Revista Impressão & Cores | Edição 47

  • View
    219

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 47 - Ano IV - Novembro 2011

Text of Revista Impressão & Cores | Edição 47

  • 1NOTCIAS DO MEIO GRFICO,ESTAMPARIA & COMUNICAO VISUALAn

    o IV

    - Ed

    io

    n 4

    7 - N

    ovem

    bro

    2011

    ISSN

    217

    6-13

    45 | D

    istr

    ibui

    o

    Gra

    tuit

    a

    Uma dupla de energia para iluminar e colorir ambientes

    neon

    & ledDistinta Fre

    guesia:

    Fazer o Reclame da

    Empresa e dos Produtos

    no Gasto, ...

    investimento

    AGITOTxTil-Serigrfico

  • 22

    IC_38_FEVEREIRO_11.indd 2 03.02.11 17:06:59

  • 3editorial sumrioex

    pedi

    ente Ttulo/Marca de TerraNova ComunicCNPJ 02.206.278/0001-45 IM 015428 NAE 5822100

    Certificado Digital // NF@

    Rua Jos Augusto Pedroso 44 06717-126 Cotia/SP Brasil

    Edio / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & Joo BarcellosDep Comercial / JUNIOR Dep Jurdico / Dr Luiz SilvaProjeto Grfico / Pedro Caetano

    www.impressaocores.com.brjb@impressaocores.com.br / comercial-junior@impressaocores.com.br

    Fones 55 11 4703.3077 Junior 4704.0917 / 9797.2753Os artigos assinados so de responsabilidade dos seus autores.

    EDITORIAL 03Produo Nordestina:Atividade Txtil-Artstica & Utilitria

    SAIBA +Produtos & Promoesem nosso Site

    PUBLICIDADE & BRINDES 04Caneta TampografadaTinta & Tampografia

    PRODUTOS 05Laminao / BimaSilk UV p/ CD e Silk Balo

    VITRINE EMPRESARIAL 06Publicidade: ontem e hoje.

    PERSONALIDADE 06Valmy / a arte da reproduo serigrfica

    NOSSA CAPA 08Non & Led:o colorido na sociedade de consumo

    ESTAMPARIA & MODA 10Agito Txtil-Serigrfico: uniformes e sacolas

    RTULOS & ETIQUETAS 12CorelDraw & Roland dg / prmio

    NOTAS DE MERCADO 13Ilhoseira CiaTecNovidade Sign Supply

    PLOTAGEM 15Envelopamento de Veculos

    Produo NordestinaATIVIDADE TxTIL-ARTSTICA & UTILITRIA

    Deposite R$50,00p/ TerraNova ComunicBanco do BrasilAg 0916-4 cc 29845Xe envie cpia do docc/ os seus dados p/

    ou ligue 11-4703.3077revista.ic@uol.com.br

    ASSINATURA12 Edies R$50,00 por

    Vocs sabem?... Por ignorncia geogrfica e cultural, o navegador Colombo nomeou os povos que en-controu na Amrica como ndios, pois, ele achava ter encontrado a ndia. J o escrivo Caminha, da fro-ta de Cabral, somente fala das gen-tes, e isso por saber que no estava na ndia e sim a caminho da ndia.

    tempo de se reeducar a Univer-sidade brasileira para que o Povo Brasileiro tenha acesso sua prpria identificao geogrfica e cultural.

    Pois , e por falar em Caminha, o escrivo, ele mesmo nos ensina que naquele porto seguro os portu-gueses encontraram uma atividade txtil-artstica e utilitria que os as-sombrou a saber: [...] No meio das ditas casas e dos ditos esteios pem uma rede de algodo atada [...]. E das penas dos ditos pssaros fazem chapus e barretes que usam. A ter-ra muito abundante em muitas

    rvores e muitas guas: milho, inha-mes e algodo [...], tm redes e so grandes pescadores in Carta de Pro Vaz de Caminha para D. Ma-nuel, na Terra de Sancta Cruz, 1500.

    Pelas suas condies climticas e geoestratgicas, o norte-nordeste uma regio predestinada a ser uma das bases econmicas do Brasil: foi e o .

    Daquelas redes de pesca e de dormir confeccionadas artistica-mente com algodo, e apresenta-das ao mundo no Sc. 16, s roupas e outras peas de algodo confec-cionadas no Sc. 21, o norte-nordes-te uma espcie de eterno mapa da mina que o Brasil redescobre a cada nova era. Aqui fica o registro histrico que sinaliza os qus da atual demanda industrial e txtil por essas paradas.

    Joo Barcellos / editor-historiador

    PRODUTOS PROMOES&

    Foto BaloArt Hot Transfer ensina...

    Papel Flocado Branco

    Polister Gnesis

    Serigrafia & VidroKiwo & Sefar // Tcnica & Arte

    aib

    Sa

    +

  • 4tinta digitalpublicidade & brinde

    Tel: (11) 2742.6674 / 2742.0144 / 2746.0853Site: www.metalprinter.com.br E-mail: metalprinter@metalprinter.com.br

    CanetaTampografada Brinde,PuBlicidade& Turismo

    A impresso feita por tampgrafos um arte e uma indstria que move se-tores do brinde pea tcnica. Um dos ramos mais ativados da impresso em canetas, simples ou j montadas.

    As mquinas tampogrficas compactas e manuais so ferramentas otimizadas para gravar objetos destinados promoo de empresas e marcas, mas tambm para produzir brindes personalizados e tursticos.

