of 129/129
TOTVS Folha de Pagamento 0800 709 8100 totvs.com

RM1150100112 TOTVS Folha Pagamento

  • View
    1.635

  • Download
    57

Embed Size (px)

Text of RM1150100112 TOTVS Folha Pagamento

  • TOTVS Folha de Pagamento

    1Todos os direitos reservados. Planejamento e controle oramentrio

    0800 709 8100totvs.com

  • 2 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    VISO GERAL DO CURSO 4Apresentao 4

    ENTIDADES PRINCIPAIS 5 Parametrizador 5Configuraes RH 6Calendrios 7Sees 7Funes 8Tabelas de Clculo 10Valores Fixos 12Eventos 12Horrios 13Sindicatos 14Funcionrios 15Subentidades 18

    ADMISSO DE FUNCIONRIOS 27Adm. Func. PS TOTVS Gesto de Pessoas 28

    CONTROLE DE VALE TRANSPORTE 32CONTROLE DE FRIAS 34

    Marcao de frias 35Emisso de Aviso de Frias 36Clculo de Penso sobre Frias 37Clculo de frias 37Emisso do Recibo de Frias 38Cancelamento de Frias 38Lanamento de Frias 39

    FOLHA DE PAGAMENTO 41Alteraes Funcionais Via Requisio do TOTVS Gesto de Pessoas 42Alteraes Globais dos Funcionrios 42Pagamento do Adiantamento Salarial 44Importaes da Folha 44Entrada de Movimento 46Lanamento da Folha 46Movimento de Integrao 49Diferena Salarial 49Diferena de frias 52Cancelamento da Folha 53Bloqueio e Reclculo da Folha 53Crtica da Folha 54Gerao do Movimento 55Emisso da Folha Analtica 56

    RESCISO CONTRATUAL 58Emisso de Relatrio de Aviso Prvio 58Cadastro e Clculo de Resciso Via Linha RM 59Emisso do Termo de Resciso 60Homolognet 61Emisso do Relatrio de Seguro Desemprego 62Emisso do Relatrio de Mdias 62Reclculo de Rescises 62Cancelamento de Rescises 62Gerao da GRFC ou GRRF 63Emisso do Passivo Trabalhista 63

    Sum

    rio

  • 3Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Emisso do Relatrio de Salrio Contribuio 64Resciso Complementar 64

    ENCARGOS/OBRIGAES SOCIAIS 66Gerao da DARF 66Gerao da GPS 66Gerao da SEFIP 67Gerao do CAGED 71Gerao da GRCSU 72

    ROTINAS ANUAIS 74Dcimo Terceiro Salrio 74Clculo do 13 Salrio 75Diferena do 13 Salrio 77DIRF/RAIS 78Gerao da DIRF/Informe de Rendimentos 78Gerao da RAIS 79

    ENCERRAMENTO DA FOLHA 84Parametrizao e Gerao do Lanamento Financeiro 84Parametrizao e Gerao Contbil 85Liberao de frias 89Liberao de Competncia 90

    FISCALIZAO TRABALHISTA 92Emisso do MANAD (IN100) 92Emisso da IN86 93

    MANUTENO DE DADOS 94Importao e Exportao de Dados 94Verificao da base de dados 97

    ANEXO - GESTO EDUCACIONAL 98Apresentao 98No TOTVS Educacional 99No TOTVS Folha de Pagamento 100

    ANEXO - CLCULO .NET 104Apresentao 104Conversor do Clculo 104Frmulas 106Mudana de comportamento dos clculos 109Entidades Principais 111Folha Mensal 113Frias 116Resciso Contratual 122Encerramento da Folha 124

    EXERCCIOS COMPLEMENTARES 125

    Sum

    rio

  • 4 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Apresentao

    O nvel de exigncia e competitividade das organizaes cada vez mais elevado. Empresas de todos os portes precisam de uma gesto eficaz com processos integrados e rapidez nos fluxos de informaes. Com o objetivo de otimizar o desempenho dos processos de negcios, as empresas buscam ferramentas para auxiliar na gesto. Estamos falando de sistemas ERP (Enterprise Resource Planning), que armazenam informaes estratgicas da empresa, proporcionando aos gestores uma viso geral e precisa do negcio, facilitando assim, as tomadas de decises.

    O TOTVS Folha de Pagamento um dos integrantes da linha Windows de gesto integrada empresarial da linha RM que promove a eficincia nos processos que envolvem a Administrao de Pessoal, garantindo uma gesto segura. Suas caractersticas funcionais visam permitir a automao das rotinas fundamentais do departamento de pessoal de uma empresa que priorizam fatores como agilidade, qualidade e eficincia na execuo das tarefas existentes no mesmo. Focada em controle para aumento da produtividade e nos servios de auto-atendimento para a descentralizao de seus processos, a soluo cria condies para que os lderes concentrem seus esforos no aprimoramento dos processos, na excelncia operacional e administrao de pessoal alinhado ao planejamento estratgico da empresa.

    Em sntese, este Mdulo ou Aplicativo, possui recursos flexveis, que permitem uma racionalizao das informaes cadastradas e otimizao das operaes e rotinas da rea de departamento de pessoal, atravs de suas divises funcionais internas e as integraes com os outros mdulos da linha RM.

    Alm de integrar com todos os mdulos do segmento de Recursos Humanos, ele ainda integra com outras reas estratgicas da empresa como: Educacional e Gesto Contbil e Financeira (Backoffice).

    VISO GERAL DO CURSO

  • 5Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Parametrizador

    As informaes do parametrizador so o alicerce para todos os processos (admissional, frias, resciso), pois por meio delas que o sistema baseia-se para concluso das tarefas e padronizao da estrutura e quantidade de caracteres que iro compor as chapas.

    Procedimento 1. Acesse o RMLabore.exe;2. Selecione o menu Opes / Parmetros / RM Labore; 3. Na Pasta Identificao informe a competncia, caixa, perodo e configurao da chapa; 4. Clique em Salvar; 5. Nas demais Pastas devero ser marcados os parmetros para clculos realizados na aplicao, folha, frias, 13 salrio e resciso, gerao de relatrios, contabilizao e lanamentos financeiros, aps definio de parmetros, clique em Salvar, Ok.

    ENTIDADES PRINCIPAIS

    Fiqueatento

    A parametrizao da competncia caixa, dia de pagamento e perodo, pode ser realizada somente para um usurio atravs dos parmetros locais. Uma vez ativado os parmetros locais, para desabilitar basta acessar os mesmos e clique em Valores Default.

    Admisso

    Funcionrios

    Parametrizador Configuraes RH Calendrios

    Sees Funes Horrios

    Tabelas de Clculo Valores Fixos Eventos

    Sindicatos

    Rotinas Anuais

    Frias

    Folha de Pagamento

    Resciso Contratual

    Encerramento da Folha

    Vale Transporte

    Manuteno de Dados

    Fiscalizao Trabalhista

    Encargos/Obrigaes Sociais

  • 6 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Configuraes RH

    Por meio das Configuraes RH so realizadas as parametrizaes secundrias do sistema.

    Procedimento 1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Configuraes / Parmetros RH (no RMLabore.exe menu Opes / Parmetros / RH); 4. Na pasta Sees informe a mscara da seo e quebras a serem utilizadas para emisso de relatrios;5. Devem ser informadas a mscara da seo, quebra de CNPJ e mestre;6. Clique em Salvar e Ok.

    Exemplo 1:Estrutura de Sees1.01.01 - Diretoria 1.01.02 - Departamento Pessoal 1.01.03 - Faturamento 1.01.04 - Contabilidade 1.02.01 - Fundio 1.02.02 - Transporte 1.02.03 - Vendas 2.01.04 - Gerncia 2.02.01 - Vendas

    Conforme estrutura demonstrada acima, a mscara de sees a ser utilizada seria: #.##.## Veja que j existe certa diferenciao por parte dos cdigos onde se pode perceber que tudo que comea com o nmero 1 pertence a Matriz e o que comea com o nmero 2 pertence filial. Porm, o trabalho no est completo. No caso de uma empresa com mais de 10 filiais no seria atendida pela estrutura acima, pois no aceitaria o nmero 10 para a filial. Precisaramos passar a utilizar outra mscara. Exemplo 2: ##.##.## Essa seria mais vivel, pois possvel uma maior flexibilidade na utilizao de sees. 01 - Matriz (associada ao departamento 1) 01.01 - Departamento administrativo (associada ao departamento 1.01) 01.01.01 - Diretoria (associada ao departamento 1.01) 01.01.02 - Departamento de Pessoal (associada ao departamento 1.01) 01.01.03 - Faturamento (associada ao departamento 1.01) 01.01.04 - Contabilidade (associada ao departamento 1.01) 01.02 - Departamento Operacional (associada ao departamento 1.02) 01.02.01 - Fundio (associada ao departamento 1.02) 01.02.02 - Transporte (associada ao departamento 1.02) 01.020.03 - Vendas (associada ao departamento 1.02) 02 - Filial (associada ao departamento 2) 02.01 - Departamento administrativo 02.01.01 - Gerncia

    Fiqueatento

    Podem ser inclusas mscaras para Telefone, CEP e para cdigo do cliente/fornecedor.

  • 7Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    02.02 - Departamento Operacional 02.02.01 - Vendas Vejam que podemos perceber as diferenciaes da seguinte forma: Tudo que comea com 01 est relacionado a matriz e tudo que comea com 02 est relacionado a filial. Toda seo que tem o 4 e 5 dgito, respectivamente, como 01 (??.01) so departamentos administrativos. Toda a seo onde o 4 e 5 dgito, respectivamente, so 02 (??.02) so departamentos operacionais. 01 - Matriz 02 - Filial ??.01 Administrativo??.02 - Operacional

    Calendrios

    Os calendrios guardam as datas consideradas como feriados. uma entidade compartilhada entre todos os aplicativos da Linha RM que dependem do Calendrio em suas rotinas.

    Normalmente, quando h um feriado o sistema precisa se comportar de maneira diferente dos demais dias.

    Exemplo: Ao cadastrar frias com incio em um dia de feriado ou descanso, o sistema emitir uma mensagem na tela de cadastro das frias. OU ento, poder desconsiderar este dia na contagem dos dias de gozo. Esse comportamento s possvel quando, por intermdio do Calendrio, o sistema tem o registro de que o dia um feriado.

    Procedimento 1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cadastros Globais / Calendrios (no RMLabore.exe menu Cadastros / Calendrios); 4. Clique no boto Incluir; 5. Informe Cdigo e Nome; 6. Acesse a Pasta Feriados; 7. Clique no boto Incluir; 8. Informe o dia do feriado, nome e hora de inicio e trmino do feriado;DICA: Se o feriado se refere ao perodo integral, informe 00:00 s 23:59. 9. Clique no boto Salvar,OK.

