REPERCUSSÃO GERAL NAS HIPÓTESES DE VIOLAÇÃO DE ...· conteúdo e significado, possam lhes ser

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of REPERCUSSÃO GERAL NAS HIPÓTESES DE VIOLAÇÃO DE ...· conteúdo e significado, possam lhes ser

  • www.derechoycambiosocial.com ISSN: 2224-4131 Depsito legal: 2005-5822 1

    Derecho y Cambio Social

    REPERCUSSO GERAL NAS HIPTESES DE VIOLAO DE

    DIREITOS FUNDAMENTAIS

    Felipe Barbosa de Menezes1

    Fecha de publicacin: 01/05/2016

    Sumrio: Introduo. 1.- Os direitos fundamentais e sua

    importncia no ordenamento jurdico. 2.- O instituto da

    repercusso geral como mecanismo de filtro recursal. 3.- A

    violao de direitos fundamentais como hiptese evidente de

    repercusso geral. Consideraes finais. Referncias

    bibliogrficas.

    Resumo: O presente trabalho tem a finalidade de analisar as

    justificativas para que a matria constitucional que envolve

    violao de direitos fundamentais seja considerada como de

    evidente repercusso geral, a fim de afastar qualquer risco de

    obstruo do seguimento, e anlise de mrito, do recurso

    extraordinrio no Supremo Tribunal Federal, nestes casos.

    Como cedio, os direitos fundamentais assumem um papel de

    notvel relevncia no ordenamento jurdico brasileiro. Tendo em

    vista suas diversas caractersticas e importncia para a vida do

    cidado, devem ser considerados, naturalmente, como de

    inquestionvel interesse pblico e relevncia social, jurdica,

    poltica ou econmica, dependendo do caso, sendo

    indiscutivelmente transcendentes causa individual. A simples

    demonstrao de transgresso destes direitos, em sede recurso

    extraordinrio, j revelaria a observncia do pressuposto

    recursal exigido pela Constituio Federal, sob pena de

    1 Mestrando em Direito Processual pela Universidade Federal do Esprito Santo - UFES. Ps

    Graduado em Direito Pblico com nfase em Magistrio Superior pela UNISUL/SC. Graduado em

    Direito pela Faculdade de Direito de Vitria - FDV. Membro da Comisso de Advogados Pblicos

    da OAB - ES. Procurador do Municpio de Cariacica-ES. Advogado e Consultor Jurdico. E-mail:

    felipe@menezespinasco.com.br

    mailto:felipe@menezespinasco.com.br

  • www.derechoycambiosocial.com ISSN: 2224-4131 Depsito legal: 2005-5822 2

    impedimento ao legtimo acesso justia excepcional pelo

    cidado.

    Palavras-Chave: Direitos fundamentais. Fundamentalidade.

    Recurso Extraordinrio. Repercusso Geral. Relevncia social,

    jurdica, poltica ou econmica. Clusula Ptrea.

    GENERAL REPERCUSSION IN CASES OF

    FUNDAMENTAL RIGHTS VIOLATION

    Abstract: This study aims to analyze the justifications for the

    constitutional matters involving violation of fundamental rights

    is considered a clear overall effect, in order to avoid any risk of

    obstruction of follow-up and analysis of merit, the extraordinary

    appeal in the Supreme Federal Court in these cases. How musty,

    fundamental rights assume a role of considerable importance in

    the Brazilian legal system. Given their different characteristics

    and importance to the life of the citizen, should be considered,

    of course, as unquestionable public interest and social, legal,

    political or economic relevance, depending on the case being

    arguably transcendent to the individual concerned. A simple

    demonstration of transgression of these rights, in extraordinary

    appeal, already reveal the appellate presumption of compliance

    required by the Federal Constitution, under penalty of

    impediment to access to exceptional justice.

    Keywords: Fundamental rights. Fundamentality. Extraordinary

    Appeal. General repercussion. Social, legal, political or

    economic relevance. Fundamental clause.

  • www.derechoycambiosocial.com ISSN: 2224-4131 Depsito legal: 2005-5822 3

    INTRODUO

    O acesso justia garantia do cidado contra os arbtrios do Estado e de

    outros particulares, sendo de notvel relevncia no Estado Democrtico de

    Direito. Com mais razo, ainda, esse acesso ao provimento jurisdicional

    deve ser tambm estendido oportunidade de discusso de questes

    constitucionais, notavelmente quando a matria envolve direitos e garantias

    fundamentais.

    Neste contexto, no difcil nos depararmos, no cotidiano forense,

    com decises da Corte Suprema que inadmitem o processamento de

    recurso extraordinrio com base na "inobservncia" do requisito da

    repercusso geral, mesmo nos casos em que a lide envolve flagrante

    violao de direito fundamental previsto na Carta Constitucional.

    O alto grau de relevncia dos direitos fundamentais, haja vista todas as

    suas caractersticas e finalidades, no pode ser ignorado ou no

    considerado, naturalmente, como de inquestionvel interesse pblico e

    relevncia social, jurdica, poltica ou econmica. A repercusso geral,

    nestes casos, evidente.

