Revista Ciab 47 ago13

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Revista Ciab 47 ago13

  • n 47

    Para crescer com prudncia, Caixa eleva oramento anual de TI

    O neurocientista Eric Haseltine explica como empresas chegam a ideias matadoras

    A frmula da inovao

    na 23 edio do Ciab, CIOs debatem como a tecnologia ajuda a enfrentar os novos desafios do setor bancrio

    Motor da eficincia

    Rumo a R$ 3 bilhes

  • infraestrutura

  • ciab febraban 2013

    coMisso organizadorapresidente: Luis Antonio Rodrigues Ita Unibancovice-presidente: Gustavo de Souza Fosse Banco do Brasil

    MeMbrosAdauto Del Fvero HSBCArmando Corra CitibankEliane Grotti Borges CaixaJorge Fernando Krug Santos Banrisul Jorge Luiz Viegas Ramalho Ita UnibancoJorge Vacarini Deutsche BankKeiji Sakai Banco BM&F BovespaOdair Garcia Banco do BrasilPaulo Csar Duarte Cherberle BradescoRicardo de Barros Marcondes SantanderRonei Maranssati Banco do Brasil

    diretoria de eventosNair Macedo (diretora)Marcelo Assumpo (gerente de relacionamento)Hilda Nishijima Solera (assessora)

    diretoria de coMunicaoWilliam Salasar (diretor)Cleide Sanchez Rodriguez (gerente)Danilo Gregrio (assessor)

    diretoria tcnicaWilson Antonio Salmeron Gutierrez (diretor)Nilton Csar Grato (assessor)Vitor Lee Harris (assessor)

    MarketingSilvia Fernanda Mazzola (assessora)

    Revista Ciab FEBRABAnedioDanilo Gregrio

    Pauta, rePortagens e textoABCE Comunicao e Comunicao FEBRABAN

    Projeto grfico e editoraoIdeia Visual

    jornalista resPonsvelCleide Sanchez Rodriguez (MTb 15.318)

    esta uMa Publicao da federao brasileira de bancos febrabanAv. Brigadeiro Faria Lima, 148514 andar Torre Norte 01452-921 So Paulo SP

    copyright 2013 - Agosto todos os direitos reservAdos

    www.ciab.org.brwww.facebook.com/CiabFEBRABANTwitter: @ciabfebraban

    www.febraban.org.brimprensa@febraban.org.brTwitter: @febraban

    5

    12

    23

    Caixa Econmica Federal

    novo Cadastro

    Tecnologia que move os bancos

    O presidente da Caixa Econmica Federal, Jorge Hereda, e o vice-presidente de finan-as da instituio, Mrcio Percival, falaram da importncia da TI para o desenvolvimento do banco. A Caixa deve investir R$ 3 bilhes em inovao e tecnologia em 2013 e 2014.

    Desde o dia 1 de agosto, a Cmara Interban-cria de Pagamentos (CIP) vem transportan-do os dados do Novo Cadastro, sistema de compartilhamento que busca elevar o nvel de transparncia sobre a situao de crdito de cada consumidor.

    Executivos de TI da Caixa Econmica Federal, Ita Unibanco, Santander e Bradesco estive-ram no Ciab FEBRABAN 2013 para discutir como suas reas podem acelerar a corrida pela eficincia operacional.

    4Editorial

    5Caixa Econmica Federal

    8Big data

    12Novo Cadastro

    15Opinies de especialistas

    18Balano Ciab 2013

    20Eric Haseltine

    23A TI dos bancos

    ndice

    infraestrutura

  • 4 revista Ciab FEBRABAN Agosto de 2013

    editorial

    Trabalho o que no falta

    Durante trs dias, a 23 edio do Congresso e Exposio de Tecnologia da Informao das Instituies Financeiras, o Ciab FEBRABAN de 2013, recebeu 16.861 visitantes. Desse total, 1.972 tambm eram congressistas, ou seja, tiveram a chance de acompanhar os debates e as palestras do evento.

    Com o tema central Os Novos Desafios do Setor Financeiro, o congresso reuniu cerca de 130 personalidades, entre palestrantes e debatedores, divididos em 33 painis. Na parte da exposio, o Ciab contou com 140 empresas, que apresentaram solues inovadoras para o mercado financeiro, aplicveis s mais variadas dimenses, como se-gurana, eficincia operacional e atendimento ao cliente.

    Esses nmeros, alm de nos encher de orgulho, reafirmam o status que a tecnologia alcanou na indstria financeira, ingressando at na pauta das discusses de alto escalo. Num pas que tem mais linhas de celular do que habitantes, no d para ignorar a profunda transforma-o que a evoluo tecnolgica e seus impactos no pblico consumidor esto provocando no setor bancrio, como mostra a reportagem de capa desta edio.

    Para atender toda nossa demanda o principal ponto a considerar investir na mobilidade. O mundo todo est conectado e vemos isso avanar na sociedade de maneira acelerada. Em So Paulo, usar os canais virtuais de atendimento quase uma necessidade fsica. Ir at uma agn-cia hoje requer, s vezes, horas, disse Alexandre Barros, vice-presidente de tecnologia do Ita Unibanco.

    CIOs de bancos presentes no Ciab res-saltaram que as demandas atuais no so nada desprezveis. Alm do contexto macroecon-mico, marcado pelo desaquecimento interna-cional e pela reduo histrica da taxa de juros no Brasil, o arrocho regulatrio e novidades na legislao tambm pedem solues tecnolgi-cas sofisticadas e muitas vezes inditas. Proje-tos como a conformidade s regras de Basileia 3 envolvem muito trabalho de desenvolvimento, reforou Joaquim Lima de Oliveira, vice-pre-sidente de TI da Caixa.

