Semeando vida page 1
Semeando vida page 2
Semeando vida page 3

Semeando vida

  • View
    73

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Semeando vida

  1. 1. Marlon GanassinsaneamentoSemeando sade Gabriela Couto reportagem@diariodigital.com.brFamlias tm vida transformada com a chegada de saneamento bsico23 setembro 2013 edio 1.152
  2. 2. Marlon GanassinsaneamentoA chegada da gua e do esgoto na casa de dona Alrilene dos Santos, 32 anos, foi comemorada por todos os sete integrantes da famlia. Moradora do Bairro Morada do Sol, ela teve o fornecimento de gua cortado pela vizinha e aguardou ansiosamente a chegada do saneamento bsico. Durante dias ela se viu no desespero de no ter uma gota de gua saindo da torneira. "A gente fica sem energia, mas sem gua no. Percebi que gua significa tudo para ns", afirmou. H um ms dona Alrilene deixou de encher vasilhas de gua da casa da me, que eram economizadas em cada ao do dia a dia, alm de no precisar mais se preocupar com os problemas gerados pelas fossas. "Graas a Deus hoje As crianas so as posso dar gua para meus filhos da mais beneficiadas com a minha prpria torneira e no preciso chegada da gua tratada me preocupar com a contratao de empresas de limpeza, pois tenho esgoto", comemora ao lado das meninas Julia, 3 anos, e Caroline, 1 ano e 3 meses. Para seu Norberto Alonso, 68 anos, o saneamento bsico foi motivo de festa23 setembro 2013 edio 1.152h um ms. "Esse um sorriso de tranquilidade. Fizemos um churrasco com os trabalhadores quando terminaram a obra para comemorar. Todo mundo da rua est contente", afirma ele, que agora no polui mais o terreno da residncia, localizada na Rua Doutor Paulo de Mello. O aposentado Juracy Joo da Costa, 73 anos, tambm compartilha do mesmo sentimento. "Agora temos sossego e tranquilidade para a eternidade. Fossa nunca mais." Foi ele quem ligou para a concessionria solicitando a rede de esgoto. "Eles vieram assim que eu chamei e mostraram muita eficincia. Agora no corro mais o risco de contrair doenas ou de suportar o mau cheiro das fossas dos vizinhos que transbordavam." No ms passado, o Instituto Trata Brasil mostrou os dados da pesquisa "Saneamento Bsico Regulao 2013". O estudo revelou que
  3. 3. saneamento23 setembro 2013 edio 1.152Marlon Ganassinapenas uma em cada duas unidades ligadas rede de gua encanada tem acesso a esgoto. O nmero preocupante, j que durante dcadas o Pas conviveu com a populao lanando dejetos no solo, poluindo o lenol fretico e, em alguns casos, utilizando a gua de poo artesiano sem tratamento. Segundo o presidente do instituto, Edson Carlos, o esgoto nunca teve prioridade poltica. "Desde os anos de 1970, o Pas priorizou o acesso gua e desprezou o esgoto. Ficamos maisNorberto ainda festeja a chegada do esgotode 20 anos sem investimento", alertou ele em entrevista ao site da entidade. Tamanha preocupao no abrange Campo Grande, como mostram os dados do Instituto Trata Brasil. A concessionria da Capital, guas Guariroba, a 33 no ranking nacional de saneamento bsico. Os nmeros apontam que 99,6% da populao recebe gua tratada em casa e 72,85% dos campo-grandenses tm esgoto coletado e tratado. A meta da empresa alcanar os 100% at 2025 com as etapas do Programa Sanear Morena, garantindo sade e qualidade de vida para a populao.