Regulamentos apa

  • View
    139

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Regulamentos apa

  • 1. Associao Profissional deArquelogosRegulamentosPorto 2009

2. Regulamentos daAssociao Profissional deArquelogos ESTATUTO (aprovado em Assembleia Geral, em 7 de Fevereiro de 2004)CDIGO DEONTOLGICO(aprovado em Assembleia Geral, em 10 de Maio de 1997) REGULAMENTO DISCIPLINAR (aprovado em Assembleia Geral, em 27 de Maro de 1998)REGULAMENTO ELEITORAL (aprovado em Assembleia Geral, em 7 de Fevereiro de 2004) REGULAMENTO DE ESTGIOS(aprovado em Assembleia Geral, em 4 de Abril de 2009) Porto2009 3. FICHA TCNICA Associao Profissional de Arquelogos, 2008-2009Ttulo: Regulamentos da Associao Profissional de Arquelogos1 Edio em formato electrnico, 20082 Edio em formato electrnico, 2009Capa e composio: Paulo FlixISBN: 978-972-97706-3-0Todos os direitos desta edio reservados porASSOCIAO PROFISSIONAL DE ARQUELOGOSRua do Comrcio do Porto 36-384050-209 Porto (Portugal)E-mail: geral@aparqueologos.org | editorial@aparqueologos.orghttp://www.aparqueologos.org | http://editorial.aparqueologos.org 4. ndiceEstatuto------------------------------------------------------------------------ 3Cdigo Deontolgico---------------------------------------------------------- 17Regulamento Disciplinar- ----------------------------------------------------- 25 -Regulamento Eleitoral--------------------------------------------------------- 35Regulamento de Estgios------------------------------------------------------ 41 5. estatuto da associaoprofissional de arquelogos Aprovado em Assembleia Geral em 7 de Fevereiro de 2004 6. regulamentos da associao profissional de arquelogos5CAPTULO IDISPOSIES GERAIS Artigo 1 Denominao, natureza e sede1. A Associao Profissional de Arquelogos, doravante tambm abreviadamente designadapor APA, a associao privada representativa dos arquelogos.2. A APA tem sede na cidade do Porto, Rua do Comrcio do Porto, nmero 36/38.Artigo 2mbito1. A APA exerce as atribuies e competncias que este estatuto lhe confere no territrio daRepblica Portuguesa.2. As atribuies e competncias da APA so extensivas actividade dos arquelogos nelainscritos no exerccio da respectiva profisso fora do territrio portugus. Artigo 3AtribuiesConstituem atribuies da APA:a) Contribuir para a salvaguarda, estudo, valorizao e divulgao do patrimnio arque-olgico;b) Elaborar e aprovar os regulamentos internos de natureza associativa e profissionale pronunciar-se sobre a legislao relativa ao domnio da Arqueologia e aos actosprprios da profisso de arquelogo;c) Promover a dignidade e prestgio da profisso e da funo social do arquelogo;d) Defender os interesses, direitos e prerrogativas dos associados;e) Promover a valorizao profissional e cientfica dos seus associados;f ) Promover a defesa dos princpios deontolgicos da profisso, nomeadamente os pre- sentes no Cdigo Deontolgico da APA;g) Colaborar com instituies de ensino e outras em iniciativas que visem a formaodo arquelogo;h) Fomentar a colaborao e a solidariedade entre os arquelogos, promovendo o con-tacto e a troca de informaes, atravs de encontros, reunies e publicaes;i) Organizar e desenvolver servios teis aos seus associados; estatuto 7. 6regulamentos da associao profissional de arquelogosj) Promover e manter relaes entre arquelogos portugueses e estrangeiros e entre aAPA e as instituies equivalentes de outros pases, nomeadamente atravs da sua fi-liao em quaisquer organizaes relacionadas com a Arqueologia ou com a profissode arquelogo;k) Intervir publicamente em assuntos e acontecimentos de ordem nacional ou interna-cional que digam respeito aos arquelogos, Arqueologia e ao patrimnio arqueol-gico.CAPTULO IIASSOCIADOSArtigo 4EspciesA APA integra associados efectivos e estagirios. Artigo 5Associados efectivos1. Podem ser associados efectivos da APA, os titulares de licenciatura, ou grau acadmi-co equivalente, que confira formao especfica na rea da Arqueologia, que satisfaamigualmente uma das seguintes condies:a) Prtica profissional no mbito da Arqueologia por um perodo mnimo de dois anos,durante o qual tenham sido cumpridos pelo menos cento e oitenta dias de trabalhoefectivo;b) Formao complementar adequada;c) Concluso com aproveitamento de estgio profissionalizante reconhecido pelaAPA;d) Prestao de provas de aptido reconhecidas pela APA.2. Podem ainda ser associados efectivos, os licenciados noutras reas cientficas que possuamps-graduao, mestrado ou doutoramento em Arqueologia e satisfaam igualmente umadas condies expressas nas alneas a) c) ou d) do nmero anterior.3. Podero, ainda, ser aceites como associados da APA, os candidatos que, possuindo licen-ciatura, mestrado ou doutoramento em reas de formao no includas no nmero umdeste artigo e prtica profissional comprovada no domnio da Arqueologia com a duraomnima de trs anos, pudessem estar abrangidos pelo regime transitrio estabelecido noartigo oitavo, alnea a) do Decreto Regulamentar nmero vinte e oito/noventa e sete, devinte e um de Julho, data da vigncia deste regime. estatuto 