of 8 /8
SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2012 trabalho infantil Página 4 SindiTabaco e Afubra contra o Páginas 2 e 3 Confraria Muita diversão e gente bonita na última edição do evento Saúde - moda - social - mercado de trabalho

Revista Valley Junho

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Valley edição de Junho 2012

Citation preview

Page 1: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 2012

trabalho infantilPágina 4

SindiTabaco e Afubra contra o

Páginas 2 e 3

ConfrariaMuita diversão e gente bonita na última edição do evento

Saúde - moda - social - mercado de trabalho

Page 2: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 20122

Durante 12 meses, reservamos uma

data para a Confraria. Um dia

especial, exclusivo, para uma reu-

nião com muita gente interessante,

em ambientes badalados e de muita qualidade em

Santa Cruz. É um lugar para ouvir música de bom

gosto, dar gargalhadas, contar histórias, fazer ami-

zades e muitos contatos profissionais e pessoais.

A última edição aconteceu na sede do

Sinditabaco, com a presença de Luciano

Costa, coordenador da Rádio Atlântida, Ita-

pema e afiliadas da Gaúcha, Gisele Loeblein,

editora-chefe do caderno Campo e Lavoura e

Caroline Torma, editora da Central do Interior

de ZH. O show de Guinther Bender e a dis-

cotecagem de Luciano Costa agradou por seu

repertório eclético e refinado, e a organização

da Adega de Ideias e Promopress deu um

toque especial e muito elegante ao evento.

A próxima edição é a comemoração do pri-

meiro aniversário da Confraria e já tem local

e data definidos. A responsabilidade é grande,

mas a Atlântida e Zero Hora Santa Cruz vão

surpreender mais uma vez.

SOCIAL

Chegou a 12ª edição da Confraria Ctrl+A.Confraria CTRL + A

EXPEDIENTE Informe ComercialRevista Valleyeste caderno circula encartado em Zero hora na tiragem regional dos Vales do rio Pardo e taquari.Editora Colaboradora:Melissa Bullegon / MtB 11670Diagramador Colaborador:Douglas rafael da silvanakaoPara anunciar ou sugestões, ligue:Comercial santa Cruz do sul.fone: 51 3715.7345

Texto e fotos: Carol Lau

Débora Maieron, Charles A. Bernardini e Fabiana PostMichele Henn Waechter, Paulo Rogerio Waechter, Luis Alberto Henkes e Carla Freese

Felipe Haas, Catia Haas e Daniel Cunha Wiliam Reis, Luciano Costa e Nairo Orlandi

Roberta Rauber, Inga Boettcher e Berenice Schramm Trevisan Neusa Pretzel e Sofia Pretzel

Page 3: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 2012 3

A cada edição, o evento vem trazendo pessoas diferentes e

proporcionando a todos ótimos contatos e boas conversas.

Os modelitos dos convidados apontam para um vestir elegante

e, ao mesmo tempo, despojado. Um toque pessoal dentro de qual-

quer tendência sempre será o ponto forte.

o glamour das confrarias

SOCIAL

Arrasou nos fones e no som, é claro!

Bem estruturada: saia com um leve rodado de cintura alta combinada

com bolsa colorida.

Boinas, chapéus e tocas cheios de estilo fazem parte do guarda-

roupa masculino nesta estação. Aposte neles!

Camisa de cetim branca é ótima opção para uma noite

agradável.

Look superdespojado: camisa casual combinado com

terninho reto para quebrar o básico

Para comemorar o mês das mães, a Unik, loja de acessórios e semijoias de

Santa Cruz do Sul, levou o designer Stephane Lopez para o interior do Estado.

A Unik é referência no Rio Grande do Sul por trabalhar com designers conhe-

cidos nacionalmente, como Estela Geromini, Cláudia Arbex e Camila Klein.

Para surpreender as clientes, o designer francês Stephane mos-

trou sua coleção desenvolvida com as pérolas negras do Thaiti.

As pérolas, desenvolvidas artificialmente, são cultivadas a partir de

núcleos (que são introduzidos nas ostras) importados dos Estados

Unidos.

E s s e s núc l e o s a c ab am r e c eb endo i núme r a s c am a -

da s de a r agon i t a e mad re -pé ro l a , fo rmando a pé ro l a .

As clientes da loja foram recebidas no terraço do Charrua Hotel,

tradicional hotel da cidade, ao som de um saxofonista.

