Click here to load reader

Sex, 17/05/2013

  • View
    241

  • Download
    7

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição de Sexta-feira, 17/05/2013 do Jornal Alô Brasília

Text of Sex, 17/05/2013

  • PGINA 10

    BRASLIA

    BRASLIAALOAMEAA DE DEPREDAO

    ANO 4 - N 1100 SEXTA-FEIFRA, 17 DE MAIO DE 2013 D I S T R I B U I O G R AT U I TA

    ESPORTES

    PGINAS 15

    PGINAS 14

    NANDA COSTA EST EM CLIMA DE DESPEDIDA DE SUA

    FAMLIA NA NOVELA SALVE JORGE.

    VALORES ABUSIVOSCBF, CLUBES E FEDERAO, NINGUM SE RESPONSABILIZA PELOS ALTOS PREOS DOS INGRESSOS E AS LONGAS FILAS (FOTO) PARA O JOGO ENTRE SANTOS E FLAMENGO, NO MAN GARRINCHA.

    CINTURO EM JOGOLUTADOR BRASILIENSE DESAFIA O CARIOCA NENZO POR TTULO DO SHOOTO BRASIL, QUE ACONTECE NESTA NOITE, NO GINSIO NILSON NELSON.

    Thay

    se L

    opes

    And

    r B

    orge

    s

    PGINA 4

    ASA SUL GANHAR NOVO ACESSO PELO PARQUE CONSTRUO DE NOVA ENTRADA, NA 912 SUL, VISA FACILITAR O FLUXO DE VECULOS PRXIMO S INSTITUIES DE ENSINO DA REGIO. PROJETO AINDA EST EM FASE DE ORAMENTO.

    POLICIAMENTO EM VOLTA DO ESTDIO NACIONAL FOI REFORADO APS DENNCIA DE QUE UM GRUPO DE PESSOAS PRETENDIA DANIFICAR O MONUMENTO. SECRETARIA EXTRAORDINRIA DA COPA NEGA QUEIXA

    PGINA 3

    Roberval Eduo

    NANDA COSTA EST EM CLIMA DE DESPEDIDA DE SUA

    FAMLIA NA NOVELA SALVE JORGE.

  • pontopontopontodededepontopontopontodepontopontopontodepontopontopontodepontopontoponto vistavistavistadededevistadededevistadededevistadedede S E X T A - F E I R A , 1 7 D E M A I O D E 2 0 1 32

    www.alo.com.br

    Notcias em tempo real

    Acesse nosso portal

    BRASLIA

    BRASLIAALOALOALOALO

    Gerente de Circulao / Paulo Srgio / [email protected]

    O Al circula diariamente em todo o

    Distrito Federal - As edies impressas esto disponiveis diariamente

    no portal: www.alo.com.br

    Matriz / Setor Comercial Sul (SCS), quadra 05 bloco B, nmero 73.

    Edifcio Farah Braslia - DF / CEP: 70.305-000 Fone: 3335-9200

    Al Braslia Comunicao Ltda.CNPJ: 09612937/0001-92

    O Al Braslia auditado pela Moore Stephens InternationalPRESIDENTE / Hlio QueirozDIRETORA EXECUTIVA / Ivanilda [email protected] / ( 61) 3335 - 9232e-mail: [email protected]

    EDITORA-CHEFE Lilian [email protected]

    SUBEDITORJoo [email protected]

    TELEFONES:(61) 9972-7804(61) 9249-8324

    REDAO (61) 3335-9200 e-mail - [email protected] CIRCULAO (61) 3335-9235 IMPRESSOGRFICA AL BRASLIAQuadra 10 Lote 25 / 26,So Sebastio - DF Fone (61) 3224-6049 / 3335-3600

    TIRAGEM:45.000 exemplares (de segunda sexta)10.000 exemplares(sbado e domingo)

    BRASLIA

    ALO

    ALO

    ALO

    COMERCIAL

    EDITOR DE ESPORTESdamo [email protected]

    REVISORRodrigo Ramthum

    VALTER LUIS

    Ed

    it

    or

    ia

    l

    IMAG

    EM D

    O DI

    A

    O GOVERNO DO Distrito Federal e o Ministrio da Cultura deram

    continuidade, ontem (16), s negociaes para que obras de

    artistas visuais consagrados em mos de estatais do pas

    passem a ser expostas no Museu Nacional da Repblica

    OBRAS do VLP, ao lado do viaduto do Catetinho, esto a todo vapor, mesmo em horrio de pico.

