Revista de Conjuntura n. 47

  • View
    255

  • Download
    34

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista de Conjuntura

Text of Revista de Conjuntura n. 47

  • ISSN

    1677

    -066

    8

    ANO XII N 47 outubro de 2011 / maro de 2012

    Revista deConjunturaPublicao do Conselho Regional de Economia do Distrito Federal

    Antnio Rocha, presidente da Federao das Indstrias do Distrito Federal (Fibra), fala

    sobre as principais aes que a entidade a qual representa tem realizado, como tambm

    as perspectivas de crescimento da indstria no Distrito Federal.

    artigos

    ENtrEVista

    O aperfeioamento da funo reguladora do Estado

    Rodrigo Augusto Rodrigues

    Os desafios democrticos na governana da poltica monetria

    brasileira e o ponto Nairu Ricardo Wahrendorff Caldas e

    James Batista Vieira

    Commodities: estruturalismo s avessas

    Antnio Elias Silva e Jos Nelson Bessa Maia

    Ainda sobre a DRU Jos Fernando Cosentino Tavares e

    Mrcia Rodrigues Moura

    Endividamento:educao, treinamento,

    comportamento ou terapia?Jos Eustquio Moreira de Carvalho

    A hora e a vez da retomada do planejamento estratgico governamental no Brasil

    Jos Celso Cardoso Jr.

    Anlise histrica - Reflexos de uma crise anunciada: o Brasil e a Amrica Latina

    frente aos desafios dos anos 1930Gnther Richter Mros

    O Distrito Federal, mesmo com crise poltica e atraso de obras pblicas,

    manteve ritmo de crescimento elevado, com destaque

    para o segmento industrial.

  • COMECE A FAZER PARTE DESDE J DA SUA COMUNIDADE PROFISSIONAL!

    Comparea ao Conselho Regional de Economia do Distrito Federal e obtenha sua Carteira de Estudante de Cincias Econmicas.

    O estudante credenciado ter os mesmos benefcios oferecidos aos economistas registrados, em igualdade de condies, exceto aqueles diretamente relacionados ao exerccio profissional que sejam privativos dos profissionais registrados por determinao da lei.

    Ao apresentar a credencial em qualquer Conselho Regional de Economia, o portador poder consultar a legislao regulamentadora da profisso do economista, extrair cpias de artigos sobre temas de economia e ter acesso s publicaes do Sistema COFECON/CORECONs, videotecas e bibliotecas, alm de conseguir descontos nos eventos do Sistema COFECON/CORECONs.

    Documentos necessrios:

    Declarao de matrcula e frequncia da Faculdade, mencionando data prevista de concluso do curso (original e cpia); Documento de identidade (original e cpia); CPF; 2 fotos 3x4 coloridas; comprovante de residncia (original e cpia); preenchimento do requerimento da credencial.

    End.: SCS Qd. 04, Ed. Embaixador, Sala 202 CEP 70300-907 Braslia/DFTel: (61) 3225-9242 / 3223-1429 / 3964-8366 / 3964-8368Horrio de funcionamento: das 8h s 18h (sem intervalo)E-mail: corecondf@corecondf.org.brwww.corecondf.org.br

    Aluno e aluna de

    de qualquer perodo ou srieCincias Econmicas

  • Tmnia

    A assinatura da Revista de Conjuntura pode ser efetuada contatando o Corecon-DF. O valor da assinatura de

    R$ 40,00 anuais, o que equivale a quatro edies da revista.

    06 O aperfeioamento da funo

    reguladora do EstadoRodrigo Augusto Rodrigues

    11Os desafios democrticos na

    governana da poltica monetria brasileira e o ponto Nairu

    Ricardo Wahrendorff Caldas e James Batista Vieira

    15Commodities: estruturalismo

    s avessasAntnio Elias Silva e

    Jos Nelson Bessa Maia

    22Ainda sobre a DRU

    Jos Fernando Cosentino Tavares e Mrcia Rodrigues Moura

    31Endividamento:

    educao, treinamento, comportamento ou terapia?

    Jos Eustquio Moreira de Carvalho

    36A hora e a vez da retomada do

    planejamento estratgico governamental no Brasil

    Jos Celso Cardoso Jr.

    42Anlise histrica -Reflexos de uma crise

    anunciada: o Brasil e a Amrica Latina frente aos desafios dos anos 1930

    Gnther Richter Mros

    ArtigoS

    2 Editorial3 Entrevista

    Antnio Rocha

    ndicePublicao do Conselho Regional de

    Economia do Distrito Federal

    ANO XII N 47 outubro de 2011/maro de 2012

    ConjunturaRevista de

    Nesta edio

    28 Matria Finanas pessoais:

    h problemas frente?

  • Editor responsvelJos Luiz Pagnussat

    Conselho editorialCarlos Eduardo de FreitasElder Linton Alves de AtajoJos Fernando Cosentino TavaresJos Roberto Novaes de AlmeidaHumberto Vendelino RichterMaurcio Barata de Paula PintoNewton Ferreira da Silva MarquesOscar Henrinque Belo SantosTito Belchior Silva MoreiraJlio Miragaya

    Jornalista responsvelCamila Fiorese (Reg. DRT/DF: 7851)

    Redao e editorao eletrnicaCamila Fiorese

    Reviso Letcia Sallorenzo

    Tiragem: 4.000Periodicidade: trimestral

    As matrias assinadas por colaboradores no refletem, necessariamente, a posio da entidade. permitida a reproduo total ou parcial dos artigos desta edio, desde que citada a fonte.

    CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA DA 11 REGIO - DF

    PresidenteJusanio Umbelino de Souza

    Vice-presidenteMaria Cristina de Arajo

    Conselheiros efetivosCarlos Eduardo de FreitasOscar Henrique Belo Santos Tito Belchior Silva Moreira Gilson Duarte Ferreira dos SantosCarlito Roberto ZanettiPaulo Roberto Amorim LoureriroJusanio Umbelino de SouzaMaria Cristina de Arajo Evilasio da Silva Salvador

    Conselheiros suplentesPaulo Luiz Figueiredo de OliveiraMiguel RendyElder Linton Alves de Araujo Bento de Matos FlixJucemar Jos ImperatoriCsar Augusto Moreira BergoRoberto Bocaccio Piscitelli Mnica Beraldo Fabrcio da Silva Humberto Vendelino Richter

    Delegado eleitor efetivoMario Sergio Fernandez Sallorenzo

    Delegado eleitor suplenteJusanio Umbelino de Souza

    Conselheiros federais efetivos pelo DFRoberto Bocaccio Piscitelli

    Conselheiros federais suplentes pelo DFJlio Miragaya Max Leno de Almeida

    Equipe do Corecon-DF

    Gerente executivoRonaldo Galloti Schroeder

    Angeilton Francisco Lima Faleiro Camila FioreseHlio Matheus Silva de OliveiraIraci da Costa Lopes Jamildo Cezrio Gomes Michele Canturia Soares

    End.: SCS Qd. 04, Ed. Embaixador, Sala 202CEP 70300-907 Braslia/DFTel: (61) 3225-9242 / 3223-14293964-8366 / 3964-8368Fax: (61) 3964-8364E-mail: corecondf@corecondf.org.brSite: www.corecondf.org.brHorrio de funcionamento:das 8h s 18h (sem intervalo)

    Esta edio da Revista de Conjuntura traz a entrevista concedida pelo Presidente da

    Federao das Indstrias do Distrito Federal (Fibra), com uma excelente anlise da econo-

    mia do DF. Aparentemente, a continuidade do bom desempenho econmico do Distrito

    Federal, observado nos ltimos anos, est garantida. A crise poltica e a paralisao de boa

    parte das obras iniciadas no governo anterior j esto sendo superadas. O impacto na

    economia foi pequeno, mas o transtorno e mal-estar para a populao foram elevados.

    Os dados de crescimento do PIB do DF para o ano de 2011 ainda no esto dispon-

    veis, mas o bom desempenho da economia confirmado pelos indicadores de emprego.

    A taxa mdia de desemprego registrada no DF em 2011 a menor dos ltimos 20 anos.

    Foi de 12,4%, de acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) elaborada pela

    Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e a Secretaria de Trabalho do

    DF em parceria com o Departamento Intersindical de Estatstica e Estudos Socioecon-

    micos (Dieese).

    O dinamismo da economia do DF se deve a vrios fatores, com destaque para o cres-

    cimento do emprego pblico, dado o grande nmero de concursos realizados, e prin-

    cipalmente pelo elevado crescimento dos salrios dos servidores nos ltimos anos. A

    reestruturao das carreiras e a poltica de recuperao salarial, implementada desde

    2005, proporcionaram substancial elevao do consumo das famlias dos servidores. O

    crescimento da demanda garantiu a expanso da economia local e a elevao do empre-

    go em outros setores, em especial no comrcio e servios relacionados ao lazer, alm de

    ter aquecido o emprego no setor de servios domsticos.

    O impacto da poltica salarial do setor pblico na economia do DF se deve elevada

    participao desse setor no PIB. Em 2009, o Setor Pblico representava 55% do PIB do DF,

    enquanto os demais setores de servios contribuam com 37,6%, a indstria com 6,5% e

    a agricultura com 0,5% do PIB.

    O incio das obras de infraestrutura e o estmulo aos investimentos nos setores de

    servios relacionados com os diversos megaeventos esportivos que ocorrero em Bra-

    slia nos prximos anos esto contribuindo tambm para o crescimento da economia

    do Distrito Federal. Tais investimentos so altamente dinamizadores da economia, tanto

    pelas verbas necessrias realizao dos eventos como pelo crescimento do turismo e

    do comrcio durante os jogos. O primeiro campeonato esportivo a ocorrer em Braslia

    ser a Copa das Confederaes, em 2013, seguida da Copa do Mundo em 2014 e a Copa

    Amrica em 2015.

    A expectativa de que os eventos esportivos compensem o desaquecimento da eco-

    nomia do DF causado pelo congelamento dos salrios dos servidores e pela reduo do

    crescimento do emprego pblico, adotados pelo governo federal em 2012.

    Entretanto, o risco maior para a manuteno do dinamismo da economia do DF a

    poltica cambial. A baixa taxa de cmbio, com a valorizao do real frente ao dlar, est

    tornando as compras no exterior uma opo altamente compensadora do ponto de vista

    financeiro. A defasagem cambial representa um forte subsdio para os comerciantes do

    exterior em relao ao comrcio local.

    Em 2011, as viagens internacionais dos moradores do DF cresceram mais de 90% - e j

    estavam elevadas em 2010. O alto poder de compra das famlias do DF vem aquecendo

    as compras no exterior mas as vantagens econmicas dessas compras ficam l fora, no

    no DF.

    Editoria