    A conceituada empresa Inovaes & Brindes disponibiliza a linha New Print de equipamentos tampogrficos, e a mquinas para decorar e/ou personalizar canetas grava superfcies com dimetros de at 30 mm e permite uma produo de 1400 peas/hora...!

    compacta, de fcil manuseio, possui tela de 180 fios e um Manual com CD para o rpido aprendizado de utilizao. tima para dar incio s operaes de uma microempresa.

    www.inovabrindes.com.br

    Tinta Epxi & Tampografia

    As resinas epoxi aps sua completa polimerizao (cura completa), so consideradas toxicologicamente inertes, i.e., no apresentam riscos sade no manuseio.

    Os pigmentos utilizados na composio das cores so classificados em orgnicos e inorgnicos. Os orgnicos caracterizam-se pela atoxidade geral e so pigmentos nobres com grande poder de tingimento, normalmente utilizados em utenslios domsticos, brinquedos ou produtos para contato com alimentos. Os inorgnicos, na maioria, possuem metais pesados, cromados e molibdatos (brio, chumbo, cdium). So considerados mais txicos e seu poder de tingimento menor que o orgnico.

    Tambm existem as combinaes de orgnicos com inorgnicos, obtendo-se um menor custo com um melhor poder de tingimento.

    Os solventes so a base de teres gli-cis, considerados os de menor toxidade... O nico solvente atxico a gua.

    O catalisador utilizado em tintas epoxi ou poliuretnicas: um reagente qumico, que adicionado em pequenas quantidades tem a propriedade de concentrar a resina, acelerando sua reao de polimeriza e aumentar a dureza superficial.

    A tinta adequada a que oferece ao produto a ser impresso o melhor acabamento possvel com todos os requisitos necessrios: aderncia, sublimao, tonalidade, atoxidade, com

    uma melhor caracterstica do filme.

    www.semmil.com.br

  • 5indstria & produto

    5

    Indstria & Produtos

    IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5 03.02.11 17:07:43

    Silk cd maTicEquipamento semiauto-

    mtico idealizado para im-presso de mdias em CD e DVD, em 1 cor e aplicao de verniz ultravioleta, se-gundo a experincia indus-trial da Silksmaq, fabricante especialista em mquinas para serigrafistas. Com en-caixe cor a cor, o equipa-mento pode ser utilizado para impresso de cromias.

    www.silksmaq.com.br

    Silk BaloUm dos equipamentos

    sempre evidncia nas amos-tragens pblicas da Silksmaq a impressora Silk Balo. para estampagem serigrfica a 1 cor sobre balo [bexiga], e como a tinta seca rapidamen-te o balo pode ser imediata-mente esvaziado para ser em-balado com outras unidades. E uma novidade: Silk Balo possui ajuste para se adequar a diversos tamanhos de balo.

    www.silksmaq.com.br

    laminao & GF

    A tcnica mais comum para proteo de fotos e gravuras, da pequena grande, a lamina-o, que pode ser executada a frio ou a quente e, quase sempre, as duas modalidades encontram-se dis-posio no mesmo equipamento.

    Uma das empresas de ponta nesta tecnologia a Brima Laminao, que tem no seu vasto catlogo, uma Lamina-dora GF, ou seja, quem precisa proteger peas de Grande Formato [GF] pode adquirir este equipamento. Ele utiliza fonte de 220 v e lamina rea com largura de at 106 cm para filmes com espessura de at 250 mic, operando com veloci-dade de 2,5 m por minuto e temperatura controlada.

    www.brimalaminao.com.br

  • 6personalidadevitrine empresarial

    disTinTa FreGuesia:Fazer o reclame daempresa e dos produtosno gasto, ... Investimento![alerta dos velhos empreendedores]

    No interessa qual o suporte, se grfico ou se audiovisual: o que inte-ressa chamar a ateno para a logomarca da empresa e seus produtos. E, no sendo o tradicional jingle [msica publicitria], o velho Reclame tem roupas novas no suporte grfico e nos processos de impresso.

    Recentemente, Paulo Cezar Alves Goulart lanou o livro Msica e Propaganda [A9 Editora, SP-2011], um estudo pri-moroso e de leitura deliciosa com parte da histria da comu-nicao mercantil no Brasil. A essncia do estudo alarga-se, tambm, ao alerta dos velhos empreendedores: Distinta Fre-guesia, fazer Reclame da Empresa e dos Produtos no gas-to, ... investimento! Obviamente, o recado vale para as em-preendedoras e os empreendedores de hoje. Que o mesmo dizer: deixar de exibir produtos e servios perder a clientela.

    Para mais informaes e compra, acesse: www.musicaepropaganda.com.br

    Um Artista ChamadoVALMy MORAIS

    Valmy nasceu em Itamarandiba, estado de Minas Gerais, em 1961, e aos 8 anos notou nos seus rabiscos e borres um talento peculiar para arte. A prtica constante com a pintura, o desenho, a escultura e, ainda, a gravura em serigrafia, construiu as caractersticas de excelncia e solidez que so a marca registrada de suas produes. Premiado mundo afora, Valmy Morais um artista diferenciado e em pesquisa contnua sobre tcnicas, cores, estilo, logo, um profundo conhecedor das artes

    visuais.

    SOLDA BANNER manualSOLDA BANNER MANUAL / 10 mm Tem tamanho de 1,50 m e acionado por

    pedal; possibilita movimento horizontal e possui sistema nico de fechamento.

    Equipamento prtico e produtivo alm de baixo consumo de energia.

    Fone: 11- 2 742.0144 / 2746.0853

    www. .com.brmetalprinter

    EQUIPAMENTOS METAL PRINTER: A SOLUO!

    SOLDA BANNER MANUAL / 10 mm - Tem tamanho de 1,50 m e acionado por pedal; possibilita movimento horizontal e possui sistema nico de fechamento. Equipamento