    Sees

    A parametrizao das sees um dos processos mais importantes da folha de pagamento e de suma importncia para realizao do processo de admisso, pois a partir da alocao do funcionrio a uma seo que podero ser emitidos relatrios, alm de outros processos aqui mencionados e estudados. A seo a rea na qual o funcionrio est alocado.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Sees (no RMLabore.exe menu Cadastros / Sees);

  • 8 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    4. Para incluir uma nova seo, clique no boto Incluir e preencha os campos CNPJ, Filial, Departamento, calendrio e se a empresa pessoa fsica ou jurdica. Tambm devem ser preenchidos os campos referentes ao endereo e campos disponveis nas pastas Dados p/ INSS e RAIS / CAGED; 5. Aps insero dos dados clique em Salvar, Ok; 6. Para editar cadastros de sees j existentes, clique no boto Editar, em caso de alterao, aps alterar o(s) dado(s), clique em Salvar, Ok; 7. Para excluir registros de sees clique no boto Excluir.

    O sistema somente permite a excluso de uma seo, caso ela no esteja relacionada a outros cadastros.

    Caso a empresa tenha a necessidade de alterar o cdigo das sees dever executar o processo Trocar Cdigo da Seo.

    Caso a identificao da empresa no seja pelo CNPJ deve ser informado o nmero de CEI.

    Atravs dos anexos possvel visualizar os funcionrios lotados na seo, dados relativos a emisso do relatrio de RAIS, incluso e histrico de benefcios associados mesma.

    Para empresas que utilizam CEI deve ser definida uma mscara para esse nos parmetros globais do sistema.

    Funes

    O cadastro de funes corresponde s funes a serem utilizadas na empresa e exercidas pelos seus funcionrios.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cargos | Funes / Funes (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funes / Funes);4. Para incluir uma nova funo clique no boto Incluir, preencha os campos em negrito, em seguida, clique em Salvar, OK;5. Para editar ou excluir um registro j existente, clique nos respectivos cones Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

    O sistema somente permite a excluso de uma funo, caso essa no tenha sido relacionada a outros cadastros.

    Para que a funo possa ser utilizada por algum funcionrio, a mesma deve estar ativa.

    Por meio dos anexos possvel visualizar as sees que possuem a funo e os funcionrios que exercem a funo. Dados referente ao Controle de Lotao, como o quadro disponvel na pasta Identificao e no anexo Quadro de Lotao, devem ser estudados no TOTVS Gesto de Pessoas. possvel copiar o cadastro de funes de uma coligada para outra, atravs do processo Copiar funo entre coligadas.

  • 9Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Nivis Este cadastro guarda nveis de funes, que iro compor as tabelas salariais (Cargos/Salrios) e sero utilizados tambm no cadastramento de funes. O cadastro de nveis administrado pelo TOTVS Gesto de Pessoas. Os nveis da funo dos funcionrios podero ser cadastrados atravs do TOTVS Folha de Pagamento, entretanto, o eventual uso de frmulas para determinar valores de faixa de um nvel dever ser feito previamente no TOTVS Gesto de Pessoas.

    Exemplo: Cargo: Analista Nveis: Trainee, Jnior e Mster. Para devido cadastro de nveis, seguir o procedimento abaixo.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cargos | Funes / Nveis (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funes / Nveis); 4. Para incluir um novo nvel, clique no boto Incluir. Os campos em negrito so de preenchimento obrigatrio. clique em Salvar, Ok; 5. Para editar ou excluir um registro j existente clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao no deixe de salvar o registro.

    FaixasAs faixas so utilizadas na montagem da tabela salarial. Este cadastro tambm administrado pelo TOTVS Gesto de Pessoas.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cargos | Funes / Faixas (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funes / Faixas); 4. Para incluir uma nova faixa, clique no boto Incluir. Os campos em negrito so de preenchimento obrigatrio, clique em Salvar, Ok; Ateno! O campo referente a percentual serve para auxlio na montagem das tabelas salariais.5. Para editar ou excluir um registro j existente clique nos respectivos cones Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

    Grupos Ocupacionais Definem o conjunto de cargos que se assemelham quanto natureza e trabalho. Serve para classificar os cargos e administr-los diferentemente. Esse agrupador de cargos origina-se do TOTVS Gesto de Pessoas.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cargos | Funes / G.Ocupacionais (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Cargos e Funes / Grupos Ocupacionais); 4. Para incluir um novo grupo, clique no boto Incluir. Os campos em negrito so de preenchimento obrigatrio, clique em Salvar, Ok;5. Para editar ou excluir um registro j existente, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

  • 10 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Cargos Tambm conhecido como funo, ou emprego pblico, ou particular. Esse cadastro destina-se apenas incluso, consulta e/ou alterao dos cargos, que funcionaro como um agrupador de funes.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cargos | Funes / Cargos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funes / Cargos); 4. Para incluir um novo cargo, clique no boto Incluir. Os campos em negrito so de preenchimento obrigatrio, clique em Salvar, Ok;5. Para editar ou excluir um registro j existente, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

    Na viso de cargos o sistema exibe as funes associadas a esses.

    Tabelas de Clculo

    Para clculo do INSS e IRRF descontados nos processos de Folha Mensal, Frias e Resciso, preciso que existam tabelas de clculo com finalidade especfica.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Clculos / Tabelas de Clculo (no RMLabore.exe menu Cadastros / Clculos / Tabelas de Clculo); 4. Para incluir uma nova tabela clique no cone Incluir, campos em negrito so de preenchimento obrigatrio. Clique em Salvar. Na pasta Valores da Tabela, ou anexo correspondente, clique no boto Incluir para cadastrar as faixas da tabela. Os campos Limite Superior e Percentual devem ser preenchidos, para as tabelas com finalidade INSS ou IRRF. Clique em Salvar, Ok; 5. Para editar um registro j existente ou excluir, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.Ateno! Para tabela com finalidade INSS, tambm deve ser preenchido o campo Perc.com CPMF. Para tabela com finalidade IRRF, tambm deve ser preenchido o campo Valor a Deduzir. possvel utilizar tabelas de clculos para clculo de desconto de convnio mdico e odontolgico, e diversos outros clculos, bastando para isso, criar a tabela com os devidos dados e retornar o valor da mesma em frmula de clculo, esta, por sua vez, dever ser associada ao evento. No deve existir interseo de datas entre tabelas de mesmo cdigo e finalidade. possvel copiar tabelas j existentes.

    Atravs dos processos, possvel copiar mltiplos registros, ou seja, copiar os dados de uma tabela j existente, reajustando seus valores. Para isso, selecione os registros que tero os dados copiados e reajustados, selecione o processo Cpia de Mltiplos Registros: Tabelas de Clculo, informe incio e fim de vigncia da nova tabela e o reajuste a ser aplicado nos campos disponveis, poder ainda optar por alterar o nome da tabela. Para que no haja duplicidade de tabelas, sugerimos que deixe o parmetro Alterar data final da vigncia na tabela original marcado, isto, caso j no tenha realizado essa alterao.

  • 11Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Exemplo clculo INSS: Tabela de contribuio mensal1. Segurados empregados, inclusive domsticos e trabalhadores avulsos

    TABELA VIGENTE

    Tabela de contribuio dos segurados empregado, empregado domstico e trabalhador avulso, para pagamento de

    remunerao

    a partir de 1 de julho de 2011

    Salrio-de-contribuio (R$) Alquota para fins de recolhimento ao INSS (%)

    at R$ 1.107,52 8,00

    de 1.107,53 at 1.845,87 9,00

    de 1.845,88 at 3.691,74 11,00

    Portaria n 407, de 14 de julho de 2011

    Base de INSS = R$1.107,52Valor do INSS desconto: R$1.107,52 * 8% = 88,60Valor do INSS alquota normal: R$1.107,52 * 8% = 88,60

    Observao:No clculo do INSS o valor que ultrapassa a ltima faixa desconsiderado para clculo do desconto. Logo, o sistema passa a considerar como a base de clculo para desconto o valor da ltima faixa. Para clculo dos encargos fica valendo o valor realmente pago ao funcionrio.

    Exemplo:Base de INSS = R$4.500,00Valor do INSS desconto: R$3.691,74 * 11% = 406,08Valor do INSS alquota normal: R$3.691,74 * 11% = 406,08

    Exemplo clculo IRRF:Medida Provisria n 528, de 25 de maro de 2011.Para o ano-calendrio de 2011:Tabela Progressiva MensalBase de Clculo (R$) Alquota (%) Parcela a Deduzir do IR (R$)

    At 1.566,61 - -

    De 1.566,62 at 2.347,85 7,5 117,49

    De 2.347,86 at 3.130,51 15 293,58

    De 3.130,52 at 3.911,63 22,5 528,37

    Acima de 3.911,63 27,5 723,95

    R$ 157,47 valor para dependente referente ao ano-calendrio de 2011.

    O clculo do IRRF no sistema dividido em duas partes.Base INSS e IRRF =R$3200,00Valor do INSS desconto: R$3200,00 * 11% = R$352,00Valor do INSS alquota normal: R$3200,00 * 11% = R$352,001 dependente de IRRF, deduo de R$157,47.1 parte verificao da faixa de clculo(valor da base de IRRF Valor do INSS com alquota normal Valor a deduzir por dependente de IRRF) ento teremos:R$3200,00 352,00 157,47 = R$2690,53 equivalente a faixa 3, percentual 15%2 parte (valor da base de IRRF Valor do INSS com alquota normal valor a deduzir por dependente de IRRF ) * o percentual.

  • 12 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Valores Fixos

    Para clculo de salrio famlia, IRRF e gerao de GPS preciso que haja valores fixos com finalidade especfica.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Clculos / Valores Fixos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Clculos / Valores Fixos); 4. Para incluir um novo valor fixo clique no cone Incluir, campos em negrito so de preenchimento obrigatrio. Devemos definir a finalidade do valor fixo a ser criado, em seguida, clique em Salvar, Ok; 5. Para editar um registro j existente ou excluir, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

    possvel utilizar valores fixos para outros clculos.

    Exemplo: Para o valor do ticket refeio basta criar o valor fixo com devidos dados e retornar o seu valor dpor meio de frmula de clculo, que por sua vez, dever ser associada ao evento. No deve existir interseo de datas entre tabelas de mesma finalidade. possvel copiar valores fixos de uma coligada a outra por meio do recurso de Processos. Tambm possvel fazer diversas exportaes desse cadastro.

    Eventos

    Os eventos, tambm conhecidos como verbas, so utilizados no clculo da folha de pagamento para discriminao dos valores que so pagos ou descontados dos funcionrios, como dias trabalhados, horas extras, INSS, IRRF e outros.

    Os valores calculados na folha de pagamento muitas vezes so definidos em virtude da quantidade de dias trabalhados, quantidade de horas executadas ou valores identificados por outras formas de clculo (percentagens, valores fixos, frmulas ou cdigo de clculo).

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Eventos / Eventos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Eventos); 4. Para incluir um novo evento clique no cone Incluir, campos em negrito so de preenchimento obrigatrio. Na pasta Identificao preencha os campos Cdigo de Clculo, Tipo do evento, Percentual de incidncia e Prioridade. J na Pasta Inc.Proventos ou Inc.Descontos defina as incidncias do evento, em seguida, clique em Salvar, Ok;5. Para editar um registro j existente ou excluir, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, no deixe de salvar o registro.