8. regulamentos da associao profissional de arquelogos74. Para os efeitos previstos no presente estatuto, so consideradas de formao especficaas licenciaturas, mestrados ou doutoramentos em Arqueologia ou Histria com espe-cializao em Arqueologia, bem como os graus acadmicos equivalentes conferidos poruniversidades estrangeiras, de acordo com a legislao em vigor.5. Cabe Direco a verificao da observncia dos requisitos a que se referem os nmerosum, dois, trs e quatro do presente artigo. Artigo 6 Associados estagirios1. Designam-se associados estagirios, os licenciados com as habilitaes descritas no n-mero um do artigo quinto, que no satisfaam nenhuma das condies expressas nasalneas a), b), c) e d) do mesmo nmero, data da sua inscrio.2. Podem tambm ser associados estagirios, os titulares das habilitaes descritas no nme-ro dois do artigo quinto que no satisfaam nenhuma das condies expressas nas alneasa), c) ou d) do nmero um, data da sua inscrio.3. A inscrio na categoria de associado estagirio no pode prolongar-se por mais de qua-tro anos.4. Os associados estagirios que venham a obter as qualificaes necessrias inscriocomo associados efectivos devem requerer a mudana de categoria Direco, produzin-do prova dessas qualificaes. Artigo 7 Recurso1. A no aceitao de uma proposta de filiao como associado, efectivo ou estagirio, deveser comunicada ao interessado atravs de carta registada com aviso de recepo, em queseja explicitada a fundamentao da recusa.2. Cabe recurso para a Assembleia Geral das decises da Direco que recusem propostasde inscrio.3. O recurso deve ser interposto dentro do prazo de quinze dias contados a partir da data darecepo da comunicao referida no nmero um do presente artigo. Artigo 8 Direitos e deveres dos associados1. So direitos dos associados:a) Participar nas assembleias gerais; estatuto 9. 8regulamentos da associao profissional de arquelogosb) Requerer a interveno da APA na defesa dos seus direitos ou interesses legtimosem questes de natureza profissional, nos termos previstos no presente estatuto;c) Recorrer APA em questes de matria disciplinar ou infraco deontolgica;d) Usufruir dos benefcios concedidos pela APA nas suas iniciativas, bem como dosservios por ela prestados.2. So direitos exclusivos dos associados efectivos:a) Eleger e ser eleito para qualquer cargo ou funo.3. So deveres dos associados:a) Pagar atempadamente as quotizaes;b) Comparecer s reunies da Assembleia Geral e a outros actos para os quais sejamsolicitados;c) Cumprir e promover o cumprimento do Cdigo Deontolgico definido pela APA;d) Facultar toda a colaborao necessria em processos de inqurito ou aces similarespromovidos pelos rgos deontolgicos associativos.4. So deveres exclusivos dos associados efectivos:a) Aceitar os cargos para os quais tenham sido eleitos;b) Aceitar a incumbncia de actuar como instrutor de processos de natureza deonto-lgica, a menos que para tal existam impedimentos legais ou outras razes vlidasdevidamente fundamentadas.Artigo 9 Perda da qualidade de associado e suspenso temporria de inscrio1. Perde a qualidade de associado, aquele que comunicar Direco a sua inteno de sadada associao, atravs de carta registada com aviso de recepo.2 A inscrio na APA suspensa nas seguintes situaes:a) Incumprimento dos prazos de pagamento das quotizaes;b) A pedido do interessado, atravs de carta registada com aviso de recepo, dirigida Direco, em que seja explicitada a deciso de suspender a sua inscrio;c) Na sequncia de processo disciplinar que envolva a aplicao da pena de suspenso,logo que esta j no seja passvel de recurso para o rgo associativo competente;d) Sempre que expire o prazo probatrio previsto no nmero trs do artigo sexto. estatuto 10. regulamentos da associao profissional de arquelogos 9 CAPTULO IIIRGOS DA APA Seco I Disposies GeraisArtigo 10Enumerao dos rgos da APA1. A APA prossegue as atribuies que lhe so conferidas neste estatuto e na legislao emvigor atravs dos seus rgos prprios.2. So rgos da APA:a) A Assembleia Geral;b) A Direco;c) O Conselho Fiscal;d) A Comisso Disciplinar. Artigo 11Regras gerais1. Os titulares dos rgos da APA so eleitos por um perodo de trs anos, no sendo per-mitida a acumulao de cargos.2. Nos cargos da Direco no permitida a reeleio para um terceiro mandato consecuti-vo, nem nos trs anos subsequentes ao termo do segundo mandato consecutivo.3. A actividade exercida em qualquer rgo da APA graciosa. Artigo 12 Condies de elegibilidadeS podem ser eleitos para rgos da APA, os associados efectivos com inscrio em vigor esem historial de punies de carcter disciplinar mais grave que a advertncia. Artigo 13Obrigatoriedade de exerccio de funesConstitui dever do associado o exerccio de funes no rgo da APA para que tenha sidoeleito ou designado, constituindo falta disciplinar a recusa de tomada de posse, salvo no casode escusa fundamentada, aceite pela Assembleia Geral. estatuto 11. 10regulamentos da associao profissional de arquelogos Artigo 14 Renncia ao cargo e suspenso temporria do exerccio de funes1. Quando sobreven