of 8 /8
O jornal que fala a sua língua 2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192 R$ 0,20 RP Reação Popular Cartão Cidadão chega para funcionários da Cursan PÁG. 3 Começa 14º Festac "Conheça a Capoeira" agita escola no Vale Verde UME de Vale Verde ganha ampliação PÁG. 4 PÁG. 7 PÁG. 5 Hospital de Cubatão é o primeiro da região a ter tomógrafo 3D PÁG. 5 Para as Mulheres de Cubatão Prefeitura entrega três mil notebooks PÁG. 5 PÁG. 3 É o primeiro Centro de Referência da Mulher da Baixada Santista

Reação Popular Nº192

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Reação Popular

Citation preview

O jornal que fala a sua língua2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192 R$ 0,20

RPReação Popular

Cartão Cidadãochega para funcionários da Cursan

Pág. 3

Começa 14º Festac

"Conheça a Capoeira" agita escola no Vale Verde

UME de Vale Verde ganha ampliação

Pág. 4

Pág. 7

Pág. 5

Hospital de Cubatão é o primeiro da região a ter tomógrafo 3D

Pág. 5

Para as Mulheres de Cubatão

Prefeitura entrega três mil notebooksPág. 5

Pág. 3

É o primeiro Centro de Referência da Mulher da Baixada Santista

O Reação Popular é uma publi-cação semanal da 2L Fábrica de Idéias Comunicação Social Ltda. CNPJ - 09.212.963/0001-02Circula em toda a Região Metropoli-tana da Baixada Santista.Endereço: Rua 13 de Maio, 429, sala 21, Vila Nova, Cubatão. CEP: 11525-040Telefones: (13) 3324-0313/ 3372-7348E-mail: [email protected]

Editora: Luciana Lane Valiengo - MTb 30.758/SPDepartamento Comercial: Paulo Ricardo Hourneaux de MendonçaColaboração: Elisangela BezerraProjeto gráfico: FebertiDiagramação e tratamento deimagens: Paulo Roberto - MTb 35751 Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamen-te, a opinião do jornal.

Expediente

2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192Serviço2

Vagas disponíveis no PAT em 30/11

Açougueiro ................................................02

Aux. Instalação de Ar Condicionado .......03

Borracheiro ...............................................01

Caldeireiro .................................................10

Carpinteiro.................................................25

Carpinteiro – PNE (*) ................................02

Eletricista FC e Montador ........................10

Eletricista Máquinas Pesadas .................01

Eletricista Montador - PNE (*) ................01

Funileiro .....................................................01

Motorista Carreteiro .................................07

Oper. Máquina Dobr. ferro ........................01

Operador Tancagem .................................01

Soldador PNE (*) .......................................01

Torneiro Mecânico ....................................01

Função Vagas Função Vagas Função Vagas

Sabe lá...Fiquei indignado com um comentário – de autoria de um certo

líder comunitário da Cota 200, e que foi amplamente propagado pela internet, de que o Conselho Tutelar deveria ser acionado porque a Prefeitura está distribuindo notebooks para todos os alunos da rede. Na visão desse cidadão, a posse do computador portátil, supostamente, coloca as crianças em risco, porque podem ser alvo da ação de marginais... Brincadeira! Sabe lá...

... o que é não ter e ter que ter pra darHouve um tempo em que existiam verdadeiras quadrilhas

especializadas em roubar bicicletas, tênis, celulares... Muitos membros dessas quadrilhas de ‘pés de chinelo’, que roubavam coisas mínimas, só o faziam porque não tinham acesso a nada, muito menos à Educação. Só lhes restava roubar qualquer coisa que rendesse algo, pois muitos deles eram ‘arrimo’ de família. Afinal, de quem é a culpa do ‘patrão’ aceitar qualquer coisa como pagamento ou ter comércio para tudo? Quem tem garrafa para vender, vende. Quem não tem, rouba. Sabe lá o que é não ter e ter que ter pra dar...

Onde o Estado falha, a falha cria um novo ‘Estado’Uma coisa é certa: onde o Estado não se faz presente, um po-

der paralelo se instala. Me perdoem, mas se o Governo Estadual, que é a esfera de poder constitucionalmente responsável pela Segurança Pública, termina por ser omisso ou negligente em sua responsabilidade, não culpem a esfera municipal por cumprir a sua e, ainda, contribuir para facilitar a do Estado.

Melhorar a Educação...Digo isto porque a distribuição democrática de computado-

res para uso individual de cada estudante não é somente uma excelente ferramenta pedagógica, que abre perspectivas, acesso ao conhecimento e informações nunca antes disponibilizadas, desvenda mistérios e elimina e exclusão digital. É muito mais que isso. É uma contribuição incontestável para que muitas crianças e jovens não ingressem na marginalidade. Se isto não for uma grande contribuição – inclusive para a segurança pública – o que será?