    Nesta semana, foi publicada uma pesquisa que vem para comprovar o que todo mundo j sabia: a internet brasileira est entre as mais caras do planeta. A constatao foi feita a partir de um levantamento realizado pelo economista e pro-fessor da Fundao Getlio Vargas (FGV), Samy Dana, em parceria com o estudante de Economia Victor Candido. O estudo relaciona o preo mdio da banda larga com a ren-da per capita da populao em 15 pases (Argentina, Brasil, frica do Sul, Chile, Polnia, Protugal, Canad, Holanda, Finlndia, Estados Unidos, Noruega, Frana, Sucia, Coreia do Sul e Japo).

    De acordo com o ranking apresentado, o Brasil ocupa a segunda posio em termos de preo, ao fazer com que a populao tenha de trabalhar 5,01 horas por ms para se conectar rede de banda larga fixa de (incrveis) 1Mbps. Levando em considerao que muita gente opta por velocidades maiores, basta fazer o clculo para ter uma ideia do quanto gasto em um servio que j se tornou indispensvel.

    Mas para quem gosta de ver os argentinos pior colocados em qualquer que seja a competio, est a mais uma boa oportunidade. A pesquisa mostrou que apenas a Argentina est a frente do Brasil no que diz respeito aos altos preos pagos pelo acesso rede. Os nossos vizinhos amargam o ttulo de internet mais cara do mundo. Isso porque nossos hermanos precisam dedicar 5,15 horas de trabalho mensais para terem acesso banda larga.

    O estudo aponta que o preo mdio da conexo de 1 Mbps no Brasil de US$ 25,06, cerca de R$ 50,52 por ms, segundo a cotao do ltimo dia 10 de maio. E mais de 40% desse valor corresponde a impostos. A alta carga tributria um dos principais fatores que explicam o ele-vado custo da banda larga no pas. Em termos comparati-vos, apenas 5% do valor cobrado pela internet japonesa (a mais barata) so taxas o que explica a feliz ltima po-sio no ranking, uma vez que o pas exige apenas 0,015 hora de trabalho por ms pela mesma velocidade.

    Ficamos atrs apenas dos argentinos...

    Alin

    e Fe

    rnan

    des

    Rep

    rodu

    o

    GERENTE COMERCIAL Keila [email protected]

    Mais de 40 anos e se achava um garoto. S andava na moda, com mulheres bem mais novas. Ns o apelidamos jovem quando ele comprou o conversvel e saiu por a, cabelo (pouco!) ao vento, paquerando menininhas (eu diria brotinhos, mas a, deporia contra meu prprio ano de fabricao).Um dia, parou no semforo ao lado de um carro com duas mooilas. Apoiou o cotovelo na porta e lanou-lhes seu olhar mais sedutor, apenas para ouvir uma delas alertar outra, antes de arrancarem abertura do sinal:- Ih, vi! velho!Grande cara, o velho jovem! Meio tio Sukita, mas, fi guraa!No o nico. Homens, em geral, tm difi culdade em crescer. Alguns, em especial, ano vai, dcada vem, e pensam nunca passar dos 30. Acham-se irresistveis e, ao receberem um no, a moa que tem problema.De uns tempos pra c, a mulherada aderiu prtica e no raro ver balzacas atracadas com rapazinhos quase imberbes.Fato: envelhecer no legal. As engrenagens apresentam desgastes, surgem dores em rgos que desconhecamos, tem um monte de coisa que pra de funcionar, da memria aos tornozelos, passando, claro, pelo... intestino. Nas conversas de boteco, no se fala mais de balada e academia,

