of 8/8
MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015 [email protected] S o l t a o g r i t o, Botafogo e Vasco, no Rio de Janeiro , e San tos contra Palmeiras, e m São Paulo, fazem as finais dos principais campeonatos es t aduais do Brasil. Em Manaus, torcedores destes cl ubes p repar am festa para comemorar o títul o. Pódio E 4 e E 5 t o r c e d o r! FOTOS: DIVULGAÇÃO

Pódio - 3 de Maio de 2015

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Pódio - Caderno de esportes do jornal Amazonas EM TEMPO

Text of Pódio - 3 de Maio de 2015

  • MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015 [email protected]

    Solt

    aSSSSSSSSSSoooooooo

    llltto

    grit

    o,

    Botafogo e Vasco, no Rio de Janeiro, e Santos contra Palmeiras, em So Paulo, fazem as finais dos principais campeonatos estaduais do Brasil. Em Manaus, torcedores destes clubes preparam festa para comemorar o ttulo. Pdio E4 e E5

    ooooggggggg

    torc

    edor

    !

    FOTOS: DIVULGAO

    E01 - PDIO.indd 8 1/5/2015 22:58:18

  • E2 MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    H mais de uma dca-da, Vladimir Bastos est frente da Co-misso Estadual de Arbitragem de Futebol do Amazonas (CEAF/AM) como presidente. Nesse perodo, ele viu o declnio do futebol local e inmeras polmicas envolvendo os homens de preto do Estado.

    Em conversa com o PDIO, ele opinou sobre a questo da pro ssionalizao dos r-bitros de futebol no Brasil, comentou sobre sua gesto frente da CEAF e acredita em dias melhores para a ar-bitragem bar.

    PDIO Ns ltimos jogos, perceptvel uma postura diferente da arbi-tragem. O jogo est corren-do mais e poucos cartes sendo distribudos. H al-gum tipo de recomendao para isso?

    Vladimir Bastos - Cada jogo um jogo. De uns jogos para c, ns temos a circular 017, que foi baixada pela comisso nacional, da qual os rbitros foram orientados a no tolerar reclamaes e isso foi passado para os clu-bes, para eles terem conhe-cimento e evitar esse tipo de reclamao para no surgir muitos cartes toa. Mas mesmo assim teve muitos cartes, teve jogo com sete ou oito cartes. Ns zemos do ms de janeiro at o incio de fevereiro um trabalho di-reto de sala de aula, terico, prtico, no campo. Ao nal da nossa pr-temporada, veio a Ana Paula para fazer o fecha-mento e passar as instrues da comisso nacional para os nossos rbitros que traba-lham a nvel nacional e os nos-sos locais, para que o mesmo padro de arbitragem que est sendo aplicado aqui seja o usado em todo Brasil. Ns buscamos a essncia para que o futebol que melhor jogado, mas muitas vezes no h condies de fazer isso porque os jogadores no colaboram.

    PDIO O fato de no ter calendrio do futebol pro ssional o ano todo acaba prejudicando o de-senvolvimento tcnico dos rbitros locais?

    VB - Ns temos uma se-quncia de um ano todo na nossa arbitragem, porque ns trabalhamos os rbitros do quadro nacional e os rbitros locais durante o campeonato pro ssional. Os que so do quadro nacional j iniciam entrando na Copa do Brasil e na Copa Verde. Terminan-do o campeonato da Srie A, comea o campeonato de juniores e j comea Srie A, Srie B, a vem a Srie C e S-rie D. Os do quadro nacional tm a sequncia, tanto a nvel nacional quanto a nvel local. Ns trabalhamos na catego-ria juniores. Terminando os juniores, comea o infantil e o juvenil. Terminando infantil e juvenil j vem a Copa Ama-zonas, depois da Copa Ama-zonas vem o futebol feminino. Ento, ns trabalhamos at o ms dezembro direto, com jogos quase todos os nais de semana.

    PDIO Pro ssionalizar a arbitragem o caminho para alcanar um bom nvel e diminuir os erros?

    VB - Eu acho que as fede-raes do Brasil no suporta-riam. Por exemplo: ns temos um quadro de 51 rbitros, en-tre rbitros e rbitros assis-tentes. A federao teria que arcar com a responsabilidade de pagamento de salrio e das obrigaes sociais. Eu acredi-to que a federao no supor-taria. At porque hoje o nosso futebol est com pblico re-duzido. Mas, o grande boom da arbitragem que hoje, a nvel nacional, ns estamos trabalhando com os rbitros que tem curso superior. Todos os rbitros so pro ssionais liberais. No nosso quadro mesmo ns temos 11 pro-fessores de educao fsica, temos pessoas formadas em turismo, outras formadas em administrao, outras so ge-rentes de fbricas. So pes-soas com pro sses de nidas e que tiram o seu tempo para trabalhar com arbitragem e exercer a pro sso dele. Ns temos uma situao que, por exemplo, se voc for veri car, a nvel nacional, ns temos jogador ganhando milhes. Mas um rbitro, mesmo ele sendo Fifa, ganha a nvel de Brasil R$ 3,8 mil para apitar um jogo.

    PDIO O empecilho acaba sendo a estrutura

    financeira?VB O rbitro a gura

    mais importante de um jogo de futebol. Sem o goleiro voc joga, basta pegar outro jo-gador e colocar no gol, mas sem o rbitro voc no tem um jogo, porque ele quem vai arbitrar, decidir os lances que so faltosos e que no so. por isso que eu acho que ns estamos um pouco longe da questo da pro s-sionalizao da arbitragem, em funo dessa situao. No quadro nacional so 358 rbitros. Teria que ser uma empresa muito grande para arcar com salrios variados e de todas as categorias. Na CBF ns temos o rbitro Fifa, o rbitro especial, o aspirante a Fifa, o CBF-1 e CBF-2. Seriam trs nveis de salrio que a CBF teria de arcar. Eu vejo desse jeito. Hoje o rbitro recebe ra-zoavelmente bem para aquilo que faz. Hoje um rbitro nosso ganha R$ 550,00 para arbitrar uma partida. O assistente R$ 380,00, o quarto rbitro R$ 290,00. um suporte que ca para ele. A gente est mais na arbitragem porque gosta, porque vive isso aqui. A arbi-tragem uma cachaa.

    PDIO Voc acha que a arbitragem evoluiu em re-lao qualidade tcnica durante a sua gesto?

    VB - Evoluiu e muito. Hoje ns no temos no futebol amazonense nenhum clube

    em nenhuma srie do futebol brasileiro. Ns temos o Nacio-nal que vai disputar a Srie D, mas ningum pertence a ela. Voc consegue a vaga para a Srie D se ganhar o ttulo. E hoje a nossa arbitragem teve uma evoluo to grande que temos no nosso quadro, mes-mo sem ter o nosso futebol a nvel de sries no Brasil, uma assistente aspirante Fifa. Ento, eu acho que um progresso muito grande, Ns no atingimos o nosso obje-tivo ainda, que conseguir colocar um rbitro do quadro masculino como aspirante Fifa ou qui Fifa, mas ns estamos correndo atrs disso e se Deus quiser, antes de eu me afastar daqui, a gente vai conseguir esse objetivo.