    O sistema somente permite a excluso de um evento, caso esse no tenha sido relacionada a outros cadastros.

    Para clculo automtico do evento, alm de cdigo de clculo e percentual de incidncia, podemos utilizar do recurso de frmulas.

  • 13Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Caso a empresa trabalhe com funcionrios comissionistas, poder configurar o evento como Compe comisso.

    Caso a empresa possua eventos no identificados por cdigo de clculo e que precisam ser calculados conforme os dias trabalhados, poder optar por pagar o mesmo de forma proporcional. Para isso, dever marcar o parmetro correspondente nos parmetros de clculo do sistema.

    Os campos Chave e Totalizador interferem na impresso dos eventos em relatrios, e demais campos na utilizao de seu valor em frmulas ou contabilizao.

    Anexo Eventos de MdiaInforme se o evento incide nas mdias de 13 salrio, frias, aviso prvio ou licena maternidade.

    Anexo Eventos Relacionados Reprogramao SalarialInforme se o evento ir compor a base do salrio composto, geralmente, utilizado para professores.

    Anexo Lanamentos VinculadosInclua os eventos que sero lanados, automaticamente, aps lanar o evento em questo no envelope de pagamento. Caso os eventos que deram origem ao lanamento vinculado sejam cancelados, os eventos que foram lanados automaticamente, tambm sero cancelados.

    Tambm possvel executar o processo de cpia dos registros entre coligadas.

    Horrios

    O Horrio indica quando o funcionrio dever estar na empresa. No TOTVS Folha de Pagamento somente um campo informativo e deve ser informado no momento da admisso do funcionrio.

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Horrios;2. Clique no boto Novo;3. Preencha os campos Cdigo e Descrio.4. Na Pasta Identificao do cadastro de horrio possvel realizar/visualizar as seguintes parametrizaes: Data Base (Referncia), Horrio Inativo, Horrio Alternativo Noturno, No considera feriados no clculo, Considera Feriado no Inicio da Jornada do dia anterior.5. Acesse a Pasta Batidas. Nessa pasta realizamos os principais cadastros e definies a respeito das batidas do horrio. Todo horrio composto por uma escala que dita quais batidas devem ser realizadas pelos funcionrios a cada dia de seu perodo. A escala tem que ser cadastrada at que volte a se repetir.

    Exemplo:Se o funcionrio tem uma escala 5x2 (isto , 5 dias de trabalho e 2 dias de descanso) temos que cadastrar a escala com 7 ndices* informando os 5 dias de trabalho e os dois dias de descanso para que ela gire durante todo o perodo que o funcionrio utilizar a escala.A associao de letras aos ndices tem como objetivo definir quais as possveis escalas de trabalho podem ser realizadas pelos funcionrios associados a um determinado horrio.6. Clique no boto Batidas e inclua as batidas: 08:00 12:00 14:00 18:00 E S E S7. Clique no boto Jornada e inclua a jornada de 08:00 as 18:00.

  • 14 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    8. Retorne ao horrio e copie as batidas cadastradas por mais 4 ndices por meio do boto Copiar horrio para o prximo dia.9. Inclua um compensado de 00:00 s 24:00, no sexto dia atreves do boto Compensado10. Inclua um descanso de 00:00 s 24:00, no stimo dia atravs do boto Descanso.11. Inclua um ndice para o horrio.Exemplo: Considerando o horrio abaixo:1- 08:00 12:00 14:00 18:002- 08:00 12:00 14:00 18:003- 08:00 12:00 14:00 18:004- 08:00 12:00 14:00 18:005- 08:00 12:00 14:00 18:006-Com7-DescPara esse horrio podemos ter turmas folgando em dias diferentes por meio da associao de letras ao ndice.Como montar essas turmas considerando o horrio acima?Primeiramente teremos que identificar qual a data base para esse horrio. Essa identificao realizada na Pasta Identificao na edio de um horrio.Suponhamos que a data base seja: 01/01/2007 (segunda-feira). Assim faremos a seguinte associao: Se a turma A ir descansar na quarta-feira, devemos marcar o ndice 7 do horrio como quarta-feira e a partir dele chegar data base (segunda-feira).1- 08:00 12:00 14:00 18:002- 08:00 12:00 14:00 18:003- 08:00 12:00 14:00 18:004- 08:00 12:00 14:00 18:005- 08:00 12:00 14:00 18:00 (segunda-feira)6-Com7-Desc (quarta-feira)Ento para a turma dever ser associado o ndice 5.Se a turma B ir descansar na sexta-feira, devemos setar o ndice 7 do horrio como sexta-feira e a partir dele chegar a data base (segunda-feira).1- 08:00 12:00 14:00 18:002- 08:00 12:00 14:00 18:003- 08:00 12:00 14:00 18:00 (segunda-feira)4- 08:00 12:00 14:00 18:005- 08:00 12:00 14:00 18:00 6-Com7-Desc (sexta-feira)Ento para a turma dever ser associado o ndice 3.Dessa forma podemos ter em um nico horrio varias escalas ou turma de trabalho.12. Clique no boto Salvar o horrio estar pronto para ser associado aos funcionrios. Os demais botes da Pasta Batidas sero explicados na Parametrizao do Horrio Planejado.

    Sindicatos

    Cada categoria profissional tem pelo menos um sindicato. Cada sindicato elabora em conjunto com os empregadores uma Conveno Coletiva de Trabalho, que determina algumas formas de clculos, alguns valores a serem pagos aos funcionrios que esto ligados ao sindicato e tambm a outras questes trabalhistas e at mesmo sociais.

  • 15Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Sindicatos;2. Para inserir um sindicato selecione o boto Incluir. Na Pasta Identificao informe os campos Cdigo e Descrio, clique em Salvar, e Ok;3. Para editar ou excluir um registro existente, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, alterar o(s) campo(s) desejado(s), clique em Salvar, e Ok.

    O sistema somente permite a excluso de um sindicato, caso ele no estejado relacionado a outros cadastros. Tambm devem ser informados os campos referentes a endereo e as parametrizaes de clculos para vale-transporte, comissionistas, parmetros de desconto de contribuio sindical, salrio mnimo e mdias de 13 Salrio, Frias, Aviso Prvio e Licena Maternidade, para evitar possveis inconsistncias. Em alguns casos, grupo de insalubridade e frmula para indenizao do artigo 479. Pode-se associar valores ao sindicato na Pasta Valores Associados.

    Funcionrios

    Aps definio dos cadastros anteriores, pode-se alimentar o sistema com os funcionrios que iro compor o quadro de empregados da empresa.

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios;2. Para incluir um novo funcionrio clique no boto Inserir;3. Na Pasta Identificao preencha os campos Chapa, Nome, Data de Nascimento, Sexo e Grau de Instruo;4. Na Pasta Documentos/Doc.Pessoais preencha o campo Nmero da CTPS;5. Na Pasta Registro/Admisso preencha os campos Data, Tipo e Motivo da Admisso e Sindicato;6. Na Pasta Registro/Admisso II preencha os campos Funo, Histrico de Funo, Seo, Histrico de Seo, Situao Rais e Contribuio Sindical; e em caso de desconto da contribuio informe Histrico de Contribuio Sindical;7. Na Pasta Registro/FGTS / SEFIP / INSS preencha os campos de opo pelos clculos de FGTS, INSS e dados referentes ao relatrio de SEFIP;8. Na Pasta Base de Clculo/Base de Clculo preencha os campos Forma de Recebimento, Tipo de Funcionrio, Situao, campos referentes a Salrio e Horrio.9. Aps insero dos dados, clique em Salvar, e Ok;10. Para editar um registro existente clique no boto Editar. Em caso de alterao, alterar o(s) campo(s), clique em Salvar, e Ok.

    A tela inicial, chamada de Viso de Funcionrios, apresenta os funcionrios j cadastrados no sistema que foram selecionados atravs do recurso de filtros.

    Por meio do cadastro de funcionrios possvel cadastrar frias, rescises, consultar o envelope de pagamento, boto Envelope, consultar e incluir verbas em meses anteriores, atravs dos botes Ficha Financeira e Ficha Financeira Complementar. Ainda na viso de funcionrios possvel alterar valor de vale transporte, gerar Grfico Salarial, alterar grupo de acesso ao Portal RM e incluir usurio do mesmo, alterao de chapa e emisso de relatrios com o tipo VISAO FUNC.

    Chefes/SupervisoresO cadastro de Chefes/Supervisores tem como objetivo definir os chefes e os supervisores existentes na empresa.

  • 16 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    O funcionrio com status de chefe ter acesso s informaes pertinentes a sua equipe que sejam referentes folha de pagamento. Este cadastro utilizado para habilitar as opes relativas chefia no RM Portal (acesso remoto via WEB) como a aprovao ou execuo de ocorrncias, definio de substitutos de chefia e definio de supervisores de equipe.

    Atravs do cadastro de Chefes e Supervisores podemos definir os chefes conforme estrutura de sees e supervisores conforme equipes. A definio de chefes e supervisores sero utilizados no processo de folha e frias.

    Saiba como definir chefes ou supervisores.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Chefes e Supervisores / Chefes e Supervisores (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas auxiliares / Chefes e Supervisores); 4. Para definir um chefe ou supervisor, devemos selecionar o nvel de seo desejado e clicar no cone referente ao cadastro desejado (Chefe, ou Supervisor, ou Chefe Externo, ou Supervisor Externo.

    Para funcionrios com status de supervisor, preciso selecionar qual equipe esse funcionrio ir liderar. As equipes correspondem a itens da tabela dinmica PEQUIPE.

    Ateno!Somente permitido incluir supervisores nas sees mestres, ou seja, seo de lotao.

    Os chefes e supervisores externos so provenientes do cadastro de Externos, portanto, estes precisam estar previamente cadastrados antes de defini-los como chefes ou supervisores. O cadastro de externos utilizado para incluir pessoas as quais no tero a sua folha de pagamento controlada pelo sistema, podendo este ser um terceiro, porm, desenvolvem o papel de chefia na empresa.

    Procedimento:1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Chefes e Supervisores / Externos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Externos); 4. Clique no cone Incluir para inserir o registro. Ao incluir um externo, alm de informar dados referentes pessoa, devemos informar Dados Externo que so referentes Folha de Pagamento, como cdigo do externo, situao, seo de lotao, funo e perodo do cadastro.

    O parmetro Master permite ao usurio definir se o chefe escolhido poder designar substitutos de chefes.

    DependentesAssim como os funcionrios tem seus cadastrados especficos, os dependentes tambm tm seus cadastros. O diferencial que o dependente sempre est associado a um funcionrio. Os dependentes possuem um nmero que os identificam dentro do cadastro do funcionrio.

