Click here to load reader

Revista NEI Janeiro 2016

  • View
    276

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Perspectivas 2016 | Desafios e oportunidades num ano de mais ajustes decisivos para colocar o Brasil em novo patamar de crescimento

Text of Revista NEI Janeiro 2016

  • Redutor de engrenagens proporciona folga zeroProduzido em 5 tamanhos, com torques de 23 a 3.419 Nm e razes

    de transmisso de 50:1 a 160:1, o modelo CSG-GH opera pelo princpio da elasticidade mecnica dos metais, com folga zero, exatido de

  • NEI | Janeiro 2016 1

    Os Editores

    Dilogo com o leitor

    Comente este editorial no blog.nei.com.br

    Precisamos de uma indstria competitivaSe 2015 foi um ano de ajustes, 2016 ser ainda mais, impondo novos desafios e exigindo de todos, inclusive da indstria, mais planejamento, viso e iniciativa para arregaar as mangas e pr a casa em ordem. A indstria o principal setor para a difuso do progresso tecnol-gico, e o Pas precisa de uma indstria competitiva, dinmica e inovadora.

    Nesta edio, na pgina 10, o artigo Perspectivas 2016 mostra os desafios que a indstria enfrentar este ano, mas tambm as oportunidades proporcionadas pela crise, como a pos-sibilidade de exportao e os incentivos produo domstica. A opinio de vrios especia-listas consultados por NEI e entidades representativas da indstria nos d um panorama do que vem por a. E no so apenas ajustes poltico-econmicos, mas uma corrida tecnolgica global que cedo ou tarde vai impactar as solues adotadas na sua empresa.

    No toa que automao industrial foi a rea com maior destaque entre os produtos campees de interesse que trazemos nesta edio a partir da pgina 14. Essa seo especial republica as mquinas e os equipamentos que mais despertaram interesse no NEI.com.br du-rante um ano, o que nos permite conhecer as tecnologias que mais esto chamando a ateno dos profissionais da indstria. As mquinas operatrizes so outro exemplo do interesse do mercado, ocupando a 2 colocao, revelando o reconhecimento pelas tecnologias que ditam o desempenho das linhas fabris, j que a produtividade e a qualidade dependem basicamente delas. No Estudo de Inteno de Compra da Indstria Brasileira 2015/2016, realizado por NEI Solues, as mquinas operatrizes ocupam o 1 lugar, com 17% das intenes de compra mais uma prova de sua importncia.

    Nas prximas edies, gua e Energia, em fevereiro, e Indstria Integrada, em maro, vo compor as sees especiais, reunindo novidades em mquinas, equipamentos, sistemas e produtos que podem apoiar a indstria a reduzir custos hoje fator imprescindvel , incre-mentar processos e alavancar seu processo de modernizao. Temos muitos desafios adiante. E sabemos que a tecnologia tem papel estratgico no desenvolvimento industrial.

  • Destaques

    110

    1442

    SeesDilogo com o leitorArtigo: Perspectivas 2016 Desafios e oportunidades num ano de mais ajustes decisivos para colocar o Brasil em novo patamar de crescimento

    Campees de Interesse 2015Serviosndices de Fornecedores e Produtos no final da edio

    NEI digitalNEI.com.brEncontre gratuitamente mais de 150 mil itens com especificao tcnica e mais de 64 mil fornecedores industriais, incluindo as empresas NEI Top Five - as preferidas pelo mercado industrial.

    NEI NewsAssine nossa newsletter e receba quinzenalmente as novidades do mercado industrial. Acesse NEI.com.br para se cadastrar gratuitamente.

    Blog.NEI.com.brLeia notcias sobre tecnologias, tendncias, economia, profisses e novidades dos mais diversos setores industriais.

    Novidades industriais do mundo inteiro em suas mos. Uma joint-venture Thomas e Carvajal.

    TL PUBLICAES ELETRNICAS LTDA.DIRETORA EXECUTIVA Lauriceia A. T. Bernardino [email protected] GERENTE DE PUBLICAO Luciani A. T. Trindade [email protected]

    CENTRAL DE GERAO DE CONTEDO - CGCEDITORA Eliane Oliveira R. Pereira [email protected] TCNICO Roberto Guazzelli [email protected] DE TEXTO Clia Regina Sgarbi [email protected] Mariana Bermelho Moreira [email protected]/ARTE Willians Galdini AUXILIAR Thiago Caetano

    CONSULTORIA TCNICAWalter Link - Professor Doutor Adjunto pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Auditor pelo INMETRO e Consultor nas reas de metrologia e gesto laboratorial. Fabian Yaksic Gerente Tcnico Dirceu S. Sgubin, Pedro E. dos Santos e Israel de Moraes Guratti Analistas da Associao Brasileira da Indstria Eltrica e Eletrnica ABINEE. Luiz Philippe Sarrouf Diretor da L. Sarrouf Engenharia Ltda.

    MATERIAL PUBLICITRIO (11) 3327-4483/4446Sonia Sabatine [email protected] de Moura dos Santos [email protected]

    SERVIO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC [email protected] (11) 3327-4452

    A Revista NEI, com uma tiragem de 65,680 exemplares, publicada e distribuda mensal, gratuita e nominalmente aos executivos e tcnicos industriais envolvidos nos processos de especificao e compra de produtos, equipamentos e servios, que atuam em empresas fabricantes ou relacionadas s atividades industriais e construtivas no Brasil. A Revista NEI editada por TL Publicaes Eletrnicas Ltda., Rua Brig. Tobias, 356, 01032-901, So Paulo, SP - Brasil, Tel. (11) 3327-4400 e Fax (11) 3228-9373. Impressa por Prol Editora Grfica Ltda. Distribuda por: DTD Distribuio e Courier Ltda. ME. Assinatura paga Brasil: R$ 207,00 (anual) e R$ 20,00 (avulso); exterior: US$ 330,00 (anual) e US$ 30,00 (avulso). Ningum est autorizado a efetuar assinaturas em nome de TL. Se for procurado por algum, denuncie-o s autoridades locais. A Revista NEI registrada no 10 Cartrio de Registro de Ttulos e Documen-tos de So Paulo sob n 32.650. Proibida reproduo total ou parcial do contedo editorial sem auto-rizao dos editores. Jornalista Responsvel: Eliane Oliveira R. Pereira. Servio de Assinaturas: mudanas de endereo, renovaes ou novas assinaturas, Tel.: (11) 3327-4541 e 3327-4462

    VOL. 42, N 11, JANEIRO 2016

    E X P E D I E N T E

    A revista NEI impressa em papel produzido a partir de rvores de zonas de ref lorestamento.

    OUTROS ESTADOSMINAS GERAIS / RIO DE JANEIROBrenda Mascarenhas Braga [email protected] Tel.: (11) 3327-4577 (31) 9469-0222 (21) 96986-0004 PARAN / SANTA CATARINAElisandro Jose Dias [email protected] Tel.: (11) 3327-4496 (41) 99605-0733Polymari Repres. Comerciais Ltda. Tel.: (41) 3049-7183 [email protected]

    RIO GRANDE DO SUL Enterprise K Tel.: (51) 3026-5570 - [email protected] DEPARTAMENTO INTERNACIONAL [email protected] Cares Jimenez Tel.: (11) 3327-4470

    REPRESENTANTES NO EXTERIORAMRICA DO NORTEEstados Unidos da Amrica

    Herbert Weikes (1-212) 629-1545 [email protected] Barry (1-828) 505-0500 [email protected] Greenfield (1-203) 938-2418 [email protected]/ Murphy Hamilton-Murphy Media (1-616) 822-2238 [email protected] Lees Lees International Media (1-610) 626-0540 [email protected] Jones Jones Media Sales, Inc (1-708) 442-5633 [email protected]

    AMRICA DO SULArgentina Nora F. Laura (54-11) 5778-0061 [email protected]

    SIAJapo Ichiro Suzuki Incom Co., Ltd. (81-3) 3260-7871 [email protected] Charles Yang Lotus Business Information Co. (886-4) 2323-5023 [email protected] Wendy Teng Top International Media Co. Ltd. (86-10) 6588-1955 [email protected]

    EUROPAAlemanha, Espanha, Frana e Portugal Eric Jund (33-4) 9358-7743 [email protected], Blgica, Escandinvia, Europa Central e Oriental, Grcia, Holanda, Pases Blticos, Polnia e SuaCarel L. Letschert Letschert Media Adviseurs (31-20) 633 427 [email protected] David Harvett (44-121) 705-2120 [email protected] Andrea Rancati (39-02) 703 00088 [email protected]

    GERNCIAS DE CONTAS INTERIOR DE SO PAULOAlexandre Italo Catto Tel.: (11) 3327-4448Andyara Franco Vicentin Tel.: (11) 3327-4448

    Leda Frangetto Baptista Tel.: (11) 3327-4448Marcelo Spakauskas Tel.: (11) 3327-4448

    Mrio Tobias Tel.: (11) 3327-4448

    GERNCIAS DE CONTAS CAPITAL E GRANDE SO PAULOCosme Camilo Ferreira Tel.: (11) 3327-4577Danilo Prociuk Tel.: (11) 3327-4496Elisabete da Silva Alberto Tel.: (11) 3327-4496

    Heloisa de Castro Pandelo Tel.: (11) 3327-4487Luiz Tadeu de Santana Tel.: (11) 3327-4487Patrcia Molezini Tel.: (11) 3327-4487

    Roseli Pereira Agostinho Tel.: (11) 3327-4496Snia Santos Tel.: (11) 3327-4496Viviane Alves Tel.: (11) 3327-4487

    GERNCIAS DE VENDASRubens Gon Brulio Tel.: (11) 3327-4495

    Hlcio N. Gianello Tel.: (11) 3327-4538

    DEPARTAMENTO DE VENDASDIRETORA EXECUTIVA Lauriceia A. T. Bernardino Tel.: (11) 3327-4471

    GER. VENDAS E DESENVOLVIMENTO Marcos Meneghetti Tel.: (11) 3327-4585

    COORDENADORA DE VENDAS Regiane P. Gomes Tel.: (11) 3327-4528

    International Businessof Performing Audits

    www.anatec.org.brISSN 2318-5813

    Sistema Laser de seguranagerencia funes de prensas dobradeirasPg. 4

    Sistema de anlise trmica

    determina a composio de FoFo

    Pg. 8

    Centro de dobra eltricoadapta-se a variaes de materialPg. 11

    Mandriladora Floor Type CNC garante repetitividade de 0,013/mmPg. 12

    Este cone indica produtos que contribuem direta ou indiretamente para a economia de gua e energia, na opinio dos editores de NEI.

    gua e energia

    Este selo indica que o produto divulgado no espao editorial pode ser adquirido pelo BNDES Finame - financiamento para produo e aquisio de mquinas, equipamentos e bens de informtica e automao novos, de fabricao nacional e credenciados no BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social.

    BNDES FinameVeja mquinas em ao

    Este QR code Quick Response indica que o produto publicado no espao editorial tem vdeo. Voc pode v-lo apontando a cmera do seu celular para o cdigo desde que seu aparelho tenha o aplicativo de leitura instalado.

