Seminário Mensal do Departamento Pessoal 15 de fevereiro de ?· 36º - tradutores. Seminário Mensal…

Embed Size (px)

Text of Seminário Mensal do Departamento Pessoal 15 de fevereiro de ?· 36º - tradutores. Seminário...

  • Seminrio Mensal do Departamento

    Pessoal 15 de fevereiro de

    2017 Apresentadores: Fbio Momberg Graziela Garcia rica Nakamura Priscila Suzuki Fbio Gomes

  • Contribuio

    sindical dos

    autnomos e

    profissionais liberais

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Obrigatoriedade

    A contribuio sindical prevista no art. 149 da CF/1988 e a partir do art. 578

    da CLT e obrigatria por todos que participarem de uma determinada

    categoria econmica ou profissional, ou de uma profisso liberal, em favor do

    sindicato representativo da respectiva categoria ou profisso.

    Conforme art. 583 da CLT, os agentes ou trabalhadores autnomos e

    profissionais liberais devem recolher a contribuio sindical anual aos

    respectivos sindicatos de classe em fevereiro.

    Tal contribuio devida por todos os autnomos e profissionais, sem vnculo

    empregatcio, organizados em empresas ou no, que participem de uma

    determinada categoria econmica ou profissional, sindicalizados ou no.

    (CLT, arts. 579, 580, inciso II, 583, 584, 585 e 586, 2)

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Trabalhador autnomo x Profissional liberal

    Trabalhador autnomo no se confunde com profissional liberal, pois nem

    todo trabalhador autnomo profissional liberal.

    Autnomos so os prestadores de servios de profisses no

    regulamentadas por lei, como: pedreiro, pintor, faxineiro, entre outros.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • J o profissional liberal aquele que, com independncia ou autonomia,

    exerce profisso ligada aplicao de conhecimentos tcnicos e

    cientficos, cuja natureza intelectual comprovada, por meio de ttulo de

    habilitao expedido de forma legal.

    O exerccio de sua atividade regulamentado por lei especfica.

    Portanto, o que qualifica o profissional liberal o fato de ser possuidor de

    conhecimentos tcnicos adquiridos em curso tcnico, graduao ou por

    fora de Lei que o reconhea como detentor de tais direitos.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Quadro das profisses liberais

    O quadro das profisses liberais inclui, entre outros, os seguintes grupos:

    1 - advogados;

    2 - mdicos;

    3 - odontlogos;

    4 - mdicos-veterinrios;

    5 - farmacuticos;

    6 - engenheiros (civis, mecnicos, eletricistas, industriais e agrnomos);

    7 - qumicos (industriais, industriais agrcolas e engenheiros qumicos);

    8 - parteiros;

    9 - economistas;

    10 - aturios;

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • 11 - contabilistas - tcnicos em contabilidade;

    12 - professores (privados);

    13 - escritores;

    14 - autores teatrais;

    15 - compositores artsticos, musicais e plsticos;

    16 - assistentes sociais;

    17 - jornalistas;

    18 - protticos dentrios;

    19 - bibliotecrios;

    20 - estatsticos;

    21 - enfermeiros;

    22 - administradores;

    23 - arquitetos;

    24 - nutricionistas;

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • 25 - psiclogos;

    26 - gelogos;

    27 - fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, auxiliares de fisioterapia e

    auxiliares de terapia ocupacional;

    28 - zootecnistas;

    29 - profissionais liberais de relaes pblicas;

    30 - fonoaudilogos;

    31 - socilogos;

    32 - biomdicos;

    33 - corretores de imveis;

    34 - tcnicos industriais de nvel mdio (2 grau);

    35 - tcnicos agrcolas de nvel mdio (2 grau);

    36 - tradutores.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Outras profisses liberais segundo a Confederao Nacional de

    Profissionais Liberais (CNPL):

    a) analistas de sistemas;

    b) arquivistas;

    c) bacharel em cincias da computao e informtica;

    d) bilogos;

    e) detetives particulares;

    f) economistas domsticos;

    g) fsicos;

    h) gegrafos;

    i) muselogos;

    j) profissional de educao fsica;

    l) tcnicos em optometria;

    m) tcnicos em turismo;

    n) tecnlogos.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Portanto, a contribuio sindical devida por todos os trabalhadores

    autnomos e profissionais liberais conforme graduao em

    determinada rea profissional classificada como tal.

