Sabó mantém Caderninho Profissional e Oficina de ...· Ao trocar a correia dentada, ... e a retífica page 1
Sabó mantém Caderninho Profissional e Oficina de ...· Ao trocar a correia dentada, ... e a retífica page 2

Sabó mantém Caderninho Profissional e Oficina de ...· Ao trocar a correia dentada, ... e a retífica

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Sabó mantém Caderninho Profissional e Oficina de ...· Ao trocar a correia dentada, ... e a...

  • O Programa Qualifica um sucesso.Palavra de quem participou.

    CaderninhoO jeito Sab de respeitar voc. A

    NO

    3 -

    n-2

    9 -

    ou

    t/0

    3

    CENTRAL DE RELACIONAMENTO SAB: 0800 77 12155FAX: (11) 3079-1802 - e-mail: caderninhosabo@oficinabrasil.com.br

    Profissional e Oficina de destaque e Loja do ms.Veja aqui - pg. 2No perca mais Dicas Certas para sua coleo - pgs. 3 Mais uma informao importante da Sab.Vale a pena conhecer - pg. 4

    Identificando o problema

    O vedador bilabial oferece apenas um lbio de proteocontra ataques de impurezas do meio ambiente comogua, poeira, barro, terra, areia, etc. Para oferecerboa proteo contra a ao severa do meio ambiente,esse lbio teria de ser robusto e exercer forteinterferncia com o eixo.

    Sua concepo para eixos de alta rotao, comono caso em questo, seria danoso para a eficinciado retentor como um todo, pois provocaria produode p de borracha e entupiria as nervurashidrodinmicas do lbio principal, adicionaria mais calorao vedador, provocando tendncia para endurecimentodo elastmero, e criaria um vcuo entre os lbiosprincipal e auxiliar.

    Isso levaria a provocar tanto a passagem do lubrificantepara fora do agregado mecnico como a entrada depoeira para dentro dele. Alm disso, a ao forte contra o eixo causaria instabilidade na ao do lbio de vedao principal, prejudicando sua eficincia nestafuno.

    Quando a proteo externa desse tipo de aplicaose torna necessria, a eficincia de vedao difcilde ser obtida porque a rea de aplicao do vedadorfica exposta ao ataque severo de contaminantes, altarotao do eixo e alta temperatura como no casode pinhes de diferenciais e outras aplicaes similares.

    Inovando nas solues

    necessrio ento usar um lbio de vedao auxiliarde geometria leve, comprometido com a eficinciade vedao de poeira e mais um terceiro lbiocomprometido com a proteo contra ataques maispesados.

    Esse lbio muito mais robusto e atua contra um defletorfixado no eixo, poupando, assim, o seu desgaste.

    Esse defletor tambm ajuda na proteo, pois age comoum labirinto para dificultar a chegada dos contaminantesao lbio principal. Tanto estes como o p de borrachaoriundo do terceiro lbio ficam retidos pelo lbio auxiliarinterno e pela graxa que aplicada entre os dois paraa lubrificao do terceiro lbio, colaborando tambmna conteno das impurezas.

    Devido grande distncia entre a rea de atuaodo terceiro lbio e o lbio principal, o calor geradopor aquele no atinge este ltimo. Tambm, o esforomecnico do terceiro lbio contra o defletor, pelamesma razo, no afeta a estabilidade do lbioprincipal.

    Comprovando resultados

    O sucesso em experincias de campo comprovaramessa teoria e nos tm estimulado cada vez maisa utilizar esta tecnologia nas aplicaes acima.Tudo isso o resultado da preocupao da Sabem inovar e ter produtosmais durveis ao mesmotempo em que transmitetodo este aprendizadoaos seus clientes.

    Para atender s expectativasdos clientes, a Sab acreditaque necessrio consolidar

    excelentes relacionamentos e, assim, valorizar os profissionais que fazem da Sab umareferncia para o mercado.

