Prof. Dra. Patricia Peck @peckadvogados.comcantarinobrasileiro.com.br/inscricao-evento/ai-view/apresentacoes... ·…

Embed Size (px)

Text of Prof. Dra. Patricia Peck...

  • Prof. Dra. Patricia Peck patricia.peck@peckadvogados.com.br

    mailto:Patricia.peck@peckadvogados.com.br

  • DADOS SO A RIQUEZA DA SOCIEDADE DIGITAL

    O paradoxo de Polanyi (1964): todos ns sabemos mais do que dizemosMichael Polanyi Filsofo e Polmata

    A grande quebra de paradigma da IA que a mquina passa a aprender com exemplos e feedbacks, e no mais por ser explicitamente programada para um determinado resultado. Mas so precisos muitos exemplos. H algoritmos que s funcionam bem acima de 30 milhes de exemplos.Erik Brynjolfsson e Andrew Mcafee

    H 3 fatores que permitiram a transformao digital: volumegigantesco de dados disponveis, algoritmos com melhoresabordagens e supercomputadores. O termo codificarsignificar transformar conhecimento em uma linguagem quemquinas entendam. Mas o que fazer com o conhecimentotcito, que no possvel ser explicado por completo (comoandar de bicicleta). Tomaso Poggio - MIT

    Os algoritimos de machine learning tambm conhecidos como aprendizes, so diferentes: eles

    descobrem tudo sozinhos, fazendo interferncias a partir de dados. E quanto mais dados tm, melhor ficam. Atualmente, no precisamos programar os

    computadores, eles mesmos se programam. Pedro Domingos

    Professor de Cincia da Computao Universidade de Whashington

    2

  • 3

    EXEMPLO FEEDBACK

    APRENDIZADDO

    HUMAN & MACHINE LEARNING METHODOLOGY

  • MODELO

    NEGCIO

    CENTRO

    TRANSPARNCIA

    REGULAMENTAO

    (padronizao de regras)

    CONTROLES

    (verificao se estcumprindo as regras)

    DADOS

    DADOS SO A RIQUEZA DA SOCIEDADE DIGITAL

    4

  • 5

    EQUAO DOS MODELOS DE NEGCIOS

    3 Rs

    RECEITA

    RISCO

    RESPONSABILIDADE

  • 6

    De acordo com informaes da emissora ABC, a Uber decidiu retirar todos os seus carros autnomos das ruas aps um dos veculos se envolver num acidente fatal na noite de ontem (18). O ocorrido foi na cidade norte-americana de Tempe, no Arizona.Por volta das 10 da noite de ontem (18), Elaine Herzberg caminhava prximo Mills Avenue, uma das mais importantes de Tempe, quando foi atingida por um dos veculos auto-dirigveis da Uber. Embora tenha sido levada com vida para o hospital, a pedestre de 49 anos morreu horas depois, em decorrncia dos ferimentos.

    fonte : https://www.showmetech.com.br/carro-autonomo-uber-acidente-fatal/#ixzz5AyJAM2s6

    Apesar de haver um motorista humano no carro, o veculo operava de forma totalmente independente no momento da batida. Isto faz de Elaine uma das primeiras vtimas fatais de um veculo autnomo.

  • 1. FABRICANTE do Dispositivo (quem faz)

    2. PROPRIETRIO do Dispositivo (quem compra)

    3. USURIO do Dispositivo (quem usa)

    4. TERCEIRO na relao (que pode ser desde um hacker que invadiu at algum que bate no carro, atropelado, uma seguradora)

    5. MERCADO do do Dispositivo (concorrente)7

    Estudo de Caso Internet das Coisas

    Indstria Automveis

    Partes envolvidas e qual sua relao

  • 8

    Estudo de caso: Indstria automobilstica

    Autoria: Patricia Peck Pinheiro 2017

  • Lei Alemanh de Carros Autnomos (Automated Driving Cars 21 de Junho 2017)

    Fonte: FRESHFIELDS BRUCKHAUS DERINGER. Automated driving. Germany, June 21, 2017. Disponvel em. Acesso em 01 Jul. 2017.

    9

    Responsabilidade primeiro do Proprietrio (quando o carroest dirigindo), podendo ser do fabricante (vcio oculto ouproblema de funcionamento) ou de um Terceiro (quandono culpa do carro que atria a responsabilidade do dono, nem do fabricante).

    As seguradoras teriam direito de acesso black box do carro. Por isso, a Alemanha foi o primeiro pas a regulamentar o

    acesso a base de dados do black box do carro.A Unio Europia est usando a referncia da Lei Alemanh

    como parmetro para uma Diretiva. Est em discusso no Parlamento Europeu a regulamentao

    da Pessoa Eletrnica Sobre Inteligncia Artificial.

  • 10

    EQUAO JURDICACOMPLIANCE

    BIG DATA + INTELIGNCIA ARTIFICIAL

    DISPOSITIVOS CONECTADOS NA INTERNET (IOT) + NUVEM

    TOMADA DE DECISO POR DEEP LEARNING MACHINE

    POR ROBS

    REGULLAMENTAO PRIVACIDADE E PROTEO DE

    DADOS E DEVER DE REPORTAR DATA

    BREACH

    REGULLAMENTAO CIBER SEGURANA E DEVER DE REPORTAR

    VAZAMENTO

    REGULLAMENTAO INTELIGNCIA

    ARTIFICIAL

  • o Coleta

    o Produo

    o Recepo

    o Classificao

    o Utilizao

    o Acesso

    o Reproduo

    o Transmisso

    o Distribuio

    o Processamento

    o Arquivamento

    o Armazenamento

    o Eliminao

    o Avaliao ou controleda informao

    o Modificao

    o Comunicao

    o Transferncia

    o Difuso

    o Extrao

    ...de dados.

