Click here to load reader

Revista NEI - Edição Dezembro/14

  • View
    378

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Automação Industrial | Área ganha reforço da instrumentação inteligente.

Text of Revista NEI - Edição Dezembro/14

  • DEZEMBRO 2014Novidades industriais do mundo inteiro em suas mos

    Amplie sua busca de produtos e fornecedores no NEI.com.br

    Modernizar ou modernizarMais de R$ 42 mi investidos em modernizao levam a Imbil a aumentar sua receita lquida em 33% Pgs. 20, 21 A partir da pg. 26

    Automao Industrialrea ganha reforo da instrumentao inteligente

    Impressora 3D de mesa opera com luz pulsada Apresenta nivelamento automtico da plataforma e calibrao tambm automtica, caixa com sistema de ltrao de ar e abafamento de rudos, e LED funcional que opera com luz pulsada. O modelo UP BOX, com volume para construo de 255 x 205 x 205 mm, respectivamente largura, altura e profundidade, dispe de so ware UP com suporte inteligente e interface amigvel. Produz componentes de geometria complexa sem gotejamento em plataforma aquecida e permite a impresso de ABS de modo consistente

    e sem trama. Beijing Tiertime Technology Co., Ltd., Pequim, China.Tel.: 86 10 69667183 [email protected]: tiertime.com

    Sensor de temperatura tem resoluo de 0,03CO DTSX3000 mede a distribuio de temperatura ao longo de uma bra ptica at 50 km de comprimento. Tem larga aplicao na monitorao de temperaturas subterrneas em explorao e produo de gs natural e leo em poos no convencionais, e no controle de distribuio de temperatura em mltiplos poos. Permite tambm deteco de fogo em correias transportadoras; monitorao da temperatura distribuda em linhas de transmisso de energia eltrica; deteco de vazamento de gases e lquidos em linhas de distribuio e tanques; e monitorao de temperatura das paredes externas de altos-fornos nas siderrgicas, entre outros processos industriais. Yokogawa Amrica do Sul Ltda., Barueri, SP.Tel.: 11 3513-1324 | [email protected]: yokogawa.com.br

    Marcador a Laser hbrido tambm l e veri ca cdigos 2D

    A Srie MD-X est equipada com tecnologia de oscilao de Laser que combina as caractersticas de Lasers de

    YVO4 e de bra, para fornecer marcao com qualidade em elevada velocidade, podendo-se obter alta potncia

    de pico (YVO4) e alta potncia mdia ( bra). Apresenta a tecnologia de 3 eixos que permite ajustes focais detalhados

    durante a marcao, possibilitando a gravao em superfcies complexas. Dispe de funo foco automtico

    para se ajustar s variaes de foco de uma pea a outra. Alm disso, l e veri ca cdigos 2D, equipada com rels

    de segurana, tem interface de comunicao em TCP/IP, Pro net e Ethernet/IP, e rea de gravao de 300 x

    300 mm. Atende grau de proteo IP 64. Keyence Brasil Com. de Prods. Eletrnicos Ltda., So Paulo, SP.

    Tel.: 11 3045-4011 | [email protected] site: keyence.com.br

    Mdulo de acionamentocumpre norma de segurana NR-12A srie Octopus SRA viabiliza a adequao de equipamentos s diretrizes da NR-12. Compacta, de fcil aplicao, implantao e manuteno posterior, pois utiliza componentes j existentes em equipamentos ou instalaes. Alm de demandar espao reduzido, assegurar isolao galvnica e utilizar interface de acionamento em 24 V, caracteriza-se pelo rearme autorizado: toda vez que ocorrer um desarme emergencial, obrigatrio inserir-se uma chave de rearme, que deve car em posse da superviso ou gerncia da rea. Esse conceito assegura a imediata comunicao da ocorrncia de situao crtica, viabilizando adotar aes preventivas ou corretivas. Solis Indl. de Mqs. e Equips. Ltda., Colombo, PR.Tel.: 41 [email protected]: soliselectric.com.br

    Cortador a Laser de itrbio atua com exatido de 0,025 mm Com rea de trabalho de 1.250 x 1.000 mm, produz cortes a ados e sem rebarbas em diversos metais, como ao, alumnio, cobre, titnio, nquel, ao inoxidvel, lato, prata e ouro, entre outros. O cortador a Laser de bra de itrbio modelo BCL processa chapas a partir de 0,2 mm de espessura com o de corte de 0,025 mm, opera com conjunto de eixos de alta exatido, produz peas com tolerncias de 0,025 mm e apresenta expectativa de vida til de 50.000 a 100.000 horas. Sisma do Brasil Com. de Mqs. Industriais Ltda., Jundia, SP.

    Tel.: 11 4584-6624 [email protected]: sismadobrasil.com.br

    Vdeo em NEI.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 1

    Os Editores

    Dilogo com o leitor

    Comente este editorial no blog.nei.com.br

    Acelerada transformao tecnolgica exige modernizao urgente Modernizar ou modernizar: no tem jeitinho nem plano B. Sob esse slogan, a srie divulgada este ano na Revista NEI, em comemorao aos seus 40 anos, tinha um grande desafio: relatar histrias interessantes de empresas que obtiveram sucesso nos negcios a partir da modernizao de processos, produtos e gesto. Proposta editorial alinhada com a misso de NEI, que desde 1974 contribui para a modernizao da indstria fornecendo um dos insumos mais importantes - a informao. Nesta edio, finalizamos a srie com o artigo da fabricante de bombas centrfugas Imbil, que, a partir de um plano estratgico rumo a 2015, com investi-mentos de mais de R$ 42 milhes, conseguiu aumentar sua receita lquida em 33% no perodo de 2010 a 2014.

    Durante meses, a equipe editorial de NEI dedicou-se a pesquisar e identificar companhias que tivessem algo a ensinar. Entrevistou executivos, estudou suas estratgias, avaliou resultados e compilou tudo em artigos que privilegiaram as aes que cada empresa tomou diante de suas dificuldades (todas tiveram) e conquistas obtidas. Em comum, podemos afirmar que todas foram corajosas ao assumir que era preciso agir rpido, principalmente nos momentos de crise; rever processos e conceitos, e mud-los; avaliar custos; e adotar uma postura inovativa diante dos desafios. Muitas foram ainda corajosas ao reconhecer sua defasagem tecnolgica.

    Em muitos dos cases apresentados, a adoo de novas tecnologias foi determinante para a automatiza-o de processos com controles mais precisos, ganhos de produtividade e qualidade com menores custos, conquista de padronizao tcnica, maior eficincia energtica, economia de matria-prima, entre outros benefcios. A renovao do parque fabril possibilitou ainda o desenvolvimento de novos produtos, mais sus-tentveis e inteligentes, que permitiram atrair a ateno de novos mercados.

    Os investimentos em automao foram primordiais para muitas dessas empresas. Nesta edio trazemos, a partir da pgina 26, uma seo especial sobre Automao Industrial, reunindo mais de 60 novos produtos que permitem acelerar a atualizao do parque fabril em todas as fases de produo. O uso da instrumentao inteligente nos sistemas de controle e automao industrial, apontada como tendncia por especialistas con-sultados por NEI, possibilita s companhias maiores ganhos de produtividade, qualidade e segurana. Isso s refora o que aprendemos com os cases da srie Modernizar ou modernizar.

    Em suma, as empresas orientadas pela inovao investem em pesquisa e desenvolvimento e esto preo-cupadas em conhecer e adotar novas tecnologias. Alm disso, e no menos importantes, estimulam a adoo de prticas inovativas na prpria organizao, revisitam constantemente seus processos administrativos e tcnicos, conversam com seu pblico para identificar oportunidades de melhoria de produto e atendimento, e desenvolvimento de novas solues, e do uma ateno especial prpria rea comercial, buscando meios que as aproximem cada vez mais e melhor de seus clientes. Incentivam ainda a qualificao de mo de obra, acompanham de perto seus mercados, valorizam a conquista de certificaes e investem na divulgao e con-solidao de sua marca. Nenhuma delas deixa de se comunicar com seu pblico.

  • Novidades industriais do mundo inteiro em suas mos. Uma joint-venture Thomas e Carvajal.

    CENTRAL DE GERAO DE CONTEDO - CGCDIRETOR Alipio do Amaral Ferreira [email protected] Eliane Oliveira R. Pereira [email protected] TCNICO Roberto Guazzelli [email protected] DE TEXTO Clia Regina Sgarbi [email protected] Mariana Bermelho Moreira [email protected]/ARTE Willians Galdini

    CONSULTORIA TCNICAWalter Link - Professor Doutor Adjunto pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Auditor pelo INMETRO e Consultor nas reas de metrologia e gesto laboratorial. Fabian Yaksic Gerente Tcnico Dirceu S. Sgubin, Pedro E. dos Santos e Israel de Moraes Guratti Analistas da Associao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica ABINEE. Luiz Philippe Sarrouf Diretor da L. Sarrouf Engenharia Ltda.

    TL PUBLICAES ELETRNICAS LTDA.PRESIDENTE Robert Macody LundDIRETORA EXECUTIVA Lauriceia A. T. Bernardino [email protected] GERENTE DE PUBLICAO Luciani A. T. Trindade [email protected]

    CONSELHO EXECUTIVO Lauriceia A. T. Bernardino - Mrio Nazar Robert Macody Lund Sergio L. A. da V. Oliveira

    MATERIAL PUBLICITRIO (11) 3327-4483/4446Alessandra Bettega [email protected] Renato Campos Dias [email protected]

    SERVIO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC [email protected] (11) 3327-4452A Revista NEI, com uma tiragem de 66,315 exemplares, publicada e distribuda mensal, gratuita e nominalmente aos executivos e tcnicos industriais envolvidos nos processos de especifi cao e compra de produtos, equipamentos e servios, que atuam em empresas fabricantes ou relacionadas s atividades industriais e construtivas no Brasil. A Revista NEI editada por TL Publicaes Eletrnicas Ltda., Rua Brig. Tobias, 356, 01032-901, So Paulo, SP - Brasil, Tel. (11) 3327-4400 e Fax (11) 3228-9373. Impressa por Prol Edi-tora Grfi ca Ltda. Distribuda por: DTD Distribuio e Courier Ltda. ME. Assinatura paga Brasil: R$ 207,00 (anual) e R$ 20,00 (avulso); exterior: US$ 330,00 (anual) e US$ 30,00 (avulso). Ningum est autorizado a efetuar assinaturas em nome de TL. Se for procurado por algum, denuncie-o s autoridades locais. A Revista NEI registrada no 2 Cartrio de Registro de Ttulos e Documentos sob n 1288 P 209/73. Proibida reproduo total ou parcial do contedo editorial sem autorizao dos editores. Jornalista Responsvel: Alipio do Amaral Ferreira. Servio de Assinaturas: mudanas de endereo, renovaes ou novas assinaturas, Tel.: (11) 3327-4541 e 3327-4462

    VOL. 41, N 10, DEZEMBRO 2014

    E X P E D I E N T E

    A revista NEI impressa em papel produzido a partir de rvores de zonas de ref lorestamento.

