RELAT“RIO E CONTAS 2012 - .4 -RELAT“RIO E CONTAS â€12 CORTICEIRA AMORIM, S.G.P.S., S.A. A actividade

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of RELAT“RIO E CONTAS 2012 - .4 -RELAT“RIO E CONTAS â€12 CORTICEIRA AMORIM,...

  • RELATRIOE CONTAS 2012

  • N D I C E 3

    M E N S AG E M D O P R E S I D E N T E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4

    R G O S S O C I A I S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7

    O R G A N I G R A M A . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

    P R E S E N A N O M U N D O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10

    P R I N C I PA I S E V E N TO S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12

    R E L AT R I O CO N S O L I DA D O D E G E S TO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18

    R E L AT R I O D O G OV E R N O S O C I E T R I O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50

    D E M O N S T R A E S F I N A N C E I R A S CO N S O L I DA DA S . . . . . . . . . . . . . . 90

    N OTA S S CO N TA S CO N S O L I DA DA S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96

    C E RT I F I C A O L E G A L D E CO N TA S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130

    01

    02

    03

    04

    05

    06

  • 4 - R E L AT R I O E CO N TA S 12 CO RT I C E I R A A M O R I M , S .G.P.S. , S . A .

    A actividade econmica mundial desenvolveu-se num enquadramento de grande incerteza e instabilidade. Se a economia norte americana cresceu em torno dos 2,3% e at registou progressos assinalveis em reas-chave como o investimento, a criao de emprego e o imobilirio, na Zona Euro a crise da dvida soberana agravou-se e provocou uma contraco do Produto Interno Bruto estimada de 0,5%. Com efeito, polticas fiscais restritivas, o aumento do desemprego, as restries na concesso de crdito e as sadas de capital para os pases com menor risco contriburam para o aprofundar da recesso nos pases do Sul, ao mesmo tempo que dificultaram, pela instabilidade e pela degradao dos indicadores de confiana, o crescimento nas economias do Norte.

    Sabendo-se que o espao econmico europeu ainda representa cerca de 60% das vendas da Corticeira Amorim, a recesso registada durante o segundo semestre do ano no poderia deixar de afectar o seu desempenho. E esse impacto s no teve consequncias graves para a Corticeira Amorim porque esta tem mantido o ritmo de ganhos de quota nos mercados europeus e, ao mesmo tempo, expandido o seu negcio para geografias no afectadas pelo vrus europeu.

    Com efeito, o crescimento do consumo de vinho nestes novos mercados tem sido uma constante ao longo dos ltimos anos, o que tem mais que compensado a quebra de consumo europeu. De realar a importncia crescente do mercado dos EUA. Uma verdadeira revoluo nos hbitos de consumo aconteceu nos ltimos anos, transformando-o no maior mercado mundial de vinho. E, para a Corticeira Amorim, este tambm o maior mercado pas para o conjunto dos seus produtos. Com efeito, das Rolhas e Revestimentos, aos Aglomerados Compsitos, os EUA passaram a estar nos primeiros lugares de destino das suas vendas.

    Mas o crescimento das vendas da Corticeira Amorim h doze trimestres consecutivos no se tem verificado somente pelos ganhos de quota nas rolhas, em especial devido continuada quebra de vendas de vedantes plsticos. Novas aplicaes de cortia surgem todos os anos. A j vasta rede de sales companies e de agentes conquista e fideliza mercados mais diversificados. Da construo ao imobilirio, dos transportes aeronutica, as inquestionveis mais-valias das solues de cortia Amorim so amplamente reconhecidas.

    MENSAGEM DO PRESIDENTE

  • M E N S AG E M D O P R E S I D E N T E 5

    Cordiais cumprimentos,

    Antnio Rios de Amorim

    Assim, feito assinalvel mas no inesperado, neste exerccio as vendas consolidadas da Corticeira Amorim ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 500 milhes de euros, mais significativo ainda porque acompanhado de aumento da eficincia operacional.

    Do ano, destacam-se ainda dois factos relevantes:

    a maior aquisio de sempre: 90,91% da Trefinos, S.L., sociedade que domina um grupo de seis empresas em Espanha, Frana e Itlia, que se dedicam produo e comercializao de rolhas de champanhe e espumante;

    a seleco da cortia Amorim como o elemento distintivo do Pavilho da Serpentine Gallery em Londres, o mais ambicioso programa mundial de arquitectura do gnero, liderado na sua 12. edio pelo consagrado gabinete de arquitectura Herzog & de Meuron e o artista plstico Ai Weiwei. Palco de incontveis iniciativas culturais e sociais ao longo do Vero de 2012, o Pavilion transformou-se numa incrvel montra que evidenciou a cortia enquanto material natural, verstil, sofisticado e de aplicaes infindveis. O impacto positivo deste projecto, de repercusso meditica extraordinria, reflecte-se quer na notoriedade e na percepo da cortia e da Corticeira Amorim quer na procura efectiva dos seus produtos.

    O exerccio de 2013 apresenta-se cheio de incertezas, mas tambm pleno de esperana. O esforo contnuo pela melhoria de actividade, de servio e de resultados continuar a ser uma constante na aco de todos os que representam a Corticeira Amorim.

    Em nome de todo o Conselho de Administrao, manifesto tambm o apreo e gratido aos Clientes e Accionistas, pela confiana que em ns depositam; ao vasto conjunto de Entidades com quem nos relacionamos, pelo seu apoio; e aos nossos Colaboradores, pelo seu profissionalismo e dedicao.