    Procedimento1. Edite o cadastro do funcionrio, acesse a Pasta Base de Clculo, Subpasta Dependentes;2. Para incluir um novo dependente, clique no boto Inserir. Na Pasta Identificao preencha os campos Nome, Sexo, Parentesco e Estado Civil, clique em Salvar, e Ok;

  • 17Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    3. Para editar ou excluir um dependente j existente, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, alterar o(s) campo(s), clique em Salvar, e Ok.

    PensoO clculo da penso alimentcia definido em lei nos termos da obrigatoriedade de pagamento por parte do funcionrio, quando a justia assim determinar, porm no existe definio de que o clculo ser o mesmo para todos os funcionrios. Alguns pagam penso no valor de um salrio mnimo, outros um percentual sobre o rendimento bruto, outros sobre o rendimento lquido e tantos outros clculos. O sistema permite que diversos tipos de clculos de penso sejam definidos.

    Para desconto da penso alimentcia, no h obrigatoriedade de cadastramento do dependente no sistema, mas para efeitos de declarao de imposto de renda esses dados se tornam necessrios (dados da penso), por via de regra a orientao que sempre se cadastre o dependente de penso. O dependente de penso geralmente so filhos ou cnjuges.

    Para desconto automtico do valor da penso necessrio a parametrizao do cadastro de dependentes e a criao de eventos, que podem ser lanados como cdigos fixos.

    Procedimento1. Acesse Cadastros / Funcionrios. Selecione o funcionrio e faa a edio do seu cadastro, via boto Editar, ou duplo clique;2. Acesse a Pasta Base de Clculo, Subpasta Dependentes;3. Edite o cadastro do dependente de penso, atravs do boto Editar ou duplo clique;4. Acesse a Pasta Incidncias, marque Penso, e Salvar;5. Acesse a Pasta Dados da Penso e informe o campo percentual, e em caso de penso sobre o bruto, marcar o parmetro correspondente, do contrrio o sistema entender, que o clculo ser sobre o lquido, a menos que possua frmula de clculo, clique em Salvar, e OK.

    Conforme a legislao de IRRF o dependente de penso no pode ser dependente para fins de desconto do imposto de renda.

    Para desconto da penso o sistema disponibiliza quatro cdigos de clculo:

    l 13 Penso sobre folha;l 113 Penso sobre frias;l 120 Penso sobre 13 salrio;l 121 Penso sobre participao nos lucros.

    Penso sobre o lquidoQuando no marcamos o campo Ordenado Bruto ou no informamos uma frmula de clculo nos dados da penso, o sistema entende que a penso deve ser calculada sobre o lquido. A penso calculada sobre o valor lquido tem um clculo particular, pois nos casos onde o funcionrio atinge a alquota de desconto de IRRF o valor da penso passa a ser considerado como dedutvel do clculo do IRRF, e como o IRRF interfere no valor lquido do funcionrio seu valor consequentemente influenciar o valor da penso.

    O sistema disponibiliza nos clculos realizados logs de conferncia do clculo realizado, em caso de penso sobre o lquido, recomendvel que se utilize a frmula presente nesses logs.

  • 18 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Subentidades

    Centros de Custo (RM Labore)Em toda empresa os custos so rateados entre reas, que podem ser sees, departamentos ou at mesmo local de trabalho. Este rateio chamado de Centro de Custo, isto , onde a despesa ou lucro devem ter seus valores tratados.

    No TOTVS Folha de Pagamento existe um conceito de centro de custo que difere dos demais aplicativos da linha RM, pois neste aplicativo o Centro de Custo da folha de pagamento deve ser associado ao Centro de Custo que utilizado em outros aplicativos (Centros de Custo Globais).

    No cadastro dos Centros de Custo devem ser informados os dados utilizados para vinculao aos Centros de Custo globais e os dados que podero ser utilizados para contabilizao ou lanamento financeiro.

    A utilizao de centros de custo no TOTVS Folha de Pagamento depende da parametrizao do sistema para permitir que os clculos da folha possam ser rateados entre eles. Essa parametrizao no obrigatria e s deve ser efetuada nos casos em que realmente a estrutura de custos no segue a padronizao da estrutura de sees.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Centros Custos (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Centro de Custo (RM Labore) ); 4. Para que o sistema faa o clculo da folha por centro de custo acesse o RMLabore.exe, menu Opes / Parmetros / RMLabore, pasta Parm.Clculo e marque o parmetro Utiliza Clculo por Centro de Custo. 5. Clique em Salvar, Ok; 6. No cadastro dos funcionrios ser habilitada a pasta Rateios Fixos para que sejam informados os centros de custos e seus respectivos percentuais; 7. Para incluir um centro de custo, clique no boto Incluir, informe o centro de custo e percentual correspondente, clique em Salvar, Ok;

    Para alterar o percentual de um centro de custo j existente, clique no boto Editar. Para excluir, clique no boto Excluir.

    Os campos em amarelo so de preenchimento obrigatrio. O total dos percentuais de centro de custo informados no cadastro do funcionrio deve totalizar em 100%.

    Para gerao da GPS - Guia de Previdncia Social por centro de custo preencher os campos da pasta Dados p/ INSS.

    Fiqueatento

    Em caso de contabilizao por centro de custo, preencher o centro de custo global, os cdigos de integraes, filial, departamento contbil e os campos da Pasta Endereo, conforme necessidade da empresa.

  • 19Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Tomadores de ServioA utilizao de tomadores consiste em relacionar os funcionrios com as empresas que compram os servios da empresa onde ele registrado. Nesse processo o vnculo do funcionrio, seus pagamentos e recolhimentos so efetuados pela empresa onde ele registrado, porm os valores da prestao dos servios e as empresas onde ele prestou servio so informados no SEFIP.

    H dois tipos de tomadores: construo civil e cesso de mo-de-obra.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cliente e Fornecedor (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Cliente e Fornecedor); 4. Clique no cone Incluir para inserir as empresas/obras que tomaro os servios, campos em negrito so de preenchimento obrigatrio;5. Na Pasta Dados Fiscais informe o Tipo de tomador e o Cdigo de pagamento de GPS, clique em Salvar, OK; 6. No RMLabore.exe, acesse o menu Opes / Parmetros / RM Labore, na pasta Parm. Clculo marque o parmetro Utiliza tomadores de servio; 7. Informe o tipo de tomador. No campo Cdigo da Empresa no cadastro de Tomadores informe o cdigo da empresa no cadastro de cliente/fornecedor e demais campos apresentados conforme particularidades da empresa; Ateno: No caso de filiais, os funcionrios que no prestam servios em tomadores devero ter o tomador que identifica a filial informada em seus cadastros. 8. Clique em Salvar, OK; 9. Acesse o RM.exe;10. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;11. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Eventos / Eventos, edite os eventos que sero distribudos para os tomadores e marque o parmetro Segue rateio de tomadores;12. Clique em Salvar, OK; Ateno: Alguns eventos no precisam ter o campo marcado. Um desses eventos o evento de licena maternidade. 13. Acesse o RMLabore.exe, menu Cadastros / Funcionrios. Edite o cadastro dos funcionrios que se encontram lotados em tomadores de servio. Na pasta Tomadores de Servio informe o cdigo do tomador ou selecione-o por meio da listagem apresentada, assim como, o tipo de tomador e valor;Ateno: Um funcionrio pode no ter tomadores ou pode ter vrios. Para os funcionrios que no prestam servio em tomadores no preciso informar o tomador em seu cadastro, pois o sistema considerar o tomador informado como global nos parmetros do sistema. Fique atento no caso de utilizao de filiais, pois os funcionrios da filial devero ter o tomador que identifica a filial.

    Observao:Ao inserir um evento via entrada de dados por tomador, o sistema no far a distribuio de valores conforme os tomadores de servio do cadastro do funcionrio.

    Tomador de Servio x SeesPara utilizao de tomadores do tipo cesso mo-de-obra no necessrio nenhuma parametrizao no cadastro de sees, porm, para empresas que administram obras, devem existir cadastradas sees que permitam identificar separadamente as sees que so da rea administrativa (no so obras) e as sees que so obras.

  • 20 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Uma empresa pode ser identificada pelo CPF ou CNPJ (no caso de CPF existe um CEI que identifica a prpria empresa), e cada obra identificada por um nmero de CEI. Uma empresa pode ter diversos CNPJs, no caso de filiais, uma filial tambm pode ser administradora de obras. Dessa forma cada CNPJ deve ter identificadores que permitam a centralizao dos funcionrios no alocados em obras e identificadores para cada obra.

    Exemplo:CNPJ Matriz 21.867.387/0001-58CNPJ Filial 21.867.387/0003-10 Obra 1, relacionada a matriz, CEI: 11.111.11.111/11 Obra 2, relacionada a filial, CEI: 22.222.22.222/22Obra 3, relacionada a filial, CEI: 33.333.33.333/33

    Para este exemplo deve existir uma quebra que identifique a mudana de CNPJ e uma quebra que identifique a centralizao do administrativo e das obras em cada CNPJ.O cadastro de sees poderia ter a seguinte configurao: 01 - Matriz 01.001 - Administrativo matriz 01.001.01 - Departamento Administrativo 01.001.01.001 - Setor financeiro 01.001.01.002 - Setor de Pessoal 01.001.02 - Departamento operacional 01.001.02.001 - Produo 01.002 - Obra 1 (CEI 11.111.11.111/11) 01.002.01 - Coordenao 01.002.01.001 - Engenheiros 01.002.01.002 Encarregados 02 - Filial 02.001.01 - Departamento Administrativo Filial 02.001.01.001 - Setor financeiro 02.001.01.002 - Setor de Pessoal 02.001.02 - Departamento operacional 02.001.02.001 - Produo 02.002 - Obra 2(CEI 22.222.22.222/22) 02.002.01 - Coordenao 02.002.01.001 - Engenheiros 02.002.01.002 - Encarregados 02.003 - Obra 3(CEI 33.333.33.333/33) 02.003.01 - Coordenao 02.003.01.001 - Engenheiros 02.003.01.002 - Encarregados

    Os cadastros que comeam com 01 so relacionados a matriz;Os cadastros que comeam com 02 so relacionados a filial; Os cadastros que comeam com XX.001 so relacionados ao pessoal administrativo (no alocado em obra); Os cadastros que tem a estrutura inicial (6 dgitos) diferentes de XX.001 so relacionadas as obras.

    Nas Configuraes RH, pasta Sees o cadastro deveria ser feito como:

  • 21Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Mscara: ##.###.##.### Quebra de CNPJ: ?? Quebra mestre: ?????????????Campo Utiliza CEI marcado Cdigo de quebra para CEI: ?????? (indica a alterao de dados que identificam as sees administrativas e as obras).

    Fiqueatento

    Quando a empresa utiliza sees identificadas por CEI, no cadastro de sees que utilizam CEI o campo CEI deve estar preenchido e o campo Identificao pelo CNPJ deve estar desmarcado.

