Click here to load reader

Revista Digitalks - Edição 03 / Capa01

  • View
    253

  • Download
    20

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A Classe C no Digital: oportunidades de engajamento, gestão de marcas e negócio.

Text of Revista Digitalks - Edição 03 / Capa01

  • REVISTA DIGITALKS . Ano 01 . nmERo 03

    A clAsse c No digitAl: oportunidades de engajamento, gesto de marcas e negcios

    como o cRM pode fazer a diferena na conquista do cliente

    sites RPidos:um guia que voc no pode perder

    3 PeRgUNtAs que todo iniciante em links Patrocinados deve se fazer

  • CM

    Y

    CM

    MY

    CY

    CMY

    K

    anunio_bipcode_1pagina_revista_digitalks_final.pdf 1 18/07/2014 16:10:59

  • ExpEDIEnTE

    FLVIO HORTA Publisher

    PRISCILLA SALDANHA Chefe de Redao

    MARIA CARVALHAL Gerente de Relacionamento

    PAULINHO MOREIRA Projeto Grfico

    COLABORADORES Adair Christina, Bia Granja, Denis Casita , Erik Formaggio, Flvia Jobstraibizer, Gustavo Morale, Manuela De Faveri, Marcello Lemmi, Pettersom Paiva, Rafael Venturelli, Regina Garrido, Tiago Sarraf.

    EMPRESAS MANTENEDORAS Oferecimento: Dinamize, Google, Imasters; Mantenedores: Apiki, BipCode, DialHost, Dinamize, Elo Digital, ExactTarget, IVC, Locaweb, LogCerto, Performa Web, Putz Filmes, Reach Local, Rise Social Commerce, Serasa Experian, Vitrio, WebStorm;

    DIGITALKS Organizao

    ILUSTRAO DE CAPA DIGITAL E MATRIA DE CAPA Welinton Souza www.welintonsouza.com

    > 1.000 exemplares

    www.digitalks.com.br [email protected] Twitter: @digitalksmkt Facebook: /digitalksbr

    Receba nossa newsletter semanal. Cadastre-se no Portal: digitalks.com.br

    Os artigos assinados so de responsabilidade dos autores e no refletem a opinio da revista. proibida a reproduo total ou parcial dos textos, fotos e ilustraes, por qualquer meio, sem prvia autorizao dos artistas ou do editor da revista.

  • EDIToRIAL

    Um pouco, dois bom, trs melhor ainda!

    Chegamos em nossa terceira edio: mais informados, mais experientes e mais ente-dedores do que fazer uma revista. Muito mais do que curar e editar contedos, aqui a gente tem o compromisso de levar informa-o de qualidade para o nosso leitor.

    E por isso, pensamos bastante qual seria a matria de capa desta edio. Depois de pesquisar, estudar e conversar com bastan-te gente, no tivemos dvidas: a classe C dominou o mercado online e merece o seu destaque e aprofundamento.

    Cheios de grias, dialeto prprio, forma de consumir e de se comunicar nica. Como decifr-los? Diversas pesquisas so realizadas pelos melhores Institutos do Brasil. Vamos trazer todos esses dados para vocs. Algumas marcas j entenderam que essa classe precisa de ateno e do seu lugar ao sol. E por que no entender quais estratgias elas usam? Como conseguem traduzir os desejos desses consumidores e comuni-car isso em suas marcas? Trazemos isso tambm.

    Os hits e influenciadores da internet, que trazem os maiores engajamentos e impac-tos dos ltimos tempos, tambm no iam ficar de fora do show. Falar desses emer-gentes sem falar de mdias sociais como se deixssemos de fora um dos canais mais importantes e mais usados pelos jovens da classe em ascensso.

    Sem medo do choque, das dvidas, dos anceios, profissionais abrem seu corao e suas experincias e contam um pouco do que sabem sobre a galera da vez.

    Aproveite que essa edio est mais surpre-endente do que voc pode imaginar.Quem sabe a luz para o trabalho assertivo da sua marca no saia daqui?

    Enjoy! Priscilla Saldanha Gestora de Contedo

  • CApA> A clAsse c No digitAl:oportunidades de engajamento, gesto de marcas e negcios.

    #pRoDUTIVIDADE sites rpidos: um guia que voc no pode perder!

    #CRm como o cRM pode fazer a diferena na conquista do cliente

    #ADWoRDS trs perguntas que todo iniciante em links Patrocinados deve se fazer

    12 28 14x

    18

    36

    sumrio

    6 Digitalks

  • Quer colaborar com o Digitalks? Envie seu material por e-mail: [email protected]

    EnTREVISTA thiago sarraf fala sobre vendas no mobile CRm Como o Crm pode fazer a diferena na conquista do cliente GESTo DE mARCA Consistncia e coerncia de marca no marketing digital CASE #01 Connect Parts: mercado automotivo faz sucesso no e-commerce CApA a Classe C no digital: oportunidades de engajamento, gesto de marcas e negcios mobILE marketing mobile Evoluo rpida e inteligente CASE #02 Case sharing4You: agncia de profissionais domsticos cresce com otimizao de investimento em marketing digital

    ADWoRDS trs perguntas que todo iniciante em links Patrocinados deve se fazer TECnoLoGIA Como a Neutralidade da rede pode afetar seu negcio online pRoDUTIVIDADE sites rpidos: um guia que voc no pode perder! CASE #03 Crescimento de Afiliados na rise social Ecommerce EmAIL mARKETInG o e-mail e sua essncia FRUm DE mARKETInG DIGITAL 2014 TEnDnCIA second screen: Por que a sua marca deve ser multi-tela? opInIo Quais mtricas devem ser usadas nas mdias sociais? GUIA DE EmpRESAS

    08 28

    32

    36

    43

    44

    46

    52

    54

    59

    12

    14

    16

    18

    24

    26

    sumrio

    7Digitalks

  • ENtrEvista

    8Digitalks

    ThIAGo SARRAFFALA SobRE VEnDAS

    no mobILE

    Entrevista

  • Para falar um pouco sobre o assunto e esclarecer algumas dvidas de clientes e empresas, convidamos o executivo Thiago Sarraf para uma entrevista.