    Um exemplo recente a implantao do Novo Cadastro, em operao desde 1 de agosto. As instituies financeiras es-tabeleceram uma plataforma tecnolgica especfica para encaminhar aos gestores de bancos de dados, de forma segura, os dados de crdito de seus clientes (confira a mat-ria na pgina 12). O projeto contou com o envolvimento de diversas reas dos bancos e tem na tecnologia uma importante aliada para assegurar segurana, transparncia e comodidade populao.

    Luis Antonio RodriguesDiretor Setorial de Tecnologia e Automao Bancria da FEBRABAN

    Rafa

    el R

    ezen

    de/A

    ssun

    to D

    igit

    al

  • Agosto de 2013 revista Ciab FEBRABAN 5

    eficincia oPeracional

    AMelhora da qualidade de atendiMento no sistema financeiro brasileiro passa pela criao de produtos e modelos de negcios, pela diversificao de canais e pela reviso de plataformas tec-nolgicas. o que pensa Mrcio Percival, vice-presidente de finanas da Caixa Econmica Federal, que comandou o painel Tecnologia da Informao como Vetor Essencial para Enfrentar os Novos Desafios do

    Alicerces para expanso

    Por Cesar Augusto Sampaio

    Investimentos em tecnologia ajudam Caixa a crescer sem descuidar de riscos, custos e atendimento

  • 6 revista Ciab FEBRABAN Agosto de 2013

    eficincia oPeracional

    A TI deve atacar as ineficincias e, ao mesmo tempo, visar a criao de canais e plataformas para atingir a reduo de custo

    Percival, da Caixa

    Sistema Financeiro, durante o Ciab FEBRA-BAN 2013. Para o executivo, todas as instituies financeiras, de uma maneira geral, perseguem o aumento da rentabilidade, a ampliao do crdito e a contribuio para o financiamento da econo-mia brasileira. E isso depende da capacidade de integrao das nossas agendas com as do setor de tecnologia da informao e comunicao.

    Percival ressalta que essa integrao far com que os bancos alcancem a desejada eficin-cia operacional e elevem seu grau de competiti-vidade. Por esse motivo, a Caixa tem investido pesadamente em Tecnologia da Informao (TI). A instituio aplicou cerca de R$ 2 bi-lhes em inovao e tecnologia no ano passado e deve levar esse valor ao patamar de R$ 3 bi-lhes em 2013 e 2014. Hoje, a Caixa atende 44 milhes de beneficirios de programas sociais

    do governo e 67 milhes de clientes ante os 50 milhes de 2010. Somente em operaes de crdito, o banco processa um volume total de R$ 1,5 milho por dia (excluindo crdito imobilirio).

    Diante desses nmeros, fica fcil enten-der por que os bancos - sobretudo no caso de uma organizao do porte da Caixa - re-querem uma musculatura robusta em TI: a procura constante por nveis mais altos de eficincia operacional e qualidade de atendi-mento. Muito alm do desafio de automa-tizar atividades e processar uma quantidade crescente de informaes, compete TI con-tribuir, juntamente com as demais reas de uma instituio bancria, na busca por novas solues que garantam a melhoria permanen-te no atendimento ao cliente, assim como na oferta de novos produtos e servios adequa-dos as suas necessidades, disse Jorge Hereda, presidente da Caixa Econmica Federal, em entrevista Revista Ciab FEBRABAN.

    MobilidadeO presidente da Caixa fez questo de enfatizar o impacto provocado pela adoo de apare-lhos mveis, cada vez mais presentes no dia a dia dos consumidores, na tecnologia bancria.

    O acesso a servios financeiros est migrando para novos ambientes e diferentes dispositi-vos, como os tablets e os smartphones. Esses equipamentos esto baseados em diferentes sistemas operacionais.

    Rafa

    el R

    ezen

    de /

    Ass

    unto

    Dig

    ital

    bilhes em inovao

    e tecnologia em 2013 e 2014.

    Caixa vai investir

    R$ 3

  • Agosto de 2013 revista Ciab FEBRABAN 7

    Compete TI contribuir na busca por novas solues que garantam a melhoria permanente no atendimento ao cliente

    Hereda, da Caixa

    No toa que esse tema tenha desper-tado a ateno da alta direo da Caixa. Os efeitos da era digital so cristalinos. Para se ter uma ideia, em 12 meses, o volume de transa-es de clientes da Caixa em mobile banking cresceu 11.517%, passando de pouco mais de 36 mil transaes, em abril de 2012 , para 4,2 milhes, um ano depois. O internet banking tambm avanou em ritmo acelerado, subin-do de 68,2 milhes de transaes para 102,16 milhes no mesmo perodo.

    Segundo Hereda, nessa migrao para ca-nais eletrnicos, para que no haja interrup-es na prestao de servios em razo de uma eventual sobrecarga, a Caixa investe tambm em infraestrutura de redes, incluindo links de contingncia. A construo do Datacenter no Parque Tecnolgico Capital Digital, em Bras-lia, representa a magnitude dos investimentos da Caixa em TI. O Datacenter foi inaugurado em maro de 2013.

    Na avaliao de Percival, a TI vem ganhando peso no planejamento estratgico de praticamen-te todos os setores econmicos. ponto vital para superar os principais desaf