    International Businessof Performing Audits

    www.anatec.org.br

    REPRESENTANTESMINAS GERAIS Brenda Mascarenhas Braga [email protected] Tel.: (11) 3327-4577 (31) 9469-0222 PARAN / SANTA CATARINAElisandro Jose Dias Tel.: (11) 3327-4496 [email protected] Repres. Comerciais Ltda. Tel.: (41) 3049-7183 [email protected]

    RIO DE JANEIRO Roberto da Silva Rosa Tel.: (11) 3327-4577 - [email protected]

    RIO GRANDE DO SUL Enterprise K Tel.: (51) 3026-5570 - [email protected] DEPARTAMENTO INTERNACIONAL [email protected] Mattar Junior

    REPRESENTANTES NO EXTERIORAMRICA DO NORTEEstados Unidos da Amrica

    Herbert Weikes (1-212) 629-1545 [email protected] Barry (1-828) 505-0500 [email protected] Greenfi eld (1-203) 938-2418 [email protected] Kaprelian (1-559) 284-9440 [email protected]/ Murphy Hamilton-Murphy Media (1-616) 822-2238 [email protected] Lees Lees International Media (1-610) 626-0540 [email protected] Jones Jones Media Sales, Inc (1-708) 442-5633 [email protected] Tompkins Tompkins Media LLC (1-281) 313-1004 [email protected]

    AMRICA DO SULArgentina Nora F. Laura (54-11) 5778-0061 [email protected]

    SIAJapo Ichiro Suzuki Incom Co., Ltd. (81-3) 3260-7871 [email protected] Charles Yang Lotus Business Information Co. (886-4) 2323-5023 [email protected] Wendy Teng Top International Media Co. Ltd. (86-10) 6588-1955 [email protected], Espanha, Frana e Portugal Eric Jund (33-4) 9358-7743 [email protected], Escandinvia, Europa Central e Oriental, Grcia, Holanda, Pases Blticos, Polnia e SuaCarel L. Letschert Letschert Media Adviseurs (31-20) 633 427 [email protected] David Harvett (44-121) 705-2120 [email protected] Andrea Rancati (39-02) 703 00088 [email protected]

    DEPARTAMENTO DE VENDASDIRETOR COMERCIAL Mrio Nazar Coordenadora Regiane P. Gomes

    GERNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE VENDAS Marcos Meneghetti

    GERNCIAS DE CONTAS CAPITAL E GRANDE SO PAULOBruno Jos Ferreira Tel.: (11) 3327-4500Danilo F. R. A. Lombardi Tel.: (11) 3327-4588Cosme Camilo Ferreira Tel.: (11) 3327-4573Danilo Prociuk (Tecnologia) Tel.: (11) 3327-4478Elisabete da Silva Alberto Tel.: (11) 3327-4581

    Gislaine Hara Balija Tel.: (11) 3327-4563Heloisa de Castro Pandelo Tel.: (11) 3327-4561Jean Willian de S. Segarra Tel.: (11) 3327-4657Jlio Csar de Angelis Tel.: (11) 3327-4465Marcelo Forte Belli Tel.: (11) 3327-4579

    Patrcia Molezini Tel.: (11) 3327-4656Rosana Martins M. de Souza Tel.: (11) 3327-4489Roseli Pereira Agostinho Tel.: (11) 3327-4582Sandro Carmona Tel.: (11) 3327-4580Snia Santos Tel.: (11) 3327-4537Viviane Alves (Tecnologia) Tel.: (11) 3327-4616

    GERNCIAS DE VENDASDeborah Braghini Tel.: (11) 3327-4526

    Rubens Gon Brulio Tel.: (11) 3327-4495

    Hlcio N. Gianello Tel.: (11) 3327-4538

    GERNCIAS DE CONTAS INTERIOR DE SO PAULOAlexandre Italo Catto Tel.: (11) 3327-4534Andyara Franco Vicentin Tel.: (11) 3327-4494Juliana Simkevic Martins Tel.: (11) 3327-4655

    Leda Frangetto Baptista Tel.: (11) 3327-4565Marcelo Spakauskas Tel.: (11) 3327-4443Mrio Tobias Tel.: (11) 3327-4667

    Wilmar de Castro (Tecnologia) Tel.: (11) 3327-4622

    ISSN 2318-5813

    Destaques

    Pg. 4

    INSTITUTO VERIFICADORDE CIRCULAO

    MEMBRO DO

    Pg. 8

    Pg. 22

    Pg. 60

    Pg. 68

    Medidor de concentrao de ptem faixa de 5a 200 mg/m

    Balana suspensa opera em pontes rolantes

    Laser estacionrioopera sobre estrutura robotizada

    Kit bicombustvel dieselpermite uso de 70%de gs natural

    Analisador de barramento

    testa continuidadee protocolo

    Veja mquinas em aoEste QR code Quick Response indica que o produto publicado no espao editorial tem vdeo. Voc pode v-lo apontando a cmera do seu celular para este cdigo desde que seu aparelho tenha o aplicativo de leitura instalado. Acesse NEI.com.br/qrcode para mais informaes.

    18

    20, 21

    26657274

    SeesDilogo com o leitorPedido de divulgao gratuita de produtosModernizar ou modernizar Mais de R$ 42 mi investidos em modernizao levam a Imbil a aumentar sua receita lquida em 33%Automao IndustrialErrataCalendrio de Feiras e Eventos IndustriaisServiosndices de Fornecedores e Produtos no fi nal da edio

    neI digitalNEI.com.brEncontre mais de 64 mil fornecedores industriais em mais de 10.700 categorias de produtos e tenha acesso gratuito a calendrio de cursos,feiras e eventos e tambm aos fornecedores NEI Top Five - os preferidos pelo mercado industrial.

    NEI NewsAssine nossa newsletter e receba quinzenalmente as novidades do mercado industrial. Acesse NEI.com.br para se cadastrar gratuitamente.

    Blog.NEI.com.brLeia notcias sobre tecnologias, tendncias, economia, profi sses e novidades dos mais diversos setores industriais.

  • 4 NEI | Dezembro 2014

    Destaque

    Switch gerencivel para Fast Ethernet em PMEsCom capacidade de empilhamento aprimorado, que simplifi ca a confi gurao e o gerenciamento da rede, permitindo entrada para at 24 switches com um ni-co comando em uma nica sesso de gesto, a srie FS970M indicada para pe-quenas e mdias empresas (PMEs). Alm de poder compartilhar o mesmo ende-reo IP, que reduz o nmero de endereos atribudos a dispositivos de rede pa-ra gerenciamento remoto, fornece alta performance de conectividade na borda da rede, suportando diversos protocolos de segurana. Eco-Friendly, a srie conta com chipsets e ventoinhas, que minimizam o consumo de energia e a poluio sonora. Allied Telesis Solues de Rede Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2506-9771 | [email protected] | site: alliedtelesis.com.br

    Politriz automticaprocessa componentes pticos Indicada para o polimento de virolas de cermica, vidro, ao inoxidvel e plstico, guias de ondas, chips pticos, lentes capilares e de vidro, fi bras p-ticas e conectores MT/MT-RJ, ST e SC/FC (APC), entre outros, apresenta sistema de posicionamento controlado em incrementos de 1 mcron, mesa ro-tativa bidirecional com velocidade de 5 a 350 rpm e dispositivo oscilante para o material de trabalho. A optiPrepconta com fuso de indexao vertical isento de variao angular, fora de aplicao ajustvel, sistema de engate rpido para a fi xao de componentes e temporizador digital para operao desassisti-da. Commal - Com. de Mats. p/Laboratrio Ltda., So Bernardo do Campo, SP.Tel.: 11 3412-3918 | [email protected] | site: commal.com.br

    Kit bicombustvel dieselpermite uso de 70% de gs naturalInstalado externamente ao motor, sem modifi cao intrusiva, o siste-ma Bi-Fuel habilita motores diesel e leo combustvel a operar com at 70% de gs natural, proporcionan-do reduo de custos operacionais e emisses de elementos contami-nantes ao meio ambiente. Possibili-ta mudana manual ou automtica de combustvel (diesel-diesel/gs-diesel) sem interromper o funcionamento do motor, mantendo sua velocidade e carga. Man-tm tambm o consumo de combustvel em funo da carga e, automaticamen-te, ajusta o nvel de substituio de gs para otimizar seu rendimento em qual-

    quer nvel de carga. MOG Marine Oil & Gas Energy Solutions do Brasil, Barueri, SP.Tel.: 71 3461-4200 | [email protected] | site: moges.com.br

    permite uso de 70% de gs natural

    Vdeo em NEI.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 5

    Bomba dosadora peristlticausa roletes ao invs de sapatasA srie DF teve seu sistema de compresso dos roletes al-terado para exercer menor esforo no elemento tubu-lar, aumentando sua vida til. Entre suas mltiplas aplica-es, destacam-se a inds-tria alimentcia, farmacuti-ca, qumica, de papel e celu-lose, entre outras. Oferece va-zo de 60 a 66 m/h e usa lubrificante spray de silico-ne com lubrificador automtico. Tem corpo de ferro fundido e base de ao-carbono. Vallair do Brasil Ind. e Com. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2696-3411 | [email protected]: vallair.com.br

    Morsa de troca rpidapossui repetitividade de 0,025 mmEquipada com gram-pos de encaixe rpi-do, minimiza o tem-po de troca de mor-dentes usinveis pa-ra menos de 1 min e opera com repetitividade de posicionamento at 0,025 mm. O modelo DoveLockQuick-Change Jaw System encontra-se disponvel com morden-tes substituveis de alumnio 6061, nas larguras de 152,4, 177,8, 203,2 e 254 mm, que podem ser inver-tidos em 180 e usinados nos dois lados para aten-der diferentes configuraes de peas. Kurt Manu-facturing Company, Minneapolis, MN, EUA.Tel.: 1 877 226 7823 | [email protected]: kurtworkholding.com

    Eletroerosionadoratem mesa de 2.500 x 1.350 mmEquipada com mesa de 2.500 x 1.350 mm, que suporta at 8.000 kg, a EDM 316 desenvolve cursos de 2.000 x 1.180 x 800 mm nos eixos X, Y, e Z, respectivamen-te. Com mesa distante do porta-eletrodo entre 200 e 1.000 mm, trabalha com eletrodo at 1.000 kg e corrente mxima de 100 A. Eletro Ind. de Mqs. de Eletroeroso Ltda., Caxias do Sul, RS.Tel.: 54 3021-6821 | [email protected]: eletro.ind.br

  • 6 NEI | Dezembro 2014

    Unidade de gua geladapossui condensao a guaTem capacidade de 3.000 at 240.000 kcal/h, operando com fluido refrige-rante R-410A. Instalada em gabinete compacto e ergonmico, possui eva-porador de feixe tubular de cobre ou a placas brasadas de ao inoxidvel; bomba de gua centrfuga multies-tgio de ao inoxidvel; compressor inverter scroll; condensador aletado ou microcanal; ventilador axial; vlvula de expanso eletrnica; quadro eltrico; e CLP com IHM sensvel ao toque. Metacontrol Refrig. e Controle Trmico Ltda., Guarulhos, SP.Tel.: 11 2279-7299 | [email protected]: metacontrol.com.br

    Ferramenta de tornearusina ligas de titnioCom sistema de refrigerao que admite presso at 300 bar, a T-Burst indicada pa-ra processar materiais de dif-cil usinagem (ligas de titnio, aos inoxidveis, aos ligados e outras ligas resistentes ao ca-lor) durante processos de cor-te em alta velocidade. Conta ainda com alojamento estti-co e bico retrtil que gira em ambas as direes. Taegutec do Brasil Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3868-6032 | [email protected]: taegutec.com.br

    Prensa servoacionada atinge fora de 15.000 NDe construo robusta e alta repe-titividade, apresenta interface ami-gvel de fcil operao e programa-o com software livre, encoder ab-soluto e sistema de monitoramento e compensao durante o processo. A linha EP, de acionamento eltrico e alta eficincia energtica, encon-tra-se disponvel com capacidades de carga de 2.000 a 15.000 N, ope-rando com curso de pisto de 250 mm e velocidade de trabalho de 0 a 70 mm/s. Equipada com cortina de luz, cabina e acio-namento bimanual, conta com sistema antigiro e ser-vomotor com freio. NEM - Mquinas - Com. e Ind. de Mqs. Ltda., So Joo da Boa Vista, SP.Tel.: 19 3056-1179 | [email protected]: nem-maquinas.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 7

    Cortadora pneumticaopera com 20.000 rpmCom consumo de ar de 169 L/min, a WFC-3410 apresenta cabo de segu-rana manusevel por ambas as mos regulvel a 180 e disco de 76,2 mm para velocidade livre de 20.000 rpm. Opera com presso de ar de 6,3 kg/cm, sendo indicada para corte rpido de peas metlicas em geral. Zhejiang Refine Wufu Air Tools Co., Ltd., Wenling, China.Tel.: 86 576 8691 1352 | [email protected]: wufutools.com

    Vibrador de concretoatua com 1.600 W de potnciaO modelo VCV 1600, de 1.600 W de potncia, empregado na cons-truo civil, em aplica-es pesadas. Fabricado com estrutura tubular, mais robusto, protege o equipamento e facilita o transporte. Seu uso recomendado apenas com a utilizao de mangote de vibrao Vonder, cuja tro-ca facilitada pelo sistema de rosca. indicado pa-ra compactar os mais variados tipos de concreto em colunas, vigas, sapatas, pisos e lajes, tornando a mis-tura mais homognea pela eliminao de bolhas de ar. OVD Imp. e Distr. Ltda. - Vonder, Curitiba, PR.Tel.: 41 2101-0550 | [email protected]: vonder.com.br

