of 46 /46
PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01 PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO www.betriazabraao.com Aula 1

PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO www.betriazabraao.com Aula 1. PRINCÍPIOS NO PROCESSO PENAL. PRINCÍPIOS DO PROCESSO PENAL. Estado de inocência Contraditório Verdade real Oralidade Publicidade. Obrigatoriedade Oficialidade Juiz natural - PowerPoint PPT Presentation

Citation preview

Page 1: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PROAB 2012.2DIREITO PROCESSUAL PENAL

PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃOwww.betriazabraao.com

Aula 1

Page 2: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRINCÍPIOS NO PROCESSO PENAL

Page 3: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRINCÍPIOS DO PROCESSO PENALPRINCÍPIOS DO PROCESSO PENAL

• Estado de inocência

• Contraditório

• Verdade real

• Oralidade

• Publicidade

• Obrigatoriedade

• Oficialidade

• Juiz natural

• Iniciativa das partes

• Impulso oficial

Page 4: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

SISTEMASSISTEMAS

Inquisitivo - V.P.I – art. 5º §3º do CPP- Notitia Criminis – art. 5º, II do CPP- Inquérito Policial – art. 10 do CPP

-Acusatório – Fase Processual

-Misto

Page 5: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRIMEIRA FASE DA PERSECUÇÃO PENALPRIMEIRA FASE DA PERSECUÇÃO PENAL

INQUÉRITO POLICIAL

Page 6: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

Procedimento administrativo presidido pela autoridade policial.

CONCEITOCONCEITO

Page 7: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

Investigação através de diligências na busca de indícios de autoria e de materialidade

FINALIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL

FINALIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL

Page 8: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

DESTINAÇÃODESTINAÇÃO

Art. 12 do CPP:

"O inquérito policial acompanhará a denúncia

ou queixa, sempre que servir de base a uma

ou outra“.

Page 9: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

ATRIBUIÇÃOATRIBUIÇÃO

Art. 4º CPP:

“A polícia judiciária será exercida pelas autoridades

policiais no território de suas respectivas

circunscrições e terá por fim a apuração das

infrações penais e da sua autoria.”

Page 10: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

INÍCIO DO INQUÉRITO POLICIALINÍCIO DO INQUÉRITO POLICIAL

1) Crimes de ação penal pública incondicionada:

a) De ofício-( Portaria) art. 5º, I do CPP;b) Requisição do MP ou Juiz- art. 5º, II CPPc) Requerimento da parte- art.5º, II, do CPPd) Comunicação de qualquer pessoa do povo: art.

5º, §3º do CPP.

Page 11: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

CRIMES DE AÇÃO PENAL PÚBLICA CONDICIONADA À REPRESENTAÇÃO.

CRIMES DE AÇÃO PENAL PÚBLICA CONDICIONADA À REPRESENTAÇÃO.

Art. 5º, CPP:

§ 4o  O inquérito, nos crimes em que a ação

pública depender de representação, não poderá

sem ela ser iniciado.

Page 12: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

CRIMES DE AÇÃO PENAL DE INICIATIVA PRIVADA

CRIMES DE AÇÃO PENAL DE INICIATIVA PRIVADA

Art. 5º, CPP

§ 5o  Nos crimes de ação privada, a autoridade

policial somente poderá proceder a inquérito a

requerimento de quem tenha qualidade para

intentá-la.

Page 13: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

CARACTERÍSTICASDO INQUÉRITO POLICIAL

CARACTERÍSTICASDO INQUÉRITO POLICIAL

a) Inquisitivo-

b) Escrito- art 9 ª CPP

c) Sigiloso- art. 20 CPP /Súmula Vinculante 14

d) Dispensável- art. 39, §5º do CPP

e) Oficialidade-

f) Oficiosidade (obrigatoriedade na instauração)

g) Indisponibilidade- art. 17 do PP

Page 14: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO DO INQUÉRITO POLICIALPRAZO DO INQUÉRITO POLICIAL

Art. 10 CPP: O inquérito deverá terminar no prazo de 10 dias, se o indiciado tiver sido preso em flagrante, ou estiver preso preventivamente, contado o prazo, nesta hipótese, a partir do dia em que se executar a ordem de prisão, ou no prazo de 30 dias, quando estiver solto, mediante fiança ou sem ela.