Unik celebra o mês das mães com a presença de designer francês

DeN

IS P

AuL

FOTO

gRA

FIA

TexTO: ADegA De IDeIAS

Heloisa Pierozan, Simone Bencke, eduardo Spall, Renato Sperb e Pilly Calvin

Janaina Betine Wegner e Claudete Peixoto

Caroline Torma, Luciano Costa e gisele Loeblein Alexandra Rutsatz, Márcia Melz e Joneia Rutsatz

Juliana Leal e gisele Simão

TexTO: ALexANDRA RuTSATz e JONeIA RuTSATz - eDITORAS De MODA

Page 4: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 20124

Parte do Programa Crescer Legal, treinamentos para orientadores e seminários do Ciclo de Conscientização fazem parte de um amplo programa que objetiva o combate ao trabalho de crianças e adolescentes no meio rural.

TABACO

SindiTabaco e Afubra entram em campo contra o trabalho infantil

Junho 2012 - Oito municípios da Região

Sul do País estão sediando o 4º Ciclo de

Conscientização sobre saúde e segurança

do produtor e proteção da criança e do

adolescente, promovido pelo SindiTabaco

(Sindicato Interestadual da Indústria do

Tabaco), empresas associadas e a Afubra

(Associação dos Fumicultores do Brasil).

A programação iniciou no mês de maio,

em Araranguá (SC). Na região, Candelária

recebe o evento no dia 10 de julho.

Esta é a quarta edição do Ciclo, que já

percorreu 16 cidades da Região Sul do Brasil,

reunindo cerca de 6 mil pessoas. No Rio

Grande do Sul, principal Estado produtor

de tabaco, doze municípios já foram sede

do evento: Vera Cruz, Caiçara, Sobradinho,

Camaquã, Venâncio Aires, Arvorezinha,

São Lourenço do Sul, Frederico Westpha-

len, Agudo, Alpestre, Canguçu e Progresso.

Para 2012, a expectativa é de um público

semelhante ao das edições anteriores, en-

tre 300 e 400 pessoas por encontro, com

a participação de produtores de tabaco,

orientadores das empresas associadas, au-

toridades, diretores de escolas, agentes de

saúde e imprensa.

Realizada desde 2009 no Estado gaúcho,

a programação dos Ciclos de Conscientiza-

ção foi ampliada para Santa Catarina e Para-

ná em 2011, e faz parte de acordos firmados

com o Ministério Público do Trabalho do

Rio Grande do Sul e de Brasília. Além dos

seminários, os temas são abordados em cam-

panhas veiculadas por emissoras de rádio

e TV, cartilhas de orientação e capacitação

dos orientadores e instrutores agrícolas por

entidades credenciadas.

“Trabalhamos sobre este tema há muitos

anos e estamos convencidos de que a mu-

dança de hábitos culturais se dá por meio

4º Ciclo de Conscientização sobre saúde e segurança do produtor e proteção da criança e do adolescente

Palmitinho 11/06/2012 (segunda-feira)

Candelária 10/07/2012 (terça-feira)

Ilópolis 12/07/2012 (quinta-feira)

Chuvisca 28/08/2012 (terça-feira)

Araranguá 22/05/2012 (terça-feira)

Canoinhas 07/08/2012 (terça-feira)

Planalto 26/06/2012 (terça-feira)

Prudentópolis 21/08/2012 (terça-feira)PR

SC

RS

Iro Schünke - Presidente do Sinditabaco

Page 5: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 2012 5

Festa da ProduçãoEm 2009, a Festa da Produção foi criada em Vera Cruz por meio

da parceria entre a RBS TV e a prefeitura do município. O evento

teve como objetivo divulgar os produtos coloniais produzidos no

interior vera-cruzense para a região dos Vales. E estas delícias gas-

tronômicas são justamente a atração principal desta grande festa.

Devido ao sucesso, o evento já está em sua 4ª edição. Além

da gastronomia, traz atrações musicais e de dança, arte-

sanato regional, mateada e brinquedos para as crianças.

Este ano, a festa acontece nos dias 16 e 17 de junho na Praça

José Bonifácio.

PROGRAMAÇÃO

Sábado, das 10h às 19h 14h - abertura oficial15h - apresentações dos grupos de Dan-ça Jugentnzgruppe e da Escola Walter Dreyer16h30 - Tchê Zuera

17h30 - Six Memory

Domingo, das 9h às 18h14h – apresentações do Frohtantz e CTG Candeeiro da Amizade16h - Moisés e Luiz Henrique17h - Madrugada Campeira

da oportunidade e da conscientização”, afirma o presidente do Sin-

diTabaco, Iro Schünke, fazendo referência ao compromisso firmado

em 1998, por meio do programa “O Futuro é Agora!”.