    PDIO Muito se discu-te sobre o uso da tecnolo-gia no futebol. a favor ou contra?

    VB - importante ter a tecnologia como um instru-mento de ajuda ao rbitro. Ela no o principal, mas ela mais um instrumento que pode ajudar o rbitro. Muitas vezes o rbitro no consegue ver o lance e o assistente bipa, porque ele est com a bandeira eletrnica ou ento ele est usando o rdio. Ele vai conseguir desenvolver bem o seu trabalho dentro de campo e fazer com que a partida se desenvolva da melhor forma possvel.

    Vladimir BASTOS

    O RBITRO a gura MAIS IMPORTANTE de um jogo DE FUTEBOL

    Sem o goleiro voc joga, basta pegar outro jogador e colo-car no gol, mas sem o rbitro voc no tem um jogo, porque ele quem vai arbi-trar, decidir os lan-ces que so faltosos e que no so

    ANDR TOBIASEquipe EM TEMPO

    FOTOS: RAIMUNDO VALENTIM

    Hoje um rbitro nosso ga-nha R$ 550,00 para arbi-trar uma partida. O assistente R$ 380,00, o quarto rbitro R$ 290,00

    impor-tante ter a tecnologia como um instrumen-to de ajuda ao rbitro. Ela no o princi-pal, mas ela mais um instru-mento que pode aju-dar o rbi-tro

    E02 - PDIO.indd 2 1/5/2015 23:03:57

  • E3MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Mulheres da arbitragem amazonense falam

    sobre a experincia de trabalhar dentro das quatro linhas

    ANDR TOBIAS

    Equipe EM TEMPO

    Elas entendem

    Pertencente ao quadro de arbitragem amazo-nense desde 2010, Noelia Chaves da Paixo mais experiente dentre as qua-tro meninas. Eu sempre gostei de futebol. Minha primeira paixo futebol, fui jogadora de futsal. Quando deixei o futsal, queria estar perto do fu-tebol e achei melhor ser assistente. Comecei como amadora, z o treinamento onde morava, depois vim a Manaus para fazer o curso, resume.

    Licenciada em informti-

    ca, Noelia faz pouco caso sobre o que escuta das arquibancadas. A insegu-rana inicial cou de lado com a experincia que ela foi adquirindo com o passar dos jogos. Logo no incio eu sofria muito com isso devido ao preconceito, os homens acham que mulhe-res no sabem regras, mas na verdade muitos torcedo-res no sabem. Hoje em dia, tudo que falam para mim eu levo na esportiva. Hoje eu sei que conheo a regra, eu entendo de regra de futebol, naliza Noelia.

    Toque feminino na arbitragemCom apenas 23 anos,

    a educadora fsica Anne Kesy Gomes de S en-trou para a histria ao se tornar a primeira rbitra do Amazonas, entre ho-mens e mulheres, a fazer parte do quadro de as-pirantes Fifa. Sempre gostei de futebol, sempre acompanhava, mas nun-ca gostei de jogar bola, ento me encontrei na arbitragem, expe.

    Em 2014, Anne Kesy par-ticipou de trs jogos da Srie D e outros dois da C, alm do Campeonato Brasileiro de futebol fe-minino. Nesta temporada, ela participou do jogo entre Vasco e Flamengo, pelo

    torneio Super Series.Considerada experien-

    te na arbitragem local, apesar da pouca idade, a jovem bandeirinha a rma nunca ter tido problemas dentro de campo. Como eu j tenho muitos anos, eu j consigo entrar no jogo e focar sem ligar para xingamentos da torcida. Mas eles so diversos, todos os possveis, mas no incomoda mais. Por parte dos jogadores nunca tive problemas. Mas eu estou achando esse cam-peonato bem tranquilo em relao aos treinadores, eu acho que esse ano eles esto bem conscientes, pondera Anne Kesy.

    Amazonense aspirante Fifa

    Toque feminino na arbitragem

    Anne Kesy est entre as melhores bandeirinhas do Brasil

    da regra

    Apaixonada por futebol, Eliane encontrou uma forma de car prximo das quatro linha: se tornar bandeirinha

    FOTO

    S: D

    IEG

    O J

    ANAT

    Eliane Nogueira dos Santos, Anne Kesy Gomes de S, Eliva-ne Trindade da Costa e Noelia Chaves da Paixo. Sabe o que essas quatro mu-lheres tm em comum? O amor pelo futebol. Mas no, elas no so jogadoras. Pelo contrrio. Todas so respon-sveis por aplicar a regra do esporte breto dentro das quatro linhas. Sem o apito na boca, o principal acessrio de trabalhos das mulheres de preto so as famosas bandeirinhas, nome pelo qual tambm so conhecidas.

    Sem espao na modalidade como atletas pro ssionais, elas resolveram trilhar o ca-minho da arbitragem. Eu sou ex-jogadora de futebol, e quando vi que no dava para continuar procurei fazer al-guma coisa que me deixasse no futebol tambm. Foi uma grande oportunidade que eu

    consegui de estar no quadro de arbitragem do Amazo-nas, disse Eliane Nogueira dos Santos, 32.

    H quatro anos trabalhan-do na arbitragem, a edu-cadora fsica foi convidada por uma colega para fazer o curso e aprofundar seus conhecimentos sobre as re-gras do futebol. Ela gostou dos ensinamentos e logo se tornou bandeirinha. Ano pas-sado, Eliane foi indicada ao quadro nacional da CBF.

    Eu estou conseguindo con-ciliar uma coisa com a outra. D para trabalhar e tambm arbitrar, fazer os dois, expli-ca a rbitra assistente, que faz dos jogos de futebol uma atividade adicional, j que ela professora.

    Sobre os xingamentos e re-clamaes de jogadores, tc-nicos e torcedores, Eliane tira de letra. De acordo com ela, a concentrao to gran-de no jogo, que as ofensas oriundas das arquibancadas acabam passando desper-

    cebidos. Quando estamos focadas demais no jogo, a gente quase no consegue entender o que eles esto falando. S escutamos os gritos. O foco tem que estar

    no jogo sempre. A gente tem que trabalhar o psicolgico para no desconcentrar de jeito nenhum, conta.

    Relao pro ssionalAos 26 anos, Elivane Trin-

    dade da Costa faz parte do

    quadro local de arbitragem desde 2012 e duas pocas depois passou a compor o quadro nacional. De acordo com ela, a relao com as demais colegas de pro sso amistosa. A gente tem um debate muito amplo, no s entre a gente como com os homens. Discutimos lances, dvidas, sempre fazemos de-bate no m do jogo. Fazemos uma avaliao para saber se foi bom e onde deve melho-rar. Temos uma relao muito boa, avalia.

