Segurança de Vôo: Uma Prioridade, e Algo Tangí ?ões/SSV 2010 S6... · -A segurança de vôo está…

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo TangvelTangvel

Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo TangvelTangvel

-- ConceitoConceito dede seguranasegurana dede vovo:: aa parteparte integralintegral dada operaooperaoeficiente,eficiente, queque nascenasce comcom oo projeto,projeto, amadureceamadurece comcom oo planoplano eeefetivaefetiva--sese comcom oo cumprimentocumprimento bembem sucedidosucedido dada missomisso..

-- SeguranaSegurana xx custoscustos;;

-- AA automaoautomao xx serser humanohumano;;-- AA automaoautomao xx serser humanohumano;;

-- AA globalizaoglobalizao:: emboraembora chegachega aa todostodos nono mundomundo todo,todo, masmas excludenteexcludente inclusiveinclusive;;

-- GlobalizaoGlobalizao:: inovaesinovaes tecnolgicastecnolgicas (telecomunicao(telecomunicao eemeiosmeios dede transporte)transporte);;

-- EnquantoEnquanto queque oo serser humano,humano, continuacontinua comcom asas mesmasmesmasnecessidadesnecessidades intrnsecas,(emoo,intrnsecas,(emoo, frustrao,frustrao, sentimento,sentimento, sersercognocentecognocente;;

Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo TangvelTangvel

--Antagonismo: processo tecnolgico x comportamento;Antagonismo: processo tecnolgico x comportamento;--TreinamentoTreinamento--QualificaoQualificao--ConhecimentoConhecimento--EntendimentoEntendimento--EntendimentoEntendimento--ComprometimentoComprometimento--AcessibilidadeAcessibilidade--Ser humano = subjetivo Ser humano = subjetivo --As mudanas tecnolgicas chegam mais rpida do que o As mudanas tecnolgicas chegam mais rpida do que o

dinamismo de comportamento do ser humanodinamismo de comportamento do ser humano

Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade, e Algo TangvelTangvel

--A segurana de Vo est na efetivao do processo laboral, da A segurana de Vo est na efetivao do processo laboral, da percepo deste movimento para criar as estratgias para percepo deste movimento para criar as estratgias para eficincia da regulamentao , dos programas, dos processos eficincia da regulamentao , dos programas, dos processos dos treinamentos, de um todo.dos treinamentos, de um todo.

--Quando falamos em segurana de vo devemos atentar que a arte Quando falamos em segurana de vo devemos atentar que a arte --Quando falamos em segurana de vo devemos atentar que a arte Quando falamos em segurana de vo devemos atentar que a arte final neste processo o ser humano, depende dele com toda a sua final neste processo o ser humano, depende dele com toda a sua subjetividade, conhecimento, entendimento para um trabalho subjetividade, conhecimento, entendimento para um trabalho laboral eficaz e eficiente. laboral eficaz e eficiente.

--A segurana de vo est no todo, desde o mais nfimo dos A segurana de vo est no todo, desde o mais nfimo dos colaboradores at o mais alto escalo de uma organizao, na colaboradores at o mais alto escalo de uma organizao, na sociedade.sociedade.

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

-- O conceito de FH utilizado para designar o O conceito de FH utilizado para designar o comportamento do ser humano no trabalho comportamento do ser humano no trabalho considerando:considerando:

-- Sua capacidade; suas necessidades; e limitaes. Sua capacidade; suas necessidades; e limitaes. -- Sua capacidade; suas necessidades; e limitaes. Sua capacidade; suas necessidades; e limitaes. (fisiolgicas, psicolgicas e sociais)(fisiolgicas, psicolgicas e sociais)

-- Interagindo com:Interagindo com:-- Mquinas; equipamentos; procedimentos; meio Mquinas; equipamentos; procedimentos; meio

ambiente (interno e externo) e outros seres ambiente (interno e externo) e outros seres humanoshumanos..

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

--So dois os Modelos que devemos considerar para So dois os Modelos que devemos considerar para compreender o FH na Preveno de Acidentes compreender o FH na Preveno de Acidentes Aeronuticos:Aeronuticos:

-- O primeiro o Modelo SHELL. O primeiro o Modelo SHELL. Lgico S L

H

L

E

Harware / Mquina

Software / Suporte Lgico

-- voltado para o Ser Humano (indivduo) no contexto voltado para o Ser Humano (indivduo) no contexto da cadeia produtiva;da cadeia produtiva;

-- O segundo o Modelo James Reason.O segundo o Modelo James Reason.

-- voltado para a anlise do Ser Humano na voltado para a anlise do Ser Humano na Organizao.Organizao.

LLiveware / Homem

Enviroment / Ambiente

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

FH- MODELO SHELL

--Ao Equipamento Ao Equipamento -- HardwareHardware

--Ao Ambiente Ao Ambiente EnvironmentEnvironment--Ao Ambiente Ao Ambiente EnvironmentEnvironment

Fsico Fsico Interno (posto de Trabalho) e ExternoInterno (posto de Trabalho) e Externo

Organizacional (aspectos sociais)Organizacional (aspectos sociais)

Ao Suporte Lgico Ao Suporte Lgico SoftwareSoftware

Capacitao, procedimentos, programas, manuais e tarefas.Capacitao, procedimentos, programas, manuais e tarefas.