    Para isso, a Sab desenvolveu o Qualifica Sab:um programa de aes focado na qualificaoefetiva de seus parceiros. Ele um programaespecial de aprimoramento e formao pessoaldos profissionais de vendas e reparao comcontedo focado na motivao (intelignciaemocional), comunicao (eficincia na venda),relacionamento e estratgia.

    Segundo o Gerente de Marketing, Luiz Freitas,a Sab sempre acreditou que investir na evoluodos seus parceiros a melhor forma de investirna sua prpria evoluo e por meio disso gerardiferenciais competitivos e valorizar todos quetrabalham por um mercado mais profissional.

    Para Ana Paula Cassorla Malusardi, Diretorada Pacaembu Autopeas, esta foi uma iniciativamuito oportuna da Sab e, como sempre,agradvel e inovadora para a equipe de vendas

    do distribuidor."Aqui, na Pacaembu,sempre fazemostreinamentos tcnicose motivacionais,mas este diferente,ele mexe comas pessoas."

    O Consultorde DesenvolvimentoPessoal, MauroBueno Ferraz, conclui:"Tem sido muitogratificante para mime para a Sabconstatar que

    o mdulo inicial do nosso programa - Ampliandoa Inteligncia Emocional, tem se consagradocomo ferramenta prtica na melhoria dosrelacionamentos, tanto no mbito profissionalcomo familiar. Poder perceber vrias pessoasresgastando a auto-estima e voltando a acreditarem si mesmas tem sido maravilhoso."

    Veja outros depoimentos:

    "Eu vou ter muito mais motivao a partir destadata, assim como alegria de trabalhar." Rui Anibal Xavier Faria - Ginjo Autopeas - So Paulo (SP).

    "Sinto que resgatei meu autovalor, pretendoser um campeo em todas reas da minha vida."Luiz Carlos Aller - Retibens Distribuidora dePeas - Curitiba (PR).

    "O curso excelente. O crescimento interiorfoi algo evidente em mim e no grupo."Davis Morante Turcado - Pacaembu Autopeas -So Paulo (SP).

    "O Qualifica nos faz enxergar situaes commuita clareza, que antes era impossvel."Tania Cristina M. R. Rios - DPK - Campinas (SP).

    A Sab mantmalta tecnologiaem vedadorespara pinhodo diferencial.

    A Sab mantmalta tecnologiaem vedadorespara pinhodo diferencial.

  • Profissional de DestaqueSab - Setembro / 2003Meu nome Alfredo Corapi, nasci em 23/06/65,no bairro de So Cristvo, no Rio de Janeiro,portanto carioca da gema como se diz aqui. Filhode imigrantes italianos, fui criado no bairro da Vilada Penha, o mesmo do Romrio. Alis, tive o prazerde jogar uma vez no mesmo time dele quando tinha12,13 anos. Sou flamenguista de corao, torcedorda Ferrari e apaixonado por carros (pelo menos pelospedaos deles). Vou contar umahistria do comeo da Altese. Meu paiera caminhoneiro e depois de umlongo tempo na estrada resolveumudar de atividade. Como eu tinhaalguma experincia com autopeas,pois havia trabalhado trs anos emuma autorizada da Fiat, decidimosmontar uma loja. Eu tinha somente21 anos e o dinheiro era pouco, o quesobrou da venda do caminho do meupai e da compra de um txi, que erao sustento da famlia. O jeito foi chamar mais algumpara a sociedade. Chamamos o meu tio Terenzio,que tinha na poca um Fiat Uno 85, um carroseminovo e que valia algum dinheiro. Ele topouo desafio e a sociedade teve incio. Por isso o nomeAltese, que a unio da primeira slaba do nome dosscios. O incio das atividades da Altese se deu em03/01/87, o capital inicial era realmente muito baixo.S para se ter uma idia, alugamos uma pequenaloja com 70 m2 no bairro da Penha, compramosestantes, um balco, fizemos ns mesmos ummodesto letreiro, mais os gastos iniciais para legalizar