... é incentivar o crime? Ninguém, ao tentar melhorar a qualidade da Educação em

um município e democratizar o acesso às informações pode ser criticado pela inoperância do Estado em garantir a segurança dos cidadãos. Da forma como a coisa foi colocada, seria o mesmo que acionar o Conselho Tutelar para que nos proibisse de dar bicicletas e celulares aos filhos. Que o Estado cuide da segurança pública como estamos cuidando da Educação municipal e nossos filhos poderão andar sem riscos... Ah, e poderão ter até mesmo notebooks. Só não podemos nos permitir que a ordem natural das coisas seja tão distorcida, corrompida, a ponto de supormos que melhorar a Educação seja um”incentivo” ao crime. Alguém errou. E não foi Cubatão, que está fazendo a sua parte.

Que o povo “saiba a verdade”...Circulou e-mail em massa dando conta de que o proprietário

do jornal Povo de Cubatão teria reunido políticos de oposição ao governo Marcia Rosa e, supostamente, pedido que o tom da campanha fosse “amenizado”.Isto provocou reações (não po-pulares), no mínimo, estranhas. Chegaram a dizer que o jornal estaria pendendo para a Administração e que o povo não teria mais acesso à verdade, que, pelo visto, só aquele jornal deteria...

...mas a verdade verdadeiraOra, os verdadeiros defensores da verdade, deveriam ficar

contentes em um opositor do governo propor uma campanha ética, sem ataques pessoais, calcada em propostas políticas. É o mínimo que o povo espera e a verdadeira imprensa visa con-solidar. O exercício da democracia, ainda mais no Brasil, onde é muito recente, é fundamental para o avanço das relações políticas e sociais. Afinal, na visão desse, quem são os donos da verdade absoluta? Só os que batem no atual governo? Já que dizem que a “mentira tem pernas curtas”, a verdade, então, é só uma “mentira de pernas longas”.

Confiram no Blog do Euzebio quem não esteve presente não sabe o que perdeu. Mas poderá

saber amanhã, no blogdoeuzebio.com.br, o que rolou no sarau literário e no talk show no Skina Bistrô, na entrevista do secretário municipal de Educação, Fábio Inácio. Tudo muito descontraido e regado a boa musica e bebida boa. Te aguardo na próxima semana.

COluna dO EuzébiOCONVERSE COM A PRESIDENTAPor Dilma Vana Roussef f

Francylene Barreira Maia, 57 anos, enfermeira em Fortaleza (CE) – Os direitos dos idosos só se referem ao não pagamento de passagem de ôni-bus e a não pegar filas?

Presidenta Dilma – Não são apenas esses os direitos do idosos, Francyle-ne. Hoje a Política Nacional do Ido-so (Lei 8842/1994) e o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) garantem aos idosos não só a gratuidade nos transportes e prioridade no atendi-mento, mas também, para citar ape-nas alguns exemplos, os descontos

em eventos esportivos e culturais e o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). As duas Leis as-seguram a autonomia, a integração e a participação efetiva na socie-dade desta parcela cada vez maior da população brasileira. Há várias outras iniciativas, entre as quais o Disque 100 e o Saúde Não Tem Pre-ço. Com o Disque 100, todo cidadão tem um canal direto para denunciar desrespeitos aos direitos dos idosos. E o Saúde Não Tem Preço distribui gratuitamente medicamentos para hipertensão e diabetes, beneficiando

principalmente a população idosa. Na semana passada, nós realiza-

mos em Brasília a III Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, oportunidade em que cen-tenas de representantes de todas as partes do Brasil discutiram e apre-sentaram propostas sobre as princi-pais questões relativas aos idosos. Quero aproveitar para recomendar a leitura e divulgação do Estatuto do Idoso, que pode ser acessado na página http://w w w.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.741.htm, da Presidência da República

Perguntas para a seção “Converse com a Presidenta” podem ser enviados para o e-mail [email protected] com nome completo, idade, profissão, bairro e cidade. Serão enviadas para a assessoria da presidenta os e-mails encaminhados até a próxima segunda-feira (5/12).

www.blogdoeuzebio.com.br

(*) PNE – Portador de Necessidades Especiais. Documentos necessários para a realização do Cadastro. Carteira de Trabalho, Certificado dos cursos de qualificação profissional, Comprovante de escolaridade, Comprovante de residência em nome do candidato ou dos pais (recente)RG e CPF, Título de eleitor, Todos os documentos devem ser originais e o candidato deve manter seus dados (end. e telefone) atualizados.

naTal

A partir da segunda quinzena de dezembro, os contribuintes de Cubatão irão receber os carnês do Imposto Predial e Terri-

Com texturas coloridas, as imagens da Igreja Matriz, Rio Perequê, Serra do Mar, Guará-Vermelho, Novo Ani-linas e tantas outras referentes à Cubatão, estão nos cartões de Natal que o Fundo Social de Solidariedade (FSS) dispo-nibilizou a todas as entidades assistenciais cadastradas na Se-cretaria da Cidadania e Inclu-são Social (Semci). “Doamos cinquenta para cada entidade, como um jeito de desejar um Feliz Natal a todas”, comenta dona Darcy Chumbo de Men-donça, presidente do FSS.

A composição leva a assi-natura da artista plástica Ju-lieta dos Santos Wisniewski, professora na Estação das Ar-tes, da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). “Quis fazer uma montagem com vários pontos diferentes da cidade, exaltando Cubatão como a rai-nha das serras, combinando com a Rainha Mãe Maria e o Menino Jesus ao alto”, explica.

