de

    Software 400 horas*

    Prof. Dr. Luis Mariano del Val Cura [email protected]

    14 Gesto Escolar 392 horas Prof. Me. Lilian V. Springer Steffens

    [email protected]

    15 Gesto Pblica 384 horas Prof. Dr. Thas Battibugli [email protected]

    16 Histria do Brasil Contemporneo 392 horas * Prof. Dr. Thas Battibugli [email protected]

    17 Informtica Aplicada na Educao 400 horas * Prof. Dr. Rodrigo Bonacin

    [email protected]

    18 Lngua Brasileira de Sinais 400 horas Amanda Ballarin Dias

    mailto:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]

  • 28

    19 Matemtica para Negcios 400 horas * Prof. Me. Antonio Carlos Camacho

    [email protected]

    20 MBA em Engenharia Logstica 392 horas Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    21 MBA em Gesto de Negcios

    Empresariais 368 horas

    Prof. Me. Antonio Carlos Pontes Franchi [email protected]

    22 MBA em Gesto de Pessoas 392 horas Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio

    [email protected]

    23 MBA em Gesto de Projetos

    Organizacionais 392 horas

    Prof. Dr. Mrcio Magera Conceio [email protected]

    24 MBA em Gesto e Liderana Comercial 368 horas Prof. Me. Antonio Carlos Pontes Franchi

    [email protected]

    25 MBA em Gesto Financeira e

    Controladoria 368 horas

    Prof. Me. Antonio Carlos Pontes Franchi [email protected]

    26 MBA em Liderana Corporativa 368 horas Prof. Me. Antonio Carlos Pontes Franchi

    [email protected]

    27 Msica Popular 360 horas Prof. Dr. Liliana Harb Bollos

    [email protected]

    28 Neurocincia e Aprendizagem 400 horas Prof. Me. Lilian V. Springer Steffens

    [email protected]

    29 Psicopedagogia 652 horas Prof. Me. Lilian V. Springer Steffens

    [email protected]

    1.7.3. Ps-Graduao Stricto Sensu

    Como resultado do trabalho institucional de pesquisa, no perodo de 2004 a 2008, a

    FACCAMP implantou dois cursos de mestrado recomendados pela CAPES e, agora, abre

    proposta de Mestrado em Educao e um Doutorado em Administrao.

    1.8. Polticas de Ensino Pesquisa, Extenso e Educao a Distncia

    1.8.1. Ensino

    A FACCAMP, ciente do importante papel da educao para o profissional

    contemporneo, empreende significativos esforos para o desenvolvimento da Graduao e

    Ps-Graduao Lato e Stricto Sensu. Os cursos, ministrados por professores de reconhecida

    atuao acadmico-profissional, so voltados para o aprofundamento na formao tica e

    cidad do aluno, para a preparao profissional que permita ao egresso destacar-se no

    competitivo mundo do trabalho, bem como para a conscientizao da importncia da formao

    mailto:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]:[email protected]

  • 29

    continuada.

    A Faculdade Campo Limpo Paulista atua nas seguintes reas do Conhecimento:

    Cincias Administrativas, Negcios e Tecnolgicas

    Cincias Biolgicas e da Sade

    Cincias Humanas e Sociais

    Cincias Exatas e da Terra

    Para concretizar suas finalidades e misso, atua nas atividades acadmicas de ensino

    de graduao e ps-graduao, nas modalidades presencial e a inicia suas atividades na

    modalidade a distncia; pesquisa; extenso e prestao de servios, firmando-se como

    instituio capaz de interagir na busca de solues para o desenvolvimento da sociedade em

    sua regio e no pas.

    1.8.1.1. Polticas de Ensino

    Caracterizam-se como Polticas de Ensino na FACCAMP:

    Comprometimento com a Excelncia Acadmica;

    Disponibilizao de infraestrutura moderna;

    Ensino por Professores qualificados, titulados e atualizados;

    Formao e preparao para o mundo do trabalho;

    Formao em Pesquisa e atividades de Interveno Social;

    Formao para educao continuada;

    Responsabilidade social;

    Seriedade e transparncia em acordo com os regulamentos internos;

    Eficincia no atendimento ao alunado;

    Comprometimento e sintonia com a legislao da Educao Superior.