    Buscaremos identificar, portanto, no presente trabalho, as

    justificativas para que a matria constitucional que envolve direitos e

    garantias fundamentais seja, de plano, considerada como de repercusso

    geral, a fim de no obstar o seguimento e julgamento meritrio do recurso

    extraordinrio no Supremo Tribunal Federal.

    Assim, trabalharemos com os conceitos, classificao, caractersticas e

    importncia dos direitos fundamentais, para ao final, aps abordar o

    instituto da repercusso geral e a ideia de transcendncia, demonstrar a

    evidente verificao do pressuposto recursal nos casos de violao desses

    direitos constitucionais do homem.

    1. OS DIREITOS FUNDAMENTAIS E SUA IMPORTNCIA NO

    ORDENAMENTO JURDICO

    1.1 Conceito, caractersticas e classificao dos direitos fundamentais

    Em linhas gerais, especialmente considerando uma conceituao

  • www.derechoycambiosocial.com ISSN: 2224-4131 Depsito legal: 2005-5822 4

    clssica, os chamados direitos fundamentais podem ser vistos como

    instrumentos de proteo do cidado diante da atuao do Estado.

    Situados topograficamente j no Ttulo II da Constituio da

    Repblica de 1988, alm de espalhados por toda Carta Poltica de forma

    explcita ou implcita, apresentam-se, sem sombra de dvida, como direitos

    constitucionais de notvel relevncia.

    Segundo o Jos Afonso da Silva (2013, p.180), os direitos

    fundamentais do homem2 so

    (...) no nvel do direito positivo, aquelas prerrogativas e

    instituies que ele concretiza em garantias de uma convivncia

    digna, livre e igual de todas as pessoas. No qualificativo

    fundamentais acha-se a indicao de que se trata de situaes

    jurdicas sem as quais a pessoa humana no se realiza, no

    convive e, s vezes, nem mesmo sobrevive; fundamentais do

    homem no sentido de que todos, por igual, devem ser, no

    apenas formalmente reconhecidos, mas concreta e

    materialmente efetivados. (...) com esse contedo que a

    expresso direitos fundamentais encabea o Ttulo II da

    Constituio, que se completa, como direitos fundamentais da

    pessoa humana, expressamente, no art. 17.

    Os direitos fundamentais, nas palavras de Ingo Wolfgang Sarlet

    (2012, p. 269), so definidos como

    todas as posies jurdicas concernentes s pessoas (naturais ou

    jurdicas, consideradas na perspectiva individual ou

    transindividual) que, do ponto de vista do direito constitucional

    positivo, foram, expressa ou implicitamente integradas

    Constituio e retiradas da esfera de disponibilidade dos poderes

    constitudos, bem como todas as posies jurdicas que, por seu

    contedo e significado, possam lhes ser equiparadas, tendo, ou

    no, assento na Constituio formal.

    So, portanto, conquistas do homem relacionadas garantia de

    convivncia digna e igualitria entre as pessoas, alm de proteo contra a

    atuao estatal, devidamente reconhecidos e positivados no ordenamento

    jurdico constitucional de determinado Estado (SARLET, 2012, p. 249) e

    considerados, inclusive, como clusulas ptreas pela Suprema Corte do

    2 O emrito doutrinador considera tal expresso como a mais adequada ao estudo do instituto,

    tendo em vista a dificuldade de definio de um conceito sinttico e preciso, notadamente em

    razo da natural ampliao e modificao dos direitos fundamentais ao longo da histria e do

    emprego, pela doutrina, de vrias expresses com a finalidade de designar o instituto, como

    direitos naturais, direitos humanos, direitos do homem, direitos individuais, direitos pblicos

    subjetivos, liberdades fundamentais, liberdades pblicas e direitos fundamentais do homem.

    (2013, p.177)

  • www.derechoycambiosocial.com ISSN: 2224-4131 Depsito legal: 2005-5822 5

    pas3.

    Embora exista certa divergncia doutrinria acerca das caractersticas

    dos direitos fundamentais, especialmente no que tange nomenclatura

    empregada e quantidade de caractersticas especficas, certo que so as

    suas particularidades que vo fornecer o regime jurdico dos direitos

    fundamentais (ROTHENBURG, 1999, p. 55).

    De qualquer maneira, em linhas gerais, podemos apontar com

    caractersticas bsicas dos direitos fundamentais a fundamentalidade, a

    universalidade, o carter inalienvel, indivisvel e imprescritvel, a

    historicidade, a positividade e constitucionalidade, a dimenso

    transindividual, a aplicabilidade imediata (art. 5 1 da CF/1988)4, a

    restringibilidade excepcional, a eficcia horizontal e a proibio do

    retrocesso5.

    Alexandre de Moraes (2014, p. 33), ao tratar dos destinatrios da

    proteo conferida pelos direitos fundamentais, afirma que o regime

    jurdico das liberdades pblicas protege tanto as pessoas naturais,

    brasil