Quem quiser comprar car-

Carnês sem aumento

torial Urbano (IPTU) de 2012. O boleto vem com correção de 5,97%, com atualização pelo INPC (Ín-dice Nacional de Preços ao Consumidor), utilizando-se de dados do IBGE, dentro da variação inf lacionária de

2011. Quem preferir pagar à vista terá desconto de 5%. O vencimento para quem pagar mensalmente será no dia 25, sendo que a primeira parce-la e a cota única vencem no dia 25 de janeiro de 2012. Os carnês serão enviados para

cerca de 23.500 contribuin-tes, que receberão também uma ficha de atualização ca-dastral para ser preenchida e encaminhada à Divisão de Cadastro Mobiliário e Imo-biliário (andar térreo da Pre-feitura).

Cartões do Fundo Social são inspirados em Cubatão

tões a R$1 pode procurar uma das 19 entidades, ou o Bazar do FSS, na Rua da Cidadania, 277, Vila Paulista. Há ainda a opção de encontrá-los no 1º Espaço Cultural de Artesanato, de 06 a 09 de dezembro, das 9 às 17 horas, no saguão do Paço Mu-nicipal, Praça dos Emancipa-dores, s/nº, Centro.

O segundo lote de cartões traz uma composição da mes-

ma autora, com crianças em ci-randa em torno do monumento de aço em forma humana, com braços erguidos. “Quis mostrar uma paisagem nova da Cida-de, que para mim representa a união em torno de uma nova Cubatão”, completa Julieta.

EntidadesOs cartões são retirados

pelas entidades: Abapred, ACCEC, ACDDPD, Bom Samaritano, Cadec-Adra, Ca-deq, Camp, Casa da Esperan-ça, Casa de Emaús, Associação Estrela do Mar, Exército de Salvação, GAC, GLC, IBC, Lar Fraterno, Abrigo Cristão, Kerigma, Sasadec, Sociedade São Vicente de Paulo; além da APAE, Casa do Povo de Deus e Fábrica da Solidariedade.

Cidade 32 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192

Rodrigo Fernandes

bEnEFÍCiOS

Um operário com trauma-tismo craniano atendido no Pronto Socorro Central, víti-ma de acidente do trabalho, foi o primeiro usuário do tomó-grafo de última geração, com imagem 3D, que começou a funcionar em Cubatão, no Hospital Municipal Dr. Luiz de Camargo da Fonseca e Sil-va. O novo equipamento per-mite gravação das imagens em mídia CD-R e ainda o acesso remoto do exame por qual-quer computador interligado.

O exame inaugural foi acompanhado pela prefeita Marcia Rosa. Ao lado do mé-dico radiologista, que condu-ziu a tomografia, ela ouviu ex-plicações sobre cada imagem que aparecia no monitor de vídeo. Ficou surpresa com a precisão e com a rapidez do diagnóstico. “Esse paciente teve uma lesão no cérebro e poderia ter complicações caso não houvesse agilidade no diagnóstico. Certamente, é um equipamento que vai salvar muitas vidas. Para

Os 44 anos da Cursan já começaram a ser comemo-rados. Na primeira festa, o diretor-presidente Almir da Silva Moura, aproveitou para anunciar o benefício do Cartão Cidadão para os funcionários da empresa,. “De início, começamos com R$ 100, mas o Cartão vai ser crescente, aos poucos chega-remos em R$ 250”. Moura enfatizou que a intenção era de iniciar com valores maio-res, porém não foi possível por conta das dívidas que a empresa tinha, cerca de R$ 47 milhões. Segundo ele, com o fechamento de seis novos contratos com a Prefeitura, esse valor será dobrado no dissídio coletivo (1º de maio) e elevar para, no mínimo, R$ 250 até setembro.Sobre as dificuldades enfren-tadas pela Cursan, a prefeita Marcia Rosa, presente na

Funcionários da Cursan receberão Cartão Cidadão

comemoração, disse que ao assumir a Prefeitura, os nú-meros apontavam para o fe-chamento da empresa. “Mas o que fizemos foi trabalhar muito para recuperar as fi-nanças da Cursan e, em lugar de fechá-la e provocar desem-prego, brigamos pelo retorno dos funcionários demitidos arbitrariamente. Hoje temos

uma Cursan renovada, que aumentou seu quadro de 185 para mais de 600 funcioná-rios”, comemorou.Marcia Rosa disse que ha-via ido à festa apenas para dar um abraço e agradecer o empenho e a dedicação dos funcionários da Cursan, que “ralam debaixo de sol e chu-va” todos os dias. “E se hoje

estamos aqui, todos juntos, isso é uma conquista des-sa diretoria, da Prefeitura e de vocês. É uma conquista nossa!”, finalizou. Durante a festa, que teve bolo de 3kg distribuídos aos funcionários, houve sorteios de prêmios. A Prefeita fez questão de sortear os primeiros ganhadores das três bicicletas.