    Clculos e Lanamentos da FolhaOs clculos da folha no so efetuados por tomadores, como acontece com os clculos por centro de custo. O clculo de valores por tomador feito aps o clculo da folha, e os eventos no so recalculados, apenas tem seus valores proporcionalizados conforme os dias trabalhados em cada tomador. Quando um evento inserido na movimentao do funcionrio atravs das opes de: envelope de pagamento, grupo de eventos, clculos de frias, resciso e 13 salrio, o sistema no faz nenhum tratamento quanto ao valor a ser proporcionalizado para cada tomador. A proporcionalizaco feita a travs de um mdulo especfico para distribuies. O mdulo de distribuio tem a funo de proporcionalizar os valores dos eventos de acordo com os tomadores informados nos cadastros dos funcionrios.

    Exemplo: O funcionrio tem em seu cadastro dois tomadores, como descrito abaixo. C00001 - Tomador 1 - 10 dias C00002 - Tomador 2 - 20 dias

    Foram lanados para os funcionrios os eventos abaixo (por meio do lanamento de grupos de eventos). 0002 - Dias Trabalhados = R$ 3000,00 0082 - Horas extras = R$ 1500,00

    Por meio do mdulo de entrada de dados foi lanado o evento abaixo, para o mesmo funcionrio, porm para o tomador C00003. 0083 - Adicional noturno = R$ 333,33

    Ao ser processado o mdulo de distribuio, os dados dos tomadores ficaro da seguinte forma:

    0002 - Dias trabalhadosC00001 = R$ 1000,00 (3000 / 30 * 10) C00002 = R$ 2000,00 (3000 / 30 * 20) 0082 - Horas extras - C00001 = R$ 500,00

    0082 - Horas extrasC00002 = R$ 1000,00

    0083 - Adicional noturno C00003 = R$ 333,33

    O evento 0083 no foi proporcionalizado como os outros eventos, pois a sua informao ocorreu atravs da entrada de dados por tomador.

  • 22 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    FrmulasO TOTVS Folha de Pagamento dispe de um excelente recurso para permitir a realizao de clculos no contemplados nativamente pelo sistema ou para se obter dados para serem utilizados na atualizao de campos da base de dados ou emisso de relatrios.

    Procedimento1. Acesse o RMLabore.exe, menu Cadastros / Frmulas; 2. Clique no cone Incluir para cadastrar uma frmula; 3. Na pasta Identificao informe o cdigo, ttulo e texto da frmula; 4. Caso a frmula seja de crtica da folha ou de seleo, marque o parmetro correspondente; 5. Aps criar a frmula clique em Salvar, OK.

    Ateno:Por meio do Editor de frmulas possvel localizar variveis de frmulas atravs de sua sintaxe ou sua finalidade. Permite ainda visualizar os parmetros requeridos. Varivel Finalidade Exemplo de texto Resultado

    RC Retorna o valor do salrio do cadastro. RC * 1.10 Salrio + 10%

    SFUNCRetorna a informao da situao atual do

    funcionrio, se ativo, demitido, frias, etc.

    SE SFUNC=A ENTAO ATIVO

    SENAO NO ATIVO FIMSE

    Se o funcionrio estiver na

    situao ativo o resultado ser

    a palavra ATIVO caso contrrio

    o texto do resultado ser NO

    ATIVO.

    C(cod evento)Retorna o valor do evento, informado entre

    aspas, no perodo atual.C(0002) / 25 * 5

    O valor do evento com cdigo

    0002 ser divido por 25 e

    multiplicado por 5.

    Frmulas para retorno de dados cadastraisPara ler algum dado do cadastro do funcionrio, cadastro de dependentes, da pessoa ou alguns outros cadastros o sistema disponibiliza algumas variveis de frmulas. Essas frmulas necessitam de parmetros. Para que retornem os dados corretamente, estes parmetros geralmente so informados entre aspas, com exceo dos parmetros numricos.

    Tipos de parmetros: Nome do campo - ser sempre o nome da tabela na base de dados, sempre entre aspas. Tipo de retorno - permite a formatao do retorno do resultado. Para retorno no formato de data utilize a letra D, para formato string (texto) utilize a letra S e para o formato de valor utilize a letra V (todas as letras devem ser informadas entre aspas).

    Exemplo:TABFUNC (nome do campo, tipo de retorno) - retorna o dado constante em algum campo do cadastro do funcionrio. TABFUNC(INICPROGFERIAS1,D) - Retorna da data de incio de gozo de frias cadastrada para o funcionrio.

    Fiqueatento

    Caso o funcionrio tenha mudado de tomador, antes de ser feita a distribuio execute a liberao de Flags.

  • 23Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Campos ComplementaresCampos complementares so campos criados dentro do aplicativo, depois de todas as tabelas principais do sistema j terem sido criadas.

    Tem como objetivo complementar informaes de um cadastro, com os dados que o usurio do sistema desejar e da maneira que desejar.Por exemplo: criar um campo complementar no cadastro de Funcionrios que contenha o Tipo de Sangue do funcionrio. Todos os registros de funcionrio podero conter o tipo de sangue do funcionrio, se voc quiser controlar.

    Os campos complementares podem ter o tipo de dados definido como: nmeros inteiros, data, texto, texto simples, nmeros reais e alfanumricos. Para este ltimo, possvel aplicar tipo de texto simples, link para um e-mail, link de uma URL e link para chamar um telefone usando o Skype. Neste caso, preciso que o Skype esteja instalado em sua estao para que funcione corretamente.

    Podemos definir, tambm, o tamanho do texto contido nos dados, um valor padro para vir no campo, definir a ordem de listagem do campo e controlar a incluso dos dados a partir de uma frmula.

    No sistema existem diversos campos cadastrais para funcionrios e dependentes, porm, em alguns casos, como se faz necessria a utilizao de um ou mais campos para se informar algo que no existe nativamente no sistema ser preciso criar campos complementares.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Campos Complementares / Funcionrios, para os campos a serem inseridos nos cadastros de funcionrios (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Campos Complementares / Funcionrios); 4. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Campos Complementares / Dependentes, para os campos a serem inseridos nos cadastros de dependentes (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Campos Complementares / Dependentes); 5. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Campos Complementares / Clientes | Fornecedores, para os campos a serem inseridos nos cadastros de cliente / fornecedor; 6. Para inserir um novo campo clique no boto Incluir. Na pasta Identificao devem ser preenchidos os campos Nome da Coluna, Descrio, Tipo e Tamanho, em seguida, clique em Salvar, Ok.

    Para desativar o campo complementar basta selecion-lo na lista de campos complementares e clique no boto Excluir, em seguida, confirmar a inativao;

    Para reativar o campo complementar basta selecione o mesmo na lista de campos complementares e na Pasta Identificao, clique no boto Tornar Campo Complementar Ativo. Demais campos do cadastro de campos complementares so opcionais.

    As informaes inseridas nos campos complementares podem ser utilizadas nos processos de clculo da folha, frias e resciso.

    Exemplo:Nome da Coluna Descrio TipoCALCADO Nmero do calado Inteiro

  • 24 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Tabelas DinmicasAtravs do cadastro de tabelas dinmicas podemos criar tabelas dinamicamente. As tabelas podero ter finalidades distintas, sendo que algumas podem ser definidas pelo usurio do sistema.

    s tabelas dinmicas so vinculados itens, estes, podem ser ou no alterados. Esses itens correspondem a campos da tabela.

    Para as tabelas dinmicas temos as seguintes finalidades:

    Cdigo 0 Diversos Usos internos: Uso interno do sistema. No possvel selecion-la.Cdigo 1 - Cdigo de Servios Bancrios: Tabelas de servios bancrios.Cdigo 2 - Validaes de Campos Complementares: Cada tabela pode possuir quantos itens forem necessrios.Cdigo 3 Uso Interno (permite incluir itens): Cdigo de uso interno do sistema. Voc no pode selecion-lo, mas poder incluir itens de tabela dinmica.

    No sistema, utilizamos tabelas dinmicas para preenchimento de campos j previsto em CLT, como Tipo de Admisso, Tipo de Demisso, dentre outros, alm de disponibilizar tabelas nas quais o usurio pode incluir itens, como Motivo de Admisso, Motivo de demisso e outros.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Cadastros Globais / Tabelas Dinmicas (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Tabelas Dinmicas);4. Para incluir itens nas tabelas, basta edit-las, acessar a pasta Item de Tabela Dinmica e clicar no cone Incluir, ou ento, acessar o anexo correspondente.

    Anotaes

  • 25Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    1. Crie uma tabela dinmica com finalidade 2 Validao de Campos Complementares, conforme roteiro abaixo:

    Cdigo da Tabela: PLANOSAUDEDescrio: Opo de Plano de SadeItens da Tabela:Cdigo DescrioENFE EnfermariaAPTO ApartamentoODON OdontologiaHOME Home Care

    2. Cadastre um campo complementar de funcionrios, conforme roteiro abaixo:Nome da Coluna: SAUDEDescrio: Opo de Plano de SadeTipo: AlfanumricoTamanho: 4Tabela dinmica: PLANOSAUDE (tabela criada no exerccio anterior)

    3. Cadastre um novo campo complementar de funcionrios usando a opo default:Nome da Coluna: CESTABASICADescrio: Cesta BsicaTipo: AlfanumricoTamanho: 10Valor Default: SIM

    4. Edite o cadastro de um funcionrio, acesse a Pasta Campos Complementares e no campo Opo de Plano de Sade verifique as opes disponveis, Em seguida, acesse o campo Cesta Bsica e verifique se o mesmo est preenchido com SIM.

    5. Crie a seo pertencente Matriz incluindo os dados abaixo: Cdigo: 01.17 Descrio: DRH Depto de Recursos Humanos Filial: 01 Matriz BH Departamento: 03 - Administrativo

    6. Cadastre o cargo de Analista e a funo Analista de Recursos Humanos.

    7. Cadastre um horrio conforme roteiro abaixo:Cdigo: 0021Descrio: Horrio AdministrativoBatidas: 08:30 12:30 14:00 18:00 (Segunda a Sexta)Jornada: 08:30 18:00Inclua um dia para compensado e outro para descanso, sbado e domingo respectivamente.Associar letra ao ndice, de forma que o descanso do funcionrio caia no domingo.

    Exerccios

  • 26 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    8. Criar os nveis:- Trainee- Jnior;- Pleno;- Snior.

    9. Criar a funo Analista e associar os nveis criados no exerccio anterior.

    10. Acesse o cadastro do funcionrio chapa 00028 e cadastre as penses:Dependente 2Penso de 20% sobre o lquidoDependente 3Penso de 30% sobre o salrio mnimo

    11. No calendrio 00000001 inclua os feriados de 12/10, 25/12 e 31/12 do ano corrente. Associe esse calendrio a seo 01.01 no RM Labore.