    o negcio e pronto, o dinheiro acabou! Isso mesmo,pode acreditar, a Altese comeou sem dinheiro paracomprar mercadoria. Como? Eu explico. Fiz umaparceria com a autorizada que eu havia trabalhado,eles colocaram em meu estoque uma pea de cadaitem de maior giro e, conforme eu ia vendendo, aspeas eram faturadas e o estoque reposto. Foi assimnos primeiros meses de vida da Altese. Eu trabalhavasozinho no balco, pois meu pai tinha que rodar como txi para manter a famlia e meu tio no podiadeixar o emprego que tinha para trabalhar em umaloja que nem estoque possua. Um dia, um cliente

    pediu uma mangueira do radiadordo Uno e eu no tinha no estoque, masa autorizada Fiat, que ficava a trs kmda loja, provavelmente tinha. Eu digoprovavelmente porque no tnhamostelefone para confirmar a pea. Foi aque me veio uma idia: dei um grito em direo ao fundo da loja: - Joo,d uma olhada a que eu vou buscara pea do cliente no depsito!Entrei no carro, um Fiat 147 em fim decarreira, fui at a autorizada, pegueia pea, retornei loja e o cliente ainda

    estava l aguardando. Ele nem percebeu que notinha ningum na loja e que o Joo foi uma invenominha. Hoje a gente ri muito quando eu conto essahistria, mas na poca era brabo.Hoje, so duas lojas da Altese: uma especializadana linha Fiat e outra especializada na linha Chevrolet,as duas com 500 m2 cada. Elas contam com o apoiode 30 colaboradores, so totalmente informatizadas,possuem um estoque que gira em torno de 35.000itens e balconistas especializados que conhecema fundo os produtos comercializados.

    Oficina Destaque SabOutubro/2003Mecnica BetoAzambuja e Ribeiro Ltda. - Mecnica Beto(fantasia) - Rua So Paulo, 503W - Centro -Tangar da Serra (MT) - Proprietrio: GilbertoAzambuja - Fundada em fevereiro de 1977.

    Loja do Ms Sab -Outubro/2003 Nino AutopeasNino Autopeas - Rua Jacu, 2419 - RenascenaBelo Horizonte (MG) - Proprietrios: AmadorFrancisco Xavier e Rita Lucia Gomides Xavier -Fundada em fevereiro de 1980.

    No quebre a cabea.Leia as Dicas Certas Sab.

    Quem se destacatem lugar noCaderninho Sab.

    DICACERTASABO

    Dica 1 - Montagemde retentoresPara montagem de retentores emeixos que tenham rasgo parachaveta, para evitar danos no lbiodo retentor, use um filme de Raios x jusado. Envolva ou recubra o eixo edeslize o retentor at a sua posiosem tocar no eixo, nem raspar norasgo da chaveta.NOTA SAB: O Adriano utilizouum filme de Raios x usado, pormpode-se obter a mesma proteoutilizando uma fita adesiva, umpedao de papel manteiga ou outrapelcula fina que permita deslizaro retentor pelo eixo.

    Adrianode OliveiraAndradePaulnia (SP)

    Dica 2 - VW Gol 89a lcool - veculo falha embaixa rotao Diagnstico: Foram examinadosos cabos de velas, as velas, foi feitaa limpeza do carburador, porm

    o defeito persistia. Perguntamosao cliente se o carro j vinhafalhando e ele disse que no. Essecarro tinha sido levado oficina paratrocar as correias. Foi ento queliguei as coisas. Ao trocar a correiadentada, o mecnico tirou a tampado distribuidor e a presilha ficoucada para dentro. Ao virar o motor,enroscou na aranha e isso tirou elade posio. Soluo: Refiz o alinhamento e issoresolveu o problema.

    Carlos AlbertoMartins BlasSorocaba (SP)

    Dica 3 - Fiat Fiorino 1.5MPI 98 - Veculo "estoura"Diagnstico: Ao