Saúde de Cubatãoganha tomógrafo 3 D

TECnOlOgia

É o primeiro Hospital Municipal da região a ter o equipamento

uma cidade como Cubatão, cortada por rodovias e sede de um Pólo Industrial gigan-tesco, é um investimento im-portantíssimo e de grande valor para a saúde da popu-lação”, disse.

O equipamento, da mar-ca Philips, modelo MX 6000 Dual, custou R$ 362 mil e foi adquirido pela Pró-Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospi-talar, empresa parceira do município na administração do hospital. Segundo a secre-tária municipal de Saúde, Jo-celene Batista Pereira, o novo tomógrafo ajuda a definir a melhor terapêutica, pois a de-finição 3D é muito superior. “É um privilégio o municí-pio ter um equipamento pró-prio. Graças à parceria com a Pró-Saúde conseguimos, inclusive, que o custo fosse o melhor, de acordo com o mercado, o que gerou ainda uma economia de quase 50% do valor”.

O hospital cubatense é o primeiro municipal da região a contar com equipamento tão moderno. E a cidade pas-sa a seguir uma norma pre-conizada pelo SUS, que é a de um tomógrafo para cada grupo de 250 mil habitantes. Agora, estima-se que, dentro

do próprio hospital, serão re-alizados 350 exames por mês.

O presidente da Pró-Saú-de, Paulo Mergulhão, tam-bém assistiu à primeira to-mografia. “Era uma aspiração antiga da prefeita Marcia Rosa e nossa. A busca da melhoria contínua na qualidade do serviço, com pioneirismo, tecnologia, humanização do atendimento e sustentabi-lidade tem sido a marca da

gestão da Pró-Saúde. “Dei-xo aqui meu compromisso de que sempre estaremos investindo em mais tecno-logia e aprimoramento pro-fissional, pois a busca pela qualidade nunca termina”.

O médico radiologista responsável técnico pelo Serviço de Imagem, Ricardo Pitta Anicchinio, ressaltou as qualidades do aparelho. Para o diretor regional operacio-

nal da Pró-Saúde, Marcelo Bittencourt, “a aquisição do aparelho ref lete o compro-misso em oferecer o melhor atendimento SUS da área da Saúde na região. O novo tomógrafo é importante também porque irá dar re-taguarda ao atendimento de urgência e emergência, prin-cipalmente na demanda que a cidade tem em relação aos acidentes nas estradas”.

Sempre estaremos investindo em mais tecnologia e aprimoramento profissional

Idade: 46 anosProfissão: Secretário Municipal de CulturaFormação: História, pós-graduado em História Regional

RP- Até o próximo dia 11, Cubatão realiza o 14º Festac. Qual a importância desse Fes-tival?WB- Já tradicional da Cidade. Valoriza o teatro e incentiva os artistas a produzirem peças teatrais, além de proporcionar o intercâmbio com grupos vin-dos de outras cidades. Aprovei-to para convidar a todos. Vai ser bem legal!

RP- Com o tema “O show não pode parar”, neste ano o Festac faz uma homenagem a Lúcio Ialongo.WB- O saudoso Lúcio Ialongo, que faleceu em março deste ano, é um dos guerreiros que lutou muito pela cultura de Cubatão. Então é uma justa homenagem que a gente faz à memória do Lú-cio, pela atuação dele no próprio

Festac, no teatro amador da Ci-dade, no Carnaval.

RP- E falando sobre festival, com foi o Danado de Bom?WB- Surpreendeu a todos. Principalmente pela qualidade artística no palco alternativo, na cidade cenográfica. Os gru-pos foram de qualidade ímpar, tanto os do Município, como os que trouxemos de fora. Cerca de 70 mil pessoas cir-cularam pelo kartódromo nos cinco dias do evento. Embora a chuva tenha comprometido um pouco, terminamos o Da-nado de Bom com um ótimo saldo.

RP- Qual o balanço que a Se-cretaria faz deste ano?WB- Um balanço muito posi-tivo mesmo. Além de muitos

eventos e festas, tivemos o cur-so de formatação de projeto, realizado no início do ano e, recentemente, a ONG Passo a Passo, que ensinou como admi-nistrar uma instituição cultural, fazer atas, abrir e gerenciar uma empresa. O curso foi muito elo-giado e ano que vem haverá mais investimentos neste setor.

RP- E quais são os principais projetos da Secretaria para 2012?WB- É um projeto de fomento, incremento da cultura. Esta-mos estudando muitos proje-tos bons de formação nos di-versos segmentos da cultura e fechando uma parceria para realizar no ano que vem uma grande feira de livros. É uma carência em uma Cidade que tem tantos escritores, como a

Com a apresentação da peça “Depois de Tudo”, de Tim Ur-binatti, foi aberto nesta quin-ta-feira, dia 1, a 14ª edição do Festival de Teatro de Cubatão (Festac). A peça homenageou o artista e ativista cultural cubatense, Lúcio Ialongo.

A mostra competitiva com 15 grupos teatrais começa hoje e segue até dia 11. As sessões são gratuitas. Com o objetivo não só de divulgar as atividades teatrais de todo o País, mas também interagir

com o público, a programa-ção inclui oficinas de voz, bonecos e pipas. No Teatro do Kaos, Praça Coronel Joa-quim Montenegro, 34, Largo do Sapo.