    Injetora de plsticoseconomiza at 70% de energia

    Com capacidade de injeo de 460 cm, a Sanshun SHE-155, verso G, possui controle em malha fe-chada de presso, velocidade e temperatura obti-da atravs de servomotor de 15 kW, bomba de en-grenagens, encoder e sensor de presso, economi-zando at 70% no consumo energtico. Tem 155 t de fora de fechamento, vo livre entre colunas de 455 mm e velocidade mxima da rosca de 218 ou 251 rpm. Plastbase Ind. e Com. Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 4586-3801 | [email protected]: plastbase.com.br

  • 8 NEI | Dezembro 2014

    Laser estacionrioopera sobre estrutura robotizadaA srie SL, oferecida em potncias mximas de 120, 160, 300 e 400 W, visa reparar ferra-mentas pesando at 250 kg. De concepo aberta, assegura fcil manuseio e efi cin-cia ergonmica durante operaes prolon-gadas. Com estrutura modular, possibilita a converso em sistema fechado, operando como Laser de Classe 1 ou 4, conforme re-quisitos de produo, assistido por mem-ria de parametrizao. Dotada de focaliza-o motorizada, admite formatao de pul-sos, ideal para a fuso de ligas especiais e a transferncia de altas potncias. A cavidade de lmpadas gmeas (TLC), associada a eixo de Laser extenso, assegura a estabili-dade e a qualidade essenciais. Sigma Laser GmbH, Frankfurt, Alemanha.Tel.: 49 69 3003 8905 0 | [email protected] | site: sigma-laser.com

    Destaque

    Retifi cadora cilndrica CNCpossui duas manivelas eletrnicasDe alta rigidez estrutural, vem equipada com care-nagem total, exaustor de neblina e duas manivelas eletrnicas independentes para o movimento dos eixos X e Z. A UNN 2/400 possui cabeotes por-ta-rebolo e porta-peas com eixos montados sobre rolamentos de contato angular e lubrifi cao per-manente, sistema de medio com transdutores li-neares e eixos X e Z acionados por fusos de esferas recirculantes. Controlada por CNC com programao ISO, trabalha com rebolo de 300 mm de dimetro e 40 mm de largu-ra com velocidade perifrica de 33 m/s, e apresenta comprimento e dimetro mximo re-tifi cvel de 400 e 300 mm, respectivamente, altura de 165 mm dos centros sobre a mesa e capacidade de carga de 120 kg entre pontas. Mello S.A. Mqs. e Equips., So Paulo, SP.Tel.: 11 5631-5263 | [email protected] | site: mellfaber.com.br

    Filtro de sucosuporta fl uidos a 110C Equipado com indicador visual ou eletrnico da condio de sa-turao do elemento fi ltrante, apresenta compatibilidade com fl uidos HH, HL, HM, HV e HTG de acordo com a norma ISO 6743/4, e suporta fl uidos com temperaturas de -25 a 110C. O fi ltro de suco da srie SC Heavy tambm pode ser fornecido com ncleo magntico para a separao de particulados met-licos, e conta com tampa de abertura rpida com quatro parafu-sos. De fcil manuteno, possui selos de NBR e opcionalmente de fl uoroelastmero FKM e vlvula de desligamento de poliami-da. UFI Filters Hydraulic Division, Jacare, SP.Tel.: 12 3014-9112 | vendas.sp.ufi @gmail.com | site: ufi hyd.com

  • NEI | Dezembro 2014 9

    Ferramenta de furaofacilita a remoo dos dentes Apresenta design com base cnica de troca rpida, per-mitindo fcil remoo dos dentes com pequeno toque. A srie KF abrange a maioria das aplicaes de tambores de ncleo, sendo indicada para todo tipo de furao de fun-daes, especialmente as pro-fundas de grandes dimetros. Atende as indstrias de terraplenagem e construo pesada, para fura-o de eixos em rocha macia ou declives molha-dos. Kennametal do Brasil Ltda., Indaiatuba, SP.Tel.: 19 3936-9200 | [email protected]: kennametal.com

    Forno de muflaatinge de 1.000 a 1.400CAdequado para uso laboratorial em ge-ral, est disponvel nas dimenses inter-nas de 10 x 12 x 15 a 25 x 40 x 100 cm, operando com tem-peratura de 1.000 a 1.400C. De estrutura robusta, possui resistncias de longa vida til, isolamento de fibra cermica, controlador digital, porta de abertu-ra lateral ou basculante e respiro superior para libe-rao de vapores. Fornos Jung Ltda., Blumenau, SC.Tel.: 47 3327-0000 | [email protected]: jung.com.br

    Pistola de medioavalia resultados de usinagemAssegura tolerncia aci-ma de 0,05 mm no dime-tro (H9, H10, etc...), sendo ideal para linhas de produ-o e controle em proces-so. Oferece ainda repetiti-vidade 0,003 mm, com valor de R&R abaixo de 10%, para 20 H10 (0 + 0,084), podendo cobrir variao de 4 mm (em di-metro) com cada jogo de castanhas. So trs os por-tes, indicados para medir de 25 a 35 mm, de 35 a 60 mm, e de 60 a 200 mm. Os jogos de castanhas podem ser desenvolvidos conforme as necessidades dimensionais da aplicao. Tekno Parts Equipamen-tos Industriais Ltda., Sapucaia do Sul, RS.Tel.: 51 3106-7125 | [email protected]: tekno-parts.com

  • 10 NEI | Dezembro 2014

    Talha hidrulicamovimenta cargas at 100 t Equipada com motor de engrenagens hermeticamen-te selado e de funcionamento silencioso, possui siste-ma de suspenso com gancho superior e tambm po-de ser fornecida com carro motorizado para operao em trilhos. A talha Profi 100 Ti-H, imune umidade e poeira, conta com proteo integrada contra sobrecar-gas e interruptores de fim de curso, e pode ser utiliza-da em atmosferas potencialmente perigosas ou explo-sivas. Tem capacidade de carga de 100 t mtricas. Apresenta grau de seguran-a EX II 2 GD IIA T4 / II 3 GD IIB T4. J.D. Neuhaus L.P., Sparks, NV, EUA.Tel.: 1 4104720500 | [email protected] | site: jdngroup.com

    Detector de falhas ultrassnicoinspeciona descontinuidades em trilhosCom 9 canais E/R e um canal independente para confir-mao manual da falha, o RailRover inspeciona descon-tinuidades em trilhos em longas distncias, incluindo ar-mazenamento interno de todo o ensaio e posterior trans-ferncia dos dados para PC via carto SD, para anlise, e sistema de localizao via GPS, para indicao exata das falhas encontradas. Oferece trs modos de apresentao: simples A-Scan, mltiplo A-Scan e A+B-Scan. Tem PRF de 400 Hz e escala de deteco de 0 a 300 mm. Inter-Metro Servios Espe-ciais Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5071-2764 | [email protected] | site: inter-metro.com.br

  • Alicate hidrulico de crimparp/ terminais e luvas de compressoIndicado para crimpar terminais e luvas de compresso de 16 a 300 mm em fios eltricos, o CR51-C dotado de matrizes de aperto no sistema hexagonal, que evi-tam a danificao dos filamentos do con-dutor. fabricado com controle dimen-sional via retificao de suas partes in-ternas, minimizando sua manuteno e, consequentemente, prolongando sua vi-da til. Crimper do Brasil Ind. e Com. de Term. e Conectores Eltrs. Ltda., Campinas, SP.Tel.: 0800 7721777 | [email protected]: crimper.com.br

    Microscpio de fora atmicaacomoda grandes amostrasApresenta eixos X, Y e Z maiores, de forma que pos-sam comportar grandes amostras, dispondo de sen-sores X e Y com rudo inferior a 150 pm e alcance de 90 m, enquan-to o alcance de Z de 15 m, com opo de 40 m. Incorpora novas funes, como ModeMaster, para configurao automtica do software para o modo selecionado, suportando tcnicas bsicas e avana-das de imagem; Getreal, para calibrar a sensibilida-de do cantilver e spring constant; e Getstarted, pa-ra definio automtica dos parmetros de imagem (ponto de ajuste, ganho, velocidade de varredura). Oferece diferentes modos de imagem, como EFM, KPFM, Conductive, Currente Mapping with Fast Force Mapping Mode, sMIM, Eletroqumica, PFM e outros. Altmann S.A. Imp. e Com., So Paulo, SP.Tel.: 11 2198-7198 | [email protected]: altmann.com.br

    Termoformadora automticaproduz 28.000 pratos/h

    Molda, corta e empilha descartveis, podendo pro-duzir tampas de copos com cruz, embalagens de PET e pratos descartveis. Com formato de 650 x 480 mm, a TC-C produz 12 pratos de 15 cm por ciclo velocidade de 40 ciclos/min, resultando na produo de 28.000 pratos/h, separados de 10 em 10. Pode ter sua sada acoplada embaladora automtica. Utili-za servomotores para acionamento e inclui empilha-dor que solta as peas numa esteira. Eletro-Forming Equips. para Embalagem Ltda., Embu, SP.Tel.: 11 4704-3699 | [email protected]: eletro-forming.com.br

    Empilhadeira retrtil transporta at 1.400 kgAlimentada por baterias de 48 V/700 Ah, apresenta raio de giro de 1.645 mm, veloci-dade de deslocamento de 12 km/h com ou sem carga e ca-pacidade para vencer rampas at 12% de inclinao. A ESR 5200, fornecida com garfos de 990/1.220 mm, atinge altu-ra de elevao de 9.450 mm e tem distncia de 1.380 mm en-tre eixos. Com capacidade de carga de 1.400 kg, vem equi-pada com motores de trao e elevao com po-tncias de 6,8 e 13,6 kW, respectivamente. Crown Com. de Empilhadeiras Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 [email protected]: crownbrasil.com

    Vdeo em NEI.com.br

    NEI | Dezembro 2014 11

  • 12 NEI | Dezembro 2014

    Reator de LEDs de potnciaestabiliza aplicaes dedicadasDimensionada para LEDs de 1 a 3 W, a srie Drireon admi-te conexo com redes de distribuio variando entre 90 e 240 Vef, assegurando fator de potncia mnimo de 0,6. Dez mo-delos possibilitam predefinir a quantidade de LEDs entre 3 e 30, assim como a corrente nominal, que pode ser escolhida de 350 ou 700 mA. Montada em gabinete de policarbonato bran-co antichamas, inclui abas de fixao. Alm de viabilizar a iluminao de equipamen-tos, possibilita construir balizadores, iluminar letreiros e marquises, e usos decorati-vos em geral. Protegida contra curtos-circuitos na sada, inclui fusvel de proteo nas conexes rede. Aureon Ind. e Com. de Equips. Eletrnicos Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3966-6211 | [email protected] | site: aureon.com.br

    Filtro ativo comporta 20 harmnicas simultneasBaseia-se em eletrnica de potncia que promove a filtragem ativa das correntes harmnicas presen-tes no sistema. O PQF funciona pela injeo de cor-rentes harmnicas de mesma amplitude, porm em fase oposta a que se quer compensar, de modo que, somadas, eliminam o contedo harmnico inserido pela carga monitorada. Tem capacidade de filtragem at 20 harmnicas simultneas, se-lecionveis entre a 2 e a 50 harmnica. Possibilita comunicao via protocolo Modbus, funo de autoinicializao aps falta de energia, deteco automtica dos transformado-res de corrente e programao principal e auxiliar. ABB Ltda., Osasco, SP.Tel.: 0800 0149111 | [email protected] | site: abb.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 13

    Brao de mediodispensa computadorO modelo Edge, com sistema operacional integrado e tela em-butida sensvel ao toque, revolu-ciona a metrologia porttil pro-porcionando medio bsica sem o uso de computador adi-cional. Incorpora Laser de linha de faixa mais ampla que aumen-ta significativamente a rea de varredura com destacada velo-cidade e nvel de definio. Per-mite configuraes personalizadas, dispe de manche multifuncional de troca rpida e possui sensores de tenso, temperatura e inclinao/movimento. Com-porta Bluetooth, Wi-Fi, USB e Ethernet, e possibilita o gerenciamento de vrios dispositivos por meio de rede. Faro Technologies do Brasil Ltda., Cotia, SP.Tel.: 11 3500-4600 | [email protected]: faro.com