    Vlvula solenoide economiza at 80% de energiaPg. 38

  • 4 NEI | Janeiro 2016

    DestaqueSistema Laser de seguranagerencia funes de prensas dobradeirasO Defender Plus consiste em um controlador pr-programa-do com sistema de segurana desenhado para melhorar o desempenho e a segurana de prensas dobradeiras hidru-licas e eltricas com duas velo-cidades, rpida aproximao da dobra e aproximao lenta de 10 mm/s para execuo da dobra. Com certificado CE e TV, atende as normas EN 12622/NR-12. Gerencia todas as funes de segurana relacionadas ao controle e monitoramento da mquina, como protees mveis, parada de emergncia, escorregamento, velocidade e posio do avental/ ferramenta. Combina o monitoramento das portas laterais e traseiras, dos botes de emergncia, da rea de dobra por feixes Laser, automtico de excesso de ve-locidade e escorregamento, definio, bem como o monitoramento automtico do ponto de inibio. Alm de gerenciar o desempenho da prensa, tambm in-forma as condies e falhas com mensagens de diagnsticos detalhadas. ACE Schmersal Eletroeletrnica Indl. Ltda., Boituva, SP.Tel.: 15 3263-9800 | [email protected] | site: schmersal.com.br

    Computador PC industrial isento de peas mveis Montado em carcaa compacta de alumnio isenta de ventoinhas e pe-as mveis, vem equipado com processadores Intel Atomde 1, 2 ou 4 ncleos, carto CFast e opcionalmente com um segundo carto CFast ou disco rgido externo. Com grau de proteo IP 20, o modelo C6915-0010 possui todos os conectores no painel frontal e vem com memria RAM de 2 Gb DDR3L expansvel em fbrica at 8 GBb. Fornecido com sistema operacional Microsoft Windows Embedded Compact 7 e ali-mentado em tenso de 24 V cc, suporta temperaturas de 0 a 55C, apresenta adaptador grfico com conector DVI-I, 4 portas USB 2.0 e adaptador Ethernet duplo de 100/1000 Base-T. Beckhoff Automao Indl. Ltda., Santo Andr, SP.Tel.: 11 4126-3232 | [email protected] | site: beckhoff.com.br

    Sensor ptico 3Dmede rugosidade de superfciesDe alta resoluo e velocidade e integrvel em linhas de produo, consiste de um sensor ptico 3D que mede a rugosidade de superfcies, a forma e a orienta-o de componentes de geometrias complexas. O IF-SensorR25 opera com tec-nologia de variao de foco e alta densidade de medio, e afere geometrias com flancos at 86, mesmo de superfcies de diferentes materiais e com propriedades refletivas variveis. Com curso de 26 mm no eixo Z e peso de 4 kg, vem equipado com anel de iluminao a LED, apresenta dimenses de 126 x 153 x 202 mm, res-pectivamente largura, profundidade e altura, e encontra aplicao em sistemas de controle de qualidade, de microcomponentes usinados a lminas de turbinas. Alicona Corporation, Bartlett, IL, EUA.Tel.: 1 630 372 9900 | [email protected] | site: alicona.com

  • NEI | Janeiro 2016 5

    Centro de usinagem vertical CNCopera em 5 eixosO modelo MU-8000V alcana alta produtivi-dade e eficincia nas operaes de usina-gem multifaces. Tem estrutura rgida e pre-cisa de 2 colunas, bai-xo centro de gravidade na movimentao da pea usinada e mesa pivotada (trunnion table), que possibilitam usinagem extrape-sada e altas velocidades de acabamento. Esses fatores combinados proporcionam rpido e preciso posicio-namento e corte simultneo nos 5 eixos. Pode ser fa-cilmente adaptado para uso com APC, ATC mltiplo, automao ou FMS sem comprometer a operaciona-lidade do conjunto, porque essas adaptaes so feitas na traseira da mquina. Apresenta dimenso mxima usinvel de dimetro de 1.000 x 550 mm, dimetro da mesa de 800 mm, velocidade do fuso de 10.000 rpm, potncia do motor do fuso de 11 kW, curso rpido de 50 m/min, magazine com capacidade para 32 ferra-mentas (opes para 48 - 64), curso dos eixos X, Y e Z de 1.450, 1.050 e 600 mm, respectivamente, e car-ga mxima sobre a mesa de 700 kg. Okuma Latino Americana Com. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3049-5600 | [email protected]: okuma.com.br

    Gateway Modbus roda 4 masters simultaneamenteA srie MBS100 po-de ser definida co-mo um servidor se-rial Modbus. Possi-bilita acesso a dis-positivos com co-municao Modbus RTU atravs de Modbus TCP, assim como a utiliza-o de protocolo TCP at GPRS, Ethernet ou Wi--Fi. Entre as principais caractersticas destacam-se: conexo simultnea para 4 diferentes servidores no modo backup; rodagem simultnea de 4 diferentes masters; deteco automtica e reconexo, em ca-so de falha na conexo; ponte entre diferentes ve-locidades atravs de estrutura dinmica de espe-ra (Queueing); retorno de respostas na mesma or-dem de consultas; instalao atravs de porta RS-232 e comunicao serial Modbus RS-232 ou RS-485. Opera com 9-36 V cc, possui proteo contra surtos e conexo reversa, e consome, no mximo, 5 W de potncia. Mikrodev Informatics Software Electronics LLC, Gebze, Turquia.Tel.: 0262 653 56 68 | [email protected]: mikrodev.com

  • 6 NEI | Janeiro 2016

    Conector industrial protegido suporta borrifos de alta pressoDe formato circular e fabri-cado de plstico PP de alto desempenho, apresenta al-ta resistncia a produtos qu-micos, calor e frio e a agen-tes de limpeza com certifica-o Ecolab. O conector Han F+B, com grau de proteo IP 69K, suporta respingos e borrifos tpicos de processos de lavagem e vapori-zao, e possui projeto higinico com grandes raios e superfcies lisas que facilitam a limpeza e evitam o acmulo de detritos. Com aprovao FDA 21 e con-figurvel pelo usurio, pode ser equipado com at 25 diferentes insertos de contatos para correntes at 40 A, e com at 21 contatos para a transmisso de sinais e dados at 10 Gbit/s. Harting, Inc., Elgin, IL, EUA.Tel.: 1 877 741-1500 | [email protected]: harting-usa.com

    Regulador de pressoconsome pouca energiaA srie MX-PRO com-preende 16 modelos de reguladores eletrnicos proporcionais de pres-so que operam na fai-xa de 0,15 a 10 bar. As-segura alta preciso, alta relao de vazo e baixo consumo de energia; e est tambm disponvel na verso manifold. Construdo de ferro fundido no-dular, compacto e do tipo diafragma, possui portas G12, podendo ser montado em paredes ou linha, na posio vertical. Alimentado por 19 a 28 V cc, con-some at 1 W. Opera temperatura ambiente de 0 a 50C e garante linearidade de 1% FS, histerese de 0,5% FS, repetitividade de 0,5% FS e sensi-bilidade de 0,3% FS. Atende proteo classe IP 51. Camozzi do Brasil Ltda., Campinas, SP.Tel.: 19 2137-4500 | [email protected]: camozzi.com.br

    Analisador de metais pesadosdetecta at 15 tiposEquipado com interface de fcil aprendizado, apresenta clula eletroqumica instalada em re-cipiente estaticamente dissipan-te, que minimiza interferncias eletromagnticas, reduz dis-trbios nas amostras e melho-ra a repetitividade. O Metalyser HM5100 Benchtop, alimenta-do por adaptador ou bateria de 12 V, dispensa linhas de gs e ambientes de temperatura controlada, pos-sui conectividade Bluetooth e consiste de uma alter-nativa realsta e econmica a sistemas AAS e ICP. For-necido com o software Metaware pr-configurado e compatvel com ambientes Windows, faz anlises de gua com metais pesados em soluo, como As, Au, Bi, Cd, Co, Cr(VI), Cu, Hg, Mn, Ni, Pb, Se, Sn, TI e Zn. Trace2o Limited, Berkshire, Reino Unido.Tel.: 44 1635 866772 | [email protected]: trace2o.com

    Mostrador digital configurvel compatvel com qualquer veculoO Multifuncional MF 50/A microcontrolado possui tec-nologia digital com display grfico tipo LCD e oito op-es de cores, podendo ser configurado em fbrica pa-ra diferentes aplicaes, co-mo conta-giros, velocmetro, termmetro, nvel de combustvel, relgio, entre outros, tudo num nico gabinete redondo ( 85 mm) ou quadrado (DIN 98 x 98 x 75 mm). Possui 8 entradas analgicas, 4 digitais e 4 sadas digitais, com possibilidade de expanso. Guster Ind. e Com. Ltda., Curitiba, PR.Tel.: 41 3014-3536 | [email protected]: guster.com.br

  • 8 NEI | Janeiro 2016

    DestaqueSistema de anlise trmicadetermina a composio de FoFoO Ferrolab IV agiliza a determinao do carbo-no equivalente, carbono e silcio nos ferros fun-didos, obtendo os valores de %CE, %C e %Si na funo KT e os valores de %CE, recalescncia e super-resfriamento (Uc) na funo K, o que pos-sibilita controlar o grau de nucleao dos banhos de ferro fundido. Seleciona o modo de trabalho para cpsula KT (com adio de telrio), no qual o ferro fundido se solidifica segundo o sistema metaestvel, formando Fe3C ou para a cpsula K (sem telrio), no qual o ferro fundido solidifica-se formando grafita. Fi-xado em parede, tem caixa NEMA 12, vedada e de dimenses compactas, dispondo de 3 displays de LED de 7 segmentos e um display de LCD de calibrao por software, memria no voltil e sadas para display de campo, sinaleira, impressora, serial RS-232C e Ethernet opcional. Ecil Met. Tec. Ltda., Piedade, SP.Tel.: 15 3244-8075 | [email protected] | site: ecilmettec.com.br

    Aplicadora de componentes SMTcoloca at 32.000 cphA JX-350 incorpora um sistema de alimentao ti-po parafuso (opcional) que possibilita a colocao de componentes grandes com at 25 mm de dimetro ou lentes de difuso, simultaneamente; o sistema de ali-mentao por bocais tipo parafuso aumenta a produ-tividade processando as operaes de captura, reco-nhecimento e colocao em apenas um passo para os seis bocais, que antes eram efetuadas em dois passos. O alcance de colocao de no mximo 650 mm em uma fixao, e de 1.200 mm em duas fixaes. A JX-350 manuseia PCIs at 1.500 mm (maior tamanho no mer-cado) tornando-se ideal para a produo de placas grandes como as de ilumina-o LED. fornecida com alimentador eltrico ou mecnico. Juki do Brasil Com. e Servios de Mqs. Ltda., Atibaia, SP.Tel.: 11 4416-4010 | [email protected] | site: jukidobrasil.net.br

    Broca especial com novo projeto da ponta cortanteA DC 170 Supreme foi especialmente desenvolvida para peas de ao e ferro fundido. O projeto caracterstico da ponta cortante o que diferencia esse modelo dos demais existentes: as ranhu-ras chatas guiam o fluido refrigerante ao redor das faces de corte, assegurando 360 de refrigerao; os sulcos laterais, nunca antes empregados em brocas slidas de metal duro, guiam a broca, re-duzindo a vibrao ao mnimo e mantendo a ferramenta no curso correto. Alm disso, seu projeto exclusivo permite que uma maior massa de metal duro neutralize os esfor-os de corte, em comparao com as brocas convencionais slidas de metal duro. Adi-cionalmente aos tamanhos normais de 16xD e 20xD, o cliente pode optar por dimen-ses menores de 3xD, 5xD, 8xD e 12xD. Walter do Brasil Ltda., Sorocaba, SP.Tel.: 15 3224-5700 | [email protected] | site: walter-tools.com

  • 10 NEI | Janeiro 2016

    A indstria tem sido desafiada a encontrar solues pa-ra reduzir custos, melhorar processos, evitar desperd-cios e aumentar a produtividade. A preocupao com energia, por exemplo, est impondo ao setor novas roti-nas e a introduo de novas tecnologias, ou seja, mqui-nas e equipamentos mais eficientes, novas fontes alter-nativas e a adoo de uma gesto eficaz de recursos. A estimativa de que os custos com energia cresam 60% em 2016. Portanto, esses desafios vo continuar.

    O mercado de robs, por outro lado, ser crescente. Segundo a pesquisa World Robot Statistics, da Interna-tional Federation of Robots, at 2018 o mercado global de robs ter crescido em mdia 15% ao ano. O nmero de unidades vendidas passar de 200.000 para 400.000, e China, Japo, EUA, Coreia do Sul e Alemanha sero responsveis por 70% desse total. Para dimensionar a fora desse mercado, a Epson vai impulsionar o desen-volvimento de robs nos prximos 3 anos, com a esti-mativa de gerar uma receita anual de robtica, em 10 anos, de US$ 833 milhes.

    E tem mais: o mercado global de IoT (Internet das Coisas) prev triplicar para US$ 1,7 trilho at 2020, con-forme apontou recente pesquisa da IDC International Data Corp. A prpria indstria automobilstica j comea a se preparar para a era mvel e conectada. Esses so ape-nas alguns exemplos da dimenso do que vem por a com a Indstria 4.0 a chamada quarta revoluo industrial, que promete modificar os modos atuais de produo e se-r marcada pela integrao, conectividade, adaptabilida-de e sustentabilidade. Novas tecnologias j despontam e outras viro, cedo ou tarde chegaro aqui.