Page 15: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO DO INQUÉRITO POLICIALNA JUSTIÇA FEDERAL

PRAZO DO INQUÉRITO POLICIALNA JUSTIÇA FEDERAL

art.66 da lei n.º 5.010/66:O prazo será de 15 (quinze) dias, prorrogável por mais 15 (quinze) dias, estando o réu preso.

E SE O RÉU ESTIVER SOLTO?

Page 16: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO DO INQUÉRITO POLICIAL NA LEI 11.343/06

PRAZO DO INQUÉRITO POLICIAL NA LEI 11.343/06

Art. 51.  O inquérito policial será concluído no prazo de 30 (trinta) dias, se o indiciado estiver preso, e de 90 (noventa) dias, quando solto.

Parágrafo único.  Os prazos a que se refere este artigo podem ser duplicados pelo juiz, ouvido o Ministério Público, mediante pedido justificado da autoridade de polícia judiciária.

Page 17: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

CONCLUSÃO DO INQUÉRITO POLICIALCONCLUSÃO DO INQUÉRITO POLICIAL

Art. 10, §1º, CPP

Concluída as investigações, a autoridade policial

fará minucioso relatório do que tiver sido apurado.

Page 18: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

ARQUIVAMENTO DO INQUÉRITO POLICIALARQUIVAMENTO DO INQUÉRITO POLICIAL

Como se opera o arquivamento?

E se o juiz discordar do arquivamento requerido

pelo MP?

Page 19: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

DESARQUIVAMENTODO INQUÉRITO POLICIAL

DESARQUIVAMENTODO INQUÉRITO POLICIAL

Súmula 524 STF ARQUIVADO O INQUÉRITO POLICIAL, POR DESPACHO DO JUIZ, A REQUERIMENTO DO PROMOTOR DE JUSTIÇA, NÃO PODE A AÇÃO PENAL SER INICIADA, SEM NOVAS PROVAS

Page 20: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL

Page 21: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

Direito abstrato subjetivo

CONCEITOCONCEITO

Page 22: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

ESPÉCIES DE AÇÃO PENAL

1) PÚBLICAa) Incondicionadab) Condicionada

2) PRIVADAa) Exclusivamente Privada; b) Subsidiária da Públicac) Personalíssima

Page 23: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL PÚBLICAAÇÃO PENAL PÚBLICA

Page 24: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

COMO IDENTIFICÁ-LA?

Page 25: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

QUEM É O TITULAR DA AÇÃO PENAL PÚBLICA?

Art. 24 do CPPNos crimes de ação pública, esta será promovida por denúncia do Ministério Público, mas dependerá, quando a lei o exigir, de requisição do Ministro da Justiça, ou de representação do ofendido ou de quem tiver qualidade para representá-lo.

Page 26: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO PARA SEU OFERECIMENTO

Art 46 do CPPO prazo para oferecimento da denúncia, estando o réu preso, será de 5 dias, contado da data em que o órgão do Ministério Público receber os autos do inquérito policial, e de 15 dias, se o réu estiver solto ou afiançado. No último caso, se houver devolução do inquérito à autoridade policial (art. 16), contar-se-á o prazo da data em que o órgão do Ministério Público receber novamente os autos.

Page 27: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL PÚBLICA INCONDICIONADA - REGRA

GERAL

Page 28: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL PÚBLICA CONDICIONADA À REPRESENTAÇÃO

Conceito de representação:

Natureza Jurídica

Page 29: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO PARA O OFERECIMENTO DA REPRESENTAÇÃO:

Art. 38.  Salvo disposição em contrário, o ofendido, ou seu representante legal, decairá no direito de queixa ou de representação, se não o exercer dentro do prazo de seis meses, contado do dia em que vier a saber quem é o autor do crime, ou, no caso do art. 29, do dia em que se esgotar o prazo para o oferecimento da denúncia.

Page 30: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

É POSSÍVEL RETRATAÇÃO DA REPRESENTAÇÃO?

Art. 25 CPP“A representação será irretratável, depois de oferecida a denúncia.”

Page 31: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRINCÍPIOS QUE REGEM A AÇÃO PENAL PÚBLICA

1) Obrigatoriedade;2) Indisponibilidade;3) Oficialidade;4) Intranscendência

Page 32: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL DE INICIATIVA PRIVADA

Espécies:a) Exclusivamente privadab) Subsidiária da públicac) Personalíssima

Page 33: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL EXCLUSIVAMENTE PRIVADA

Page 34: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

A QUEM CABE PROMOVER A AÇÃO

PENAL PRIVADA?ART. 30. CPP“ AO OFENDIDO OU A QUEM TENHA QUALIDADE PARA REPRESENTÁ-LO CABERÁ INTENTAR A AÇÃO PRIVADA.”