    Fonte de tenso contnuasimula arranjo fotovoltaico

    Oferecida em verses com tenso nominal at 600 V e at 1.000 V, a srie PVS traz embutido circui-to de simulao operacional de arranjo de painis fotovoltaicos, repetindo a correlao tenso x cor-rente dos painis em diferentes condies de irra-dincia. Assegura sada com estabilizao de alto desempenho, gerando reduzido nvel de rudo, e resposta a transientes em perodos reduzidos. Aco-modada em gabinete limitado altura de 2 U, pro-porciona elevada densidade de potncia, adequa-da inclusive para testes de inversores de motores. B&K Precision Corp., Yorba Linda, CA, EUA.Tel.: 1 714 921-9095 | [email protected]: bkprecision.com

    Desengraxante biodegradvel possui ao antioxidanteDe odor suave, isento de cidos ou lcalis e 100% biodegrad-vel, consiste da combinao de solventes ecolgicos com emul-sificantes e inibidores de corro-so e ferrugem. Indicado para o desengraxe rpido de peas e equipamentos com ao prote-tora antioxidante, o REZYL-660 apresenta alto po-der de penetrao, emulsificao e remoo de leos, graxas e carbonizao, no agride metais e pinturas e no deixa pelcula gordurosa. Tambm encontra aplicao na limpeza de empilhadeiras, tratores, es-cavadeiras, implementos agrcolas, caminhes, ni-bus, avies, pisos de fbricas e garagens, entre outros. DSA Produtos de Limpeza Ltda., Itaja, SC.Tel.: 47 3398-1277 | [email protected]: dsalimpeza.com.br

    Mquina de oxicorte CNCtrabalha com largura at 8.134 mmCom velocidade mxima de deslo-camento de 42,4 m/min, a Bluester de servio pesado trabalha com fo-lhas metlicas de grandes dimen-ses, com a utilizao de tochas a oxicombustvel e chanframento automtico. provida de cabeote de plasma 3D que emprega fontes de plasma de alta po-tncia, apresentando larguras de trabalho de 2.134 a 8.134 mm, conforme a verso, e comprimentos de trabalho de 3 a 60 m. Vanad 2000 a.s., Golcuv Jen-kov, Repblica Checa.Tel.: 420 569 400 411 | [email protected]: vanad.com

  • 14 NEI | Dezembro 2014

    Bomba dosadora peristlticapossui vazo at 60 L/hA Qdos 60 caracteriza-se pela alta preciso (0,1 a 1.000 ml/min) na dosagem e pela dispensa de componentes como vlvula de p, vlvula de contrapresso, amor-tecedor de pulsao e sensor de nvel. Indicada para saneamento bsico e tratamento de gua e efluentes industriais, suporta at 60 L/h de vazo presso de at 7 bar, atenden-do, assim, o mercado de tratamento de maior porte. Suas aplicaes incluem desinfeco, ajuste do pH, floculao de gua potvel, bem como a dosagem de reagentes em proces-samento mineral. Watson-Marlow Bredel Ind. e Com. de Bombas Ltda., Barueri, SP.Tel.: 11 2155-4000 | [email protected] | site: watson-marlow.com.br

    Prensa horizontal contnuaatende as normas NR-10 e NR-12A MS H100 uma enfardadeira hidrulica horizontal para compactao de papel, pa-pelo e materiais similares, em fardos de 1.000 x 1.000 x 1.200 at 1.700 mm, com at 1.000 kg de peso e amarrao automtica feita por carro de agulha acionado por motor de 7,5 cv. Com capacidade de produo de 15 at 18 t/h (em pape-lo), vem dotada de dois motores eltricos trifsicos de 50 cv e possui fora de trabalho de 70 t presso hidrulica de 280 bar. Atende as normas NR-10 e NR-12 - NT 16. Tornearia MVS Equips. Inds. Ltda. - ME, So Paulo, SP.Tel.: 11 2365-1037 | [email protected] | site: mvsprensas.com.br

    Inversorassegura eficincia de 98,6%Dimensionado para potncias at 1,15 MW, o CP1000TL admite tenses de entrada entre 450 e 1.000 V, viabilizando gesto de barramento e reduo de tenso para aplicao no especializada. Dotado de limitadores de po-tncia ativa e reativa, admite ajustes contnuos entre 0 e 100%. Acomodado em gabi-nete medindo 6.058 x 2.896 x 2.348 mm, proporciona vedao contra penetrao de slidos e lquidos compatvel com norma IP 54. Operante em frequncias nominais de 50 ou 60 Hz, assegura distoro harmnica inferior a 3%, associada a protees contra curtos-circuitos, sobrecargas, sobretenses, quedas de conexo e conteno de centelhamento. Growatt New Energy Technology Co., Ltd., Shenzhen, China.Tel.: 86 755 2747 1900 | [email protected] | site: growatt.com

    Rastreador de minriotem alcance de deteco de 1.200 mmOpera por radiofrequncia (RFID), permitindo o rastrea-mento do minrio atravs da cadeia produtiva da inds-tria mineral. O SmartTag pode ser detectado distncia de 1.200 mm por antenas instaladas ao longo do proces-so, suportando desmonte, britagem primria, secundria, terciria, HPGRs, tanques de aglomerao e pilhas de estocagem. Possibilita correlacionar o desempenho da planta com a origem do minrio, quantificar diluio e alterar parmetros operacio-nais em funo das caractersticas dos minrios alimentados. Pode rastrear um mi-nrio especfico da mina at a planta, integrando e otimizando as operaes, perma-necendo passivo por meses ou anos em pilhas de estocagem ou armazenamento, sem perder sua funcionalidade. Metso Brasil Ind. e Com. Ltda., Sorocaba, SP.Tel.: 15 2102-1300 | [email protected] | site: metso.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 15

    Impressora a jato de tintausa tinta pigmentada branca e cinzaApresentada no mo-delo EC-JET 400, tem cabea de impresso de 70 , podendo re-produzir 1, 2, 3 e 4 li-nhas com caracteres de 2,1 a 13,8 mm, velocidade mxima de 6,25 m/s. O comprimento mximo da mensagem de 1.055 caracteres, visualizada no painel. Permite traba-lhar com grficos, logotipos e cdigos de barras, data automtica e codificao para rastreamento, bem co-mo numerao sequencial. Gysscoding System Com., Imp. e Exp. e Repr. de Mqs. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5588-9090 | [email protected]: gysscoding.com.br

    Lmpada de segurana de LEDaplica-se em empilhadeirasComposta por duas fontes lu-minosas de 12-48 V, geralmen-te instaladas no topo da parte de proteo da empilhadeira, a Red Safety Light projeta no cho (poucos metros frente) uma luz vermelha, sinalizando o percurso da empilhadeira e, ainda, funcionando como um alerta aos funcionrios. Possui foco dire-cionado e elevada luminosidade. TVH-Dinamica Peas Ltda., Vinhedo, SP.Tel.: 19 3045-4251 | [email protected]: tvhdinamica.com.br

    Descarregador de big bagcom descarga e pesagem controladaFabricado de ao-carbono ou ao inoxidvel para as peas em contato com o produto, ideal para o des-carregamento de materiais de dif-cil fluidez. O equipamento impe-de o contato direto com o material, preservando o ambiente e a sade dos operadores. Quando utilizado com talha, dispensa o uso de empi-lhadeira na rea de produo. Op-cionalmente, fornecido com sistema de descarga e pesagem automtica. Abaixo do suporte inferior, ofe-rece acesso para abertura da vlvula inferior. Pode ser adquirido com sistema de apalpadores pneumticos. Calfen Metalrgica Ltda., Itupeva, SP.Tel.: 11 4496-2309 | [email protected]: calfen.com.br

  • 16 NEI | Dezembro 2014

    Cortadora automtica secciona barras de metal duroTem capacidade de cor-te de 0 a 40 mm, dis-pondo de comando el-trico de 24 V, com pro-teo contra curto-cir-cuito. A CMD40 fun-ciona com motor blin-dado IP 56 de alto tor-que, incluindo disco de corte abrasivo de 230 x 1,5 x 19 mm e morsa para fixao da pea com abertu-ra at 32 mm e movimento giratrio. Incorpora sis-tema de segurana atravs de sensor magntico que desliga o motor da mquina quando aberta a tampa do equipamento. Teclago Ind. e Com. Eirele - ME, Vargem Grande Paulista, SP.Tel.: 11 4158-9225 | [email protected]: teclago.com.br

    Climatizador porttilcom fluxo de ar at 5.000 m/hPrprio para climatizao in-dustrial, o FCA5-50 baseia--se no princpio de utilizao de gua para regular a tem-peratura e refrescar o ar, inte-grando reservatrio de 190 L. Em gabinete de polmero le-ve, com rodas, apresenta n-vel de rudo de 77 dB A, 80% de eficincia de evaporao e opera com 120/220 V~350 W/2.9, 1.3 A. Incorpora con-trole remoto, com possibili-dade de operar unidades em paralelo. Munters Bra-sil Ind. e Com. Ltda., Curitiba, PR.Tel.: 41 3317-5050 | [email protected]: munters.com.br

    Paqumetro digitall at em superfcies sujas

    Equipado com encoder de induo eletromagnti-ca AOS (Advanced Onsite Sensor), o CD-AX/APX pode ser utilizado em superfcies com leo, umida-de, poeira ou outros tipos de sujeira. Oferece duas escalas de medio, milmetro (0,01 mm) e pole-gada (.0005), com capacidades de 100 mm/4, 150 mm/6 e 200 mm/8 e repetitividade de 0,01 mm. Disponvel com ou sem sada de dados, possui ru-gosidade nas guias de Ra=0,07 m com sulcos no sentido longitudinal e display LCD de alto contraste com digtos de 9 mm de altura. Mitutoyo Sul Ame-ricana Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5643-0000 | [email protected]: mitutoyo.com.br

    Plataforma areaalcana altura de 56,56 mPossui lana telescpica com rotao vertical de 120, ofere-cendo 82.118 m de rea de tra-balho. Provida de eixos que le-vam cerca de 1 min para se es-tender ou retrair, a Ultra1850SJ apresenta alcance horizon-tal de 24,38 m e alcana altu-ra at 56,56 m, tendo capacida-de de carga de 454 kg, restrin-gida, e de 230 kg, no restrin-gida. Funciona com motor die-sel de 99,8 cv e energia auxiliar de 12 V cc, incorporando tan-que de combustvel de 200 L. Desloca-se velocidade de 4,50 km/h, vence rampas de 40% e realiza curvas em raio de 6,60 m, com eixos estendidos. JLG Latino Americana Ltda., Indaiatuba, SP.Tel.: 19 3936-8876 | [email protected]: jlg.com

  • NEI | Dezembro 2014 17

    Presilha magnticafixa-se em qualquer superfcie metlicaFabricada de polipropileno recicl-vel, na cor especificada pelo usu-rio, apresenta capacidade de mag-netismo de alto desempenho, fixan-do-se em qualquer superfcie met-lica. De fcil aplicao, manuseio e locomoo, destina-se fixao de mangueiras hidrulicas em equipa-mentos, dispensando os processos de soldagem na instalao. Daniela Daiana Bezzi EPP - Belaplast, Mato, SP.Tel.: 16 3384-2535 | [email protected]: belaplast.com.br

    Soldadora MIG/MAGpara qualquer liga metlicaA Solmig 400 um equipamen-to semiautomtico recomenda-do para aplicaes em proces-sos industriais de mdio e gran-de porte. Assegura adequado desempenho de soldagem para todas as ligas metlicas, de v-rias espessuras, proporcionan-do arco estvel em diversas po-sies de soldagem. Fabrica-do de srie com porta-cilindros e rodas, tem estrutura metlica com painel de fibra antidescarga eltrica; e painel de controle protegido contra impactos. Opera com tenso trifsica 60 Hz de 220/380-440 V e potncia mxima absorvida de 15 kVA, para 220/380 V, e 21,3 kVA, para 440 V. White Martins Gases Industriais Ltda., Rio de Janeiro, RJ.Tel.: 0800 7099000 [email protected]: whitemartins.com.br