Também iniciando hoje, a oficina de Expressão Vo-cal- Locução segue até segun-da-feira, 05. As aulas aconte-cem das 16 às 18 horas, no Teatro do Kaos. Ministrada por Simone Ancelmo, a ofi-cina abordará os cuidados com a voz, os exercícios para

2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192Entrevista4

TEaTRO

EnTREViSTa

14ª edição do Festac faz homenagem ao artista Lúcio Ialongo

O secretário de Cultura, Wellington Borges faz um balanço de sua pasta e revela alguns dos projetos para 2012

Festival tem 10 dias de oficinas e peças grátis

fortalecer as cordas vocais, relaxamento e aquecimento, interpretação e outros.

Entre os dias 7 e 10, Miriam de Freitas realizará a oficina de Boneco de Mamulengo, das 14h às 16h, na SOMECA, rua Maria Graziela, nº 565, Jardim Casqueiro. Na oficina os par-ticipantes aprenderão a con-feccionar bonecos de isopor

e a manuseá-los. No mesmo período e horário, Guilherme Cabral Ialongo ministrará a oficina Revoar de Pipas, no Parque Anilinas. A progra-mação completa do 14º Festac pode ser conferida no www.festaccubatao.blogspot.com.

Homenageado Figura incansável na luta

pelo crescimento do teatro e do Carnaval em Cubatão, Lúcio Ialongo foi ator, anima-dor, festeiro, artista plástico, carnavalesco e radialista. Por muitos anos participou do Centro Organizador do Teatro Amador de Cubatão (Cotac), interpretando per-sonagens no drama sacro “Paixão de Cristo”. Lúcio

foi ainda diretor da Direto-ria Jovem da SOMECA, no Jardim Casqueiro; trabalhou como coordenador de cultura e mestre de cerimônia. Nas-cido e criado na cidade, seu legado é o ativismo cultural que proporcionou às futuras gerações portas e espaços abertos, ficando conhecido como Operário da Cultura.

Secretário de Cultura anuncia novidades para 2012

figura que nos inspira, Afon-so Schmidt. O grande projeto mesmo da Cultura, a partir do ano que vem, é a entrega com-pleta do Parque Anilinas, com cinema e teatro. Aguardem porque estamos planejando coisas ótimas para 2012.

RP- Um ano à frente dessa pas-ta. O que o senhor pode falar sobre esse período?WB- Está sendo um desafio muito grande, porque traba-lhando ali, no nosso cantinho, não temos a visão macro do que é o Governo. Administrar, jun-

to com a prefeita, um segmento de Governo é um desafio muito grande. E a gente tem trabalha-do muito com equipe. E agrade-ço publicamente, na pessoa do Joaquim (Diretor de Cultura), representando toda essa equipe, o bom resultado que temos.

"Cubatão merece o que há de melhor", disse a prefeita Marcia Rosa, na UME Hen-ry Borden, segunda-feira, dia 28. O local estava repleto de estudantes e familiares, na entrega de computadores aos alunos. Essa foi a última entrega da fase inicial. Em março de 2012, o programa continua até chegar a um to-tal de 16 mil equipamentos e abranger toda a rede escolar municipal.

Em seu discurso, o secretá-rio de Educação, Fábio Inácio, lembrou que a tecnologia na educação poderia estar mais avançada. "Se os governos anteriores tivessem feito 10% do que a atual administração fez, hoje eu não estaria mais entregando notebooks aos alunos e professores. Estaria implantando lousas digitais em todas as salas de aula, con-trole eletrônico de presença dos alunos e outros avanços".

Foram exatos 2.997 com-

Com o pátio lotado de mo-radores do Vale Verde, a pre-feita Marcia Rosa entregou na noite desta terça-feira, dia 29, a ampliação da UME Mário de Oliveira Moreira, que ga-nhou um novo bloco de salas e um espaço anexo destinado ao atendimento da Educação Infantil I.

Com três salas de aula total-mente equipadas para atendi-mento de 70 crianças de zero a três anos, do Berçário I ao Maternal II, a nova unidade tem refeitório, cozinha, lactá-rio, lavanderia, despensa e pá-tio coberto. Já a UME Mário de Oliveira Moreira ganhou auditório, novas salas de aula,

Cidade2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192

5

Carlos Felipe

Três mil estudantes já receberam notebooksinCluSãO digiTal

EduCaçãO

Em 2012, alunos da rede municipal receberão mais 13 mil computadores

putadores entregues a estu-dantes dos sétimo e oitavo anos do Ensino Fundamental. Os primeiro notebooks foram para 602 alunos da UME Dr. Ulysses Guimarães, na Vila Natal, e 445 da UME Padre Manoel da Nóbrega, no Jar-dim Casqueiro. Seguiram-se 204 alunos na UME Mário de Oliveira Moreira e 228 na Martim Afonso de Souza; 421 na UME Bernardo José Maria de Lorena, 187 alu-nos na UME João Ramalho, 420 na UME Padre José de Anchieta, 210 na UME Rui Barbosa; 224 na UME Dr. Luiz Pieruzzi Netto e os 56 da UME Henry Borden.

