Revista Opiniao Juridica 10 Edt

Embed Size (px)

Text of Revista Opiniao Juridica 10 Edt

  • sdsd

  • iii

  • RevistaOpinio Jurdica

  • Ficha Catalogrfica

    Opinio Jurdica Revista do Curso de Direito da Faculdade Christus - n. 10, ano VI, 2008

    Faculdade Christus, 2008

    Opinio Jurdica- [n. 10] Fortaleza: Faculdade Christus.[2008]-v.I. Direito

    CDD : 340Dados internacionais de catalogao na publicao (CIP).

  • REVISTAOPINIO JURDICA

    Fortaleza, 2008

    FACULDADE CHRISTUS

  • Opinio JurdicaRevista do Curso de Direito da Faculdade Christus

    n. 10, ano 06, 2008

    DiretorProf. M. Sc. Roberto de Carvalho Rocha

    Vice-Diretor AcadmicoProf. M. Sc. Jos Carlos Gomes de Freitas Teixeira

    Supervisora de Campus - Dom LusProfa. M. Sc. Marbenia Gonalves Almeida Bastos

    Coordenadora-Geral do Curso de DireitoProfa. Dra. Cludia Sousa Leito

    Coordenadora de Pesquisa e Monografia do Curso de DireitoProfa. M. Sc. Roberta Laena Costa Juc

    Editora-Responsvel pela Revista Opinio JurdicaProfa. M. Sc. Fayga Silveira Bed

    Comisso EditorialProf. M. Sc. Roberto de Carvalho Rocha

    Profa. Dra. Cludia Sousa LeitoProfa. M. Sc. Fayga Silveira Bed

    Profa. M. Sc. Gabrielle Bezerra SalesProfa. M. Sc. Roberta Laena Costa Juc

    Prof. Dr. Etienne Picard (Paris I - Sorbonne)Prof. Dr. Joo Maurcio Adeodato (UFPE)

    Prof. Dr. Friedrich Mller (Universidade de Heidelberg - Alemanha)Prof. Dr. Paulo Bonavides (UFC)

    Prof. Dr. Willis Santiago Guerra Filho (UNIRIO)Prof. Dr. Horcio Wanderlei Rodrigues (UFSC)Prof. Dr. Roberto da Silva Fragale Filho (UFF)

    Prof. Dr. Joo Lus Nogueira Matias (UFC)

    BibliotecriaTusnelda Maria Barbosa

    CapaIvina Lima Verde

    Coordenao de DesignJonatas Barros (John)

    Programao Visual / DiagramaoDaniel Veras / Juscelino Guilherme

    CorrespondnciaFaculdade Christus

    Coordenao-Geral do Curso de DireitoAvenida Dom Lus, 911 5 andar

    Aldeota CEP 60.160-230Fortaleza Cear

    Telefone: (0**85) 3461.2020e-mail: opiniaojuridica@gmail.com

    ImpressoGrfica e Editora LCR Ltda.

    Rua Israel Bezerra, 633 - Dionsio TorresCEP 60.135-460 - Fortaleza Cear

    Telefone: (0**85) 3272.7844 - Fax: (0**85) 3272.6069Site: www.graficalcr.com.br e-mail: atendimento01@graficalcr.com.br

    Tiragem mnima400 exemplares

  • ApresentAo

    A Revista Opinio Jurdica chega ao seu dcimo nmero conjugando o interesse de adequar-se plenamente aos novos critrios do Programa Qualis sem, no entanto, descurar da preocupao de oferecer aos seus leitores um leque ampliado de opes de leitura.

    Assim, em consonncia com as linhas de pesquisa do peridico - vide Normas de Publicao ao final - apresentamos 14 artigos cientficos, que se subdividem entre as seces de Doutrina Nacional e Doutrina Es-trangeira. Dentre estes, cinco so oriundos de autores de outros Estados da Federao, bem como de outros pases. o caso de Edith Maria Barbosa Ramos (Maranho); Vincius Jos Marques Gontijo (Minas Gerais) e Willis Santiago Guerra Filho (Rio de Janeiro); como tambm de Vronique Cham-peil-Desplats (Universidade de Paris) e de Friedrich Mller (Universidade de Heidelberg). Ao garantir mais de 35% de artigos originrios de outras instituies, o presente nmero assegura a manuteno do alto padro de exogenia que caracteriza a nossa publicao.

    Por outro lado, o sistema double blind review foi rigorosamente aco-lhido. Excetuando-se trs artigos de autores convidados (de modo a no ultrapassar os 25% permitidos pelo padro Qualis), todos os demais trabalhos foram remetidos para, no mnimo, dois pareceristas cegos. Nas raras situ-aes em que houve divergncia de entendimentos, procuramos prestigiar igualmente a ambos os pareceristas, razo pela qual, optamos, sempre que possvel, por ouvir um terceiro parecerista, acolhendo a soluo do voto de Minerva, em vez de preterir um entendimento em razo do outro.

    Atualmente, contamos com um corpo de 13 pareceristas, sendo apenas trs deles do Estado do Cear, o que denota, mais uma vez, um forte grau de exogenia e variada especialidade na escolha do quadro. Nessa edio especfica, trabalharam conosco, efetivamente, dez pareceristas, tanto em razo do grau de afinidade que mantinham com os temas ventilados nos artigos desse nmero, como em razo da disponibilidade de tempo de cada de cada um.