    Mquina de fabricao aditivadispensa o uso de moldesProjetada para trabalhar com granulados padroniza-dos e econmicos, permite a fabricao de peas plsticas nicas ou de pequenos lotes diretamente a partir de da-dos CAD, em processo adi-tivo gota a gota e sem a utili-zao de moldes. A Freefor-mer produz peas totalmen-te funcionais, permite a ob-teno de novas geometrias e conta com transpor-tador de componentes de trs eixos e duas unidades de descarga para a produo de partes plsticas de dois materiais diferentes, com estruturas de supor-te que podem ser removidas posteriormente por ba-nho de gua ou meios mecnicos. Arburg GmbH & Co. KG, Lossburg, Alemanha.Tel.: 49 7446 33-3463 | [email protected]: arburg.com

    Scanner tridimensionalpossui alcance visual amploProjetado para coleta de dimen-ses, o SNAP DM 200 soma a translao lateral de alta preciso ao longo de 150 mm, com alcan-ce visual de 100 mm, totalizando abrangncia de 250 mm ao longo do eixo X. Um recurso residente, capaz de compor imagem a par-tir de fragmentos, agiliza a aqui-sio dimensional enquanto re-gistra o aspecto. O sistema dual de lentes ampliadoras comple-menta a exatido do processo. Preparado para in-tegrao em postos de controle em processo, tolera condies operacionais adversas, como tempera-turas elevadas ou vibraes. Ram Optical Instru-mentation., Rochester, NY, EUA.Tel.: 1 585 758 1300 | [email protected]: ramoptical.com

  • NEI | Dezembro 2014 19

    Chanfradora de PE e EVAfunciona com at 12,5 kW

    Para trabalhar com borracha, espuma, cortia e ma-teriais similares, alm da usinagem de materiais de baixa formao de espuma, acha-se disponvel no ti-po KP-180GL/L, com 1.700 mm de largura de tra-balho e 11,5 kW de potncia; e no tipo KP-220GL/L, com 2.100 mm de largura de trabalho e 12,5 kW de potncia. Opera com exatido de 0,05 mm ou 5%, espessuras de 120 mm/60 mm e velocidade de 10-40 m/min. Baihong Machinery (Shangai) Co., Ltda., Xangai, China.Tel.: 86 21 59748330 | [email protected]: baihongsh.com

    Transpalete desloca cargas de 2.000 e 3.000 kg Possibilita a movimen-tao de cargas pale-tizadas em geral. Em modelos com capaci-dade de carga de 2.000 e 3.000 kg, o TP pos-sui garfos com compri-mento til de 1.150 e 1.220 mm e largura externa de 550 e 685 mm, atingin-do altura de elevao de 190 e 200 mm num curso to-tal de 115 mm. Utiliza rodas de nilon simples e dupla de 70 x 80 ou 60 mm e 80 x 70 mm, tendo roda direcional dupla de 160 e 200 mm, o que possibilita ngulo de giro de 190 atravs de sistema de giro com rolamento axial. CSM - Comps., Sists. e Mqs. para Construo Ltda., Jaragu do Sul, SC.Tel.: 47 3372-7600 | [email protected]: csm.ind.br

    Arqueadora automtica aplica 30 cintas/minCom espao livre de 0,85 x 0,60 m sob o arco, apli-ca e ajusta cintas automa-ticamente ao tamanho da embalagem, com soldagem por calor e corte em uma nica etapa. Montada so-bre rodas e projetada pa-ra operar sem desperdcios, trabalha com tenso de cin-ta ajustvel, suporta cargas at 100 kg e aplica at 30 cintas/min em embalagens de comprimento ilimita-do. Alimentada em tenso trifsica de 380 V, funcio-na de modo automtico ou por acionamento de bo-to ou pedal. Xuncho S.A., Buenos Aires, Argentina.Tel.: 54 11 4555-4311| [email protected]: xuncho.com.ar

    Reservatrio de ao vitrificadoresiste a impacto/corroso/abrasoDe montagem rpida, o reservatrio parafu-sado EuroTanks pos-sui costado de ao vi-trificado, obtido pe-la fundio da camada de vidro ao ao temperatura de 850C, tornando--se impermevel a lquidos e vapores, resistente cor-roso, ao impacto e abraso. Apresenta sistema ex-clusivo de contraventamento e sistema de proteo de cantos com a aplicao de selante nas bordas arre-dondadas. Com capacidade desde 300 at 20.000 m, dispe de teto em domo geodsico de alumnio, PVC ou vitrificado, acessrios como flanges, conexes e escadas guarda-corpo, assentando-se sobre fundao direta ou indireta. Rgs9 Tecnologia, Construo e Importao Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3791-0996 | [email protected]: eurotanks.com.br

  • 20 NEI | Maro 2014Modernizar ou modernizar11 de uma srie

    Mais de R$ 42 mi investidos em modernizao levam a Imbil a aumentar sua receita lquida em 33%De 2010 a 2014, a empresa nacional de bombas centrfugas renovou seu parque fabril, lanou produtos e conquistou novos mercados e clientes. Tudo graas a um plano estratgico que prev investimentos em novas tecnologias, especializao de processos, ampliao da fbrica, reestruturao de vendas e treinamentos, e expanso para novos mercados.

    Quando a crise financeira mundial eclodiu no final de 2008 e incio de 2009, causando turbulncias na eco-nomia de vrios pases, muitas empresas brasileiras suspenderam ou adiaram seus projetos de expanso e modernizao, mantendo uma postura mais cautelo-sa. O Brasil no foi ento profundamente afetado pe-la crise, mas registrou alguns entraves ao crescimen-to, como queda no consumo das famlias, reduo no investimento das empresas e aumento de desemprego, levando, na poca, o governo a lanar pacotes anticri-se. Foi um momento de expectativa e incertezas, regis-tradas diariamente pelos grandes veculos de comuni-cao, que divulgavam informaes sobre o vaivm da economia. A notcia da seo de Economia/Negcios do Estado de maro/2010 um exemplo: PIB do Bra-sil fecha 2009 com retrao de 0,2%, a primeira queda anual em 17 anos.

    Para algumas empresas, a crise que se estabelecia e se insinuava na poca foi encarada como oportunida-de de desenvolvimento. Ou investiam para melhorar seus processos e produtos, e crescer, ou enfrentariam um perodo de estagnao, com consequente perda de competitividade. Ao redor do mundo muitos econo-mistas divergem sobre a crise financeira, mas concor-dam que a capacidade de inovar o diferencial merca-dolgico para as empresas. As companhias que acredi-taram nisso foram as primeiras a elaborar ou reativar seus projetos de estmulo inovao.

    Optando por colocar o p no acelerador, a fabri-cante nacional de bombas centrfugas Imbil encarou a desafiadora situao, utilizando a inovao como fer-ramenta-chave para ampliar seus negcios. A compa-nhia elaborou o Plano Estratgico Rumo a 2015 - Ino-vando em Busca da Excelncia, que combinava inves-

    timentos em tecnologia e inovao de gesto. Graas s aes de modernizao, que envolvem compra de tecnologias, especializao de processos, aumento da fbrica, expanso da atuao e treinamentos, a Imbil ampliou seu portflio de produtos, lanando em m-dia 60 novos modelos por ano, desde a implantao do plano, e conquistou novos mercados, como os de petrleo e gs, tornando-se, inclusive, fornecedora da Petrobras. Investiu mais de R$ 42 milhes na compra de mquinas, equipamentos e estrutura fsica. Alguns nmeros comprovam que o plano de modernizao ajudou a empresa a crescer: de 2011 a 2014 a Imbil registrou aumento de receita lquida de 33% e de lu-cro bruto de 59%.

    Quanto mais pessimista est o cenrio econmi-co e poltico do Pas, mais cedo acordamos, idealiza-mos, produzimos, lanamos produtos e nos reinven-tamos. Esse discurso empreendedor de Vladislav Si-queira, diretor executivo, move a empresa em seus 32 anos. Localizada em Itapira, SP, a Imbil tem hoje cer-ca de 900 funcionrios.

    O Plano Rumo a 2015O planejamento estratgico executado previa o desen-volvimento da empresa em vrias frentes, como a tec-nolgica, a fsica e a comercial. Era preciso melhorar os processos produtivos e acelerar o desenvolvimento de novos produtos, passando pela renovao tecnol-gica do parque fabril; reduzir perdas e garantir maior flexibilidade e agilidade aos processos benefcios proporcionados pela descentralizao e racionalizao das unidades de produo.

    Alm disso, expandir-se para novos mercados, como os de leo e gs, minerao, papel e celulo-

    se, e saneamento, passou a ser a meta primordial para a conquista de novos clientes. Para atingir es-se objetivo, o desenvolvimento de produtos espec-ficos e a adoo de nova poltica comercial preci-saram ser perseguidos. O plano ainda previu o de-senvolvimento de nichos especficos em mercados j atendidos pela Imbil, tambm a partir do desen-volvimento de solues direcionadas. Na ponta, a reestruturao de toda a rea comercial e da rede de distribuio, e o fortalecimento da marca, com o investimento em publicidade e a participao em feiras, foram determinantes para mostrar ao mer-cado a oferta de novas solues e o comprometi-mento com a inovao.

    As metas estabelecidas no incio do plano exigiam decises corajosas. Investir em novas tecnologias no era suficiente. Desde sua implantao, foi indispensvel primeiramente motivar as pessoas, engajando-as e fa-zendo-as entender como valores da empresa as ativida-des que consideravam apenas prioritrias, como gesto de qualidade, processos de melhoria contnua, gerencia-mento de pessoas e segurana no trabalho. O processo inovativo passava obrigatoriamente por aqui.

    Considerando essas duas frentes, tecnolgica e de recursos humanos, a Imbil consegue, hoje, mostrar al-gumas das conquistas importantes proporcionadas por esse plano estratgico. Entre elas esto:

    Produo mais eficiente A aquisio de mquinas, equipamentos, softwares e hardwares melhorou a eficincia e agilizou a produ-o. Tecnologicamente mais preparada, registra lan-amento mdio anual de 60 novos produtos (somente com suporte ANSYS CFX e SolidWorks).

  • EspecializaoAdquiriu know-how para dominar o processo de fun-dio de ligas inoxidveis e especiais, como aos du-plex, superduplex, Hastelloy, Monel e alto-cromo, per-mitindo maior competitividade e fl exibilidade nas apli-caes; e tambm o processo de fundio de preciso, tipo lost wax, com obteno de alta efi cincia energ-tica nas bombas de pequeno porte. Com isso, passou a fundir os rotores de pequeno e mdio porte com pe-quenos detalhes na geometria, determinantes para o bom desempenho hidrulico e rugosidade superfi cial.

    Como a efi cincia hidrulica aumenta, o consumo de energia diminui, tornando a operao mais econ-mica. No caso de uma bomba acoplada a um motor de 125 cv, com a melhoria da efi cincia de bombeamento de 3 a 5% absolutos, a economia anual pode passar de 50 mil kWh, com reduo do custo de cerca de R$ 12 mil por bomba na conta de energia eltrica.

    Em suma, a Imbil oferta hoje produtos mais efi cien-tes e sustentveis.

    Ampliao da fbricaPara descentralizar as operaes produtivas, ampliou a fbrica, ao comprar rea prxima empresa (totalizando 120 mil m), e a dividiu em unidades, cada uma voltada para um nvel de especializao. So elas: Bombas de pe-queno porte, Bombas de mdio porte, Bombas de grande porte, Bombas para leo e gs, Fundio de ferro fundido e WCB, Fundio de preciso, Fundio de aos inoxid-veis e ligas especiais, Contratos e servios de manuteno, Centro de desenvolvimento e Acoplamento e expedio.

    Conquista de novos mercados e clientesObteve o Certifi cado de Registro de Classifi cao Cadas-tral CRCC para fornecimento de servios e produtos Petrobras, incluindo bancada de ensaio de performance e os referentes norma API 610. Tornou-se tambm forne-cedora de bombas para a Vale, como as revestidas com Ni--Hard com mais de 700 HB de dureza. Alm da Petrobras e da Vale, conquistou outros clientes, como Enseada Inds-tria Naval Unidade Paraguau, Jari Celulose e Bayer.