Em seus discursos, tanto a prefeita como o titular da Educação, professor Fábio Inácio, esclareceram algu-mas dúvidas que vinham subsistindo em relação a esse programa, que é considerado pioneiro no Brasil em termos de abrangência. Os aparelhos são de um modelo exclusivo, desenvolvido especialmente para o uso em ambiente esco-lar, e por isso não encontrado em lojas. Além disso, podem ser desativados no dia seguin-te à comunicação de furto, o que tira seu valor de repasse, desestimulando roubos. Em

tais casos, o aluno tem direi-to a um novo equipamento, apresentando o correspon-dente Boletim de Ocorrência registrado na Polícia. Da mes-ma forma como ocorre com os livros escolares reutilizáveis, os computadores pertencem formalmente à Prefeitura, e devem ser devolvidos pelo

aluno ao final do curso. Por isso, são entregues aos pais dos estudantes, mediante a assinatura de termo de res-ponsabilidade.

Da mesma forma como é feito com os livros escolares, os professores serão também os orientadores dos alunos no uso dos equipamentos, e

estes poderão usá-los tanto na escola como em casa ou mes-mo em viagens. Fábio Inácio lembrou que no 3º Encontro Juvenil de Investigadores em Ciência, realizado no dia 25, percebeu que diversos alunos já usavam o equipamento nas pesquisas relacionadas ao evento.

Os professores serão também os orientadores dos alunos

Comunidade do Vale Verde ganha ampliação de escolade leitura, de artes e de infor-mática, além de sala para os professores.

Para Ana Paula Passos de Assis Santos, de 30 anos, mãe de Letícia, de 3 anos, as novas instalações da Educação Infan-til I vai atender perfeitamente suas necessidades. “Moro em frente à escola e minha filha vai estudar aqui da creche ao final do Ensino Fundamental. Isso é muito bom, porque vai criar vínculos com os colegas desde pequena”, destaca.

Durante a entrega, a pre-feita Marcia Rosa destacou a participação ativa e a força que a comunidade do Vale Verde tem para reivindicar melhorias para o bairro. “Conheço essa comunidade há anos e sei que ela critica, mas também reco-nhece as mudanças conquista-das por nosso governo”.

A prefeita destacou que a ampliação da escola era um dos anseios dos moradores e que foi atendido plenamente pela Pre-feitura. “Estamos promovendo a transformação da Cidade e este é o primeiro complexo

educacional que estamos inau-gurando em Cubatão”, ressal-tou. A diretora da UME Mário de Oliveira Moreira, Fabíola Teixeira, destacou a atenção da Secretaria Municipal de Edu-cação (Seduc), que abraçou o Projeto Transformar, realizado na unidade de ensino, tornan-do-a uma Escola de Aplicação Curricular.

Arte e VidaA solenidade teve a apre-

sentação de alunos de canto e flauta-doce do Projeto Integrar Arte e Vida, da Associação Na-cional de Esportes (ANE), que recentemente iniciou ativida-des no contraturno escolar na unidade, outro pedido dos mo-radores atendido pela prefeita. “Quando recebemos a proposta de ampliação do Integrar Arte e Vida, logo indicamos a UME Mário Moreira porque sabemos a dificuldade que a comunidade tem para levar suas crianças e jovens para fazer atividades es-portivas e culturais no Centro”, destacou o secretário de Educa-ção, Fábio Oliveira Inácio.

2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 1926

Muita animação na festa que comemorou os 44 anos da Cursan,

no último dia 25. A secretária Fatima representou todos os funcionários da empresa, oferecendo um buquê de flores à prefeita Marcia Rosa, e todos receberam com alegria a

noticia do 'Cartão Cidadão Cursan', que já será pago este mês

O projeto “Natal Iluminado 2011” será uma das comemo-rações natalinas de Cubatão na próxima terça-feira, dia 6. O evento começa às 19h, com a celebração da missa na-talina. Logo após acontece a apresentação da Orquestra, com 80 músicos entre 6 e 26 anos de idade e repertório de músicas clássicas e canções natalinas. Sob a regência do maestro Edilson Ventureli, a Sinfônica Heliópolis é o gru-po artístico de excelência do Instituto Baccarelli. O Coral da Gente, formado por 40

pessoas, entre 6 e 16 anos, integra o programa de canto coral do Instituto e também é regido por Ventureli.

Um dos diferenciais da Fes-ta é a projeção de imagens na fa-chada da Igreja. Feita por meio da técnica chamada mapping, pela qual projetores inteligentes mapeiam a fachada e brincam com a arquitetura. Além de Cubatão, o projeto vai passar por outras oito cidades paulis-tas: Jundiaí, São Paulo, Osasco, Santos, Mogi das Cruzes, Ri-beirão Preto, São Bernardo do Campo e Araraquara.

Os objetivos do projeto são democratizar a cultura, diver-tir, surpreender e emocionar pessoas de todas as idades e classes sociais, incentivando a ocupação artística dos espaços centrais das cidades. O evento é realizado pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) em parceria com a Prefeitura de Cubatão.

