Procedimento- Classif e Princípios

Embed Size (px)

Text of Procedimento- Classif e Princípios

  • 06-10-2015

    1

    Procedimento Tributrio: 3. Classificao4. Princpios

    A CLASSIFICAO DOS PROCEDIMENTOS TRIBUTRIOS:

    Procedimentos de natureza informativa

    Orientaes genricas 68.-A LGT

    Informaes vinculativas . 68. LGT

    Inspeo tributria 63. LGT e RCPITA

    Acesso a informao bancria 63.-B

    LGT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    2

    A CLASSIFICAO DOS PROCEDIMENTOS TRIBUTRIOS:

    Procedimentos de avaliao

    Prvia 58. CPPT

    Direta 81. LGT

    Indireta 87.-90. LGT

    Suzana Fernandes da Costa

    A CLASSIFICAO DOS PROCEDIMENTOS TRIBUTRIOS

    Procedimentos sui generis

    Aplicao normas antiabuso 63. CPPT 38., 2 LGT

    Afastamento de Presunes 64. CPPT 6. CIRS, 16. LGT

    Reconhecimento de benefcios fiscais 65. CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    3

    PROCEDIMENTOS DE LIQUIDAO E COBRANA

    Regulados em cada cdigo fiscal

    45. LGT

    40. LGT

    148. ss CPPT

    PROCEDIMENTOS CAUTELARES 135. CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIOS DO PROCEDIMENTO TRIBUTRIO:

    PRINCPIO DA COLABORAO

    O dever recproco de colaborar ART. 59 DA LGT

    COLABORAO DA AT COM CONTRIBUINTE N. 3

    COLABORAO DO CONTRIBUINTE COM AT N. 4

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    4

    PRINCPIOS DO PROCEDIMENTO TRIBUTRIO:PRINCPIO DA COLABORAO

    O dever recproco de colaborar ART. 59 DA LGT

    Consequncias da violao do dever de colaborao:

    Mtodos indiretos (11 do RCPITA 88. LGT)

    Perda de benefcios fiscais (14, 2 da LGT)

    Agravamento coleta (77 e 91 , 9 da LGT)

    Suspenso dos prazos de celeridade procedimental (57, 4 da LGT)

    Arquivamento do procedimento (53 do CPPT)

    Sanes contraordenacionais ou criminais (RGIT)

    Suzana Fernandes da Costa

    Limites ao dever de cooperao

    Sigilo Profissional

    Art. 63., 2 LGT O acesso informao protegida

    pelo sigilo profissional () depende de autorizao

    judicial, nos termos da legislao aplicvel ()

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    5

    Outra situao em que legtima a falta de cooperao: 63., 5, al d) LGT:

    Quando as diligncias da inspeco impliquem a violao dos direitos de personalidade e outros direitos, liberdades e garantias dos cidados, nos termos e limites previstos na Constituio e na lei.

    - Direito no autoinculpao art. 6. CEDH e 32. CRP

    Suzana Fernandes da Costa

    Acrdos do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem - Direito no autoinculpao

    Ac. SaundersAc. A.P., M.P and T.P. v. Switzerland, Ac. J.B. v. Switzerland,

    http://www.echr.coe.int>Hudoc

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    6

    Acrdos do TEDH - Direito no autoinculpao

    Acrdo J.B. v. Switzerland,

    - um contribuinte, numa inspeco fiscal, foi compelido a

    entregar documentos sob pena de aplicao de uma sano

    pecuniria. O TEDH considerou que embora aparentasse que as

    autoridades pretendiam liquidar o imposto, no podia excluir-

    -se a possibilidade de, caso se encontrassem rendimentos no

    taxados, ser acusado de evaso fiscal. O Tribunal entende

    haver da parte da Administrao Suia uma violao do direito

    no auto incriminao.

    Suzana Fernandes da Costa

    Limites ao dever de cooperao

    Sigilo Bancrio

    Art. 63., 2 LGT O acesso informao protegida pelo sigilo () bancrio depende de autorizao judicial, nos termos da legislao aplicvel, excepto nos casos em que a lei admite a derrogao do dever de sigilo bancrio pela administrao tributria sem dependncia daquela autorizao

    63., B LGT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    7

    PRINCPIO DO INQUISITRIO

    No procedimento tributrio, a AT deve realizar todas as

    diligncias necessrias satisfao do interesse pblico e

    descoberta da verdade material, no estando subordinada

    iniciativa do autor do pedido. 58. LGT

    A consagrao constitucional do princpio - art. 266 DA

    CRP)

