Relatório sobre a moda no século xx com

  • View
    304

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Relatório sobre a moda no século xx com

Relatrio sobre a moda no sculo XX com foco na dcada de 40

Estudo dos anos 401A Segunda Guerra Mundial comeou na Europa em 1939. Apesar das regras de racionamento impostas pelo governo, que limitavam a quantidade de tecidos que se podia comprar e utilizar na fabricao das roupas, a moda sobreviveu guerra.

A silhueta do final dos anos 30, em estilo militar (ombros quadrados, peas retas como saia lpis), perdurou at o final dos conflitos em 1945. A mulher da poca era magra e as suas roupas e sapatos ficaram mais pesados e srios .

A escassez de tecidos fez com que as mulheres tivessem de reformar suas roupas e utilizar materiais alternativos e fibras sintticas. Mesmo depois da guerra, essas habilidades continuaram sendo muito importantes para a consumidora de classe mdia que queria estar na moda, mas no tinha recursos para isso.Na Gr-Bretanha, o corte tambm era reto e masculino. As jaquetas e abrigos tinham ombros acolchoadosangulosos. Os tecidos eram pesados e resistentes, como o tweed. As saias eram mais curtas, com pregas finas oufranzidas. As calas compridas se tornaram prticas e os vestidos, que imitavam uma saia com casaco, erampopulares.

O livro Fashion by Decade: The 1940s cita que por volta de 1941, A cala j havia-se tornado uma pea aceitvel para a mulher. Era aceitvel do ponto de vista da sociedade em geral, o que no significava que no houve crticas e resistncia. Muitas mulheres se recusaram a usar calas compridas, mas em geral as que aderiram a cala usavam-a para facilitar nas atividades dirias nas fbricas, campo, funes que antes eram atuadas pelos homens.

Smbolo feminista, reproduzido at hoje por movimentos do gnero, mas na verdade, ele foi um pster de propaganda do governo americano na II Guerra Mundial (que, por sua vez, era uma cpia de um pster semelhante da Unio Sovitica). Conhecido como Rosie The Riveter (algo como Rosie, a rebitadeira), ele encorajava as mulheres irem para as fbricas, tomar o lugar dos homens.O nilon e a seda estavam em falta, fazendo com que as meias calas desaparecessem do mercado. Elas foramtrocadas pelas meias soquetes ou pelas pernas nuas ou artificialmente bronzeadas com uma pintura falsa na partede trs, imitando as costuras.

Os cabelos das mulheres estavam mais longos que os dos anos 30.Com a dificuldade em encontrar cabeleireiros,os grampos eram usados para prend-los e formar cachos. Os lenos tambm foram muitos usados nessa poca.

A simplicidade dos cabelos despertou interesse pelos chapus,que eram muito criativos com muitos modelos eadornos. Alguns eram grandes, com flores e vus e outros, menores, de feltro, em estilo militar.

A maquiagem era improvisada com elementos caseiros. Alguns fabricantes apenas recarregavam as embalagens debatom, j que o metal estava sendo utilizado na indstria blica.

Ele foi inventado pelo estilista francs Louis Rard ,em 1946, que o batizou com o nome do pequeno Atol de Bikini, no Pacfico onde os americanos haviam realizado uma srie de testes atmicos. Apesar de toda euforia em torno do novo traje de banho, descrito por um jornal da poca como "quatro tringulos de nada", o biquni no emplacou logo de cara.

Apesar de toda euforia em torno do novo traje de banho, descrito por um jornal da poca como "quatro tringulos de nada", o biquni no emplacou logo de cara. O primeiro modelo, todo em algodo com estamparia imitando a pgina de um jornal. Para os padres da poca, um verdadeiro escndalo. Tanto, que nenhuma modelo quis participar da divulgao do pequeno traje. Por isso, em todas as fotografias do primeiro biquni, l est a corajosa stripper Micheline Bernardini, a nica a encarar o desafio.