    A todos os nossos pareceristas, a nossa gratido e estima, pela pronti-do com que acolheram o convite firmado. Sem o seu trabalho, generosidade,

  • eficincia e perfeccionismo, esse nmero no teria sido possvel.Agradecemos tambm a todos os professores da casa que continuam

    a nos prestigiar com o melhor de suas produes acadmicas. So eles: Ana Paula Martins Albuquerque, Christianny Digenes Maia, Gabrielle Bezerra Sales, Hugo de Brito Machado Segundo, Ivo Csar Barreto de Carvalho e Srgio Bruno Arajo Rebouas. Agradecimentos especiais aos professores que se lanaram na tarefa primordial de produzir cincia em relao de co-operao com seus alunos. So eles: Germana Parente Neiva Belchior (em co-autoria com sua orientanda no Programa de Iniciao Cientfica, Marta-sus Gonalves Almeida) e Nagibe de Melo Jorge Neto (em co-autoria com sua orientanda de monografia, Trycia Alexandre Carneiro de Melo Jorge). Outra produo da casa, que amplia e enriquece o cardpio dos leitores, diz respeito resenha de Gretha Leite Maia, acerca da relevante obra de Luiz Moreira. A todos os nossos professores e alunos, que nos engrandeceram com as suas participaes, obrigada!

    Agradecimentos especialssimos a trs amigos queridos, por suas contribuies sempre pujantes e generosas: Prof. Willis Guerra e Prof. Friedrich Mller, na seo de artigos, e Prof. Roberto Fragale Filho, em deliciosa entrevista sobre questes que nos dizem respeito a todos: alunos e professores, que, seja no Brasil, seja ao redor do mundo, preocupam-se em fazer do ensino jurdico uma experincia esttica.

    Por fim, registramos nossa gratido a Trcio Arago Brilhante, Paulo Henrique Portela, Ftima Regina Ney Matos, Stela Mrcia Vasconcellos, Viviane Rocha Evangelista e Daniel Veras Macedo que nos auxiliaram - cada um a seu modo - com seus saberes e sua amizade.

    Boa leitura, bom-apetite, e at breve!

    CLUDIA SOUSA LEITOCoordenadora-Geral do Curso de Direito da Faculdade Christus

    FAYGA SILVEIRA BED

    Editora-Responsvel pela Revista Opinio Jurdica

  • sumrio

    ApREsEntAO

    PRIMEIRA PARTE DOUTRINA NACIONAL

    A inconstitucionalidade da lei complementar n. 116/2003 quanto incidncia tributria do ISS sobre o licenciamento e/ou cesso de direito de software ........9Ana paula Martins Albuquerque

    Por uma nova concepo jurdica da cidadania ................................................33Christianny Digenes Maia

    O ensino jurdico e a metfora do espao .........................................................46Edith Maria Barbosa Ramos

    Thantos e os paradoxos da Biotecnologia: da pertinncia da ortotansia luz da Constituio Federal de 1988 ...........................................................................56Gabrielle Bezerra sales

    Notas sobre democracia, liberdade e igualdade .................................................73Hugo de Brito Machado segundo

    Anlise dos aspectos civis e constitucionais do abuso de direito .......................88Ivo Csar Barreto de Carvalho

    A cidadania ambiental e a conscientizao ecolgica: uma anlise crtica de uma pesquisa de campo realizada no campus Dom Lus da Faculdade Christus .....104Martasus Gonalves Almeida e Germana parente neiva Belchior

    Biodireito: instrumento de reflexo da tica da vida .......................................116paulo Csas Barros Monteiro

    A responsabilidade penal da pessoa jurdica no Direito francs ......................131srgio Bruno Arajo Rebouas

    A reclamao constitucional .........................................................................147trycia Alexandre Carneiro de Melo Jorge e nagibe de Melo Jorge neto

    Inexigibilidade de multas tributrias do contribuinte na sua falncia ..............164Vincius Jos Marques Gontijo

  • Por uma potica do Direito: introduo a uma teoria imaginria do Direito (e da totalidade) ..................................................................................180Willis santiago Guerra Filho

    SEGUNDA PARTE DOUTRINA ESTRANGEIRA

    Positivismo .....................................................................................................224Friedrich Mller

    Les droits et liberts fondamentaux en France: gense dune qualification .........232Vronique Champeil-Desplats

    TERCEIRA PARTE RESENHAS

    Reflexes filosficas do Direito: resenha do livro A constituio como simulacro, de Luiz Moreira ..............................................................................................261Gretha Leite Maia

    QUARTA PARTE ENTREVISTA

    O papel das disciplinas propeduticas no ensino jurdico: desafios e perspectivas ............................................................................ 265Roberto Fragale Filho

    NORMAS DE PUBLICAO .......................................................................269

  • R E V I S T A O P I N I O J U R D I C A 9

    A inconstitucionAlidAde dA lei complementAr no 116/2003 quAnto incidnciA tributriA do iss sobre o licenciAmento e/ou cesso de

    direito de softwAre

    Ana paula Martins Albuquerque*

    1 Introduo. 2 O ISS no ordenamento jurdico. 3 O Conceito de produtos industrializados, mercadorias e servios. 3.1 Pro-duto industrializado. 3.2 Mercadoria. 3.3 Servio. 4 A lista de servios: taxatividade? 5 Interpretao e integrao da legislao tributria: observncia do Direito Privado. 6 Incidncia, no-incidncia, iseno e imunidade do ISS. 7software: propriedade intelectual. 7.1 O objeto do Direito Autoral. 7.2 Direitos auto-rais no campo da informtica. 7.3 Direitos patrimoniais do autor.