Click here to load reader

relatorio np

  • View
    230

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

relatorio nova palma

Text of relatorio np

  • Relatrio de Responsabilidade Socioambiental 2011

  • 4Relatrio de Responsabilidade Socioambiental

    O incio de tudo aconteceu na dcada de 30 com a construo de um aproveitamento hidrulico para gerao de energia eltrica junto ao Rio Soturno. Imigrantes italianos da Quarta Colnia, mo-tivados pelo conhecimento trazi-do da Europa, onde as cidades j eram iluminadas pelas peque-nas centrais eltricas que tam-bm forneciam energia eltrica para a industrializao, firmaram uma sociedade e no ano de 1932 surgiu a USINA HIDROELTRICA NOVA PALMA LTDA.As vilas de Nova Palma e Faxinal do Soturno passaram a receber iluminao para as casas e inds-trias: moinhos colnias e serrari-as. A usina gerava energia com potncia de 160 KVA. Na dca-da de 40 e 50, iniciou-se a con-struo da nova Usina Cafund, pois os excedentes da produo agrcola e as necessidades das indstrias, entre elas, da Inds-tria de Mquinas Agrcolas Tigre, exigiram mais energia para at-ender ao crescimento da regio. A Usina Cafund passou a gerar aproximadamente 1000 KVA. Em 1952 a Usina Hidroeltrica Nova Palma Ltda. conquistou a con-cesso para o servio pblico de distribuio de energia eltrica.Com as emancipaes polticas ocorridas na dcada de 60 acen-tuou-se o crescimento urbano e surgiram prdios pblicos, esco-las e hospitais. A crescente de-manda de energia resultou na ne-cessidade de mais investimentos e a Usina Nova Palma, mediante acordo com a CEEE, realizou a

    construo da Subestao 69 KV/CEEE em Faxinal do Soturno. A partir desse momento, a energia gerada pelas usinas passou a op-erar em paralelo a energia trazida do Sistema Interligado Brasileiro (Usina Itaipu). O novo suprimento continuou atendendo as redes de distribuio j existentes e am-pliou o fornecimento para Silveira Martins, Ivor e os distritos de Ar-roio do S em Santa Maria e So Joo dos Mellos em Jlio de Cas-tilhos. Na dcada de 90 o incremento industrial de Restinga Seca traz novos desafios e Nova Palma in-veste na construo de novo Ra-mal de Alimentao de Energia Eltrica - Rede AT em 22KV, que partiu de Faxinal do Soturno numa distancia de 30 Km com transfor-mador rebaixador de 5000 KVA na cidade de Restinga Seca.A Nova Palma Energia acompan-hou a evoluo do Setor Eltrico Brasileiro que sofreu completa re-formulao. O primeiro processo de reviso tarifria da Nova Palma Energia ocorreu em dezembro de 2005. Hoje a empresa investe constante-mente na melhoria e ampliao das redes de distribuio e pos-sui rea de concesso situada na Regio Central do RS, atendendo aos municpios de Dona Fran-cisca, Faxinal do Soturno, Ivor, Nova Palma, Restinga Seca, So Joo do Polsine, Silveira Martins e os distritos de Arroio do S em Santa Maria e Santo Anto em Ju-lio de Castilhos.

    Nossa Histria

  • 8Relatrio de Responsabilidade Socioambiental

    Apresentamos o relatrio das principais atividades do exerccio 2011, onde reafirmamos o nos-so compromisso com a Respon-sabilidade Social Empresarial, buscando aliar o crescimento da Nova Palma Energia ao desen-volvimento sustentvel da Quarta Colnia e regio. Registramos ndices ascendentes no setor el-trico no ano de 2011, construdos com prticas que integram o in-vestimento social, feito atravs da Fundao ngelo Bozzetto, a uma gesto moderna, que aposta em novas tecnologias, na otimi-zao da estrutura organizacional e no bem-estar e qualificao do corpo funcional. A comercializao de energia em 2011 foi de 63,58 GWh, regis-trando um acrscimo de 9,9% nas vendas, ficando acima da Mdia Brasil (3,6%) superando os prprios ndices registrados em anos anteriores. As classes: Industrial e Comercial se desta-caram crescendo respectivamente 14,2% e 12,9%, demonstrando o aquecimento do mercado local e o desenvolvimento da regio. O acrscimo de clientes a rede de distribuio ficou abaixo de 1% totalizando 14.438 unidades consumidoras. Um dos fatores que inibe a entrada de novos cli-entes que a rea de concesso da Nova Palma Energia est 100% universalizada, desde 2010.Para alcanar este marco, a em-presa ampliou e melhorou redes de distribuio de energia e for-taleceu suas diretrizes sociais, fo-mentando o desenvolvimento da

    regio, atravs de projetos volta-dos a reduo das desigualdades sociais e a melhoria da qualidade de vida da populao. A Nova Palma Energia tambm superou as metas de qualidade e continui-dade estabelecidas pela Agen-cia Nacional de Energia Eltrica (ANEEL). A meta do DEC (tempo mdio que cada consumidor pode ficar sem energia durante o ano) era de 19 e a empresa ficou abaixo desse ndice, realizando a marca de 12.3. O FEC (nmero de vezes que cada consumidor pode ficar sem energia durante o ano) era de 19 e a Nova Palma Energia realizou apenas 7.74.Esse avano de qualidade no for-necimento de energia eltrica resultado de investimentos na remodelao e melhoria do sis-tema eltrico que trazem gan-hos na qualidade, produtividade e nos custos de manuteno. O principal foco foi substitu-io de postes de madeira por concreto, gerando mais confia-bilidade e segurana no sistema de distribuio. Outra ao foi ampliao e repotenciao de ca-pacidade das redes que permite o crescimento do sistema e mais qualidade na entrega da energia eltrica ao consumidor. Em 2011 os investimentos da Nova Palma ficaram acima de R$ 1 milho.Estamos investindo na reestrutur-ao administrativa, melhoria da estrutura fsica da empresa, otimi-zando o tempo e, paralelamente, investindo no treinamento dos colaboradores para formar uma equipe multifuncional e garantir

