Simulado 008

  • Published on
    16-Oct-2015

  • View
    34

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • LOAS: Lei 8.742/93; Lei 8.212/91; Lei 8.213/91; Decreto 3.048/99; Decreto 6.214/07.

    www.beabadoconcurso.com.br Tcnico do INSS/ FCC

    MINISTRIO DA PREVIDNCIA SOCIAL

    Concurso Pblico para provimento de cargos de

    Tcnico do Seguro Social

    SIMULADO ESPECIAL 001

    S I M U L A D O E S P E C I A L

    Conhecimentos Especficos LOAS: Lei 8.742/93;

    Lei 8.212/91;

    Lei 8.213/91;

    Decreto 3.048/99;

    Decreto 6.214/07

    e alteraes posteriores.

    - contm 40 questes, numeradas de 1 a 40

  • LOAS: Lei 8.742/93; Lei 8.212/91; Lei 8.213/91; Decreto 3.048/99; Decreto 6.214/07.

    www.beabadoconcurso.com.br Tcnico do INSS/ FCC

    Conhecimentos Especficos

    Direito Previdencirio

    1. A assistncia social, direito do cidado e dever do Estado,

    Poltica de Seguridade Social no contributiva, que prov os

    mnimos sociais, realizada atravs de um conjunto integrado

    de aes de iniciativa pblica e da sociedade, para garantir o

    atendimento s necessidades bsicas. Quanto aos seus

    objetivos, incorreto afirmar

    (A) a proteo famlia, maternidade, infncia,

    adolescncia, somente.

    (B) a garantia de 1 (um) salrio mnimo de benefcio mensal

    pessoa portadora de deficincia.

    (C) habilitao e reabilitao das pessoas portadoras de

    deficincia e a promoo de sua integrao vida

    comunitria.

    (D) a promoo da integrao ao mercado de trabalho.

    (E) o amparo s crianas e adolescentes em situao de

    vulnerabilidade e risco social.

    2. No tocante aos princpios da assistncia social e suas

    diretrizes, correto afirmar

    (A) supremacia do atendimento s necessidades sociais

    sobre as exigncias de rentabilidade econmica.

    (B) a organizao da assistncia social tem como base as

    diretrizes, dentre outras, da descentralizao poltico-

    administrativa para os Estados, o Distrito Federal, os

    Municpios e Territrios e comando nico das aes em

    cada esfera de governo.

    (C) participao da populao, por meio de organizaes

    representativas, na formulao das polticas e no controle

    das aes em alguns os nveis.

    (D) uniformizao dos direitos sociais, a fim de tornar o

    destinatrio da ao socioassistencial alcanvel pelas

    demais polticas pblicas.

    (E) igualdade de direitos no acesso ao atendimento, sem

    discriminao de qualquer natureza, garantindo-se

    equivalncia s populaes urbanas, rurais e indgenas.

    3. correto afirmar que compete Unio

    (A) destinar recursos financeiros aos Municpios, a ttulo de

    participao no custeio do pagamento dos auxlios

    natalidade e funeral, mediante critrios estabelecidos

    pelos Conselhos Estaduais de Assistncia Social.

    (B) atender, em conjunto com os Estados, o Distrito Federal e

    os Municpios, s aes assistenciais de carter de

    emergncia.

    (C) apoiar tcnica e financeiramente os servios, os

    programas e os projetos de enfrentamento da pobreza em

    mbito nacional, regional e local.

    (D) efetuar o pagamento dos auxlios natalidade e funeral.

    (E) executar os projetos de enfrentamento da pobreza,

    incluindo a parceria com organizaes da sociedade civil.

    4. Com base na LOAS, o benefcio de prestao continuada

    a garantia de 1 (um) salrio mnimo mensal pessoa

    portadora de deficincia e ao idoso que contar com sessenta

    e cinco anos de idade ou mais e que comprovem no possuir

    meios de prover a prpria manuteno e nem de t-la provida

    por sua famlia. No tocante ao assunto incorreto afirmar

    (A) para efeito de concesso do benefcio, aquela que tem

    impedimentos de longo prazo de natureza fsica, mental,

    intelectual ou sensorial, os quais, em interao com

    diversas barreiras, podem obstruir sua participao plena

    e efetiva na sociedade em igualdade de condies com

    as demais pessoas.

    (B) o benefcio de que trata essa regra no pode ser

    acumulado pelo beneficirio com qualquer outro no

    mbito da seguridade social ou de outro regime, salvo o

    da assistncia mdica.

    (C) a situao de internado no prejudica o direito do idoso

    ou do portador de deficincia ao benefcio.

    (D) considera-se incapaz de prover a manuteno da pessoa

    portadora de deficincia ou idosa a famlia cuja renda

    mensal per capita seja inferior a 1/3 (um tero) do salrio

    mnimo.

    (E) na hiptese de no existirem servios no municpio de

    residncia do beneficirio, fica assegurado, na forma

    prevista em regulamento, o seu encaminhamento ao

    municpio mais prximo que contar com tal estrutura.

