of 39/39
PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL – AULA 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: RAFAEL IÓRIO Aula 4

PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL – AULA 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: RAFAEL IÓRIO Aula 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR:

  • View
    117

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL – AULA 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: RAFAEL...

  • Slide 1
  • Slide 2
  • PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: RAFAEL IRIO Aula 4 PROAB 2012.1 DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: RAFAEL IRIO Aula 4
  • Slide 3
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 ESPCIES: Direitos polticos positivos Direitos polticos negativos DIREITOS POLTICOS (art. 1, II; artigos 14 a 17, da CF)
  • Slide 4
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DIREITOS POLTICOS e REGIME DEMOCRTICO A CIDADANIA LIBERDADE DOS ANTIGOS versus LIBERDADE DOS MODERNOS
  • Slide 5
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 O REGIME DEMOCRTICO: Fundamentador de direitos fundamentais implcitos (art. 5, 2, CF) Limitador da liberdade partidria (art. 17, caput, CF) Princpio constitucional Sensvel (art. 34, VII, a, CF) DIREITOS POLTICOS e REGIME DEMOCRTICO
  • Slide 6
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 O REGIME DEMOCRTICO (art. 1, nico, CF): Democracia DIRETA ou PARTICIPATIVA Democracia INDIRETA REPRESENTATIVA DIREITOS POLTICOS e REGIME DEMOCRTICO
  • Slide 7
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DIREITOS POLTICOS POSITIVOS SUFRGIO (art. 14, CF) Capacidade eleitoral ativa: direito de VOTAR Eleies Plebiscito (Lei 9709/98) Referendo (Lei 9709/98) Capacidade eleitoral passiva: direito de ser VOTADO
  • Slide 8
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 ALISTABILIDADE e VOTO (art. 14, 1, CF): Obrigatrio Facultativo Direto Secreto Universal Com valor igual para todos DIREITOS POLTICOS POSITIVOS
  • Slide 9
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 Condies de ELEGIBILIDADE (art. 14, 3, CF): Nacionalidade brasileira Pleno exerccio dos direitos polticos Alistamento eleitoral Domiclio eleitoral na circunscrio Filiao partidria Idade mnima (data da posse) DIREITOS POLTICOS POSITIVOS
  • Slide 10
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INICIATIVA POPULAR (art. 14, inc. III, CF e Lei 9709/98): Projeto de lei federal (art. 61, 2, CF) Projeto de lei estadual (art. 27, 4, CF) Projeto de lei municipal (art. 29, XIII, CF) DIREITOS POLTICOS POSITIVOS
  • Slide 11
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 AO POPULAR (art. 5, inc. LXXIII, CF e Lei 4717/65): CIDADO ANULAO de ato lesivo: patrimnio pblico, de entidade que o Estado participe, meio ambiente, moralidade administrativa e patrimnio histrico e cultural DIREITOS POLTICOS POSITIVOS
  • Slide 12
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 FILIAO PARTIDRIA (art. 17, CF e Lei 9096/95) CIDADO + idade mnima 16 anos DIREITOS POLTICOS POSITIVOS
  • Slide 13
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS IMPEDIMENTO total da CIDADANIA (art. 15, CF): PERDA e SUSPENSO de direitos polticos: Cancelamento da naturalizao por sentena transitada em julgado Incapacidade civil absoluta Condenao criminal transitada em julgado enquanto durarem seus efeitos Smula 9, TSE: A suspenso de direitos polticos decorrente de condenao criminal transitada em julgado cessa com o cumprimento ou extino da pena, independendo de reabilitao ou de prova de reparao de danos.