    Ao mesmo tempo que acontece uma corrida tecnol-gica l fora, estamos vivenciando momentos de turbuln-cia poltica e econmica no mercado interno, com mui-tos desafios, como colocar as finanas pblicas em tra-jetria sustentvel, combater a corrupo e recuperar a confiana de empresrios e da sociedade. Para saber co-mo esse cenrio vai impactar a indstria em 2016, con-sultamos especialistas em economia da Universidade Fe-deral do Rio de Janeiro UFRJ, Universidade de Campi-nas Unicamp e Fundao Getulio Vargas FGV.

    Com a palavra, os economistasEspecialistas consultados por NEI confirmam que a economia brasileira vai continuar em recesso em 2016 fato j esperado. O Relatrio Focus do Banco Central, divulgado em dezembro, confirma isso. O mercado pre-v retrao do PIB de 3,50% em 2015 e 2,31% em 2016. Em relao produo industrial, a queda prevista ser de 7,60% em 2015, e 2,40% em 2016.

    Segundo Jos Luis Oreiro, professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ, o PIB industrial dever continuar seu processo de queda no primeiro semestre de 2016, mas a estimativa de que apresente recuperao no segundo semestre, im-pulsionado pelo aumento das exportaes de manufatu-rados e pela substituio de importaes por produo domstica em funo da taxa de cmbio mais desvalo-rizada. O dlar dever continuar se valorizando frente nossa moeda, alcanando cerca de R$ 4,50 no final de 2016, o que considerada uma boa notcia pelos econo-mistas que colaboraram com este artigo.

    Setores com capacidade de exportar tm mais opor-tunidade de sair primeiro da crise e contribuir para pu-xar o resto da economia, afirma Antnio Mrcio Buai-nain, professor do Instituto de Economia da Unicamp. De acordo com o docente, o setor automobilstico de-ve apresentar ligeira recuperao em relao a 2015, as-sim como a construo civil, principalmente se o gover-no conseguir retomar o programa de concesses e orga-nizar o financiamento habitacional.

    Desafios e oportunidades num ano de mais ajustes decisivos para colocar o Brasil em novo patamar de crescimento

    Perspectivas 2016

    Com a taxa de cmbio mantida nessas condies, a produo e as vendas da indstria nacional tambm apresentaro sinais consistentes de recuperao, prev Oreiro. E isso tende a se refletir no aumento de investi-mentos em modernizao e atualizao do equipamen-to de capital. O parque fabril brasileiro tem mquinas e equipamentos com idade mdia em torno de 17 anos, segundo estudos do professor David Kupfer do Ins-tituto de Economia da UFRJ o que refora a urgn-cia de modernizao. Na Alemanha, por exemplo, es-se tempo de apenas 7 anos, 40% menos que no Brasil.

    A defasagem reflete o baixo nvel de investimen-tos na modernizao e atualizao de ativos nos lti-mos dez anos em funo dos efeitos negativos da taxa de cmbio sobrevalorizada em relao rentabilidade dos investimentos na indstria. medida que a taxa de cmbio ficar novamente competitiva, os investimentos em modernizao se tornam novamente lucrativos. As-sim o hiato tecnolgico da indstria brasileira ir se re-duzir ao longo do tempo, aumentando sua capacitao tecnolgica, afirma Oreiro.

    Buainain sugere que, para se modernizar, a indstria ter tambm que importar bens de capital, mas o cus-to deve ser reduzido por polticas tarifrias mais consis-tentes com a realidade global, ou seja, diminuindo-se a proteo indstria brasileira de bens de capital. Segun-do o docente, isso pode ser feito preservando os incenti-vos para o setor de bens de capital baixar seus custos, se modernizar e se qualificar para participar de forma ativa da retomada do crescimento industrial no Brasil.

    Um forte indicador nesse sentido foi a notcia de reduo do imposto de importao para 158 mqui-nas e equipamentos industriais sem produo nacio-nal equivalente os chamados ex-tarifrios at 30 de junho de 2017. Com a reduo das alquotas, que pas-saram de 14% para 2%, no caso de bens de capital, e de 8-18% para 2%, para bens de informtica e teleco-municaes, os custos de vrios projetos industriais, os quais totalizam investimentos globais de aproxima-damente US$ 640,4 milhes, tendem a diminuir. Pelas informaes do Ministrio do Desenvolvimento, In-dstria e Comrcio Exterior MDIC, sero beneficia-dos projetos para fabricao de motores para veculos, equipamentos de explorao de petrleo e equipamen-tos para sistemas de comunicao ptica, entre outros.

    Mercado externo importante lembrar que a retomada de confiana e do investimento que fundamental - vai depender no apenas da evoluo da situao poltica e das expectati-vas, como tambm do comportamento do setor externo, principalmente o relacionado demanda chinesa, prin-cipal parceiro comercial do pas, alertou Danilo Sarto-rello Spinola, consultor da Comisso Econmica para Amrica Latina e Caribe (Cepal Naes Unidas).

    De acordo com o ltimo relatrio semestral da OCDE - Organizao para a Cooperao e Desenvolvimento Eco-nmico, a China deve desacelerar em sua taxa de cresci-mento para 6,8% em 2015, alcanando 6,2% em 2017, quando a atividade econmica deve se reequilibrar. Para os EUA, estima-se um crescimento do PIB de 2,5% no pr-ximo ano e 2,4% em 2017. J para a Zona do Euro proje-ta-se um aumento de 1,8% de atividade em 2016 e 1,9%, em 2017. Para o Brasil, a OCDE prev que a recuperao s acontea em 2017, quando esperado um aumento do PIB de 1,8%, desde que melhorem os resultados fiscais, ha-ja controle da inflao e se reestabelea a confiana.

    Pondo a casa em ordemMuito se tem ouvido falar que a crise oferece oportu-nidade de crescimento. Antonio Buainain, do Institu-

    to de Economia da Unicamp, diz que muitas empresas de setores industriais e de servios conseguem melhorar sua produtividade. De imediato essa melhora se d pe-las demisses, mas com poucos gastos possvel me-lhorar os processos, cortar desperdcios e se preparar para crescer de forma mais saudvel quando o merca-do reverter, afirmou.

    Felippe Serigatti, professor e pesquisador do Centro de Agronegcios da FGV, mencionou que o aumento de produtividade nas cadeias industriais tem sido preju-dicado pelos elevados custos de produo decorrentes de mo de obra cara e pouco produtiva, carga tributria elevada, infraestrutura precria e, at 2014, taxa de cm-bio que tornava os bens importados mais barato que os do mercado domstico. No toa que esses so alguns dos desafios que compem as agendas de discusso das entidades representativas da indstria do pas.

    Uma das aes recentes da CNI para elevar a produ-tividade das empresas o programa Indstria + Produ-tiva desenvolvido em parceria com o Servio Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI, cujo propsito estimular as empresas a produzir mais e melhor com os recursos existentes, permitindo reduzir desperdcios, organizar a produo e oferecer melhorias de gesto ca-pazes de trazer resultados em pouco tempo. Aumentar a produtividade imprescindvel: no Brasil, alm de bai-xa, ela cresceu apenas 6,6% entre 2002 e 2012 contra n-dices superiores a 30% em economias como Japo e Es-tados Unidos, informou a CNI. Podemos afirmar, sem dvida alguma, que a produtividade tambm depende da melhoria da gesto das empresas.

    Outras orientaes de especialistas so repensar es-tratgias, produtos e processos, e desenvolver programas de melhoria contnua em busca da maior eficincia poss-vel. A lio de casa deve pautar inclusive as discusses nas empresas de micro e pequeno porte, sem exceo.

    Durante o 15 Seminrio de Planejamento Estratgi-co Empresarial 2016, realizado no final de 2015 pela As-sociao Brasileira da Indstria de Mquinas e Equipa-mentos Abimaq, e que teve como tema Desafios pa-ra o Planejamento de 2016, Carlos Pastoriza, presidente da entidade, reforou a necessidade de se arrumar a ca-sa, aumentar o market share em relao aos importados no mercado interno e aumentar as exportaes. Na oca-sio, Pedro Estevo Bastos, presidente da Cmara Seto-rial de Mquinas e Implementos Agrcolas CSMIA, orientou as empresas a melhorar seu planejamento or-amentrio de vendas, conhecendo suas variveis, os fa-tores econmicos e sociais que impactam diretamente o negcio, assim como elaborar previses de vendas, revi-sar o plano mensalmente e inserir programas internos para dar maior velocidade s mudanas.

    O tema qualificao de mo de obra tambm nor-teou as discusses e se ps como um dever de casa. Nes-se contexto, o ex-presidente do Banco Central, Henri-que Meirelles, tambm afirmou, durante sua palestra no 10 ENAI, que a educao um componente importan-te da produtividade e um desafio sobre o qual as lide-ranas precisam ter foco e objetivos claros.

    O Brasil tem uma agenda cheia e muitos desafios a enfrentar a partir deste ano. Como diz a Carta da Inds-tria 2015 - documento consolidado durante o 10 En-contro Nacional da Indstria ENAI, organizado pela Confederao Nacional da Indstria - CNI, em novem-bro, em Braslia: O momento impe urgncia corre-o de rotas e enfrentamento de questes econmicas, polticas e institucionais. Mas o Brasil j enfrentou ou-tros momentos difceis e graves. E soube enfrent-los.

    E sempre bom lembrar que, apesar de todas as tur-bulncias, somos a 7 economia mundial, com um PIB de US$ 2,3 trilhes.

    O Brasil tem adiante muitos desafios, comeando por enfrentar os problemas de governabilidade, e decises polticas importantes que vo determinar novos rumos. Mas essa no a primeira vez que enfrentamos turbulncias. J passamos por outras crises, e samos delas. Novamente teremos que ser resilientes. O cenrio desafiador exigir de todos, inclusive da indstria, muito planejamento, mais jogo de cintura e viso estratgica dos negcios. hora de arrumar a casa.

  • NEI | Janeiro 2016 11

    Centro de dobra eltrico adapta-se a variaes de material

    A P2lean, de acionamento totalmente eltrico e con-sumindo apenas 5 kW, incorpora a tecnologia pro-prietria MAC 2.0 que lhe possibilita adaptar-se au-tomaticamente s variaes das caractersticas e do comportamento do material em processo de dobra. Admite comprimento mximo de dobra de 2.180 mm e altura at 165 mm, podendo executar dobras a 90 em ao com 3,2 mm de espessura e UTS de 410 N/mm ou em ao inoxidvel com 2,5 mm de es-pessura e UTS de 660 de N/mm. Para produo de grande variedade de peas, tanto em kit quanto em lotes, utiliza ferramentas universais e prensa-chapas ajustvel automaticamente e no necessita de tempo para set-ups, requerendo do operador apenas a colo-cao da chapa sobre o plano de trabalho e a retirada do produto ao final do dobramento. Salvagnini do Brasil Ltda., So Jos dos Campos, SP.Tel.: 12 3933-5160 | [email protected]: salvagnini.com.br

    Destaque

    Sistema de gravao a Laseropera com potncia at 40 W Projetado para a marcao de peas pesadas e de gran-des dimenses, vem equipa-do com fonte Laser que po-de ser movida no eixo Z, no modelo LWS-M, e nos trs eixos X, Y e Z, no modelo LWS-A. Disponvel em ver-ses com potncias de sada de 20 e 40 W, opera em frequncias de 1 a 1.000 kHz com durao de pulsos de 3 a 500 ns, suporta tempe-raturas operacionais de 10 a 35C e possui sistema de resfriamento a ar. Alimentado em tenso monofsica de 230 V, 50/60 Hz, apresenta dimenses de 1.200 x 1.350 x 1.740 mm, e peso de 450 kg. Sisma do Brasil Com. de Mqs. Industriais Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 4584-6624 | [email protected]: sismadobrasil.com.br