    1.8.2. Extenso

    A FACCAMP est inserida em projetos de ao social de iniciativa dos governos

    federal, estadual e municipal, de setores empresariais ou de outras entidades da sociedade

    civil. Alm dos programas dessa natureza, a Extenso se dedica prestao de servios

    comunidade, por intermdio de programas atrelados aos cursos. Est presente tambm na

  • 30

    disseminao e transferncia de conhecimentos por meio de atividades de pesquisa e de

    Extenso, vinculadas a programas interdisciplinares de cunho social, econmico administrativo

    ou ambiental, e nas atividades culturais, artsticas, desportivas e nos estgios no obrigatrios.

    As reas que consubstanciam o aprendizado prtico como princpio pedaggico

    adotado na FACCAMP tm grande relevncia e contribuem para o fortalecimento das

    competncias do alunado e da interao Faculdade com a comunidade externa,

    que nela busca e encontra soluo para problemas de natureza diversa.

    1.8.3. Pesquisa

    Como poltica e prtica institucional de pesquisa, os programas de apoio pesquisa,

    institucionalizados desde 2000, foram ampliados e agregados pelo Programa de Capacitao

    Docente, Eventos e Estudos, que promovem as prticas de investigao cientfica e de apoio

    aos pesquisadores, os recursos desse programa so previstos anualmente no oramento da

    Faculdade.

    Os principais resultados dessa clara opo pelo apoio pesquisa podem ser

    sintetizados pelas seguintes informaes:

    O Incremento das publicaes de artigos em peridicos especializados e no WEA;

    Implementao do Programa de Iniciao Cientfica;

    A melhoria das capacidades institucionais de aglutinar pesquisadores para realizar

    pesquisas, expressa no registro de Grupos de Pesquisas Cadastrados no CNPQ;

    Recomendao da CAPES a novos programas de Mestrado.

    1.8.3.1. Polticas de Pesquisa

    Caracterizam-se como Polticas de Extenso e Pesquisa na FACCAMP:

    Comprometimento com a Excelncia Acadmica;

    Apoio s atividades de pesquisa no ensino de graduao e ps-graduao, integrada

    com atividades de interveno social;

    Apoio s atividades de pesquisa com recursos oriundos do programa de Capacitao

    Docente, Eventos e Estudos, e agencias de fomento;

    Acompanhamento e Avaliao constante da produtividade cientfica de acordo com as

    orientaes das agncias governamentais;

    Divulgao Cientfica Institucional: WEA e Editora FACCAMP;

  • 31

    Compromisso com a qualidade e sintonia com a legislao da Educao Superior;

    Gerao e transferncia de conhecimento e inovao para a melhoria da qualidade de

    vida da regio e do pas.

    1.8.3.2. Consolidao da articulao entre os processos de avaliao

    interna/ externa e a utilizao efetiva de seus resultados

    Para a oferta de cursos de ps-graduao lato e stricto sensu, observa-se o que rege a

    legislao em vigor, especialmente as normas constantes na Resoluo CNE/CES n 1, de 03

    de abril de 2001, que estabelece regras para o funcionamento de cursos de ps-graduao

    nestas modalidades, e, ainda, a Portaria Ministerial n 328, de 1 de fevereiro de 2005, que

    determina a necessidade do cadastro eletrnico dos cursos de ps-graduao lato sensu, em

    consonncia com as orientaes da Diretoria de Estatstica e Avaliao do Ensino Superior

    (DEAES), bem como o encaminhamento ao Instituto Nacional de Estudos Pedaggicos (INEP),

    por meio eletrnico, dos Projetos Pedaggicos dos cursos ofertados.

