Relacao Acoes Judiciais Maio 2012

  • View
    146

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Relacao Acoes Judiciais Maio 2012

RELAO DAS AES JUDICIAIS MAIO/2012 ATUALIZADA AT 30/05/2012PROC. N. AO 1997.34.00.027052-6 AC 1997.34.00.027052-6 (3 AO) AO 95.00.13851-4 Execuo 1998.34.00.028629-9 (2 ao) AO 1997.34.00.005631-7 AC 1998.01.00.096089-9 RE 394924/RE 573232 (3 ao) AO 1997.34.00.022863-8 (4 ao) LOCAL 16 Vara JF/DF TRF1 Turma Suplementar 6 Vara JF/DFAJUIZADO

ASSUNTO

ESTGIO ATUALO processo est no TRF 1 Regio (2 instncia) aguardando julgamento. Processo est no gabinete do juiz federal Pompeu de

26.09.97 08.05.01

PCCS

A ao objetiva restabelecer a parcela denominada PCCS, Sousa Brasil - Mutiro Judicirio em Dia. concedida pela Lei 7.686/88 e suprimida em setembro/92.

29.08.95 16.11.98

Reajuste de 28,86%

AO PAGA!* H alguns beneficirios que ainda no receberam. Todavia, com relao a estes estamos adotando as medidas cabveis a fim de que recebam o que lhes devido. Situao detalhada abaixo. Aguardando julgamento do Recurso Extraordinrio n 573232, no Supremo Tribunal Federal. Processo remetido ao gabinete do Ministro Joaquim Barbosa, em 13/06/2011. Situao detalhada abaixo. Iniciada a fase de execuo (clculos para pagamento). *Situao detalhada abaixo. Foi determinada a suspenso do processo pelo prazo de 90 dias, a contar de 12/03/2012, para apresentao dos processos de execuo. Em fase de pagamento. *Situao detalhada abaixo.

8 Vara -JF/DF TRF 2 Turma STF - Ministro Joaquim Barbosa 20 Vara -JF/DF

05.03.97 15.12.98 05.08.03 15.08.97

AO 1997.34.00.035853-5 Execuo 2006.34.00.017300-0 (5 ao) AO 1999.34.00.034076-7 (6 ao) MS 95.00.00114-4 AMS 1997.01.00.001526-8

22 Vara -JF Braslia DF

15.12.97 28.06.06 09.11.99 10.01.95 21.01.97 Excluso da gratificao natalina do abate-teto constitucional e pagamento da 2 parcela da natalina de 1994 em, no mnimo, 50% da remunerao do ms de dezembro.

20 Vara JF Braslia DF 9 Vara JF/DF TRF-1 Turma

Em fase de clculo.* Situao detalhada abaixo.

AO 95.00.13335-0 AG 96.01.17746-9 RESP 545716/DF RE 531461AO 95.00.13336-9 AC 2001.01.00.036580-5 (REsp 760958/DF) RE 544999

Ganhamos em 1 instncia, o INSS apelou. Ganhamos em 2 instncia, o INSS recorreu ao STJ. Nesse tribunal foi proferida deciso em 12/07/2007 negando seguimento ao Recurso Especial interposto pelo INSS. O processo foi devolvido vara de origem para cumprimento. 21 Vara JF Braslia DF 18.08.95 MP 831/892 Quintos Incorporados. Prolatado acrdo no STJ inadmitindo a limitao do n. de TRF2 Turma Des. Carlos 10.05.96 associados no processo, determinada pelo TRF-1 Regio, uma Fernando Mathias STJ 5 04.01.07 vez que a Anasps atua como substituta processual de todos os Turma Min. Rel. Arnaldo seu scios. Processo redistribudo 21 Vara-JF/DF, para Esteves Lima anlise do mrito. 17 Vara JF/DF 18.08.95 Manuteno do reajuste dos quintos incorporados aos Ganhamos, em parte, em 1 instncia. O processo est no STF STF Ministro Ayres Brito 04.09.01 servidores da LBA. concluso (aguardando deciso) ao relator, desde 09/02/2012. com 29.06.05 OBS: Apelamos da sentena, pleiteando a aplicao de parecer da Procuradoria Geral da Repblica pelo no 25. 04.07 juros no percentual de 1% ao ms (a sentena concedeu conhecimento do recurso e, no mrito, pelo desprovimento.

apenas 0,5%).