  • 12 NEI | Janeiro 2016

    Mandriladora Floor Type CNC garante repetitividade de 0,013/mmA srie FBC uma fresadora e mandriladora CNC projetada para usinagem de peas pesa-das que oferece grande resis-tncia a vibraes. Incorpora tecnologias inovadoras, co-mo guias hidrostticas fecha-das de fluxo constante, acio-namento duplo, acionamento eficiente do cabeote, compensao da deflexo do arete e compensao trmica da expanso do arete, entre outros recursos. Apre-senta vrios opcionais para maior flexibilidade de usinagem. O modelo FBC 160r tem cursos de 6.000 mm no eixo X, 2.000 mm no eixo Y (cabeote) e 700 mm no eixo Z (arete); fuso principal com dimetro de 160 mm e 260 mm (mandrilamen-to); velocidade do fuso de 10 a 1.000 rpm, capaz de desenvolver torque contnuo de 3.000 Nm; e motor principal com potncia contnua de 37 kW. Garante preci-so de posicionamento de 0,026/1.000 mm e repetitividade de 0,013/1.000 mm. Shenyang Machine Tool Co. Ltd., Shenyang, China.Tel.: 86 2425191721 | [email protected] | site: smtcl.com

    Destaque

    Fresadora Hobbingpara engrenagens at 400 mmA cortadora de engrenagens tipo Hobbing modelo Genesis 400H destina-se produo de engrenagens com dimetro at 400 mm, com mdulo at 8 mm, para aplicaes em caminhes, mquinas agrcolas, construo e similares. Foi projetada para corte seco ou mido, com as mais recentes tecnologias para aproveitar as vantagens de novas fer-ramentas de corte de ao rpido e cortadores caracis (Hob). Pode ser equipada, op-cionalmente, com carregador automtico e transportador, outros processos de gerao de dentes, alm do sistema de chanfrar e rebarbar. Incorpora potente sistema de fixa-o de peas que permite a adaptao de vasta gama de dispositivos de fixao, incluin-do o Gleason Quik-Flex Plus, que executa a troca de peas em menos de 30 s. Gleason do Brasil Com. de Mquinas Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5515-6510 | [email protected] | site: gleason.com

    Mquina flangeadoraacomoda placas de at 3.000 mmMontada sobre estrutura slida e robusta de ao ST52-3, apresenta rolos de moldagem temperados por induo com dureza 60 HRC, mecanismo de centralizao de materiais e painel de controle para o sistema eltrico e hidrulico localizado na prpria mquina. A BMB15, acionada por motor trifsico de 400 V com potncia de 5,5 kW, trabalha com placas de 800 a 3.000 mm de dimetro, produz flanges padroni-zados com R = 50 mm e opera com presso de 180 bar. Akyapak Makine Sanayi ve Ticaret A.S., Akcalar, Turquia.Tel.: 90 224 280 75 00 | [email protected] | site: akyapak.com.tr

  • NEI | Janeiro 2016 13

    Unidade condensadoraopera em congelados e resfriados, juntos

    Lanada na Febrava 2015 - Feira Internacional de Re-frigerao, Ar Condicionado, Ventilao, Aquecimen-to e Tratamento do Ar, a unidade IV tem capacidade at 200 cv e 2 grupos de suco, podendo trabalhar em 2 temperaturas diferentes e simultneas, o que a tor-na indicada para operao conjunta de cmaras de res-friados e congelados. Sem necessidade de casa de m-quinas - por ter gabinete fechado e isolado acustica-mente -, proporciona alta eficincia energtica e bai-xo custo de instalao. Possui condensador microca-nal montado em V com vlvulas de esfera acopladas, permitindo manuteno sem precisar parar o sistema completo. Multicompressor, suporta de 3 a 6 compres-sores Scroll ou semi-hermticos e de 2 a 8 motoventi-ladores eletrnicos de 800 mm que regulam sua velo-cidade de acordo com as condies do ambiente e da cmara, propiciando baixo consumo energtico e at 70% de economia no consumo de fluido refrigeran-te em relao s convencionais serpentinas tubo-ale-ta. Oferece opo de escolha de refrigerante R404a, R134a, R507a, HP81, R22, entre outros. Heatcraft do Brasil Ltda., So Jos dos Campos, SP.Tel.: 12 3901-0600 [email protected]: heatcraft.com.br

    Triturador de entulhotorna reutilizvel resduo de construo

    O britador de mandbula LEM 4825, da italiana Komplet, agora produzido no Brasil, tornando reutilizveis resduos provenientes de construo e demolio, como concreto, tijolos, pedras, materiais cermicos e mrmore. Porttil, com peso de 400 kg, pode ser transportado em qualquer utilitrio, ten-do capacidade de britagem para 3 t/h. Apresenta bo-cal de entrada de 480 x 250 mm, sendo alimenta-do por minicarregadeira, carregadeira e escavadei-ra, fornecendo material com granulometria ajust-vel de 15 a 80 mm. Funciona com motor eltrico tri-fsico de 220/380 V, com potncia de 11 cv. inte-grado por esteiras de carga e descarga, facilmente re-movveis para transporte, e dispositivos de seguran-a. Mquina Solo Mqs. e Equips. Ltda., Cotia, SP.Tel.: 11 4702-5303 | [email protected]: maquinasolo.com.br

    Dispensador de resinas a vcuo permite rpida troca de produto O modelo LeanVDS foi projetado para pequenos volumes de produ-o e algumas aplicaes em labo-ratrios, ou para substituir alguns sub-processos, como ps-evacua-es. fornecido em vrios mode-los e tamanhos: os modelos bsi-cos, de 300 x 300 e 420 x 420 mm, operam sem nenhum sistema de eixos, enquanto que os modelos a partir de 420 x 420 mm (VDS U) esto disponveis com at trs ei-xos de movimentao, ideais para dispensar pequenas peas em maiores quantidades. Realiza a dispensa com vcuo absoluto at 5 mbar e pode ser parametrizado de modo simples, viabi-lizando a rpida troca de produto. Scheugenpflug, Inc., Kennesaw, GA, EUA.Tel.: 1 770 218 0835 [email protected]: scheugenpflug-usa.com

  • 14 NEI | Janeiro 2016

    Aqui esto reveladas as notcias de produtos publicadas em NEI.com.br entre julho de 2014 e junho de 2015 que mais despertaram o interesse dos profissionais que espe-cificam e/ou realizam compras nas indstrias, interesse esse medido a partir da soma das aes efetuadas pelos usurios no site NEI. A anlise mostra que a maioria dos Campees de Interesse pertence rea de automao industrial reforando sua importncia no incremen-to dos processos produtivos , seguida por mquinas operatrizes, ativos que ditam o desempenho das linhas fabris, j que a produtividade e a qualidade dependem basicamente de seu desempenho. Manuteno e logsti-ca complementam as reas de maior interesse. A manu-teno cada vez mais importante, principalmente por-que o Brasil tem seu parque fabril obsoleto, com idade mdia em torno de 20 anos, como aponta o Documento Nacional 2015, estudo elaborado a cada dois anos pela Abraman Associao Brasileira de Manuteno. E a logstica apresenta um dos maiores custos na indstria.

    A automao industrial no mundo j se alinha In-dstria 4.0, e existem caractersticas dessa revoluo em alguns desses produtos, conceito que tende a se expandir cada vez mais. A Indstria 4.0 est em evidncia e tudo o que se une para dar suporte a ela, como Identificao por Radiofrequncia (RFID), Sistemas Ciberfsicos (CPS), Internet das Coisas (IoT), computao em nu-vem, realidade virtual, realidade aumentada e Big Data, disse Fabrcio Junqueira, docente e membro do Labora-trio de Sistemas de Automao da Escola Politcnica

    Automao industrial lidera os produtos de maior interesse no NEI.com.br

    da USP. As diferentes combinaes desses elementos, pois no h necessidade de usar todos ao mesmo tempo, ditaro vrias tendncias e influenciaro os diferentes setores industriais de forma diferente.

    Os campees revelam sobre quais produtos recai o interesse de compra dos profissionais. Por isso, fique atento! Essa tendncia pode ajud-lo a programar suas prximas compras ou estratgias de vendas. Alm dis-so, os produtos campees so uma referncia no mo-mento da deciso, pois despertam confiana, segundo entrevistas realizadas com leitores de NEI, que consi-deram importante a opinio de colegas e associam os Campees de Interesse a novidades, inovaes tecno-lgicas e tendncias.

    Conhea a metodologia dos Campees de InteressePara esta edio, consideraram-se todas as notcias de produtos divulgadas na Revista Nei e na seo Notcias de Produtos do NEI.com.br entre julho de 2014 e junho de 2015, com exceo de Servios e Campees de Inte-resse de janeiro de 2015.

    A princpio, os produtos publicados no perodo considerado classificam-se em um dos 39 segmentos industriais adotados por NEI. A participao de cada setor depende da quantidade de produtosveiculados e do total de cliques/aes que cada um recebeu nos itens: Ver site, Ver telefone, Enviar cotao e Clique no vdeo.

    Com a relao dos campees em mos, a Central de Gerao de Contedo de NEI Solues contatou cada

    uma das empresas para confirmar se o produto ainda comercializado e se sofreu aprimoramentos tcnicos aps a publicao, e atualizar, se necessrio, os dados cadastrais da empresa. Para esta edio, solicitaram-se outras informaes, como caractersticas do produto para aumento de produtividade, eficincia energtica e reduo de custos, alm de destaques alinhados In-dstria 4.0.

    Embora a metodologia considere a classificao nos segmentos, esta no ser divulgada na Revista e no NEI.com.br.

    Impressora serigrfica planaoferece rea til de 33 x 48 cmDe operao semiautomtica, a EP-3348 aplicada para impresses de retculas e policromias, oferecendo rea til de impresso de 33 x 48 cm

    e capacidade de produo de 900 ciclos/h. Apresenta programao e operao controladas por CLP, impresso pneumtica, contagem de peas impressas, plat de alumnio com microrregistro de 3 eixos e sistema de vcuo de alta potncia, tendo fcil e rpida troca de tela, bem como reposicionamento do registro. Alimenta-se com tenso monofsica de 110/220 V, sendo opcional conjunto impressor motorizado com inversor de frequncia. Gilmaq Ind. de Mqs. Ltda., Novo Hamburgo, RS.Tel.: 51 3595-0553 [email protected]: gilmaq-silk.com.br

    Fechadora de caixas de papelo faz ajuste automtico das guiasIdeal para fechar caixas de papelo de diversos tamanhos, basta colocar a caixa com o produto sobre a esteira de entrada para que o equipamento dobre e cole as abas laterais ou superiores/inferiores, usando traos ou pontos de adesivo hot melt. Sua capacidade varia conforme as dimenses da caixa, podendo chegar a 20 unidades/min. Possui servomotores comandados por CLP, que permite ajustar todas as guias automaticamente em menos de 1 min. Para isso, necessrio gravar as receitas no CLP uma nica vez, atravs da tela touchscreen, para que se faa todo o ajuste mecnico e caixas de diferentes dimenses rodem no mesmo dia e com tempo de setup mnimo. Priscell Ind. e Com. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3873-2666 | [email protected] | site: priscell.com.br

    Novidade: Informao de financiamento pelo BNDES FinameNos contatos realizados com as empresas que tive-ram produtos Campees de Interesse, questionou--se, pela primeira vez, a aquisio das mquinas, equipamentos e bens de informtica e automao novos, de fabricao nacional, por meio do BNDES Finame. Os produtos com resposta positiva rece-bem nesta seo um selo que sinaliza a possibilida-de desse tipo de financiamento. Sabe-se que a atua-lizao do parque fabril brasileiro necessria, por isso esse selo indica uma sugesto para aquisio dessas novas solues.