    Graduada em servio social, Elivane traa metas audacio-sas sobre seu futuro na ar-bitragem. Ela sonha em api-tar um jogo de Copa do Mundo. Mas, por enquanto, seu objetivo ter de ser adiado. O motivo nobre: ela est grvida. Contudo, ainda ser possvel trabalhar em mais dois jogos

    do Estadual deste ano.Assim como sua colega de

    pro sso, Elivane usa a discri-minao, os xingamentos e as ofensas como motiva-o. Os meninos so bem compressivos,

    no cam jogando piadinha sobre isso,

    nos apiam bastante. Os jogadores respeitam muito dentro de campo. A gente sofre mais pre-conceito por parte da torcida, eles ofendem

    mesmo. Mas, ns faze-mos ouvidos de merca-dor, entram por um lado e sai por outro. Eu tiro disso mais fora, d

    vontade de provar que no tem nada a ver, que a gente pode e tem competncia para arbitrar, a rma.

    Eu sou ex-jogadora de futebol, e quando vi que no dava para

    continuar procurei fazer alguma coisa que me deixasse no

    futebol tambm

    Eliane Nogueira, rbitra assistente

    E03 - PDIO.indd 3 1/5/2015 23:11:45

  • E4 E5MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Deciso l, euforia da torcida aquiSo Paulo (SP) San-tos e Palmeiras se enfrentam neste do-mingo, s 15h (de Manaus) na Vila Belmiro para decidir quem ficar com al-cunha de melhor time de So Paulo em 2015. Com vanta-gem de ter vencido o primei-ro duelo, o Verdo pode ter a volta de Valdivia ao time titular. O tcnico Oswaldo de Oliveira faz mistrio, mas h expectativa que o chileno entre em campo desde o incio. A baixa do volante Arouca, que se contundiu na partida no Allianz Parque e no conseguiu se recuperar. A soluo ser o recuou de Robinho para fazer a funo do camisa 5.

    Se eu precisar e o Arouca no puder, o Robinho vai jogar ali. Demonstrou isso o tempo todo e no tenho a menor dvida, estou muito seguro, disse Oswaldo.

    A provvel escalao do Pal-meiras : Fernando Prass; Lu-cas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Z Roberto; Gabriel e Robi-nho; Rafael Marques, Valdivia e Dudu; Leandro Pereira.

    J no Santos, a expectati-va pela volta de Robinho. O atacante ficou fora do primeiro jogo da final por conta de um edema na coxa esquerda. O tcnico Marce-lo Fernandes informou que s colocar o jogador em campo se ele estiver 100% recuperado.

    Para o Robinho ir a cam-po, precisa estar 100%. No

    H 12 anos o Vasco no levanta a taa de campeo carioca. Essa inscrita pode se encerrar neste domingo. Com a vantagem do empa-te, o time de So Janurio entra em campo como fa-vorito. Os torcedores vas-canos no conseguem es-conder a con ana. Muitos a rmam que essa conquista j est no papo. A princi-pal torcida organizada do clube, a Fora Jovem Vasco, j preparou a festa para comemorar o 23 titulo es-tadual do time carioca.

    A torcida est em Manaus desde 1992. Desde ento, a famlia nunca parou. J pas-samos por vrios locais da cidade. J entrou e saiu muitas

    pessoas, mas sempre manti-vemos o ideal da torcida que apoio o Vasco em primeiro lugar. Hoje em dia estamos na rua Israel, em Flores, prximo ao aeroclube. L temos uma estrutura boa para os vasca-nos. A torcida, atualmente, formada por mais ou menos 200 pessoas, mas a sede su-porta mil. Por isso que convi-damos os vascanos para essa festa. Nossa bateria estar completa e cantaremos os 90 minutos da partida, a rmou o presidente da torcida, Vic-tor Augusto, mais conhecido como Buiu.

    Aps a partida, a torcida organizar o tradicional pago-de dos vascanos, que sempre acontece depois dos princi-

    pais jogos do clube. Outro atrativo ser o show pirotc-nico que acontecer antes e depois da nal.

    A torcida geralmente vai e ca para a festa. O clima bem familiar. Os torcedores vo para tomar uma cerveja e torcer para o Vasco. Sem-pre temos muitas crianas e famlias no local. Se tudo der certo, vamos comemo-rar mais um ttulo do clube. Convido a todos os vascanos para comparecer e confrater-nizar com a melhor torcida do Amazonas, a Fora Jovem Vasco 26 famlia. Vai ser um festo sem igual. Vamos parar Manaus, como j para-mos em outras conquistas do Vasco, nalizou Buiu.

    Fora Jovem com festa preparada

    Na primeira partida, o time da Vila Belmiro per-deu fora de casa por 1 a 0. Agora, o Santos ser o mandante da grande de-ciso do Paulista 2015. A expectativa para o confron-to contra o Palmeiras vem crescendo a cada dia. Isso no diferente no Amazo-nas. Desde 2008 os santis-tas que moram em Manaus podem se reunir para apoiar e torcer por seu time no bairro Dom Pedro. A torcida organizada Sangue Jovem Santos Manaus foi fundada por um grupo de amigos que tinham em comum a paixo pelo time praiano. Segundo o presidente da uniformizada, Gabriel Ro-drigues, o intuito da torcida reunir todos santistas da capital para torcerem jun-tos e promover eventos que engrandea o clube.

    Estamos nos organizando para cada vez reunir mais santistas. Neste domingo, vamos comear a concen-trao s 13h na sede o cial. Vamos fazer o tradicional churrasco antes da partida para confraternizar com os amigos. Aps o jogo, se con rmando o ttulo, vamos fazer uma carreata para co-memorar, revelou Gabriel.

    Con rmando a fama de tor-

    cida mais familiar do Amazo-nas, a Sangue Jovem espera bater o recorde de presentes na nal. A motivao gran-de dos torcedores. Para o presidente, a grande nal do Paulisto a partida perfeita para os curiosos conhecerem a sede o cial.

    Aos santistas da cida-de de Manaus, convido que venham participar da nossa festa, churrasco e de to-dos os eventos que orga-nizamos. Essa nal vai ser emocionante. Estamos con- antes e espero vocs para comemorar mais um ttulo do Santos, concluiu.

    Para quem quiser tirar al-guma dvida ou tiver curio-sidade, Gabriel Rodrigues afirmou que os torcedores podem ligar para o telefo-ne 99333-7899.

    Mancha Verde ManausO outro lado da deciso

    do Paulista tambm estar representada em Manaus. Na capital amaznica, os pales-trinos podem se reunir na Mancha Verde Manaus. A tor-cida foi a primeira organizada o cial do Palmeiras na cidade. Sua fundao foi em 2008. A uniformizada aliada da Fora Jovem Vasco, Torcida Jovem do Botafogo e Terror Bicolor do Paysandu. Segundo

    o presidente da organizada, Andrei Guerra, mais conheci-do Zec, a torcida tem a obri-gao de fazer uma grande festa nesse domingo.

    Somos a primeira torcida o cial do Palmeiras nessa cidade, e completamos sete anos de existncia. Temos o dever de fazer mais uma bela festa nessa nal. Estamos or-ganizando com a bateria, vai ter show pirotcnico, telo e trio eltrico com o possvel ti-tulo do porco, a rmou Zec.