    Por fim, uma palavra de afectuoso reconhecimento ao Sr. Amrico Ferreira de Amorim que, neste ano, celebrou 60 anos de actividade. Uma vida dedicada promoo da fileira da cortia e ao desenvolvimento da Corticeira Amorim. O seu exemplo continua a inspirar-nos!

  • 6 - R E L AT R I O E CO N TA S 12 CO RT I C E I R A A M O R I M , S .G.P.S. , S . A .

  • R G O S S O C I A I S 7

    C O N S E L H O D E A D M I N I S T RA OAntnio Rios Amorim Presidente

    Nuno Filipe Vilela Barroca de Oliveira Vice-Presidente

    Fernando Jos de Arajo dos Santos Almeida Vogal

    Cristina Rios de Amorim Baptista Vogal

    Juan Ginesta Vias Vogal

    Jorge Manuel Seabra de Freitas Vogal

    M E SA DA A S S E M B L E I A G E RA LJoaquim Taveira da Fonseca Presidente

    Tiago Borges Pinho Secretrio

    C O N S E L H O F I S C A LDurval Ferreira Marques Presidente

    Joaquim Alberto Hierro Lopes Vogal

    Gustavo Jos de Noronha da Costa Fernandes Vogal

    Alberto Manuel Duarte de Oliveira Pinto Suplente

    R E V I S O R O F I C I A L D E C O N TA SPricewaterhousecoopers & Associados Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Lda, representada por Jos Pereira Alves (ROC) ou por Antnio Joaquim Brochado Correia (ROC) Efetivo

    Hermnio Antnio Paulos Afonso (ROC) Suplente

    RGOS SOCIAIS

    Em execcio a 31 de dezembro de 2012

  • 8 - R E L AT R I O E CO N TA S 12 CO RT I C E I R A A M O R I M , S .G.P.S. , S . A .

    ORGANIGRAMA

    AMORIM NATURAL CORK AMORIM CORK RESEARCH

    MATRIAS-PRIMAS ROLHAS I&D, INOVAO

    Amorim Florestal, S.A. Amorim & Irmos, S.G.P.S., S.A.

    Aprovisionamento Produo Distribuio

    Amorim Florestal, S.A.Ponte de Sr Portugal

    Amorim & Irmos, S.A.Santa Maria de Lamas Portugal

    Amorim & Irmos, S.A. Unid. Ind. Distribuio Santa Maria de Lamas Portugal

    Amorim Cork Research & Services, Lda. Mozelos Portugal

    Amorim Florestal, S.A.Coruche Portugal

    Amorim & Irmos, S.A Unid. Ind. Raro Vergada Portugal

    Amorim AustralasiaAdelaide Austrlia

    Amorim Florestal, S.A.Abrantes Portugal

    Amorim & Irmos, S.A Unid. Ind. Valada Valada Portugal

    Amorim Cork Italia, S.p.A.Conegliano Itlia

    Amorim Florestal, S.A. Unid.Ind. Salteiros Ponte de Sr Portugal

    Amorim & Irmos, S.A Unid. Ind. Coruche Coruche Portugal

    Amorim Cork Deutschland, GmbHBingen am Rhein Alemanha

    Amorim Florestal Espaa, S.LAlgeciras Espanha

    Amorim & Irmos, S.A. Unid. Ind. Champanhe Santa Maria de Lamas Portugal

    Amorim Cork Bulgaria, EOODSofia Bulgria

    Amorim Florestal Espaa, S.L .San Vicente de Alcntara Espanha

    Amorim & Irmos, S.A. Unid. Ind. Portocork Santa Maria de Lamas Portugal

    Amorim Cork America, Inc.Napa Valley, CA EUA

    Amorim Florestal Mediterrneo, S.L . San Vicente de Alcntara - Espanha

    Amorim & Irmos, S.A. Unid. Ind. Salteiros Ponte de Sr Portugal

    Amorim France, S.A.S.Eysines, Bordus Frana

    Comatral Compagnie Marocaine de Transformation du Lige, S.A. Skhirat Marrocos

    Francisco Oller, S.A.Girona Espanha

    Amorim France S.A.S. Unid. Ind. Sobefi Cognac Frana

    S.N.L. Societ Nouvelle du Lige, S.A.Tabarka Tunsia

    Trefinos, S.L .Girona - Espanha

    Amorim France S.A.S. Unid. Ind. Champfleury Champfleury Frana

    S.I.B.L . S.A.R.L .Jijel Arglia

    Agglotap S.A.Girona - Espanha

    Victor y Amorim, S.L .Navarrete (La Rioja) Espanha

    Augusta Cork, S.L .San Vicente de Alcntara Espanha

    Hungarokork Amorim, Rt.Veresegyhz Hungria

    Korken Schiesser, GmbHViena ustria

    Amorim Argentina, S.A.Buenos Aires Argentina

    Portocork America, Inc.Napa Valley, CA EUA

    Amorim Cork South Africa (PTY) Ltd.Cidade do Cabo frica do Sul

    Industria Corchera, S.A.Santiago Chile

    Socit Nouvelle des Bouchons Trescases, S.A. Le Boulou Frana

    I.M. Moldamorim, S.A.Chisinau Moldvia

    Amorim Cork Beijing, Ltd.Pequim China

    S.A. Oller et CieReims Frana

    Corchos de Argentina, S.A.Mendoza - Argentina

    Sagrera et CieReims - Frana

    Trefinos Italia SRLTreviso Itlia