PNL - Godiva

  • View
    149

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of PNL - Godiva

PRACTITIONER BSICO

Practitioner Bsico - Estudo 001O que PROGRAMAO NEUROLINGUSTICA PNL? estudo da estrutura da experincia subjetiva. A PNL estuda os padres (programao) criados pela interao entre o crebro (neuro), a linguagem (lingustica) e o corpo A PNL estuda como Deus fez o crebro e a mente funcionarem, para que criemos nossos pensamentos e sentimentos, estados emocionais e comportamentos, e como podemos direcionar e otimizar esse processo. Em outras palavras... a PNL estuda como o ser humano funciona, e como ele pode escolher a maneira que quer funcionar. (Livre Arbtrio) A PNL estuda como se processa o pensamento. Pensar usar os sentidos internamente. vendo imagens, ouvindo sons, falando internamente e tendo sensaes. Tambm estuda a influncia da linguagem (produto do sistema nervoso): que ativa, direciona e estimula o crebro e a maneira mais eficaz de ativar o sistema nervoso dos outros, facilitando a nossa comunicao com elas.

Como e Quando Surgiu a PNL?Nos anos de 1980, Richard Bandler estudava matemtica e psicologia na Universidade de Santa Cruz na California, EUA. Nos finais de semana trabalhava gravando workshops e ficou muito impressionado com a habilidade de comunicao e com os resultados de dois terapeutas com quem teve contato, Fritz Perls, criador da Gestaltterapia, e Virgnia Satir, terapeuta de famlia. Ele ficou interessado em aprender o que eles faziam, e como faziam, pedindo ajuda de seu professor de lingustica, John Grinder.

Estudando os vdeos, eles comearam a decodificar os padres de linguagem e de comportamento daqueles dois excelentes terapeutas e escreveram o livro: A Estrutura da Magia, mostrando que algo que parecia mgica tinha uma estrutura. Assim foi criado o primeiro modelo da PNL, o metamodelo de linguagem.

Em seguida, eles passaram algum tempo estudando com Milton Erickson, mdico e psiclogo e um dos maiores hipnoterapeutas da histria. E escreveram outro livro: Os Padres de Linguagem Hipntica de Milton Erickson. Este escreveu o prefcio do livro e comentou que ao trabalhar com hipnose no tinha conscincia calara de como fazia e dos padres de linguagem que usava e que foram descritos por Bandler e Grinder. Juntamente com as esposas e amigos, eles formaram um grupo de estudo para aplicar os modelos aprendidos e logo, mesmo sem serem terapeutas, comearam a obter os mesmos resultados daqueles que eles modelaram. Quando resolveram dar um nome para o que estavam fazendo, escolheram Programao Neurolingustica. Ento a PNL comeou como um processo de modelagem. Se algum faz muito bem uma coisa, com a PNL podemos levantar o processo, a estratgia, fazer igual e obter os mesmos resultados. A PNL logo se expandiu para alm do campo da comunicao e da terapia e comeou a ser utilizada no campo da aprendizagem, sade, criatividade, liderana, gerenciamento, vendas, consultoria e treinamento em empresas. Dos EUA ela se expandiu praticamente para o mundo todo. Hoje, o principal lder em termos de aplicao e criao de novos modelos na PNL Robert Dilts, que comeou a fazer parte daquele grupo inicial quando tinha 20 anos e estudava Relaes Internacionais na Universidade de Santa Cruz. A aplicao da PNL na sude, na empresa e na espiritualidade foi desenvolvida principalmente por ele.

O que PNL BblicaSete Princpios teolgicos para se entender e aplicar a PNL Bblica (1)Deus criou o homem com Recursos para exercer Livre-arbtrio Conhecer, Pesquisar, Questionar, Dominar, Criar, etc. Julgar o que bem e o que mal, inclusive espiritualmente Escolher, Preferir, Atender, Obedecer a Deus ou no e ser Respeitado na sua escolha e suas decises (2)Deus criou o homem com Recursos para exercer Vida Abundante No plano Existencial... emoo, profisso, relacionamentos, etc. No plano Espiritual... perdo, regenerao, santificao, etc. (3)O Pecado transtornou o Livre-arbtrio no homem Fazendo-o semi-escravo de suas inclinaes pecaminosas Embora possa tomar a deciso eficaz de sair desta condio (4)O Pecado transtornou a Vida Abundante no homem Tornando-o sem a Vida Abundante original (5)A Graa de Deus restaura muito dos Recursos originais Eleva o arrependido ao Livre-Arbtrio quase-pleno libertando-o do domnio do pecado, Rm.6:14 Eleva o arrependido Vida Abundante quase-plena a semi-espiritual, e por causa dela, a semiexistencial fazendo-o viver o amor a Deus e ao prximo como a si mesmo Consideraes: Quase todos Recursos, pois ainda h o Velho Homem interior Funciona de maneira consciente ou inconsciente Funciona mesmo sem que se entenda como, 1Jo.2:20,27 (6)A PNL o estudo do semi-funcionamento dos Recursos Originais O Livre-Arbtrio quase-pleno o poder de melhorar-se e influenciar outros a isto A Vida Abundante quase-plena o poder de viver bem e influenciar outros a isto Consideraes: So tcnicas que devem ser aplicadas conscientemente Prticas que podem ser usadas para fins egostas