  • Slide 14
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS IMPEDIMENTO total da CIDADANIA (art. 15, CF): Recusa de cumprir obrigao legal + prestao alternativa Improbidade administrativa
  • Slide 15
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 IMPEDIMENTO PARCIAL da CIDADANIA (art. 14, 4 a 9, CF): INELEGIBILIDADE: ABSOLUTA (art. 14, 4, CF) RELATIVA (art. 14, 5 a 9, CF) DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 16
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE ABSOLUTA (14, 4, CF): Inalistveis Analfabetos Magistrados em servio ativo (art. 95, nico, III, CF) Ministrio pblico em servio ativo (art. 128, 6, CF) DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 17
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE RELATIVA (14, 5 a 9, CF): Reeleio (art. 14, 5, CF) Eleio para outro cargo (14, 6, CF) Reflexa (art. 14, 7, CF) Militares (art. 14, 8, CF) Infraconstitucional (art. 14, 9, CF e Lei Complementar 64/90 com as alteraes da Lei Complementar 135/2010 Ficha Limpa) DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 18
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 REELEIO (art. 14, 5, CF): O Presidente da Repblica, os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e quem os houver sucedido ou substitudo no curso dos mandatos podero ser reeleitos para um nico perodo subseqente. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 19
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 ELEIO PARA OUTRO CARGO (art. 14, 6, CF): Para concorrerem a outros cargos, o Presidente da Repblica, os Governadores de Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos at seis meses antes do pleito. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 20
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE REFLEXA (art. 14, 7, CF): So inelegveis, no territrio de jurisdio do titular, o cnjuge e os parentes consangneos ou afins, at o segundo grau ou por adoo, do Presidente da Repblica, de Governador de Estado ou Territrio, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os haja substitudo dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se j titular de mandato eletivo e candidato reeleio. Smula vinculante n. 18: A dissoluo da sociedade ou do vnculo conjugal, no curso do mandato, no afasta a inelegibilidade prevista no 7 do artigo 14 da Constituio Federal. INELEGIBILIDADE REFLEXA (art. 14, 7, CF): So inelegveis, no territrio de jurisdio do titular, o cnjuge e os parentes consangneos ou afins, at o segundo grau ou por adoo, do Presidente da Repblica, de Governador de Estado ou Territrio, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os haja substitudo dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se j titular de mandato eletivo e candidato reeleio. Smula vinculante n. 18: A dissoluo da sociedade ou do vnculo conjugal, no curso do mandato, no afasta a inelegibilidade prevista no 7 do artigo 14 da Constituio Federal. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 21
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE REFLEXA (art. 14, 7, CF) Smula 6 do TSE: inelegvel, para o cargo de Prefeito, o cnjuge e os parentes indicados no 7, do art. 14, da Constituio, do titular do mandato, ainda que este haja renunciado ao cargo h mais de seis meses do pleito. Smula 12 do TSE: So inelegveis, no municpio desmembrado, e ainda no instalado, o cnjuge e os parentes consangneos ou afins, at o segundo grau ou por por adoo, do prefeito do municpio-me, ou de quem tenha o substitudo, dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se j titular de mandato eletivo. INELEGIBILIDADE REFLEXA (art. 14, 7, CF) Smula 6 do TSE: inelegvel, para o cargo de Prefeito, o cnjuge e os parentes indicados no 7, do art. 14, da Constituio, do titular do mandato, ainda que este haja renunciado ao cargo h mais de seis meses do pleito. Smula 12 do TSE: So inelegveis, no municpio desmembrado, e ainda no instalado, o cnjuge e os parentes consangneos ou afins, at o segundo grau ou por por adoo, do prefeito do municpio-me, ou de quem tenha o substitudo, dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se j titular de mandato eletivo. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 22
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 CASO VISEU (RESPE 24564, Acrdo 24564, de 01.10.2004, Relator: Ministro Gilmar Mendes): Os sujeitos de uma relao estvel homossexual, semelhana do que ocorre com os de relao estvel, de concubinato e de casamento, submetem-se regra de inelegibilidade prevista no art. 14, 7, da CF. Os ministros entenderam que, apesar de o Direito de Famlia no reconhecer como entidade familiar a relao entre pessoas do mesmo sexo, seria inegvel a repercusso de tal relao na esfera eleitoral e no haver distino entre relaes afetivas de natureza homossexual e heterossexual, em virtude da presena, em ambos os casos, de interesses polticos comuns contrrios ao dispositivo constitucional que impede a utilizao da mquina administrativa e a perpetuao no poder por parte de uma mesma famlia. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 23