    SUPPLY CHAIN de Dados

    REDES GLOBAIS

    DE TRATAMENTO

    DADOS SO A RIQUEZA DA SOCIEDADE DIGITAL

    11

  • PROPRIEDADE INTELECTUAL DIGITALBens de Conhecimento: esto em grandes bases de dados

    Patrimnio Intelectual

    Conhecimento

    Conhecimento

    Deep Machine Learning

    AprendizadoDados

    Big DataPatrimnio Intelectual

    12

  • 13

    LEI ANTERIORNecessidade de

    Consentimento Prvio

    NOVA LEIA regra a possibilidade

    da venda. Caso o usurio no queira, dever informar o

    provedor de acesso.

    Fonte: El Pas. Disponvel em: Acesso em: 26.03.2018

    lcito o comrcio dos dados?

  • 14

    Dados menores eabstratos que no tmnenhuma importnciaisoladamente adquiremgrande valor quando socruzados com as curtidasno Facebook, porexemplo.

    (Tanya OCarroll AnistiaInternacional)

    lcito o comrcio dos dados?

    Fonte: El Pas. Disponvel em: Acesso em: 23.03.2018

  • 15

    Venda dados

    Cambridge Analytica (vasculhou informao dos

    amigos sem consentimento 50 milhes perfis)

    Parceria negcio

    FACEBOOK(confiana e

    consentimento seus usurios)

    App KoganThis is your Digital Life2014 (270 mil perfis)

    Relao de responsabilidade solidria

  • 16Fonte: https://m.tecmundo.com.br/seguranca/121906-facebook-toma-multa-r-4-3-milhoes-violar-privacidade-usuario.htm acessado em 11.03.18

    Caso: Multa aplicada ao Facebook na Europa

  • 17

    Motivos da multa do Facebook:

    Usar os dados dos usuarios para fins publicitrios sem consentimento prvioexpresso (Facebook no informa claramente a finalidade de uso dos dados emsua poltica de privacidade e tambm no coleta consentimento inequvoco,especfico), assim como no canela a informao dos usuarios quando j noseja mais til para o propsito que tenham sido coletados) PROBLEMA NAGESTO DE CONSENTIMENTOS E GESTO DE BASE DE DADOS

    A investigao do Facebook foi realizada conjuntamente pelas autoridades de proteo de dados da Espanha, Frana, Blgica, Holanda e Alemanha

    Cada Autoridade emitiu um parecer de descumprimento da lei europia de proteo de dados, e alm da Espanha, a Frana j tinha imposto ao Facebook uma multa de 150.000 Euros.

    Fonte: http://www.agpd.es/portalwebAGPD/revista_prensa/revista_prensa/2017/notas_prensa/news/2017_09_11-ides-idphp.php

  • Impactos da GDPR Aprovada em abril de 2016 - Entra em vigor em 25 de maio de 2018

    Afeta todas as empresas que manipulam e tratam dados pessoais envolvendo 3pblicos (consumidores, funcionrios e acionistas) que sejam de cidados da UnioEuropeia (UE), ou cidados de outras nacionalidades mas residentes na UnioEuropia ou que os dados estejam armazenados no territrio da Unio Europia ouque possua fluxo internacional de dados com empresas que realize negcios com aUnio Europia.

    Segmentos mais impactados: Multinacionais com matriz na Europa e operaes emoutros pases. Principalmente quem opera carto de crdito, meios de pagamento,financeiro, seguros (viagem, sade, vida), transporte (aplicativos), turismo (ciasareas, aeroportos, hotis, sites de pacotes de turismo), consumidor (oferta de bense servios em plataformas online globais), automotivo (com uso de IoT e IA)

    Exemplo 1:

    A transferncia internacional de dados dentro de um mesmo grupo empresarial ou de umamesma empresa tambm aplica GDPR (ex: Matriz na Frana, Espanha, Portugal, Italia,Alemanha, etc, com operaes tambm no Brasil e que haja fluxo de executivos de um localpara outro bem como de dados de clientes)

    18

  • 19

  • Legislao Brasileira: ainda no tem uma lei de proteo de dados

    pessoaisLegislao geral vigente

    (Cdigo Civil, Cdigo de Defesa do Consumidor etc.)

    Marco Civil da Internet

    Decreto n 7962 (Comrcio Eletrnico)

    + 2 Projetos de Lei em tramitao para regular a Proteo de Dados (deve sairem 2019):

    PL 330/2013

    PL 5276/2016

    20

  • 21

    Check-list:

    Verificar nvel de proteo tcnica e jurdica do uso de novas tecnologias nos processos de negcios e industriais (Parecer de anlise de Risco Digital DUE DILLIGENCE DIGITAL)

    Implementar ferramentas protetivas e metodologia para gesto de consentimento (ferramenta de gesto de logs, criptografia, duplo fator de autenticao)

    Atualizar a documentao da empresa para estar em conformidade com as novas regulamentaes (Brasil, EUA, Europa, Amrcia Latina):- Contratos (cliente, fornecedor, parceiro, funcionrio, SLAs, NDAs)- Termos de Uso- Poltica de Privacidade e Proteo de Dados Pessoais- Cdigo de tica- Poltica de Segurana da Informao

  • Perfil Patricia Peck Pinheiro

    22

    Programadora desde os 13 anos autodidata em Basic, Cobol, C++, HTML

    Advogada especialista em Direito Digital formada pela Universidade de So Paulo

    Doutoranda pela Universidade de So Paulo (Departamento Direito Internacional)

    Pesquisadora convidada do Max Planck Institut de Munique e Hamburgo (Alemanha)

    Pesquisadora convidada da U