    Ressalta-se que as propostas de cursos so submetidas anlise pelas Coordenaes

    e, em seguida, pelos rgos colegiados da FACCAMP. A oferta, expanso e manuteno de

    cursos de ps-graduao lato sensu e de extenso tm sua concepo embasada em uma

    poltica de parceria com os docentes da Faculdade, que objetiva, principalmente, a valorizao

    do corpo docente e a integrao mais estreita com o ensino de graduao na medida em que

    os referidos cursos devem contribuir para a formao continuada, bem como para o

    aprofundamento de determinadas temticas.

    Os cursos de ps-graduao stricto sensu, j ofertados e os futuros, por sua vez, tm

    sua concepo vinculada ao histrico da pesquisa institucional, em que se valoriza,

    inicialmente, a Iniciao Cientfica, o fortalecimento e a consolidao de grupos de pesquisa, a

    produo cientfica e, somente ento, a implantao dos programas de ps-graduao. No que

    se refere aos cursos oferecidos por programas de Mestrado, sua organizao pode ser em

    Mestrado Profissionalizante ou Acadmico, quando de sua oferta.

    A FACCAMP j oferece dois cursos de Mestrado e aguarda parecer favorvel da

    proposta de doutorado em Administrao j submetida.

    Quanto coordenao dos programas, esta cabe a um Conselho de Programa. Uma

    vez que os cursos de ps-graduao devem decorrer do processo institucional de pesquisa,

    faz-se necessrio destacar a concepo e os princpios norteadores das atividades de

    pesquisa docente e discente na Instituio.

    A pesquisa pensada na FACCAMP, considerando-se a necessidade de despertar a

    vocao cientfica, de incentivar talentos potenciais entre os estudantes de graduao e de

    estimular o desenvolvimento cientfico de seu corpo docente. Sua institucionalizao e seu

    objetivo maior dar cumprimento ao que define o artigo 53, da LDBDEN n 9394, segundo o

  • 32

    qual cabe s instituies de ensino superior estabelecer planos, programas e projetos de

    pesquisa cientfica, produo artstica e atividades de extenso. Nesta Faculdade, a pesquisa

    fundamenta-se no pressuposto estabelecido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento

    Cientfico e Tecnolgico (CNPq) de que a pesquisa cientfica e tecnolgica, por ter se tornado

    uma atividade complexa, exige, de maneira crescente, a conjugao de vrios tipos de

    conhecimentos e habilidades, envolvendo sua promoo e, cada vez mais, a colaborao de

    diversos profissionais, organizados em grupos de pesquisa. A concepo de linhas, grupos e

    projetos de pesquisa orienta-se, tambm, pela concepo do CNPq, assim estabelecida no

    Diretrio dos Grupos de Pesquisa no Brasil:

    projetos de pesquisa: consistem na investigao, com incio e final definidos,

    fundamentada em objetivos especficos, visando obteno de resultados de causa e

    efeito ou colocao de fato novo em evidncia;

    linhas de pesquisa: representam temas aglutinadores de estudos cientficos e/ou

    tecnolgicos, que se fundamentam em tradio investigativa, de onde se originam

    projetos cujos resultados guardam relao entre si. Sua definio deve levar em conta

    resultados de pesquisas de docentes e de alunos de iniciao cientfica desenvolvidas,

    inicialmente, em projetos isolados;

    grupos de pesquisa: so caracterizados pela liderana de um ou, excepcionalmente,

    dois pesquisadores seniores, podendo contar com outros pesquisadores, alunos e

    pessoal de apoio tcnico. Um grupo compartilha linhas de pesquisa, equipamentos,

    instalaes e demais recursos, e deve ter pelo menos uma produo cientfica e

    tecnolgica.