    Para conquistar o campeo-nato paulista 2015, o Palmei-ras precisa vencer por dois gols de diferena. Caso ven-a por apenas um, o grande campeo ser de nido nas cobranas de pnaltis.

    O presidente da organizada fez questo de convidar os torcedores do verdo para assistirem a nal na sede da Mancha. Zec lembra que com mais gente no local, a festa car mais bonita.

    Convido a todos os torce-dores do Palmeiras de Ma-naus para torcer nessa nal na nossa sede. Vamos apoiar at o nal o nosso time. A nossa sede ca localizada na rua Rosa de Maio, numero 7b, na avenida Torquato Ta-pajs. O ponto de referencia a Nova Igreja Batista, nalizou o torcedor.

    Filial da Vila no bairro Dom Pedro

    Fora Jovem de Manaus uma das mais respeitadas torcidas do Vasco em todo o Brasil

    adianta entrar mais ou me-nos porque vai estourar. Ele melhorou bem. Agora, o es-tudo mais importante. No s eu, mas o departamento mdico tambm no vai que-rer colocar um jogador que no esteja bem, disse o comandante.

    O Peixe deve ir a campo com: Vladimir, Cicinho, David Braz, Paulo Ricardo, Victor Ferraz; Renato, Lucas Otvio, Lucas Lima, Chiquinho; Geu-vnio e Ricardo Oliveira.

    Rio de JaneiroPara voltar a conquistar

    o Campeonato Carioca, que no vem desde 2003, o Vasco aposta na vantagem e na fora da torcida para voltar a triunfar. Os ingressos do setor vascano no Maraca-n acabaram em um dia. Incentivo da arquibancada no vai faltar.

    Dentro de campo Doriva pode comear com Bernardo na ar-ticulao da jogadas. Ele deve car com a vaga de Marcinho. Assim, o Vasco deve ir cam-po com: Martn Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Pa-blo Guiaz, Serginho, Julio dos Santos e Bernardo; Dagoberto e Gilberto.

    Precisando vencer por dois ou mais gols, o Bota-fogo aposta no es-prito guerreiro que o time tem demons-trado para levantar o caneco e conseguir a primeira conquista da temporada.

    Durante o treinamen-to, Rene Simes esboou o time com a seguinte for-mao: e erson (Renan), Gilber-to, Renan Fonseca, Diego Gia-retta e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Aro, Fernandes e Tomas (Geg); Rodrigo Pimpo e Bill.

    Finais em So Paulo e no Rio de Janeiro movimentam torcedores de Vasco, Botafogo, Santos e Palmeiras em Manaus, que preparam festa da vitria aps as partidas

    Vibraes de Manaus para o Rio Fora Jovem de Manaus uma das mais respeitadas torcidas do Vasco em todo o BrasilApesar de ter sado em des-

    vantagem na primeira partida, a torcida do Botafogo con a que o time comandado pelo tcnico Ren Simes pode reverter a situao e sair de campo campeo neste domin-go. O presidente da torcida organizada Fria Jovem Bo-tafogo, Hlcio Lemos, a rmou que a festa j est preparada para antes, durante e depois do duelo. Segundo ele, o time de General Severiano j mos-trou que pode superar o rival e a torcida vai apoiar a cada segundo da partida.

    Nossa torcida est aberta

    ao publico. Qualquer pessoa que quiser ver a partida com a gente ser bem recebida. Quanto mais gente para in-centivar o Botafogo melhor. Vamos fazer aquela corrente positiva para a nal. Estamos com cnticos novos vindos do Rio de Janeiro. Se tudo der certo, vamos ser campees em cima do Vasco, a rmou Hlcio, que ainda relembrou que a Fria a maior torcida do time da estrela solitria, tanto no Rio de Janeiro quanto em Manaus.

    A Fria Jovem do Botafogo existe desde 2001 no Rio de

    Janeiro e, em Manaus, est desde 2010. Fui ao Rio e trouxe uma famlia para c. Hoje em dia, a maior torci-da do Botafo-go no Rio e em Manaus. Estamos com um n-mero grande de componentes que so is e esto torcendo no dia a dia, independente dos estudos, famlias e empregos. So sagrados todos os jogos nos reunirmos para apoiar o time. Fazemos tudo isso por amor ao Botafogo, revelou o presidente.

    Em Ma-naus, a FJB se reunia

    a n t e -riormente no

    Parque da Laranjeiras, po-rm, desde o ano pas-sado, eles se mudaram para o bar de um tor-cedor alvinegro. Para quem quiser conhecer a torcida, o local de en-contro dos torcedores no Bar do Kininho, localizado na alameda Santa Lzia, Bairro So Geraldo, por detrs da avenida Constantino Nery.

    Fria Jovem do Botafogo reunida para incentivar a equipe

    Sempre a nada, bateria da Mancha Verde dita o som dos torcedores do Palmeiras em Manaus Santistas se renem no bairro Dom Pedro para assistirem aos jogos do time praiano

    Campeo por todos os clubes que pas-

    sou, Dagoberto quer, tambm, o indito

    ttulo do Campeona-to Carioca

    Maestro do Santos, Lucas Lima uma das apostas

    da torcida para reverter a vantagem do Palmeiras

    Aps perder pnalti no primeiro jogo da

    nal, Dudu espera se redimir com a torcida

    alviverde neste do-mingo, na Vila Belmiro

    IDE

    GO

    MES

    /FR

    AM

    E

    RUDY TRINDADE/FRAME

    ANDER

    SON R

    ODRIG

    UES/F

    RAMEANDERSON RO

    DRIGUES/FRAME

    Dentro de campo Doriva pode comear com Bernardo na ar-ticulao da jogadas. Ele deve car com a vaga de Marcinho. Assim, o Vasco deve ir cam-po com: Martn Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Pa-blo Guiaz, Serginho, Julio dos Santos e Bernardo; Dagoberto e Gilberto.

    Precisando vencer por dois ou mais gols, o Bota-fogo aposta no es-prito guerreiro que o time tem demons-trado para levantar o caneco e conseguir a primeira conquista da temporada.

    Durante o treinamen-to, Rene Simes esboou o time com a seguinte for-mao: e erson (Renan), Gilber-to, Renan Fonseca, Diego Gia-retta e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Aro, Fernandes e Tomas (Geg); Rodrigo Pimpo e Bill.

