Revista TÁXI! - Edição 27

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A Revista do Taxista

Text of Revista TÁXI! - Edição 27

  • D a preferncia!O programa de proteo ao pedestre quer trazer mais civilidade ao trnsito paulistano

    edio 27

    Administreetanol vale a pena? Disparada nos preos pode representar um grave problema

    mUndO tXiregulamentada a profisso de taxista

    a revista do Taxistawww.revistataxi.com.br

    as inmeras atraes que o paulistano pode desfrutar no centro da cidade adote a ecologia no seu dia a dia e deixe seu carro sustentvele mAis

  • volkswagemvolkswagem

  • eXpeDienTe

    DiretoriaAdilson Souza de ArajoDavi Francisco da Silva

    Fbio Martucci FornernIsabella Basto Poernbacher

    (editora@portodasletras.com.br)

    Redao

    EditorWaldir Martins

    MTB 19.069

    Edio de ArteCarolina Samora da Graa

    Mauro Bufano

    Reportagem Carolina Mendes, Daniele Tavares, Miro

    Gonalves e Valria Calixto

    Fotografia de capaDavi Francisco da Silva

    FotografiasDavi Francisco da Silva

    Projeto GrficoEditora Porto das Letras

    RevisoNaira Uehara

    PublicidadeDiretor

    Fbio Martucci Fornernpublicidade@portodasletras.com.br

    Assessoria jurdicaPaulo Henrique Ribeiro Floriano

    ComercialSuporte Administrativo

    Ana Maria S. Arajo SilvaMayara da Silva DiasBruna Donaire Bissi

    Assinaturas e maillingassinatura@portodasletras.com.br

    ImpressoWgrfica

    Tiragem20.000 exemplares

    Distribuio Gratuita edio 27, uma publicao da Editora Porto das Letras

    Ltda. Redao, publicidade, administrao e correspondncia: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, So Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reproduo parcial ou total dos textos e das ima-gens desta publicao, exceto as imagens sob a licena do Creative Commons. As opinies dos entrevistados publicadas nesta edio no expressam a opinio da revista. Os anncios veiculados nessa revista so de inteira responsabilidade dos anunciantes.

    neres tem provocado situaes de risco para motoristas e pedestres.

    Durante o trabalho de fechamento desta edio, recebemos a notcia de que a presi-dente Dilma havia sancionado a lei que re-conhece a profisso de taxista. Contudo, os vetos impostos pela presidente tem gerado protestos dos representantes da categoria, que criticam a proibio da transferncia dos alvars, e o impedimento de que a fa-mlia possa herdar o alvar no caso da morte do titular.

    Mesmo diante desse quadro de dificulda-de, e at para escapar um pouco de todo esse estresse, reafirmamos o convite para que os taxistas se permitam conhecer as inmeras atraes que a metrpole paulistana oferece. Apenas no centro urbano possvel desfru-tar de uma vasta programao de instituies como Centro Cultural Banco do Brasil, Pina-coteca, Museu da Lngua Portuguesa, entre outras, boa parte delas com atividades grtis ou a preos muito acessveis.

    Edio 27

    Boa viagem e boa leitura. Os Editores

    m esmo apresentando problemas e recebendo diversas crticas, o pro-grama de proteo ao pedestre co-locado em prtica pela prefeitura tem con-seguido alcanar alguns de seus objetivos, ainda que de forma mais lenta do que a es-perada pela maioria de ns. A cada dia tem sido mais comum ver motoristas - mesmo que apenas por medo de serem multados - darem a preferncia aos cidados que esto nas faixas de pedestres.

    Mas isso no basta, preciso que toda a sociedade assuma o compromisso de levar mais civilidade ao trnsito paulistano, in-clusive os pedestres e ciclistas, que sofrem as consequncias do desrespeito s regras com suas prprias vidas.

    Ao iniciar uma nova etapa no seu progra-ma, seria importante que a prefeitura pudes-se se dedicar de forma mais efetiva na soluo de problemas que h muito se arrastam pela cidade. A falta de critrios e cuidados na hora de instalar faixas semforos, radares e cong-

    eSpaO DO LeiTOrComentrios e sugestes sobre a Revista Txi! e sua cidade

    A revista do Taxista

    Manifestao taxistasA manifestao dos taxistas de So Paulo

    mostram o amadurecimento de uma catego-ria que at pouco tempo era tida como rea-cionria e mal preparada. No dia da manifes-tao, logo depois do almoo precisei de um txi e no tive nenhum problema.

    Wagner Marchetti

    Prezado WagnerAgradecemos a sua mensagem. No de

    hoje que o segmento taxista vem empre-endendo uma verdadeira revoluo, sendo apontado por especialistas, principalmente do segmento de turismo, como um dos mais qualificados em todo o mundo.

    Atenciosamente,A redao

    civilidade no trnsito

    ErrataDiferente do que foi divulgado na edio passada, a correia dentada no deve ser trocada

    a cada 15 mil Km. O que deve ser feito acompanhamento de suas condies para evitar problemas. Procure sempre um mecnico da sua confiana.

  • 4 tXi! EDIO 27

    administre seu negcioEtanol vale a pena?

    ManutenoPalhetas

    capa D a preferncia!

