Click here to load reader

Questao Fund Med 21

  • View
    1.665

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Questao Fund Med 21

Interbits SuperPro Web

1. (Ufsj 2013) Observe a imagem abaixo.

A rea de risco representada pela imagem est associada a) construo em encostas. b) ocupao de plancie de inundao. c) grande quantidade de chuva ao longo do ano. d) ao lixo acumulado no solo. 2. (Ufpa 2013)

No estudo das interaes da sociedade com o meio fsico devem-se considerar fatores sociais, econmicos, tecnolgicos e culturais estudados na dimenso do tempo e do espao. Ao analisar a representao da paisagem urbana apresentada na imagem, conclui-se que a) as formas de organizao do espao consideram a dinmica natural das reas de vrzeas e de terra firme. b) os aspectos da poluio das guas, como o depsito de resduos slidos, so de responsabilidade da populao do entorno. c) o modo de vida ribeirinho apresenta resistncia diante da presso da modernizao urbana. d) a populao urbana encontra diferentes formas de adaptao na adversidade do ambiente urbano. e) o contraste de formas revela as desiguais condies de vida da populao da cidade. 3. (Uerj 2013)

A crtica feita nos quadrinhos se relaciona com uma contradio do capitalismo globalizado, o qual se caracteriza simultaneamente por: a) elitizao do acesso digital popularizao das mdias alternativas b) requinte dos sistemas produtivos declnio dos regimes democrticos c) manipulao dos padres tcnicos simplificao dos mtodos de gesto d) consumo de produtos sofisticados explorao da fora de trabalho fabril 4. (Ufrn 2012) Em uma aula de Geografia sobre a dinmica da populao brasileira, o professor apresentou dados do Censo Demogrfico 2010. Segundo esses dados, o pas atingiu um total de 190.755.799 habitantes, que se encontram distribudos pelos seus 8.514.876,599 km2, apresentando uma densidade demogrfica mdia de 22,43 hab./km2. Para ilustrar as informaes, o professor mostrou aos alunos os mapas a seguir:

No decorrer da aula, a exposio sobre a dinmica da populao brasileira e a leitura dos mapas referentes densidade demogrfica e ao relevo do Brasil por regies permitiu ao aluno concluir que a) a populao encontra-se distribuda de forma desigual pelo territrio, sendo a Regio Sudeste, onde predominam planaltos, a que apresenta maior densidade demogrfica, devido, entre outros fatores, ao dinamismo econmico e capacidade de atrair migrantes. b) os maiores ndices de concentrao da populao ocorrem nas plancies localizadas no interior, onde se desenvolvem atividades do agronegcio que resultam, entre outros fatores, do processo de modernizao agrcola. c) a distribuio da populao pelo territrio ocorre de forma desigual, sendo a Regio Nordeste, onde predominam plancies, a que apresenta menor densidade demogrfica, devido, entre outros fatores, ao processo de ocupao desde o Perodo Colonial. d) os menores ndices de concentrao populacional ocorrem nos planaltos localizados na Zona Costeira, onde o processo de ocupao e o desenvolvimento econmico foram dificultados, entre outros fatores, pelas elevadas altitudes. 5. (Ufu 2012)

Sobre a questo do lixo urbano, a anlise da charge indica que, no Brasil, a) o crescimento econmico vivenciado nos ltimos anos tem repercutido na incluso de mais pessoas na classe mdia. o que incrementa a produo de mais lixo. b) o modelo de consumo adotado vem provocando o aumento contnuo e exagerado na quantidade de lixo produzido. c) a reciclagem tem sido uma alternativa sustentvel e valorizada para diminuir a quantidade de lixo produzido. d) o lixo urbano, em sua maioria, est sendo reaproveitado ou vendido para empresas de reciclagem. 6. (Ufsj 2012) Observe a imagem abaixo.

Tendo como ponto de partida a imagem, assinale a alternativa que apresenta uma consequncia para o Meio Ambiente provocada pelas Boorocas ou Voorocas. a) Assoreamento de rios e lagos. b) Elevao do lenol fretico. c) Retirada integral da cobertura vegetal. d) Diminuio do escoamento superficial da gua. 7. (Ufg 2012) Analise a figura a seguir e leia os textos que a acompanham.

O governo federal e o setor privado inauguraram um novo ciclo de desenvolvimento e ocupao da Amaznia Legal, onde vivem 24,4 milhes de pessoas e que representa s 8% do PIB brasileiro.

FOLHA DE S. PAULO, So Paulo, 16 out. 2011, p. B1.

[] Assim, ao invs de reproduzir, como nas antigas reas de incorporao agrcola, estruturas produtivas preexistentes, a expanso recente da fronteira agropecuria na Amaznia constitui, antes de mais nada, uma fronteira tecnolgica na qual a inovao cientfica o elemento central de explicao do novo perfil produtivo do agrorregional.

Disponvel em: . Acesso em: 8 mar. 2011.