    5. incorreto afirmar que compete ao Conselho Nacional de

    Assistncia Social,

    (A) acompanhar e avaliar a gesto dos recursos, bem como

    os ganhos sociais e o desempenho dos programas e

    projetos aprovados.

    (B) zelar pela efetivao do sistema descentralizado e

    participativo de assistncia social.

    (C) conceder registro e certificado de entidade beneficente de

    assistncia social.

    (D) normatizar as aes e regular a prestao de servios de

    natureza pblica e privada no campo da assistncia

    social.

    (E) apreciar e aprovar a Poltica Nacional de Assistncia

    Social, como tambm a proposta oramentria da

    Assistncia Social a ser encaminhada pelo rgo da

  • LOAS: Lei 8.742/93; Lei 8.212/91; Lei 8.213/91; Decreto 3.048/99; Decreto 6.214/07.

    www.beabadoconcurso.com.br Tcnico do INSS/ FCC

    Administrao Pblica Federal responsvel pela

    coordenao da Poltica Nacional de Assistncia Social.

    6. incorreto afirmar que compete ao rgo da Administrao

    Pblica Federal responsvel pela coordenao da Poltica

    Nacional de Assistncia Social

    (A) prover recursos para o pagamento dos benefcios de

    prestao continuada definidos nesta lei.

    (B) proceder transferncia dos recursos destinados

    assistncia social, na forma prevista na Lei n 8.743/93.

    (C) prestar assessoramento tcnico aos Estados, ao Distrito

    Federal, aos Municpios e s entidades e organizaes de

    assistncia social.

    (D) desenvolver estudos e pesquisas para fundamentar as

    anlises de necessidades e formulao de proposies

    para a rea.

    (E) articular-se com os rgos responsveis pelas polticas

    de sade apenas.

    7. No constituem contribuies sociais

    (A) as das empresas, incidentes sobre a remunerao paga

    ou creditada aos segurados a seu servio.

    (B) as dos empregadores domsticos

    (C) as dos trabalhadores, no incidentes sobre o seu salrio-

    de-contribuio;

    (D) as das empresas, incidentes sobre faturamento e lucro;

    (E) as incidentes sobre a receita de concursos de

    prognsticos.

    8. No tocante aos princpios e diretrizes da Seguridade Social

    previstos na lei 8.212/91, correto afirmar

    (A) uniformidade da cobertura e do atendimento.

    (B) universalidade e equivalncia dos benefcios e servios

    s populaes urbanas e rurais.

    (C) distributividade e seletividade na prestao dos

    benefcios e servios.

    (D) redutibilidade do valor dos benefcios.

    (E) equidade na forma de participao no custeio e

    benefcios.

    9. As atividades de sade so de relevncia pblica e sua

    organizao obedecer aos seguintes princpios e diretrizes,

    menos

    (A) acesso universal e igualitrio.

    (B) provimento das aes e servios atravs de rede

    regionalizada e hierarquizada, integrados em sistema

    nico.

    (C) descentralizao, com direo nica em cada esfera de

    governo.

    (D) atendimento integral, com prioridade para quaisquer

    atividades.

    (E) participao da comunidade na gesto, fiscalizao e

    acompanhamento das aes e servios de sade.

    10. De acordo com a Lei 8.212/91, a organizao da

    Previdncia Social no obedecer aos seguintes princpios

    e diretrizes

    (A) universalidade de participao nos planos

    previdencirios, mediante contribuio.

    (B) valor da renda mensal dos benefcios, substitutos do

    salrio-de-contribuio ou do rendimento do trabalho do

    segurado, no inferior ao do salrio mnimo.

    (C)clculo dos benefcios considerando-se os salrios-de-

    contribuio, corrigidos monetariamente.

    (D) preservao do valor real dos benefcios.

    (E) previdncia complementar obrigatria, custeada por

    contribuio adicional.

    11. Salvo no caso de direito adquirido, no permitido o

    recebimento conjunto dos seguintes benefcios da

    Previdncia Social

    (A) aposentadoria e auxlio-doena.

    (B) duas ou mais aposentadorias.

    (C) aposentadoria e abono de permanncia em servio.

    (D) salrio-maternidade e auxlio-doena.

    (E) mais de uma penso deixada por cnjuge ou

    companheiro, ressalvado o direito de opo pela mais

    vantajosa.

  • LOAS: Lei 8.742/93; Lei 8.212/91; Lei 8.213/91; Decreto 3.048/99; Decreto 6.214/07.

    www.beabadoconcurso.com.br Tcnico do INSS/ FCC

    12. Para fins de identificao da pessoa com deficincia e do

    idoso e de comprovao da idade do idoso, dever o

    requerente apresentar um dos seguintes documentos:

    I - certido de nascimento.

    II - certido de casamento.

    III - certificado de reservista.

    IV - carteira de identidade.

    V - carteira de trabalho e previdncia social.

    No que consta acima esto corretas

    (A) I,II e III apenas.

    (B) IV e V apenas.

    (C) apenas V.

    (D) I, II, III, IV e V.

    (E) apenas I, II, III e IV.

    13. No que tange ao pagamento, so formas de cessao do