  • NEI | Janeiro 2016 15

    Manga filtrantedispensa uso de abraadeirasUtiliza-se em filtros de manga ou coletores de p, apresentando siste-ma de troca rpida, de ao mola, que dispensa o uso de abraadeiras, e vedao hermtica, sem risco de vazamentos de particulados. Fornecida em diversos tamanhos a pedido do usurio, emprega em sua composio 100% polister, com variadas gramaturas, acaba-mento e especificao conforme o particulado a ser filtrado. Resiste a temperaturas at 150C. No tipo agulhado, tem desenho tridimensional, gramatura de 400 g/m, espessura de 1,5 a 1,7 mm, volume dos poros 79, densidade de 0,29 g/cm e permea-bilidade de 275 L/dm a 20 mmca. Aspiramaq - Aspirador Ind. e Com. Ltda., Diadema, SP.Tel.: 11 4049-1759 [email protected]: aspiramaq.com.br

    Cabos eltricospara tenso at 450/750 V, 70CSo indicados pa-ra locais com gran-de afluncia de pes-soas ou locais de dif-cil fuga, como centros de convenes e tor-res comerciais, entre outras aplicaes, conforme recomendado pelas normas NBR 5410 e 13570 da ABNT. Os cabos Superatox Flex 70C trabalham com tenso at 450/750 V, sendo compostos de fios de cobre nu, eletroltico, tmpera mole e encordoamento clas-se 4 (flexveis). Tambm so isolados com mate-rial polimrico tipo poliolefnico no halogena-do para 70C com caractersticas de no propaga-o e autoextino do fogo e baixo ndice de emis-so de fumaa, sem gases txicos ou corrosivos. I.F.C Ind. e Com. de Condutores Eltricos Ltda. - Cobrecom, Itu, SP.Tel.: 11 2118-3200 [email protected]: cobrecom.com.br

  • 16 NEI | Janeiro 2016

    Bomba autoaspirante possui carcaa de termoplsticoAcionada por motor com grau de proteo IP 44 e equipa-da com termostato que desliga a bomba automaticamen-te em caso de superaquecimento, apresenta vlvula de re-teno horizontal DN1 de lato e cabo eltrico de 1,8 m com plugue bipolar e aterramento. O modelo JETP 100 Ferrari possui carcaa, difusor e rotor de termoplstico de engenharia de alta resistn-cia, que no contamina o fluido bombeado e tambm no enferruja, garantindo maior vida til ao produto. Caracol Com. de Mqs. e Ferramentas Ltda., Cotia, SP.Tel.: 11 2105-7500 | [email protected] | site: ferrarinet.com.br

    Aglomeradora horizontalprocessa at 60 pacotes/minA AH - 1000 destina-se a pacotes de baixo peso (abaixo de 100 g), com enfardamento em coluna nica, para produtos como salgadinhos, algodo e similares. Produz fardos at 600 mm de comprimen-to, com 5 a 12 pacotes; e aceita bobina com largura mxima de 1.000 mm. Dispe de protees deslizantes com sistema de segurana. Tem CLP para todos os mecanismos da mquina e IHM touchscreen que possibilita salvar at 30 re-ceitas. Dosetec Eletroeletrnica Industrial Ltda., Jaragu do Sul, SC.Tel.: 47 3370-3541 | [email protected] | site: dosetec.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 17

    Porta seccionalresiste a ventos at 114 km/hOferece segurana con-tra abertura forada, protegendo ambientes internos e permitin-do movimentao se-gura na rea. De ope-rao simples e silen-ciosa, fabricada com guias de ao galvaniza-do, perfis especiais de borracha, ncleo isolan-te de IPN de alta densidade, no propagador de chamas, injetado entre duas chapas de ao gal-vanizado de 0,5 mm, totalizando espessura de 40 mm, o que lhe confere elevada resistncia es-trutural e a ventos at 114 km/h, conforme nor-ma NBR 6123. De vedao eficiente, mantm as temperaturas internas dos ambientes e evita a entrada de impurezas, insetos, alm de pessoas no autorizadas. Fornecida com sistema de se-gurana antiqueda, dispe de sistema de encai-xe macho-fmea e acionamento manual ou motorizado. Rayflex Portas Flexveis Ltda., Itaquaquecetuba, SP.Tel.: 11 4645-3360 | [email protected]: rayflex.com.br

    Bomba centrfuga monobloco atinge vazo de 550 m/hDe projeto monobloco back-pull-out, sem pea de juno, o que facili-ta a manuteno, a Me-gabloc abrange os tama-nhos DN 25 at DN 150, permitindo vazes at 550 m/h, elevaes mxi-mas de 140 m, elevaes de suco at 7 m e pres-so de suco at 3 bar. Funciona com motor trif-sico de 220/380/440/760 V, classe de eficincia IE2, atingindo 3.500 rpm. Provida de corpo espiral e ro-tor de ferro fundido, possui vedao do eixo por selo mecnico simples, sem necessidade de refri-gerao externa. KSB Bombas Hidrulicas S.A., Vrzea Paulista, SP.Tel.: 11 4596-8500 | [email protected]: ksb.com.br

    Atuador linear eltricoopera com at 15.000 NDisponvel com as op-es iFlex, com IC Bsi-co, IC Avanado e Para-lelo e barramento com tenses de 12, 24 ou 36 V cc, o LA37 da linha Tech-line projetado para apli-caes pesadas at 15.000 N. Inclui, nessa linha, aplicaes variadas, como sistemas de desarme de catraca para arremate em plantadeiras, siste-ma de regulao de altura do molinete em plata-formas de colheitadeiras, sistemas de abrir e fe-char em plataformas de milho e na regulao da altura do quadro e escada de acesso a pulveriza-dores. Linak do Brasil Com. de Atuadores Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2832-7070 | [email protected]: linak.com.br

    Centro de usinagemtrabalha com 5 eixosCom estrutura de gra-nito sinttico e cons-truo em gantry mo-dificado, o Hermle C400 possui os trs movimentos (X, Y, Z) na ferramenta, resul-tando em uma din-mica de trabalho in-dependente do peso da pea. Dispe de fuso principal de 15 kW/18.000 rpm com sistema patenteado de proteo contra coliso axial por buchas deformveis que absor-vem o impacto. Emprega mesa de 650 mm de di-metro, que admite 600 kg, acoplada estrutura da mquina, possibilitando usinagem em cinco ei-xos. Integrando as tecnologias HSC (High Speed Cutting) e HPM (High Performance Machining), atende os setores de energia, aeroespacial, mdi-co, automotivo e ferramentaria. Tecno-How Eng. Indl. e Com. Ltda., Valinhos, SP.Tel.: 19 3299-0120 [email protected]: tecnohow.com.br

  • 18 NEI | Janeiro 2016

    Mquina de corte CNCtem preciso de 0,1 mmDestinada s inds-trias metalrgica, de caldeiraria, estaleiros e prestadores de ser-vio, a AutoCut 3000 UHD realiza corte re-tilneo a plasma e em chanfro de chapas de ao-carbono, ao inoxidvel e alumnio; e oxicombustvel para ao-carbono com espessura mxima de 100 mm. Possui preciso de posicionamento e repetitividade de 0,1 mm e ve-locidade de operao de 0 a 25 m/min. Efetua des-locamentos longitudinais sobre trilhos ferrovirios retificados (TR 45) e deslocamento transversal sobre guias lineares duplas, com tracionamento por servo-motores ca e caixa de reduo planetria com folga menor ou igual a 6 arco minuto. Pode dispor de es-tao chanfradora rotativa a plasma. Com elevado acabamento da superfcie cortada e corte em chan-fro, reduz operaes posteriores e economiza tem-po, energia e custos. White Martins Gases Indus-triais Ltda., Rio de Janeiro, RJ.Tel.: 0800 7099000 | [email protected]: whitemartins.com.br

    Kit gs p/gerador a dieselpara motores at 5.000 cvInstalado externamen-te ao motor, sem modi-ficao intrusiva, o sis-tema Bi-Fuel, da GTI--Altronic (EUA), ha-bilita motores diesel e leo combustvel a ope-rar com at 70% de gs natural, proporcionando reduo de custos opera-cionais e emisses de elementos contaminantes ao meio ambiente. Possibilita mudana manual ou au-tomtica de combustvel (diesel-diesel/gs-diesel) sem interromper o funcionamento do motor, man-tendo sua velocidade e carga. MOG - Marine Oil & Gas Energy Solutions do Brasil, So Paulo, SP.Tel.: 11 3522-8336 [email protected]: moges.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 19

    Placa gravadorareproduz sons em um pen drivePara aplicaes em que se deseja re-produzir diferen-tes sons ou mensa-gens em determina-das situaes, como centrais telefnicas, andares de elevadores e esta-es de trem e metr, a GravaPen capaz de gra-var e reproduzir sons em formato Wav diretamen-te em um pen drive, sem dispositivo externo. Pos-sui microfone embutido para capturar o som e ain-da permite o uso de outro tipo de udio conectado entrada auxiliar. Funciona de modo que a capaci-dade de armazenamento de udio depende apenas da capacidade do pen drive, enquanto a quantidade de udio que reconhece de 256 arquivos distintos, no importando o tamanho de cada um. Mostra--se ideal para aplicaes com microcontrolador, uma vez que possui entradas para endereamen-to de leitura e gravao dos arquivos, podendo ser facilmente interligada s portas de I/O do micro-controlador. Liatec Automao e Controle Ltda., Rio de Janeiro, RJ.Tel.: 21 3890-1792 | [email protected]: liatec.net

    Impressora 3Dusa tecnologia de jateamento triploCom trs diferentes tama-nhos de bandeja de constru-o, o sistema Connex1 (260, 350, 500) trabalha com at trs materiais, dentre 14 fo-topolmeros disponveis que simulam borracha, polipro-pileno e plsticos-padro de manufatura. Imprime em 3D moldes, acessrios de montagem e ferramentas multimateriais adequa-das para trabalhos de produo curtos. Com reso-luo de camada ultrafina de 16 micra, apresenta elevada preciso, at o detalhe mais fino. Baseado na plataforma de jateamento triplo, oferece grande capacidade de materiais com substituio dinmi-ca, possibilitando a troca de um cartucho vazio en-quanto um segundo cartucho do mesmo material est em uso. Stratasys Latin America Repres. de Equips. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2626-9229 [email protected]: stratasys.com/br

    Rob articuladopossui 3 juntas rotativasUsado nas indstrias, por ter configurao semelhan-te do brao humano (bra-o, antebrao e pulso), o ro-b articulado tem o pul-so unido extremidade do antebrao, propiciando jun-tas adicionais para orienta-o do dispositivo terminal. Essa configurao assegura mais movimentos dentro de um pequeno espao. Com-pacto e gil, possui seis eixos para montagens pre-cisas, usinagem complexa e manipulao de pe-as. Suas aplicaes abrangem pick-and-place, manuseio, montagem, rebarbao, afiao e poli-mento. Mectrol do Brasil Coml. Ltda., Bauru, SP.Tel.: 14 4009-0507 [email protected]: mectrol.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 21

    Conector T de 1/2simplifica montagem de estruturasProjetado para criar ngulos de 90 e pr-prio para a monta-gem de estruturas mo-dulares, oferece sig-nificativa reduo no peso e um sistema natural de aderncia, gerando ve-daes automticas e tornando as conexes resisten-tes a lquidos e ao acmulo de sujeira em suas cavi-dades. O conector GT-D da linha Graphit, fabrica-do de PPA e fibra de vidro ou carbono preenchido com elastmero TPU de alta tecnologia, apresen-ta dimetro de 28,6 mm na conexo do tubo, re-sistncia de 120 kg ao deslizamento, peso de 51,5 g e dimenses de 88,86 x 50 x 22,54 mm, respecti-vamente comprimento, largura e altura. Trilogiq do Brasil Ltda., Valinhos, SP.Tel.: 19 3829-0303 | [email protected]: trilogiq.com.br

    Aplicativo para smartphoneintegra equipes de manutenoOs novos sistemas Fluke Connect transferem, via wireless, dados de medio de ferramentas de teste pa-ra smartphones e os arma-zenam na nuvem, aprimo-rando a comunicao, a se-gurana e a produtivida-de das equipes de campo. Seus recursos permitem chamadas de vdeo, viabi-lizando aos tcnicos compartilhar informaes com outros membros da equipe em tempo real, criar his-tricos de equipamentos, armazenar medies e ima-gens de infravermelho e criar grficos instantanea-mente. Mais de 20 ferramentas Fluke conectam-se com o aplicativo, incluindo multmetros digitais, ter-movisores, testadores de isolamento, etc. O aplicati-vo pode ser baixado gratuitamente na App Store da Apple e na Play Store do Google. Fluke do Brasil Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3759-0255 | [email protected]: fluke.com