Instituto Baccarelli - É uma associação civil sem fins lucrativos, que tem por mis-são oferecer formação musi-cal e artística de excelência,

Social

MÚSiCa

Evento contará com missa, apresentação da Orquestra de Heliópolis e espetáculo de luzes na Igreja Matriz

Projeto Natal Iluminado chega a Cubatão

proporcionando desenvolvi-mento pessoal e a oportuni-dade de profissionalização, com foco em crianças e jo-vens. Localizada na comu-nidade de Heliópolis, Zona

Sul de São Paulo. Hoje são atendidas cerca de mil crian-ças e jovens, a partir de seis anos. Conta com 20 corais e quatro orquestras, send o uma delas a Sinfônica Heli-

ópolis. Jovens que iniciaram no Instituto Baccarelli, hoje estudam em Israel, Alema-nha e compõem as principais orquestras profissionais do Brasil e de outros países.

Recebendo prêmio Melhor do Ano como Profissional Liberal o

cirurgião-dentista Dr. José Gabriel Lotfi, pelos 40 anos de

renomados serviços prestados ao povo cubatense.

Entrega da outorga no setor do comércio para José

Carlos Lopes da Costa proprietário a Casa Real Calçados

David Rosalindo recebe, em nome do maestro

Marcos Sadao Shirakawa, a outorga na categoria

Cultura, pela Orquestra Sinfônica de Cubatão

Entrega Melhor do Ano no setor Prestação de Serviços para Solange Correia Moura, sócia proprietária da ABS Empreendimentos Imobilíarias LTDA.

Entrega Melhor do Ano na categoria Indústria para a Vale Fertilizantes representada pelo Diretor Industrial de Nitrogenados, Valdir José Caobianco

Esportes2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192

7

Rodrigo Fernandes/PMC

Rodrigo Fernandes

O corredor cubatense Daniel Ricardo Damasio foi o vence-dor dos 10 km Beach Running

da Mix FM, primeira corrida noturna, promovida pela Rá-dio Mix 98,1 Litoral, realizada

Integrantes da Associação Herança Cultural, com sede em Guarulhos mas com nú-cleos em algumas cidades da região entre as quais Cuba-tão, na Ilha Caraguatá, deram uma verdadeira aula do que é a capoeira na tarde da última sexta-feira, dia 25, para alu-nos da UME Mário de Oli-veira Moreira, no Vale Verde.

O evento foi aberto com uma palestra, que contou toda a história da capoeira, que nas-ceu no Brasil na época da escra-vidão. Na sequência os alunos foram divididos por faixa etária para as oficinas de capoeira lúdi-ca, para crianças de 4 a 7 anos; oficina de maculelê, de 8 anos; Samba de Roda, 9 e 10 anos; capoeira sua história e prática, para alunos de 7 anos, e confec-ção de instrumentos utilizados nas rodas de capoeira, para alu-nos do Ensino Fundamental 2, com idade entre 11 e 14 anos.

O destaque foi a oficina de confecção de instrumen-

Perto de viajar para o Japão, onde o Santos Futebol Clube disputará o título mundial in-terclubes, o volante do Peixe, Anderson Carvalho, criado em Cubatão, foi homenage-ado nesta quinta-feira, dia 1, pela prefeita Marcia Rosa, no Paço Municipal. O atleta, de 21 anos, começou no Futebol de Salão na cidade aos 5.

Caso o Santos vença o título, o jogador prometeu fazer uma camiseta com a inscrição “100% Cubatão”, nos moldes do que fez o late-ral-direito Cafu, da Seleção Brasileira, na Copa da Ásia, disputada em 2002. “É um or-gulho estar aqui em Cubatão, com a prefeita, autoridades e minha família. Meus amigos estão todos aqui e fiz ques-tão de colocar no site do time que, apesar de ter nascido em Santos, sou natural de Cuba-tão, onde fui criado. E estou muito feliz, é algo que sempre sonhei, disputar o Mundial”, disse, após ter recebido das mãos da prefeita uma bandei-ra da Cidade, uma placa de homenagem e um brinde com

"Conheça a Capoeira" movimenta UME Mario de Oliveira

CulTuRa aFRO bOlEiROS

CORRida

Evento foi aberto com palestra sobre história da capoeira

tos utilizados na arte marcial, pelo instrutor Testa. O diretor regional do grupo, Valdem-berg Bispo dos Santos, o pro-fessor Batata, destaca que a Associação Herança Cultural atua em todas as camadas da sociedade, com projetos so-

ciais e em escolas, “como está acontecendo no Vale Verde”.

O encerramento foi a demonstração de roda de capoeira, maculelê e samba de roda pelos integrantes da Associação Herança Cultural e por fim com a participação

dos alunos que se divertiram a valer, na avaliação da diretora da escola, Fabíola Teixeira. A diretora destacou que o pro-jeto pedagógico Formação do Povo Brasileiro é uma iniciati-va da escola, criado em 2008 e agora está sendo retomado.

Volante do Santos recebe homenagem em Cubatão

material do Festival Cubatão Danado de Bom.

A prefeita ressaltou que ele leva para o Japão a torcida de toda a cidade. “Vai todo mundo torcer por você. Eu, que não assisto muito jogo na televisão, agora não vou perder quando você estiver em campo”.