Além de envolver produtores, as entidades também estão pro-

movendo, em parceria com a Escola de Negócios Positivo, de Curi-

tiba, o Treinamento Crescer Legal - Desafios para uma Consciência

Sustentável. Serão 12 eventos que, até o final de outubro, reunirão

1,2 mil orientadores agrícolas, supervisores e avaliadores das em-

presas associadas ao SindiTabaco e da Afubra em torno do tema

trabalho infantil.

CRESCER LEGAL - Ação conjunta entre o SindiTabaco, empre-

sas associadas e Afubra, que tem o objetivo de prevenir e combater

o trabalho de crianças e adolescentes na cultura do tabaco, por

meio da conscientização dos produtores integrados e da socieda-

de, bem como do incentivo à educação dos filhos dos produtores

e à qualificação do jovem rural com projetos sociais no âmbito da

educação e do lazer.

eVeNTO

Page 6: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 20126

A GENTE SABE OQUE VOCÊ GOSTA.

MeRCADO De TRABALHO

Região tem primeira ONG brasileira voltada ao empreendedorismo e intra-empreendedorismo

A própria Foco é fruto do em-

preendedorismo. Ela propõe

a atuação junto a empresas

públicas e privadas e enti-

dades de classe no desenvolvimento de

projetos para ampliar a cultura empre-

endedora. A empresária e presidente da

Foco Empreendedor, Áurea Binz, coloca a

sustentabilidade financeira entre as metas

da organização. A ideia é gerar e captar

recursos que banquem os projetos. “Como

a Foco vai atuar na forma de uma Orga-

nização da Sociedade Civil de Interesse

Público (Oscip), é possível que o apoio

financeiro das empresas destinado a ONG

seja descontado de impostos”, esclarece.

A base de atuação da Foco Empreen-

dedor está no conceito de que o cres-

cimento profissional parte da criação e

ampliação da consciência empreendedora,

tanto para aquele que tem ou pretende

ter o seu próprio negócio como para os

colaboradores que pensam e agem no

ambiente de trabalho como se fossem os

gestores da empresa. São os chamados

intra-empreendedores. “Queremos que

esta nova geração tenha mais coragem,

mais persistência e que nós empresários

tenhamos mais autoestima. Pagamos todos

os encargos e impostos e ainda contabi-

lizamos boa parte do desenvolvimento

social das comunidades onde estamos

inseridos”, argumenta Áurea.

O objetivo dos projetos é criar um

ambiente para desenvolver valores como

confiança, planejamento, sustentabilidade

e inovação, pilares da cultura empreende-

dora. E o consenso entre a classe empresa-

rial de que o bom momento da economia

brasileira impulsiona e exige ações deste

tipo é um dos trunfos da Foco Empreen-

dedor para que o empreendedorismo se

desenvolva no Brasil no mesmo compasso

com que o País se consolida como uma

nova potência perante o mundo.

Foi lançada oficialmente no dia 16 de maio de 2012, durante a Semana do Empreendedor em Santa Cruz do Sul, a Foco Empreendedor, primeira Organização Não Governamental brasileira voltada ao empreendedorismo e intra-empreendedorismo. A ONG já nasce com a ambição de ser uma referência nacional quando o assunto é o verbo empreender.

Foco empreendedor nasce com o apoio dos empresários e das principais entidades públicas e privadas da região.

• Caminhos de Sucesso: histórias de empreendedores e

intra-empreendedores contadas no site.

• Ciclo Brasileiro de Conscientização Profissional: eventos

itinerantes.

• Central de Trabalho: sala de reuniões disponibilizada

para empresas, profissionais e consultores de Santa Cruz e

região.

A Foco Empreendedor tem sede na Rua Venâncio Aires,

641, sala 109 em Santa Cruz do Sul. Mais informações sobre

a ONG ou os projetos podem ser obtidas no site www.foco-

empreendedor.org.br

Atualmente a Foco Empreendedor está desenvolvendo 3 projetos:

DIV

uLg

AçãO

Page 7: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 2012 7

SAÚDe

Centro de Oncologia investe em novos procedimentos cirúrgicosO

Hospital Ana Nery se destaca

no interior do Rio Grande do

Sul como uma Unidade de As-

sistência de Alta Complexidade

em Oncologia (UNACON) graças a sólida par-

ceria formada com os profissionais médicos.

O Centro de Oncologia Integrado (COI) trouxe

a proposta de integralidade no tratamento do

câncer para as regiões do Vale do Rio Pardo e

Centro Serra. Abrangendo em torno de 600 mil

pessoas, possibilitou ao paciente realizar todo

seu tratamento sem os longos deslocamentos

exaustivos à capital, contando com um servi-

ço diferenciado e qualificado não apenas aos

pacientes, mas também aos seus familiares.