    Trocador automtico de bateriasmovimenta-se por motor eltricoFacilita a substituio de baterias tracion-rias e reduz o tempo da troca, eliminan-do totalmente os es-foros na operao de manuteno de bate-rias, o que represen-ta importante ganho de segurana e produtividade para as empresas. Em vrios modelos, o TAB va-ria conforme o peso e dimenses da bateria, sen-do instalado sobre um transpalete manual para ba-terias leves, com movimento horizontal por motor eltrico e translao atravs de operador. Para bate-rias mais pesadas, agrega trao, elevao e movi-mentao horizontal eltrica. O modelo mais com-pleto incorpora sistema de abastecimento autom-tico na mesma unidade. Retrak Com. e Repr. de Mqs. Ltda., Guarulhos, SP.Tel.: 11 2431-6464 | [email protected]: retrak.com.br

    Booster pneumticoexerce presso at 1.245 bar Em dois modelos, B160 e B200, cobre uma ex-tensa faixa de booster pneumtico, acionado a gs, de simples e de dupla ao e de dois es-tgios. disponvel em vrias relaes de pres-so. Quanto maior a relao, maior a presso de sa-da do booster. O de simples ao tem um cilindro de gs, enquanto o de dupla ao tem dois cilindros idnticos para proporcionar vazo maior. indica-do para transferncia e pressurizao de uma gran-de variedade de gases, como nitrognio, hlio, CO2, argnio e gs atmosfrico. Opera com baixo nvel de rudo ainda que em ciclo de alta velocidade, tem vl-vula de cermica, foi desenvolvido com projeto modular sem vlvula-piloto mecnica e de fcil manuteno. Est disponvel em 61 tipos. Resato International B.V., Roden, Holanda.Tel.: 31 50 501 6877 | [email protected]: resato.com

  • 22 NEI | Janeiro 2016

    Gateway Ethernet/IPoferece mltiplas conexes de I/OPrprio para o dispositivo de I/O Profinet (escravo), o Gateway (PLX31-EIP-PND) Ethernet/IP possibilita a transferncia de da-dos entre controladores Ether-net/IP e controladores de I/O Profinet, assim como mltiplas conexes de I/O que permitem definir diversas taxas de atuali-zao para dados de contro-le ou de diagnstico, viabilizan-do a otimizao da banda Ether-net. Pode ser utilizado em diver-sas aplicaes, incluindo as que envolvem interli-gaes PLC a PLC, uma interface SCADA ou con-centrao de dados. Apresenta entrada de carto SD, que pode ser usada para armazenar arquivos de configurao em caso de emergncia (o carto SD opcional). Inclui o utilitrio ProSoft Disco-very Service, permitindo que o PC o encontre e al-tere o endereo-padro, sem ser na mesma sub-re-de que o PC. ProSoft Technology, So Paulo, SP.Tel.: 11 5084-5178 [email protected]: prosoft-technology.com

    Sistema de medio de perfilcom mltiplas funesA medidora modelo VC 10-UL traz as funes de perfilmetro, rugo-smetro e erro de forma integradas num s pro-duto da marca alem Optacom. Guiado em todo o range de coluna, proporciona preciso de +/-(0,5+L/100) m com amplitude de medio de 425 mm, nos eixos X e Z. Em sua mais nova verso, inclui comando CNC e mesa giratria que permite a medio de dentes de engrenagem sem a retirada da pea da mesa, medindo toda sua circunferncia. Hommel-Tech C.I.E Ltda., Santo Andr, SP.Tel.: 11 4979-5300 [email protected]: hommeltech.com.br

  • 24 NEI | Janeiro 2016

    Analisador de gases porttiltransfere dados via softwareDetermina pureza e percentual de misturas de CO2, argnio e O2 em processos de soldagem, fa-bricao de bebidas, preservao de alimentos e outros, medindo teores de 0 a 100% em passos de 0,1%. Alimentado por 3 baterias recarregveis integradas, o Oxy-baby 6.0 requer menos de 4 ml de amostra de O2 e menos de 6 ml de O2/CO2, processando a amos-tra em at 6 e 10 s respectivamen-te. Inclui software para transfe-rncia de dados sem fio. Permite a incluso de cabo de transfern-cia, equipamento para medies em garrafas e la-tas, regulador de presso e Bluetooth, entre ou-tros. Tmax Representaes Comrcio e Servios Tcnicos Ltda., Rio de Janeiro, RJ.Tel.: 21 2252-1071 [email protected]: wittgasbrasil.com.br

    Sistema de lubrificao controlado via CNC/CLPO MQL (Mnima Quan-tidade de Lubrificao) de dois canais dosa o lu-brificante na ponta da ferramenta de forma to-talmente controlada via CNC/CLP e utiliza siste-mas de comunicao I/O, Profibus e Profinet. Pode trabalhar com 5 a 400 ml/h de leo, considerando consumo mdio de 20 a 40 ml/h no processo de usinagem. Com recen-tes melhorias, a alimentao pneumtica possibili-ta maior controle e preciso na alimentao do ar e leo na ferramenta e no ponto de usinagem. Apresenta reduo aproximada de 40% no pro-cesso de produo, sendo em torno de 90% de gua, 95% de leo e 50% de custo com energia. Bielomatik do Brasil Ltda. - Div. Technology Lubrication, So Pedro, SP.Tel.: 19 3483-4248 [email protected]: bielomatik.com

    Medidora a Laseropera no modo wirelessCapaz de realizar medies di-nmicas (digitalizao por con-tato), a Omnitrac2 - OT 2 ofere-ce alcance de 200 m no dimetro, preciso angular do sistema de 3,5 m/m e preciso do Laser ADM de 1,5 m/m. Totalmente wireless (sem controladora, sem cabos de comunicao), apre-senta autolock com campo de viso de 12,5 e nvel integra-do, atuando com tempo de auto-nomia da bateria interna de 4 h. Utilizada para medio e inspeo de ferramentas, dispositivos e gabaritos, na calibrao de equipa-mentos, engenharia reversa, alinhamento de m-quinas e verificao e calibrao de robs, permite aplicao em diversas indstrias, como aeroespa-cial, automotiva, locomotivas, maquinrios pesa-dos, estaleiros e institutos de pesquisa e tecnologia. Automated Precision Metrologia Aplicada Ltda., So Jos dos Campos, SP.Tel.: 12 3209-0675 | [email protected]: apisensor.com

  • NEI | Janeiro 2016 25

    Elevador eletro-hidrulicoutiliza sincronismo via RFDimensionado para sincronizar vrios pares de colunas, o sistema Mach4 oferece uma segunda alternativa de comando de sincronismo via ca-bos: a migrao obtida pela comutao de uma chave. Dotado de memria de ajustes, dispensa repetio do ciclo a cada operao. Em caso de queda do sinal, a comunicao se restabelece automaticamente com o retorno da transcepo. Incorpora painel de diagnstico, que sinaliza status via LEDs. As atualizaes de software e de programao so executveis com simpli-cidade. Dover do Brasil Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 2923-6750 | [email protected] | site: rotarylift.com.br

    No-break solarcompatvel com 3 fontes de energiaCom tecnologia on-line dupla converso em alta frequn-cia, sua principal fonte de energia so os painis solares co-nectados diretamente no no-break VSS (Solar), sem o uso de interfaces. Utiliza tambm rede eltrica e baterias como fontes secundrias, totalizando trs alternativas de alimen-tao. Devido ao uso de energia renovvel, reduz custos com energia eltrica. Apresenta correo do fator de potncia e proteo contra surtos, tenso, curtos--circuitos, sobrecargas, sub/sobretenso, descarga das baterias, sobreaque-cimento, frequncia, distoro harmnica, rudos, desligamento/rearme au-tomtico e outros. VLP Ind. Eletrnica Ltda., Caxias do Sul, RS.Tel.: 54 3224-3800 | [email protected] | site: vlp.com.br

    Coletor/analisador de vibraesrene 3 ferramentas em equipamento nicoEquipado com sensor triaxial de vibrao e temperatura sem fio, o OneProd Falcon rene as ferramentas de inspeo em equipamento nico, ou seja, incorpora medidor de temperatu-ra sem contato (pirmetro com mira a Laser), lmpada estroboscpica e cmera digi-tal com leitura de QR code, todos dotados de design antichoque, resistindo a quedas at 1,2 m. Ferramenta de coleta, anlise e balanceamento de desempenho, detecta os est-gios iniciais de falhas em motores eltricos, redutores, bombas, ventiladores, compres-sores, correias e tambores, entre outros equipamentos rotativos. Possui tela ttil colorida de 7 e alta definio, legvel em pleno sol; e opera com configurao e diagnstico automti-cos, atuando em conjunto com o software de monitoramento NestAnalyst. Tem opo para certificado ATex Zona 2, oferece grau de proteo IP 65 e possibilita comunicao via USB, Wi-Fi, Ethernet e internet. 01dB Brasil Com. de Equips. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5089-6460 | [email protected]: acoem.com.br

  • 26 NEI | Janeiro 2016

    Acoplamento pressurizadoassegura estanqueidadeProjetada para acoplamento por insero, a s-rie CP, dimensionada para presso mdia (at 250 bar), prpria para aplicaes que exijam perdas mnimas, altas vazes e operao prova de enganos. Adicionalmente, recurso de segurana opcional possibilita evitar desa-coplamentos acidentais. Outra vantagem so os ciclos de acoplamento e desacoplamen-to limpos: virtualmente nenhum desperdcio no desacoplamento, e incluso mnima de ar durante o acoplamento; os dois eventos so igualmente garantidos contra vazamentos, independente de o fluido ser ou no lubrificante. Construda de inox, proporciona soli-dez e durabilidade. Carl Kurt Walther GmbH & Co. KG, Haan, Alemanha.Tel.: 49 2129 567 0 | [email protected] | site: walther-praezision.de

    Redutor de velocidadecom torque nominal at 1.000.000 NmDisponvel em 14 tamanhos e em diversas opes de configura-o, o redutor WBX, com eixos paralelos e ortogonais horizon-tais, atende torques nominais de 95.000 a 1.000.000 Nm e ope-ra com relao de transmisso de 6,3 a 355. Fabricado com pi-nhes e engrenagens com perfis de ltima gerao, de ao liga especial 18CrNiMo6, trata-do termicamente em fornos de cementao a gs com controle atmosfrico, tem carcaa em caixa de ferro fundido ou soldada. Pode ser usado em reas de minerao, celulose e papel, cimento, siderurgia e nas indstrias alimentcia, petroqumica, qumica e geradora de ener-gia. PTI - Power Transmission Industries do Brasil S.A., So Paulo, SP.Tel.: 11 5613-1000 | [email protected] | site: pticorp.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 27

    Adesivo base de siliconeseca em 2 min temperatura ambiente

    Utiliza-se na montagem de mdulos de dissipa-o de calor, lmpadas LED e fixao de peas em placas de circuito impresso. base de silicone, na cor branca, o Dow Corning EA 9189 H tem seca-gem superficial rpida (track free em 2 min tem-peratura ambiente) e cura RTV, sendo adequa-do para gerenciamento trmico. Termoconduti-vo, possui certificao UL 94 V-0, rigidez dieltri-ca de 25 V/mil e resistncia trao de 14 kg/cm. Univar Brasil Ltda., Osasco, SP.Tel.: 11 3602-7222 | [email protected]: univar.com/brazil

    Botes de comando e sinalizaopossuem verses monobloco

    Parte da linha de comando e sinalizao, os bo-tes, produzidos de material termoplstico e de simples montagem, possuem grau de proteo IP 65, sendo indicados para aplicaes industriais. Com 22 mm de dimetro, esto disponveis bo-tes nas tenses de 24 V ca/cc e 220 V ca/cc, si-naleiros nas tenses de 24 V ca/cc e 220 V ca, boto de comando duplo sem sinalizao com 1 NA+NF e sinaleiro sonoro monobloco com LED de 80 dB nas tenses de 24/110/220 ca/cc. Tam-bm fazem parte da linha chave comutadora de 22 mm, 2 e 3 POS., com reteno, boto de emer-gncia e blocos de contato NA e NF avulsos para todos os tipos de botes. Propiciam montagem dos quadros e mquinas de forma simples e r-pida, reduzindo o tempo de execuo do projeto, e apresentam vida til eltrica e mecnica eleva-da. Tron Controles Eltricos Ltda., Recife, PE.Tel.: 81 2121-9600 | [email protected]: altronic.ind.com.br