    12. Frmulas:a) Crie uma frmula para descontar 20% do valor total de tickets entregues aos funcionrios. O valor de cada ticket R$10,50.b) Crie uma frmula para calcular uma gratificao de 20% do salrio para os funcionrios que tiveram menos de 03 faltas no perodo e 15% para os demais funcionrios.c) Crie uma frmula para pagar 1% de anunio por cada ano de casa do empregado.d) Crie uma frmula para alterar o salrio dos funcionrios de acordo com as faixas abaixo:Faixa 1: R$600,00 20%;Faixa 2: R$800,00 15%;Faixa 3: R$1.600,00 8%;Faixa 4: Acima de R$1.600,00 5% mais R$50,00 de adicional.e) Faa uma frmula para alterar o salrio dos funcionrios de acordo com o tempo de casa:Admitidos at 01/04/2002 Aumento de 5%;Admitidos at 01/04/2000 Aumento de 7%;Admitidos at 01/04/1998 Aumento de 8%.

    13. Cadastre os seguintes eventos:a) Cdigo: 9003.Descrio: Desconto de TicktTipo: Descontob) Cdigo: 9004Descrio: Gratificao Tipo: Provento Marcar as incidnciasc) Cdigo: 9005Descrio: Anunio Tipo: Provento Marcar as incidnciasObservao: Vincule aos eventos criados acima s frmulas criadas dos exerccios anteriores.

    Exerccios

  • 27Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    ADMISSO DE FUNCIONRIOS

    Admisso Via Linha RM

    Emisso de Relatrios

    Admissionais

    O processo de admisso de um funcionrio um dos primeiros trabalhos realizados em um Departamento Pessoal, porm, esse processo est vinculado a outras informaes que so importantes para que ao uma admisso que no gere problemas futuros.

    Quando se faz uma admisso preciso saber: qual departamento o funcionrio estar associado, a seo em que ele trabalhar, sua funo, seu salrio, seu horrio de trabalho e outras tantas informaes.

    O sistema tem trs maneiras para admisso de funcionrios:

    l Incluso direta: os dados cadastrais do funcionrio so inseridos no sistema de forma manual. Esse processo feito no menu Cadastros/Funcionrios.l Admisso via importao: esse processo consiste na importao de um arquivo TXT contendo os dados cadastrais do funcionrio. Ele feito no menu Utilitrios/Importao de Dados do RM Labore / Pasta Funcionrios / Parmetro Dados Cadastrais.l Admisso via Processo Seletivo do TOTVS Gesto de Pessoas: esse processo consiste em verificar quais os funcionrios esto em processo de admisso. Ser apresentada uma listagem de nomes para seleo. A integrao com o TOTVS Gesto de Pessoas facilita o cadastramento dos funcionrios, pois grande parte dos dados cadastrais j esto preenchidos. feito no menu Cadastros / Funcionrios.

    Admisso

    Funcionrios

    Parametrizador Configuraes RH Calendrios

    Sees Funes Horrios

    Tabelas de Clculo Valores Fixos Eventos

    Sindicatos

    Rotinas Anuais

    Frias

    Folha de Pagamento

    Resciso Contratual

    Encerramento da Folha

    Vale Transporte

    Manuteno de Dados

    Fiscalizao Trabalhista

    Encargos/Obrigaes Sociais

  • 28 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Pessoa CandidatoRequisiode Aumentode Quadro

    Incluso no Processo

    AdmissionalAdmissoPessoa Candidato

    Requisiode Aumentode Quadro

    Incluso no Processo

    AdmissionalAdmisso

    Admisso de Funcionrios Via Processo Seletivo do TOTVS Gesto de Pessoas

    Etapa (1): Incluso de Candidato(No TOTVS Gesto de Pessoas acesse Cadastros / Pessoas, boto Inserir ou Cadastros/Currculos Externos /Processo de aprovar currculo)

    Nesse momento inclumos uma pessoa como candidato no RM Vitae seja por meio de aprovao do seu currculo ou incluso de pessoa como candidato.

    Etapa (2): Requisio de Admisso(Opes / Parmetros / RM Vitae, Pasta Requisies marque o parmetro Requisio Obrigatria para Admisso)

    Nesse momento definimos que para incluir um candidato em processo de admisso preciso existir uma requisio de admisso aprovada no RM Vitae.

    Etapa (3): Incluso de Candidato no Processo Admissional(No TOTVS Gesto de Pessoas acesse Cadastros / Pessoas ativar viso de candidato e clique no boto Inserir no Processo de Admisso)

    Nesse momento inclumos o candidato em processo de admisso do RMVitae.

    Etapa (4): Admisso(Opes / Parmetros / RM Labore, Pasta Outros Parmetros/Parmetros II, campo Admisso do Funcionrio marque o parmetro Somente inclui funcionrios em processo de Admisso no RM Vitae. Em seguida acesse Cadastros / Funcionrios, boto Inserir.)

    Nesse momento definimos que somente sero inclusos como funcionrios os candidatos em processo de admisso no TOTVS Gesto de Pessoas. Ao incluir um funcionrio ser apresentada a tela de seleo de candidatos em processo de admisso.

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros/Funcionrios;2. Para admitir um novo funcionrio clique no boto Inserir;3. Na Pasta Identificao preencha os campos obrigatrios;4. Na Pasta Documentos/Doc.Pessoais preencha o campo Nmero da CTPS;5. Na Pasta Registro/Admisso preencha os campos Data, Tipo e Motivo da Admisso e Sindicato;6. Na Pasta Registro/Admisso II preencha os campos Funo, Histrico de Funo, Seo, Histrico de Seo, Situao Rais e Contribuio Sindical, em caso de desconto da contribuio informe Histrico de Contribuio Sindical;7. Na Pasta Registro / FGTS / SEFIP / INSS preencha os campos de opo pelos clculos de FGTS, INSS e dados referentes ao relatrio de SEFIP;8. Na Pasta Base de Clculo/Base de Clculo preencha os campos Forma de Recebimento, Tipo de Funcionrio , Situao , campos referentes a Salrio e Horrio.9. Aps insero dos dados, clique em Salvar, e Ok;10. Para editar um registro existente, clique no boto Editar, em caso de alterao, alterar o(s) campo(s), clique em Salvar, e Ok.

  • 29Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    O nmero da ficha de registro pode ser informado por quem faz o cadastro ou pelo sistema, para isso, devemos acessar os parmetros do sistema e definir os parmetros de Admisso do Funcionrio.

    Para empresas que utilizam o RM Labore.Net preciso preencha os campos Usurio, Grupo de acesso ao RM Labore.Net e Cdigo de equipe.

    O sistema permite armazenar os exames mdicos realizados pelo funcionrio.

    Para funcionrios horistas pode-se optar em informe o salrio mensal ou salrio hora, essa flexibilidade pode ser definida nos parmetros de clculo do sistema.

    O sistema permite o clculo de salrios para funcionrios que possuem salrio composto por mais de uma atividade na empresa, comum a professores que recebem por matria lecionada.

    O sistema permite a incluso de valores associados a serem pagos na folha de pagamento mensal dos funcionrios. Esses valores podem ter diversos tipos definidos na tabela dinmica INT48. Tambm so campos referentes ao registro funcional que auxiliam nos clculos e relatrios gerados pelo sistema: Data Base, Contrato por prazo, Data de transferncia, Banco de Pagamento, Membro da CIPA e Membro Sindical.

    Os histricos disponibilizados no cadastro do funcionrio devem estar devidamente preenchidos para correta emisso de relatrios retroativos.

    ArredondamentoQuando a empresa trabalha com arredondamento do lquido do envelope de pagamento (para que no fique com centavos) possvel informe um valor de referncia para arredondamento.

    Exemplo:Valor do campo Arredond = R$ 1,00O lquido de R$ 453,28 passar a ser R$ 454,00, pois o sistema pagar um evento de arredondamento, provento no valor de R$ 0,72, para complementar o valor de arredondamento que de R$ 1,00.

    O valor pago como arredondamento (R$ 0,72 no exemplo anterior) ser descontado no prximo perodo calculado.

    Controle de Saldo de VerbasClculo semelhante ao arredondamento.

    Exemplo:Se o funcionrio est com dbito de R$ 700,00 de farmcia conveniada empresa e possui total de proventos R$ 500,00 o sistema armazenar o saldo relativo diferena entre proventos e descontos (R$ 200,00) atravs da opo Usa Controle de Verbas.

    AfastamentosO clculo de valores referente a afastamentos tambm so considerados pelo sistema. Alguns afastamentos geram pagamentos aos funcionrios e outros no. Dependendo do tipo de afastamento a empresa deve recolher encargos referentes ao perodo que o funcionrio ficou afastado. Os registros de afastamentos devem ser includos na Subpasta Hist. Afastamento, que por sua vez preenchida automaticamente pelo sistema ao alterar a situao do funcionrio por um dos afastamentos disponveis:

  • 30 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    Para gravar a base de FGTS de afastado tipo T ou O, preciso definir o perodo de gravao nos parmetros do sistema.

    Para pagamento dos 15 dias devidos empresa deve-se parametrizar o sistema conforme os parmetros de clculo do sistema.

    l Afastamento pela Previdncia SocialOs afastamentos gerados por doenas ou acidentes, no relacionados ao trabalho, so considerados como afastamentos pela Previdncia Social. Os funcionrios que se afastarem por estes motivos devero possuir o registro de afastamento do tipo P (Previdncia). Se o funcionrio se afastar no ms atual e no tiver data prevista de retorno a sua situao deve ser alterada para P, e o sistema gravar um histrico deste afastamento. Neste tipo de afastamento a empresa responsvel pelo pagamento dos 15 primeiros dias de atestado, os dias posteriores (a partir do 16 dia) sero pagos pela Previdncia.

    No caso de atestados de 1 ou 2 dias o sistema considerar tambm como afastamento, pois no SEFIP devem constar os afastamentos ocorridos independentemente do nmero de dias. Caso o funcionrio apresente um atestado por motivo de doena no necessrio mudar a situao do mesmo para P, basta registrar essa informao no histrico de afastamento, informando a data incio e a data fim.

    l Afastamentos por motivo de acidente de trabalho/doena ocupacionalO sistema faz as mesmas consideraes dos afastamentos pela Previdncia, porm, os dias que ultrapassam os 15 dias pagos pela empresa passam a fazer parte do clculo dos encargos de FTGS e sero considerados como base no SEFIP. O sistema verificar o valor do salrio do funcionrio e proporcionalizar o valor conforme os dias de afastamento no ms. Este valor ser usado como base de FGTS. Essa base no fica gravada no sistema.

    Cdigos FixosOs eventos especficos de um funcionrio, a serem lanados na movimentao desse, enquanto estiver trabalhando na empresa ou por um determinado nmero de vezes, podem ser cadastrados como cdigo fixo.

    Procedimento1. No cadastro do funcionrio (menu Cadastros/Funcionrios) acesse a Pasta Base de Clculo, Subpasta Cdigos Fixos;2. Para incluir os cdigos fixos clique no boto Inserir, preencha os campos Cdigo do evento, Valor, Nmero de vezes e tipo e depois clique em Salvar, e Ok;3. Para editar ou excluir cdigos j existentes, clique nos respectivos botes Editar, Excluir, em caso de alterao, alterar o(s) campo(s), clique em Salvar, e Ok.

    possvel cadastrar tipos de cdigos fixos distintos, por meio da tabela dinmica INT42, isso diferencia os lanamentos dos cdigos cadastrados. possvel lanar cdigos fixos na folha de pagamento mensal separadamente de cdigos fixos a serem lanados em rescises ou 13 salrio.