Com uma equipe multidisciplinar, médicos

e cirurgiões das mais diversas especialidades,

o COI busca a excelência no tratamento con-

tra o câncer, oferecendo desde a prevenção,

passando pelo diagnóstico, cirurgia, quimiote-

rapia, imunoterapia, anticorpos monoclonais,

radioterapia e apoio psicológico.

Tendo por objetivo qualificar ainda mais a

sua assistência, o COI tem investido na área ci-

rúrgica, já que muitos casos oncológicos têm o

sucesso do tratamento atrelado ao procedimen-

to cirúrgico. Segundo o diretor médico do Ana

Nery, Luiz Alberto Hauth, novos profissionais

têm se somado ao Corpo Clínico da instituição

e à equipe do Centro de Oncologia. “Procedi-

mentos que até pouco tempo eram realizados

somente em grandes centros, já são realidade

no Ana Nery, realizados por médicos da nossa

equipe”, explica. E, nos últimos meses, dois

exemplos aconteceram.

Em conjunto com a equipe de cabeça e pes-

coço, o médico ortopedista e traumatologista,

especialista em cirurgia da mão e microci-

rurgia, e integrante do Corpo Clínico do Ana

Nery, Felipe Vitiello Wink, passou a realizar

microcirurgias reconstrutivas. Utilizando uma

técnica derivada da cirurgia plástica, ela tem

o objetivo de reconstruir defeitos complexos

de tecidos em decorrência de traumas, cirur-

gias oncológicas, sequelas de queimadura ou

má formação congênita. A cirurgia é utilizada

para a transferência livre de tecidos vivos em

um mesmo indivíduo, de uma região à outra.

Credenciada a profissionais com treina-

mento específico na área e tendo a disposição

equipamentos adequados, Wink foi um dos

pioneiros na realização do procedimento na

cidade. “Já foram feitas em Santa Cruz do

Sul outras microcirurgias reconstrutivas, mas

sempre com a presença de médicos de fora da

cidade. Esta foi a primeira vez que um médico

domiciliado no município fez a reconstrução

sem necessidade de equipe de outro local”,

explicou. Sempre buscando a excelência no

atendimento, a cirurgia é mais um diferencial

oferecido pelo COI aos pacientes, uma vez que

estes casos agora podem ser tratados na cidade

e, por conta disso, aumentam as chances de

reconstrução dos defeitos criados pela retirada

de um tumor.

Outro exemplo são as cirurgias realizadas

pelo médico especialista em cirurgia de fígado,

vias biliares e pâncreas, Silvio Balzan, atuando

há um ano e meio no Ana Nery. Desde então,

diversas técnicas complexas em cirurgias de

fígado vêm sendo realizadas na instituição,

com excelentes resultados. Além disto, proce-

dimentos pré-operatórios modernos, que até

recentemente eram realizados em centros maio-

res, vem sendo introduzidos no serviço, como

a drenagem biliar percutânea. De acordo com

Balzan, a obstrução dos ductos biliares (canais

que drenam a bile desde o interior do fígado

até o intestino) pode ocorrer por uma série de

doenças, malignas ou benignas. “A obstrução

completa da drenagem da bile comumente se

manifesta por icterícia (pele e conjuntivas de

cor amarelada), colúria (urina de cor escura) e

acolia (fezes esbranquiçadas) e, caso persista

por um período prolongado (semanas), pode

levar a complicações muito graves, incluindo

infecções, insuficiência renal, alterações da

coagulação e hemorragias, até perda grave da

função do fígado e morte”, explica.

Nestes casos, o tratamento geralmente se

faz pela retirada cirúrgica da lesão e recons-

trução da drenagem da bile através de uma

comunicação diretamente com o intestino.

Estas são cirurgias de grande porte que em

muitas situações não podem ser realizadas,

seja pela presença de um tumor avançado ou

pela presença de outras doenças que tornam

a cirurgia de muito risco.

Desde abril, através de uma parceria entre

o Centro de Oncologia Integrado e o Centro

Radiológico Radson, uma nova técnica passou

a ser utilizada para tratar uma obstrução biliar.

Trata-se de uma drenagem por via percutânea

que consiste na colocação de um ou mais dre-

nos diretamente nos canais biliares no interior

do fígado por uma punção através da pele.

“Este método de drenagem tem a vantagem de

ser realizado sem a necessidade de anestesia

geral e, principalmente, de permitir a drena-

gem em muitos casos em que não é possível

a drenagem por via endoscópica ou cirúrgica.