    Vlvula automtica com drenodispensa uso de eletricidadeRemove a gua do siste-ma de ar comprimido em veculos ferrovirios, ope-rando at 100.000 L/min, sem a necessidade de forne-cimento de energia. Baseada em uma vlvula de 2/2 vias, usa o princpio de boia para o acionamento direto, ti-po poppet, permitindo identificar a presena de con-densado existente no reservatrio, eliminar somente a gua e economizar o ar comprimido. Pode ser utili-zada em faixas de temperatura de -40C at 80C, tra-balhando com presso do sistema de 3 a 16 bar. Com-pacta, com corpo de alumnio, tem entradas superio-res e laterais para mxima flexibilidade de instalao. Inclui filtro integrado para descarga do condensado livre de rudo. Norgren Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 5698-4000 [email protected]: norgren.com/br

    Aplicador de hot meltminimiza a carbonizao do adesivoCom cmara de derretimen-to em linha, o Graco Invisi-Pac funde o adesivo confor-me a demanda, reduzindo a carbonizao e o tempo de exposio, permitindo a ope-rao em menos de 10 min. Possui mangueiras aquecidas e bomba acionada por mo-tor pneumtico que ajuda a reduzir a temperatura de operao. Apresenta sistema automtico de alimentao a vcuo, que mantm o nvel ideal de adesivo, puxando-o diretamente de um tambor ou outro recipiente, eliminando a necessida-de de operador. Conta com mdulo de controle de in-terface intuitiva, reunindo todas as zonas de tempe-ratura na mesma tela, com dados operacionais para download, USB, erros e histrico de eventos. Vector Brasil Mquinas Imp. e Exp. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 3713-1044 [email protected]: vectormaquinas.com.br

  • 28 NEI | Janeiro 2016

    Medidor de perfisutiliza LaserGerido por processador ultrarrpido, o GapGun Pro possibilita coletar medidas automaticamen-te, em ritmo estimado 20 vezes superior ao do pro-cesso manual. Proje-tado visando conecti-vidade, traz interfacea-mento Wi-Fi, Ethernet, porta USB, alm de estao de armazenamento. Construdo sobre estrutura robusta, incorpora capa que protege os sensores contra impactos. Dotado de bateria interna, oferece autonomia de quatro horas de operao ininterrupta. Pa-ra proporcionar 6,5 horas de autonomia adicio-nal, basta acoplar mdulo externo de baterias. Gage Meter Coml. Tcnica Ltda., Vinhedo, SP.Tel.: 19 3876-3456 [email protected]: gagemeter.com.br

    Bomba de vcuo tipo ejetordesenvolvida para altas velocidadesO modelo piCompact Micro indicado pa-ra operaes de auto-mao de altssima ve-locidade, como unida-des pick & place da in-dstria eletrnica. Foi desenvolvido com a tecnologia COAX, que su-porta flutuaes da presso de alimentao de ar comprimido, sem comprometer a performance do vcuo. Possui vlvulas on/off para vcuo de operao direta e ultra-alta velocidade que pro-porcionam tempo de ciclo curto e confiabilida-de. Tem filtro lavvel com rea extragrande, que minimiza a queda da presso ou reduo de velo-cidade/desempenho; e ejetores compactos de 10 mm de largura com conexo de vcuo de 6 mm para melhor desempenho. Piab do Brasil Produ-tos para Vcuo Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 4492-9050 | [email protected]: piab.com

    Painel de adequao NR-12permite selecionar comando a pedal/bimanualEm caixa metlica de 400 x 400 x 200 mm, possibilita a adequao de mquinas s normas NR-12, acondi-cionando rel de comando bimanual categoria 4, rel de controle de emergncia, disjuntor geral, chave liga/desliga com porta-cadea-do e seletora interna pa-ra seleo de comando pe-dal/bimanual, com fecha-dura e chave para proteger a seletora pedal/bima-nual. Conta com fonte de 24 V cc para as botoei-ras, funes ciclo nico e ciclo contnuo, chave de segurana para os enclausuramentos, pedes-tal bimanual, cilindro de travamento das par-tes mveis dos enclausuramentos, rel de tem-po antirrepique, rel de tempo para intertrava-mento, chave de preparao de mquina, conta-toras e rel trmico para o motor, alm de su-porte de fixao e documentao tcnica. Arcel Automao Indl. Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 [email protected]: arcel.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 29

    Mquina p/estiramento e soprovem c/novo sistema de refrigerao

    Destinada fabricao de frascos PET e PP, a srie ELB produz de 400 a 2.000 unidades/h com volu-mes de 100 ml a 10 L, trabalhando com gargalos de 16 a 90 mm de dimetro (alimentao automtica) e de 90 a 160 mm de dimetro (alimentao manual). Dotada de componentes pneumticos Festo, CLP Mitsubishi e componentes eltricos Schneider, in-corpora sistema de fechamento por tesouras duplas com 5 pontos de articulao, memria de moldes, sistema de fixao que permite troca fcil e sistema integrado de aquecimento com lmpadas infraver-melhas, assegurando qualidade de aquecimento das pr-formas com baixo consumo de energia. A partir de 2015, a srie vem com novo sistema de refrigera-o dos gargalos dos frascos soprados, o que melho-ra a qualidade do produto final. MPG Tecnologia Imp. e Exp. Ltda. - Mingplast, Jundia, SP.Tel.: 11 4525-1423 [email protected]: mingplast.com

    Aspirador de gua e ptem capacidade de 80 LDe ao inoxidvel, o JN301-80L in-corpora trs motores independen-tes, cada um com 1.200 W, soman-do potncia de 3.600 W. Dotado de rodzios, que facilitam sua mo-vimentao, trabalha com 220 V e frequncia de 50/60 Hz. Indicado para empresas de limpeza e postos de servios industriais, forneci-do com escova redonda, escova de longo alcance, bico de canto, mangueira de suco de 2,5 m, prolongador de metal e saco de algodo. Merax Distribuio, Imp. e Exp. Ltda., Piracicaba, SP.Tel.: 19 2534-9400 | [email protected]: merax.com.br

  • 30 NEI | Janeiro 2016

    Rob para ambientes midospossui 6 eixosA nova srie de robs TX, ade-quada para ambientes midos, como corte por jato dgua, limpeza, processamento de ali-mentos, etc., tem estrutura do brao totalmente vedada (IP 65) reforada pela prpria pressuri-zao, oferecendo maior imper-meabilidade. Resistente a lqui-dos com pH de 4,5 a 8,5, con-ta com flange e componentes crticos de ao inoxi-dvel e cabos de interconexo localizados sob a base do rob, propiciando melhor proteo s conexes. Com acabamento brilhante liso para facilitar a lim-peza, possui IP 67 no punho para proteger contra a baixa presso em imerso e apresenta resistncia corroso. Stubli Ltda., So Paulo, SP.Tel.: 11 2348-7400 | [email protected]: staubli.com.br

    Fresa alto avanotem controle de vibraoDestinada ao fresamento de al-ta profundidade, alm do eleva-do avano, distribui a resistncia de corte na direo axial. A fresa MFH-Raptor possui controle de vibrao obtido com o exclusivo design helicoidal de aresta con-vexa, bem como alta estabilida-de, mesmo usinando com taxas de avano fz= 2 mm. Multifuno e operando em ngulo de corte fixo de 10, pode ser usada em vrias aplicaes, como ram-pa, helicoidal, vertical e desbaste de cavidades. Reco-menda-se o uso de inserto positivo de quatro arestas, revestido com a tecnologia de cobertura Megacoat Nano, que consiste em uma estrutura multicamada, prevenindo o desgaste e a craterizao da pastilha. O inserto apresenta elevada dureza (35 GPa), resistncia oxidao e a altas temperaturas, permitindo veloci-dade acelerada de corte. Kyocera do Brasil Compo-nentes Industriais Ltda., Sorocaba, SP.Tel.: 15 3227-3800 [email protected]: kyocera-componentes.com.br

    Medidor ptico de dimetrousa 2 sensores lineares cruzadosPorttil, o HWS1 mede, sem contato, fios, cabos e outros produtos similares com di-metros de 0,1 a 6 mm. De-senvolvido com tecnologia Aeroel, combinando LED com CCD, utiliza dois sen-sores lineares cruzados que compensam automa-ticamente erros de posicionamento, garantindo preciso nas medidas. A operao iniciada em segundos pressionando-se o gatilho; e o display, alm de mostrar as medidas em tempo real, orien-ta o usurio para o posicionamento do objeto me-dido no campo de viso. Instala-se na linha de produo atravs de um suporte (opcional), que contm uma TAG com cdigo para identificao de cada mquina. Capi Controle e Automao Ltda., Americana, SP.Tel.: 19 3604-7068 | [email protected]: capicontrole.com.br

    Sensor sem fiomede presso, temperatura e umidadePequeno e de fcil insta-lao, o SensoNode se-lado para facilitar o posi-cionamento em ambien-tes desafiadores, sen-do compatvel com v-rios tipos de lquidos e gases. Em trs diferen-tes tipos, para medio de presso de 0 a 5.800 psi, umidade de 0 a 100% e temperatura de -10 a +85C (14 a 185F), oferece resoluo de 0,03 psi (2 mbar), 0,1% a 25C e -17C a -10-49C. Opera com bateria comum, tipo moeda, por longos pe-rodos de tempo. Com alcance mximo de 45 m, utiliza o aplicativo mvel intuitivo IOS, que pos-sibilita o monitoramento de um ou mais senso-res, alm de consultas de dados, grficos ou aler-tas definidos pelo usurio em tempo real. Parker Hannifin Ind. e Com. Ltda. - Div. Fluid Con-nectors, Jacare, SP.Tel.: 0800 7275374 | [email protected]: parker.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 31

    Sistema de refrigeraodispensa manuteno peridicaO re-Cool um sistema de re-frigerao giratrio usado em porta-ferramentas acionado pa-ra tornos, cabeotes angulares para centros de usinagem e uni-dades de furao que dispen-sa manuteno peridica com troca de componentes de veda-o, no contamina as engre-nagens internas e ainda possi-bilita refrigerao perifrica ou central com a sim-ples troca do anel de vedao. Com tima refrige-rao para todas as ferramentas e em usinagem de difcil acesso, utiliza fluido refrigerante otimizado para cada ferramenta de corte, sem desperd-cio, alm de propiciar melhor remoo de ca-vacos e aumento de produtividade. Rego-Fix Tool Corp., Indianapolis, IN, EUA.Tel.: 1 317 8705959 | [email protected]: rego-fix.com

    Cancela automticapara vos at 3,75 mIdeal para o controle de trfego intenso, a cance-la Gard 4, alimentada na tenso de 230 V ca e com motor de 24 V cc, possui contornos e cantos arre-dondados, com conceito aerodinmico. Dispe de dispositivo que desabilita a energia eltrica quando a porta de inspeo est aberta; haste tubular arre-dondada, com funcionamento correto mesmo em reas sujeitas a ventos fortes; quadro eletrnico de dupla proteo, incluindo tampa de alumnio in-jetado, para facilitar reparos; cordo luminoso de LED, que propicia visibilidade superior da haste e mxima durabilidade; e mola diferenciada para ba-lanceamento da haste. Permite a instalao de fo-toclulas de segurana, que podem ser acopladas diretamente no gabinete e se integram ao sistema. Came do Brasil Ltda., Indaiatuba, SP.Tel.: 19 3936-6844 | [email protected]: came-brasil.com

  • 32 NEI | Janeiro 2016

    Compressor de ar de parafusosopera com potncia de 37 a 160 kWA srie R dispe de unida-de compressora de um e/ou dois estgios, operando com motor de m permanen-te hbrido, de velocidade va-rivel, ou de induo, de ve-locidade fixa e proteo IP 55. Apresenta entrada e sa-da nica de ar de refrigerao, com gerenciamento fcil da sada de ar quente, ps-resfriador que re-duz o desgaste trmico, o consumo de energia e os requisitos de secador de ar. Incorpora vedaes prova de vazamentos, tubulao de ao inoxidvel e mangueiras metlicas flexveis, incluindo contro-les inteligentes que monitoram e adaptam os prin-cipais parmetros de funcionamento para evitar paradas inesperadas. Com a opo Total Air Sys-tem (TAS), fornece ar limpo e seco em um conjun-to integrado. Ingersoll-Rand Ind., Com. e Serv. de Ar Cond., Ar Compr. e Refr. Ltda., Barueri, SP.Tel.: 0800 7712336 [email protected]: ingersollrand.com.br

