Portf³lio IPA I

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Portf³lio IPA I

  • PROCESSO DE PROJETO

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

    FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

    INTRODUO AO PROJETO ARQUITETNICO I

    DOCENTES: ANA ELSIA COSTA, DANIELA CIDAD, ELIANE CONSTANTINOU E SILVANA STUMPS

    PROCESSO DE PROJETOPRAA PROF. SAINT-PASTOUS

    VICTORIA LUVIZETTO CARPIN GERSON

    2016/1

  • APRESENTAO.......................6

    PROJETOS REFERENCIAIS.......22

    HIPTESES...........................30

    PROJETO ESCOLHIDO............. 48

  • APRESENTAO

    Este trabalho tem por finalidade mostrar ainterveno feita na Praa Professor Saint-Pastouse a criao de um pavilho expositivo nessa,localizada no Bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre(RS).

  • OBJETIVOS

    O objeto de estudo a Praa Professor Saint-Pastous e o objetivo da interveno melhorar ofluxo de pessoas, sanar as deficincias estruturaise de localizao, alm de buscar mais atrativospara antigos e novos visitantes.

  • O BAIRROO Bairro Cidade Baixa conhecido por seusinmeros bares, principalmente nas Ruas JooAlfredo, Repblica e General Lima e Silva. Almdisso, no perodo diurno h considervel atividadecomercial local e ambientes culturais que atraemtodas as faixas etrias. Segundo Jane Jacobs, asmisturas de usos de uma rea, como a CidadeBaixa por exemplo, geram uma diversidadeimportantssima para um sistema urbansticoeficaz.

  • A PRAA

    A Praa Professor Saint-Pastous est localizada naRua Sarmento Leite. Possui formato irregular e rodeada por prdios residenciais e institucionais,alm do estacionamento em todo seu entorno quedificulta sua visibilidade. Houve uma revitalizaoem Janeiro de 2015, porm no trouxe grandesresultados quanto a permanncia na praa.

  • CROQUIS INICIAIS

  • PROPOSTA DE INTERVENO

  • A quadra de esportes da

    Escola Estadual Rio de

    Janeiro foi integrada

    praa, havendo uma

    apropriao do espo

    semi-pblico

    Deck multiuso, para

    apresentaes, yoga e

    atividades em geral

    Playground, com um

    estar agregado para os

    responsveis das

    crianas

    Academia ao ar livre

    Chimarrdromo e estarde redes

    Local da implantao do

    pavilho expositivo

  • FLUXO PRIMRIO

    FLUXO SECUNDRIO

    FLUXO TERCIRIO

    FLUXO ALTERNATIVO

    FLUXO EXTERNO

    REA VERDE

    EDIFICAO

    REA SECA

    RECREAO

    DECK

    PLAYGROUND

    QUADRA DE ESPORTES

    ESTAR PARA REFEIES

    CHIMARRDROMO

    ACADEMIA

    REDRIO

    CACHORRDROMO

    ESTAR DOS PAIS

    EIXOS COMPOSITIVOS EIXOS DE CIRCULAO ZONEAMENTO

    GRELHA REGULAR 10 X 10

    RADIAIS

  • GRFICOS CONCEITUAISILUMINAO COBERTURA VEGETAL

    RVORE MANTIDA

    RVORE PLANTADA

    RVORE RETIRADA

    POSTE ALTO 7 METROS

    POSTE BAIXO 3 METROS

    FEIXE DE LUZ

    FITA DE LED

  • O QUADRANTE

  • Orientao solar

    Vegetao do entorno gera sombra

    considervel que em dias quentes

    traz um clima mais agradvel, mas

    ao mesmo tempo, permite uma

    insolao favorvel ao clima de

    inverno.

    A edificao est bem localizada,

    pois h vrios caminhos

    alternativos para chegar at ela.

    O entorno do quadrante bem

    diversificado, o que permite

    diversas faixas etrias perceberem

    a edificao.

    Os rudos so mais perceptveis no

    lado da Rua Sarmento Leite, por ser

    mais movimentada, o que fez os

    estares se concentrarem de forma

    homognea mais para a parte do

    fundo.

  • REFERENCIAIS VOLUMTRICO - PLANAR - MISTO

  • EXPERIMENTAL BRICK PAVILIONEscritrio de Arquitetura: Estudio Botteri - Connell

    Localizao: City Bell, Buenos Aires, Argentina

    Arquitetos: Sofa Botteri, Patricio Connel

    Ano: 2016

    A construo apresenta quatro quartos de fim de semana,

    materializada atravs de planos horizontais e verticais de

    concreto armado que determinam a sua estrutura de apoio

    e espacial. O invlucro exterior do pavilho constitudo por

    painis de tijolos auto-sustentveis .

    uma experimentao de um trabalho interno de pequena

    escala, manipulando um elemento tradicional da nossa

    cultura construtiva na busca de novos significados e

    possibilidades.

  • GRELHA

    EIXOS DE CIRCULAO E ESTARES

    ISOMTRICA

    CORREDOR

    REA COMUM DE ESTAR

    BANHEIRO

    VOLUMTRICO

  • Escritrio de Arquitetura: Kythreotis Architects

    Localizao: Nicosia, Chipre

    Arquitetos: Charilaos Kythreotis

    Ano: 2013

    A edificao projetada para coexistir com uma residncia

    de 1940 que foi reformada.