Incapaz de promover Vida Abundante Espiritual

(7)A PNL muito til s pessoas... Os Arrependidos, que desfrutam da Graa: Sabem melhor o que acontece consigo Agem mais conscientemente no seu cotidiano Facilitam mais a ao da Graa em si mesmo Exaltam a Deus com mais motivao Todas as outras pessoas: Vivem uma felicidade suficiente ao bem comum Buscam melhorar-se em benefcio prprio e de outros Sabem como fazer o mundo ser melhor Esto sempre interessados em ajudar outras pessoas

Observao....O uso inconsciente ou no das tcnicas da PNL, no contexto religioso, em mbientes de teologia indisciplinada, produz resultados malficos a todos os envolvidos, tais como... (1)Bno e Maldio... crena em poder espiritual nas palavras que se diz (2)Teologia da Prosperidade... crena que a f produz riquezas, sade e boa vida (3)Cura Interior... crena que a converso no muda totalmente os salvos (4)Gestos e rituais curativos... crena na influncia curativa de posturas corporais (5)40 dias para vitrias... crena na quantidade cabalista sobre a ao da mente (6)Tomar posse de bnos de promessas... crena no poder da aceitao declarada (7)Demonismos e Exorcismos... crena em expulso de demnio-comportamento

Practitioner Bsico - Estudo 002Pressuposies da Programao Neurolingustica

O Mapa no o Territrio

A realidade no conhecida, e, sim, percebida neurologicamente atravs dos cinco sentidos, e, subsequentemente, representada internamente atravs de imagens, sons, sensaes, palavras e etc. Cada indivduo cria modelos (mapas) do mundo (realidade) a partir de: informaes sensoriais do ambiente, recordaes do passado e interpretao do que seja a realidade As pessoas interagem com este mapa do mundo e no diretamente com a realidade. O mapa determina... como se interpreta os acontecimentos na vida e o significado que damos a eles (geralmente ele que limita, e no o mundo em si) No h fracassos, na verdade existem somente resultados eles podem fornecer feedback do que precisa ser modificado. Nenhum mapa individual do mundo mais verdadeiro ou mais real do que o mapa de qualquer outra pessoa. Enriquecer o mapa pessoal com mais informaes sobre a realidade promove mais escolhas ao lidar com o mundo complexo. Com mais informaes sobre o mapa do outro possibilita melhorar a comunicao e os relacionamentos.

A Vida e a Mente so processos sistmicosUm indivduo um sistema dentro de um sistema maior. Mente e Corpo so partes de um mesmo sistema ciberntico eles formam um conjunto. Nenhuma parte pode ser isolada das outras. Todas tm influncia recproca; no se pode deixar de influenciar, nem de ser influenciado Os sistemas se organizam e buscam equilbrio e estabilidade. Interaes entre as partes obedecem os princpios de operao de sistemas. Entre as pessoas criamse circuitos de feedback fazendo com que cada um receba os efeitos das suas prprias aes.

Variabilidade e Flexibilidade

Em qualquer sistema aberto, a parte do sistema que exibir maior flexibilidade sobrevive e tende a dominar o sistema. A mesma ao nem sempre gera o mesmo resultado em um sistema complexo (isso a Teoria do Caos). A flexibilidade necessria para adaptar-se e sobreviver proporcional complexidade do sistema. Ter escolhas melhor do que no ter escolha nenhuma. A pessoa com maior flexibilidade ganha. Se uma ao no obtm os resultados desejados o indivduo flexvel varia o seu comportamento at conseguir o que quer.

MudanaA natureza do Universo mudana

As pessoas dispem de todos os recursos deque precisam para mudar. Todo mundo tem o mesmo aparelho mental embora com programas e habilidades diferentes; programas que podem ser modelados e transferidos para outras pessoas superando limitaes pessoais. No se precisa saber o contedo do pensamento de outrem para facilitar mudanas de comportamento dele. A melhor maneira de mudar o outro, mudar a si mesmo. Se no se consegue o que se deseja, porque falta acesso aos recursos necessrios Mudana a ampliao de possibilidades como resultado da liberao de recursos adequados em um determinado contexto ampliando as possibilidades. Voc pode fazer de conta qualquer coisa e tornar-se mestre nela Milton Erickson

Todo Comportamento tem uma inteno positiva

Existem infinitas partes internas operando e orientando o comportamento; e todas elas tm uma inteno positiva. As pessoas fazem as melhores escolhas possveis de acordo com os recursos disponveis Quando o crebro tem acesso a uma escolha melhor naturalmente opta por ela. Qualquer comportamento pode ser um recurso ou uma limitao, dependendo do contexto em que aplicado. Para todo comportamento existe um contexto no qual ele j foi ou pode ser til. Comportamentos problemticos muitas vezes decorrem de decises feitas no passado e, tendo ficado congelados no tempo, so agora inadequados e desatualizados.

ComunicaoIndependentemente da inteno, o significado da comunicao a resposta que se obtm. A comunicao verbal tem uma estrutura superficial que cada um decodifica a partir de sua prpria experincia, de acordo com as imagens, sons e sensaes do seu mapa individual. No se