    Aquecedor indutivop/rolamento e acoplamento em geralAlimentado na tenso de 110/220 V, o Fastheater ideal para montagem de rola-mentos, engrenagens e aco-plamentos em geral. Com medidas dos bastes de 20 x 20, 30 x 30, 40 x 40 e 50 x 50 mm, admite peas com dimetro interno de 20 a 150 mm e externo at 300 mm e largura mxima de 170 mm. Tem controle digital de tempo de 0 a 999 segundos com variao de 1 segundo, contro-le de temperatura at 250C com sonda magnti-ca e disjuntor de comando 32A. Opera com varia-o de potncia de 40/60/80/100%, potncia insta-lada de 4,4/6 kVA e desmagnetizao autom-tica em 3 segundos. 3MI Ind. e Com. de Mqs. e Equips. Indutivos Ltda., Schroeder, SC.Tel.: 47 3374-2634 | [email protected] | site: 3mi.ind.br

  • 34 NEI | Janeiro 2016

    Analisador de ponto de fulgorgera grfico para controleO OptiFlash detecta o pon-to de fulgor da temperatu-ra ambiente at 400C para produtos de petrleo, bio-diesel, solventes, produtos qumicos, betume, alimentos e bebidas, com opes para Pensky Martens, TAG e Abel e de acordo com ASTM D93, D56 e ISO 13736. Facilita a operao atravs de brao de elevao automtica para instalao da cuba de testes com sensores, permitindo abertura da cuba por simples aperto de boto. Possui grfico de contro-le de qualidade embutido para monitoramento de desvios, sensor de temperatura de amostra com memria de calibrao e touchscreen com tecla-do alfanumrico. Possibilita medio de tempera-tura por Pt100 inteligente, de vidro ou metal, cali-brado com 10 pontos, faixa de -50 a 450C e reso-luo de 0,1C. Pensalab Equips. Industriais Ltda., So Paulo, SP. Tel.: 11 5180-8300 | [email protected]: pensalab.com.br

    Alinhador de eixos a Lasercomunica-se com dispositivos mveisDisponvel no mercado desde junho de 2015, o Fix-turlaser Laser Kit consiste de duas unidades de senso-res sem fio, utilizando dois Lasers em linha. Com co-municao para dispositi-vos mveis, no dependen-te de plataforma propriet-ria, possui software que funciona em tablet ou telefo-ne atravs de aplicativo inteligente, guiando o usurio por todo o processo de alinhamento. Inclui interface de usurio inteiramente grfica, sem nenhum texto ou barreiras lingusticas, podendo fornecer relatrios au-tomticos com as informaes relevantes. Conta com Bluetooth Class I, BLE, e Bluetooth de baixa energia (BT 4.0), que permite conexo automtica com os sen-sores, facilitando o uso e aumentando a produtividade. Evita paradas de produo no programadas, aumen-tando a vida til de componentes e reduzindo o consu-mo de energia do sistema aps o alinhamento. Vrtex Equips. Ltda., Belo Horizonte, MG.Tel.: 31 [email protected]: vortex.com.br

    Termorregulador quente e frioeconomiza 14% de energiaDe projeto compacto, o TMQF incorpora vlvu-la de expanso eletrni-ca que aumenta o tem-po de vida til e melho-ra sua eficincia, econo-mizando mais de 14% de energia. Para proces-sos que necessitam de fornecimento de gua quente e fria no mesmo circuito, utiliza gua como meio circulante, ten-do uma sada com temperatura controlada de 5 a 25C e outra de 5 a 90C, com opes para dupla ou tripla sada de gua quente. Conta com siste-ma de reverso, agendamento dos dias e horrios de funcionamento, contador horrio, sistema de aviso automtico de inspeo, GPRS opcional para monitoramento remoto e alarme de falhas. muito utilizado em sistemas de impresso fle-xogrfica, assim como em aplicaes ligadas a injeo e sopro, entre outras. Refrisat - Santana Refrigerao e Instr. Ltda., Guarulhos, SP.Tel.: 11 2423-5900 | [email protected]: refrisat.com.br

  • NEI | Janeiro 2016 35

    Leitor de cdigo de barrastrabalha com os cdigos 1-D e 2-D

    Apresentado durante a Mercopar 2015 - Feira de Subcontratao e Inovao Industrial, o DataMan 363X inclui mltiplas opes de iluminao e len-tes integradas, com recurso inteligente de ajuste au-tomtico, capazes de manipular os cdigos DPM (marcao direta na pea), mais difceis de ler, assim como cdigos de barra 1-D e de cdigo matriz D-2 desafiadores, sendo adequado para linhas indexadas ou de alta velocidade. Incorpora o software 1DMax, com tecnologia Hotbars 2, para leitura em alta velo-cidade de cdigos de barra 1-D danificados ou com impresso ruim; e o 2DMax, com tecnologia Po-werGrid, para leitura confivel de cdigos 2-D de-safiadores, inclusive sem permetros visveis ante-riormente ilegveis. Com resoluo de 1.600 x 1.200 pixels e aquisio mxima de 40 fps, apresenta anel de luz como indicador de leitura visual e carto mi-cro SD para backup em nvel de sistema e restaura-o ou substituio da unidade de modo convenien-te. Cognex Corp., Natick, MA, EUA.Tel.: 11 98449-3270 [email protected]: cognex.com

    Impressora industrial inkjetproduz microcaracteres de 0,6 mm de altura Indicada para aplicaes em que a legibilidade essencial e o es-pao de impresso, limitado, a Videojet 1620, de alta resolu-o (HR), possibilita impresso de microcaracteres com altu-ra mnima de 0,6 mm e veloci-dade at 348 m/min. Apresenta canho de 40 micra de alta reso-luo que conta com melhorias do cabeote de impresso e varreduras especializadas para superar os desafios de qualidade de impresso inerentes a caracteres pequenos e linhas de produo rpidas. Produz at 3 linhas de cdigos de barras, li-neares e 2D. Conta com comunicaes Ethernet, RS-232 e RS-485, dispondo de interface de teclado sim-ples, fcil de usar. Pode armazenar at 250 mensagens complexas. Videojet do Brasil Com. de Equips. para Codificao Indl. Ltda., Barueri, SP.Tel.: 11 4689-7273 | [email protected]: videojet.com

    Cromatografia lquidaalcana novos nveis de eficinciaApresentado na edio 2015 da Analitica Latin America, o sistema de cromatografia l-quida de ultra alto desempe-nho 1290 Infinity II LC - novo instrumento da srie Infinity 1200 - alcana novos nveis de eficincia com alta qualida-de analtica de dados, facilida-de de uso e capacidade de in-tegrao com equipamentos j existentes no laboratrio, per-mitindo transferncia de me-todologia de qualquer mode-lo anterior. Pode ser utilizado em todos os setores para anli-ses tanto de pequenas como de grandes molculas, cobrindo necessidades das indstrias farmacutica e biofarmacutica, alm de aplicaes envolven-do anlises qumicas e ambiental, entre outras. Agilent Technologies Brasil Ltda., Barueri, SP.Tel.: 0800 7281405 | [email protected]: agilent.com.br

    Rebarbadora de cantoschanfra chapa grossa at 80 mm

    A linha EdgeBreaker, que compreende os mode-los EdgeBreaker 2000 e EdgeBreaker 4000, da em-presa ARKU Coil Systems, Inc., executa simulta-neamente as operaes de rebarbao e arredonda-mento de cantos; a rebarbao pesada feita atra-vs de rolos oscilantes, enquanto uma estao de li-xamento executa o acabamento final. Opera em pe-as de chapas grossas de 0,8 a 80 mm, puncionadas ou cortadas com oxicorte, plasma ou Laser, em ma-teriais como alumnio, ao ou titnio. Combina m-xima preciso, velocidade e alta eficincia, graas a detalhes tcnicos, como movimento sem vibrao dos blocos esmerilhadores e sistema de reconheci-mento de peas cujos parmetros tenham sido ali-mentados no sistema de controle amigvel, com tela touchscreen. Tem potncia de 25 kW. MOPI Repres. e Consultoria Indl. Ltda., Jundia, SP.Tel.: 11 99899-0099 | [email protected]: arku.com

  • NEI | Janeiro 2016 37

    CCM de gaveta fixa/extravel no produz arco internoTotalmente testada de acor-do com NBR, IEC, DIN e VDE, a linha de CCMs (Centro de Controle de Mo-tores) ModulKSystem, tipo TTA, conta com certifi-cados IPS, Boettcher Con-sult, IPH e Dehn + Sohne. Apresenta interruptor de contato completamente iso-lado e mola livre de arco interno, alm de guilhotina acionada mecanicamente para fechamento dos locais de contato no barramento de distribuio. Com gave-ta compacta com 75 mm de altura, inclui sistema de codificao de posio de gaveta, com ajuste frontal, dispondo de proteo mecnica contra falha de ope-rao que impede fechamento dos contatos em caso de chave geral ligada. Tem isolao de 1.000 V para operao com at 690 V (50/60 Hz), admitindo no barramento principal carga de 1.250 a 6.300 A. Possui estrutura de ao galvanizado e componentes plsticos livres de halognio e antichama. Siner Eng. e Com. Ltda., Carapicuba, SP.Tel.: 11 4181-6999 | [email protected]: siner.com.br

    Lapidadora esfrica alcana de 25 a 500 mmA srie LBVS, composta pelos modelos 250 e 500, foi desenvolvida para lapi-dar e polir superfcies es-fricas externas brilhantes e sem marcas, principal-mente para vlvulas de es-feras, produzindo perfei-ta vedao mecnica pa-ra resistir a qualquer pres-so. Lapida variada gama de materiais, como cer-mica, grafite, metais ferro-sos, ligas metlicas, alm de revestimentos duros, como carbeto de tungstnio e Stellite. Construda com base de ao tubular, usada como uma esta-o independente de trabalho. Sua operao con-trolada por timer digital eletrnico, ajustvel entre 0,1 e 999 h, que automaticamente desliga a mqui-na ao trmino da operao. Possui sistema integra-do de fluido de corte para qualquer grana e tipo de abrasivo, como carbeto de slico, xido de alum-nio, carbeto de Boron, ou compostos de diaman-te. Tem display digital para controlar rpm e opera com presso pneumtica assistida de 75 psi sobre o componente sendo lapidado. Lapmaster Wolters Ltd., Ivybridge, Inglaterra.Tel.: 44 1752 893 191 | [email protected]: lapmaster-wolters.co.uk

    Coletor/analisador de amostrasprepara material com menor tempoO EasySampler 1210, lana-do na Analitica Latin America 2015, consiste em um sistema de amostragem representativa no assistida, que captura amostras de volume fixo, evitando qual-quer variao no seu tamanho. Aps o resfriamento, seu siste-ma de manipulao de lquidos dilui a amostra a uma concen-trao especificada pelo usurio e a transfere para frasco pronto para a anlise off-li-ne, reduzindo o tempo de preparao da amostra e eliminando erros humanos. Entre as aplicaes mais comuns esto: perfil de impureza, formao do pro-duto e de subproduto, amostragem para perfil de im-pureza, progresso da reao pela anlise off-line, ren-dimento, reaes sensveis ao ar, reaes em tempe-raturas baixas at -20C, qumica sensvel umidade e amostragem de reaes perigosas. Mettler-Toledo Ind. e Com. Ltda., Barueri, SP.Tel.: 11 4166-7400 | [email protected]: mt.com

    Manifold digital p/HVACmede em tempo real, sem uso de fiosDisponvel nos modelos SMAN460 e SMAN440, o testador para HVAC (Hea-ting, Ventilation and Air Conditioning) mostra em tela grande todas as leitu-ras de uma s vez, medin-do, em te