Ao prprio elemento humano Ao prprio elemento humano -- LivewareLiveware

MODELO REASONModelo DE CAUSA DE ACIDENTE

DE JAMES REASON

Interaes com local / evento

CRMLimites da janela de

possibilidades de acidente

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

ConceituoConceituo CRMCRM:: oo conjuntoconjunto dede cinciascincias queque estudaestudatodostodos osos elementoselementos queque contribuemcontribuem comcom relaorelaointerativainterativa dodo homem,homem, emem umum dadodado ambiente,ambiente, comcom ososdiversosdiversos sistemassistemas queque oo cercamcercam ee queque soso determinantesdeterminantesnana suasua dinmica,dinmica, eficinciaeficincia ee eficciaeficcia.. TrataTrata dadaotimizaootimizao dodo bembem estarestar humanohumano ee dada performanceperformanceglobalglobal dosdos sistemas,sistemas, contribuindocontribuindo parapara aa adaptaoadaptao dodoambienteambiente dede trabalhotrabalho ss caractersticas,caractersticas, habilidadeshabilidades eelimitaeslimitaes dasdas pessoas,pessoas, comcom vistasvistas aoao seuseu desempenhodesempenhoeficiente,eficiente, eficazeficaz ee seguroseguro (IAC(IAC 060060--10021002A,A, 20052005))..

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

AA missomisso maiormaior aa qualidade,qualidade, nana aviaoaviao aa qualidadequalidade estest nana SeguranaSegurana dedevo,vo, requerendorequerendo aa formulaoformulao dede estratgiasestratgias nono estabelecimentoestabelecimento dede metasmetas eeobjetivos,objetivos, nana elaboraoelaborao dede planosplanos dede ao,ao, nana implantaoimplantao dosdos planos,planos, nanauti~lizaouti~lizao dede sistemassistemas dede controlecontrole parapara oo acompanhamentoacompanhamento dodo feedbackfeedback ee nanatomadatomada dede aesaes corretivas,corretivas, devedeve serser vistavista comocomo funofuno gerencia,gerencia, serser adequadaadequadaaa realidade,realidade, dodo produtoproduto ouou servio,servio, ondeonde todos,todos, semsem exceoexceo devemdevem estarestaraa realidade,realidade, dodo produtoproduto ouou servio,servio, ondeonde todos,todos, semsem exceoexceo devemdevem estarestarcomprometidoscomprometidos ee comcom entendimentoentendimento hegemnico,hegemnico, cabendocabendo aosaos cargoscargos dedeinstruoinstruo ee educaoeducao oo estabelecimentoestabelecimento dasdas estratgiasestratgias juntojunto asas organizaesorganizaesparapara podermospodermos alcanaralcanar oo idealizadoidealizado nvelnvel aceitvelaceitvel dede seguranasegurana dede VoVo..

OO queque temostemos aa verver comcom isso,isso, todostodos fazemosfazemos parteparte dede umum todo,todo, comocomo todastodas asas

clulasclulas fazemfazem parteparte dede cadacada funofuno dodo organismoorganismo.. TodosTodos temostemos haverhaver comcom

TUDOTUDO

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

SEGURANA DE VO NO TEM SEGURANA DE VO NO TEM CUSTO, TEM PREOCUSTO, TEM PREO

""A Segurana de Vo um processo contnuo A Segurana de Vo um processo contnuo ""A Segurana de Vo um processo contnuo A Segurana de Vo um processo contnuo onde homens com o mesmo ideal, onde homens com o mesmo ideal,

conscientes e em ao, procuram atingir e conscientes e em ao, procuram atingir e garantir seus ideais, dentro da mais perfeita garantir seus ideais, dentro da mais perfeita

e harmoniosa cooperaoe harmoniosa cooperao""

SEGURANA DE VO NO TEM CUSTO, TEM SEGURANA DE VO NO TEM CUSTO, TEM PREOPREO

OO maiormaior objetivoobjetivo porpor meiomeio dede algumalgum tipotipo dede movimento,movimento, aanecessrianecessria evoluoevoluo comportamentalcomportamental dodo SerSer HumanoHumano ee dede suassuasrelaesrelaes.. precisopreciso exacerbarexacerbar possveispossveis motivaesmotivaes atravsatravs dededinmicas,dinmicas, treinamentostreinamentos ee qualificaesqualificaes..

ParaPara fazerfazer mudanasmudanas significativassignificativas preciso,preciso, antesantes dede tudotudodemosntarr,demosntarr, nana prticaprtica aa obsolescnciaobsolescncia dodo queque necessitanecessita sersermudadomudado (Ruth(Ruth Scaff)Scaff)..

Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo Segurana de Vo: Uma Prioridade e Algo TangvelTangvel

A preveno de acidentes uma tarefa de todos A preveno