    mas de mdico e fi sioterapia.Da, que dizem que o consumo de carnes tenras rejuvenesce. Se no o fi zer, h Botox, hormnios e Viagra para dar uma disfarada na indisfarvel diferena de idade. Alheios ao que os invejosos chamam de ridculo, lobos e lobas seguem caa.Felizmente, para eles, h muito chapeuzinho vermelho chegado num vovozinho. Afi nal, eles tm contedo - principalmente nas carteiras -, coisa que os moleques sua

    volta ainda vo levar um bom tempo para conquistar.Mas no s isso. Li, recentemente, que, apesar do desemprego, empresas vm trazendo aposentados de volta ativa, por sua experincia e qualifi cao. Deve ser por a, a tal Panela Velha do Srgio Reis. Talvez, a alguns jovens mais maduros, faltem opes entre seus pares (mais preocupados com seus XBox ou PS II) e s restem os coroas.Ainda bem. Depois do tal fator previdencirio, os velhinhos precisavam mesmo de um consolo desses.

    conceitoconceitoO jovem de outroraA velhice uma tirania que probe, sob pena de morte, todos os prazeres da juventude. Franois La Rochefoucauld

    NENA MEDEIROS, empregada pblica, protetora de animaise escritora.

  • NOTCIAS SOBRE COMPORTAMENTO, SEGURANA E SERVIOS

    cidadescidadescidades&&&cidadescidadescidades&cidadescidadescidades&cidadescidadescidades&cidadescidadescidadesNOTCIAS SOBRE COMPORTAMENTO, SEGURANA E SERVIOS

    BrasliaBrasliaBraslia&&&Braslia&&&Braslia&&&Braslia&&& S E X T A - F E I R A , 1 7 D E M A I O D E 2 0 1 33 ALUNOS DO Centro de Ensino

    Fundamental n9 de Taguatinga tero hoje a oportunidade de assistir pea

    de teatro No Bullying Comigo. A iniciativa do GDF para conscientizar

    estudantes, professores e pais sobre a violncia fsica e psicolgica

    praticada entre jovenswww.alo.com.br

    Notcias em tempo real

    Acesse nosso portal

    BRASLIA

    BRASLIAALOALOALO

    Div

    ulga

    o

    O p o l i c i a m e n -to em volta do Man Garrin-cha foi refor-ado ontem (16), devido uma denncia de que grupo de pessoas amea-aram pinchar e depre-dar a fachada do estdio. Foi enviado ao local uma equipe do Grupo Tti-co Operacional da PM (GTOP), que duran-te todo o dia fez rondas nas imediaes do est-dio, que ser inaugurado amanh (18).

    A solicitao de re-foro chegou Polcia Militar por meio do co-mando responsvel pelas operaes de seguran-a da Copa. Segundo o Comandante de Policia-mento Regional Leste (CPRL), Coronel Matias, a denncia chegou em um momento delicado de proximidade do evento, por isso foi preciso des-locar uma equipe ttica para o local. Esse tipo de ao uma afronta populao e no pode-mos descuidar desse pa-trimnio, diz.

    De acordo com o co-

    ronel, o comando discu-te uma estratgia onde se esgote o menor recurso e oferea a maior seguran-a para garantir a inte-gridade do Estdio. O ideal seria colocar uma segurana particular no estdio para no compro-meter o policiamento da cidade, mas pelo tempo e a burocracia que seria,

    foi melhor enviar uma equipe nossa, conclui.

    Em nota, a Secreta-ria Extraordinria da Copa alega no ter rece-bido nenhuma denncia e informa que a inten-sificao das foras de segurana em torno do Estdio Nacional de Bra-slia Man Garrincha se deve aproximao da

    inaugurao da arena. Segundo o texto, essa

    ao havia sido pensada e planejada h dez dias pe-lo Departamento de Ope-raes da Polcia Militar do DF. O texto termina di-zendo que a preparao antecipada serve, inclu-sive, para os policiais se ambientarem