    Reestruturao de vendasCriou novos grupos de vendas para atender os setores de leo e gs, naval, papel e celulose e arroz irrigado. Alm disso, aumentou o nmero de distribuidores au-torizados e contratou profi ssionais para reforar o de-partamento de exportaes, que at 2009 dedicava-se apenas Amrica Latina. Reportagem produzida pela Central de Gerao de Contedo de NEI Solues.

    Consolidao da marcaA partir de 2010, passou ainda a investir mais na divul-gao e consolidao da marca, com anncios em revista especializada, materiais promocionais dos produtos e pre-sena em feiras de negcios nacionais e internacionais.

    O planejamento das aes e muito trabalho ao longo desses anos valeram a pena, destacou Gleidemilson Batista, assessor da diretoria. O projeto no s ajudou a amenizar os efeitos da crise, como tambm nos preparar melhor pa-ra enfrentar os desafi os do mundo econmico e nos tornar mais competitivos. Para ns, crise sem o s, ou seja: crie.

    Para defi nir o conjunto de aes, a Imbil estruturou--se tambm nas informaes do potencial do setor ad-quiridas com a colaborao da Abimaq e da Sociedade Brasileira do Vcuo ; e da economia global. Embora re-conhea a importncia de se acompanhar mercados, in-dicadores econmicos, projees, tendncias, etc., o di-retor executivo afi rmou que a sobrevivncia e o sucesso de uma empresa dependem, fundamentalmente, da sua capacidade de elaborar e implantar um planejamento estratgico consistente, trabalhar incansavelmente para atingir suas metas e, principalmente, adequar seus pro-dutos e recursos para buscar as melhores e mais rpidas solues para as necessidades dos clientes.

    Batista lembrou que difi culdades existiram, como a obteno de recursos fi nanceiros em linhas de longo pra-zo, considerando as taxas de juros e os spreads; e o proces-so de desenvolvimento e de maturao das solues tec-nolgicas, que foram superadas com planejamento.

    Mesmo que o cenrio tenha mudado e oferecido potenciais restries, a Imbil no aceita parar de crescer ou se desenvolver, disse Siqueira. Acreditar na possibi-lidade de realizar nossos sonhos desperta a energia ca-paz de realiz-los. A motivao, a criatividade, a veloci-dade de deciso, o uso consciente de recursos e a nossa unio esto presentes diariamente em nossas aes ru-mo construo do futuro que desejamos.

    Atualmente a companhia concentra suas foras na concluso do projeto, mas j planeja seu novo conjun-to de metas, batizado de Rumo a 2020, que, segundo Ba-tista, est em fase evoluda. E os objetivos maiores con-tinuam no novo plano: modernizao, desenvolvimento de produtos, aperfeioamento de processos, conquista de novos clientes e fi delizao, e educar e reeducar o ti-me de profi ssionais. Consideramos a tecnologia intrn-seca evoluo, enfatizou o assessor.

    Investimentos em modernizao

    Importados: 3 tornos verticais CNC e 3 tornos horizontais. Nacionais: furadeira radial, Boiler Clave, 2 fornos para cal-cinao, forno para banho de sal, 2 tanques de prepa-rao e recuperao de cera, 2 injetoras de cera, Traff o, unidade de gua gelada, equipamento TSC 20/15 ar/sis-tema de ar, unidade recicladora, reator integrado de cera, caldeira de cera eltrica a leo com motor, misturador de lama com acionamento, exaustor de capacitao e inver-sor esttico de alta frequncia.

    Total:

    R$ 42,2 milhes

    R$ 25 milhesem mquinas e equipamentos (59%)

    R$ 12,6 milhesem instalaes (30% do total)

    R$ 3,4 milhesem desenvolvimento de produtos (8%)

    R$ 1,1 milhoem softwares e hardwares (3%)

    R$ 20 milhesde recursos prprios (48%)

    fi nanciados (52%)R$ 22 milhes

  • 22 NEI | Dezembro 2014

    DestaqueMedidor de concentrao de ptem faixa de 5 a 200 mg/mSistema a Laser para medio da con-centrao de particulados em gases industriais, o D-R320 trabalha na fai-xa de 5 a 200 mg/m, funcionando pe-lo princpio da disperso ptica (back scatering). Possui autocalibrao de zero, span e sujeira na janela, sadas analgicas e em rede, compensando automaticamente a reflexo do Laser nas paredes da chamin. De fcil ins-talao em somente um ponto do du-to, pode ser usado em chamins de 0,7 a 20 m de dimetro e com gases tem-peratura at 600C. Incorpora vlvula de fechamento rpido em caso de fa-lha no ar de purga ou de energia. Durag Siena do Brasil Ltda., Diadema, SP.Tel.: 11 4071-5050 | [email protected]ragsiena.com.br | site: duragsiena.com.br

    Cortadora a Lasertrabalha com potncia de 850 WCom estrutura de cmara nica e equi-pada com emissor Laser Yag com potn-cia de 850 W, possui componentes pti-cos montados em gabinete selado pro-va de p, sistema pneumtico de fi xao de peas de trabalho e dispositivo auxiliar de carregamento e descarregamento. A GN-CY 3015-850 processa chapas de ao-carbono, ao inoxidvel, alumnio, cobre e galvanizadas, entre outras, atinge profundidade de 12 mm e velocidade mxima de corte de 4.500 mm/min. Com rea de trabalho de 3.000 x 1.500 mm, apresenta valores de exatido e inciso menores que 0,05 e 0,15 mm, respectivamente. Wu-han GN Laser Equipment Manufacturing Co., Ltd., Quanli First Road, China.Tel.: 86 27 84652930 | [email protected] | site: gnlaser.com

    Conversor para soldaopera em mdia frequnciaUtilizando frequncia estimada em 1 kHz, a srie MFC-3000 possibilita operar com trafo de tamanho e peso reduzidos. Propicia reduo da energia essencial para a operao, que igualmente executada em perodo mais curto. Alimenta-da com tenso trifsica (50 ou 60 Hz), demanda tenso de entrada entre 400 e 700 Vef. Dotada de controle adaptativo, possibilita escolha de operao baseada na fi xao da cor-rente, da tenso, ou da potncia, referenciando inclusive a espessura da pea em processo. Equipada para diagnose precisa, viabiliza a anlise de todos os pontos, minimizando a necessidade de ensaios destrutivos. Dotada de auto-mao interfaceada via porta USB, admite programao para retroao com uso das vias de E/S. Serra Brasil Internacional Ltda., So Bernardo do Campo, SP.Tel.: 11 4173-5400 | [email protected] | site: serrasold.com

  • NEI | Dezembro 2014 23

    Contador de partculasincorpora memria de 74 MbO CPT-100 com cmera utilizado em processos de segurana do trabalho e de identificao de partculas em sus-penso no ambiente, visando ao con-trole da qualidade do ar. Possui moni-tor de LCD TFT colorido de 2.8 com luz de fundo, produz imagens em for-mato jpeg 320 * 240 pixels e vdeo 3GP. Acompanha carto de memria Mi-cro SD de 8 Gb e exibe 6 canais selecio-nveis de tamanhos de partculas. Me-de temperatura e umidade relativa do ambiente, temperatura de ponto de or-valho e do bulbo MAX, MIN e DIF registro do AVG. Instrutherm Instrs. de Medio Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2144-2800 | [email protected]: instrutherm.com.br

    Conexo a moladispensa uso de terminalIndicada para instalaes eltricas prediais, a conexo a mola est presente em co-nectores compactos e plug-veis, bornes montados em trilho, conectores para pla-cas de circuito impresso e equipamentos para automa-o. Atende os setores de energia, transporte, gs e petrleo, automotivo, naval, entre outros. pro-va de vibrao e choque, reduz o tempo de instala-o, imune s variaes de temperatura, aceita to-dos os tipos de conectores e resistente corroso. Wago Eletroeletrnicos Ltda., Itupeva, SP.Tel.: 11 4591-0199 | [email protected]: wago.com.br

    Coletor de nvoa e emulsocom vazes acima de 340 m/h Precipitador eletros-ttico, o MSH reali-za a remoo de nvoa e emulso na indstria metalmecnica, lim-pando o ar e reciclan-do fluido de mquinas. Pequeno e compacto, atende volumes de ar a partir de 340 m/h, podendo ser montado diretamente sobre os centros de usinagem ou prximo, com a utilizao de dutos. Possibilita o retorno do ar filtrado ao ambiente industrial. Ventiladores Bernauer S.A., So Paulo, SP.Tel.: 11 2666-3909 | [email protected]: bernauer.com.br

  • 24 NEI | Dezembro 2014

    Detector de tenso sem contatoregistra de 80 a 1.000 V

    Permite detectar condutores positivos e negativos, pontos de ruptura ao longo dos fios e tenses em equipamentos de iluminao, tomadas, interrupto-res, fusveis e cabos eltricos. Usa lmpadas LED vermelhas e sinal sonoro para mostrar a presena de tenso no circuito. Desenvolvido para altitudes at 2.000 m e temperatura de 0 a 40C, funciona com duas pilhas AAA. Tramontina Garibaldi S.A. Ind. Metalrgica., Garibaldi, RS.Tel.: 54 3462-8000 | [email protected]: tramontinapro.com.br

    Britador de mandbulas configurado em mdulosO mdulo MJ47 foi pro-jetado para grandes mi-neradoras ou contratan-tes que desejam um tipo estacionrio de equipa-mento, sem a comple-xidade de uma planta convencional. Esse m-dulo incorpora robusto britador de mandbulas de 36 x 48 modelo ST47. Outra verso modular inclui um alimentador vibrador de plataforma dupla para servi-o pesado, tremonha de descarga para caminhes pe-sados, transportador de descarga, estrutura extrarresis-tente de viga em I pintada/galvanizada, plataforma de acesso para manuteno, escadas e defensas prote-toras. Simplex Equips. Ltda., Lagoa Santa, MG.Tel.: 31 3689-9100 | [email protected]: simplex.ind.br

    Serra eltrica a bateriausa motor sem escovasPara a maximizao da eficincia, a Sabre M18 Fuel usa motor PowerState isento de coletor, associado a bateria recarregvel RedLithium de alta energia, in-dicador de carga restante, e software gestor RedLink Plus, resultando torque constante e cortes rpidos. Dotada de embreagem exclusiva, permite preservar a integridade do conjunto nos casos em que este for submetido a sobrecargas mecnicas, e possui veda-o adequada contra contaminaes por lquidos ou poeira. Techtronic Industries do Brasil Ltda. - Milwaukee, So Paulo, SP.Tel.: 11 5105-5070 | [email protected]: milwaukeetool.com

  • NEI | Dezembro 2014 25

    Ventilador/aspirador centrfugo prova de explosoLeve, robusto e de funcio-namento silencioso, apre-senta carcaa de polietile-no e ao inoxidvel pro-va de impactos, corroso, infiltrao de gua e agen-tes qumicos. O AV 28 H, disponvel com motores eltricos e hidrulicos, ope-ra em qualquer posio e conta com sistema DOA de engate rpido de mangueiras. Com certificado AV28 ATEX, pode ser utilizado em ambientes com gases e vapores explosivos, inflamveis ou txicos. Doa srl, Novedrate Como, Itlia.Tel.: 39 031 792 040 | [email protected] | site: doa.it

    Conexo de ao inox e carbonosuporta presso at 16 kg/cmIndicada para diversas aplica-es, como sistema de gua, ga-ses, aquecimento, sprinkler, res-friamento e ar comprimido, a conexo Pressfitting produ-zida de ao inoxidvel 316L e ao-carbono, suportando pres-so de trabalho at 16 kg/cm. Possibilita conexo com tubos em at 8 segundos. Milano Equips. Hidrulicos Ltda., Sumar, SP.Tel.: 19 2102-2500 | [email protected]: milano.ind.br

    Sistema de corte a Laseratinge profundidade de 16 mm

    Com estrutura de prtico, apresenta emissor Laser de fibra ptica com potncia at 2 kW, acionamentos duplos de pinho e cremalheira e servomotores ca. O modelo DF 3015 opera com cursos de 3.048 x 1.524 x 150 mm nos eixos X, Y e Z, respectivamente, exa-tido de posicionamento de 0,05 mm, repetitivida-de de 0,025 mm e acelerao de 2 G. Com capacida-de de carga de 720 kg, realiza trocas de materiais em 8 s e processa chapas at 16 mm de espessura. Wuhan Farleylaserlab Cutting System Engineering Co., Ltd., East Lake Hi-tech Development Zona, China.Tel.: 86 27 8718-0225 | [email protected]: farleylaserlab.com

  • 26 NEI | Dezembro 2014

    indstria mundial, em seus diversos segmentos, pas-sa por grande transformao devido rpida evoluo tecnolgica. O impacto dessa mudana ocorre tambm na automao aplicada aos processos, possibilitando ga-

    nhos de qualidade, produtividade e segurana, alm de reduo de custos. Colabora para esse progresso o uso de instrumenta-o inteligente nos sistemas de controle e automao industriais, apontada como importante tendncia por Carmela Maria Poli-to Braga, doutora em engenharia eltrica e professora do Depar-tamento de Engenharia Eletrnica da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais UFMG, e por Galdenoro Botura Junior, doutor em engenharia eltrica e docente da Uni-versidade Estadual Paulista Jlio de Mesquita Filho Unesp. Segundo Carmela, esses instrumentos integram um nico en-capsulamento: um sensor (ou mais), um circuito de condiciona-mento analgico, um conversor ADC, um microprocessador e um barramento de interface. Todos eles, que j incluem funes de filtragem do sinal medido e disponibilizam a medida digitali-zada em um padro de rede digital, tm incorporadas novas fun-cionalidades, como autoteste, autoidentificao, autocalibrao, autodiagnstico e autovalidao.