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE DOS MILITARES (art. 14, 8, CF): O militar alistvel elegvel, atendidas as seguintes condies: I - se contar menos de dez anos de servio, dever afastar-se da atividade; II - se contar mais de dez anos de servio, ser agregado pela autoridade superior e, se eleito, passar automaticamente, no ato da diplomao, para a inatividade. INELEGIBILIDADE DOS MILITARES (art. 14, 8, CF): O militar alistvel elegvel, atendidas as seguintes condies: I - se contar menos de dez anos de servio, dever afastar-se da atividade; II - se contar mais de dez anos de servio, ser agregado pela autoridade superior e, se eleito, passar automaticamente, no ato da diplomao, para a inatividade. DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 24
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INELEGIBILIDADE LEGAL (art. 14, 9, CF e LC 64/90 com as alteraes da LC 135/10): Proteo da probidade administrativa, moralidade para o exerccio do mandato considerada a vida pregressa do candidato (ECR 4/94 regulamentada pela LC 135/10) e da normalidade e legitimidade das eleies contra a influncia do poder econmico ou o abuso do exerccio de funo, cargo ou emprego na administrao pblica direta ou indireta DIREITOS POLTICOS NEGATIVOS
  • Slide 25
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 PRINCPIO DA ANUALIDADE DA LEI ELEITORAL (art. 16, da CF) A lei que alterar o processo eleitoral entra em vigor na data da sua publicao, no se aplicando eleio que ocorra at 1 (um) ano da data de sua vigncia. ADI 3685/DF julgada em 22.3.2006 Emenda 52/06 e RE 631102/PA julgado em 27.10.10 FICHA LIMPA A lei que alterar o processo eleitoral entra em vigor na data da sua publicao, no se aplicando eleio que ocorra at 1 (um) ano da data de sua vigncia. ADI 3685/DF julgada em 22.3.2006 Emenda 52/06 e RE 631102/PA julgado em 27.10.10 FICHA LIMPA
  • Slide 26
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 PARTIDOS POLTICOS (art. 17, da CF) PERSONALIDADE JURDICA (art. 17, 2, CF) AUTONOMIA PARTIDRIA (art. 17, 1, CF e Lei 9096/95) Supresso da verticalizao nas coligaes partidrias (EC n. 52/01 e ADI 3685-8, DOU de 31.3.06) CARTER NACIONAL
  • Slide 27
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DIREITOS DOS PARTIDOS: Fundo partidrio e direito de antena (art. 17, 3, CF) Imunidade tributria para impostos sobre seu patrimnio, rendas ou servios e de suas fundaes (art. 150, VI, c, CF) PARTIDOS POLTICOS (art. 17, da CF)
  • Slide 28
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 VEDAES AOS PARTIDOS: Utilizao de organizao paramilitar (art. 17, 4, CF) Recebimento de recursos financeiros de entidade ou governo estrangeiro ou de subordinao a estes (17, II, CF) PARTIDOS POLTICOS (art. 17, da CF)
  • Slide 29
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 DEVERES DOS PARTIDOS: Prestao de contas justia eleitoral (art. 17, inc. III, CF) Funcionamento parlamentar de acordo com a lei (17, inc. IV, CF) Estatutos devem prever normas de disciplina e fidelidade partidria (art. 17, 1, CF) PARTIDOS POLTICOS (art. 17, da CF)
  • Slide 30
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 INFIDELIDADE PARTIDRIA Conceito: a desfiliao partidria sem justa causa, ou seja, quando decorre de situaes que no envolvem incorporao ou fuso do partido, criao de novo partido, mudana substancial ou desvio reiterado de programa partidrio e grave discriminao pessoal. PARTIDOS POLTICOS (art. 17, da CF)
  • Slide 31
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 QUESTES PARA COMENTAR
  • Slide 32
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 (1 Exame 2008) No que diz respeito aos direitos polticos, assinale a opo incorreta: a) O plebiscito e o referendo podem ser convocados tanto pelo Congresso Nacional, por meio de decreto legislativo, quanto mediante lei de iniciativa popular. b) Reconhecida a incapacidade civil absoluta, mediante sentena que decrete a interdio, ocorre a suspenso dos direitos polticos, mas, no, a perda de tais direitos. (1 Exame 2008) No que diz respeito aos direitos polticos, assinale a opo incorreta: a) O plebiscito e o referendo podem ser convocados tanto pelo Congresso Nacional, por meio de decreto legislativo, quanto mediante lei de iniciativa popular. b) Reconhecida a incapacidade civil absoluta, mediante sentena que decrete a interdio, ocorre a suspenso dos direitos polticos, mas, no, a perda de tais direitos.
  • Slide 33
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 c) O conceito de domiclio eleitoral no se confunde com o de domiclio da pessoa natural regulado no Cdigo Civil, pois, naquele, leva-se em conta o lugar onde o interessado tem vnculos polticos e sociais e, no, o lugar onde ele reside com animus definitivo. d) A Constituio Federal determina que as eleies dos deputados federais, dos deputados estaduais e dos vereadores devam efetivar-se pelo critrio proporcional. c) O conceito de domiclio eleitoral no se confunde com o de domiclio da pessoa natural regulado no Cdigo Civil, pois, naquele, leva-se em conta o lugar onde o interessado tem vnculos polticos e sociais e, no, o lugar onde ele reside com animus definitivo. d) A Constituio Federal determina que as eleies dos deputados federais, dos deputados estaduais e dos vereadores devam efetivar-se pelo critrio proporcional.