Além disso, permite realizar a avaliação dos

canais biliares e a identificação da causa da

obstrução, assim como planejar uma futura

cirurgia”, afirma Balzan. Além dele, o proce-

dimento contou com a participação do médico

radiologista, Ricardo Kaufmann, também inte-

grante do Corpo Clínico do Ana Nery.

Fortalecendo as parcerias e aliando a téc-

nica à sensibilidade de perceber que cada ser

humano é único, o COI segue em um processo

de plena expansão. Além dos investimentos

para qualificar a estrutura física do serviço e

aumentar o número de leitos, há a preocupação

de cuidar de cada detalhe, pois o paciente é o

sentido de todo o trabalho realizado.

MIC

HeL

e H

eNN

WA

eCH

TeR

TexTO: ASSeSSORIA De IMPReNSA HOSPITAL ANA NeRy

Page 8: Revista Valley Junho

sexta-feira, 15 De junho De 20128

SAÚDe

Testes genéticos comercializados pela Unimed VTRP sinalizam risco de doenças antes de aparecerem sintomas Parceria com o laboratório Qualimune concede 20% de desconto aos clientes da Cooperativa Médica

Você já pensou na possibilidade

de saber que doenças terá pre-

disposição para desenvolver ao

longo da vida? Com os avanços

da medicina, isto já é uma realidade. Tes-

tes genéticos, que fazem um mapeamento

do DNA do paciente, não só sinalizam a

probabilidade de aparecimento de algumas

patologias, como também são capazes de

determinar o tipo de tratamento mais as-

sertivo para cada indivíduo.

Os produtos que revelam estas informa-

ções estão sendo oferecidos pelo laboratório

Qualimune em parceria com a Unimed Vales

do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP). Os

testes podem ser realizados por qualquer

pessoa, sem limite de idade, inclusive por

recém-nascidos. Clientes da Cooperativa Mé-

dica recebem 20% de desconto em relação

a particulares.

Segundo a diretora técnica do laborató-

rio, a médica Tatiana Michelon, especialista

em diagnóstico genético molecular e pós-

-doutora em imunopatologia, são testes de

última geração, que representam o que há

de melhor para a aplicação atual da medi-

cina de precisão - também conhecida como

medicina personalizada. “Essa medicina do

futuro traz consigo uma mudança de para-

digma na área da saúde, centrada em duas

importantes questões. Primeiro: prevenir ao

invés de tratar as complicações de doenças

já estabelecidas. E, segundo, atender às

necessidades que cada indivíduo de fato

possui, deixando-se de aplicar os princípios

da forma que visa ‘acertar na maioria’ dos

casos”, completa a médica.

Medicina do futuro

Tatiana observa que a maioria das

doenças que lotam os consultórios médi-

cos no dia a dia é determinada por uma

combinação: fatores de risco genético +

fatores de risco não-genéticos (hábitos e

estilo de vida). Desta forma, testes que

avaliam o DNA (informação genética) de

cada indivíduo permitem conhecer com

antecedência o risco de desenvolvimento

de algumas doenças. Ele é imutável ao

longo da vida e representa em média 30%

ou mais do risco total, variando para cada

doença em questão.

Assim, conhecer a suscetibilidade do

indivíduo a uma determinada doença per-

mite planejar seu acompanhamento em

longo prazo e evitar fatores que agreguem

risco ao longo da vida, com orientações

personalizadas de prevenção. Além disso,

caso seja inevitável o desenvolvimento

da doença, certamente o diagnóstico será

precoce e a escolha do tipo de medicação

poderá ser mais precisa e eficaz desde um

primeiro momento.

Saiba mais sobre os testes

Interessados devem procurar a área

Comercial da Unimed VTRP ou médico já

capacitado pelo Laboratório Qualimune (re-

lação está no site www.qualimune.com.br)

para fazer a solicitação do produto desejado.

Por enquanto estão sendo comercializados

dois produtos, o Check-up Genético, que

apresenta um relatório com dados precisos

sobre as predisposições genéticas para o

desenvolvimento de patologias, e o teste

complementar, que serve para identificar os

riscos relacionados ao colesterol.

O teste é simples. Basta ir até o laboratório

credenciado, em Santa Cruz do Sul e Porto Ale-

gre no Qualimune, e em Lajeado no Auxiliar,

para fazer a coleta de sangue (4 ml). Não é ne-

cessário jejum. Em 30 dias, o médico recebe o

resultado do teste e marca consulta com cliente

para fazer as recomendações necessárias, com

base no que for observado no laudo.