    A professora informou que as funes de autovalidao verificam, a cada intervalo de amostragem,se a medida efe-tuada faz sentido. Por exemplo, analisam se a medida se encontra dentro da faixa de medio do instrumento e/ou da faixa de operao usual e se possui a variabilidade tpi-ca da grandeza medida. Em caso negativo, pode-se solicitar um autoteste para verificar se a anomalia do valor indicado est associada a um problema no instrumento, medio ou a alguma alterao na varivel do processo medida. Se for er-ro na medida, possvel tentar corrigi-lo com um procedi-mento de autocalibrao ou executar o autodiagnstico, re-portando-o manuteno. As mesmas funcionalidades fo-ram incorporadas s vlvulas inteligentes. Isso pode contri-buir para uma ao pr-ativa da manuteno, por facilitar a deteco e a correo de possveis problemas preventiva-mente, antes que impliquem uma parada de produo.

    Para que esses recursos de inteligncia incorporada instru-mentao tenham valor efetivo, Carmela disse ser preciso que o sistema de controle e automao faa uso dessas informaes adicionais disponibilizadas, transformado-as em dados acion-veis tanto para a manuteno quanto para a operao do proces-so. Esta seo especial traz novidades para melhorar os processos fabris, pesquisadas pela Central de Gerao de Contedo CGC de NEI no Brasil e no mundo.

    Perfil do profissional e mercado de trabalhoDevido necessidade do rpido desenvolvimento do saber, re-querido do profissional autoaprendizagem, iniciativa e interesse por estudos que resultam na criao de melhores solues. Pa-ra completar, essencial pessoas tecnicamente capacitadas a de-sempenhar com produtividade e qualidade as funes de con-cepo, projeto, desenvolvimento e implantao de processos de controle e automao; e ainda solucionar problemas.

    No Brasil, h demanda por profissionais de automao sobretudo nos grandes centros de negcios e onde as in-dstrias de base esto instaladas, como interior de diver-sos Estados e no Norte do Pas, informou a docente. J ou-vi de diretores de empresas de automao que poderiam contratar mais, em determinados momentos, se houves-se mais profissionais com o perfil que procuram para es-sa rea, afirmou Carmela. E Botura Jr. completou: Os alu-

    nos de Engenharia em Controle e Automao do Campus da Unesp de Sorocaba-SP esto praticamente todos empre-gados com salrio inicial entre 5 e 6 mil reais.

    Porm, a professora informou que existe escassez de es-pecialistas no Brasil, sendo mais intensa em algumas regies. Exemplo positivo Minas Gerais, em especial Belo Hori-zonte, que tem histria de participao no desenvolvimento de grandes projetos de automao industrial, principalmente por meio de empresas de engenharia consultiva e de projetos e do trabalho de pesquisa em universidades, explicou. Mes-mo assim h grande procura por profissionais no Estado por causa da presena de indstrias do setor minero-metalrgi-co e de celulose, que apresentam demandas contnuas, e de empresas de engenharia e tecnologia da informao presta-doras de servios. Tambm h grande busca por esses profis-sionais na rea biomdica.

    Enquanto os Estados Unidos e alguns pases da Europa e sia se preparam para essa nova fase de competitividade, o Bra-sil ainda precisa lidar com alguns entraves na corrida pela auto-mao. Um deles a defasagem tecnolgica, que contribui para piorar a produtividade do Pas. E as instituies de ensino tm misso importante para a melhoria.

    No caso da UFMG, h parcerias com empresas para aqui-sies de licenas educacionais de pacotes de softwares, como Supervisory Control and Data Acquisition Scada e Plant In-formation Management Systems PIMS para propiciar aos es-tudantes contato, ainda que introdutrio, com as ferramentas--chave de arquitetura de automao. O mesmo esforo feito com relao aos controladores industriais e domticos, adqui-ridos com desconto educacional para ensino em laboratrio. Com os recursos do Reuni, projeto de reestruturao e expan-so das universidades federais, conseguimos melhorar substan-cialmente nossos laboratrios de controle e automao nos l-timos trs anos, incorporando novos recursos e multiplicando os j existentes, contou Carmela. A melhora na educao po-de ajudar a insero da indstria nacional no mercado global, j que os pases pouco adquirem o que produzido no Brasil.

    As empresas tambm tm sua parte a fazer: investir na ca-pacidade dos profissionais, dando-lhes oportunidade de tra-balho mesmo sem ter, ainda, experincia acumulada no curr-culo, finalizou a docente.

    Setor de automao e indstria eletroeletrnicaProjeta-se que a indstria eletroeletrnica encerre o ano com crescimento de 3% no faturamento em relao a 2013, fechando com R$ 162 milhes, e a rea de automao industrial seja res-ponsvel por 7%, o segundo maior aumento, empatada com te-lecomunicaes, atrs de utilidades domsticas. As exportaes e as importaes devero continuar prximas s realizadas no ano passado, e o nmero de empregados diretos poder alcan-ar 179 mil, 1% acima do total em 2013. As informaes so da Associao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica Abi-nee. Os dados completos de 2014 ainda no estavam finalizados at o fechamento desta edio.

    No primeiro semestre de 2014, o faturamento da inds-tria eletroeletrnica cresceu 3% em relao ao mesmo pero-do de 2013 e automao industrial representou 11% do to-tal, empatada com o setor de equipamentos industriais, per-dendo apenas para o de utilidades domsticas. Quanto s ex-portaes do semestre, o valor atingiu US$ 3,3 bilhes, sen-do que os produtos de automao tiveram a segunda maior participao, com 10%, seguidos pelos do setor de Gerao,

    Area ganha reforo da instrumentao inteligente

    Transmisso e Distribuio de Energia Eltrica GTD. En-tre os dez produtos mais exportados no perodo, esto os instrumentos de medida, que pertencem automao, com 22%, totalizando US$ 140 milhes. As importaes caram 1% no primeiro semestre de 2014 em comparao ao mes-mo semestre do ano passado e a automao teve a segunda maior queda, de 7%, seguida por GTD. Dentre os dez produ-tos mais importados, instrumentos de medida tiveram queda de 9%, a maior queda, empatados com eletrnica embarcada.

    Automao industrial

    Inversor de frequnciapara torque constante e varivel

    De alto desempenho, desenvolvido para se adaptar tanto a aplicaes de torque constante como de torque varivel,

    o Novus Drive oferece flexibilidade de parametrizao, permitindo extrair o mximo de proveito do motor

    eltrico a ele conectado. De fcil configurao e instalao, atravs de trilho DIN, atende diferentes segmentos, como refrigerao, automao predial,

    minerao e indstria alimentcia, sendo adaptvel a pequenos espaos. Oferece tambm a possibilidade de

    copiar seus parmetros sem a necessidade de alimentao principal. Compacto, tem todos os componentes externos,

    como filtro RFI, integrados. Utilizando a tecnologia embarcada nos computadores, a refrigerao feita com dissipador de calor de alta eficincia montado

    diretamente nos semicondutores de potncia. Novus Produtos Eletrnicos Ltda., So Paulo, SP.

    Tel.: 11 3097-8466 | [email protected] | site: novus.com.br

    Gateway para equipamentostraz interface para EthernetO Netbiter EasyConnect EC310 parte de uma soluo que possibilita acesso remoto a equipamentos como geradores de energia, CLPs, sensores, tanques, etc., via Web, o que inclui partida rpida e desenvolvimento de aplicaes. Compe base de dados sediada em nuvem, centralizada no site do Netbiter Argos, criado para essa finalidade. Neste, o usurio gere o processo em tempo real, visualizando-o via painis grficos, com indicao

    de tendncias e monitorao de alarmes. igualmente oferecida a possibilidade de integrao dos servios com os sistemas do usurio, via interface de programao de aplicativos Netbiter Argos. Baumier Automation Ltda.,So Bernardo do Campo, SP.Tel.: 11 [email protected]: baumier.com.br

    Automao na primeira edio de NEIPara fechar a srie de republicao de lanamentos dos primeiros anos da Revista NEI na abertura das sees especiais de 2014, em comemorao ao 40 aniversrio de NEI, chegou a vez de recordar um produto de automao. Trata-se do variador de velo-cidade da Positron Equipamentos Eletromecnicos, publicado na pgina 9 da primeira edio de NEI, de maro de 1974. A evoluo pode ser analisada comparando-o com o inversor de frequncia, que destaque desta seo.

  • NEI | Dezembro 2014 27

    AutomaoIndustrialTransmisso planetriausa acoplamento coroa-pinhoC omposta de 8 modelos, esta s-rie permite esco-lher dimetros no-minais desde 40 mm, evoluindo at 220 mm. Possibi-lita uso com moto-res desde NEMA 23 at NEMA 42 ou superior. Oferece ainda duas classes de folga de retrocesso, a padro e a de preciso (esta ltima res-trita a 5 minutos de arco), que deve ser definida no momento da aquisio. Disponvel de linha em di-versas relaes de transmisso, possibilita tambm a escolha personalizada, variando de 3:1 a 1.000:1, ad-mitindo torque at 120 kgfm. Caracterizada por bai-xa inrcia, auxilia a dissipar calor resultante do atri-to. PHT Vertex Precision Components Co., New Tapei City, Taiwan.Tel.: 886 2 2250 9940 | [email protected]: vtx-precision.com

    Sistema gestor industrialinterliga toda a cadeia produtiva

    Igualmente denominado de pacote de inteligncia em manufatura, o QIS objetiva interligar conve-nientemente toda a cadeia produtiva. Possibilita superar variaes nas matrias-primas, minimi-zando oscilaes no processo, assegurando a efi-cincia e a conformidade do produto final, alm de reduzir perdas, descontinuidades e retraba-lhos, tudo em tempo real. Alm da satisfao do cliente, otimiza custos e margens. Ao identificar cada ponto para tomada de deciso, gera refern-cia de informaes e conhecimento, para uso fu-turo nos diversos nveis do organograma. Veritt Repres. e Negcios Ltda., Sorocaba, SP.Tel.: 15 3326-8740 | [email protected]: veritt.com.br

  • 28 NEI | Dezembro 2014

    AutomaoIndustrial

    Detector de nvel de lquidos opera por sensor ptico

    Destinado a tanques industriais e tambm a barra-gens, sem contato com o lquido armazenado, detec-ta os nveis mximo e mnimo de gua, leo, solvente, bebida e qumicos, entre outros, operando por meio de sensor ptico com acionamento remoto. O siste-ma para medio e controle de nveis de lquidos uti-liza, como elemento conversor de sinal, encoder rota-tivo industrial com grau de vedao IP 66 e IP 67, ba-seado em sensores pticos que geram pulsos propor-cionais ao nmero de pulsos do disco ptico interno e voltas dadas no eixo atravs do conjunto boia, con-trapeso, cabo de ao e polia. Esses pulsos so envia-dos ao contador digital bidirecional de 5 dgitos de-cimais, com indicao por LEDs. Di-Eltrons Ele-trnica Indl. Ltda., Belo Horizonte, MG.Tel.: 31 3334-4500 | [email protected]: di-eletrons.com.br