    Na FACCAMP, alm de se observarem os pressupostos estabelecidos pelo CNPq

    (Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico), so adotados os seguintes

    princpios:

    fomento a projetos de pesquisa julgados relevantes para a consolidao, criao

    ou reestruturao de grupos e linhas de pesquisa de interesse da FACCAMP;

    suporte aos grupos e linhas de pesquisas do Mestrado em grande maioria;

    difuso do processo de investigao docente e discente como uma prtica

    institucional;

    incentivo ao desenvolvimento da vocao cientfica, por meio de atividades de

    iniciao cientfica, da oferta de cursos lato e stricto sensu e de cursos de

    extenso;

    criao de programas que estimulem a capacitao e a qualificao docente por

    meio dos programas:

    Programa de Qualificao Docente Eventos, que consiste no auxlio para

    participao em eventos nacionais e internacionais;

  • 33

    Programa de Capacitao Docente Estudos, que consiste no auxlio formao

    de novos pesquisadores, vinculados aos grupos de pesquisa, em programas

    recomendados pela CAPES;

    Programa Institucional de Iniciao Cientfica, que consiste na concesso de

    bolsas a alunos de graduao;

    Programa de Apoio Pesquisa, que consiste na disponibilizao de recursos

    para aquisio de material de consumo e permanente vinculados pesquisa;

    Programa de Captao de Recursos, que consiste na captao de recursos junto

    a agncias de fomento e empresas.

    Para avaliao e manuteno da qualidade da pesquisa, a FACCAMP deve contar com

    comits cientficos, interno e externo. Ao comit interno, formado por pesquisadores doutores

    de diversas reas do conhecimento, cabe a primeira anlise dos projetos de pesquisa, de

    iniciao cientfica e de relatrios de produtividade. Ao externo, formado por pesquisadores

    nvel I do CNPq, cabe avaliar os projetos aprovados pelo comit interno, referendando ou no a

    anlise anterior. Coordenao de Ps-Graduao compete orientar o trabalho dos comits,

    fundamentando-se nos indicadores CAPES de produo cientfica, tcnica e artstica e nos

    critrios estabelecidos pelo CNPq.

    Considerando a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extenso, as atividades de

    pesquisa so articuladas com as atividades de ensino de graduao, ps-graduao e

    extenso. Tal articulao pode realizar-se por meio dos seguintes instrumentos:

    programas de bolsas de iniciao cientfica da FACCAMP e do CNPq;

    programa de capacitao docente;

    programa de qualificao docente;

    programa de apoio pesquisa;

    estgios supervisionados de docncia dos alunos de ps-graduao;

    TCCs de graduao, mediante os quais se busca a integrao com os grandes

    temas dos grupos de pesquisa e dos projetos de pesquisa;

    participao de alunos de graduao em trabalhos de extenso e comunitrios,

    vinculados a grupos de pesquisa.

    Ressalte-se, por fim, que as atividades de ensino de ps-graduao e pesquisa na

    FACCAMP devem fundamentar-se no objetivo de promover a inovao e o enriquecimento de

    seus programas de ensino, bem como de ampliar os conhecimentos e o saber de seus agentes

    educacionais, de seus educandos e da sociedade. Em consonncia com a misso institucional,

    elas buscam a promoo de mudanas na regio e no Pas.

  • 34

    1.8.4. Educao a Distncia

    Desde 2009, a FACCAMP vem se instrumentalizando para incorporar a educao a

    distncia entre as modalidades de ensino em que atua, tendo implementado as seguintes

    iniciativas:

    Iniciou, em 2009, a aplicao da Portaria n 4.059, de 10/12/2004, com a utilizao

    de at 20% da carga horria dos cursos superiores presenciais na modalidade EAD;

    Implantou o Campus Virtual FACCAMP que promove a capacitao contnua de

    professores e alunos para atuarem em Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) e

    a oferta de atividades de ensino a distncia;

    Desde 2009, oferece cursos de Extenso e atualizao para capacitao de

    professores as comunidades interna e externa;

    Aguarda visita de autorizao para credenciamento para EAD do MEC.

