Relatório Final de Estágio Mestrado Integrado em Medicina ... ?· Assim sendo, este relatório tem…

Embed Size (px)

Text of Relatório Final de Estágio Mestrado Integrado em Medicina ... ?· Assim sendo, este relatório...

Relatrio Final de Estgio

Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

LACTATO: UM MTODO DE PROGNSTICO PROMISSOR EM EMERGNCIAS EQUINAS

Ana Sofia Dias Moreira

Orientador: Dr. Tiago de Melo Silva Ramos Pereira

Co-Orientadores: Dr. Louise Southwood Dr. Raymond Sweeney Dr. Bruno Jos Carvalho Miranda

Porto 2011

Relatrio Final de Estgio

Mestrado Integrado em Medicina Veterinria

LACTATO: UM MTODO DE PROGNSTICO PROMISSOR EM EMERGNCIAS EQUINAS

Ana Sofia Dias Moreira

Orientador: Dr. Tiago de Melo Silva Ramos Pereira

Co-Orientadores: Dr. Louise Southwood Dr. Raymond Sweeney Dr. Bruno Jos Carvalho Miranda

Porto 2011II

Resumo

O estgio curricular decorreu no mbito da clnica de equinos, incidindo sobre trs reas distintas nomeadamente, Emergncia e Cuidados Intensivos e Medicina Interna, ambos no George D. Widener Hospital for Large Animals - New Bolton Center Campus - University of Pennsylvania (Estados Unidos da Amrica) durante quatro semanas e por fim Clnica Ambulatria com o Dr. Bruno Miranda na regio centro e sul de Portugal durante doze semanas. A estadia em New Bolton Center permitiu-me contactar com uma realidade bastante distinta da existente em Portugal, no s no que diz respeito prtica da medicina veterinria em equinos, mas tambm relativamente s condies fsicas, tecnologia de ponta e patologias caractersticas daquela regio. O servio de Emergncia e Cuidados Intensivos foi o que mais apreciei mas tambm o mais exigente. Acompanhei vrios casos de clicas graves que me possibilitaram a prtica de diversas tcnicas como sejam a entubao nasogstrica, a abdominocentese, a medio da presso venosa central, a colocao de catteres e a administrao de frmacos. Apesar de por vezes serem mais de doze horas de trabalho dirias, a componente educativa foi de tal maneira rica e importante que o cansao era secundrio. No servio de Medicina Interna contactei com casos de baixo risco mas ainda assim bastante interessantes e invulgares, especialmente nas reas de oftalmologia e neurologia e patologias do foro respiratrio. Da mesma forma, foi-me permitida a realizao das mais variadas tcnicas, entre as quais uma lavagem broncoalveolar, bloqueios nervosos e participao em cirurgias a laser para o tratamento de patologias oftalmolgicas. Alm de tudo isto, quando me encontrava de chamada, tive a oportunidade de intervir na primeira abordagem a casos de urgncia juntamente com um residente e vrios enfermeiros. Uma vez que a grande maioria eram clicas, adquiri prtica no trabalho de acompanhamento destas situaes, definido pelos clnicos do hospital e escrupulosamente realizado aquando da chegada do animal. Durante estas semanas participei diariamente em rondas inerentes a cada servio, apresentava o caso da minha responsabilidade e discutia-o com os clnicos, residentes e internos desse mesmo servio. Complementarmente, assisti a rondas temticas nas quais se discutiam os mais variados assuntos, tais como, radiologia, claudicaes, clicas, emergncias reprodutivas, antibioterapia, laceraes, oftalmologia, neurologia, patologia e ainda a rondas gerais em que alunos e residentes apresentavam os casos clnicos mais relevantes da semana. Nesta marcante experincia importa realar a componente educacional, em que os alunos so responsveis por realizar diariamente o exame de estado geral do paciente atribudo, elaborar uma lista de problemas, diagnsticos diferenciais para cada problema identificado e decidir autonomamente um plano de diagnstico e de tratamento para o animal. Este depois discutido durante as rondas do servio em questo, tal como j referido. Finalmente, tambm importante valorizar o empenho e sobretudo a coeso e comunicao existentes entre todos os intervenientes do hospital, desde os tcnicos auxiliares at aos

III

clnicos seniores, passando pelos residentes, internos, enfermeiros e alunos. Esta articulao, aliada a um conjunto de veterinrios especializados, fazem de New Bolton Center um hospital veterinrio de referncia a nvel mundial. Por sua vez, as doze semanas de Clnica Ambulatria em Portugal consistiram principalmente em exames em acto de compra e exames de diagnstico de claudicao e subsequente tratamento. Executei prticas mais rotineiras, mas no menos importantes, tais como vacinao, desparasitao, colocao de microchip, dentisteria e preenchimento de resenhos. Deparei-me tambm com uma componente cirrgica, designadamente, castraes e artroscopias. Assim sendo, este relatrio tem como finalidade englobar dois aspectos distintos. Descrever brevemente as actividades desenvolvidas ao longo das dezasseis semanas de estgio, atravs da exposio da casustica encontrada. De seguida, o objectivo de maior relevncia a elaborao de uma reviso bibliogrfica, tendo como tema a utilizao da medio do lactato como mtodo de prognstico em emergncias equinas. O primeiro contacto com a medio do lactato surgiu no seguimento do primeiro caso clnico, pelo qual fui responsvel em New Bolton Center. O acompanhamento dirio da evoluo do Cappuccino - um equino com uma histria de clicas recorrentes - serviu como primeira inspirao. Decidi ento, desenvolver este tema de modo a demonstrar a importncia e validade deste mtodo de prognstico promissor.