    Anotaes PessoaisO sistema permite o armazenamento de anotaes pessoais realizadas para os funcionrios. preciso informe quem solicitou a anotao, a data da anotao, o tipo de anotao. Pode-se incluir diversos tipos de anotaes pessoais, esses tipos podem ser includos na tabela dinmica INT40.

    Para empresas que trabalham integrados ao TOTVS Gesto de Pessoas a anotao pode ser cadastrada atravs do mesmo.

  • 31Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    1. Cadastre o funcionrio abaixo conforme os dados:Nome: Fictcio;Data: 1 dia til do ms corrente e ano conforme a base de dados;Dados Pessoais: Fictcio;Documentos: Fictcio;Contrato Experincia: 45 Dias;Sindicato: Sindados;Funo: Auxiliar Administrativo;Seo: 01.03 Depto Administrativo;Sindical: Ainda no Descontou;Vale Transporte: 02 TarifasSalrio: R$2.000,00 Jornada: 220:00hAdiantamento: 40%Horrio: 0001Dependentes: 2 Filhos Menores de 14 Anos CnjugeObservao: Cadastre os pais do funcionrios (dados fictcios).

    2. Utilizando o sistema de filtros:

    a) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que estejam afastados pela previdncia.b) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que tenham o salrio maior ou igual a R$1.500,00. c) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que nasceram aps 01 de Janeiro de 1975.d) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que nasceram entre 01 de Janeiro de 1960 e 31 de Dezembro de 1985.e) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que foram admitidos entre 01/01/2000 e 31/12/2009.f ) Faa um filtro para exibir somente os funcionrios que tenham o salrio inferior a R$1.000,00.

    3. Inclua para o funcionrio chapa 00019 o seguinte afastamento:Tipo P (Afastamento pela previdncia)Perodo 13 a 25 do ms corrente.

    4. Altere a situao da funcionria chapa 00009 para E Licena Maternidade a partir do dia 14 do ms corrente.

    5. Faa a incluso no cdigo fixo dos funcionrios os eventos criados anteriormente no exerccios de eventos.

    Exerccios

  • 32 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    CONTROLE DE VALE TRANSPORTE

    A opo pelo vale transporte ocorre na admisso do empregado que, por uma declarao, enumera os meios de transporte dos quais ele se servir para o trajeto residncia trabalho e vice-versa e se comprometendo a usar os vales exclusivamente para esse fim.

    A declarao pode ser alterada anualmente ou sempre que ocorrer alterao de endereo ou meios de transporte do empregado, sob pena de suspenso do benefcio at o cumprimento dessa exigncia.

    O empregado que no optar pelo vale transporte firmar declarao nesse sentido mencionando o motivo.

    Para desconto do vale transporte em folha preciso incluir as linhas de transporte utilizadas pelo funcionrio no cadastro de linhas de transporte, e respectivamente em seu cadastro.

    Procedimento1. Acesse o RM.exe;2. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;3. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Tarifas de Transporte (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Tarifas de Transporte); 4. Clique no cone Incluir para inserir uma nova tarifa de transporte, os campos em negrito so de preenchimento automtico;5. Clique em Salvar, Ok; 6. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Linhas de Transporte (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Linhas de Transporte); 7. Clique no boto Incluir para inserir uma nova linha de transporte;8. Clique em Salvar, Ok; Ateno: Tanto as tarifas como as linhas de transporte podero ser cadastradas com mesmo cdigo, porm com datas de vigncia que no estejam em interseo.

    Admisso

    Funcionrios

    Parametrizador Configuraes RH Calendrios

    Sees Funes Horrios

    Tabelas de Clculo Valores Fixos Eventos

    Sindicatos

    Rotinas Anuais

    Frias

    Folha de Pagamento

    Resciso Contratual

    Encerramento da Folha

    Vale Transporte

    Manuteno de Dados

    Fiscalizao Trabalhista

    Encargos/Obrigaes Sociais

  • 33Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    Para considerar o salrio contratual ou os eventos de CC1 e CC2 para a base de clculo do vale transporte dever marcar ou no o parmetro Sal.Nominal p/Vale Transporte. O desconto do vale transporte deve ser 6% do salrio bsico, conforme previsto em lei.

    1. Inclua uma tarifa de transporte no valor de R$ 2,30, com vigncia a partir de 01/01/2009 e final de vigncia em 31/12/2009.

    2. Inclua a linha de transporte cdigo 3050 e associar a tarifa criada no exerccio anterior.

    3. Acesse o cadastro do funcionrio chapa 00009 e informe a quantidade de dias teis do ms corrente, e prximo ms, no campo referente ao expediente integral. Associe ao histrico de vale transporte do funcionrio, a linha de transporte criada no exerccio anterior, com 2 viagens dirias e incio de uso a partir de 1 do ms corrente.

    4. Confira o valor da compra de vale transporte atravs do relatrio 7.001.003 Relao para Compra do Vale Transporte.

    Exerccios

    9. No RMLabore.exe, menu Cadastros / Funcionrios, pasta Registro, subpasta Vale Transporte insira a(s) linha(s) de transporte, especificando cdigo da linha, nmero de viagens e data de incio de uso;10. Informe tambm o nmero de dias teis;11. Clique em Salvar, e Ok;12. Ainda no RMLabore.exe, agora no menu Cadastros / Sindicatos, pasta Identificao informe o percentual de desconto do vale transporte, se usa 30 dias ou se o desconto nico;13. Clique em Salvar, e Ok; 14. Acesse o RM.exe;15. Clique no cone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento;16. Selecione a guia Administrao de Pessoal / Eventos / Eventos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Eventos); 17. Edite os eventos que devem incidir em vale transporte, acesse a pasta Inc.Provento ou Inc.Descontos e marque a incidncia em vale transporte;

    Os Eventos utilizados no clculo do vale transporte so os cdigos de clculo 32 - Total Entregue de Vale Transporte, 104 - Total calculado para Compra de VT e 6 - Desconto do Vale Transporte, portanto, verifique se os mesmos encontram-se cadastrados.

    RelatriosTodos os relatrios referentes ao vale transporte podem ser emitidos no sistema, conforme procedimento abaixo.

    Procedimento1. Acesse o menu Relatrios / Gerador;2. Selecione o relatrio a ser gerado e clique no boto Visualizar Impresso.

  • 34 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    CONTROLE DE FRIAS

    Frias o perodo de tempo, pr-determinado em lei, em cada ano, durante o qual o empregado interrompe a prestao de seu trabalho sem prejuzo de sua remunerao habitual. Todo empregado tem direito anualmente ao gozo de um perodo de frias, sem prejuzo da remunerao, conforme previsto em lei.

    A cada perodo de 12 meses de vigncia do contrato de trabalho, o empregado tem direito a frias. Esse perodo o chamado Perodo Aquisitivo.

    Antes de cadastrar e calcular frias o sistema precisa estar com os parmetros de frias definidos, seja de clculo ou mdia.

    Clculo de mdiasAs mdias so utilizadas nos clculos de 13 salrio, frias, aviso prvio e licena maternidade. Para que o sistema faa o clculo de mdias preciso que a parametrizao esteja feita de forma correta.

    Como feito o clculo da mdiaMDIA (Estatstica) - o nmero obtido somando-se os valores medidos e dividindo-se a soma obtida pelo nmero de medies. usada como sntese, valor representativo do conjunto de dados. particularmente til em distribuies simtricas. a regio da distribuio de freqncias onde se concentra a maioria das observaes.

    Exemplo de clculo de mdia:Salrio R$ 1257,14Jornada Mensal 220:00Salrio Hora: Salrio/Jornada => 1257,14 / 220 = 5,7142Hora Extra 75% = 5,7142 + 75% => 5,7142*1,75 = R$ 10,00

    Admisso

    Funcionrios

    Parametrizador Configuraes RH Calendrios

    Sees Funes Horrios

    Tabelas de Clculo Valores Fixos Eventos

    Sindicatos

    Rotinas Anuais

    Frias

    Folha de Pagamento

    Resciso Contratual

    Encerramento da Folha

    Vale Transporte

    Manuteno de Dados

    Fiscalizao Trabalhista

    Encargos/Obrigaes Sociais

  • 35Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    Veja que a mdia por horas considera o salrio atual.

    Marcao de Frias

    Emisso do Aviso de Frias

    Clculo de Penso

    sobre Frias

    Emisso do Recibode Frias

    Clculo de Frias

    Emisso de Relatrios

    Diversos

    Cancelamentode Frias

    Lanamentode Frias

    Ms e ano Evento Nome Horas Valor

    02/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00

    03/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00

    05/2006 0157 Horas extras 75% 20:00 R$ 200,00

    07/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00

    10/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00

    Nmero de meses com horas extras = 5Soma de horas 60:00Soma do dos valores R$ 600,00Mdia do perodo de 01/01/2006 a 31/12/2006Nmero de ms do perodo acima: 12 mesesSalrio atual R$ 2200,00Jornada Mensal 220:00Salrio Hora: Salrio/Jornada => 2200,00 / 220 = R$ 10,00Hora Extra 75% = 10,00 + 75% => 10,00*1,75 = R$ 17,50

    Tipos de mdiaA) Clculo da mdia por valor:Soma dos valores encontrados no perodo / nmero de meses analisadosR$ 600,00 / 12 = 50,00B) Clculo da mdia por horas: Soma das horas encontradas no perodo / nmero de meses analisados60:00h / 12 = 5:00hMdias das horas multiplicado pelo valor das horas com seu percentual, atualmente5:00h * R$ 17,50 = R$ 87,50

    Marcao de frias

    Aps parametrizao para clculo de frias, possvel cadastrar as frias, porm, antes do cadastramento deve-se observar, para funcionrios que tiverem nmero de faltas maior que 32 dias, ou afastamento com retorno no ms corrente, o usurio dever acertar o perodo aquisitivo para que o perodo existente em seu histrico de frias seja acertado.

    O sistema possibilita duas formas de cadastramento de frias, individual e coletiva/global.

  • 36 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Cadastro Individual de Frias

    Procedimento1. Acesse o menu Movimento / Frias / Acerta Per. Aquisitivo;2. Informe o cdigo de quebra e selecione os funcionrios;3. Clique em Acerta Perodo;4. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios;5. Selecione o funcionrio para o qual se deseja cadastrar frias;6. Clique no boto Frias, informe os campos solicitados e clique em Salvar.

    Cadastro Global de Frias

    Procedimento1. Acesse o menu Movimento / Frias /Acerta Per. Aquisitivo;2. Informe o cdigo de quebra e selecione os funcionrios;3. Clique em Acerta Perodo;4. Acesse o menu Movimento / Frias / Frias Coletivas / Globais;5. Informe o cdigo de quebra e selecione os funcionrios;6. Informe os campos solicitados e clique em Cadastrar Frias.7. Em ambas formas de cadastramento, devemos informe os campos data de incio de gozo das frias, dias de frias, se o funcionrio optou por abono pecunirio de frias, se sim, informe a quantidade de dias, e se houve opo pela 1 parcela de 13 salrio.