    Finais em So Paulo e no Rio de Janeiro movimentam torcedores de Vasco, Botafogo, Santos e Palmeiras em Manaus, que preparam festa da vitria aps as partidas

    Vibraes de Manaus para o RioJaneiro e, em Manaus, est desde 2010. Fui ao Rio e trouxe uma famlia para c. Hoje em dia, a maior torci-da do Botafo-go no Rio e em Manaus. Estamos com um n-

    Em Ma-naus, a FJB se reunia

    a n t e -riormente no

    Parque da Laranjeiras, po-Parque da Laranjeiras, po-rm, desde o ano pas-rm, desde o ano pas-sado, eles se mudaram sado, eles se mudaram

    Fria Jovem do Botafogo reunida para incentivar a equipe

    RUDY TRINDADE/FRAME

    ANDERSON RODRIGUES/FRAM

    E

    Luis Ricardo, lateral-direito do Fogo, na primei-ra partida da nal do Campeonato Carioca

    E04 e 05 - PDIO.indd 4-5 1/5/2015 23:42:53

  • E4 E5MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Deciso l, euforia da torcida aquiSo Paulo (SP) San-tos e Palmeiras se enfrentam neste do-mingo, s 15h (de Manaus) na Vila Belmiro para decidir quem ficar com al-cunha de melhor time de So Paulo em 2015. Com vanta-gem de ter vencido o primei-ro duelo, o Verdo pode ter a volta de Valdivia ao time titular. O tcnico Oswaldo de Oliveira faz mistrio, mas h expectativa que o chileno entre em campo desde o incio. A baixa do volante Arouca, que se contundiu na partida no Allianz Parque e no conseguiu se recuperar. A soluo ser o recuou de Robinho para fazer a funo do camisa 5.

    Se eu precisar e o Arouca no puder, o Robinho vai jogar ali. Demonstrou isso o tempo todo e no tenho a menor dvida, estou muito seguro, disse Oswaldo.

    A provvel escalao do Pal-meiras : Fernando Prass; Lu-cas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Z Roberto; Gabriel e Robi-nho; Rafael Marques, Valdivia e Dudu; Leandro Pereira.

    J no Santos, a expectati-va pela volta de Robinho. O atacante ficou fora do primeiro jogo da final por conta de um edema na coxa esquerda. O tcnico Marce-lo Fernandes informou que s colocar o jogador em campo se ele estiver 100% recuperado.

    Para o Robinho ir a cam-po, precisa estar 100%. No

    H 12 anos o Vasco no levanta a taa de campeo carioca. Essa inscrita pode se encerrar neste domingo. Com a vantagem do empa-te, o time de So Janurio entra em campo como fa-vorito. Os torcedores vas-canos no conseguem es-conder a con ana. Muitos a rmam que essa conquista j est no papo. A princi-pal torcida organizada do clube, a Fora Jovem Vasco, j preparou a festa para comemorar o 23 titulo es-tadual do time carioca.

    A torcida est em Manaus desde 1992. Desde ento, a famlia nunca parou. J pas-samos por vrios locais da cidade. J entrou e saiu muitas

    pessoas, mas sempre manti-vemos o ideal da torcida que apoio o Vasco em primeiro lugar. Hoje em dia estamos na rua Israel, em Flores, prximo ao aeroclube. L temos uma estrutura boa para os vasca-nos. A torcida, atualmente, formada por mais ou menos 200 pessoas, mas a sede su-porta mil. Por isso que convi-damos os vascanos para essa festa. Nossa bateria estar completa e cantaremos os 90 minutos da partida, a rmou o presidente da torcida, Vic-tor Augusto, mais conhecido como Buiu.

    Aps a partida, a torcida organizar o tradicional pago-de dos vascanos, que sempre acontece depois dos princi-

    pais jogos do clube. Outro atrativo ser o show pirotc-nico que acontecer antes e depois da nal.

    A torcida geralmente vai e ca para a festa. O clima bem familiar. Os torcedores vo para tomar uma cerveja e torcer para o Vasco. Sem-pre temos muitas crianas e famlias no local. Se tudo der certo, vamos comemo-rar mais um ttulo do clube. Convido a todos os vascanos para comparecer e confrater-nizar com a melhor torcida do Amazonas, a Fora Jovem Vasco 26 famlia. Vai ser um festo sem igual. Vamos parar Manaus, como j para-mos em outras conquistas do Vasco, nalizou Buiu.

    Fora Jovem com festa preparada

    Na primeira partida, o time da Vila Belmiro per-deu fora de casa por 1 a 0. Agora, o Santos ser o mandante da grande de-ciso do Paulista 2015. A expectativa para o confron-to contra o Palmeiras vem crescendo a cada dia. Isso no diferente no Amazo-nas. Desde 2008 os santis-tas que moram em Manaus podem se reunir para apoiar e torcer por seu time no bairro Dom Pedro. A torcida organizada Sangue Jovem Santos Manaus foi fundada por um grupo de amigos que tinham em comum a paixo pelo time praiano. Segundo o presidente da uniformizada, Gabriel Ro-drigues, o intuito da torcida reunir todos santistas da capital para torcerem jun-tos e promover eventos que engrandea o clube.

    Estamos nos organizando para cada vez reunir mais santistas. Neste domingo, vamos comear a concen-trao s 13h na sede o cial. Vamos fazer o tradicional churrasco antes da partida para confraternizar com os amigos. Aps o jogo, se con rmando o ttulo, vamos fazer uma carreata para co-memorar, revelou Gabriel.

    Con rmando a fama de tor-

    cida mais familiar do Amazo-nas, a Sangue Jovem espera bater o recorde de presentes na nal. A motivao gran-de dos torcedores. Para o presidente, a grande nal do Paulisto a partida perfeita para os curiosos conhecerem a sede o cial.

    Aos santistas da cida-de de Manaus, convido que venham participar da nossa festa, churrasco e de to-dos os eventos que orga-nizamos. Essa nal vai ser emocionante. Estamos con- antes e espero vocs para comemorar mais um ttulo do Santos, concluiu.

    Para quem quiser tirar al-guma dvida ou tiver curio-sidade, Gabriel Rodrigues afirmou que os torcedores podem ligar para o telefo-ne 99333-7899.

    Mancha Verde ManausO outro lado da deciso

    do Paulista tambm estar representada em Manaus. Na capital amaznica, os pales-trinos podem se reunir na Mancha Verde Manaus. A tor-cida foi a primeira organizada o cial do Palmeiras na cidade. Sua fundao foi em 2008. A uniformizada aliada da Fora Jovem Vasco, Torcida Jovem do Botafogo e Terror Bicolor do Paysandu. Segundo

    o presidente da organizada, Andrei Guerra, mais conheci-do Zec, a torcida tem a obri-gao de fazer uma grande festa nesse domingo.

    Somos a primeira torcida o cial do Palmeiras nessa cidade, e completamos sete anos de existncia. Temos o dever de fazer mais uma bela festa nessa nal. Estamos or-ganizando com a bateria, vai ter show pirotcnico, telo e trio eltrico com o possvel ti-tulo do porco, a rmou Zec.

    Para conquistar o campeo-nato paulista 2015, o Palmei-ras precisa vencer por dois gols de diferena. Caso ven-a por apenas um, o grande campeo ser de nido nas cobranas de pnaltis.

    O presidente da organizada fez questo de convidar os torcedores do verdo para assistirem a nal na sede da Mancha. Zec lembra que com mais gente no local, a festa car mais bonita.

    Convido a todos os torce-dores do Palmeiras de Ma-naus para torcer nessa nal na nossa sede. Vamos apoiar at o nal o nosso time. A nossa sede ca localizada na rua Rosa de Maio, numero 7b, na avenida Torquato Ta-pajs. O ponto de referencia a Nova Igreja Batista, nalizou o torcedor.