    1.8.4.1. Polticas de Educao a Distncia

    Caracterizam-se como polticas de Educao a Distncia na FACCAMP:

    Universalizao e democratizao do acesso informao, do conhecimento e da

    educao;

    Fomento a pesquisas que propiciem uma educao voltada para o progresso cientfico

    e tecnolgico;

    Difuso do uso de Tecnologias de informao em comunicao para fins educacionais;

    Estmulo implantao de cursos (graduao e ps-graduao)/ disciplinas a distncia,

    via internet;

    Capacitao docente para atuao em EAD tutoria e conteudista;

    Formao continuada de professores e tutores para EAD;

    Credenciamento em parceria em EAD;

    Oferta de cursos em EAD;

    Compartilhamento de experincias em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA);

    Garantia de padres de qualidade para oferta de cursos e disciplinas na modalidade a

    distncia;

    Desenvolvimento de parcerias que possibilitem a oferta de cursos em mbito nacional e

    internacional.

  • 35

    1.9. Responsabilidade Social da FACCAMP

    A FACCAMP, cumprindo seu papel social como uma Instituio de Educao Superior,

    alm de oferecer uma educao de qualidade em diversos cursos de graduao e ps-

    graduao, oferece tambm, por meio de vrios programas sociais, uma oportunidade ao

    educando de participar de aes que buscam reduzir os problemas gerados pela excluso

    social. Esses programas tm como objetivo desenvolver aes nas reas tecnolgica, da

    sade, da educao, do direito, entre outras e atendem a comunidades situadas no seu

    entorno, buscando, futuramente, ampliar essa oferta para outras cidades e estados.

    A FACCAMP conta com o selo de Instituio responsvel.

    Vrios programas so desenvolvidos, como, por exemplo, o Ncleo de Assistncia

    Jurdica (EAJUR), o Mutiro de Imposto de Renda de Pessoa Fsica (IRPF), a Liga Acadmica

    de Educao em Sade, Aulas especiais de Direito; Cronograma das aulas de Qumica - aos

    sbados; Espanhol 2015-1; Folhamatic e Estudos Integradores; Lgica e Gramtica parcerias

    para ler e escrever melhor; Matemtica - pr-aula 2015-1; Matemtica Bsica - aos sbados;

    Projeto Coral; , dentre outros.

    Outra ao reveladora da responsabilidade social da FACCAMP concretiza-se na oferta

    de bolsas de estudo por mrito acadmico a candidatos de todos os cursos. Alm disso,

    oferece nove (9) cursos de licenciatura com mensalidades mdicas, pensando na formao de

    professores qualificados e em atender a demanda da rede pblica e privada neste setor

    educacional.

    Visando a garantir acesso e permanncia de estudantes que no podem arcar com os

    custos educacionais, a FACCAMP aderiu ao Programa FIES1, do Governo Federal e PROUNI2.

    Nos mbitos estadual e municipal, esta Instituio participa de programas que buscam inserir o

    aluno no mundo do trabalho e contribuir, mediante seu conhecimento, para a melhoria das

    condies sociais e educacionais da populao. Neste sentido, destaca-se a participao da

    FACCAMP nos Programas Escola da Famlia (Secretaria de Estado da Educao).

    A FACCAMP conta com aproximadamente 1.625 bolsas, para os cursos de graduao,

    1 Fundo de Financiamento Estudantil

    2 Programa Universidade para Todos

  • 36

    sendo distribudas entre: 487 (quatrocentas e oitenta e sete) bolsas Escola da Famlia; 753

    (setecentas e cinqenta e trs) bolsas FIES, 343 (trezentas e quarenta e trs) bolsas PROUNI

    e 42 (quarenta e duas) bolsas em parceira com a Prefeitura de Campo Limpo Paulista.

    Conta tambm com poltica de concesso de benefcios a funcionrios e professores,

    com processo de progresso na carreira.

    Alm das bolsas ofertadas de forma parcial, pela prpria FACCAMP, como os

    programas de Monitoria e de Iniciao Cientfica.