AO 95.00.13848-4 AC 96.01.01241-9 RE 461714

14 Vara- JF Braslia - DF TRF2 Turma STF Min. Rel. Joaquim Barbosa

29.08.95 16.01.96 04.10.05

AO 95.00.13849-2 AC 1997.01.00.030823-0 1 AO MS 95.00.14001-2 AMS 2004.01.00.055311-4

1 Vara JF/DF TRF2 Turma 13 Vara JF/DF TRF-1 Turma

29.08.95 06.08.97 01.09.95 29.11.04

A Lei 8.460/92 concedeu um reposicionamento (3 Foi determinada a devoluo do Recurso Extraordinrio n referncias) aos servidores, gerando distores, pois 461714 instncia de origem (TRF - 2 Turma), nos termos do nem todos os servidores tiveram o mesmo direito. art. 543-B do Cdigo de Processo Civil, o qual trata da repercusso geral. Deste modo, nosso processo foi devolvido instncia de origem e est sobrestado, aguardando o julgamento do mrito pelo STF, no RE/573232. Assim que a deciso for proferida, daremos ampla divulgao. ANUNIOS - 1 AO - Solicita a contagem do O processo est no TRF 1 Regio (2 instncia) aguardando tempo de servio prestado pelo servidor celetista para julgamento. fins de anunios. Ao visando reajuste uniforme dos cargos DAS, uma O processo est no TRF 1 Regio (2 instncia) aguardando vez que os mesmos tiveram aumento percentual julgamento. Processo recebido na rea de triagem - Mutiro diferente na forma da Lei 9.030/95. Os DAS-1, 2 e 3 Judicirio em Dia e distribudo ao juiz Pompeu de Sousa Brasil. tiveram aumento inferior aos 4, 5 e 6. O Ministrio da Administrao (MARE) sustou o pagamento das parcelas judiciais, alegando a necessidade de audit-las. A ANASPS acionou a Justia com a finalidade de garantir esses pagamentos. Foi proferida deciso em 2 instncia, dando provimento s apelaes do INSS e da Unio. A turma julgadora entendeu que no foi comprovada a reduo nos vencimentos/proventos/penses dos associados e/ou ilegalidade do ato. O acrdo foi publicado em 01/02/2012. Apresentamos embargos de declarao em 06/02/2012, os quais aguardam julgamento. O artigo 192, II da Lei 8.112/90 - determina a O processo est no TRF 1 Regio (2 instncia), no gabinete incorporao da diferena do padro de aposentadoria e da desembargadora ngela Maria Cato Alves, aguardando o imediatamente inferior. Esse clculo vinha sendo feito julgamento. sobre a remunerao, por determinao do MARE o clculo foi retificado para que fosse efetuado s sobre a diferena padro. Os servidores j aposentados em junho/85, alm do Ganhamos em 1 instncia. O INSS apelou. A 1 turma do reajuste de 89,2% receberam tambm uma gratificao TRF deu provimento apelao do INSS, julgando de 10,8%. A referida parcela vinha sendo calculada improcedente nosso pedido. Interpusemos Recurso sobre todas as parcelas. O MARE entende que sobre tal Extraordinrio, o qual foi admitido e aguarda julgamento. parcela s devem incidir os aumentos lineares (anuais), procedendo assim reduo (Lei 7.333). Reposio ao errio de pagamento de Gratificao de Ganhamos em 1 e 2 instncias. O INSS recorreu. O processo Zonas Locais. est no Superior Tribunal de Justia aguardando julgamento do Agravo de Instrumento n 1283689.