    Filial da Vila no bairro Dom Pedro

    Fora Jovem de Manaus uma das mais respeitadas torcidas do Vasco em todo o Brasil

    adianta entrar mais ou me-nos porque vai estourar. Ele melhorou bem. Agora, o es-tudo mais importante. No s eu, mas o departamento mdico tambm no vai que-rer colocar um jogador que no esteja bem, disse o comandante.

    O Peixe deve ir a campo com: Vladimir, Cicinho, David Braz, Paulo Ricardo, Victor Ferraz; Renato, Lucas Otvio, Lucas Lima, Chiquinho; Geu-vnio e Ricardo Oliveira.

    Rio de JaneiroPara voltar a conquistar

    o Campeonato Carioca, que no vem desde 2003, o Vasco aposta na vantagem e na fora da torcida para voltar a triunfar. Os ingressos do setor vascano no Maraca-n acabaram em um dia. Incentivo da arquibancada no vai faltar.

    Dentro de campo Doriva pode comear com Bernardo na ar-ticulao da jogadas. Ele deve car com a vaga de Marcinho. Assim, o Vasco deve ir cam-po com: Martn Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Pa-blo Guiaz, Serginho, Julio dos Santos e Bernardo; Dagoberto e Gilberto.

    Precisando vencer por dois ou mais gols, o Bota-fogo aposta no es-prito guerreiro que o time tem demons-trado para levantar o caneco e conseguir a primeira conquista da temporada.

    Durante o treinamen-to, Rene Simes esboou o time com a seguinte for-mao: e erson (Renan), Gilber-to, Renan Fonseca, Diego Gia-retta e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Aro, Fernandes e Tomas (Geg); Rodrigo Pimpo e Bill.

    Finais em So Paulo e no Rio de Janeiro movimentam torcedores de Vasco, Botafogo, Santos e Palmeiras em Manaus, que preparam festa da vitria aps as partidas

    Vibraes de Manaus para o Rio Fora Jovem de Manaus uma das mais respeitadas torcidas do Vasco em todo o BrasilApesar de ter sado em des-

    vantagem na primeira partida, a torcida do Botafogo con a que o time comandado pelo tcnico Ren Simes pode reverter a situao e sair de campo campeo neste domin-go. O presidente da torcida organizada Fria Jovem Bo-tafogo, Hlcio Lemos, a rmou que a festa j est preparada para antes, durante e depois do duelo. Segundo ele, o time de General Severiano j mos-trou que pode superar o rival e a torcida vai apoiar a cada segundo da partida.

    Nossa torcida est aberta

    ao publico. Qualquer pessoa que quiser ver a partida com a gente ser bem recebida. Quanto mais gente para in-centivar o Botafogo melhor. Vamos fazer aquela corrente positiva para a nal. Estamos com cnticos novos vindos do Rio de Janeiro. Se tudo der certo, vamos ser campees em cima do Vasco, a rmou Hlcio, que ainda relembrou que a Fria a maior torcida do time da estrela solitria, tanto no Rio de Janeiro quanto em Manaus.

    A Fria Jovem do Botafogo existe desde 2001 no Rio de

    Janeiro e, em Manaus, est desde 2010. Fui ao Rio e trouxe uma famlia para c. Hoje em dia, a maior torci-da do Botafo-go no Rio e em Manaus. Estamos com um n-mero grande de componentes que so is e esto torcendo no dia a dia, independente dos estudos, famlias e empregos. So sagrados todos os jogos nos reunirmos para apoiar o time. Fazemos tudo isso por amor ao Botafogo, revelou o presidente.

    Em Ma-naus, a FJB se reunia

    a n t e -riormente no

    Parque da Laranjeiras, po-rm, desde o ano pas-sado, eles se mudaram para o bar de um tor-cedor alvinegro. Para quem quiser conhecer a torcida, o local de en-contro dos torcedores no Bar do Kininho, localizado na alameda Santa Lzia, Bairro So Geraldo, por detrs da avenida Constantino Nery.

    Fria Jovem do Botafogo reunida para incentivar a equipe

    Sempre a nada, bateria da Mancha Verde dita o som dos torcedores do Palmeiras em Manaus Santistas se renem no bairro Dom Pedro para assistirem aos jogos do time praiano

    Campeo por todos os clubes que pas-

    sou, Dagoberto quer, tambm, o indito

    ttulo do Campeona-to Carioca

    Maestro do Santos, Lucas Lima uma das apostas

    da torcida para reverter a vantagem do Palmeiras

    Aps perder pnalti no primeiro jogo da

    nal, Dudu espera se redimir com a torcida

    alviverde neste do-mingo, na Vila Belmiro

    IDE

    GO

    MES

    /FRA

    ME

    RUDY TRINDADE/FRAME

    ANDER

    SON R

    ODRIG

    UES/FR

    AMEANDERSON RO

    DRIGUES/FRAME

    Dentro de campo Doriva pode comear com Bernardo na ar-ticulao da jogadas. Ele deve car com a vaga de Marcinho. Assim, o Vasco deve ir cam-po com: Martn Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Pa-blo Guiaz, Serginho, Julio dos Santos e Bernardo; Dagoberto e Gilberto.

    Precisando vencer por dois ou mais gols, o Bota-fogo aposta no es-prito guerreiro que o time tem demons-trado para levantar o caneco e conseguir a primeira conquista da temporada.

    Durante o treinamen-to, Rene Simes esboou o time com a seguinte for-mao: e erson (Renan), Gilber-to, Renan Fonseca, Diego Gia-retta e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Aro, Fernandes e Tomas (Geg); Rodrigo Pimpo e Bill.

    Finais em So Paulo e no Rio de Janeiro movimentam torcedores de Vasco, Botafogo, Santos e Palmeiras em Manaus, que preparam festa da vitria aps as partidas

    Vibraes de Manaus para o RioJaneiro e, em Manaus, est desde 2010. Fui ao Rio e trouxe uma famlia para c. Hoje em dia, a maior torci-da do Botafo-go no Rio e em Manaus. Estamos com um n-

    Em Ma-naus, a FJB se reunia

    a n t e -riormente no

    Parque da Laranjeiras, po-Parque da Laranjeiras, po-rm, desde o ano pas-rm, desde o ano pas-sado, eles se mudaram sado, eles se mudaram

    Fria Jovem do Botafogo reunida para incentivar a equipe

    RUDY TRINDADE/FRAME

    ANDERSON RODRIGUES/FRAM

    E

    Luis Ricardo, lateral-direito do Fogo, na primei-ra partida da nal do Campeonato Carioca

    E04 e 05 - PDIO.indd 4-5 1/5/2015 23:42:53

  • E6 MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Inter e Grmio decidem ttulo no Beira-Rio

    E6

    Inter e Grmio Inter e Grmio decidem ttulo decidem ttulo no Beira-Riono Beira-Rio

    Rivais caram no empate sem gols na primeira partida da nal. O Tricolor joga por empate com gols para ser campeo