    A FACCAMP, agora, aprimorando a sua atuao e garantindo formao comunidade

    em que se insere, pelos seus ndices, foi contemplada a oferecer mais de 500 bolsas de

    formao tcnica em parceria com o PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino

    Tcnico e Emprego) nos cursos tcnicos em Esttica, Qumica, Informtica, Enfermagem,

    Farmcia.

    Tambm oferece, agora, cursos tcnicos comunidade, garantindo acesso a todos

    educao.

    A atuao acadmica da FACCAMP demonstra a preocupao constante com o

    desenvolvimento de seu compromisso social por meio da capacitao qualificada de seus

    discentes para o pleno exerccio da cidadania, considerado como valor e habilidade que deve

    fazer parte de sua formao pessoal e profissional, contribuindo para a prtica profissional sob

    os moldes do aperfeioamento e da tica.

    1.9.1. Incluso social, tecnolgica, poltica e cultural, do respeito e preservao

    socioambiental e dos direitos humanos

    A educao um dos direitos humanos primordiais, uma prtica dentro do contexto

    social, econmico, poltico e cultural, ou seja, no uma atividade neutra e se realizada de

    modo subserviente por um modelo hegemnico, caracterizado pela primazia absoluta da

    competitividade e lucratividade, reproduz e refora a excluso social.

    Contudo, quando resiste e subverte a escala de valores predominante, a prtica

    pedaggica um fator de mudana, lenta e gradual, mas extremamente eficiente. , pois, no

    interior da prtica educacional que ocorre o embate entre o modelo da excluso social e a

    utopia da incluso de todos, para que sejam assegurados os direitos humanos fundamentais

    da pessoa humana, em todos os nveis.

    A incluso torna-se vivel somente quando, por meio da participao em aes

    coletivas, os excludos so capazes de recuperar sua dignidade e conseguem, alm de

    emprego e renda, o acesso moradia decente, facilidades culturais e servios sociais, como

    educao e sade.

  • 37

    Esta tarefa exige engajamento contnuo do poder pblico e das instituies particulares

    que por meio de polticas proativas buscam meios para enfrentar as condies estruturais

    adversas que esto levando as pessoas excluso social, vedando aos menos favorecidos o

    acesso ao mercado de trabalho, moradia decente e aos servios coletivos como educao,

    sade e lazer, enfim, privando-os dos direitos humanos essenciais e bsicos. Nesse sentido,

    criar condies para que haja uma incluso digital, tecnolgica nas diversas reas de atuao

    da IES uma das metas da FACCAMP, por meio de seus programas de extenso e dos cursos

    ofertados.

    A atuao em projetos sociais leva os discentes, cidados conscientes, alm de

    trabalhar sua autoestima, a ajudarem na evoluo social do pas, preparam-se para a atuao

    profissional, enriquecendo seu currculo com a participao em projetos sociais. A sociedade

    se beneficia com tais projetos, pois a IES faculta a formao de cidados socialmente

    responsveis. Assim, a Instituio acredita que seu papel de formadora transpe o da

    excelncia em tcnicas (j reconhecidas como essenciais para o crescimento do pas) e inicia

    projetos baseados na premissa de que a sociedade um organismo vivo, do qual todos ns

    fazemos parte, e, portanto, vivemos as consequncias de tudo o que ocorre de positivo e

    negativo. Em termos concretos, a Instituio tem como poltica o que segue:

    Colocar disposio dos projetos de incluso social selecionados, suas instalaes e

    equipamentos para que seja possvel desenvolver trabalhos de qualidade na

    comunidade, desenvolvendo educacionalmente e culturalmente a populao da rea de

    abrangncia.

    Fortalecer a construo de uma sociedade que reconhea o direito dos excludos a

    terem direitos, tratando-os com especial ateno, fazendo valer os princpios universais

    de direitos humanos, em toda sua plenitude, quer sejam no mbito civil, poltico ou

    social.

    Qualificar internamente agentes, a fim de transmitir e fortalecer neles uma cultura

    democrtica, participativa e solidria e capacitar lideranas para implementar polticas

    inovadoras quanto melhoria das condies de vida de toda a populao e

    democratizao dos processos de trabalho e de gesto.