Considerando-se a figura e os textos apresentados e a grande diversidade natural, social, econmica, tecnolgica e cultural da Amaznia Legal, evidencia-se uma regio em crescente processo de diferenciao. Esse processo contraria a imagem difundida pelo mundo de um espao homogneo, caracterizado pela presena de uma cobertura vegetal, que a identifica tanto interna quanto externamente. Desse modo, o novo modelo de desenvolvimento e de ocupao da Amaznia Legal, atualmente, baseia-se a) na articulao dos setores de produo de energia eltrica, transporte, minerao e agronegcio. b) no desenvolvimento de estratgias de preservao e controle da explorao dos recursos naturais. c) na estratgia geopoltica baseada no binmio desenvolvimento e segurana. d) na ocupao militar explicitada pelo projeto Calha Norte. e) nas estratgias que visam ao aprofundamento da internacionalizao da Amaznia. 8. (Ufsm 2012) Observe a figura:

O autor da pintura fornece pistas da regio de origem dos migrantes e revela uma situao comum a muitas famlias. O quadro sugere uma paisagem da regio do(a) a) pampa do Sul, e a migrao ocorrida intrarregional. b) semirido do Nordeste, e a migrao ocorrida o xodo rural. c) Agreste do Nordeste, e a migrao ocorrida a pendular. d) Zona da Mata do Nordeste, e a migrao ocorrida a sazonal. e) cerrado do Centro-Oeste, e a migrao ocorrida a emigrao. 9. (Uespi 2012) Um grupo de estudantes, realizando um trabalho de campo para estudos ambientais, se defrontou com a situao atmosfrica, desenhada esquematicamente a seguir.

O que estava acontecendo naquele momento? a) A formao de uma chuva cida. b) A instalao de um pequeno tornado. c) O avano de uma frente fria. d) A ocorrncia de granizo. e) O recuo da Zona de Convergncia Intertropical. 10. (Ufrgs 2012) As figuras abaixo representam as alteraes nos volumes de balano hdrico entre um cenrio sem urbanizao e um urbanizado no Brasil.

Considere as seguintes afirmaes sobre os efeitos da urbanizao na dinmica do balano hdrico.

I. A infiltrao no solo reduzida, mantendo estvel o nvel do lenol fretico.

II. O volume de escoamento superficial aumenta devido retirada da superfcie permevel e da cobertura vegetal.

III. As perdas por evapotranspirao so mais intensas no cenrio urbanizado.

Quais esto corretas? a) Apenas I. b) Apenas lI. c) Apenas III. d) Apenas I e III. e) I, II e III. 11. (Ucs 2012) Os eclipses ocorrem quando um astro, na sua movimentao pelo espao sideral, oculta momentaneamente outro astro.

Observe o desenho.

O desenho acima est representando o eclipse a) total da Terra. b) parcial da Lua. c) parcial da Terra. d) total da Lua. e) parcial do Sol. 12. (Ufsm 2012) Observe as projees cartogrficas:

Numere corretamente as projees com as afirmaes a seguir.

( ) Na projeo cilndrica, a representao feita como se um cilindro envolvesse a Terra e fosse ento planificado.

( ) Na projeo azimutal, o mapa construdo sobre um plano que tangencia algum ponto da superfcie terrestre.

( ) Na projeo cnica, a representao feita como se o cone envolvesse o planeta e depois fosse planificado.

( ) Esse tipo de projeo representa, com menos distores, as baixas latitudes.

( ) Essa projeo comumente utilizada para anlises geopolticas e para retratar as regies polares e suas extremidades.

A sequncia correta a) 1 - 3 - 2 - 3 - 1. b) 3 - 2 - 1 - 1 - 3. c) 1 - 3 - 2 - 1 - 3. d) 1 - 2 - 1 - 1 - 3. e) 3 - 1 - 2 - 3 - 1. 13. (Pucrs 2012)

A Projeo Cartogrfica da Terra representada no desenho do tipo a) Azimutal. b) Cilndrica Conforme. c) Cnica. d) Mercator. e) Peters. 14. (Unicamp 2012) Abaixo reproduzido um mapa-mndi na projeo de Mercator.

possvel afirmar que, nesta projeo, a) os meridianos e paralelos no se cruzam formando ngulos de 90, o que promove um aumento das massas continentais em latitudes elevadas. b) os meridianos e paralelos se cruzam formando ngulos de 90, o que distorce mais as pores terrestres prximas aos polos e menos as pores prximas ao equador. c) no h distores nas massas continentais e oceanos em nenhuma latitude, possibilitando o uso deste mapa para a navegao martima at os dias atuais. d) os meridianos e paralelos se cruzam formando ngulos perfeitos de 90, o que possibilita a representao da Terra sem deformaes. 15. (Unb 2012) Do ponto de vista cartogrfico, impossvel representar a superfcie curvilnea da Terra em um plano. As projees cartogrficas minimizam as distores criadas no mapa, conforme mostra o plano de projeo a seguir.

A partir dessas informaes, assinale a opo em que a representao cartogrfica corresponde ao plano de projeo mostrado na figura acima. a) b) c) d) 16. (Ufrgs 2012) Observe o mapa abaixo.

Este mapa representa a diviso entre a) pases industrializados e os de Terceiro Mundo. b) pases de economia monoprodutora e os de economia diversificada. c) pases de clima quente e os de clima frio. d) pases colonizadores e suas respectivas colnias no sculo XVI. e) pases signatrios do Protocolo de Kioto e os no signatrios. 17. (Udesc 2011) Observe o mapa com os fusos horrios.

Considerando um jogo de futebol cuja par