    A eventual invalidade do acto praticado com violao deste

    princpio

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIO DA PARTICIPAO

    art. 60 LGT e 23., 4 LGT: 60. RCPIT

    as situaes de dispensa legal

    - invocao de factos novos: realizao de diligncias e

    dever de fundamentao pela AT

    as consequncias da sua violao: preterio de

    formalidade essencial art. 99, d) do CPPT

    impugnao, arbitragem ou reclamao graciosa

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    8

    PRINCPIO DA PARTICIPAO

    as consequncias da sua violao: quando no so tidos

    em conta os novos elementos trazidos pelo contribuinte

    art. 60., 7 LGT e 99, c) do CPPT vcio de

    fundamentao - impugnao, arbitragem ou reclamao

    graciosa

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIO DA OBRIGATORIEDADE DE DECISO

    o dever de pronncia

    intimao para um comportamento art.s 146 e 147 do CPPT. Direito informao 67. LGT

    o dever de deciso 56. LGT

    legitimidade, tempestividade e competncia do rgo decisor

    presuno de indeferimento tcito 57. LGT

    PRINCPIO DO DUPLO GRAU DE DECISO 47. CPPT66. CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    9

    PRINCPIO DA OBRIGATORIEDADE DE FUNDAMENTAO DA DECISO

    Caractersticas da fundamentao 77. LGT

    OFICIOSA

    COMPLETA

    CLARA (ACESSVEL)

    ACTUAL

    EXPRESSA

    a fundamentao formal e a fundamentao substancial

    a violao do dever de fundamentar - 99. c) CPPT e 37 CPPT e 99., d) CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIO DA OBRIGATORIEDADE DE FUNDAMENTAO DA DECISO

    a fundamentao especial:

    Mtodos indiretos 87., 74., 3 e 77., 4 LGT

    Preos de transferncia/relaes especiais 63., 4 CIRC e 77., 3 LGT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    10

    PRINCPIO DA PUBLICIDADE DOS ACTOS 77., 6 LGT

    A NOTIFICAO arts 35. ss CPPT

    requisitos substanciais

    nulidade da notificao

    nus de requerer gratuitamente os requisitos

    omitidos 37. CPPT

    a notificao vlida e o instituto da caducidade:

    art. 45. LGT

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIO DA PUBLICIDADE DOS ACTOS

    A NOTIFICAO arts 35. ss CPPT

    Data em que se considera efectuada art. 39.

    CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    11

    NOO NOTIFICAO 35.. 1 CPPTNOO DE CITAO 35., 2 CPPTREQUISITOS DA NOTIFICAO 36.OMISSES NAS NOTIFICAES 37. CPPT fazer requerimento

    Suzana Fernandes da Costa

    MODO DE NOTIFICAO (38. E 39. CPPT): COM A.R. REGISTO SIMPLES POR VIA ELETRNICA

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    12

    MODO DE NOTIFICAO:-PESSOAS SINGULARES 39., 3 E 5 E 43. CPPT

    - PESSOAS COLECTIVAS 41. CPPT- MANDATRIOS 40. CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

    Citao189. a 194. CPPT

    Lei n. 82-B/2014 LOE 2015Altera 191., 192., 194. CPPT

    191. equivale ao 39. CPPT

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    13

    Suzana Fernandes da Costa

    A empresa A5,LDA recebeu na quinta-feira, uma notificaocom o relatrio de inspeo.

    A carta veio registada sem AR e foi entregue ao porteiro daempresa, que se encontrava no seu posto de trabalho.Sabendo que a data do registo de segunda feira da semanapassadaDiga:1. Se a notificao vlida e em que data se considera

    notificada a sociedade.

    2. Se a sociedade poderia ser notificada na pessoa dogerente, que encontrou nessa data o carteiro no futebol.

    PRINCPIO DO DUPLO GRAU DE DECISO

    artigo 47 CPPT

    a mesma pretenso do contribuinte (identidade de autor e

    dos fundamentos de facto e de direito) s pode ser

    apreciada por dois rgos integrando a mesma

    administrao tributria.

    necessidade de dirigir o pedido de reapreciao ao

    dirigente mximo do servio.

    Suzana Fernandes da Costa

  • 06-10-2015

    14

    55. LGT:

    PRINCPIO DA LEGALIDADE DA ATUAO ADMINISTRATIVA

    PRINCPIO DA IMPARCIALIDADE

    PRINCPIO DA CELERIDADE

    PRINCPIO DA IGUALDADE

    PRINCPIO DA PROIBIO DO EXCESSO OU PROPORCIONALIDADE

    Suzana Fernandes da Costa

    PRINCPIO DA VINCULAO DA FORMA

    PRINCPIO DA CONFIDENCIALIDADE 22. RCPIT; 64. LGT

    91. RGIT

    PRINCPIO DO CONTRADITRIO 45. CPPT 60. LGT

    Suzana Fernandes da Costa