Page 35: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

E SE A VÍTIMA MORRER?

Art. 31 CPPNo caso de morte do ofendido ou quando declarado ausente por decisão judicial, o direito de oferecer queixa ou prosseguir na ação passará ao cônjuge, ascendente, descendente ou irmão.

Page 36: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO PARA OFERECIMENTO DA QUEIXA-CRIME

Art. 38 CPPSalvo disposição em contrário, o ofendido, ou seu representante legal, decairá no direito de queixa ou de representação, se não o exercer dentro do prazo de seis meses, contado do dia em que vier a saber quem é o autor do crime, ou, no caso do art. 29, do dia em que se esgotar o prazo para o oferecimento da denúncia.

Page 37: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL SUBSIDIÁRIA DA PÚBLICA

Art. 5º CRFB/898LIX - será admitida ação privada nos crimes de ação pública, se esta não for intentada no prazo legal;Art. 29 CPP  Será admitida ação privada nos crimes de ação pública, se esta não for intentada no prazo legal, cabendo ao Ministério Público aditar a queixa, repudiá-la e oferecer denúncia substitutiva, intervir em todos os termos do processo, fornecer elementos de prova, interpor recurso e, a todo tempo, no caso de negligência do querelante, retomar a ação como parte principal.

Page 38: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRAZO

Art. 38 CPPSalvo disposição em contrário, o ofendido, ou seu representante legal, decairá no direito de queixa ou de representação, se não o exercer dentro do prazo de seis meses, contado do dia em que vier a saber quem é o autor do crime, ou, no caso do art. 29, do dia em que se esgotar o prazo para o oferecimento da denúncia.

Page 39: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

AÇÃO PENAL PRIVADA PERSONALÍSSIMA

Conceito

Quem pode promovê-la?

Page 40: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

PRINCÍPIOS QUE REGEM A AÇÃO PENAL PRIVADA

a) Oportunidade e conveniência

b) Disponibilidade - art. 42 CPP

c) Indivisibilidade - art. 48 CPP

d) Intranscendência;

Page 41: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

Ação penal

Privada (Queixa)

Pública(Denúncia

)

Propriamente dita

Personalíssima

Subsidiária da pública

Condicionada

Incondicionada

À representação

do ofendido

À requisição do Ministro da Justíça

Page 42: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

RESOLUÇÃO DE

EXERCÍCIOS

Page 43: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

1) Em tema de inquérito policial, é INCORRETO afirmar que: (A)  nos crimes de ação pública incondicionada, o inquérito policial poderá ser instaurado a requerimento do ofendido;

(B) nos crimes de ação pública incondicionada, o inquérito policial poderá ser instaurado mediante requisição do Ministério Público;

(C) nos crimes de ação pública condicionada à representação, o inquérito policial poderá ser instaurado de ofício, pela autoridade policial;

Page 44: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

(D)  nos crimes de exclusiva ação penal privada, o inquérito policial somente poderá ser instaurado a requerimento de quem tenha qualidade para intentar a citada ação;

Page 45: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

2) Em regra, o prazo para oferecimento de queixa substitutiva de denúncia, em caso de ação penal privada subsidiária da pública, é de:a)dez dias, a contar da data do encerramento do inquérito policial;

b)cinco dias, a contar da data do encerramento do inquérito policial;

c)seis meses, a contar da data em que o ofendido vier a saber quem é o autor do crime;

d)seis meses, a contar da data em que se esgotar o prazo para o Ministério Público oferecer denúncia.

Page 46: PROAB 2012.2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSORA: BEATRIZ ABRAÃO betriazabraao Aula 1

RESPONSABILIDADE CIVIL

AULA 1

PROAB 2012.2

DIREITO PROCESSUAL PENAL – AULA 01

3) Em relação aos itens abaixo, marque o que se apresenta como corretoa)A ação penal privada possui o prazo prescricional de 6 meses, a partir do conhecimento da autoria do crime para ser proposta;

b) Na ação penal privada subsidiária da pública o querelante poderá renunciar ao direito de queixa, acarretando a extinção da punibilidade;

c) A representação será irretratável até o oferecimento da denúncia;

d) Com a morte da vítima no caso de crime de ação penal privada personalíssima, extingue-se a punibilidade.