MS 95.00.18174-6 AMS 1997.01.00.036086-1

5 Vara -JF/DF TRF2 Turma Suplementar

17.11.95 26.08.97

AO 95.00.20623-4 AC 2006.01.00.021302-1

20 Vara JF/DF TRF1 Turma

14.12.95 25.06.06

MS 96.00.06574-8 AMS 2002.01.00.018682-1 RE 630536

16 Vara -JF/DF TRF 1 Turma STF

19.04.96 27.05.02 23.09.10

MS 1997.34.00.019644-6 AMS 1998.01.00.033662-1 AI 1283689

17 Vara -JF/DF TRF2 Turma. STJ 6 Turma

11.07.97 22.05.98 17.03.10

2

AO 1997.34.00.029153-0ApReeNec 1999.01.00.120853-6

6 Vara- JF/DF TRF-1 Turma

16.10.97 16.12.99

Vantagem do art. 184 para os servidores agregados. Foi proferido julgamento em 2 instncia, em 14/12/2011, 31/01/2007: A turma deu provimento remessa julgando improcedente o nosso pedido, nesses termos: A oficial (para extinguir o processo) e julgar vantagem do art. 184 da Lei n 1.711/52 somente devida aos prejudicada a apelao. servidores agregados que preenchiam os requisitos para aposentar at um ano aps a promulgao da Constituio de 1967, ou que, passado esse marco temporal, atendiam ao requisito do art. 102, 2, da Emenda Constituio n 1/69, cujos proventos de inatividade no passariam a ser maiores do que os vencimentos na atividade.(...) Ademais, no h direito adquirido a regime jurdico, ficando vedada apenas a reduo salarial, portanto, o legislador livre para estabelecer nova frmula de composio remuneratria, desde que mantenha o valor nominal das parcelas eventualmente suprimidas (...). De forma que a simples alegao de mudana na forma de clculo dos vencimentos/proventos no enseja o pronto surgimento do direito alegado. Apresentamos embargos de declarao em 06/02/2012. Indevida incluso das vantagens pessoais no teto de Ganhamos em 2 instncia. O INSS recorreu. O processo est remunerao. no Supremo Tribunal Federal aguardando o julgamento do Recurso Extraordinrio n 536826. O processo est no TRF 1 Regio (2 instncia), no gabinete do juiz Fausto Mendanha Gonzaga (Mutiro Judicirio em Dia), aguardando julgamento. 3,17% de reajuste salarial devidos pela Lei 8880/95 O processo est no TRF 1 Regio (2 instncia) aguardando julgamento. PROCESSO REQUISITADO DO GABINETE para os servidores do INSS. FRANCISCO DE ASSIS BETTI PARA JUNTADA DE PETICAO 3,17% de reajuste salarial devidos pela Lei 8880/95 GANHAMOS! O processo transitou em julgado e est em execuo (clculos p/ posterior pagamento). O juiz havia para os servidores do MPS. determinado Unio que esclarecesse se nos clculos apresentados haviam sido deduzidas e compensadas todas as parcelas pagas administrativamente. Em 08/09/2011, a Unio prestou os esclarecimentos solicitados, asseverando que as parcelas administrativas j foram deduzidas do montante apresentado. Portanto, aguardamos agora a homologao dos clculos pelo juiz. Assim que forem homologados, informaremos, por carta, o valor devido a cada beneficirio. Excessiva cobrana de Imposto de Renda. 3

MS 1997.34.00.035581-2 AMS 1999.01.00.108833-0 RE 536826 AO 1998.34.00.009747-0 Apelao 1998.34.00.009747-0 AO 1998.34.00.020674-4 AC 2000.01.00.038186-8

3 Vara- JF Braslia DF TRF 2 Turma Des. Jirair Aram Meguerian STF Ministro Cezar Peluso 1 Vara- JF Braslia DF 6 Turma Suplementar 2 Vara - JF/DF TRF2 Turma

11.12.97 17.11.99 08.02.07 15.04.98 31.01.06 20.08.98 13.04.00

AO 1998.34.00.024345-9 AC 1999.01.00.113177-7 Execuo 2003.34.00.035360-2 Embargos Execuo 2005.34.000141210

4 Vara JF/DF 2 Turma

24.09.98 25.11.99 17.05.05 19.12.08

AO 1998.34.00.024023-7 AC 2000.01.00.047836-5 AO 1998.34.00.024022-4 ApReeNec 1998.34.00.024