    Atacante Nilmar comea entre os titulares a nal deste domingo

    ITAMARAG

    UIAR/FRAM

    E

    DIVU

    LGA

    O

    MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Inter e Grmio Inter e Grmio decidem ttulo decidem ttulo no Beira-Riono Beira-Rio

    Rivais caram no empate sem gols na primeira partida da nal. O Tricolor joga por empate com gols para ser campeo

    DIVU

    LGA

    O

    Meia Maicon ser o maes-

    tro do Grmio

    Porto Alegre (RS) O In-ternacional joga em casa e busca o pentacampeonato gacho. J o Grmio tem a vantagem de jogar por um empate com gols e quer, desesperadamen-te, dar m hegemonia do rival no campeonato estadual. Desta maneira que Colorados e Trico-lores se enfrentam no Gre-Nal de nmero 406, neste domingo (3), s 15h (de Manaus), no estdio do Beira-Rio.Ainda sem saber se contar

    com o atacante Yuri Mamute, que s ser avaliado minutos antes da partida, o tcnico Luis

    Felipe Scolari fechou os treinamentos do Gr-mio e tenta, ao mxi-mo, esconder a ttica que usar na partida decisiva. Porm, com

    o elenco limitado que tem, o ex-tcnico da sele-

    o brasileira deve manter a mesma formao que atuou na

    primeira partida da nal. Apenas o zagueiro Geromel, suspenso, sai para a entrada de Erazo. Assim, o time que buscar ser campeo gacho no Beira-Rio dever ter

    Marcelo Grohe; Matas Rodrguez, Rhodolfo, Erazo e Marcelo Oliveira; Maicon, Fellipe Bastos, Douglas, Giu-liano e Luan; Braian Rodrguez.

    J at sonhei em levantar essa taa. Espero que domingo se torne realidade. Nosso elenco vem con-versando muito. Sabemos que um ttulo muito importante, por causa do jejum. Acredito que tirando esse peso, outras conquistas viro natu-ralmente, a rmou Rhodolfo.

    Se vencer, o Tricolor levantar seu 37 caneco de campeo gacho.

    ColoradoCom o atacante Lisandro L-

    pez liberado pelo Departamento Mdico, o Internacional ter fora mxima para o duelo contra o Grmio, em casa, neste domingo. O argentino deve ser opo no banco de reservas. Nilmar ser mais uma vez o titular.

    Alm de Lisandro Lpez, os treina-mentos da semana revelaran como deve ser o sistema defensivo Colora-do no Gre-Nal, caso o treinador no modi que a formao para surpre-ender o Grmio. A defesa treinada foi a mesma do clssico de domingo passado, na Arena. No meio, trs

    volantes: Freitas, Rodrigo Dourado e Arnguiz. Tam-bm o mesmo time do ltimo m de sema-na, portanto.

    Ao que tudo in-dica, o Colorado ter no Gre-Nal Alisson; William, Ernando, Alan Costa e Gferson; Freitas, Rodrigo Dourado, Arn-guiz, DAlessandro e Eduardo Sasha; Nilmar. O Inter precisa vencer para ser penta-campeo ga-cho. Empate com gols d o ttulo ao Grmio, e novo 0 a 0 leva a dis-puta para os pnaltis.

    E06 - PDIO.indd 6 1/5/2015 23:40:41

  • E7 MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Vovs se enfrentam no clssico da rodadaRodrigo Ramos e Neto estaro em campo no duelo Nacional e So Raimundo em confronto vlido pela 13 rodada do Barezo

    THIAGO FERNANDO

    Equipe EM TEMPO Ressurgimento de um camisa 10Seu talento e habilidade j

    so conhecidos pelo pblico amazonense. Neto fez parte do grupo que disputou a Srie B do brasileiro pelo So Rai-mundo. Porm, nos ltimos anos, o jogadores estava so-frendo com a descon ana da torcida. Em 2014, o p de anjo, apelido que Neto rece-beu na poca em que atuava em Portugal, disputou o Ba-rezo pelo Manaus FC. Com Paulo Morgado, o jogador atuava com terceiro homem de meio-campo. Apesar de muito se esforar, Neto no conseguiu levar o seu time a nal da competio.

    Em 2015, o atleta aceitou o desa o de voltar ao So Raimundo. Agora comanda-do por Eduardo Clara, o atle-ta reencontrou o seu melhor futebol jogando perto do gol, atrs apenas do centroavan-te do time.

    Perguntado sobre a boa fase, Neto a rmou que tudo isso fruto do cuida-do que

    sempre teve como jogador. Ele rea rmou o que Rodrigo Ramos disse sobre a longevi-dade no esporte. O segredo, segundo ele, o descanso.

    O segredo o descanso. O atleta deve se alimentar e descansar bem. Quando que-remos alcanar uma meta, devemos deixar de lado as coisas que nos prejudica e continuar focado. Nunca de-vemos desanimar. Abri mo de muitas coisas por isso estou vivendo esse momento feliz na minha carreira. Me dediquei sempre ao futebol. Espero continuar bem por mais uns dois anos. Essa minha meta, quero parar por cima, disse Neto que ainda lembra que sem humildade, nenhum jogador consegue ter sucesso no difcil mundo da bola.

    Eles chegaram sem chamar a ateno do pblico. Alguns torce-dores acreditavam que o auge deles j tinha passado. O grande motivo dessa des-con ana era a idade. Ambos os atletas esto com mais de 30 anos, porm, o goleiro nacionalino Rodrigo Ramos e o meia-atacante soraimun-dense Neto provaram dentro de campo que a experincia apenas ajuda mais nas horas decisivas das partidas. Os atle-tas estaro em campo na tarde deste domingo (3) no princi-pal confronto da 13 rodada do campeonato amazonense 2015. A bola vai rolar s 18h no estdio da Colina para Na-cional e So Raimundo.

    Rodrigo Ramos chegou ao Nacional no comeo desta temperada. Sua contratao foi um pedido especial do en-to tcnico Sinomar Naves. Mostrando nos primeiros trei-namentos uma forte liderana, o goleiro que fez histria no Sampaio Correa (MA) rapida-mente assegurou a camisa 1 do Leo. Segundo Rodrigo, o segredo para se manter em alto nvel por longo tempo saber aliar a preparao antes

    das partidas e o descanso ne-cessrio durante a semana.

    Me cuido bastante. Isso desde a poca dos juniores. No tenho nenhum tipo de vcio e costumo dormir bem cedo. Fora isso, sou um dos primeiros que chega para treinar e um dos ltimos a sair. Trabalho muito a questo fsica. Estou muito bem. Tenho 34 anos e vivo, desde o ano

    passado, uma das melhores fases da minha carreira, a r-mou o arqueiro.

    Durante os treinamentos, possvel observar que o go-leiro nacionalino sempre est conversando ou aconselhan-do algum jogador. Dentro do grupo, Rodrigo um exemplo para atletas mais novos como os tambm goleiros Wgner e Thiago. Questionado sobre

    esse papel no grupo do Na-cional, Rodrigo Ramos admitiu que uma grande responsa-bilidade ser exemplo para os companheiros, porm a rma ser grati cante ajudar quem est comeando no futebol.