    O jardim desce suavemente de encontro margem do rio e

    se funde com o seu habitat natural, desta forma tornando

    indefinida a fronteira entre o feito pelo homem e o natural .

    PAVILHO NA RESIDNCIA DO ARQUITETO

  • PLANARGRELHA

    EIXOS DE CIRCULAO E ESTARES

    ISOMTRICA

    REA ABERTA

    PISCINA

    REA COBERTA

    CHURRASQUEIRA

    ACESSO PARA SUBSOLO

  • PDIO URBANO EM ROTERDEscritrio de Arquitetura: Atelier Kempe Thill

    Localizao: Roterd, Holanda

    Arquitetos: Andr Kempe, Oliver Thill, David van Eck

    With Teun van der Meulen, Kingman Brewster, Takashi

    Nakamura, Frank Verzijden

    Ano: 2009

    Localizada entre a catedral gtica de Sint Laurenskerk e o

    canal Delftsevaart, Grotekerplein, a praa foi formada

    apenas durante o perodo da reconstruo modernista do

    centro da cidade, que foi quase totalmente destrudo

    durante a Segunda Guerra Mundial. A ideia surgiu para

    ativar a praa programtica bem como espacialmente

    atravs da construo de um pequeno pavilho de teatro,

    com o intuito de preencher o vazio desagradvel em meio ao

    tecido urbano.

  • MISTOGRELHA

    EIXOS DE CIRCULAO E ESTARES

    ISOMTRICA

    CAMARIM / ESTOQUE

    PALCO

  • PROPOSTAS VOLUMTRICAS

  • HIPTESE 1

    ISOMTRICAS MAQUETE

    IMPALNTAO ESTARES E FLUXOS

    REA VERDE

    PRAA SECA

    BANHEIRO

  • HIPTESE 2

    MAQUETE ISOMTRICAS

    ESTARES E FLUXOS IMPLANTAO

    JARDIM

    DECK

    BANHEIRO

    ESTAR DE

    CIRCULAO

  • HIPTESE ESCOLHIDA

    ISOMTRICAS MAQUETE

    IMPALNTAO GRELHA ESTARES E FLUXOS

    BANHEIRO

    ESTAR DE

    CIRCULAO

    REA COBERTA

    DECK

    REA VERDE

    FLUXO INTERNO

    FLUXO EXTERNO

  • CROQUIS PERSPECTIVOS

    FACHADAS

    Esta hiptese foi escolhida pois, das trs, a quetem melhor aproveitamentos dos eixos visuais emelhor espao circulao tanto para dias dechuvas como ensolarados.

  • PROPOSTAS PLANAR

  • HIPTESE 1

    ISOMTRICAS MAQUETE

    IMPALNTAO ESTARES E FLUXOS

    REA VERDE

    BANHEIRO

    DECK

  • HIPTESE 2

    MAQUETE ISOMTRICAS

    ESTARES E FLUXOS IMPLANTAO

    REA VERDE

    BANHEIRO

    PRAA SECA

  • ISOMTRICAS

    HIPTESE ESCOLHIDA

    MAQUETE

    IMPALNTAO GRELHA ESTARES E FLUXOS

    BANHEIRO

    REA COBERTA

    DECK

    REA VERDEFLUXO INTERNO

    FLUXO EXTERNO

  • CROQUIS PERSPECTIVOS

    FACHADASEsta hiptese foi escolhida pelo espao amplocoberto e ao mesmo tempo contmplando asvisuais da praa, sendo uma edificao vazia,simples que no carrega a natureza da praa,garantindo leveza e conforto por quem passa oupermanece.

  • PROPOSTAS MISTAS

  • HIPTESE 1

    ISOMTRICAS MAQUETE

    IMPALNTAO ESTARES E FLUXOS

    REA VERDE

    BANHEIRO

    DECK

  • HIPTESE 2

    MAQUETE ISOMTRICAS

    ESTARES E FLUXOS IMPLANTAO

    REA VERDE

    BANHEIRO

    DECK

  • ISOMTRICAS

    HIPTESE ESCOLHIDA

    MAQUETE

    IMPALNTAO GRELHA ESTARES E FLUXOS

    BANHEIRO

    PISO

    REA COBERTA

    REA VERDE

    FLUXO INTERNO

    FLUXO EXTERNO

  • CROQUIS PERSPECTIVOS

    FACHADAS

    Esta hiptese foi escolhida pelo espao amplo,que se aproveita do espao de forma inteligente eatrai as pessoas, pois uma edificao que estsobre os caminhos.

  • HIPTESE FINAL ESCOLHIDA

    JUSTIFICATIVAA edificao escolhida, assim como as outras, fica numaposio privilegiada pois existe a sombra natural dasrvores, alm de uma insolao agradvel, sem anecessidade de brises ou paredes, dando ao lugar umespao amplo que traz leveza praa.

    O nico volume o banheiro que serve para atender asnecessidades do pblico. A laje sustentada por seuspilares vista, dando impresso de simplicidade. Por ser umgrande espao, acaba se tornando flexvel para diversasatividades que possam atrair o pblico.

    PROPOSTA MISTA