PROTOCOLO - Penas de jovem com margem bege claro. penas das asas (r£©miges) com margens gastas; penas
PROTOCOLO - Penas de jovem com margem bege claro. penas das asas (r£©miges) com margens gastas; penas

PROTOCOLO - Penas de jovem com margem bege claro. penas das asas (r£©miges) com margens gastas; penas

  • View
    2

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PROTOCOLO - Penas de jovem com margem bege claro. penas das asas (r£©miges) com margens...

  • ❷ - PROCEDIMENTO PARA A COLHEITA DE AMOSTRAS DE ROLA CAÇADA Nota: Antes de iniciar os procedimentos de colheita, deverá calçar as luvas que se encontram no kit.

    2.1. Colheita da Asa Direita 2.1.1. Coloque o animal virado com o dorso para cima; identifique a asa do lado direito;

    2.1.2. Remova a asa direita toda inteira, o mais próximo possível do corpo e pela ligação do úmero (pelo ombro);

    2.1.3. Introduza a asa dobrada no saco e identifique no exterior do saco o número da rola e a data;

    2.1.4. Conserve o saco preferencialmente no frio (refrigeração 4 - 6ºC ) até ser armazenado no frigorifico ou congelado;

    2.1.5. Entregue o saco ao gestor da sua zona de caça ou num ponto de recolha da rede de colheita ( ver Lista em anexo)

    PROTOCOLO ❶ - IDENTIFICAÇÃO DO MATERIAL • Todas as amostras [asa, sangue, zaragatoa e ectoparasitas (carraças, pulgas)] deverão ser acompanhadas pela respetiva

    ficha de identificação preenchida e os sacos identificados com etiqueta. • A identificação da rola deverá ser realizada através de um código composto pelas iniciais do remetente que consta da

    ficha e um número sequencial. Por exemplo, a primeira rola de Alberto Ferreira, AF1; a segunda, AF2; etc.