    Ele especialista em Internet, Marketing Digital e E-commerce, lder do Comit de e-commerce da APADi e do Guia de E-com-merce, alm de comandar o Dr. Ecommer-ce. Sarraf j desenvolveu mais de 90 lojas virtuais e j trabalhou na Compaq, HP, Mi-crosoft, Locaweb, iG, UOL e Agncia Pukis. colunista e articulista dos portais E-com-merce Brasil, Digitalks, E-commerce Guide e Profissional de E-commerce.

    Com certeza possui muita bagagem para falar sobre o assunto e ajudar executivos e empresrios a entender este novo momen-to das vendas mobile.

    Aproveite a entrevista!

    1- Como voc classifica o cenrio do uso do mobile hoje no mundo? E no Brasil?

    O mobile vem cada vez mais assumindo seu papel na vida das pessoas: ele virou praticamente a extenso do seu brao. Muitas pessoas brincam dizendo que che-gam a esquecer a carteira e as chaves, mas nunca o celular.

    No Brasil no vem sendo diferente, as pessoas deixam de comprar o primeiro computador para ter seu primeiro smar-tphone. Lembro de uma pesquisa que comenta que o Estados Unidos tem cer-ca de 350 milhes de pessoas e por vol-ta de 360 milhes de aparelhos celulares. No Brasil a proporo ainda maior, com

    200 milhes de habitantes e 260 milhes de celulares. Mas o mercado americano ainda ganha na relao de smartphones.

    2- Sabemos que o mercado de vendas mobile est em alta, comente um pouco sobre o assunto.

    O cenrio de vendas via mobile est em alta e deve continuar assim at assumir um percentual justo, em relao as outras in-terfaces. Muito discutido e muito falado sobre a experincia do comprador usando a interface mobile. O comportamento do con-sumidor mudou e muitos varejistas ainda so resistentes a isso.

    Em aula sobre o tema, comento muito de comportamento e muitas vezes, o incio do processo de compra do consumidor est comeando pelo mobile. Porm, muitas ve-zes no concludo l pois o lojista no est preparado e acaba forando o usurio a sair deste canal e busca outro.

    Meu site de servio e j tenho quase 30% das visitas via mobile. Tenho um ndice de converso acima da mdia (gerao de lead) e a proporo pelo canal mobile maior do que o desktop. Isso prova que o nosso tra-balho em manter o site responsivo e pensar no formato mobile primeiro, est dando re-sultado.

    E no varejo no pode ser diferente. Pro-va disso um cliente grande do segmento de calados, em que 37% de suas visitas so via mobile. Porm, a plataforma de e--commerce que ele escolheu no habilitou a verso mobile (segundo o Google, o mais recomendado um site responsivo - que se adapte a diferentes tamanhos de tela). Ima-

    como anda o mercado de vendas no mobile? ser que as empresas j esto preparadas para este novo momento da internet, em que o e-commerce ganha muito espao e faz diferena nos lucros finais do ms?

    ENtrEvista

    9Digitalks

  • gina quantas vendas o varejista de calados no est perdendo?

    J vi em eventos, palestrando com outros lojistas, o discurso de que mobile nem ten-dncia . Pois ento deixo um artigo que traduzimos, dando 50 fatos que provam que o mobile veio para ficar:

    No cenrio americano, temos um mercado mais evoludo, pois as empresas deram via-bilidade para isso (na minha opinio, ainda est segurando o mercado, muitos vende-dores ainda no possuem a verso mobile o site responsivo). Prova disso, um infor-mativo que mostra que em 2015, 24% do seu faturamento ser via mobile, 1/4 do mercado ser via mobile, e com projeo de crescimento ainda. Confira.

    Segundo o ltimo relatrio do websho-ppers, tivemos 4,6% das vendas via mo-bile. Ser que este nmero ir crescer? Alguns especialistas afirmam que 2014 vai fechar com aproximadamente 9% de representao. Ser que eu acredito? Te-nho que acreditar, mas dependo das em-presas para chegar nisso. Precisamos comear a dar mais viabilidade, assim os usurios usam mais um efeito cclico. 3 - Voc acha que todos os mobiles so indicados como plataforma para a ven-da?

    Considerando a sugesto do Google, usan-do uma verso da loja responsiva, no importa o tamanho da tela, voc ter um site totalmente adaptado independente do aparelho, tablet ou qualquer verso de smartphone. Alguns estudos comprovam que pessoas via tablet convertem mais em compras e possuem um ticket mdio maior. 4- Acredita que o consumidor ainda pos-sui receios para comprar via celular?

    O consumidor possui um receio de com-prar no geral, a mesma desconfiana que possui no online, se estende ao mobile. O agravante aqui que as grandes empresas ainda dominam o mobile, logo esta descon-

    ENtrEvista

    10Digitalks

    24%

    Em 2015, as vendasdo comrcio mv