    Ao informe a quantidade de dias de frias o sistema calcula demais datas automaticamente, assim como a quantidade de dias de abono, se houver opo por esse.

    Nas frias do ms de janeiro o sistema no calcular o evento de 1 parcela, devendo este ser calculado por meio de frmula.

    Em caso de frias coletivas, deve-se marcar o parmetro correspondente no cadastro de frias via mdulo global, assim o sistema far as consistncias de parmetros informados no sindicato, caso contrrio, as frias sero cadastradas como frias normais.

    Tenha muito cuidado ao realizar alteraes manuais no recibo de frias, pois tais alteraes podem influenciar em alguns clculos.

    Emisso de Aviso de Frias

    O sistema permite emitir o relatrio de aviso de frias. Este relatrio pode ser impresso direto pelo cadastro de frias ou atravs do gerador de relatrios.

    Emisso do aviso via cadastro de frias

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios no cadastro de frias;2. Aps cadastrar as frias, selecione o relatrio de aviso de frias, na Pasta Frias, campo Relatrios de Frias / Recibo/Aviso de Frias;3. Clique no boto Emitir relatrios.

  • 37Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    Os relatrios montados no gerador de relatrios referentes a aviso de frias devem ser do tipo Frias.

    Emisso do aviso via Gerador

    Procedimento1. Aps cadastro de frias, acesse o menu Relatrios / Gerador;2. Selecione o relatrio de aviso e clique no boto Visualizar Impresso.

    Clculo de Penso sobre Frias

    Para aqueles funcionrios com dependentes de penso alimentcia, o sistema permite o clcula-la nas frias.

    Procedimento1. Acesse o cadastro de frias por meio do menu Cadastros / Funcionrios, boto Frias;2. Acesse a Pasta Adicionais de Frias;3. Clique no boto Incluir e informe o evento de penso alimentcia de frias (CC113);4. Acesse o cadastro dos eventos de frias que devem incidir no clculo da penso, por meio do menu Cadastros / Eventos;5. Edite o evento que dever incidir no clculo da penso frias, seja por meio do boto Editar ou duplo clique;6. Marque a incidncia Penso/Frias na Pasta Incidncias.

    O evento de penso pode ser includo como evento adicional nos parmetros de frias do sistema, ou como evento adicional no cadastro de frias, sendo que o primeiro, o sistema processa o clculo de penso para todos os funcionrios, j o segundo far o clculo somente para o funcionrio que possuir o evento em seu cadastro de frias.

    Clculo de frias

    Aps o cadastramento das frias, preciso calcul-las. O clculo pode ser realizado de duas formas: individual ou global.

    Clculo Individual de frias

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios;2. Selecione o funcionrio e clique no boto Frias;3. Aps cadastrar as frias, clique no boto Calcular (presente na Pasta Frias);

    Clculo Global de Frias

    Procedimento1. Acesse o menu Movimento / Frias / Clculo;2. Informe o cdigo de quebra e selecione os funcionrios;3. Informe o perodo de gozo a ser calculado;4. Clique no boto Calcular Frias.

  • 38 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    possvel gerar um log do cancelamento das frias.

    Ao realizar o clculo de frias, o sistema cria um recibo de frias automaticamente na Pasta Recibos de Frias no cadastro de frias. Atravs do clculo global de frias possvel alterar a data de pagamento dessas e gerar os logs de clculo, inclusive o log de clculo da mdia de frias.

    Emisso do Recibo de Frias

    O sistema permite emitir o relatrio de recibo de frias. Este relatrio pode ser impresso direto pelo cadastro de frias ou atravs do gerador de relatrios.

    Emisso do recibo via cadastro de frias

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios no cadastro de frias;2. Aps cadastrar e calcular frias, selecione o relatrio de recibo de frias na Pasta Frias, campo Relatrios de Frias / Recibo/Aviso de Frias;3. Clique no boto Emitir relatrios.

    Emisso do recibo via Gerador

    Procedimento1. Aps cadastro de frias, acesse o menu Relatrios / Gerador;2. Selecione o relatrio de recibo e clique no boto Visualizar Impresso.Nota: Os relatrios montados no gerador de relatrios referentes a recibo de frias devem ser do tipo Frias.

    Emisso de Relatrios DiversosAlm dos relatrios de aviso e recibo de frias, o sistema possui um book de relatrios, com diversos relatrios de frias, como Escala de Frias, Folha Analtica de Frias, etc.

    Procedimento1. Acesse o menu Relatrios / Gerador;2. Selecione o relatrio de frias a ser impresso e clique no boto Visualizar Impresso.

    Cancelamento de Frias

    Uma vez cadastradas e ou calculadas as frias, possvel cancel-las.

    Procedimento1. Acesse o menu Movimento / Frias / Cancelamento;2. Informe o cdigo de quebra, selecione os funcionrios que tero as frias canceladas, seja por filtro ou selecionando uma chapa;3. Clique no boto Cancelar Frias.

  • 39Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    Fiqueatento

    Uma vez lanadas as frias, no possvel cancelar via mdulo de cancelamento, devemos cancel-la manualmente.

    Anotaes

    Lanamento de Frias

    Aps o clculo e pagamento das frias as mesmas precisam ser lanadas para o envelope de pagamento, para que sejam feitos os recolhimentos de INSS (GPS) e FGTS (SEFIP). O sistema permite tal lanamento de duas formas, individual ou global.

    Lanamento Individual de frias

    Procedimento1. Acesse o menu Cadastros / Funcionrios;2. Selecione o funcionrio e clique no boto Frias;3. Aps cadastrar e calcular as frias, clique no boto Lanar (presente na pasta frias)

    Lanamento Global de Frias

    Procedimento1. Acesse o menu Movimento / Frias / Lanamento;2. Informe o cdigo de quebra e selecione os funcionrios;3. Informe o perodo de gozo para lanamento de frias;4. Clique no boto Lanar Frias.

    Por meio do lanamento de frias possvel lanar as frias que iniciam no ms corrente (terminando ou no no ms atual) ou ento lanar as frias que iniciaram no ms anterior e terminam no ms atual (frias partidas). Quando feito o lanamento de um funcionrio que est saindo de frias a sua situao alterada para F, quando o lanamento feito para um funcionrio que est voltando de frias iniciadas em outro ms (o mesmo est na situao F) sua situao alterada para A Ativo.

    No lanamento global de frias, caso sejam informadas datas incoerentes com as datas constantes nos cadastros dos funcionrios o sistema no far o lanamento.

    Exemplo:No possvel fazer o lanamento de frias que tem data inicial de gozo na prxima competncia (prximo ms), da mesma forma que no possvel fazer lanamento das frias que tem data final de gozo na competncia anterior.

    Durante o processo de lanamento das frias possvel tambm lanar o evento de Licena Remunerada, para funcionrios com menos de um ano que tiram frias coletivas. preciso informe um motivo de afastamento, pois o sistema grava no histrico de afastamento um registro de afastamento por Licena Remunerada (tipo R).

  • 40 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    1. Cadastre e calcule frias para os funcionrios abaixo:

    Chapa: 00010 30 dias a partir do primeiro dia til do ms corrente;Chapa: 00015 20 dias com abono de 10 dias dentro do ms corrente;Chapa: 00016 30 dias a partir do primeiro dia til do ms corrente;Chapa: 00021 20 dias com abono de 10 dias dentro do ms corrente;Chapa: 00023 30 dias a partir do primeiro dia til do ms corrente.

    2. Inclua o evento de penso sobre frias (CC113) como adicional de frias para o funcionrio em questo.

    3. Calcule as frias por meio do cadastro de frias e emita o relatrio de recibo de frias.

    4. Averigue se o clculo da mdia foi realizado sobre o perodo aquisitivo.

    5. Verifique os eventos lanados no recibo de frias, veja se a penso foi calculada.

    6. Lance frias para o funcionrio por meio do mdulo de lanamento global e averigue se a situao do funcionrio foi alterada de A para F.

    Exerccios

    Anotaes

  • 41Todos os direitos reservados. TOTVS Folha de Pagamento

    FOLHA DE PAGAMENTO

    Anotaes

    Nesse processo sero apresentados os clculos utilizados na folha de pagamento. O objetivo mostrar como eles so realizados pelo sistema, de forma que os processamentos passem a ser entendidos na forma mais prxima de sua utilizao diria. Os processos so simples, porm em alguns casos, necessrio estar atento aos dados que so informados, pois o correto clculo da folha de pagamento depende das informaes prestadas.

    Alteraes FuncionaisAs Alteraes Funcionais simplificam a folha de pagamento, principalmente, se preciso alterar dados de muitos funcionrios antes do clculo da folha.

    O sistema tem duas maneiras para realizar alteraes funcionais:

    l A primeira, de forma direta no TOTVS Folha de Pagamento por meio do cadastro do funcionrio ou por alterao global.l A segunda, integrada a requisio de alterao de dados funcionais, transferncia ou transferncia com alterao de dados funcionais do TOTVS Gesto de Pessoas.

    Admisso

    Funcionrios

    Parametrizador Configuraes RH Calendrios

    Sees Funes Horrios

    Tabelas de Clculo Valores Fixos Eventos

    Sindicatos

    Rotinas Anuais

    Frias

    Folha de Pagamento

    Resciso Contratual

    Encerramento da Folha

    Vale Transporte

    Manuteno de Dados

    Fiscalizao Trabalhista

    Encargos/Obrigaes Sociais

  • 42 Todos os direitos reservados.TOTVS Folha de Pagamento

    Chefe ou Supervisor Requisio

    AlteraoDe Dados

    Fiqueatento

    As frmulas devem estar previamente cadastradas no sistema.

    Alteraes Funcionais Via Requisio do TOTVS Gesto de Pessoas

    Etapa (1): Incluso de chefe/supervisorNo TOTVS Gesto de Pessoas ou no TOTVS Folha de Pagamento acesse Cadastros / Tabelas Auxiliares / Chefes e Supervisores.

    Etapa (2): RequisioNo RM Vitae acessar o menu Opes/Parmetros/RM Vitae pasta Requisies marcar os parmetros Requisio Obrigatria para Cargo e/ou Salrio, Requisio Obrigatria para Transferir Funcionrio e Requisio Obrigatria para Transferir e Alterar Dados Funcionais.

    Nesta etapa definimos que para alterar o cargo, salrio ou seo do funcionrio preciso existir, de acordo com a alterao a ser feita, uma requisio aprovada no TOTVS Gesto de Pessoas.

    Etapa (3): Alterao do DadosNo TOTVS Folha de Pagamento acessar o menu Rotinas/Alteraes Globais de Funcionrios/Efetivar Alterao de Dados Funcionais ou Efetivar Transferncia ou Efetivar Transferncia com Alterao de Dados Funcionais.

    Nesse momento, conclumos a requisio e realizamos a alterao dos dados que a requisio faz referncia.