    Sem sombra de dvida isso uma responsabilidade muito grande, mas acho uma res-ponsabilidade bacana. Sem-pre tento aconselhar os mais novos. Foi assim por onde passei e estou repetindo isso no Nacional. Tento ajudar dan-do informaes ou corrigin-do detalhes. Fora isso, acabo aprendendo tambm. No tem idade para isso. Essa troca de informao bem legal. Gra-as a Deus tenho uma carreira bem consolidada e experiente. Posso sempre estar ajudando os mais novos, argumentou o jogador que lamenta o fato de ter vistos jovens promessas se perdendo na vida por causa de mulheres, baladas e vcios.

    J vi muitos atletas que no tm uma vida regrada, se perdendo. A estrutura familiar tambm importante para ajudar. Jogadores talentosos que acabam se perdendo na carreira por isso. Esse fato me deixa muito triste. Por isso tento ajudar os mais novos. Minha experincia nessa hora ajuda, concluiu.

    NA ULBRAPara nalizar a rodada, Iranduba e Manaus FC se enfrentam no es-tdio Ulbra s 15h30. O time da capital vem de vitria sobre o Rio Negro no meio da se-mana e segue na caa ao G-4 do Barezo

    Rodrigo Ramos, aos 34 anos, um dos jogadores mais experientes do elenco do Nacional e tem auxiliado os mais novos

    FOTO

    S: D

    IVU

    LGA

    O

    futebol jogando perto do gol, atrs apenas do centroavan-te do time.

    Perguntado sobre a boa fase, Neto a rmou que tudo isso fruto do cuida-do que

    da bola.temperada. Sua contratao foi um pedido especial do en-to tcnico Sinomar Naves. Mostrando nos primeiros trei-namentos uma forte liderana, o goleiro que fez histria no Sampaio Correa (MA) rapida-mente assegurou a camisa 1 do Leo. Segundo Rodrigo, o segredo para se manter em alto nvel por longo tempo saber aliar a preparao antes

    passado, uma das melhores fases da minha carreira, a r-mou o arqueiro.

    Durante os treinamentos, possvel observar que o go-leiro nacionalino sempre est conversando ou aconselhan-do algum jogador. Dentro do grupo, Rodrigo um exemplo para atletas mais novos como os tambm goleiros Wgner e Thiago. Questionado sobre

    mulheres, baladas e vcios.J vi muitos atletas que

    no tm uma vida regrada, se perdendo. A estrutura familiar tambm importante para ajudar. Jogadores talentosos que acabam se perdendo na carreira por isso. Esse fato me deixa muito triste. Por isso tento ajudar os mais novos. Minha experincia nessa hora ajuda, concluiu.

    Rodrigo Ramos, aos 34 anos, um dos jogadores mais experientes do elenco do Nacional e tem auxiliado os mais novos

    Meia Neto voltou ao Tufo e tem mostrado faro de gol

    E07 - PDIO.indd 7 1/5/2015 23:54:03

  • E8 MANAUS, DOMINGO, 3 DE MAIO DE 2015

    Jiu-jtsu verde e amarelo disseminado em Jerusalm Antes vista com descon ana, a arte suave vence as barreiras do preconceito, atravessa o globo e chega em Israel

    O jiu-jtsu a mo-dalidade que mais garantiu medalhas para o Brasil em mundiais, isso envolvendo to-dos os esportes, O esporte de descendncia asitica chegou ao pas ainda no sculo passa-do e virou sucesso graas ao esforo da famlia Gracie. Com o passar dos anos, a arte suave se espalhou, quebrou barreiras como a do preconceito e criou razes em todas as regies do Brasil, tendo como os princi-pais centros de treinamentos os estados do Rio de Janeiro, So Paulo e Amazonas.

    Atletas como Jos Aldo, Ronal-do Jacar, Demian Maia e Rafael dos Anjos conseguiram chegar ao principal evento de lutas do mundo, o UFC, vencendo duelos utilizando tcnicas do jiu-jtsu.

    O Brasil conhecido mun-dialmente como o pas da modalidade. Vrios lutadores conhecidos foram convidados para ensinarem os segredos milenares dessa luta pelo mundo. O jiu-jtsu, a cada dia, chega em mais pases e aca-ba atraindo novos praticantes. Prova disso que o paulista

    faixa-preta Ilan Schucman, junto com seu irmo, deci-diram abrir a academia Arte Livre Jiu-jtsu em Jerusalm, capital religiosa de Israel.

    A iniciativa do brasileiro j rendeu frutos positivos. No ano passado, um atleta da academia conquistou a terceira coloca-o no campeonato europeu e acabou no quarto lugar no

    mundial da modalidade newaza (que utiliza todas as tcnicas de imobilizao no cho).

    Segundo Ilan, todo esse trabalho comeou graas ao sonho de irmo. Porm, por mo-tivos particulares, ele acabou tendo que liderar a academia e ensinar a arte marcial que aprendeu em So Paulo com o mestre Neury Gomes.

    GUIA TURSTICOAlm de professor de jiu-jtsu, o paulista Ilan Schucman , tambm, guia turstico para brasi-leiros que visitam Israel. Ele j acompanhou di-versas caravanas, entre elas a do Apstolo Ren Terra Nova, de Manaus

    THIAGO FERNANDO

    Equipe EM TEMPO

    A academia de brazilian jiu-jtsu comeou com apenas cinco pessoas e foi crescendo at se tornar uma grande famlia

    O faixa preta Illan explica que por causa dos lutadores brasileiros de MMA, como An-derson Silva, Vitor Belfort e Junior Cigano, os israelenses, que so apaixonados pelo o UFC, tm a curiosidade de conhecer o jiu-jtsu, porque sabem que esses lutadores se utilizam da tcnica para

    vencerem seus opoenentes. A modalidade est cres-

    cendo muito aqui em Israel. Eles respeitam bastante o esporte, apesar de que mui-ta gente ainda no conhece a modalidade. Os interes-sados chegam um pouco cticos, mas respeitando por causa dos atletas do

    UFC, citou Ilan.

    Incio de tudoEu comecei a treinar jiu-jtsu

    com 12 anos. Sempre gostei e pratiquei artes marciais. Meu ir-mo mais velho me apresentou o esporte. Eu fui ver e comecei. Na verdade, nunca tive a ideia de viver do jiu-jtsu. A coisa foi

    acontecendo aqui em Israel. O sonho de abrir uma academia foi dele. Ele abriu e eu comecei a ajud-lo. Ele teve que deixar a cidade em que vivamos e comecei a dar aula no seu lugar. Da conseguimos aumentar a academia e hoje vivo parte do jiu-jtsu e parte como guia turstico, a rmou.

    Lutadores de MMA impulsionam o esporte

    DIVULGAO

    E08 - PDIO.indd 8 1/5/2015 23:22:28