    Mais civilidade ao trnsito paulistano

    Dicas e Servios Pratique ecologia

    agendaO que vai agitar a metrpole

    nas prximas semanas

    especial Mundo TxiVermelho e Branco

    Lazer e culturaTeatro do Sesi - Molire

    Marcha a r Gordini - 40 HP de pura emoo

    Guias e roteiros A cultura no centro

    Mundo Txi Mais informaes e

    servios para o taxista

    perfil Taxista Jose Fagundes,

    um senhor profissional

    roda Solta Curiosidades e humor

    D a preferncia!O Programa de Proteo ao Pedestre entra em um novo momento para trazer mais civilidade ao trnsito paulistanocapa

    sumrio

    administreetanol vale pena?

    A disparada dos preos do etanol pode representar um

    grave problema

    Guias e roteiros a cultura no centro

    As inmeras atraesque o paulistano pode

    desfrutar no centroda cidade

    Manuteno coisas simples podem custar caroCuide das palhetas do seu carro: uma pea muito comum, barata e rpida de ser trocada 10

    32

    8

    08

    12

    10

    16

    17

    24

    28

    12

    30

    36

    40

    42

    32

  • 8 tXi! EDIO 27

    Administre seu negcioPor Miro Gonalves

    Administre seu negcioPor Miro Gonalves

    Administre seu negcioPor Miro Gonalves

    etanol vale a pena?

    Administre seu negcio

    Oconsumo de combustveis no primeiro semestre de 2011 registrou uma preo-cupante disparada dos preos do lcool, que cada vez mais tem levado os consumidores a migrarem para a gasolina. Distribuidoras de todo o pas venderam 22% a menos litros de etanol hidratado, enquanto a venda de gasoli-na cresceu em 15%.

    Desde o ms de abril os preos dos combust-veis recuaram 20%, mas, de acordo com levan-tamentos da Agncia Nacional de Petrleo, Gs e Bicombustveis (ANP), ao comparar os valores praticados hoje com o mesmo perodo do ano anterior, etanol segue acima da sua mdia histrica, com um aumento de 12,75% apenas esse ano.

    Para tentar minimizar esse aumento continu-ado, a ANP decidiu reduzir de 25% para 20% o teor da mistura do lcool na gasolina.

    Fatores econmicos e estruturaisOs motivos esto na quebra da safra atual da

    cana e em fatores estruturais, como a falta de investimento para garantir uma maior produti-vidade dos canaviais, que tiveram uma diminui-o em torno de 20% na sua produtividade.

    Alm disso, o preo do acar no mercado externo tem levado as usinas a ampliarem sua

    Por Miro Gonalves

    Para quem tem nos combustveis um insumo fundamental para o seu negcio, a disparada dos preos do etanol pode representar um grave problema

    produo, em detrimento dos combustveis. Para completar o quadro, a gasolina est com seu preo praticamente congelado pelo Governo Federal e, graas ao incentivo do governo norte-americano para combustveis verdes, a exportao do etanol para os EUA se torna mais interessante do que sua comercializao no mercado brasileiro.

    Verifique o combustvel mais vantajosoComo j sabido, o lcool exige um consumo

    30% maior (aproximado), para rodar a mesma distncia que a gasolina. Isso significa que um carro abastecido com etanol tem 30% menos au-tonomia.

    Para verificar se o etanol est economicamente mais atrativo do que a gasolina, o motorista pode fazer uma conta bem simples: basta multiplicar o valor da gasolina por 0,7. Se o resultado for me-nor do que o preo do lcool na bomba, ser mais vantajoso abastecer com gasolina. Do contrrio, se o valor da operao for superior ao do preo do lcool, ser mais vantagem colocar lcool.

    Para facilitar o seu dia a dia, sempre que for abastecer, utilize o qua-dro ao lado para verifi- car qual o combustvel mais vantajoso.

    RECORTE E LEVE NO CARRO

    Confira qual deve ser o preo m-ximo do etanol para que compense abastecer o carro flex com ele:

    Em R$ por litro

    Se a gasolina estiver custando...

    ...o etanol no pode custar mais de

    2,30 1,61 2,31 1,62 2,32 1,62 2,33 1,63 2,34 1,64 2,35 1,65 2,36 1,65 2,37 1,66 2,38 1,67 2,39 1,67 2,40 1,68 2,41 1,69 2,42 1,69 2,43 1,70 2,44 1,71 2,45 1,72 2,46 1,72 2,47 1,73 2,48 1,74 2,49 1,74 2,50 1,75 2,51 1,76 2,52 1,76 2,53 1,77 2,54 1,78 2,55 1,79 2,56 1,79 2,57 1,80 2,58 1,81 2,59 1,81 2,60 1,82 2,61 1,83 2,62 1,83 2,63 1,84 2,64 1,85 2,65 1,86

    2,66 1,86 2,67 1,87 2,68 1,88 2,69 1,88 2,70 1,89 2,71 1,90 2,72 1,90 2,73 1,91 2,74 1,92 2,75 1,93 2,76 1,93 2,77 1,94 2,78 1,95 2,79 1,95 2,80 1,96 2,81 1,97 2,82 1,97 2,83 1,98 2,84 1,99 2,85 2,00 2,86 2,00 2,87 2,01 2,88 2,02 2,89 2,02 2,90 2,03 2,91 2,03 2,92 2,04 2,93 2,05 2,94 2,05 2,95 2,06 2,96 2,07 2,97 2,07 2,98 2,08 2,99 2,09 3,00 2,10 3,01 2,10

    Divu

    lga

    o

  • 9tXi! EDIO 27

  • 10 tXi! EDIO 27

    de olho na manutenoPor Daniele Tavares

    coisas s