Mantenham as saias curtas! Protejam as pernas americanas!

Estas foram algumas das reivindicaes de alguns grupos de mulheres quando, em 1947, quando Dior lanou o New Look, nova maneira de se vestir que imps toda a dcada de 50 com seus vestidos amplos e rodados.

Na poca, os efeitos da Guerra ainda afetavam as famlias. Embora houvesse algo de genuno nas crticas ao estilo de Dior por conta do alto preo de suas roupas.

O livro Fashion of a Decade: The 1940s - Patrcia Baker, traz a interessante informao de que algumas mulheres viam no novo estilo uma maneira de devolver as mulheres antiga condio, antes da guerra, ou seja, ao lar.

Elas achavam que o novo padro de saia estava sendo implantado para esconder as pernas das mulheres, o que para algumas era simplesmente um atraso.

No ps-guerra, o curso natural da moda seria a simplicidade e a praticidade. Entretanto, depois de crises, a moda costuma apresentar tendncias para luxo e nostalgia de eras seguras. Ento, o francs Christian Dior fez em sua primeira coleo, apresentada em 1947, que surpreendeu com suas saias rodadas e compridas, cintura fina, ombros e seios naturais, luvas e sapatos de saltos altos.

O estilo baseava-se nas roupas de 1860, e ficou conhecido como o New Look.As saias deveriam ser 40cm acima do cho, eram tambm bastante amplas.

Um vestido podia exigir at 25 metros s de tecido e o estilo acentuava e exagerava as formas femininas graas a roupas ntimas com barbatanas, anguas e tecidos engomados.O New Look dominou o mundo por mais 10 anos, se tornando a caracterstica padro da moda dos anos 50.

A roupa masculina tambm foi afetada pela nostalgia. Os alfaiates agora produziam looks imitando a Era Eduardiana: palets compridos e justos abotoados at o pescoo, calas apertadas e chapu coco com abasviradas. Os homens estavam livres das fardas, os ternos escuros ficaram menos formais e era permitido trabalhar com calas mais esportivas.

No final da dcada de 40, a silhueta j estava bem mais leve e as saias mais rodadas, influnciadas pelo New LookDior e as to desejadas meias calas, item fundamental pra exibir pernas perfeitas com saias curtas, voltaram ao mercado.

Na dcada de 40 uma atriz se destacou, Carmen Miranda foi a primeira brasileira a lanar moda em Hollywood,o Mirandalook. Suas caractersticas latinas e visual super tropical fizeram de Carmen uma celebridade nos EUA, sendo a atriz mais bem paga de Hollywood.

A Brazilian Bombshell (bombshell um artista que causa muito impacto) era cantora, danarina, atriz e estilista. Costurava e criava suas prprias roupas, algumas de suas fantasias de palco pesavam at 12 quilos. Mas engano pensar que Carmen s usava roupas caricatas.

Ela era muito elegante e avant-garde, abusava de terninhos masculinos, casaquinhos, calas compridas, chapus, sapatos, bijuterias e jias, tudo desenhado por elamesma e lanava tendncias.

Nos Estados Unidos, inspirou chapeleiros internacionais, lanando a onda dos turbantes. Carmen era baixinha (media 1,52) e pediu um sapateiro carioca da Rua do Catete, para fazer um sapato com 10cm de salto e sola.

Nascia a plataforma, o calado a livravra dos saltos finos e lhe dava elegncia e originalidade. Algumas de suas plataformas chegavam 20cm.Essa a maior criao de Carmen para a moda, as plataformas influenciam hoje os calados gticos e fetichistas com saltos altssimos e plataformas gigantescas.Sandlias de plataforma usadas por Carmen Miranda durante suas apresentaes.

O turbante virou adorno indispensvel depois da grande influncia de Carmen Miranda ,cone da dcada, e devido a escassez de cabeleireiros devivo Segunda Guerra.

22