    Limitador de torqueatua entre 20 e 4.000 NmO modelo LC utiliza-do em quaisquer mqui-nas ou equipamentos pa-ra proteger a transmisso entre eixos paralelos em caso de sobrecarga, fa-zendo com que os gastos com a manuteno do equipamento sejam mi-nimizados. Pode ser uti-lizado com polias, engre-nagens, coroa e pinho, entre outros. Sua construo simples, facilitando a regulagem do torque, atravs de um conjunto porca e parafuso. De funcionamento tambm simples, faz com que o sistema deslize quan-do for ultrapassado o torque previamente determina-do, voltando ao normal quando no houver mais ex-cesso de torque. O torque pode variar de 20 a 4000 Nm, em eixos de 10 a 70 mm de dimetro. Teckno-Freio e Embreagem Indl. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2021-2363 | [email protected]: teckno-freio.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 29

    AutomaoIndustrialSoluo de automaopermite acesso remoto totalBaseada em PAC (Pro-gramable Automation Controller), com dis-play de 5,7 colorido e sensvel ao toque, a so-luo SCA apresenta controle de processos, historiador, operao local, operao e/ou vi-sualizao remota dos dados em tempo real e hist-ricos. Possui at 3 cartes de E/S locais, sendo digi-tais at 32/carto e analgicas at 16/carto, com op-o de expanso atravs de E/S remotas; memria de massa local de 16 Gb, uma Ethernet, uma RS-232 e uma RS-485, Modbus TCP e/ou RTU, podendo ser Modbus Master. Admite tambm ter outros proto-colos adicionais, alm de Web e FTP server, acesso a banco de dados externo e MS SQL-CE interno, OPC--Server como opo ao Modbus para acesso a dados em tempo real da parte de Scada, bem como possibi-lita conexo direta ao SAP e outros ERPs. Atende as indstrias farmacuticas e de leo e gs. Onti Auto-mao, Tecn. e Com. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5845-0932 | [email protected]: onti.com.br

    Redutor de velocidadegarante zero de folga realA linha LW de cabeo-tes de preciso, acionados por engrenagens, com-preende os modelos CSF e CSG. Com rolamento de rolos e flange de sada, oferece preciso de 1 arco--minuto e repetitividade de 5 arco-segundo, alm de torque-pico de 450-60,500 lb-in. A linha inclui tambm os modelos SHF e SHG, de eixos passantes (hollow shaft), com relaes de reduo de 30:1 at 160:1. A menor unidade tem eixo de passagem com dimetro interno de 14 mm e dimetro externo de apenas 64 mm; a maior unidade fornece eixo pas-sante de 80 mm de dimetro e torque-pico de 6,175 lb-in. Harmonic Drive LLC, Peabody, MA, EUA.Tel.: 1 800 921 3332 | [email protected]: harmonicdrive.net

  • 30 NEI | Dezembro 2014

    AutomaoIndustrial

    Motor trifsicooferece eficincia classe IE1A srie AT traz cor-po e blindagem de alumnio. Enverni-zado conforme pa-dro RAL 5010 (ou-tras cores sob con-sulta), o conjun-to assegura isolao trmica classe F, correspondendo a limite de 155C. Concebida inicialmente para 50 Hz, a srie traz op-es de potncia nominal at 4 kW, operantes em re-de de 230/400 Vef, esta ltima tenso conectada em to-pologia Estrela; para potncias nominais acima de 5,5 kW, a operao prevista em Delta (400 Vef) ou Estre-la (690 Vef), com alternativas de uso de comutador en-tre as duas configuraes. Projetada para rotao hor-ria, admite inverso de sentido via inverso de uma fa-se. Elprom Harmanli JS Co, Harmanli, Bulgria.Tel.: 359 0373 830 [email protected]: elprommotors.com

    Verificador de pesotem resoluo de 0,2 a 5 gPermite pesagem em movimento com alta ve-locidade e preciso. Sis-tema de fcil integra-o com detectores de metais (combo), codi-ficadoras, aplicadores de etiquetas, etc., dis-ponibiliza diversos ti-pos de relatrios estats-ticos do processo pro-dutivo. Fornecido nos modelos CWX1500, CWX3000, CWX6000 e CWX15000, tem faixa nominal mnima de 10/20 g, 50 g, 150 g e 500 g, e mxima de 600/1.500 g, 1.500/3.000 g, 3.000/6.000 g e 6.000/15.000 g, com resoluo de 0,2/0,5 g, 0,5/1 g, 1/2 g e 2/5 g, trabalhando com velocidade mxi-ma de 170, 120, 120 e 90 m/min, respectivamente. Sunnyvale Com. e Repres. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3048-0147 | [email protected]: sunnyvale.com.br

    Sistema de monitoramentoalerta sobre falha no equipamento

    O VIBMAXI um sistema de controle de n-vel de leo, vibrao e temperatura que indica a per-formance da mquina ou equipamento e alerta sobre possveis anomalias na operao. A verso Prata con-siste de uma caixa de ligao que permite monitorar, com coletor de dados, mquinas e pontos de difcil acesso e/ou de acesso que coloquem em risco a integri-dade fsica do tcnico ou coletor de vibrao. A verso Ouro possui ainda conversores de sinais com sadas de 4 a 20 mA que possibilitam ao PLC (Power Line Com-munication) do sistema monitorar o equipamento 24 h/dia e enviar sinais para um PLC do cliente. A verso Diamante monitora a mquina 24 h/dia, on-line. Ne-la, o PLC oferece vrias possibilidades de alarme, alerta ao operador, sinais luminosos ou sonoros, tomada de deciso at com parada de equipamento, e inclui PLC com sinal de sada por celular. PTI - Power Transmis-sion Industries do Brasil S.A., So Paulo, SP.Tel.: 11 5613-1000 | [email protected]: pticorp.com.br

  • 32 NEI | Dezembro 2014

    AutomaoIndustrial

    Vlvula guilhotina revestidasuporta 150 psiTem revestimento interno de uretano e corpo e tampo fa-bricados de ferro fundido, para atender servios extre-mamente pesados. O revesti-mento de uretano uma pea nica, moldada no corpo da vlvula com o assento da gui-lhotina integrado. A guilho-tina e a haste, ambas de ao inoxidvel, proporcionam re-sistncia e proteo contra corroso ao conjunto. O projeto desse modelo per-mite fcil converso de acionamento standard ma-nual de volante para sistema motorizado, hidrulico, pneumtico ou outro por corrente e engrenagens c-nicas. Tem vedao total ao redor da guilhotina que minimiza potencial vazamento. O conjunto de veda-o de TFE resiste a 500F e a um pH de 3 a 11. Lined Valve Company, Woodland, WA, EUA.Tel.: 1 360-225-1230 | [email protected]: knifegatevalves.com

    Sensor de viso universalanalisa imagem com giro de 360Indicado para diversas funes simultneas de monitoramento ou al-ternncia rpida, o sen-sor BVS-E detecta am-pla variedade de cdi-gos de barras, QR Co-de, DataMatrix, ferra-mentas de brilho, con-traste, posio, dimenso, contagem de borda, com-parao de padro, verificao de caracteres, con-torno de peas, bem como analisa imagem com gi-ro de 360, atendendo as exigncias das normas ISO. Pode ser instalado em linhas de produo novas ou existentes, dispondo de interface RS-232 e Ethernet TCP/IP para emisso dos dados dos cdigos, inspe-o de comutao via RS-232, ferramenta padro e contorno 360, inspeo e contagem de contor-no, com duas sadas digitais e uma opcional. Balluff Controles Eltricos Ltda., Vinhedo, SP.Tel.: 19 3876-9999 | [email protected]: balluff.com.br

  • NEI | Dezembro 2014 33

    Automao Industrial

    Filtro regulador de aroferece drenagem automticaA srie FRL, composta de 9 modelos, combina operaes de filtragem, regulagem e lubrificao do ar, em uma ni-ca unidade, para linhas de ar comprimido. Apresenta faixa de regulagem da presso de 7 a 125 psig; oferece drenagem manual padro ou automtica para alguns modelos; e fornece malha de filtragem de 25 padro ou 5 sob pedido. Suporta vazo de 90 a 5.000 L/min e trabalha com presso de 150 psig. Clippard Instrument Laboratory, Inc., Cincinnati, OH, EUA.Tel.: 1 513 521 4261 | site: clippard.com

    Sistema supervisriocontrola processos produtivosO E3 Studio, em sua verso 4.6, foi desenvolvido para atender os atuais requisitos de conectivida-de. Dotado de arquitetura compatvel com opera-o em rede, viabiliza sistema multicamadas e com barramentos de 64 bits. Integrvel em aplicativos de uso personalizado, inclui pro-cesso para isolamento do acesso ao banco de dados e ao cliente OPC. Traz ferra-menta de contagem de objetos, que permite agrupar as propriedades dos mesmos em categorias. O ambiente pode ter a linguagem predefinida, estando disponveis verses em portugus, espanhol ou ingls. Elipse Software Ltda., Porto Alegre, RS.Tel.: 51 3346-4699 | [email protected] | site: elipse.com.br

    Rob prova de guatem preciso de 0,03 mmDe pequeno porte, o modelo KR 10 R1100 SIXX desenvolvi-do para operaes em presena de lquidos. Possui cobertura de ao inoxidvel, superfcies tratadas contra corroso e veda-es internas adicionais que o tornam ideal para trabalhar jun-to a mquinas operatrizes. Com 6 eixos de trabalho, suporta 10 kg de carga e tem raio de alcance de 1.101 mm. Est preparado para elevadas velocidades de trabalho. Pesa 54 kg e oferece trs

    posies de montagem: cho, teto e parede. Atende a classe de prote-o IP 54. Kuka Roboter do Brasil Ltda., So Bernardo do Campo, SP.Tel.: 11 4942-8299 | [email protected] | site: kuka-roboter.com.br

    Vdeo em NEI.com.br

    Atuador pneumtico prova de explosoDotado de motor rotativo pneumtico, o Bestorque pode ser usado em vrios tipos de vlvulas, como gaveta, globo, bor-boleta, comporta, etc. Por ser acionado a ar comprimido, in-trinsecamente prova de exploso. Compacto, leve e de fcil adaptao a vlvulas existentes, oferece elevado torque de sa-da, at 1.950 Nm, tem diversas faixas de rotao e permite au-tomatizao a distncia. EB Ind. e Com. de Bombas e Fundidos Ltda., Piracicaba, SP.Tel.: 19 3429-6800 | [email protected] | site: ebbombas.com.br

  • 34 NEI | Dezembro 2014

    AutomaoIndustrialVlvula machotem certificao SILO modelo Stan-dard A tem cor-po de ferro fun-dido GGG 40.3 (ou ao-carbo-no ASTM A 216 WCB, ASTM A LCB) ou ao inoxidvel tipo monobloco com reduzido espao morto e macho sem revestimento de Hastelloy B, Hastelloy C, Mo-nel, nquel, Incomel, titnio, zircnio ou Tantal. In-ternamente revestido de FEP, PFA, PFA condutivo e PVDF, resistente a produtos qumicos e indica-do para operaes a vcuo. Tem fcil acesso para ajuste do macho. Apresenta-se em dois tamanhos: DN 15 DN 300, operando presso nominal de PN10 - PN40 (Classe ANSI 150) e temperatura de -40 a 200C. Tem aprovao TA-Luft 2002 e certi-ficao ISO 9001. Como opes, oferece alavanca manual ou extensor para macho, caixa de engrena-gem e atuadores (hidrulicos ou eltricos), vlvula de 3 vias, camisa de vapor integral e outros. AZ Ar-maturen do Brasil Ltda., Itatiba, SP.Tel.: 11 4524-9950 [email protected]: az-armaturen.com.br

    Selecionador de espigas de trigoinspeciona at 4.500 unidades/minCa