    Inspirar e potencializar aes polticas institucionais em todos os setores da sociedade,

    para difundir prticas democrticas ampliadoras da cidadania.

    Desenvolver as capacidades da comunidade acadmica no sentido de melhorar a

    eficcia da sua interveno face excluso social e pobreza, e promoo de

    abordagens inovadoras, bem como utilizar o esporte como uma ferramenta poderosa de

    incluso e transformao social.

  • 38

    1.9.2. A educao ambiental deve contemplar:

    abordagem curricular que enfatize a natureza como fonte de vida e relacione a

    dimenso ambiental justia social, aos direitos humanos, sade, ao trabalho, ao

    consumo, pluralidade tnica, racial, de gnero, de diversidade sexual, e superao

    do racismo e de todas as formas de discriminao e injustia social;

    abordagem curricular integrada e transversal, contnua e permanente em todas as reas

    de conhecimento, componentes curriculares e atividades escolares e acadmicas;

    aprofundamento do pensamento crtico-reflexivo mediante estudos cientficos,

    socioeconmicos, polticos e histricos a partir da dimenso socioambiental, valorizando

    a participao, a cooperao, o senso de justia e a responsabilidade da comunidade

    educacional em contraposio s relaes de dominao e explorao presentes na

    realidade atual;

    estmulo constituio de instituies de ensino como espaos educadores

    sustentveis, integrando proposta curricular, gesto democrtica, edificaes, tornando-

    as referncias de sustentabilidade socioambiental.

    A Instituio, no decorrer de sua existncia, implanta e implantar aes e projetos

    sociais e culturais visando construir uma imagem pblica positiva de organizao, ao atuar em

    parceria com organizaes no governamentais, instituies da sociedade civil e com o

    Estado, tendo o compromisso de inovar e contribuir para o desenvolvimento sustentvel,

    contribuindo para a superao das desigualdades existentes e formao onilateral do cidado.

    assim, portanto, que a Instituio procurar constantemente implementar projetos

    sociais, diante dos desafios que a regio em que a FACCAMP se insere apresenta, uma vez

    que um grande desafio assumir na prtica uma gesto que pense globalmente e aja

    localmente.

    Esse processo se materializar por meio de programas de extenso que visa a

    abranger as linhas de atuao: educao, assistncia social, cultura, sade, gerao de

    trabalho e renda, esporte e lazer. Atuar no apoio a comunidade e s organizaes sociais na

    regio em que atua.

    1.10. Polticas de Gesto

    A FACCAMP tem como objetivo principal para o planejamento e gesto institucional o

    equilbrio na relao entre projeto acadmico, acadmico-administrativo e administrativo

    propriamente dito, visando propiciar a mxima articulao entre administrativo e acadmico de

    forma sistemtica e continua.

  • 39

    A Faculdade estar sempre adaptando e redefinindo o processo administrativo,

    ajustando-o aos meios disponveis, recursos materiais, pessoais, estrutura organizacional,

    fluxos de comunicaes e outros, de maneira a possibilitar a realizao plena dos objetivos

    estabelecidos pela poltica de ensino, extenso e pesquisa.

    O movimento institucional exigir definio do processo administrativo, que com o

    crescimento da instituio e no atendimento de suas novas demandas, obrigar a respostas

    imediatas inclusive redefinio de suas prticas e formas organizacionais e administrativas.

    A atual complexidade da organizao implica em articulaes e processos que visem

    sempre harmonizao e ao dialogo entre a poltica acadmica e a poltica administrativa.

    A Faculdade tambm uma organizao burocrtica, com todos os benefcios e vcios

    da decorrentes. Pela burocracia passam as decises e todas as atividades administrativas.