IV

Casustica

As seguintes tabelas listam todas as patologias com as quais me deparei durante o perodo de estgio, distribudas pelos vrios sistemas do organismo, e ainda a abordagem mdica e/ou cirrgica empreendida.

Patologias observadas NmeroSistema Msculo-esquelticoSistema Msculo-esqueltico

Inflamao do casco 6Infeco das ranilhas 2Doena da linha branca (Formigueiro) 1Abcesso solar 5Doena do navicular 2Laminite 2Deformidade flexora congnita 1Osteocondrose/ Osteocondrite dissecante 5Fractura sesamide 1Fractura - avulso da tuberosidade cranial da tbia 1Tenossinovite do tendo extensor digital comum 1Esparvo seco 1Desmite do ligamento suspensor do boleto 2Sobrecana 4Osteoartrose 7Esparvo sseo 5Lacerao do membro 1Deficincia em Vitamina E e Selnio 1

Sistema DigestivoSistema DigestivoClica cirrgica - Lipoma estrangulante 1Clica cirrgica - Impactao alimentar clon dorsal direito e clon transverso 1Clica mdica 4Enterocolite por Salmonella spp. 1Abcesso da raiz do PM3 1

Sistema RespiratrioSistema RespiratrioPneumotrax e Pneumomediastino 1Doena Pulmonar Obstrutiva Crnica 4

Sistema CardiovascularSistema CardiovascularTetralogia de Fallot 1

Sistema NervosoSistema NervosoMieloencefalite protozoria equina (Sarcocystis neurona) 1

Sistema ReprodutorSistema ReprodutorOrquite 1

DermatologiaDermatologiaVitiligo 1Sarcide 1Dermatofilose (Dermatophilus congolensis) 6Linfangite 2

V

Patologias observadas NmeroFstula da orelha 2Abcesso 1

OftalmologiaOftalmologiaQuistos uveais (corpora nigra) 1

Tabela 1: Casustica das patologias encontradas durante o perodo de estgio.

Procedimentos NmeroDiagnsticosDiagnsticos

Exame de claudicao 34 Bloqueios nervosos troncolares Bloqueios nervosos troncolares Nervo auriculopalpebral 3 Bloqueio palmar baixo (nervo digital palmar) 14 Bloqueio abaxial (nervo digital palmar e ramos dorsais) 2 Bloqueio quatro pontos baixa (nervo palmar e nervo metacarpiano palmar) 2 Bloqueio quatro pontos alta (nervo palmar e nervo metacarpiano palmar) 2 Anestesia da origem do ligamento suspensor (nervo palmar lateral) 1Exame em acto de compra 16Abdominocentese 2Medio da presso venosa central 1Lavagem broncoalveolar 1Diagnstico de gestao por palpao rectal 2

ProfilticosProfilticosVacinao 13Desparasitao 1Dentisteria 6

TeraputicosTeraputicosCirrgicosCirrgicos Jejunojejunostomia 1 Correco a laser - Quistos uveais (corpora nigra) 1 Artroscopia 2 Castrao 8 Maneio cirrgico de lacerao 1 Remoo sarcide 1Infiltrao intra-articularInfiltrao intra-articular Articulao interfalngica distal 3 Articulao metacarpofalngica 3 Articulao intertrsica distal 9 Articulao tarsocrural 2 Articulao femurorotuliana 2Infiltrao no ligamento sacroilaco 2Infiltrao nos msculos lombares 1Infiltrao de uma sobrecana 1Entubao nasogstrica 4Colocao de catter 3

OutrosOutrosColocao de microchip 7Resenho 15Inspeco Veterinria (Concurso de Dressage Internacional) 1

Tabela 2: Procedimentos executados durante o perodo de estgio.

VI

! ! ! Grfico 1: Distribuio da casustica por sistema do organismo.

Grfico 2: Procedimentos executados durante o perodo de estgio.

20%

14%

10%4%

12% 8%11%

7%

14%

Exame de claudicao Bloqueios nervosos troncolaresExame em acto de compra Outros procedimentos diagnsticosProcedimentos profilticos CirurgiasInfiltraes intra-articulares Outros procedimentos teraputicosOutros

VII

62%

10%

6%

1%1%1%

17%

1%

Sistema Msculo-esqueltico Sistema Digestivo Sistema RespiratrioSistema Cardiovascular Sistema Nervoso Sistema ReprodutorDermatologia Oftalmologia

Agradecimentos

A elaborao deste relatrio e todo o meu percurso acadmico tiveram como parte integrante um conjunto muito especial de indivduos, os quais merecem o meu mais sincero agradecimento: Ao meu orientador de estgio, Dr. Tiago Pereira, por todo o auxlio, bons conselhos, disponibilidade, pacincia e empenho demonstrados durante estes meses de estgio. Ao Prof. Vtor Costa pela reviso da componente bioqumica deste relatrio. A toda a equipa de New Bolton por me terem recebido to bem, s minhas colegas Amy, Lauren, Chaney, Jessica por todo o auxlio e principalmente Christine, a minha roomate que agora tambm minha amiga. Dr. Nohlen-Walsten por confiar nas minhas capacidades, pelas palavras de encorajamento e porque foi uma i