Jogo beneficente Anderson esteve no gabi-

nete da prefeita acompanhado por outro jogador de futebol que começou em Cubatão, Erivaldo Saraiva, o Gordo, que atualmente joga na China, no time Liao Ning, da cidade de Sheyang, e que está de férias na cidade. Gordo deu uma cami-sa de seu time à prefeita e rece-beu também um brinde com o material do festival: “Além de ganhar notoriedade, o esporte também permite que se conhe-ça costumes diferentes, outras formas de viver, é como uma pós-graduação”, completou a prefeita. Os dois amigos pro-movem um jogo beneficente no dia 24 de dezembro, Amigos do Anderson X Amigos do Gordo.

Daniel Damasio vence em Santosna noite do último sábado, 26, pelas ruas de Santos. A prova teve uma característica espe-cial devido à largada e chegada terem sido no Emissário Sub-marino e todo o trecho percor-rido pelas areias da praia. Da-másio completou a prova em 31m29s. Os demais destaques

cubatenses na prova foram: Claudionor Ribeiro, 6º lugar no geral com 33m13s; Joaldo Costa, 8º no geral, 34m6s; Ivan Celino, 10º lugar no geral, com 34m18s; Emerson Ana-nias, em 13º ,com 35m14s; e Deivid Lima das Neves, 16º colcoado, com 48m31se.

2 de dezembro de 2011 - Ano 3 - Edição 192Caderno Especial8

aPOiOCarlos Felipe

Foi inaugurado em Cuba-tão, nesta quarta-feira, 30, o primeiro Centro de Referên-cia da Baixada Santista. Com o objetivo de garantir e pro-teger os direitos da mulher, o local oferecerá atendimento social e jurídico gratuito, além de palestras e ativida-des culturais.

Também serão realiza-das capacitações profissio-nais e outras iniciativas que contribuam para a indepen-dência e autonomia femini-na, promovendo políticas de gênero e também dirigidas à mulher em situação de violência, realizando ações para reduzir a vulnerabili-dade feminina e promover a igualdade entre sexos tam-bém serão realizadas no Centro de Referência.

Localizado na Rua Sal-gado Filho, s/ nº, ao lado do Centro Social Urbano (CSU), o local possui 500m² de área construída, sete dormitórios, refeitório, sala de estar, dois consultórios, cozinha, salão multiuso, área de lazer com playground (para receber fi-lhos das usuárias), jardim e lavanderia.

Feito em parceria entre a Prefeitura de Cubatão, que cedeu a área, e a Petrobras, responsável pela elaboração do projeto (R$ 350 mil) e exe-cução da obra (R$ 1 milhão e 450 mil), o Centro será gerido em parceria entre a Adminis-tração Municipal e a ONG

Centro de Referência da MulherPrimeira Unidade da Baixada Santista é inaugurada em Cubatão

Construindo Gênero.“Estamos em uma empre-

sa dentro de Cubatão, tam-bém temos que trabalhar por Cubatão. E a Petrobras não apenas realiza projetos na cidade, como em outros municípios da região. E a construção deste Centro foi um grande trabalho, um dos melhores que já fizemos”, re-vela o diretor de Comunica-ção da RPBC, Carlos Alberto Ferreira.

Além de adiantar que em breve a empresa entregará a quadra de esportes e o campo com alambrado, localizados atrás do Centro, Carlos Al-berto diz ainda que espera que o Centro seja “um lugar mais de informações do que de atendimento”.

Para a coordenadora Municipal de Políticas para as Mulheres, Roseli Maria de Oliveira, o local é uma ponte entre as mulheres e o governo. “Está perfeito. Com esse Centro abre-se um novo ciclo, que é trabalhar efeti-vamente”, diz em relação às lutas das mulheres no muni-cípio. “É a mulher ganhando poder para enfrentar essa de-sigualdade que há entre ho-mens e mulheres. Não quere-mos a superioridade, apenas a igualdade”, completa.

Presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina, Genilde Spina lembra que ter um local onde pudesse receber abri-

go e orientações tanto social quanto jurídica foi um dos pedidos das participantes da primeira conferência so-bre os direitos da mulher de Cubatão, realizada em 2003. “Hoje é a realização de um dos pedidos, sonhos da mu-

lher cubatense. A casa é da mulher, independente de ser vítima ou não”, afirma.

“Para estarmos aqui hoje, outras mulheres abriram es-sas portas. E hoje, vocês estão abrindo as portas para ou-tras mulheres”, diz a prefeita

Marcia Rosa que, durante a cerimônia de entrega falou sobre as conquistas das mu-lheres na sociedade, onde elas aprenderam a ser fortes. “Este Centro representa o olhar fe-minino da mulher que cuida e que precisa ser cuidada. Nós

aprendemos na nossa histó-ria de vida, a sermos fortes vivendo em uma sociedade construída para os homens. E conquistamos espaços nas forças armadas e política, por exemplo, e estamos conquis-tando ainda mais”.

Para estarmos aqui hoje, outras mulheres abriram essas portas. E hoje, vocês estão abrindo as portas para outras mulheresMarcia Rosa, prefeita