  • Slide 34
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 (2 Exame 2006) Considere que, nas eleies que sero realizadas em outubro de 2006, o atual governador de determinado estado da federao concorra reeleio e sua filha, que tem 35 anos de idade e filiada ao mesmo partido do pai, pretenda concorrer, pela primeira vez, ao cargo de deputada federal. Nessa situao,
  • Slide 35
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 a) para concorrer regularmentarmente reeleio, o governador precisaria ter renunciado ao seu cargo seis meses antes da data das eleies, b) a filha do governador inelegvel para o cargo de deputada federal pelo referido estado, mas seria elegvel para o cargo de Presidente da Repblica, a) para concorrer regularmentarmente reeleio, o governador precisaria ter renunciado ao seu cargo seis meses antes da data das eleies, b) a filha do governador inelegvel para o cargo de deputada federal pelo referido estado, mas seria elegvel para o cargo de Presidente da Repblica,
  • Slide 36
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 c) se o governador e sua filha se candidatassem por partidos diferentes, poderiam concorrer regularmentarmente ao referido pleito eleitoral, d) pai e filha podem candidatar-se regularmente aos referidos cargos, mas, se ambos forem efetivamente eleitos, a filha no poder tomar posse como deputada federal, pois a Constituio da Repblica veda a diplomao de deputados que sejam parentes de at segundo grau dos respectivos governadores. c) se o governador e sua filha se candidatassem por partidos diferentes, poderiam concorrer regularmentarmente ao referido pleito eleitoral, d) pai e filha podem candidatar-se regularmente aos referidos cargos, mas, se ambos forem efetivamente eleitos, a filha no poder tomar posse como deputada federal, pois a Constituio da Repblica veda a diplomao de deputados que sejam parentes de at segundo grau dos respectivos governadores.
  • Slide 37
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 (3 o Exame 2008) Com relao aos direitos polticos, assinale a opo correta: a) Caso a nomeao dos delegados de polcia, por fora de uma constituio estadual, passe a estar subordinada escolha, entre os delegados de carreira, por voto unitrio residencial da populao de cada um de seus municpios, no haver configurao de voto censitrio; ao contrrio, a norma estar privilegiando a democracia e a participao social. (3 o Exame 2008) Com relao aos direitos polticos, assinale a opo correta: a) Caso a nomeao dos delegados de polcia, por fora de uma constituio estadual, passe a estar subordinada escolha, entre os delegados de carreira, por voto unitrio residencial da populao de cada um de seus municpios, no haver configurao de voto censitrio; ao contrrio, a norma estar privilegiando a democracia e a participao social.
  • Slide 38
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 b) O domiclio eleitoral na circunscrio e a filiao partidria so condies de elegibilidade e exigem disciplina instituda por lei complementar, visto que os requisitos de elegibilidade se confundem com as hipteses de inelegibilidade. c) A obrigatoriedade de filiao partidria para os candidatos a juiz de paz decorre do sistema eleitoral constitucionalmente definido e, caso lei estadual venha a disciplinar procedimentos necessrios realizao das eleies para implementao da justia de paz, haver invaso de competncia da Unio e ofensa ao princpio federativo. b) O domiclio eleitoral na circunscrio e a filiao partidria so condies de elegibilidade e exigem disciplina instituda por lei complementar, visto que os requisitos de elegibilidade se confundem com as hipteses de inelegibilidade. c) A obrigatoriedade de filiao partidria para os candidatos a juiz de paz decorre do sistema eleitoral constitucionalmente definido e, caso lei estadual venha a disciplinar procedimentos necessrios realizao das eleies para implementao da justia de paz, haver invaso de competncia da Unio e ofensa ao princpio federativo.
  • Slide 39
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 d) Presidente de cmara municipal que substitua ou suceda o prefeito nos seis meses anteriores ao pleito inelegvel para o cargo de vereador.
  • Slide 40
  • RESPONSABILIDADE CIVIL AULA 1 PROAB 2012.2 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 4 (3 Exame 2010) De acordo com a Constituio da Repblica, so inalistveis e inelegveis: (a)somente os analfabetos e os conscritos. (b) os estrangeiros, os analfabetos e os conscritos. (c) somente os estrangeiros e os analfabetos. (d) somente os estrangeiros e os conscritos. (3 Exame 2010) De acordo com a Constituio da Repblica, so inalistveis e inelegveis: (a)somente os analfabetos e os conscritos. (b) os estrangeiros, os analfabetos e os conscritos. (c) somente os estrangeiros e os analfabetos. (d) somente os estrangeiros e os conscritos.