Revista Digitalks - Edi§£o 08

  • View
    219

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Marketing Digital na contramão da crise.

Text of Revista Digitalks - Edi§£o 08

  • REVISTA DIGITALKS . Ano 02 . nmERo 08

  • SoftL

    ayer

    um

    a m

    arca

    regi

    stra

    da d

    e So

    ftLay

    er, In

    c., u

    ma

    IBM

    Com

    pany

    . IBM

    , o lo

    go IB

    M, ib

    m.co

    m e

    Sm

    arte

    r Plan

    et s

    o m

    arca

    s re

    gist

    rada

    s e

    de ti

    tular

    idad

    e da

    Inte

    rnat

    ional

    Busin

    ess

    Mac

    hine

    s Co

    rpor

    ation

    em

    dive

    rsos

    pas

    es e

    m to

    do o

    mun

    do. U

    ma

    lista

    atu

    aliza

    da d

    as m

    arca

    s re

    gist

    rada

    s e

    de ti

    tular

    idad

    e da

    IBM

    est

    di

    spon

    vel n

    a in

    tern

    et, e

    m w

    ww.ib

    m.co

    m/le

    gal/c

    opyt

    rade

    .shtm

    l. In

    tern

    ation

    al Bu

    sines

    s Mac

    hines

    Cor

    pora

    tion

    2015

    .

    cloud ou sua cloud controla voc?

    IBM SoftLayer:

    Existe uma nova forma de gerenciamento. Diferentemente dos outros provedores de cloud, IBM SoftLayer permite a voc gerenciar sua infraestrutura com uma nica ferramenta em uma rede de fibra tica privada. Tenha o controle com IBM Cloud. ibm.com/madewithibm/br/pt

    Uma cloud mais inteligente feita com IBM.

    Voc controla sua

    41221_217395_IBM_Brand_Anuncio_17x24,5cm.indd 1 10/5/15 11:51 AM

  • ExpEDIEnTE

    FLVIO HORTA Publisher

    PRISCILLA SALDANHA Chefe de Redao

    MARIA CARVALHAL Gerente de Relacionamento

    PAULINHO MOREIRA Projeto Grfico

    COLABORADORES Antonio Borba, Adriano Brando, Alessandro Gil, Alexander Greif Prudencio, Ariadne Cercal, Bruno Couto, Denis Casita, Eduardo Correia, Edvaldo Acir, Eric Tourtel, Francisco Canto, Geraldo Santos, Gerson Ribeiro, Gonalo Dumiense, Guilherme Soter, Gustavo Morale, Izabelle Mendona, Jonathas Meller, Joo Dalla, Juliana Andrade, Mauro Lopes, Mauricio Brentano, Marcelo Varon, Rodrigo de Almeida, Thiago Sarraf.

    EMPRESAS MANTENEDORAS 80 20 MKT, AD.Dialeto, Apiki Wordpress, Baidu, Beats Brasil, ChannelAdvisor, Convert Rocks, Demo Brasil, +Digital Institute, Dinamize, Easy Easy Apps, Goobec, Iagente, IBM, IgnitionOne, Imasters, KingHost, LinkBrand, Live Target, Maple Brasil, Media Reponse, Performa Web, Putz Filmes, Siegel Press, Scup, Seekr, Twitter, Uol Host, Venda e Cia, Video Click, Vitrio, WebStorm, Zanox.

    DIGITALKS Organizao

    > 1.000 exemplares

    www.digitalks.com.br redacao@digitalks.com.br Twitter: @digitalksmkt Facebook: /digitalksbr

    Receba nossa newsletter semanal. Cadastre-se no Portal: digitalks.com.br

    Os artigos assinados so de responsabilidade dos autores e no refletem a opinio da revista. proibida a reproduo total ou parcial dos textos, fotos e ilustraes, por qualquer meio, sem prvia autorizao dos artistas ou do editor da revista.

  • - A opo de 700 milhes de usurios, agora disponvel tambm no Brasil

    - Campanhas otimizadas e formatos que no afetam a experincia de seu usurio

    - Exclusivo para apps Android

    http://ad.duapps.com/en

    comercial@baidubrasil.com.br

    Torne seu App muito mais rentvel.

    Conhea a Du AD Platform, a alternativa mais eciente para monetizar seu aplicativo.

  • EDIToRIAL

    Mais um ciclo se encerra para a Revista Di-gitalks. So dois anos de trabalho, pesquisa, aprendizados e muita gratido.

    Alm dos desafios que a Revista trouxe para mim como profissional, o #compartilharco-nhecimento est cada vez mais atuante em meu dia a dia e isso s me enche de felicida-de. S tenho a agradecer!

    O presente no s do leitor (que logicamen-te o grande beneficiado com essas 8 edi-es), mas pra mim tambm , alm de um presente estar junto com vocs, um encon-tro: trabalhar com o que amo, se uma forma simples, bem resolvida e transformadora.

    Querido leitor, obrigada por fazer com que a revista exista! Sem vocs no seramos nada!

    E para fechar o ano com chave de ouro, no meio desse turbilho de acontecimentos em nosso pas est passando, esta edio traz uma ponta de esperana. Mostra o quanto o Marketing Digital pode te ajudar a passar pela crise sem grandes tropeos.

    Tem forma melhor de fechar o ano? :)

    Enjoy!

    Priscilla Saldanha Gestora de Contedo

  • CApA> Marketing Digital na Contramo da Crise

    #TECnoLoGIA A Tecnologia que nos limita

    08

    #SEARCh Otimizando seu sitepara ferramentas de busca

    38

    18

    14x

    #TEnDnCIA Data Driven Marketing:conhea o conceito!