    Mensagem da direo

  • 9dade na prestao do servio de distribuio de energia eltrica.O principal investimento para o ano de 2012 ser a troca de ten-so de operao da Linha Faxi-nal do Soturno a Restinga Seca de 23.1 para 34.5kV. Essa obra vai gerar ainda mais qualidade e maior quantidade de energia a ser disponibilizada aos consumidores do municpio de Restinga Seca. O investimento previsto para essa ao de R$ 730 mil.Outra certeza a incorporao de prticas socialmente responsveis misso da empresa. A Nova Pal-ma Energia, instituidora e man-tenedora principal da Fundao ngelo Bozzetto, apoia a re-alizao de projetos sociais, cul-turais, de estmulo a cidadania e qualidade de vida atravs de uma doao mensal, aprovada em As-sembleia pelos scios. A empresa parceira de entidades sem fins lucrativos, associaes, institu-ies de ensino e ainda configura-se como patrocinador de projetos culturais para regio atravs das Leis de Incentivo a Cultura e ao Esporte.

    A Direo.

    maior flexibilidade e agilidade aos processos. O que oferece su-porte a esse processo prtica da gesto com qualidade. Em 2011 a Nova Palma Energia foi recerti-ficada pela Norma ISO 9001:2008 - Qualidade Total e ampliou o escopo que passou a incluir o Tratamento de Reclamaes de Consumidores. Esse foi um im-portante avano no relaciona-mento com os consumidores que demonstra o compromisso da gesto com a qualidade em todos os processos da empresa. Disponibilizamos canais de co-municao acessveis e transpar-entes para com o pblico interno e externo. Alm do atendimento presencial oferecemos a nossos clientes as Centrais de Relaciona-mento Gratuitas, pelo CallCenter: 0800 6463 800 em horrio com-ercial e no Atendimento Emer-gencial: 0800 51 77 61 24 horas, alm do site www.novapalmaen-ergia.com.br Em 2011 ampliamos os canais de comunicao atravs dos Pos-tos de Atendimento que propor-cionam aos consumidores de todos os municpios da rea de concesso com menos de 2 mil unidades consumidoras o atendi-mento presencial de pelo menos 08h semanais. Apesar das preocu-paes com a vulnerabilidade do mercado externo, que gera reflex-os no mercado interno, estamos otimistas em relao ao ano de 2012 e acreditamos que a Nova Palma Energia projeta cresci-mento e melhoria continua nos ndices de qualidade e continui-

  • 10

    Relatrio de Responsabilidade Socioambiental

    A Nova Palma Energia uma companhia de capital com quotas limitadas, de-tentora do Contrato de Concesso n 107/2001, responsvel pelo fornecimento de energia eltrica a nove municpios da regio Central do Estado do Rio Grande do Sul, um dos principais beros da colonizao europeia do pas. Integrante de um universo de 64 distribuidoras que atendem a demanda energtica brasileira detentora de uma rea de concesso de 1,9 mil km, predominantemente rural com forte nfase na agricultura familiar, principal fonte das demandas internas do pas.

    Para distribuir energia eltrica com qualidade e continuidade, dentro dos pa-dres regulatrios as mais de 14 mil unidades consumidoras que totalizam uma populao em torno de 50 mil habitantes, a Nova Palma Energia conta com apoio de 62 colaboradores prprios, dispondo de 02 escritrios com atendi-mento presencial dirio e 05 com atendimento de 8 horas semanais, 04 equi-pes de atendimento emergencial e 02 de manuteno e obras. O sistema de distribuio composto de 23.142 estruturas, 1.760 transformadores de dis-tribuio, uma subestao e 1.688 quilmetros de cabos subdivididos em redes de distribuio primaria e secundria.

    A Empresa

    rea de concesso da Nova Palma Energia

    Restinga Seca 961,79 15.834 3.971 2.139 6.110Faxinal do Soturno 169,95 6.668 1.925 766 2.691Nova Palma 313,51 6.340 1.142 681 1.823So Joo do Polsine 85,63 2.633 693 490 1.183Silveira Martins 118,31 2.452 491 375 866Dona Francisca 114,34 3.396 533 246 779Ivor 122,88 2.139 343 263 606Santa Maria (Dist. de Arroio do S) 1.779,56 259.004 112 86 198Julio de Castilhos (3 Dist. De So J. dos Mellos) 1.929,38 19.570 0 182 182Total 5.595,34 318.036 8.957 5.141 14.098

    Municpio Extenso

    Territorial (Km)Populao

    (IBGE) Unidades Consumidoras

  • 11

    Atuar no mercado de distribuio de energia eltrica, contribuindo para o de-senvolvimento da regio da rea de concesso, satisfazendo as necessidades dos consumidores de forma eficiente e eficaz, garantindo qualidade e respon-sabilidade social e ambiental.

    Ser referncia nacional na distribuio de energia eltrica, tornando-se auto-su

Search related