    Tem hierarquia bem definida em diferentes nveis, tanto deliberativa quanto executiva, relaes

    formais de autoridade, rgos decisrios, canais de comunicao, normas, regulamentos para

    a exigncia de tarefas, que propiciam legitimidade e reconhecimento aos procedimentos e atos

    executivos.

    A administrao orienta-se em suportar o que define a poltica acadmica, tornando-se

    a norma das prticas acadmico-administrativas e tambm se orienta pelo Regimento da

    Instituio.

    poltica da Instituio o desenvolvimento de medidas que possam contribuir para a

    convergncia e equilbrio das vises acadmicas e administrativas de forma a caminharem lado

    a lado, empenhadas em alcanar os mesmos fins.

    1.11. Polticas de Educao Inclusiva

    As polticas de acesso e manuteno do discente j se mostram bastante efetivas para

    incluir alunos que por questes financeiras so excludos da educao superior. As polticas de

    bolsas do FACCAMP tm o objetivo de inserir esse aluno no processo de formao de terceiro

    grau de qualidade.

    Mesmo para aqueles que tm condies de arcar com os custos da formao superior,

    mas que, por algum motivo, apresentam deficincia na sua formao bsica e no conseguem

    acompanhar as exigncias de um curso superior, a FACCAMP tem polticas de nivelamento

    que procuram suprir as lacunas diagnosticadas nos alunos ingressantes.

    Outro ponto fundamental para uma educao inclusiva diz respeito a criao de

    condies de aprendizagem para portadores de necessidades especiais. Com o novo cenrio

    que se instaura nas instituies de ensino em virtude das polticas pblicas que

  • 40

    incentivam e investem na questo da incluso nos diferentes nveis de ensino, a

    FACCAMP tem buscado ampliar e qualificar o espao institucional e os

    profissionais de ensino que a compe no intuito de acolher e atender s

    necessidades dos sujeitos com necessidades especiais. Para tanto, a instituio

    segue rigorosamente a legislao que especifica em seus artigos o assunto.

    Dessa forma, compreendendo a incluso enquanto um processo scio-histrico-cultural

    que tem por objetivo inserir as pessoas com necessidades especiais nos diferentes espaos de

    convivncia, aprendizagem e trabalho, a FACCAMP busca garantir no apenas os meios de

    integrar essas pessoas no contexto educativo atravs de atividades de socializao, mas,

    sobretudo, inclu-los enquanto participantes ativos do cenrio educacional. Em outras palavras,

    entre aes administrativas e pedaggicas a pretenso e favorecer o desenvolvimento e a

    socializao de habilidades e a construo de competncias para o mercado de trabalho e

    para a vida.

    Visa a propiciar aos portadores de necessidades especiais condies bsicas de

    acesso ao ensino superior, de mobilidade e de utilizao de equipamentos e instalaes em

    seu campus, buscando eliminar barreiras arquitetnicas, atitudinais, pedaggicas,

    comunicacionais para acesso dos estudantes.

    Para os alunos com deficincia auditiva, existe o compromisso formal da instituio de

    proporcionar, caso seja solicitada, desde o acesso at a concluso do curso:

    interpretes de libras/lngua portuguesa;

    flexibilidade na correo das provas escritas, valorizando o contedo semntico;

    aprendizado da lngua portuguesa, principalmente, na modalidade escrita, (para o

    uso de vocabulrio pertinente s matrias do curso em que o estudante estiver

    matriculado).

    Destaca-se ainda que, de acordo com legislao, a disciplina de Libras est inserida

    como disciplina obrigatria nos cursos de licenciatura, e como disciplina optativa para os

    demais cursos de graduao.

    O site da Instituio conta com acessibilidade e est certificado, para PNEs com

    deficincia visual e auditiva. A IES disponibiliza aos alunos com deficincia visual, as condies

    necessrias para que possam cursar plenamente o curso escolhido.

  • 41

    2. CRONOGRAMA DE IMPLANTAO E DESENVOLVIMENTO

    INSTITUCIONAL

    2.1. Cronograma de Metas: Graduao

    METAS 2012 2013 2014 2