    52

    sumrio

    6 Digitalks

  • Quer colaborar com o Digitalks? Envie seu material por e-mail: redacao@digitalks.com.br

    TECnoLoGIA a tecnologia que nos limita

    mobILE o valor do marketing mobile para as marcas

    E-mAIL mARKETInG E-mail marketing e o raio gourmetizador

    AppS mova-se para o mobile

    CApA marketing Digital na Contramo da Crise

    pubLICIDADE Crise, seja bem-vinda!

    opoRTunIDADES o mercado e as oportunidades

    nEGCIoS Cloud Computing: o melhor da tecnologia no seu negcio CompoRTAmEnTo medo: meu estagirio sabe mais que eu

    SEARCh otimizando seu site para ferramentas de busca

    bIG DATA Como as marcas podem ganhar mais com uma presena multicanal ao utilizar estrategicamente o Big Data

    ConSumo Criao de Contedo aliado na Jornada de Consumo Digital

    mARKETInG Marketing digital: uma infinidade de possibilidades

    EmpREEnDEDoRISmo Empreendedor 3.0

    TEnDnCIA Data Driven marketing: conhea o conceito!

    RELACIonAmEnTo Vamos falar sobre a assessoria de imprensa 2.0? GuIA DE EmpRESAS

    08

    48

    52

    54

    57

    12

    14

    18

    16

    26

    24

    30

    34

    sumrio

    7Digitalks

    40

    42

    46

    38

  • tECnologia

    8Digitalks

    Por Antonio Borba

    A TECnoLoGIAquE noS LImITA

  • Eventualmente, ouvimos crticas de pes-soas que consideram que a tecnologia foi longe demais, porm essa linha de pen-samento frequentemente relacionada a conceitos retrgrados ou correntes de pro-testo contra a sociedade de consumo.

    O que temos dificuldade para perceber que, em realidade, muitos conceitos tec-nolgicos recentes nos escravizam e nos condicionam a um comportamento de ma-nada. Se pararmos para pensar, na verda-de no temos muitas escolhas para fugir disso.

    Preldio: a tecnologia que realmente representa evoluo

    Se levarmos em conta os primrdios da evoluo humana, difcil discordar que al-guns inventos, de fato, alavancaram nosso desenvolvimento. Na era contempornea, podemos citar a mudana na mobilidade proporcionada pelo automvel, pelo avio e, nas ltimas dcadas, o ganho de produ-tividade advindo da evoluo dos compu-tadores e do surgimento da internet.

    Para falar somente de comunicao, quan-do a telefonia migrou da fixa para a mvel, tivemos um ganho notvel de produtividade e qualidade de vida. Quando os computa-dores passaram a ser interligados por uma rede, e, posteriormente, pela rede mundial de computadores, ainda mais. A conexo wireless e a transmisso mvel de dados foram catalisadores do meio de comunica-o instantnea em que vivemos hoje.

    Estes so exemplos claros em que a tecno-logia pode ser considerada evolutiva.

    A mudana de comportamento associada tecnologia

    Se for para citar um nico cone da tec-nologia que causou uma grande mudan-a comportamental no ser humano (com todos os problemas advindos disso), pro-vavelmente a escolha seria o celular, mais precisamente o smartphone.

    Estudos indicam claramente que a orga-nizao do nosso crebro mudou com relao ao aprendizado, tornando-o muito mais capacitado para realizar mltiplas ta-refas, porm, com muito menos poder de concentrao. A impacincia tornou-se ca-racterstica de toda uma gerao que no quer aguardar um segundo a mais pelo carregamento de uma pgina.

    A Mediative, recentemente, divulgou um estudo de mapas de calor e eye-tracking[1] indicando que o usurio mdio mudou completamente seu comportamento de 2005 para 2014. A velha leitura horizontal e o Tringulo Dourado dos resultados de busca j se foram. Agora, a leitura verti-calizada com foco nos resultados exibidos no meio da pgina e tambm no rodap. A mudana de comportamento creditada ao uso intensivo de smartphones e ao pr-prio desejo do usurio de pular anncios pagos e encontrar informao relevantes de forma mais gil.

    Entretanto, o grande dilema a mudana de comportamento social, a comear pela falta de socializao em pessoa, em troca de um tempo muito maior tempo dedicado conectividade, seja por mensagens ins-

    tECnologia

    9Digitalks

    Tecnologia uma palavra sempre ligada evoluo. De forma ampla, este como que um dogma imposto pela mdia, por entusiastas, pesquisadores e quase todo tipo de profissional vinculado, de alguma maneira, a reas relacionadas com o desenvolvimento tecnolgico.

  • tantneas ou interaes em redes sociais diversas. O extremo deste tipo de compor-tamento est no vcio da tecnologia que to-dos ns temos, em diferentes graus, mas que em casos exagerados pode se trans-formar em um caso clnico.

    Quando a tecnologia nos limita

    precisamente pela mudana de compor-tamento estabelecida pelos dispositivos mveis que acabamos limitados pela tec-nologia que nos imposta, sem ao menos perceber isso.

    Um caso simples do tipo de adaptao desfavorvel diz respeito interface de co-municao homem-mquina. O incio da era dos e-mails mveis e das mensagens instantneas fez surgir os smartphones com teclado, levando a uma comunicao precisa e verstil. A evoluo desta tec-nologia deveria, em tese, caminhar par