    Alm disso, todos que participam de uma determinada categoria

    econmica ou profissional ou de uma profisso liberal devem pagar

    aludida contribuio, independente de filiao a alguma entidade

    sindical.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Diferenciao de contribuio associativa, anuidade de conselho de

    classe e contribuio sindical

    Contribuio associativa quando o profissional se filia a um determinado

    sindicato para usufruir de benefcios e convnios que este dispe, pagando,

    para tanto, uma mensalidade diretamente ao sindicato (mensalidade sindical),

    por ato de vontade do profissional (mera liberalidade - filiao).

    O registro em conselho de classe gera o pagamento de anuidade e habilita o

    profissional a exercer sua profisso, pois o conselho o rgo fiscalizador da

    sua habilitao profissional.

    J o pagamento da contribuio sindical, aquele devido por todo

    profissional, independentemente de sua vontade (obrigatrio), que esteja no

    exerccio de sua profisso na forma do art. 579 da CLT.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Anuidade de conselho de classe no interfere no recolhimento da

    contribuio sindical

    O recolhimento da anuidade do conselho respectivo de classe, como CRC,

    CREA, CRQ, entre outros, no dispensa o trabalhador da obrigatoriedade do

    recolhimento da contribuio sindical.

    Assim, a anuidade do respectivo conselho de classe no interfere nos

    recolhimentos sindicais, com exceo da anuidade da Ordem dos Advogados

    do Brasil (OAB), pois, de acordo com o art. 47, da Lei n 8.906/1994, que

    dispe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil, o

    pagamento da contribuio anual OAB isenta os inscritos em seus quadros

    do pagamento obrigatrio da contribuio sindical, seja como profissional

    liberal ou como empregado, desde que efetivamente exera atividade jurdica

    na empresa.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • A Ao Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) n 2522-8, ajuizada pela CNPL contra

    disposio do Estatuto da OAB, que isenta os advogados do pagamento da

    contribuio sindical, teve a seguinte deciso do STF publicada no DOU e no DJ em

    2006:

    "Ao Direta de Inconstitucionalidade n 2522-8

    .............................................

    Deciso: O Tribunal, unanimidade, julgou improcedente a ao, nos termos do voto

    do Relator.

    EMENTA: AO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. ARTIGO 47 DA LEI

    FEDERAL N. 8.906/94. ESTATUTO DA ADVOCACIA E DA ORDEM DOS

    ADVOGADOS DO BRASIL. CONTRIBUIO ANUAL OAB. ISENO DO

    PAGAMENTO OBRIGATRIO DA CONTRIBUIO SINDICAL. VIOLAO DOS

    ARTIGOS 5, INCISOS I E XVII; 8, INCISOS I E IV; 149; 150; 6; E 151 DA

    CONSTITUIO DO BRASIL. NO OCORRNCIA.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • 1. A Lei Federal n. 8.906/94 atribui OAB funo tradicionalmente desempenhada

    pelos sindicados, ou seja, a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da

    categoria.

    2. A Ordem dos Advogados do Brasil ampara todos os inscritos, no apenas os

    empregados, como o fazem os sindicatos. No h como traar relao de igualdade

    entre os sindicatos de advogados e os demais. As funes que deveriam, em tese, ser

    por eles desempenhadas foram atribudas Ordem dos Advogados.

    3. O texto hostilizado no consubstancia violao da independncia sindical, visto no

    ser expressivo de interferncia e/ou interveno na organizao dos sindicatos. No

    se sustenta o argumento de que o preceito impugnado retira do sindicato sua fonte

    essencial de custeio.

    4. Deve ser afastada a afronta ao preceito da liberdade de associao. O texto

    atacado no obsta a liberdade dos advogados.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Prazo de recolhimento

    Os agentes ou trabalhadores autnomos e profissionais liberais recolhem

    a contribuio sindical em fevereiro.

    Para 2017, estes profissionais tero at o dia 24.02*, sexta-feira, salvo

    outro dia determinado pelo sindicato, para efetuarem o pagamento da

    contribuio sindical ao seu respectivo sindicato representativo de sua

    profisso.

    * Nos dias 27 e 28.02 no haver expediente bancrio, por se tratar de

    feriados bancrios a 2 e a 3 feira de Carnaval.

    Seminrio Mensal do Departamento Pessoal

    15 de fevereiro de 2017

  • Recolhimento fora do prazo

    Durante os primeiros 30 dias de atraso, a multa corresponde a 10% do

    valor da contribuio. A partir do 2 ms de atraso, ser acrescida

    sucessivamente 2% ao ms ou frao.

    Sero devidos, tambm, juros de mora, razo de 1% ao ms ou frao.

    (art. 600 da CLT)

    Se